Your browser doesn't support javascript.
loading
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 20 de 3.957
Filtrar
1.
Brasília; Fiocruz Brasília;Instituto de Saúde de São Paulo; jul. 29, 2020. 72 p.
Não convencional em Português | LILACS, Coleciona SUS, MOSAICO - Saúde integrativa, PIE | ID: biblio-1118195

RESUMO

A acupuntura se caracteriza pela estimulação de pontos cutâneos específicos por meio do uso de agulhas. A auriculoterapia consiste na estimulação mecânica de pontos específicos do pavilhão auricular com esferas de aço, ouro, prata, plástico, agulhas ou sementes de mostarda. A acupuntura é recomendada para promoção, manutenção e recuperação da saúde, bem como prevenção de agravos e doenças. Além disso, parece propiciar a liberação de neurotransmissores e outras substâncias responsáveis pela promoção da analgesia. A auriculoterapia promove a regulação psíquico-orgânica do indivíduo. Ambas as práticas foram incorporadas no SUS mediante Portaria nº 971, de 03 de maio de 2006. Qual é a eficácia/efetividade e a segurança da acupuntura e da auriculoterapia para o tratamento da ansiedade ou depressão em adultos e/ou idosos? As buscas foram realizadas em sete bases de dados sem restrição de ano de publicação. Foram incluídas revisões sistemáticas em inglês, português e espanhol que avaliaram os efeitos da acupuntura e auriculoterapia no tratamento de ansiedade e depressão na população adulta e idosa. A avaliação da qualidade metodológica foi realizada por meio da ferramenta AMSTAR 2, feita por uma pesquisadora e revisada por outra. Nesta revisão rápida, produzida em cinco dias, foram utilizados atalhos metodológicos, de maneira que apenas o processo de seleção foi realizado em duplicidade e de forma independente. De 881 relatos recuperados nas bases de dados, foram incluídas treze revisões sistemáticas que atenderam aos critérios de elegibilidade. Na avaliação da qualidade metodológica duas revisões apresentaram qualidade moderada, uma baixa qualidade e dez qualidade criticamente baixa. A auriculoterapia, analisada em poucos ensaios clínicos, mostrou eficácia na melhora da ansiedade, na remissão e redução dos sintomas da depressão. Os estudos sobre acupuntura mostraram que os resultados não foram diferentes em relação aos comparadores para remissão do quadro de depressão e melhora da qualidade de vida. Quanto à redução dos sintomas e taxa de resposta ao tratamento da depressão, bem como à redução da gravidade do quadro, em geral os resultados dos estudos foram divergentes. Poucos estudos analisaram os efeitos sobre abandono do tratamento e taxas de recidiva ou recaída. Algumas revisões relataram eventos adversos leves com o uso de acupuntura, sendo mais segura do que os antidepressivos. Esta revisão identificou alguns benefícios da acupuntura, eletroacupuntura e auriculoterapia no tratamento de ansiedade e depressão. No entanto, observam-se muitas divergências entre os resultados e grande heterogeneidade na condução dos estudos primários. Além disso, estas evidências devem ser vistas com cautela, uma vez que a confiança da maioria das revisões foi considerada criticamente baixa na avaliação da qualidade metodológica.


Assuntos
Humanos , Adulto , Pessoa de Meia-Idade , Idoso , Ansiedade/terapia , Terapia por Acupuntura/métodos , Eletroacupuntura/métodos , Resultado do Tratamento , Acupuntura Auricular/métodos , Depressão/terapia
2.
Enferm. foco (Brasília) ; 11(1): 57-62, jun. 2020. tab
Artigo em Português | LILACS, BDENF - Enfermagem | ID: biblio-1102527

RESUMO

Objetivo: compreender os conteúdos representacionais e suas origens a partir do esquecimento e da depressão em pessoas com idade ≥ 65 anos, identificando-se as aproximações e as diferenciações atribuídas ao declínio cognitivo. Metodologia: estudo qualitativo delineado na abordagem processual da Teoria das Representações Sociais, realizado numa Unidade de Atenção Primária à Saúde, numa cidade de Minas Gerais, Brasil. Entrevistas individuais em profundidade com gravação de áudio a partir de questões norteadoras. Conteúdos discursivos transcritos na íntegra e tratados em Programa NVivo Pro11, análise de conteúdo. Atendidos todos os aspectos ético-legais de pesquisa. Resultados: foram 49 participantes, cujos fragmentos de discurso permitiram identificar dimensões: comportamental, atitudinal, cognitivo, informativo, valorativo e objetival. A perda cognitiva foi percebida como algo peculiar ao envelhecimento e vinculada à presença da depressão. Conclusão: as representações sociais do esquecimento e depressão foram associadas ao isolamento social com origens vinculadas a problemas (pessoais, sociais ou familiares) identificadas a partir da observação do cotidiano. (AU)


Objective: to understand the representational contents and their origins from forgetfulness and depression in people aged ≥ 65 years, identifying the approaches and differentiations attributed to cognitive decline. Method: qualitative study outlined in the procedural approach of the Theory of Social Representations, conducted in a Primary Care Unit. to Health in a city of Minas Gerais, Brazil. Individual in-depth interviews with audio recording from guiding questions. Discursive content transcribed in full and treated in NVivo Pro11 Program, content analysis. Met all ethical and legal aspects of research. Results: 49 participants, whose speech fragments allowed us to identify dimensions: behavioral, attitudinal, cognitive, informative, evaluative and objective. Cognitive loss was perceived as peculiar to aging and linked to the presence of depression. Conclusion: the social representations of forgetfulness and depression were associated with social isolation with origins linked to problems (personal, social or family) identified from the observation of daily life. (AU)


Objectivo: comprender los contenidos de representación y sus orígenes del olvido y la depresión en personas de ≥ 65 años, identificando los enfoques y las diferencias atribuidas al deterioro cognitivo. Metodo: estudio cualitativo descrito en el enfoque procesal de la Teoría de las Representaciones Sociales, realizado en una Unidad de Atención Primaria. a la salud en una ciudad de Minas Gerais, Brasil. Entrevistas individuales en profundidad con grabación de audio de preguntas orientadoras. Contenido discursivo transcrito en su totalidad y tratado en el programa NVivo Pro11, análisis de contenido. Cumplió con todos los aspectos éticos y legales de la investigación. Resultados: 49 participantes, cuyos fragmentos de habla nos permitieron identificar dimensiones: conductuales, actitudinales, cognitivas, informativas, evaluativas y objetivas. La pérdida cognitiva se percibió como peculiar al envejecimiento y vinculada a la presencia de depresión. Conclusión: las representaciones sociales del olvido y la depresión se asociaron con el aislamiento social con orígenes vinculados a problemas (personales, sociales o familiares) identificados a partir de la observación de la vida cotidiana. (AU)


Assuntos
Enfermagem , Idoso , Envelhecimento , Depressão , Memória
3.
Acta bioeth ; 26(1): 73-80, mayo 2020.
Artigo em Espanhol | LILACS | ID: biblio-1114600

RESUMO

Las experiencias tempranas de vida impactan de manera significativa en la arquitectura del cerebro del infante, pudiendo fortalecerla o debilitarla permanentemente. La sintomatología psicológica presente en la infancia no es transitoria, por lo que la intervención temprana supone beneficios directos, tanto sociales como económicos. El presente trabajo propone fundamentar, con base en los hallazgos de la literatura más reciente, la incorporación en Chile de nuevas Garantías Explícitas en Salud, destinadas específicamente a tratar patologías mentales de la infancia. Se argumenta que se trata de una política pública altamente eficiente, capaz de aportar significativamente en la disminución tanto de los costes asociados a Salud Mental como de las brechas de equidad en salud.


Early life experiences can make an important impact in the architecture of the infant's brain, which can strengthen or weaken it permanently. The childhood psychological symptomatology is not fleeting, so early intervention involves direct social and economic benefits. This paper offers, based on the most recent findings, the addition of new Health Care Guarantees specifically aimed to treating mental pathologies in childhood. This public policy has been shown to be highly efficient and capable to make a real contribution to the reduction of both, the costs associated with Mental Health and the equity gaps in child health care.


As experiências iniciais da vida afetam significativamente a arquitetura do cérebro da criança, que pode fortalecê-lo ou enfraquecê-lo permanentemente. A sintomatologia psicológica presente na infância não é transitória, portanto a intervenção precoce envolve benefícios sociais e econômicos diretos. O presente trabalho propõe basear, com base nos achados da literatura mais recente, a incorporação no Chile de novas Garantias Explícitas de Saúde especificamente voltadas ao tratamento de patologias mentais da infância. Argumenta-se que se trata de uma política pública altamente eficiente, capaz de contribuir significativamente para a redução tanto dos custos associados à Saúde Mental quanto das disparidades de equidade em saúde.


Assuntos
Humanos , Criança , Cobertura de Serviços de Saúde , Serviços de Saúde Mental/economia , Serviços de Saúde Mental/provisão & distribução , Ansiedade , Transtorno do Deficit de Atenção com Hiperatividade , Transtornos de Estresse Pós-Traumáticos , Economia da Saúde , Chile , Saúde da Criança , Assistência à Saúde , Depressão
4.
Demetra (Rio J.) ; 15(1): e45855, jan.- mar.2020. tab, graf
Artigo em Inglês, Português | LILACS | ID: biblio-1099821

RESUMO

Introdução: As práticas alimentares dos indivíduos são influenciadas pelo ambiente em que eles estão inseridos. Estudantes universitários, ao ingressarem no ensino superior, podem modificar seus hábitos alimentares em função de novos comportamentos e relações sociais que se estabelecem nesta nova fase da vida. Objetivo: Avaliar as práticas alimentares de estudantes universitários ingressantes no 1º semestre dos cursos da área da saúde de uma instituição federal de ensino superior, de acordo com as recomendações do Guia Alimentar para a População Brasileira. Métodos: Estudo transversal com estudantes universitários dos cursos de graduação da área da saúde de uma instituição pública do ensino superior. As práticas alimentares foram obtidas através da escala desenvolvida e validada por Gabe e Jaime (2019). Foram avaliadas as características sociodemográficas, hábitos de vida e condições de saúde. A análise dos dados compreendeu distribuição de frequência e análise bivariada. Resultados: Foram entrevistados 148 estudantes, dos quais 58,1% eram mulheres, 61,5% tinham 20 anos ou menos, com idade variando de 18 a 31 anos. Práticas alimentares inadequadas foram observadas em 23,7% dos estudantes, 52,0% mostraram práticas de risco e 24,3%, adequadas. O somatório das categorias de risco e inadequação foi representado por 75,7% dos estudantes. Homens apresentaram maior frequência de práticas alimentares de risco (64,5%) e mulheres, maior frequência de práticas alimentares inadequadas (29,1%) (p=0,033). Conclusão: Observou-se alta frequência (75,7%) de práticas alimentares inadequadas no público estudado. Ao comparar as variáveis explicativas com as práticas alimentares, observou-se associação positiva entre o sexo e as práticas alimentares dos estudantes. (AU)


Introduction: Dietary practices are influenced by the environment. When entering higher education, university students may change their eating habits by developing new behaviors and social relationships in this new phase of life. Objective: To evaluate the dietary practices of first-semester university students enrolled health sciences courses at a federal institution of higher education, according to the recommendations of the Guia Alimentar para a População Brasileira [Dietary Guidelines for the Brazilian population]. Methods: Cross-sectional study with university students from health sciences courses of a public institution of higher education. Dietary practices were assessed using the scale developed and validated by Gabe and Jaime (2019). Sociodemographic characteristics, lifestyle and health status were assessed. Data analysis comprised frequency distribution and bivariate analysis. Results: In total, 148 students were interviewed, of whom 58.1% were women, and 61.5% were 20 years of age or younger, with ages ranging from 18 to 31 years. Inadequate dietary practices were observed in 23.7% students, 52.0% showed risky practices and 24.3% adequate practices. The sum of the risk and inadequacy categories was represented by 75.7% students. Men had a higher frequency of risky dietary practices (64.5%), and women had a higher frequency of inadequate dietary practices (29.1%) (p = 0.033). Conclusion: A high frequency (75.7%) of inadequate dietary practices was observed in the university students. The comparison between explanatory variables and dietary practices showed a positive association between the sex and dietary practices of the students. (AU)


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Adulto , Estudantes de Ciências da Saúde , Guias Alimentares , Comportamento Alimentar , Ansiedade , Universidades , Saúde do Estudante , Coleta de Dados , Depressão , Dieta Saudável
5.
Dement. neuropsychol ; 14(1): 41-46, Jan.-Mar. 2020. tab
Artigo em Inglês | LILACS | ID: biblio-1089810

RESUMO

ABSTRACT A few studies have shown that serum brain-derived neurotrophic factor (BDNF) level in post-stroke depression is highly correlated with memory and neuropsychiatric disturbances. Objective: This study aimed to elucidate the relationship of serum BDNF, malondialdehyde (MDA), and 8-Hydroxy 2-Deoxyguanosine (8-OhdG) levels in acute stroke cases with one-month post-stroke depression. Methods: An observational study was conducted of 72 post-ischemic stroke patients in the Neurology ward of the Dr. M. Djamil Hospital, Padang, West Sumatra, Indonesia. Acute stroke (< 48 hours) serum BDNF, MDA, and 8-OhdG levels were measured using ELISA. Based on observations using the Hamilton Depression Rating Scale conducted one month after stroke, respondents were divided into two groups: with and without depression. The mean serum level was analyzed using the t-test and Mann-Whitney test, while differences in basic characteristics were analyzed using the Chi-square test. Multivariate analysis was conducted to determine the most significant factor associated with post-stroke depression. The error rate was set at 5%. Results: BDNF levels in acute stroke were significantly lower in the depression group than in the non-depression group (p < 0.05). MDA and 8-OhdG levels in acute stroke were higher in the depression group (p < 0.05). BDNF level during acute stroke was negatively correlated with post-stroke depression, while, conversely, acute stroke MDA and 8-OhdG levels were positively correlated with depression. Conclusion: BDNF had a negative correlation, while MDA and 8-OhdG had a positive correlation, with depression one-month post-stroke. 8-OhdG was the most influential factor in post-stroke depression.


RESUMO Alguns estudos mostraram que o nível sérico de fator neurotrófico derivado do cérebro (BDNF) na depressão pós-AVC está altamente correlacionado com a memória e com os distúrbios neuropsiquiátricos. Objetivo: Este estudo teve como objetivo elucidar a relação entre os níveis séricos de BDNF, malondialdeído (MDA) e 8-hidroxi 2-desoxiganosanos (8 OhdG) em casos de AVC agudo com depressão pós-AVC de um mês. Métodos: Um estudo observacional foi realizado em 72 pacientes com AVC pós-isquêmico na enfermaria de Neurologia do Hospital Dr. M. Djamil, Padang, Sumatra Ocidental, Indonésia. Os níveis séricos de BDNF, MDA e 8-OhdG no AVC agudo (< 48 horas) foram medidos usando ELISA. Com base nas observações da Hamilton Depression Rating Scale realizada um mês após o AVC, os entrevistados foram divididos em dois grupos: com e sem depressão. O nível sérico médio foi analisado pelo teste T e Mann-Whitney, enquanto as diferenças nas características básicas foram analisadas pelo teste do qui-quadrado. A análise multivariada foi realizada para determinar o fator mais significativo associado à depressão pós-AVC. A taxa de erro foi fixada em 5%. Resultados: O nível de BDNF no AVC agudo foi significativamente menor na depressão do que no grupo sem depressão (p < 0,05). Os níveis de MDA e 8-OhdG no AVC agudo foram maiores no grupo de depressão (p < 0,05). O nível de BDNF durante o AVC agudo foi negativamente correlacionado com os casos de depressão pós-AVC, enquanto, inversamente, os níveis de MDA e 8-OhdG do AVC agudo foram positivamente correlacionados com os casos de depressão. Conclusão: O BDNF tem uma correlação negativa, enquanto o MDA e o 8-OhdG tiveram uma correlação positiva com a depressão um mês após o AVC. 8-OhdG foi o fator mais influente na depressão pós-AVC.


Assuntos
Humanos , Fator Neurotrófico Derivado do Encéfalo , Acidente Vascular Cerebral , Depressão , Isquemia , Malondialdeído
6.
Dement. neuropsychol ; 14(1): 1-6, Jan.-Mar. 2020. tab, graf
Artigo em Inglês | LILACS | ID: biblio-1089817

RESUMO

ABSTRACT. The relationship between depressive disorders in the elderly and dementia, particularly Alzheimer's disease (AD), is highly complex. While the nature of this relationship is still a matter of debate, differential diagnosis and treatment remain a great clinical challenge. We review recent findings on the conundrum of depressive disorders in the elderly and AD. There is a biological continuum between depressive disorders in the elderly ­ or at least a subgroup of them ­ and AD. While elderly subjects with depression and patients with AD exhibit higher circulating levels of pro-inflammatory molecules and lower BDNF than matched controls, CSF levels of Aß42 can discriminate AD from depressive disorders in the elderly. The role of antidepressant treatment as a strategy to minimize the risk of AD remains to be established.


RESUMO. A relação entre transtornos depressivos em idosos e demência, particularmente a doença de Alzheimer (DA), é altamente complexa. Embora a natureza desse relacionamento ainda seja motivo de debate, o diagnóstico e o tratamento diferenciais continuam sendo um grande desafio clínico. Revisamos descobertas recentes sobre o dilema de transtornos depressivos em idosos e DA. Existe um contínuo biológico entre os transtornos depressivos em idosos ­ ou pelo menos um subgrupo deles ­ e a DA. Enquanto indivíduos idosos com depressão e pacientes com DA exibem níveis circulantes mais altos de moléculas pró-inflamatórias e menor BDNF do que os controles correspondentes, os níveis de Aß42 no LCR podem discriminar a DA de distúrbios depressivos em idosos. O papel do tratamento antidepressivo como estratégia para minimizar o risco de DA ainda precisa ser estabelecido.


Assuntos
Humanos , Terapêutica , Demência , Depressão , Diagnóstico Diferencial , Doença de Alzheimer
7.
Arch. Clin. Psychiatry (Impr.) ; 47(1): 7-12, Jan.-Feb. 2020. tab, graf
Artigo em Inglês | LILACS | ID: biblio-1088740

RESUMO

Abstract Objectives This study aimed to explore the effect of antidepressant treatment on the HPA axis, changes in depression score, and serum levels of TNF-α in depressed infertile women. Methods In this randomized controlled trial research, 60 infertile women who had undergone in vitro fertilization (IVF) treatment with depression scores between 16-47 were divided into two groups. The intervention group with fluoxetine capsule was under treatment for two months before the embryo transfer, while the control group was given placebo. Depression score, serum levels of tumor necrosis factor alpha (TNF-α) as well as cortisol hormone levels were measured and recorded both before and after the intervention. The data were analyzed using SPSS version 21 software. Results We analyzed the data related to 55 subjects who had undergone embryo transfer. 7 subjects in the intervention group and 3 in the control group got pregnant. We observed a significant decrease in the depression score (p < 0/001) and serum levels of cortisol (p = 0/001) in the intervention group. There was a significant increase in the serum levels of TNF-α in the intervention group (p < 0/001). There was a significant difference between the two groups in the number of pregnancies (p = 0.04). However, there was no statistical difference between them with regard to the number of harvested oocytes (p = 0.174). Discussion Decrease in depression score and cortisol level, and an increase in the levels of TNF-α in the intervention group caused any changes in the number of oocytes in comparison with the control group. However, the number of pregnancies was larger in the intervention group.


Assuntos
Humanos , Feminino , Adulto , Fator de Necrose Tumoral alfa/sangue , Depressão/tratamento farmacológico , Sistema Hipotálamo-Hipofisário/efeitos dos fármacos , Infertilidade Feminina/psicologia , Placebos/uso terapêutico , Escalas de Graduação Psiquiátrica , Psicometria/métodos , Gravidez/psicologia , Hidrocortisona/sangue , Fertilização In Vitro , Aborto Espontâneo/etiologia , Fluoxetina/uso terapêutico , Inquéritos e Questionários , Fator de Necrose Tumoral alfa/efeitos dos fármacos , Resultado do Tratamento , Depressão/complicações , Depressão/diagnóstico , Infertilidade/etiologia
8.
Braz. J. Psychiatry (São Paulo, 1999, Impr.) ; 42(1): 54-62, Jan.-Feb. 2020. tab, graf
Artigo em Inglês | LILACS | ID: biblio-1055351

RESUMO

Objective: Although studies have shown an association between poor sleep and chronotype with psychiatric problems in young adults, few have focused on identifying multiple concomitant risk factors. Methods: We assessed depressive symptoms (Beck Depression Inventory [BDI]), circadian typology (Morningness-Eveningness Questionnaire [MEQ]), sleep quality (Pittsburgh Sleep Quality Index [PSQI]), perceived stress (Perceived Stress Scale [PSS]), social rhythm (Social Rhythm Metrics [SRM]), and salivary cortisol (morning, evening and night, n=37) in 236 men (all 18 years old). Separate analyses were conducted to understand how each PSQI domain was associated with depressive symptoms. Results: Depressive symptoms were more prevalent in individuals with higher perceived stress (prevalence ratio [PR] = 6.429, p < 0.001), evening types (PR = 2.58, p < 0.001) and poor sleepers (PR = 1.808, p = 0.046). Multivariate modeling showed that these three variables were independently associated with depressive symptoms (all p < 0.05). The PSQI items subjective sleep quality and sleep disturbances were significantly more prevalent in individuals with depressive symptoms (PR = 2.210, p = 0.009 and PR = 2.198, p = 0.008). Lower levels of morning cortisol were significantly associated with higher depressive scores (r = -0.335; p = 0.043). Conclusion: It is important to evaluate multiple factors related to sleep and chronotype in youth depression studies, since this can provide important tools for comprehending and managing mental health problems.


Assuntos
Humanos , Masculino , Adolescente , Transtornos do Sono-Vigília/psicologia , Estresse Psicológico/psicologia , Hidrocortisona/análise , Transtornos Cronobiológicos/psicologia , Depressão/etiologia , Militares/psicologia , Escalas de Graduação Psiquiátrica , Valores de Referência , Saliva/metabolismo , Sono/fisiologia , Fatores de Tempo , Análise Multivariada , Fatores de Risco , Análise de Variância , Estatísticas não Paramétricas , Depressão/metabolismo , Autorrelato
11.
Psico (Porto Alegre) ; 51(1): e-29342, 2020.
Artigo em Português | LILACS | ID: biblio-1097604

RESUMO

O presente estudo objetivou conhecer em que medida sofrer bullying prediz sintomas depressivos, além de verificar o papel moderador dos valores nessa relação. Participaram 455 crianças (Midade = 11,36; DP = 1,52; 53,5% meninas). Os resultados indicaram que sintomas depressivos foram preditos por vitimização de bullying, baixos escores em valores suprapessoais, normativos e interativos. Ademais, observou-se que os dois últimos moderaram a relação entre depressão e bullying, sendo essas relações mais fortes entre os infantes que dão pouca importância a valores sociais. Os resultados são discutidos à luz da literatura, sendo propostas possibilidades de intervenção pautada na promoção de valores, buscando atenuar os efeitos negativos do bullying


The present study aimed to know to what extent to suffer bullying predicts depressive symptoms, besides verifying the moderating role of human values in this relation. A total of 455 children (Mage = 11.36, SD = 1.52, 53.5% girls) participated in this study. The results indicated that depressive symptoms were predicted by victimization of bullying, low scores in suprapersonal, normative and interactive values. Additionally, it was observed that the last two moderated the relation between depression and bullying, being these associations stronger among those participants that give little importance to social values. The results are discussed considering the literature, being suggest possibilities of intervention based on values, seeking to mitigate the negative effects of bullying.


El presente estudio objetivó conocer en qué medida sufrir acoso escolar predice síntomas depresivos, además de verificar el papel moderador de los valores en esta relación. Participaron 455 niños (Medad = 11,36, DE = 1,52; 53,5% niñas). Los resultados indicaron que los síntomas depresivos fueron predichos por la victimización de acoso escolar, bajas puntuaciones en valores suprapersonales, normativos y interactivos. Además, se observó que los dos últimos moderaron la relación entre depresión y acoso, siendo estas relaciones más fuertes entre los niños que dan poca importancia a valores sociales. Los resultados son discutidos a la luz de la literatura, siendo propuestas posibilidades de intervención pautada en la promoción de valores, buscando atenuar los efectos negativos del acoso.


Assuntos
Depressão , Bullying , Valores Sociais
12.
Rev Rene (Online) ; 21: 42171, 2020.
Artigo em Português | LILACS, BDENF - Enfermagem | ID: biblio-1053051

RESUMO

Objetivo: identificar os fatores associados à presença de ideação suicida em cuidadores de sobreviventes de acidente vascular encefálico. Métodos: pesquisa transversal, realizada com 151 cuidadores informais primários. Utilizaram-se da Escala de Depressão, Ansiedade e Estresse-21 (Depression Anxiety and Stress Scale) e de questionário para avaliação da presença de pensamentos de ideação suicida, cujos dados foram analisados por estatística descritiva e inferencial. Resultados: a maior parte dos cuidadores apresentou níveis normais de depressão (76,8%), ansiedade (76,2%) e estresse (79,5%), assim como a ausência de pensamentos de ideação suicida (70,9%). A correlação entre as escalas evidenciou que à medida que os níveis de ansiedade, depressão e estresse aumentam, os pensamentos de ideação suicida se elevam de maneira proporcional. Conclusão: observou-se que níveis elevados de depressão, ansiedade e estresse favoreceram o aumento da frequência de pensamentos de ideação suicida entre os cuidadores de sobreviventes de acidente vascular encefálico. (AU)


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Pessoa de Meia-Idade , Idoso , Cuidadores , Acidente Vascular Cerebral/enfermagem , Ideação Suicida , Ansiedade , Estresse Psicológico , Estudos Transversais , Fatores de Risco , Depressão
13.
Revista Digital de Postgrado ; 9(1): e202, 2020.
Artigo em Espanhol | LILACS, LIVECS | ID: biblio-1095048

RESUMO

La diabetes mellitus (DM) se considera como un conjunto de trastornos metabólicos relacionados con la hiperglucemia, que requiere cambios en estilos de vida, en virtud de que no solo se afecta el estado físico, sino que requiere cambios que pueden influir en el estado emocional y psicosocial. Las personas con diabetes requieren de cuidados continuos orientados al control metabólico centrados en el empoderamiento, autocuidado y en la educación terapéutica para alcanzar metas y resultados orientados a minimizar la aparición de las complicaciones crónicas. Objetivo: analizar la importancia de la educación terapéutica en los pacientes con trastornos afectivos como depresión y ansiedad, asociados a la diabetes. Conclusión: la educación terapéutica como parte integral del tratamiento de la DM ha demostrado mejorar los síntomas asociados a depresión y ansiedad, lo cual podría adquirir un valor importante en el manejo de este grupo de pacientes(AU)


Diabetes mellitus (DM) is considered as a set of metabolic disorders related to hyperglycemia, which requires changes in lifestyle, because not only physical condition is affected, but it also requires changes that can influence emotional state and psychosocial. People with diabetes require continuous care oriented to metabolic control focused on empowerment, self-care and therapeutic education to achieve goals and results aimed at minimizing the occurrence of chronic complications. Objective: to analyze the importance of therapeutic education in patients with affective disorders such as depression and anxiety, associated with diabetes. Conclusion: therapeutic education as an integral part of the treatment of DM has been shown to improve symptoms associated with depression and anxiety, which could acquire an important value in the management of this group of patients(AU)


Assuntos
Humanos , Diabetes Mellitus/patologia , Diabetes Mellitus/prevenção & controle , Diabetes Mellitus/tratamento farmacológico , Diabulimia/patologia , Hipoglicemia/etiologia , Ansiedade , Terapêutica , Sintomas Afetivos , Depressão
14.
Rev. latinoam. enferm. (Online) ; 28: e3239, 2020. tab
Artigo em Inglês | LILACS | ID: biblio-1058537

RESUMO

Objective: to identify the intensity of depressive symptoms and their associated factors in healthcare undergraduate students. Method: cross-sectional study developed with undergraduate health students from a public higher education institution using the Beck Depression Inventory-version II and a student characterization questionnaire. The study involved 792 participants. For data analysis, we used descriptive statistics, chi-squared test and Poisson regression. Results: the intensity of depressive symptoms was moderate to severe in 23.6% of the students, associated with the non-performance of physical and leisure activities and with speech therapy and nursing courses. Conclusion: several factors may be associated with depression, thus, further investigation into the related factors that cause its emergence in this period of life is necessary, as well as raising institutional awareness and developing strategies at the personal and group level to promote well-being, improve time management and interpersonal relationships, in order to achieve better academic results and personal development.


Objetivo: identificar a intensidade de sintomas depressivos e seus fatores associados em estudantes universitários da área da saúde. Método: estudo transversal desenvolvido com estudantes dos cursos de graduação da área da saúde de uma instituição de ensino superior pública por meio do Inventário de Depressão de Beck - versão II e um questionário de caracterização dos estudantes. Participaram do estudo 792 estudantes. Utilizaram-se, para a análise dos dados, estatística descritiva, teste do qui-quadrado e regressão de Poisson. Resultados: a intensidade dos sintomas depressivos mostrou-se entre moderada e grave em 23,6% dos estudantes, associada à não realização de atividades física e de lazer e aos cursos de fonoaudiologia e enfermagem. Conclusão: diversos fatores podem estar associados à depressão, assim, tornam-se necessárias maiores investigações quanto aos fatores relacionados que provocam seu surgimento nesse período de vida, bem como estar atento institucionalmente e desenvolver estratégias em nível pessoal e grupal que promovam bem-estar, melhoria da gestão do tempo e relações interpessoais, acarretando melhor aproveitamento e desenvolvimento do estudante.


Objetivo: identificar la intensidad de síntomas depresivos y sus factores asociados en estudiantes universitarios del área de la salud. Método: estudio transversal desarrollado con estudiantes de los cursos de grado del área de la salud de una institución de enseñanza superior pública por medio del Inventario de Depresión de Beck-versión II y un cuestionario de caracterización de los estudiantes. Participaron en el estudio 792 estudiantes. Para el análisis de los datos, se utilizaron estadística descriptiva, prueba chi cuadrado y regresión de Poisson. Resultados: la intensidad de los síntomas depresivos se mostró entre moderada y grave en el 23,6 % de los estudiantes, asociada a la no realización de actividades físicas y de ocio y a los cursos de fonoaudiología y enfermería. Conclusión: diversos factores pueden estar asociados a la depresión, así, se requieren más investigaciones respecto a los factores relacionados que provocan su surgimiento en este período de vida, así como estar atento institucionalmente y desarrollar estrategias en nivel personal y grupal que promuevan el bienestar, la mejora de la gestión del tiempo y las relaciones interpersonales, lo que resulta en un mejor aprovechamiento y desarrollo del estudiante.


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Adulto , Estudantes de Ciências da Saúde/psicologia , Estudantes de Ciências da Saúde/estatística & dados numéricos , Brasil/epidemiologia , Estudos Transversais , Inquéritos e Questionários , Fatores de Risco , Depressão
15.
Rev. latinoam. enferm. (Online) ; 28: e3327, 2020. tab
Artigo em Inglês | LILACS, BDENF - Enfermagem | ID: biblio-1115742

RESUMO

Objective: to verify the association between the health-related quality of life of chronic renal patients on hemodialysis with sociodemographic, clinical, depression and medication adherence characteristics. Method: a cross-sectional study with 183 chronic renal patients undergoing hemodialysis in the state of Rio Grande do Sul, Brazil. A sociodemographic and clinical questionnaire, Kidney Disease and Quality of Life Short-Form, Beck Depression Inventory and Morisky Medication Adherence Scale - eight items were used. Among the variables, comorbidities, complications of kidney disease and intercurrences during and after hemodialysis were evaluated. The analysis was performed with descriptive and analytical statistics. Results: 55.2% of the patients were 60 years old or older, 35.0% were hypertensive, with regular quality of life, average of 62.61. Scores below average in the dimensions of quality of life were mainly associated with repetitive infections and edema as complications of the disease, pain during hemodialysis and weakness afterwards. Low drug adherence resulted in a worse quality of life, impacting ten of the 20 dimensions evaluated and depression in all, except for patient satisfaction. Conclusion: reduced quality of life in this population is associated with depressive symptoms, complications such as repetitive infections, pain and anemia, weakness after the dialysis session and low medication adherence. Actions aimed at changing these factors can promote well-being.


Objetivo: verificar a associação entre a qualidade de vida relacionada à saúde de pacientes renais crônicos em hemodiálise com as características sociodemográficas, clínicas, depressão e adesão medicamentosa. Método: pesquisa transversal com 183 pacientes renais crônicos em hemodiálise do Estado do Rio Grande do Sul, Brasil. Foram utilizados questionário sociodemográfico e clínico, Kidney Disease and Quality of Life Short-Form, Inventário de Depressão de Beck e Escala de Adesão à Medicação de Morisky - oito itens. Entre as variáveis foram avaliadas comorbidades, complicações da doença renal e intercorrências durante e após a hemodiálise. A análise foi feita com estatística descritiva e analítica. Resultados: 55,2% dos pacientes tinham 60 anos ou mais, 35,0% eram hipertensos, com qualidade de vida regular, média de 62,61. Escores abaixo da média nas dimensões de qualidade de vida foram associados, principalmente, às infecções repetitivas e ao edema como complicações da doença, dor durante a hemodiálise e fraqueza após. A baixa adesão medicamentosa repercutiu em uma pior qualidade de vida com impacto em dez das 20 dimensões avaliadas e depressão em todas, exceto satisfação do paciente. Conclusão: a qualidade de vida reduzida nessa população associa-se aos sintomas depressivos, complicações como infecções repetitivas, dor e anemia, fraqueza após a sessão dialítica e baixa adesão medicamentosa. Ações direcionadas à modificação desses fatores podem promover bem-estar.


Objetivo: verificar la asociación entre la calidad de vida relacionada con la salud de los pacientes renales crónicos sometidos a hemodiálisis con las características sociodemográficas, clínicas, de depresión y de adhesión a la medicación. Método: estudio transversal con 183 pacientes renales crónicos sometidos a hemodiálisis en el estado de Rio Grande do Sul, Brasil. Se utilizaron cuestionario sociodemográfico y clínico, Kidney Disease and Quality of Life Short-Form, Inventario de Depresión de Beck y Escala de adhesión a la Medicación Morisky - ocho ítems. Entre las variables, se evaluaron las comorbilidades, las complicaciones de la enfermedad renal y las complicaciones durante y después de la hemodiálisis. El análisis se realizó con estadística descriptiva y analítica. Resultados: el 55.2% de los pacientes tenían 60 años o más, 35,0% eran hipertensos, con calidad de vida regular, promedio de 62.61. Puntuaciones por debajo del promedio en las dimensiones de calidad de vida se asociaron, principalmente, con infecciones repetitivas y edema como complicaciones de la enfermedad, dolor durante la hemodiálisis y debilidad posterior. La baja adhesión a los medicamentos repercutió en una peor calidad de vida, afectando diez de las 20 dimensiones evaluadas y la depresión en todos, excepto la satisfacción del paciente. Conclusión: la calidad de vida reducida en esta población se asocia con síntomas depresivos, complicaciones como infecciones repetitivas, dolor y anemia, debilidad después de la sesión de diálisis y baja adhesión a la medicación. Las acciones dirigidas a cambiar estos factores pueden promover el bienestar.


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Pessoa de Meia-Idade , Idoso , Qualidade de Vida , Diálise Renal , Depressão , Insuficiência Renal Crônica , Adesão à Medicação , Nefropatias
16.
Artigo em Inglês | LILACS | ID: biblio-1117497

RESUMO

AIMS: To establish the frequency potentially inappropriate medications use and the associated factors, such as signs and symptoms of depression and cognitive deficit among middle-aged and elderly people. METHODS: A cross-sectional population study was performed with 2,350 people, aged between 55-103 years, registered in the primary health care. Potentially inappropriate medications were defined by updated 2019 Beers criteria. Studied variables were sociodemographic, lifestyle and health, and signs and symptoms of depression and cognitive deficit. Multinomial regression analysis was executed. RESULTS: The frequency of potentially inappropriate medications use was 65.4%. Former and current smokers, regular self-perception of health, polypharmacy, and individuals with signs and symptoms of depression and cognitive deficit were significantly associated with potentially inappropriate medications use. Antiarrhythmics, antihistamines and antiadrenergic agents were the highest potentially inappropriate medications classes used for individuals with signs and symptoms of depression and cognitive deficit. CONCLUSIONS: The frequency of use of potentially inappropriate medications is high among middle-aged people, a population that was previously under-researched, as well as among elderly people. Cognitive impairment alone or together with depression symptoms were associated factor for a potentially inappropriate medications use. Knowledge of the pharmacoepidemiology of potentially inappropriate medications is an important for the promotion of the rational use of drugs in public health.


OBJETIVOS: Estabelecer a frequência de uso de medicamentos potencialmente inapropriados e fatores associados, tais como sinais e sintomas de depressão e déficit cognitivo, em indivíduos de meia-idade e idosos. MÉTODOS: Estudo transversal de base populacional com 2.350 indivíduos, de idade entre 55 e 103 anos, cadastrados na atenção primária à saúde. Medicamentos potencialmente inapropriados foram definidos pelos Critérios Beers atualizados em 2019. As variáveis estudadas foram sociodemográficas, estilo de vida, clínicas, bem como sinais e sintomas de depressão e déficit cognitivo. Foi realizada análise de regressão multinomial. RESULTADOS: A frequência de uso de medicamentos potencialmente inapropriados foi de 65,4%. O uso de medicações potencialmente inapropriadas foi significativamente associado a indivíduos ex-fumantes e fumantes atuais, com autopercepção de saúde regular, usuários de polifarmácia e com sinais e sintomas de depressão e déficit cognitivo. Antiarrítmicos, anti-histamínicos e antiadrenérgicos foram as classes de medicamentos potencialmente inapropriados mais utilizada pelos indivíduos com sinais e sintomas de depressão e déficit cognitivo. CONCLUSÕES: A frequência de utilização de medicamentos potencialmente inapropriados é alta em pessoas de meia-idade, faixa etária pouco pesquisada, bem como em idosos. O comprometimento cognitivo, isoladamente ou em conjunto com sintomas de depressão, foi um fator associado ao uso de medicações potencialmente inapropriadas. O conhecimento da farmacoepidemiologia de utilização de medicamentos potencialmente inapropriados é importante para a promoção do uso racional de medicamentos na saúde pública.


Assuntos
Conduta do Tratamento Medicamentoso , Farmacologia , Idoso , Preparações Farmacêuticas , Saúde Pública , Demência , Depressão
17.
Rev. Fac. Cienc. Méd. Univ. Cuenca ; 38(1): 13-16, 2020. ilus, tab
Artigo em Espanhol | LILACS | ID: biblio-1100534

RESUMO

La pandemia del COVID-19 ha generado una crisis en el ser humano y en su contexto de cómo vivir ante lo desconocido, estableciendo parámetros de un desequilibrio de la salud mental y una reinvención de sostenimiento imaginario de lo incomprensible, desarticulando los esquemas socialmente aceptados y articulando modelos nuevos que le permitan al hombre continuar con la vida, encontrando formas de fortalecer al Eros y disminuir la proliferación de Thanatos. (AU)


The COVID-19 pandemic has generated a crisis in the human being and in its context of how to live in the face of the unknown, establishing parameters of an imbalance of mental health and a reinvention of imaginary maintenance of the incomprehensible, disarticulating socially accepted schemes and articulating new models that allow man to continue with life, finding ways to strengthen Eros and decrease the proliferation of Thanatos (AU)


Assuntos
Humanos , Ansiedade/complicações , Condições Sociais/tendências , Depressão/terapia , Infecções por Coronavirus/classificação
18.
Estud. Psicol. (Campinas, Online) ; 37: e180081, 2020. tab
Artigo em Inglês | LILACS | ID: biblio-1090293

RESUMO

The purpose of this study was to investigate the link between multi-generational household arrangements (uni-, bi- or tri-generational) and sociodemographic variables, functional performance, mood, social support and life satisfaction in cognitively healthy elderly individuals. This is a cross-sectional, descriptive and quantitative study. A total of 107 elderly individuals from the Federal District were evaluated using the Geriatric Depression Scale, the Mini Exame do Estado Mental (Mini-Mental State Examination), the Scales of Basic, Instrumental and Advanced Activities of Daily Living, the Perceived Social Support, and the Life Satisfaction Scale. Bivariate statistical analysis indicated that tri-generational arrangements were associated with being female, being a widowed individual and having more children; and uni- or bi-generational arrangements were associated with a greater life satisfaction in comparison to people of the same age, a bigger participation in cultural activities and driving an automobile. These findings indicate that, for elderly individuals, living arrangements are associated with family composition, life satisfaction and social engagement.


O objetivo deste estudo foi investigar a associação entre os arranjos domiciliares multigeracionais (uni, bi ou trigeracionais) e variáveis sociodemográficas, desempenho funcional, humor, suporte social e satisfação com a vida em idosos longevos cognitivamente saudáveis. Trata-se de estudo transversal, descritivo e quantitativo. Foram avaliados 107 idosos do Distrito Federal, por meio dos seguintes instrumentos: Geriatric Deepression Scale, Mini Exame do Estado Mental, Escala de Atividades Básicas, Instrumentais e Avançadas de Vida Diária, Escala de Suporte Social Percebido e de Satisfação com a Vida. Análises estatísticas bivariadas indicaram que arranjos trigeracionais associaram-se ao sexo feminino, ao estado de viuvez e à existência de mais filhos; já os arranjos uni ou bigeracionais associaram-se à maior satisfação com a vida em comparação com pessoas da mesma idade, bem como à maior participação em atividades culturais e à prática de dirigir automóvel. Esses achados indicam que, para longevos, os arranjos domiciliares associam-se a variáveis de composição familiar, satisfação com a vida e envolvimento social.


Assuntos
Apoio Social , Idoso , Depressão , Participação Social
19.
Rev. Pesqui. (Univ. Fed. Estado Rio J., Online) ; 12: 123-128, jan.-dez. 2020. tab, ilus
Artigo em Inglês, Português | LILACS, BDENF - Enfermagem | ID: biblio-1048296

RESUMO

Objetivo: analisar a esperança de vida e a depressão em pessoas vivendo com HIV/Aids. Método: trata­se de uma pesquisa descritiva, quantitativa realizada com 17 pessoas com HIV/Aids que recebem atendimento em um Hospital de Referência para Doenças Infectocontagiosas no município de João Pessoa/PB, Brasil. Para coleta de dados utilizou-se uma Escala de Esperança de Vida e a Escala de Depressão HAM-D. Resultados: quanto ao tipo de exposição que levou ao diagnóstico de HIV/Aids 88,2%(15) revelaram o sexo desprotegido, o estado civil de maior prevalência foi o solteiro 58,8%(10). Os dados referentes a esperança de vida apresentaram escore médio 38,47±7,45, mediana 39, máximo 48 e mínimo 27. Conclusão: a fé e a esperança têm importantes valores, contribuindo na capacidade de lidar com situações difíceis e na manutenção da qualidade de vida, sendo facilitadoras das consequências psicossociais acerratadas por essa condição


Objective: to analyze life expectancy and depression in people living with HIV / Aids. Method: this is a descriptive, quantitative study of 17 people with HIV/Aids who receive care at a Reference Hospital for Infectious Diseases in the city of João Pessoa / PB, Brazil. A Life Expectancy Scale and the HAM-D Depression Scale were used for data collection. Results: regarding the type of exposure that led to the diagnosis of HIV/Aids, 88.2% (15) revealed unprotected sex, the single most prevalent civil status was the unmarried 58.8% (10). Life expectancy data presented a mean score of 38.47 ± 7.45, median 39, maximum 48 and minimum 27. Conclusion: faith and hope have important values, contributing to the capacity to deal with difficult situations and to maintain the quality of life, facilitating the psychosocial consequences of this condition


Objetivo: analizar la esperanza de vida y la depresión en las personas que viven con el VIH / SIDA. Método: se trata de una investigación descriptiva, cuantitativa realizada con 17 personas con VIH/SIDA que reciben atención en un Hospital de Referencia para Enfermedades Infectocontagiosas en el municipio de João Pessoa / PB, Brasil. Para la recolección de datos se utilizó una Escala de Esperanza de Vida y la Escala de Depresión HAM-D. Resultados: en cuanto al tipo de exposición que llevó al diagnóstico de VIH / SIDA el 88,2% (15) reveló el sexo desprotegido, el estado civil de mayor prevalencia fue el 58,8% (10). Los datos referentes a la esperanza de vida presentaron escore promedio 38,47 ± 7,45, mediana 39, máximo 48 y mínimo 27. Conclusión: la fe y la esperanza tienen importantes valores, contribuyendo en la capacidad de lidiar con situaciones difíciles y en el mantenimiento de la situación calidad de vida, siendo facilitadoras de las consecuencias psicosociales acorraladas por esa condición


Assuntos
Humanos , Expectativa de Vida , HIV , Depressão , Brasil
20.
Rev. bras. ciênc. saúde ; 24(1): 123-132, 2020. tab
Artigo em Português | LILACS | ID: biblio-1087539

RESUMO

Objetivo: Traçar o perfil dos óbitos das vítimas de suicídio necropsiadas no Núcleo de Medicina e Odontologia Legal do Instituto de Polícia Científica do Estado da Paraíba do Muni-cípio de Guarabira, no período de 2016 a 2017. Metodologia: Pesquisa documental e descritiva com abordagem quantitativa. A amostra foi composta por 47 laudos de óbitos por suicídio. Resultados: Das 47 mortes por suicídio, 76,6% eram do sexo masculino e 23,4% do sexo feminino. A média de idade foi de 44,3 anos com desvio padrão de 19,8, não existindo diferença quanto a idade para o sexo masculino e o feminino (p=0,223). Quanto ao estado civil, 55,3% eram solteiros, seguidos de casados (29,8%), 4,3% eram viúvos, 6,4% não tinham esta informação e 4,3% era ignorado. Do total de suicídios, 68,1% das vítimas foi enforcamento, seguido de 23,4% de envenena-mento, 4,3% arma de fogo, 2,1% precipitação de altura e 2,1% automutilação como meio para realizar o seu intuito. Conclusão: As vítimas mais frequentes pertenciam ao sexo masculino, adultos jovens e solteiros. A atividade laboral que mais se mostrou presente foi a agricultura, com meio mais utilizado o enforcamento, seguido pelo envenenamento. Os meses que existiram mais vítimas foram maio, agosto e setembro, com a segunda-feira e quinta-feira mais prevalentes. Espera-se que as características observadas dessas vítimas possibilitem a tomada de intervenções , com o objetivo de identificar os grupos de risco e estabelecer políticas de prevenção. (AU)


Objective: To outline the profile of deaths of suicide victims necropsied at the Center for Medicine and Forensic Dentistry of the Paraíba State Scientific Police Institute in Guarabira, from 2016 to 2017. Methodology: This is a documentary and descriptive research with a quantitative approach. The sample consisted of 47 reports of deaths from suicide. Results: Results showed that of the 47 suicide deaths, 76.6% were male and 23.4% female. The mean age was 44.34 years with a standard deviation of 19.83 in the total group, and no difference in the age of males and females (p = 0.223). Regarding marital status, 55.3% were single, followed by 29.8% were married, 4.3% were widowed, 6.4% did not have this information and 4.3% were ignored. Regarding the method to carry out the suicide, 68.1% of the victims were hanged, followed by 23.4% were poisoned, 4.3% were by firearm, 2.1% were by hight precipitation and 2.1% self-mutilation. Conclusion: The most frequent victims were male, young and single adults. The labor activity that was most present was agriculture, with hanging being the most used method, followed by poisoning. The months with the most casualties were May, August, and September, with the most prevalent days being Monday and Thursday. It is hoped that the observed characteristics will be able to enable effective in-terventions in order to identify suicide risk groups and establish prevention politics. (AU)


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Pessoa de Meia-Idade , Suicídio , Depressão , Enfermagem em Saúde Pública
SELEÇÃO DE REFERÊNCIAS
DETALHE DA PESQUISA