Your browser doesn't support javascript.
loading
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 18 de 18
Filtrar
Mais filtros










Filtros aplicados
Intervalo de ano de publicação
1.
Arq. bras. med. vet. zootec. (Online) ; 71(3): 889-898, May-June 2019. tab, ilus
Artigo em Inglês | LILACS, VETINDEX | ID: biblio-1011314

RESUMO

This study aimed to macroscopically and microscopically evaluate the healing of skin wounds induced in rats by topical application of cassava polyamide biopolymer hydrogel. In total, 32 rats were used and divided into four groups (n= 8): negative control - saline solution; positive control - use of commercial ointment; experimental group - I - ointment + cassava hydrogel; experimental group - II - cassava hydrogel. A 1cm2 wound induced on the animals dorsum was treated and evaluated. At day 21 post-operation, the animals were sacrificed by anesthetic overdose, and then 1cm2 of cicatricial skin from the wound region was collected. The material was cut to evaluate healing. In the macroscopic evaluation, complete healing was observed at the end of 21 days. Re-epithelialization was observed histologically; the connective tissue in the negative control, positive, and experimental - I groups was characterized by an abundance of collagen fibers, fibroblasts, and blood vessels. In experimental group - II additional healing was observed, as evidenced by the arrangement of collagen fibers and fibroblasts, and the reduction of neoformed vessels. Thus, we concluded that the hydrogel can assist in healing skin wounds, especially in the remodeling phase.(AU)


O objetivo deste estudo foi avaliar macro e microscopicamente a cicatrização de feridas cutâneas induzidas em ratos, a partir da aplicação tópica do hidrogel de biopolímero de poliamido de mandioca. Trinta e dois ratos foram divididos em quatro grupos (n= 8): controle negativo, tratado com solução salina; controle positivo, com pomada comercial; grupo experimental - I, com pomada + hidrogel de mandioca; grupo experimental - II, com hidrogel de mandioca. Feridas induzidas de 1cm 2 no dorso dos animais foram tratadas e avaliadas em intervalos de três a quatro dias. No 21º dia do pós-operatório, os animais foram mortos por aprofundamento anestésico, em seguida foi coletado 1cm 2 de pele da região cicatricial. O material foi cortado, corado pelas técnicas de hematoxilina-eosina e azocarmine-G, para avaliação da cicatrização. Na avaliação macroscópica, foi observada cicatrização completa no final do período de 21 dias. Histologicamente, observou-se reepitelização, o tecido conjuntivo no grupos controle negativo, positivo e experimental - I se caracterizou pela abundância de fibras colágenas, fibroblastos e vasos sanguíneos. No grupo experimental - II, a cicatrização sugere avanço de etapas, evidenciado pelo arranjo das fibras colágenas, pela redução de fibroblastos e dos vasos neoformados. Assim, foi possível concluir que o hidrogel de biopolímero de amido de mandioca pode auxiliar na cicatrização de feridas cutâneas, principalmente na fase de remodelação.(AU)


Assuntos
Animais , Masculino , Ratos , Cicatrização , Ferimentos e Lesões/veterinária , Curativos Hidrocoloides/veterinária , Amidos e Féculas
2.
Invest. educ. enferm ; 36(1): [E11], Feb 15 2018. Tab 1, Tab 2, Tab 3, Tab 4, Figura 1
Artigo em Inglês | LILACS, COLNAL | ID: biblio-883552

RESUMO

Objective. This work sought to evaluate the association between using preventive hydrocolloid dressings and the onset of pressure ulcers in hospitalized patients. Methods. Retrospective cohort study that included adult patients with high risk of pressure ulcers (PU) evaluated according to the Braden scale and who had been admitted with preventive purposes to a skin care program. The preventive care prescribed by the nursing staff included using hydrocolloid dressing plus conventional care (HD+CC) or only conventional care (CC), in a tier IV hospital in Bogotá, Colombia. Information was obtained from the clinical records of the demographic variables, health, and complications during hospitalization. Results. One-hundred seventy subjects were included in the study (23 in HD+CC and 147 in CC). In all, 30.4% of the patients in the HD+CC group and 17% in the CC group had PU during follow up (p=0.15). The ratio between the type of preventive treatment received and the development of PU obtained a raw Hazzard ratio (HR) of 1.35 (CI95%: 0.58-3.14; p=0.48) and HR adjusted for confounding variables of 1.06 (CI95%: 0.29-3.84 p=0.92). Conclusion. Our results showed no superiority of HD+CC against CC in preventing PU in adult patients with high risk according to the Braden scale. The cohort study did not reveal significant differences between both interventions. It is necessary to promote and develop clinical trials to evaluate the effectiveness of using dressings and other conventional care in high-risk patients for this type of event. (AU)


Objetivo. Evaluar la asociación entre el uso de apósitos hidrocoloides preventivos y la aparición de úlceras por presión en pacientes hospitalizados. Métodos. Estudio de cohorte retrospectivo que incluyó pacientes adultos con alto riesgo de úlceras por presión (UPP) evaluados según escala Braden y que habían sido admitidos con fines preventivos en un programa de cuidado de la piel, en un hospital de cuarto nivel de atención, en Bogotá, Colombia. Los cuidados preventivos prescritos por el personal de enfermería incluyeron el uso de apósito hidrocoloide más cuidado convencional (AH+CC) o solo cuidado convencional (CC). Se obtuvo información de las historias clínicas de las variables demográficas, de salud y complicaciones durante hospitalización. Resultados. Se incluyeron en el estudio un total de 170 pacientes (23 de AH+CC y 147de CC). El 30.4% en el grupo AH+CC y el 17% de CC presentó UPP durante el seguimiento (p=0.15). La relación entre el tipo de tratamiento preventivo recibido y el desarrollo de UPP obtuvo un HR crudo de 1.35 (IC95%: 0.58-3.14; p=0.48) y un HR ajustado por factores de confusión de 1.06 (IC95%: 0.29-3.84 p=0.92). Conclusión. Nuestros resultados mostraron no superioridad de AH+CC frente al CC enfermero en la prevención de UPP en pacientes adultos con alto riesgo según Braden. El estudio de la cohorte no reveló diferencias significativas entre las dos intervenciones. Se hace necesario la promoción y desarrollo de ensayos clínicos que evalúen la efectividad del uso de los apósitos y otros cuidados convencionales en pacientes de alto riesgo para este tipo de evento (AU)


Objetivo. Avaliar a associação entre o uso de curativos hidrocoloides preventivos e a aparição de úlceras por pressão em pacientes hospitalizados. Métodos. Estudo de coorte retrospectivo que incluiu pacientes adultos com alto risco de úlceras por pressão (UPP) avaliados segundo escala Braden e que haviam sido admitidos com fins preventivos num programa de cuidado da pele, num hospital de quarto nível de atenção, em Bogotá, Colômbia. Os cuidados preventivos prescritos pelo pessoal de enfermagem incluíram o uso de curativo hidrocoloide mais cuidado convencional (AH+CC) ou só cuidado convencional (CC). Se obteve informação das histórias clínicas das variáveis demográficas, de saúde e complicações durante hospitalização. Resultados. Um total de 170 pacientes foram incluídos no estudo (23 de AH+CC e 147de CC). 30.4% no grupo AH+CC e 17% de CC apresentaram UPP durante o seguimento (p=0.15). A relação entre o tipo de tratamento preventivo recebido e o desenvolvimento de UPP obteve um HR cru de 1.35 (IC95%: 0.58-3.14; p=0.48) e um HR ajustado por fatores de confusão de 1.06 (IC95%: 0.29-3.84 p=0.92). Conclusão. Nossos resultados mostraram não superioridade de AH+CC frente a CC enfermeiro na prevenção de UPP em pacientes adultos com alto risco segundo Braden. O estudo da coorte não revelou diferencias significativas entre as duas intervenções. Se faz necessário a promoção e desenvolvimento de ensaios clínicos que avaliem a efetividade do uso dos curativos e outros cuidados convencionais em pacientes de alto risco para este tipo de evento.(AU)


Assuntos
Humanos , Adulto , Curativos Hidrocoloides , Hospitalização , Lesão por Pressão , Estudos Retrospectivos , Higiene da Pele
3.
Belo Horizonte; s.n; 2018. 73 p. ilus, graf, tab.
Tese em Português | LILACS, BDENF - Enfermagem | ID: biblio-916112

RESUMO

INTRODUÇÃO: O cuidado do paciente com feridas é um constante desafio na prática clínica do enfermeiro. As coberturas oclusivas e não oclusivas são utilizadas no tratamento de feridas e existe uma lacuna de conhecimento sobre a influência dessas indicações no processo de cicatrização. OBJETIVO: O objetivo do presente estudo foi avaliar a influência de coberturas oclusivas sobre a cicatrização de feridas cutâneas excisionais em camundongos C57BL/6. MATERIAIS E MÉTODOS: Trata-se de um estudo translacional pré-clínico, comparativo e controlado. Os camundongos foram divididos em três grupos experimentais e o tratamento das feridas excisionais deles foram classificados como: animais que receberam oclusão com hidrocolóide (HD), animais que receberam oclusão com filme transparente de poliuretano (FT) e animais sem oclusão (SO). Os grupos foram avaliados quanto: a taxa de fechamento das feridas, o infiltrado de neutrófilos e macrófagos, dosagem da citocina TNF-α, o fator de crescimento angiogênico VEGF, a expressão protéica de HIF-1α e, histologicamente, o desenvolvimento de novos vasos sanguíneos. As cicatrizes das feridas foram analisadas por juízes independentes quanto à apresentação estética no décimo quarto dia de segmento. RESULTADO: No terceiro dia do processo de cicatrização, foi possível observar, macroscopicamente, que o fechamento das feridas cutâneas excisionais foi acelerado nos animais cuja ferida foi ocluída, utilizando-se tanto filme transparente quanto o hidrocolóide. Ainda no período de três dias, observou-se diminuição nos níveis da citocina pró-inflamatória TNF-α nas feridas ocluídas com hidrocolóide quando comparada com os grupos SO e FT. O acúmulo de neutrófilos também diminuiu, significativamente, ao terceiro dia de cicatrização no grupo tratado com hidrocolóide, quando comparado aos grupos SO e FT, respectivamente. O conteúdo dos macrófagos apresentou níveis significativamente mais altos ao terceiro dia no grupo FT quando comparado a SO. Ao sexto dia de estudo, evidenciaram-se dosagens significativamente aumentadas de macrófagos no grupo HD, contrastando com os grupos SO e FT. Os níveis de VEGF apresentaramse expressivamente aumentados ao sexto dia de cicatrização, nos animais cujas feridas estavam ocluídas com filme transparente de poliuretano e hidrocolóide. Houve aumento dos níveis do fator indutor de hipóxia 1-alfa nos animais submetidos a oclusão quando comparados aos sem oclusão. A análise qualitativa do reparo em cicatriz das feridas permitiu afirmar que houve concordância moderada e significativa entre os juízes no grupo HD e concordância substancial e significativa nas cicatrizes dos animais SO. CONSIDERAÇÕES FINAIS: Considerando-se que a resposta inflamatória é um processo imunológico fundamental para o processo de reparo de feridas, quando ocorre de forma controlada, sugere-se que a oclusão modula a resposta inflamatória. Tal achado é evidenciado por meio da inibição parcial da citocina pró-inflamatória TNF- α, da redução de acúmulo de neutrófilos e dos níveis mais altos de macrófagos. A oclusão das feridas não evidenciou aumento quantitativo de capilares em relação ao grupo sem oclusão.(AU)


INTRODUCTION: The care of the wounded patient is a constant challenge in the nurse's clinical practice. Occlusive and non-occlusive coverages are used to treat wounds and there is a lack of knowledge about the impact of these indications on the healing process. OBJECTIVE: The objective of the present study was to evaluate the influence of occlusive coatings on the cicatrization of cutaneous excisional wounds in C57BL / 6 mice. MATERIALS AND METHODS: It is a pre-clinical, comparative and controlled translational study. The mice were divided into three experimental groups and the treatment of excisional wounds of these were classified as: animals that received occlusion with hydrocolloid (HD), animals that received occlusion with transparent polyurethane film (FT) and animals without occlusion (SO). The groups were evaluated for: wound closure rate, neutrophil and macrophage infiltration, TNF-α cytokine dosing, VEGF angiogenic growth factor, HIF-1α protein expression and, histologically, the development of new blood vessels. Wound scars were analyzed by independent judges regarding the aesthetic presentation on the fourteenth day of the segment. RESULTS: On the third day of the healing process it was possible to observe, macroscopically, that the closure of excisional skin wounds was accelerated in animals whose wound was occluded using both transparent and hydrocolloid films. Also, in the three-day period, there was a decrease in TNF-α proinflammatory cytokine levels in the hydrocolloid occluded wounds when compared to the SO and FT groups. Neutrophil accumulation also significantly decreased on the third day of healing in the group treated with hydrocolloid occlusion when compared to the SO and FT groups, respectively. Macrophage content had significantly higher levels, on day 3, in the FT group, when compared to OS. On the sixth day of the study, significantly increased dosages of macrophages were detected in the HD group, contrasting with the SO and FT groups. VEGF levels were expressively increased on the sixth day of healing in animals whose wound was occluded with transparent polyurethane film and hydrocolloid film. There was an increase in levels of the factor inducing 1-alpha hypoxia in the animals submitted to occlusion when compared to those without occlusion. The qualitative analysis of the wound healing repair allowed to affirm that there was moderate and significant agreement, between the judges, in the HD group and substantial and significant concordance in the scars of the SO animals. FINAL CONSIDERATIONS: Considering that the inflammatory response is a fundamental immunological process for the wound repair process, when it occurs in a controlled way, it is suggested that the occlusion modulates the inflammatory response. Such a finding is evidenced by partial inhibition of the proinflammatory cytokine TNF-α, reduction of neutrophil accumulation, and higher levels of macrophages. The wounds occlusion did not show a quantitative increase of capillary vessels in relation to the group without occlusion.(AU)


Assuntos
Animais , Camundongos , Cicatrização , Curativos Hidrocoloides , Curativos Oclusivos , Dissertação Acadêmica , Inflamação/terapia
4.
An. bras. dermatol ; 92(4): 499-504, July-Aug. 2017. tab, graf
Artigo em Inglês | LILACS | ID: biblio-887007

RESUMO

Abstract: Background: Venous ulcers represent 70% of the lower limb ulcers. They are difficult to heal, requiring a correct diagnostic and therapeutic approach. Many products have been developed to healing, such as homologous platelet gel obtained from the platelet concentrate exceeding from blood transfusion. Objective: To evaluate the safety and efficacy of homologous platelet gel in venous ulcers compared with hydrocolloid dressing. Method: A pilot randomized clinical trial in patients with venous ulcers. Randomized groups (homologous platelet gel and hydrocolloid groups) were followed for 90 days and were assessed through the evolution of ulcerated area, qualitative analysis of vascularization and adverse events. Both groups used elastic compression. Results: We included 16 participants, with a total of 21 venous ulcers. Both treatments promoted a reduction of the areas of the ulcers in 90 days (mean 69%), there was significant difference between the groups concerning the gradual reduction of the ulcers areas, favorably to the hydrocolloid (70% vs 64%; p <0.01). There were some mild adverse events in both groups. Study limitations: Single-center study with a small number of patients, preventing more accurate assessment of the effects of platelet gel. Conclusion: The homologous platelet gel associated with the elastic compression can be an alternative to the venous ulcer treatment and is safe due to the occurrence of a few mild local adverse events and no serious adverse events. Clinical trials with larger numbers of patients must be performed to maintain the indication of this treatment for venous ulcer.


Assuntos
Humanos , Adolescente , Adulto , Pessoa de Meia-Idade , Adulto Jovem , Úlcera Varicosa/terapia , Cicatrização/fisiologia , Curativos Hidrocoloides , Plasma Rico em Plaquetas , Cicatrização/efeitos dos fármacos , Projetos Piloto , Estudos Prospectivos , Resultado do Tratamento , Curativos Hidrocoloides/efeitos adversos , Curativos Hidrocoloides/normas , Géis
5.
Acta cir. bras ; 30(10): 681-685, tab, graf
Artigo em Inglês | LILACS | ID: lil-764390

RESUMO

PURPOSE: To evaluate wound healing in rats by using low-level laser therapy (LLLT) associated with hydrocolloid occlusive dressing. METHODS: Forty male, adult, Wistar rats were used, distributed into four groups: LG (received 2 J/cm² of laser therapy); HG (treated with hydrocolloid); LHG (treated with 2 J/cm² of laser therapy and hydrocolloid); and the CG (treated with 1 mL of 0.9% saline). The wound was evaluated at pre-determined periods 3rd and 7th days, considering the macroscopic and histological parameters (inflammatory cells, capillary neoformation, fibroblasts, collagen formation and reepithelialization).RESULTS: The LG group at seven days showed increased collagen formation, the LHG group at 3 days showed mild collagen formation. The HG group and the CG at 7 days showed complete reepithelialization.CONCLUSION: Low-level laser therapy as well as the hydrocolloid dressing have favored the wound-healing process in rats.


Assuntos
Animais , Masculino , Curativos Hidrocoloides , Terapia com Luz de Baixa Intensidade/métodos , Curativos Oclusivos , Cicatrização/efeitos da radiação , Terapia Combinada , Colágeno/análise , Colágeno/efeitos da radiação , Fibroblastos/efeitos da radiação , Lasers Semicondutores/uso terapêutico , Distribuição Aleatória , Ratos Wistar , Reprodutibilidade dos Testes , Fatores de Tempo , Resultado do Tratamento
6.
Acta paul. enferm ; 28(5): 415-419, jul.-ago. 2015. tab
Artigo em Português | LILACS, BDENF - Enfermagem | ID: lil-766139

RESUMO

Objetivo: Analisar a relação custo-efetividade de dois tipos de curativos para a prevenção de úlcera por pressão na região sacral. Métodos : Pesquisa de análise secundária, comparativa, que incluiu 25 pacientes dos quais dez utilizaram a cobertura hidrocoloide e 15 o filme transparente, para prevenção de úlcera por pressão na região sacral. Foram contabilizados custos de aquisição com cada tipo de cobertura; verificados desfechos intermediário e final; e foi estimada a relação custo-efetividade. Resultados : A relação custo-efetividade do hidrocoloide para o desfecho intermediário foi de R$174,68 enquanto do filme transparente foi de R$45,74. Para o desfecho final, essa relação foi de respectivamente R$272,00 e R$28,97. Conclusão : O filme transparente foi mais custo-efetivo do que o hidrocoloide na prevenção de úlcera por pressão sacral.


Objective: To analyze the cost-effectiveness relationship of two types of dressing for prevention of sacral pressure ulcer. Methods : This secondary analysis and comparative study included 25 patients. Of these, 10 used a hydrocolloid dressing and 15 used a transparent film dressing for prevention of sacral pressure ulcer. We measured costs of each dressing type, verified intermediate and final results, and estimated the cost-effectiveness relationship. Results : The cost-effectiveness relationships for the intermediate results were R$174.68 for the hydrocolloid dressing and R$45.75 for the transparent film dressing. For the final result, the values were R$272.00 and R$28.97, respectively. Conclusion : For sacral pressure ulcers, transparent film dressing was cost-effective compared with hydrocolloid dressing.


Assuntos
Humanos , Adolescente , Adulto Jovem , Avaliação de Custo-Efetividade , Curativos Hidrocoloides/economia , Serviço Hospitalar de Enfermagem , Poliuretanos/economia , Lesão por Pressão/economia , Lesão por Pressão/prevenção & controle
7.
Rev. bras. queimaduras ; 14(4): 300-306, Out-Dez.2015. ilus, 1 Quadro
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-793083

RESUMO

Descrever os curativos utilizados no tratamento de queimaduras evidenciados em artigos científicos publicados entre os anos de 2005 a 2015. Método: Revisão Integrativa da Literatura, cujos dados foram coletados nas bases de dados LILACS e MEDLINE, sendo selecionados e analisados na íntegra 11 artigos. Resultados: Vários curativos são utilizados no tratamento de queimaduras. Dentre eles, estão os curativos com prata, os hidrogéis, os substitutos de pele, espuma de silicone, curativo úmido e petrolato. Todos aceleram o processo cicatricial e são eficazes no tratamento de queimaduras, sendo que os mais utilizados são os curativos com prata. Conclusão: Existem várias alternativas relacionadas ao curativo para o tratamento da queimadura, cabendo ao profissional que a cuidará decidir qual será melhor para o tratamento, levando em consideração a realidade local e custo-benefício...


To describe the dressing used to treat burns, evident in scientific articles between 2005 and 2015. Methods: Integrative literature review, whose data were collected in the LILACS and MEDLINE databases, and were selected and analyzed 11 articles in its whole. Results: A number of dressing are used in the treatment of burns, including silver dressing, hydrogels, skin substitutes, silicone foam, moist dressing and petrolatum. All accelerate the healing process and are effective in the treatment of burns, where the most used are silver dressings. Conclusion: There are several alternatives related to dressing for the treatment of burns, accounting professional to decide what will be best for treatment, taking into account local conditions and cost-effective...


Describir las curaciones utilizadas para tratar las quemaduras, evidentes en artículos científicos entre los años 2005 a 2015. Métodos: Revisión integradora de la literatura, cuyos datos se recogieron en las bases de datos LILACS y MEDLINE, y se seleccionaron y analizaron 11 artículos en su totalidad. Resultados: Una serie de curaciones se utilizan en el tratamiento de quemaduras, incluyendo curaciones con plata, hidrogeles, los sustitutos de la piel, espuma de silicona, vendaje húmedo y vaselina. Todos aceleran el proceso de cicatrización y son eficaces en el tratamiento de quemaduras, donde los más utilizados son los vendajes con plata. Conclusión: Hay varias alternativas relacionadas al vendaje para el tratamiento de quemaduras, correspondiéndole al profesional decidir lo que será mejor para el tratamiento, teniendo en cuenta las condiciones locales y el costo-beneficio...


Assuntos
Humanos , Bandagens , Curativos Hidrocoloides , Queimaduras , Sulfadiazina de Prata , Pele Artificial , Cicatrização
8.
Rev. chil. dermatol ; 31(3): 303-308, 2015. ilus, tab
Artigo em Espanhol | LILACS | ID: biblio-973208

RESUMO

El uso de diversas clases de apósito ha mostrado ser efectivo para acelerar el proceso de curación y optimizar el resultado de cicatrización. Según sus características estos se pueden dividir en pasivos, interactivos o bioactivos. En este contexto, es crucial seleccionar el tipo de apósito adecuado para la herida particular. La elección implica considerar diferentes factores: patología de base, cronicidad de la herida, necesidad de debridación, infección presente y etapa del proceso de cicatrización en que se encuentra. La presente revisión clasifica y describe los apósitos hoy existentes según sus aspectos más relevantes para el uso correcto; los resultados que han mostrado en estudios clínicos y ofrece algoritmos para la selección del tipo de apósito acorde a la herida específica, mencionando algunos casos especiales.


Use of different types of wound dressings has been shown to be effective on accelerate and optimize the healing process. Dressings can be described according to their characteristics as passive, interactive or bioactive. It is important to select the proper dressing for the specific wound. This decision requires consideration of several factors: underlying disease, chronic or acute presentation, need for debridement, presence of infection and healing process stage. The current review describes wound dressings considering important aspects for proper use, clinical trial results, and an algorithm that helps to choice dressing according to wound type, including some special situations.


Assuntos
Humanos , Cicatrização/fisiologia , Bandagens , Desbridamento , Curativos Hidrocoloides
9.
Rev. bras. cir. plást ; 30(2): 273-276, 2015. ilus
Artigo em Inglês, Português | LILACS | ID: biblio-1018

RESUMO

INTRODUÇÃO: O objetivo deste estudo é relatar a nossa experiência com curativo de colágeno e alginato (Fibracol®) para cobrir áreas doadoras de enxerto de pele de espessura parcial. MÉTODO: Estudamos, retrospectivamente, 35 prontuários de pacientes que utilizaram o Fibracol® em áreas doadoras. Nossa rotina para cobrir a área doadora é a seguinte: cobertura da área com uma ou mais unidades de Fibracol® e, em seguida, com uma película à prova de água. Depois de três ou quatro dias, remover o curativo, limpar delicadamente com soro fisiológico e gaze e, quando julgava-se necessário, cobria-se novamente. A idade média foi de 25,52 anos (1-65). RESULTADOS: A coxa foi usada como área doadora em 29 pacientes, o braço em 2, a perna em 4 e tronco em 3 (2 pacientes tiveram mais de uma área doadora). O tempo médio necessário para epitelização foi de 4,51 dias (3-8). O valor de R do coeficiente de correlação de Pearson correlacionando a idade e tempo de epitelização foi -0,0755, com p = 0,6685. Nenhum dos pacientes teve infecção na área doadora. O curativo ideal para a área doadora do enxerto de pele de espessura parcial teria muitas características, incluindo: preço baixo, bom conforto do paciente, baixa taxa de infecção, período curto de tempo para epitelização, etc. CONCLUSÃO: Os autores relatam uma boa experiência usando Fibracol® em 35 pacientes, durante um período de 22 meses. O tempo para epitelização foi de 4,51 dias, mais curta do que a maioria dos trabalhos publicados, e não tinha correlação com a idade do paciente.


INTRODUCTION: The objective of this study was to report our findings with a collagen and alginate dressing (Fibracol®) used to cover donor areas of partial-thickness skin grafts. METHOD: We retrospectively evaluated the medical records of 35 patients in whom Fibracol® was used on donor areas. The routine used to manage the donor area is as follows: The area is covered with one or more units of Fibracol®, followed by application of a waterproof film. After three or four days, the dressing is removed and the area cleaned gently with saline and gauze; the area is dressed again if necessary. The mean patient age was 25.52 years (range, 1-65 years). RESULTS: The thigh was used as the donor area in 29 patients, the arm in 2, the leg in 4, and the trunk in 3. Two patients had more than one donor area. The mean time needed for epithelization was 4.51 days (range, 3-8 days). The Pearson correlation coefficient value correlating age and time of epithelization was -0.0755; p = 0.6685. None of the patients experienced an infection in the donor area. The ideal dressing for the donor area of split-thickness skin grafts would have multiple characteristics including low price, good patient comfort, low infection rate, and a short epithelization period. CONCLUSION: The authors report a positive experience with the use of Fibracol® in 35 patients over a period of 22 months. The mean epithelization period was 4.51 days, shorter than that in the majority of published studies, and had no correlation with the age of the patient.


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Adulto , Pessoa de Meia-Idade , História do Século XXI , Bandagens , Queimaduras , Registros Médicos , Estudos Retrospectivos , Colágeno , Transplante de Pele , Curativos Hidrocoloides , Alginatos , Bandagens/efeitos adversos , Bandagens/normas , Queimaduras/cirurgia , Queimaduras/terapia , Registros Médicos/normas , Colágeno/uso terapêutico , Transplante de Pele/métodos , Curativos Hidrocoloides/efeitos adversos , Curativos Hidrocoloides/normas , Alginatos/uso terapêutico
10.
Rev. latinoam. enferm. (Online) ; 22(3): 511-520, May-Jun/2014. graf
Artigo em Inglês | LILACS, BDENF - Enfermagem | ID: lil-714856

RESUMO

OBJECTIVE: to evaluate the effectiveness of hydrocolloids in the healing of pressure ulcers in adult and older adult patients. METHOD: systematic review with meta-analysis, based on the recommendations of the Cochrane Handbook. The search was undertaken in the databases: Medical Literature Analysis and Retrieval System Online, Latin American and Caribbean Health Sciences Literature (LILACS), Cochrane Database, Cumulative Index to Nursing and Allied Health Literature, Web of Science and the Scientific Electronic Library Online. RESULTS: 646 primary studies were identified, 69 were evaluated and nine were selected, referring to the use of the hydrocolloid dressing in healing; of these, four studies allowed meta-analysis. There was no statistically significant difference between the hydrocolloid group and the foams group (p value=0.84; Odds Ratio 1.06, CI 95% 0.61-1.86). A slight superiority of the polyurethane dressings was observed in relation to the hydrocolloid dressings. CONCLUSION: the evidence is not sufficient to affirm whether the efficacy of hydrocolloid dressings is superior to that of other dressings. It is suggested that clinical randomized trials be undertaken so as to ascertain the efficacy of this intervention in the healing of pressure ulcers, in relation to other treatments. .


OBJETIVO: avaliar a efetividade do hidrocoloide na cicatrização de úlcera por pressão em pacientes adultos e idosos. MÉTODO: revisão sistemática com metanálise, baseada nas recomendações do Cochrane Handbook. A busca foi realizada nas bases de dados Medical Literature Analysis and Retrieval System Online, Literatura Latino-Americana e do Caribe em Ciências da Saúde, Cochrane Database, Cumulative Index to Nursing and Allied Health Literature, Web of Science e Scientific Eletronic Library Online e Scientific Eletronic Library Online. RESULTADOS: foram identificados 646 estudos primários, avaliados 69 e selecionados nove, que se referiam à utilização do curativo de hidrocoloide na cicatrização, desses, quatro estudos possibilitaram a metanálise. Não houve diferença estatisticamente significativa entre os grupos hidrocoloide e espumas (p-valor=0,84; Odds Ratio 1.06, IC 95% 061-1.86). Foi observada discreta superioridade do curativo de poliuretano em relação ao hidrocoloide. CONCLUSÃO: as evidências não foram suficientes para afirmar se a eficácia do hidrocoloide é superior a outros curativos. Sugere-se a realização de ensaios clínicos randomizados para verificar a eficácia dessa intervenção na cicatrização de úlceras por pressão em relação a outros tratamentos. .


OBJETIVO: evaluar la efectividad del hidrocoloide en la cicatrización de úlcera por presión en pacientes adultos y ancianos. MÉTODO: revisión sistemática con metanálisis, basada en las recomendaciones del Cochrane Handbook. La búsqueda fue realizada en las bases de datos Medical Literature Analysis and Retrieval System Online, Literatura Latino-Americana y del Caribe en Ciencias de la Salud, Cochrane Database, Cumulative Index to Nursing and Allied Health Literature, Web of Science y Scientific Electronic Library Online y Scientific Electronic Library Online. RESULTADOS: fueron identificados 646 estudios primarios, evaluados 69 y seleccionados nueve, que se referían a la utilización del apósito en la cicatrización, de esos, cuatro estudios posibilitaran el metanálisis. No hubo diferencia estadísticamente significativa entre los grupos hidrocoloide y espumas (p valor=0.84; Odds Ratio 1.06, IC 95% 0.61-1.86). Fue observada una discreta superioridad del apósito de poliuretano en relación al hidrocoloide. CONCLUSIÓN: las evidencias no fueron suficientes para afirmar si la eficacia del hidrocoloide es superior a otros apósitos. Se sugiere la realización de ensayos clínicos aleatorios para verificar la eficacia de esa intervención en la cicatrización de úlceras por presión en relación a otros tratamientos. .


Assuntos
Humanos , Adulto , Idoso , Cicatrização , Lesão por Pressão/terapia , Curativos Hidrocoloides , Bandagens , Resultado do Tratamento
11.
Rev. Pesqui. (Univ. Fed. Estado Rio J., Online) ; 5(4): 690-695, out.-dez. 2013. tab, graf
Artigo em Inglês, Português | LILACS, BDENF - Enfermagem | ID: lil-691076

RESUMO

Objetivo: Avaliar a eficácia e a segurança do uso do hidrogel a 2%, manipulado na farmácia universitária, no tratamento de pacientes com úlceras de perna. Método: Estudo clínico, prospectivo, não controlado, incluindo 20 pacientes no período de janeiro a outubro de 2010. A avaliação da eficácia foi realizada através da redução e da alteração tecidual do leito da ferida. A segurança foi avaliada por observação e relato dos eventos adversos. Resultados: Os dados mostraram que 33,3% das lesões apresentaram cicatrização total. Quanto à segurança, apenas 2 pacientes apresentaram dor, aumento de exsudato e infecção da ferida como reações adversas possíveis, segundo o algoritmo de Naranjo, ao uso do hidrogel 2% como curativo. Conclusão: Os resultados permitem considerar que o hidrogel de CMC a 2% mostrou-se eficaz e seguro para o tratamento desse tipo de lesão.


Objective: The aim of this study is to assess the efficiency and safety on using hydrogel carboxymethylcellulose 2%, handled at university pharmacy in treatment of patients with leg ulcers. Method: A non-controlled prospective clinic study with 20 patients took place from January to October 2010. Results: The efficiency assessment was performed through the wound area reduction and wound bed tissue alteration; the safety was assessed through observation and report of adverse events. The data showed that 33.3% of the lesions presented total healing. Regarding the safety, only 2 patients reported pain, increase of the exudate and wound infection as possible adverse reaction to the use hydrogel as dressing, according to the Naranjo algorithm. Conclusion: The results let us consider that the hydrogel 2% can be considered efficient and safe for this type of lesion.


Objetivo: Es evaluar la eficacia y la seguridad del uso del Hidrogel 2%, manoseado en una farmacia docente, en el tratamiento de enfermos con úlceras de pierna. Método: El estudio clínico, no controlado, incluyó 20 pacientes en el periodo entre enero y octubre de 2010. Resultados: La evaluación de su eficacia fue comprobada por la reducción de la herida y de la alteración de la piel en su interior. La seguridad fue evaluada por observación y el relato de los eventos adversos. Los dados han evidenciados que 33,3% de las lesiones presentaron cicatrización total. Cuanto a la seguridad, solamente dos pacientes presentaron reacciones previsibles al uso del Hidrogel 2% como curativo. Conclusión: Se puede concluir que el Hidrogel 2% se muestra eficaz y seguro para el tratamiento de esto tipo de lesión.


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Curativos Hidrocoloides , Hidrogéis/administração & dosagem , Hidrogéis/uso terapêutico , Úlcera da Perna/enfermagem , Brasil
12.
Rev. gaúch. enferm ; 34(2): 154-162, jun. 2013. ilus, tab
Artigo em Português | LILACS, BDENF - Enfermagem | ID: lil-680925

RESUMO

Apesar de o tratamento das úlceras venosas exigir um conjunto de conhecimentos específicos, os enfermeiros não especialistas desconhecem as terapias adequadas, o que constitui uma dificuldade na terapia tópica dessas lesões de pele. Este artigo tem como objetivo apresentar um sistema especialista para apoiar o processo de decisão dos enfermeiros na terapia tópica das úlceras venosas. Trata-se de uma pesquisa de desenvolvimento, operacionalizada em cinco etapas: modelagem do sistema, aquisição do conhecimento, representação do conhecimento a partir de regras de produção, implementação e avaliação do sistema. O conjunto das regras é apresentado, assim como casos que simulam o comportamento do sistema especialista, mostrando a viabilidade da sua utilização na prática do enfermeiro. O sistema poderá auxiliar na tomada de decisão sobre as condutas tópicas em úlceras venosas, porém, a avaliação da úlcera deve ser realizada de forma correta, a fim de que o sistema forneça sugestões adequadas, permitindo melhor organização e planejamento da assistência.


Although the treatment of venous ulcers requires a set of specific knowledge, non-specialist nurses are unaware of the appropriate therapy, which is a concern in the topical therapy for these skin lesions. This paper aims to present an expert system to support the nursing decision making process in the topical therapy of venous ulcers. It is a development research implemented in five stages: system modeling, knowledge acquisition, knowledge representation from production rules, and system implementation and evaluation. The production rules are presented, as well as some cases to simulate the expert system behavior, demonstrating the viability of its usage in nurse's practice. The system may support the decision making about the topical therapy of venous ulcers. However, ulcer evaluation should be correctly made, so that the system provides appropriate suggestions, allowing better organization and planning assistance.


Aunque el tratamiento de las úlceras venosas exige un conjunto de conocimientos específicos, los enfermeros no especializados desconocen la terapia adecuada, lo que constituye una dificultad en la terapia tópica de esas lesiones de piel. Este artículo tiene como objetivo presentar un sistema especializado para apoyar el proceso de decisión de los enfermeros en la terapia tópica de las úlceras venosas. Se trata de una investigación del desarrollo, operado en cinco etapas: modelaje del sistema, adquisición de conocimientos, representación del conocimiento a partir de reglas de producción, de implementación y evaluación del sistema. El conjunto de reglas es presentado, así como algunos casos que simulan el comportamiento del sistema especializado. El sistema puede ayudar a tomar decisiones sobre la terapia tópica, pero, la evaluación de la úlcera se debe realizar correctamente para que el sistema proporcione sugerencias adecuadas, lo que permite una mejor organización y planificación de la asistencia.


Assuntos
Idoso , Feminino , Humanos , Masculino , Pessoa de Meia-Idade , Protocolos Clínicos , Técnicas de Apoio para a Decisão , Sistemas Especialistas , Higiene da Pele/métodos , Úlcera Varicosa/enfermagem , Administração Tópica , Curativos Hidrocoloides , Terapia Combinada , Desbridamento , Fármacos Dermatológicos/administração & dosagem , Fármacos Dermatológicos/uso terapêutico , Conhecimento , Curativos Oclusivos , Qualidade de Vida , Úlcera Varicosa/etiologia , Úlcera Varicosa/terapia , Insuficiência Venosa/complicações , Insuficiência Venosa/terapia , Cicatrização
13.
Rev. bras. queimaduras ; 11(3): 106-110, jan.-mar. 2012.
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-752733

RESUMO

Introdução: O tratamento do paciente queimado sempre foi um desafiopara o profissional que busca melhores resultados no que diz respeito a maiorvelocidade de restauração tecidual, redução da dor e da infecção, além demelhor aspecto estético final da ferida. Entre as novas tecnologias em curativos, destaca-se a cobertura de hidroalginato associado à prata. Objetivo: Comparar o tratamento convencional da queimadura de segundo grau superficial (curativode quatro camadas) e profunda (curativo de quatro camadas + sulfadiazina de prata a 1%) com a utilização do curativo de hidroalginato com prata, quanto aos critérios: dor, evolução da queimadura e praticidade de uso. Método: Este estudo foi conduzido na Divisão de Queimaduras do Hospital do Servidor Público Estadual de São Paulo, em 20 pacientes, de ambos os sexos, entre 5 e 60 anos de idade, vítimas de queimaduras de segundo grau superficial ou mista,com superfície corpórea queimada (SCQ) de até 5%. Resultados: As trocas de curativos convencionais foram extremamente dolorosas (escala de dor 7, 8 e 9), enquanto que, com o curativo de hidroalginato com prata, as trocas receberam notas 0, 2 e 3. Este curativo mostrou-se fácil e prático, especialmente pela reepitelizaçãomais rápida e menor número de trocas. Conclusão: O curativo de hidroalginato com prata mostrou-se de fácil aplicação e manuseio, possibilitando a troca pelo paciente em seu próprio domicílio, proporcionando maior conforto para este e comodidade para os profissionais da saúde.


Introduction: The treatment of burn patients has always been a challenge for the professionals looking better results with regard to the higher rate of tissue restoration, reduction of pain and infection, and better aesthetics final wound. Among the new technologies indressings, stands out the coverage of Alginate associated with silver. Objective: To compare the conventional treatment of superficial seconddegree burn (four-layer bandage) and deep (four-layer bandage + silver sulfadiazine 1%) of the Alginate dressing with silver, for the criteria: pain, evolution of burn and practicality of use. Methods: This study was conducted at the Division of Burns Hospital for State Civil Servants of São Paulo, in 20 patients, of both sexes, between 5 and 60 years of age, victims of superficial second-degree burnsor mixed with body surface burned (SCQ) up to 5%. Results: The conventional dressing changes were extremely painful (pain scale of 7, 8 and 9), while with the silver Alginate dressing, exchanges were scored 0, 2 and 3. This dressing was easy and convenient, especially for faster re-epithelialization and fewer exchanges. Conclusion: Alginate dressing with silver proved easy application and handling, enabling exchange by patients in their own homes, providing greater comfort for them and convenience for health professionals.


Assuntos
Humanos , Curativos Hidrocoloides , Queimaduras , Compostos de Prata , Cicatrização
14.
Lima; s.n; 2012. 46 p. ilus, tab.
Tese em Espanhol | LILACS, LIPECS | ID: lil-639179

RESUMO

Las úlceras por presión son un problema de gran importancia en el hospital Guillermo Almenara Irigoyen, representan aproximadamente el 5 por ciento de los egresos hospitalarios de los servicios de Medicina Interna y producen elevada morbimortalidad. En la actualidad en el protocolo de tratamiento de la ulcera por presión (UPP), estadio III, se emplea los apósitos de Hidrocoloide, pero estos no son muy eficaces, solo un 39 por ciento de pacientes curan. Objetivo: Determinar la eficacia clínica (cicatrización) y seguridad del Jengibre iZingiber ojjicinale) en comparación con el Hidrocoloide en el tratamiento tópico de la Ulcera por Presión, sacro, Estadio III. Material y métodos: Ensayo clínico, controlado, no ciego, fue realizado en el Servicio de Medicina Interna No 5, del Hospital Guillermo Almenara Irigoyen, en Lima-Perú, 2003, 34 pacientes fueron tratados con Hidrocoloide y 34 pacientes fueron tratados con pasta de Jengibre. Resultados: El 52,9 por ciento de los pacientes que fue tratado con Hidrocoloide cicatrizo su UPP, estadio III, y el 66,2 por ciento de los pacientes que fue tratado con Jengibre cicatrizo su UPP, estadio III. En el grupo tratado con Hidrocoloide un 14,7 por ciento presentó infección de la úlcera, un 8,82 por ciento maceración de la piel, un 2,9 por ciento presenta hipergranulación y un 14,7 por ciento aparición de mal olor relacionado a la desintegración del Hidrocoloide. En el grupo tratado con jengibre un 5,8 por ciento presento infección de la ulcera, un 20,5 por ciento irritación cutánea, un 11,7 por ciento maceración de la piel. Los factores relacionados a una no cicatrización de la úlcera por presión fueron la desnutrición, la mayor severidad de compromiso del sensorio, el no control de los esfínteres y el mayor tamaño de la ulcera por presión. Conclusiones: 1) El tratamiento tópico para las úlceras por presión, estadio III; con Jengibre es más eficaz que el tratamiento tópico con Hidrocoloide. 2) El tratamiento con Jengibre presenta más efectos adversos. 3) Los factores que influyen en un retardo en la cicatrización de las ulceras por presión son la desnutrición, el no control de esfínteres, el mayor compromiso neurológico y el tamaño mayor al inicio de la ulcera por presión.


Skin ulcers caused by pressure are a very serious problem in the Guillermo Almenara Hospital, approximately represent 5 per cent of the hospitable debits of the Services of Internal Medicine and produce high morbimortality. Now a day a protocol of treatment of the pressure ulcer, stage III, use the hydrocolloid dressing, but it is not very effective, only 39 per cent of patients complete healing. Objective: Determine the clinical effectiveness and security of the ginger in comparison with the hydrocolloid dressing in the topical treatment of the pressure ulcer, sacred, (Stage III). Material and methods: A clinical trial, controlled, not blind, was made in the Service of Internal Medicine No 5, of the Guillermo Almenara Irigoyen Hospital, in Lima-Peru, 2003. A group of 34 patients were treatment with hidrocolloid dressing and 34 patients were treated with ginger paste. Results: 52,9 per cent complete healing with hydrocolloid, and 66,2 per cent complete healing with ginger. In the group treatment with hydrocolloid 14,7 per cent present infection of the ulcer, 8,82 per cent maceration of the skin, 2,9 per cent present hypergranulation and 14,7 per cent present a smell bad related to the disintegration of the hydrocolloid. In the group treatment with ginger 5,8 per cent present infection of the ulcer, 20,5 per cent cutaneous irritation, 11,7 per cent maceration of the skin. The related factors with the not complete healing ofthe pressure ulcer were the malnutrition, the greater severity of commitment of sense, the not control of the sphincters and the greater size of the pressure ulcer. Conclusions: l) Topical treatment for the pressure ulcer, stage III with ginger paste is more effective than the topical treatment with hidrocolloid dressing. 2) Treatment with ginger presents more adverse effects. 3) Factors that influence in a retardation in the cure of the pressure ulcer are the malnutrition, the not control of sphincters, the greater severity of commitment of sense and the greater size of the pressure ulcer.


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Pessoa de Meia-Idade , Idoso de 80 Anos ou mais , Extratos Vegetais , Gengibre , Curativos Hidrocoloides , Lesão por Pressão/terapia , Ensaios Clínicos Controlados como Assunto
15.
Rev. méd. Urug ; 24(1): 32-36, mar. 2008. tab, ilus
Artigo em Espanhol | LILACS | ID: lil-495214

RESUMO

Introducción: en algunas circunstancias resulta imposible o técnicamente muy complicado el cierre simple o mediante colgajos cutáneos locales de una herida quirúrgica, por lo que las opciones para reconstruir el área cruenta quedan reducidas a la colocación de un injertocutáneo libre o a la cicatrización por segunda intención.Objetivo: evaluar la cicatrización por segunda intención con apósitos hidrocoloidales.Material y método: se realizó un ensayo terapéutico con diez pacientes de entre 14 y 74 años (media 47 años), portadores de lesiones que tenían indicación quirúrgica y que por lascaracterísticas de las lesiones o por su topografía era técnicamente muy dificultoso, cuando no imposible, el cierre simple o la realización de plastias con colgajos cutáneos locales. Entodos los pacientes se colocaron apósitos hidrocoloidales para promover la cicatrización por segunda intención.Resultados: en todos los casos se obtuvo la reepitelialización del defecto quirúrgico. La reepitelialización se obtuvo entre los 20 y 90 días (media 31 días). En ningún caso se constató infección de la herida, dos pacientes reportaron dolor leve, dos disconfort leve y dos resultado estético regular. De los pacientes, 80% manifestaron no tener ningún disconfort ni dolor, y valoraron los resultados estéticos como buenos.Conclusiones: en este ensayo terapéutico y con un número de pacientes pequeño, los apósitoshidrocoloidales aparecen como una opción promisoria en la cicatrización por segunda intención de heridas poscirugía dermatológica.


Introduction: in certain cases it is impossible or technically difficult to close surgical wounds using simple methods or local skin flaps, so options to reconstruct the area are limited to using a loose skin graft or healing by secondintention.Objective: to assess healing by second intention using hydrocoloidal dressings.Methods: a therapeutic trial was carried out with twelve patients between 14 and 74 years old (average age 47),who presented wounds with medical surgery indication and that, due to their nature or topography were technically difficult, or even at times impossible to close using simple methods or with plasty local flap closure. In all cases patients received treatment with hydrocoloidal dressings to promote healing by second intention.Results: all patients evidenced reepitelization of the surgical defect. Reepitelization occurred within 20 to 90days (average time was 31 days. No infections in the wound were detected in any case. Two patients reported slightpain, other two slight discomfort and two more were not satisfied with the esthetic results. 80% of patients declared no pain or discomfort at all, and concluded esthetic resultswere good.Conclusions: this therapeutic trial carried out with a few patients proved hydrocoloidal dressings appear to bea promising option for wounds caused in dermathological surgeries, healing by second intention.


Introdução: em algumas circunstâncias é impossível ou tecnicamente muito difícil realizar o fechamento simplesou utilizando retalhos cutâneos locais de uma ferida cirúrgica; por essa razão as opções para reconstruir a áreacruenta ficam reduzidas â colocação de um enxerto cutâneo livre ou a cicatrização por segunda intenção.Objetivo: avaliar a cicatrização por segunda intenção com curativos hidrocolóides.Material e método: Realizou-se um ensaio terapêutico com dez pacientes com idades entre 14 e 74 anos (media 47 anos), portadores de lesões com indicação de cirurgia e que devido às características das lesões ou a sua topografia era tecnicamente muito difícil, ou quase impossível realizarum fechamento simples ou plastias com retalhos cutâneos locais. Colocaram-se curativos hidrocolóides em todos os pacientes para promover a cicatrização por segunda intenção.Resultados: em todos os casos obteve-se reepitelializa ção da incisão cirúrgica que ocorreu entre 20 e 90 dias (média 31 dias). Em nenhum caso se observou infecção da ferida; dois pacientes informaram dor leve, dois mal estarleve e dois resultados estéticos regulares. Oitenta por cento dos pacientes manifestou não sentir mal estar nem dor, e considerou que os resultados estéticos eram bons.Conclusões: neste ensaio terapêutico, com poucos pacientes, os curativos hidrocolóides mostraram ser umaopção promissória na cicatrização por segunda intenção de feridas pós-cirurgia dermatológica.


Assuntos
Curativos Oclusivos , Curativos Hidrocoloides , Cicatrização
16.
Rev. Assoc. Med. Bras. (1992) ; 53(5): 395-400, set.-out. 2007. ilus, graf
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-465252

RESUMO

OBJETIVO: o estudo avaliou o efeito da membrana de silicone no tratamento de área cruenta de ferimento. MÉTODO: O estudo experimental foi realizado com 30 ratos Wistar, machos, divididos igualmente em três grupos: no grupo G G, a área cruenta foi tratada com gazes; no grupo G H, com enxerto homólogo de pele; e no grupo G S, com membrana de silicone. Após 14 dias de pós-operatório, os animais foram mortos para a realização do estudo. Os atributos estudados foram a variação da massa corporal dos animais; o estudo histológico quantificado por análise morfométrica, avaliando o número de neovasos, fibroblastos, fibras colágenas, leucócitos e monócitos; e a medida da espessura da área cruenta através de régua micrométrica. Os dados foram submetidos à análise estatística. RESULTADOS: Não houve diferença significativa entre as massas dos animais. Observou-se predomínio de neovasos, fibroblastos e espessura de área cruenta nos animais do grupo G S. Houve predomínio de leucócitos e monócitos nos animais do grupo G H. Também foi observado que não houve diferença significativa entre os grupos quanto às fibras colágenas. CONCLUSÃO: A membrana de silicone proporcionou tecido de granulação com maior número de neovasos, fibroblastos e maior espessura.


BACKGROUND: This study evaluated the effects of a silicone membrane on the treatment of the raw flesh area in wounds. METHODS: The experimental study was carried out with 30 male Wistar rats divided into three groups: in the G G group, the raw area was treated with gauze, in the G H group with homograft, and in the G S group with a silicone membrane. Animals were sacrificed at fourteen days of postoperative. The studied attributes were body mass variation, histological study quantified by morphometric analysis evaluating the number of neovessels, fibroblasts, collagen fibers, leucocytes, monocytes; and using a micrometric ruler measurement of the raw area's thickness. Data were then submitted to statistical analysis. RESULTS: There was no significant difference between the animals' mass (p=0.0685). Predominance of neovessels (p<0.01), fibroblasts (p<0.001) and thickness of the raw flesh were observed in G S animals. There was predominance of leucocytes (p<0.021) and monocytes (p<0.0001) in G H animals. Also, no significant difference between the groups as for collagen fibers (p=0.0536) was observed. CONCLUSION: The silicone membrane promoted granulation tissue with a large number of neovessels, fibroblasts and greater thickness.


Assuntos
Animais , Masculino , Ratos , Bandagens , Queimaduras/terapia , Tecido de Granulação/efeitos dos fármacos , Silicones/uso terapêutico , Cicatrização/efeitos dos fármacos , Curativos Hidrocoloides , Índice de Massa Corporal , Queimaduras/patologia , Modelos Animais de Doenças , Avaliação Pré-Clínica de Medicamentos , Fibroblastos/química , Inflamação , Membranas , Distribuição Aleatória , Ratos Wistar , Estatísticas não Paramétricas , Silicones/química , Cicatrização/fisiologia
17.
São Paulo; s.n; s.n; 2006. 192 p. tab, graf, ilus.
Tese em Português | LILACS | ID: biblio-847572

RESUMO

Hidrogéis compreendem uma importante classe de materiais poliméricos adequados à aplicação como curativos de feridas e queimaduras. A estrutura tridimensional hidrofílica dos hidrogéis permite que estes mantenham a umidade ideal no leito das feridas, absorvam o exsudato e não causem danos ao novo tecido durante as trocas dos curativos. No caso dos hidrogéis, essas trocas podem ser menos frequentes. Além disso, curativos que auxiliem na remoção de tecidos necrosados e ainda sejam capazes de oferecer tratamentos extras que acelerem o processo de cicatrização são desejáveis. Este trabalho apresenta a produção de materiais à base de hidrogel capazes de auxiliar neste processo de diferentes maneiras. Primeiramente, são apresentados hidrogéis formados a partir de nanofibras de poli(N-vinil-2-pirrolidona) (PVP) produzidas por eletrofiação, seguido da reticulação através da utilização de radiação UV-C ou reação de Fenton. A utilização da eletrofiação como técnica auxiliar na formação dos hidrogéis permitiu o controle da porosidade através da formação de fibras de diferentes diâmetros. A evidência de tal propriedade foi constatada através da produção de materiais que apresentam diferentes perfis de liberação da proteína modelo albumina de soro bovino (BSA). O hidrogel de PVP nanoestruturado foi capaz de liberar e manter a atividade da colagenase, uma importante enzima aplicada no tratamento de feridas via desbridamento enzimático, durante as 48 horas em que foi avaliado. Além disso, hidrogéis bactericidas nanoestruturados foram produzidos a partir de nanocompósitos de PVP e nanopartículas de prata (AgNP) produzidos por eletrofiação. Esses hidrogéis apresentaram propriedades térmicas semelhantes aos hidrogéis sem AgNP, diminuindo, contudo, a sua capacidade de intumescimento. Esses hidrogéis mostraram-se ativos contra bactérias gram-positivas e gram-negativas a partir de 100 ppm de AgNPs. Adicionalmente, foi estudada a formação de um hidrogel modelo composto PVP/AgNP/Imidazol, almejando-se a produção de um material bactericida-fungicida a base de hidrogel. Este hidrogel apresentou atividade conta três espécies de Candida a partir de 500 ppm de imidazol no material. Embora exista a formação de um complexo estável entre AgNP e Imidazol, cálculos teóricos e a constatação da atividade fungicida corroboram com o fato de que derivados imidazólicos podem ser liberados a partir deste hidrogel híbrido. A produção de hidrogéis físicos compostos por blendas de PVP/Polianidridos sintetizados a partir de derivados de hidroxicinamatos e ácido salicílico, capazes de liberar moléculas de interesse biológico quando parcialmente degradados hidroliticamente, também é descrita neste trabalho. Os resultados indicam que interações hidrofóbicas entre a PVP e os polianidridos sintetizados podem ser responsáveis pela formação dos hidrogéis físicos e pela miscibilidade das blendas produzidas. Os hidrogéis físicos de PVP/Polianidridos foram obtidos na forma de filmes por evaporação do solvente. Micro- e nanofibras também foram obtidas por eletrofiação. Desta maneira, o presente trabalho contribui com o desenvolvimento de uma geração de curativos multifuncionais aplicados no tratamento de feridas crônicas e queimaduras


Hydrogels comprise an important class of polymeric materials that finds application as wound and burn dressings. The hydrophilic three-dimensional structure of hydrogels helps to provide the ideal humidity at the wound bed, to remove exsudates and to prevent damages to the new tissue during dressing substitution. Furthermore, these wound dressings are able to remove necrotic tissues and, therefore, capable to offer extra treatments that would benefit the healing processes. This work describes the production of hydrogel based materials that are able to act in wound healing by different ways. First, it is presented hydrogels composed of poly(N-vinyl-2-pyrrolidone) (PVP) nanofibers produced by electrospinning, followed by its crosslinking using UV-C radiation or Fenton reaction. The use of electrospinning in the hydrogel formation allowed porosity control by obtaining fibers of different diameters. This was evidenced by achieving materials that present different release profiles of the model protein bovine serum albumin (BSA). The nanostructured PVP hydrogel was capable of releasing and maintaining collagenase activity during 48 hour of evaluation. This is an important enzyme that find application in wound healing based on enzymatic debridement. Moreover, nanostructured bactericidal hydrogels were produced from PVP and silver nanoparticles (AgNP) composite through electrospinning, resulting in hydrogels with thermal properties similar to those hydrogels without AgNP, decreasing its swelling ability. These hydrogels were active against gram-positives and gram-negatives bacteria starting from 100 ppm of AgNP. In addition, the production of a model hydrogel composed by PVP/AgNP/Imidazole was investigated, aiming at a bactericidal-fungicidal hydrogel based material. This hydrogel was active against three Candida having 500 ppm of imidazole into the structure. In spite of the formation of a stable complex between AgNP and imidazole, theoretic calculations and the observed fungicidal activity corroborate with the fact that imidazoles derivatives can be released from this hybrid hydrogel. Physical hydrogels composed of PVP/Polyanhydrides blends were synthesized from hydroxycinammates derivatives and salicylic acid. These materials which were capable of releasing molecules with biological potential upon hydrolysis, are also described in this work. The results indicate that hydrophobic interactions between PVP and the synthesized polyanhydrides could be responsible for the hydrogel formation and blend miscibility as well. PVP/Polyanhydride physical hydrogels were obtained from cast films. Micro- and nanofibers were also obtained by electrospinning. Thus, the present work contributes with the development of the new generation of smart dressings for wound and burn healing


Assuntos
Polianidridos/análise , Curativos Hidrocoloides/estatística & dados numéricos , Bandagens/efeitos adversos , Hidrogéis/análise , Nanopartículas/estatística & dados numéricos , Nanotecnologia/métodos , Povidona/efeitos adversos
18.
Rev. ciênc. méd. biol ; 4(2): 113-117, maio-ago. 2005. ilus
Artigo em Português | LILACS, BBO - Odontologia | ID: lil-472252

RESUMO

É importante prevenir a ocorrência de infecção cruzada entre o consultório odontológico e o laboratório de prótese, veiculada através de moldes contaminados. A literatura recomenda a utilização de substâncias para a desinfecção de moldes e modelos. Produtos para a moldagem contendo clorexidina em sua fórmula estão disponíveis no mercado. O objetivo deste estudo foi avaliar a atividade antibacteriana de hidrocolóides irreversíveis (alginato) que contêm clorexidina, em amostras de saliva. Foram feitos testes de difusão do discodealginato em agar BHI e eluição do disco em caldo BHI, utilizando-se amostras de alginato com e sem clorexidina e saliva. Observou-se a formação de halo de inibição de crescimento bacteriano e ausência de turvação nos tubos–teste com alginato com clorexidina, confirmando a atividade antibacteriana do produto. Nos controles com alginato sem clorexidina, não houve halo de inibição de crescimento ou ausência de turvação. Os resultados evidenciaram inibição do crescimento de bactérias da saliva pelo alginato comclorexidina, o que pode constituir-se em opção para o controle da infecção cruzada em consultórios odontológicos e laboratórios de prótese.


Assuntos
Alginatos , Curativos Hidrocoloides , Clorexidina , Consultórios Odontológicos , Controle de Infecções
SELEÇÃO DE REFERÊNCIAS
DETALHE DA PESQUISA