Your browser doesn't support javascript.
loading
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 20 de 65
Filtrar
2.
Rev. Univ. Ind. Santander, Salud ; 51(4): 317-327, oct.-dic. 2019. tab, graf
Artigo em Espanhol | LILACS | ID: biblio-1092262

RESUMO

Resumen Introducción: La Enfermedad Renal Crónica (ERC) supone un fuerte impacto en la salud pública mundial. Esto es debido al elevado riesgo de enfermedad cardiovascular que presentan quienes la padecen. La razón triglicéridos/ lipoproteína de alta densidad se ha asociado con el desarrollo y progresión de la enfermedad renal. Objetivo: Estimar la asociación entre la razón triglicéridos/lipoproteína de alta densidad y la incidencia de enfermedad renal en una cohorte colombiana. Metodología: Estudio de cohorte prospectiva del seguimiento de INEFAC 2007-2017, con 1626 participantes. Para determinar la exposición principal se tomó como punto de corte >3,75 en la razón. Los casos se definieron con una tasa de filtración glomerular estimada <60ml/min/1,73m2 o con diagnóstico médico previo. Se ajustaron modelos de regresión lineal y log-binomial para los cambios en la tasa estimada y la incidencia de enfermedad renal crónica. Como covariables: edad, sexo, raza, alcohol, cigarrillo, circunferencia de cintura y actividad física. Resultados: La incidencia de enfermedad renal fue de 0,4% (IC 95% 0,1-0,8), el promedio de la tasa estimada de 94,3 ml/min/1,73m2. La asociación entre la razón triglicéridos/lipoproteína de alta densidad y la enfermedad renal crónica no fue estadísticamente significativa en el modelo crudo (RR= 2,3; IC 95%: 0,5-9,4) ni en el ajustado por confusores (RR= 1,1; IC 95%: 0,2-5,6). Conclusión: A partir del modelo múltiple no fue posible determinar la asociación, probablemente porque ésta no existe en la población estudiada o porque se requiere una alta muestra debido al bajo número de eventos encontrados.


Abstract Introduction: Chronic Kidney Disease (CKD) has a strong impact on global public health. This is due to the high risk of cardiovascular disease in those who suffer from it. The triglycerides / high density lipoprotein ratio has been associated with the development and progression of kidney disease. Objective: To estimate the association between the ratio triglycerides / high density lipoprotein and the incidence of kidney disease in a Colombian cohort. Methodology: Prospective cohort study of the follow-up of INEFAC 2007-2017, with 1626 participants. The main exposure was determined as a cut-off point> 3.75 in the ratio. The cases were defined as having an estimated glomerular filtration rate <60ml / min / 1.73m2 or previous medical diagnosis. Linear regression and log-binomial models were adjusted for changes in the estimated rate and incidence of chronic kidney disease. As covariates: age, sex, race, alcohol, cigarette, waist circumference, and physical activity. Results: The incidence of kidney disease was 0.4% (95% CI: 0.1-0.8), the average of the estimated rate was 94.3ml / min / 1.73m2. The association between the ratio triglycerides / high density lipoprotein and chronic kidney disease was not statistically significant in the unadjusted model (RR = 2.3, 95% CI: 0.5-9.4) nor in the adjusted by confounders (RR = 1.1, 95% CI: 0.2-5.6). Conclusion: It was not possible to determine the explored association, probably because it does not exist in the studied population or because a higher sample size is required, due to the low number of events.


Assuntos
Humanos , Insuficiência Renal Crônica , Associação , Triglicerídeos , Incidência , Estudos de Coortes , Colômbia , Dislipidemias , Taxa de Filtração Glomerular , HDL-Colesterol
4.
Hist. enferm., Rev. eletronica ; 9(2): 122-130, 2018.
Artigo em Português | LILACS, BDENF - Enfermagem | ID: biblio-998034

RESUMO

Este trabalho trata-se de uma pesquisa qualitativa, com delineamento histórico narrativo, desenvolvida no Oeste de Santa Catarina. As informações foram produzidas mediante entrevistas semiestruturadas, aplicadas entre os meses de maio de 2016 a maio de 2017, com quatro enfermeiras que participaram da trajetória da enfermagem na região. O objetivo desse estudo foi investigar em que medida a implantação de cursos superiores de enfermagem e a construção da Associação Brasileira de Enfermagem Seção Santa Catarina (ABEn-SC) Núcleo Chapecó contribuíram para o desenvolvimento da enfermagem no Oeste de Santa Catarina a partir do ponto de vista de protagonistas dessa história. Os resultados demonstram que a criação de cursos superiores de enfermagem e, consequente, incorporação do conhecimento científico à profissão, além da construção da ABEn-SC Núcleo Chapecó, se configuram como marcos históricos para a construção e desenvolvimento da enfermagem nessa região. Nota-se que o Oeste de Santa Catarina enfrentou obstáculos para o desenvolvimento da enfermagem, entretanto, as enfermeiras precursoras dessa história vêm construindo um cenário pautado no cuidado integral e qualificado de enfermagem, o que se deve, sobretudo, ao processo de qualificação da formação profissional e ao fortalecimento das entidades de classe.


Assuntos
História do Século XX , História da Enfermagem , Associação , Escolas de Enfermagem , Educação
5.
Artigo em Espanhol | LILACS | ID: biblio-967332

RESUMO

Las exigencias actuales en educación medica continuada, el compromiso de que la atención en salud por parte de los otorrinolaringólogos de Colombia tenga un direccionamiento estratégico, con asociados reentrenados en competencias clínicas y quirúrgicas y para que una organización como la Asociación Colombiana de Otorrinolaringología, Cirugía de Cabeza y Cuello, maxilofacial y Estética facial, recertifique a sus miembros y ofrezca un proyecto académico y gremial acorde con las necesidades de hoy, me motivaron para ser elegido s de hoy, me motivaron para ser elegido como Presidente de la asociación para el periodo 2018 -2020.


The current requirements in continuing medical education, the commitment that health care by Colombian otolaryngologists has a strategic direction, with partners re-trained in competencies clinical and surgical and for an organization such as the Colombian Association of Otolaryngology, Head and Neck Surgery, maxillofacial and facial aesthetics, recertify to its members and offer an academic and guild project according to the needs of today, motivated me to be elected today, motivated me to be elected as President of the association for the period 2018 -2020.


Assuntos
Humanos , Política , Associação , Educação
6.
Univ. psychol ; 16(2): 226-233, abr.-jun. 2017. tab, graf
Artigo em Espanhol | LILACS, COLNAL | ID: biblio-963263

RESUMO

Resumen Los estudios previos en aprendizaje causal humano han demostrado que la historia predictiva de los estímulos influye en su asociabilidad (es decir, en la facilidad con la que estos entran posteriormente en asociaciones). En la Fase 1 de estos estudios, se dan las condiciones para que los participantes aprendan que la mitad de los estímulos son predictores fiables de sus resultados y la otra mitad son predictores no fiables. En la Fase 2, todos los estímulos se emparejan por igual con nuevos resultados. Se ha observado consistentemente que los participantes estiman que la probabilidad de ocurrencia de los resultados de la Fase 2 es más probable en presencia de los predictores fiables de la Fase 1 que en presencia de los no fiables. Se presenta un experimento en el que se demuestra que una reducción en el entrenamiento de la Fase 1 no afecta a la magnitud de este efecto de fiabilidad predictiva. Este resultado es inconsistente con la idea de que el efecto de fiabilidad predictiva se produce a consecuencia de cambios en la asociabilidad de los estímulos durante la Fase 1. Se discute una interpretación alternativa del efecto en términos del aprendizaje y generalización de reglas de actuación en la tarea.


Abstract Previous studies in human causal learning have demonstrated that the predictive history of the stimuli influences their associability (i.e., readiness with which they enter into associations subsequently). Participants receive initial training in which they can learn that half of the cues are accurate predictors of their outcomes, and the other half are poorer predictors (Stage 1). Subsequently, all cues are equally predictive of a new outcome (Stage 2). On test, participants rate the likelihood that the cues would produce Stage 2 outcomes. It has been consistently found that participants rate the cues that were accurate predictors in Stage 1 higher than poorer predictors. A new experiment is reported demonstrating that a reduction of the length of Stage 1 training does not affect the magnitude of this predictive accuracy effect. This finding is inconsistent with the notion that the effect is a consequence of changes in the associability of the cues on Stage 1. An alternative interpretation of the effect in terms of learning and generalization of performance rules of is considered.


Assuntos
Humanos , Aprendizagem , Associação , Relatos de Casos
7.
MedUNAB ; 20(2): 139-147, 2017.
Artigo em Espanhol | LILACS | ID: biblio-994918

RESUMO

Introducción: El suicidio en adolescentes es un problema de salud pública dada su elevada incidencia y el gran impacto que este genera no solo a nivel individual, sino familiar y social. Existen algunos factores que, de acuerdo con la literatura, han sido asociados con el desarrollo de conductas suicidas en los adolescentes, sin embargo, su descripción se ha realizado de manera aislada, desconociendo la multicausalidad del problema. Objetivo: Revisar en la literatura científica los factores personales, familiares y sociales asociados con la aparición de conductas suicidas en adolescentes. Metodología: Se efectuó una búsqueda y análisis de la información empleando los descriptores adolescentes, suicidio, ideación suicida, factores de riesgo, atención primaria en salud y salud mental. Dicha búsqueda se realizó en los buscadores Google, Google Académico y en las bases de datos ScienceDirect, PubMed, ProQuest, Scielo, Redalyc. Resultados: Se encontraron factores de riesgo para la aparición de conductas suicidas en adolescentes relacionados con el género, el nivel educativo y socioeconómico, las relaciones familiares y las redes de apoyo social, entre otros. Conclusiones: La oportuna detección de los factores de riesgo podría aportar en gran medida al diseño e implementación de programas de prevención más integrales y eficientes frente al suicidio de adolescentes. [Serrano-Ruiz CP, Olave-Chaves JA. Factores de riesgo asociados con la aparición de conductas suicidas en adolescentes. MedUNAB2017; 20(2): 139-147].


Introduction: Suicide in adolescents is a public health problem given its high incidence and the great impact it generates not only at an individual level, but also at a family and social level. There are some factors that, according to literature, have been associated with the development of suicidal behavior in adolescents; however, their descriptions have been made in isolation, ignoring the multi-causality of the problem. Objective: To review in the scientific literature the personal, family and social factors associated with the appearance of suicidal behaviors in adolescents. Methodology: Asearch and an analysis of the information was carried out using some descriptors such as adolescent, suicide, suicidal ideation, risk factors, primary health care and mental health. This search was carried out in search engines like Google, Google Scholar and in the databases ScienceDirect, PubMed, ProQuest, Scielo and Redalyc. Results: Some risk factors were found related to the appearance of suicidal behaviors in adolescents which are associated to gender, educational and socioeconomic level, family relationships and social support networks, amongothers. Conclusions: Timely detection of risk factors could greatly contribute to the designand implementation of more comprehensive and efficient prevention programs against adolescent suicide. [Serrano-Ruiz CP, Olave-Chaves JA. Risk Factors Associated with the Appearance of Suicidal Behaviors in Adolescents. MedUNAB 2017; 20(2): 139-147].


Introdução: O suicídio nos adolescentes é um problema de saúde pública porque sua alta incidência e o grande impacto que gera não só a nível individual, mas também a nível familiar e social. Existem alguns fatores que, de acordo com a literatura, foram associados ao desenvolvimento dos comportamentos suicidas nos adolescentes, no entanto, sua descrição foi realizada de forma isolada, ignorando a multi-causalidade do problema. Objetivo: Revisar na literatura científica os fatores pessoais, familiares e sociais associados ao aparecimento dos comportamentos suicidas nos adolescentes. Metodologia: Realizamos uma pesquisa e análise da informação usando os relatos dos adolescentes, do suicídio, da concepção suicida, dos fatores de risco, dos cuidados de saúde primários e de saúde mental. Esta pesquisa foi realizada em motores de busca do Google, Google Acadêmico e nas bases de dados ScienceDirect, PubMed, ProQuest, Scielo, Redalyc. Resultados: Os fatores de risco encontrados no aparecimento de comportamentos suicidas em adolescentes, estão relacionados com o gênero, o nível de educação e ao contexto socioeconómico, às relações familiares e às redes de apoio social, entre outros. Conclusões: Detectar os fatores de risco a tempo poderia contribuir grandemente na elaboração do projeto e implementação de programas de prevenção mais completos e eficientes contra o suicídio do adolescente. [Serrano-Ruiz CP, Olave-Chaves JA. Fatores de risco associados ao aparecimento de comportamentos suicidas nos adolescentes. MedUNAB 2017; 20(2): 139-147].


Assuntos
Suicídio , Atenção Primária à Saúde , Associação , Saúde Mental , Fatores de Risco , Adolescente
8.
Belo Horizonte; s.n; 2016. 121 p. ilus.
Tese em Inglês, Português | LILACS, BBO - Odontologia | ID: biblio-915557

RESUMO

Os objetivos deste estudo foram verificar a associação entre o relato de experiência odontológica negativa na infância e o alto medo odontológico entre universitários da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), Brasil e avaliar a influência do conhecimento em saúde bucal no medo odontológico entre universitários de odontologia, após cinco anos de curso. Este estudo será apresentado em formato de dois artigos científicos. O primeiro apresenta um estudo caso-controle aninhado a um estudo transversal, cujos participantes eram universitários de odontologia, psicologia e matemática. O segundo artigo descreve um estudo longitudinal de cinco anos, realizado entre universitários de odontologia. Este estudo foi aprovado pelo Comitê de Ética em Pesquisa com Seres Humanos da UFMG (COEP/UFMG) protocolo (# 0201.0.203.000-10). Os instrumentos utilizados para a coleta de dados foram o Dental Fear Survey (DFS) e um questionário autorrelatado sobre experiência odontológica. A variável dependente em ambos os artigos foi o medo odontológico. No primeiro artigo, os universitários foram alocados em dois grupos: alto medo e baixo medo odontológico, pareados por gênero, curso de graduação e condição sociodemográfica (1 caso: 4 controles). O grupo caso incluiu universitários com alto medo (n=65) e o grupo controle incluiu aqueles com baixo medo (n=260), definidos pela análise de cluster. O segundo artigo incluiu 48 universitários de odontologia da UFMG que responderam os mesmos instrumentos quando iniciaram o curso, em 2010 e no final do curso, em 2015. No primeiro artigo a análise estatística incluiu análise descritiva, bivariada e regressão logística multivariada condicional com nível de significância de 5%. No segundo artigo foram utilizados os testes de Wilcoxon e Qui-quadrado de McNemar com nível de significância de 5%. O estudo caso-controle demonstrou que os estudantes com maior chance de apresentar alto medo odontológico relataram experiência odontológica negativa na infância (OR= 2,97; 95% IC: 1,44 - 6,14), experiência de dor de dente nos últimos 12 meses (OR=11,31; 95% IC: 4,79 - 26,68), incômodo durante o tratamento odontológico (OR=5,36; 95% IC: 2,53 - 11,36) e autoavaliação da saúde bucal ruim (OR=3,62; 95% IC: 1,61-8,11). Os resultados do estudo longitudinal mostraram que houve redução de visitas/ano ao dentista dos estudantes de odontologia, ao finalizarem o curso (p=0,012). As médias dos escores totais do DFS foram semelhantes nas duas ocasiões: no início do curso (31,7 ± 9,3) e no final do curso de odontologia (29,6 ± 6,6) (p=0,318). Universitários no final do curso de odontologia apresentaram menores escores médios em relação ao fator estrutural do DFS "medo de situações e estímulos específicos do tratamento dentário" (12,3 ± 3,5) do que quando iniciaram o curso (14,0 ± 5,4) (p=0,042). Concluiu-se que experiências odontológicas negativas na infância influenciaram o alto medo odontológico entre os universitários, mesmo na presença de outros fatores. O percurso curricular no curso de odontologia diminuiu o medo de estímulos específicos do tratamento odontológico, mas não contribuiu para a redução dos níveis de medo odontológico de maneira geral. As faculdades de odontologia devem enfatizar temas do comportamento humano para a compreensão do medo odontológico


The objectives of the present study were to investigate the association between negative dental experience in childhood and high dental fear among undergraduates of the Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), Brazil, and to evaluate the effect of oral health education on dental fear among dental students after five years of university study. The study is divided into two manuscripts. The first manuscript describes a case-control study, nested to a cross-sectional study, whose participants were dentistry, psychology and mathematics undergraduate students. The second manuscript describes a 5-year longitudinal study of dental students. The present study was approved by the Human Research Ethics Committee of UFMG (COEP / UFMG) under protocol number # 0201.0.203.000-10. The instruments used for data collection were the Dental Fear Survey (DFS) and a self-reported questionnaire about previous dental experiences. The outcome variable for both manuscripts was dental fear. In the first manuscript, the students were allocated into two dental fear groups, and matched for gender, undergraduate course and sociodemographic condition (1 case group: 4 controls). The case group included students with high fear (n = 65) and the control group included those with low fear (n = 260), as defined by cluster analysis. The second manuscript included 48 dental students who responded to the same instruments at the beginning of the course in 2010 and at the end of the course in 2015. Statistical analysis of the case-control study included descriptive analysis, bivariate and multivariate conditional logistic regression with a 5% significance level. The Wilcoxon test and the Chi-square McNemar's test with a 5% significance level were used in the longitudinal study. The case-control study showed that students with a greater chance of presenting high dental fear reported a negative dental experience in childhood (OR = 2.97; 95% CI: 1.44 - 6.14), having experienced toothache the last 12 months (OR = 11.31; 95% CI: 4.79 - 26.68), discomfort during dental treatment (OR = 5.36; 95% CI: 2.53 - 11.36) and poor oral health self-assessmet (OR = 3.62; 95% CI: 1.61- 8.11). The longitudinal study found that there was a reduction in visits to the dentist per year among dental students by the end of the course (p = 0.012). The mean total DFS scores were similar at both the beginning of the course (31.7 ± 9.3) and the end of the course (29.6 ± 6.6) (p = 0.318). At the end of the course dental students had lower mean scores for the DFS structural factor of "fear of specific situations and dental treatment stimuli" (12.3 ± 3.5) than when they started the course (14.0 ± 5 4) (p = 0.042). It was concluded that negative dental experiences in childhood influence high dental fear among undergraduates, even in the presence of other factors. The curricular pathway in dentistry course decreased fear of specific dental treatment stimuli, but did not contribute to the reduction of general dental fear levels. Dental schools should emphasize the study of human behavior to the understanding of dental fear


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Ansiedade ao Tratamento Odontológico/diagnóstico , Ansiedade ao Tratamento Odontológico/epidemiologia , Estudantes de Odontologia/estatística & dados numéricos , Associação , Comportamento , Estudos de Casos e Controles , Educação em Odontologia , Estudos Longitudinais
9.
Belo Horizonte; s.n; 2016. 122 p. ilus.
Tese em Português | LILACS, BBO - Odontologia | ID: biblio-914020

RESUMO

O objetivo deste estudo foi investigar a associação entre o provável bruxismo noturno, bullying verbal escolar, classe econômica e satisfação de vida em adolescentes. : o primeiro com delineamento transversal de base populacional e o segundo, um estudo caso-controle aninhado ao estudo transversal. O estudo transversal de base populacional foi realizado com uma amostra de 1344 adolescentes de 13 a 15 anos de idade, matriculados em escolas de Itabira, Brasil. Os dados sobre o provável bruxismo noturno e classificação econômica foram obtidos por meio de questionário respondido pelos pais. Por sua vez, as informações sobre o envolvimento em episódios de bullying verbal escolar e satisfação de vida foram coletadas por meio de questionário respondido pelos adolescentes. O bruxismo noturno foi identificado à partir dos critérios mínimos da International Classification of Sleep Disorders (ICSD), enquanto as questões sobre o bullying verbal escolar foram baseadas no questionário da Pesquisa Nacional de Saúde do Escolar (PeNSE). Para se classificar economicamente às famílias, foram adotados os critérios formulados pela Associação Brasileira de Empresa de Pesquisa (ABEP). A satisfação de vida foi avaliada através da Escala Multidimensional de Satisfação de Vida para Adolescentes (EMSVA). Os dados foram analisados mediante testes bivariados e regressão de Poisson com variância robusta. De acordo com o relato dos pais, 205 (15,3%) adolescentes apresentavam provável bruxismo noturno. Em relação ao bullying verbal escolar, 10,9% dos adolescentes eram vítimas, 17,2% eram agressores e 5,9% eram tanto vítimas quanto agressores. A maior prevalência de bruxismo noturno foi observada entre adolescentes vítimas de bullying verbal escolar (RP: 6,31; IC95%: 4,78-8,32) e vítimas/agressores (RP: 5,27; IC95%: 3,82-7,27). O bruxismo noturno associou-se também à alta classe econômica (RP: 1,51; IC95%: 1.23-1,86), aos maiores escores de satisfação de vida nos domínios self (RP: 1,04; IC95%: 1,00-1,08), escola (RP: 1,05; IC95%: 1,02-1,09) e autoeficácia (RP: 1,07; IC95%: 1,03-1,12) e aos baixos escores de satisfação no domínio não violência (RP: 0,96; IC95%: 0,93-0,99). No estudo caso-controle, os adolescentes que participaram do estudo transversal foram distribuídos em dois grupos de acordo com a presença/ausência do provável bruxismo noturno. O grupo caso foi composto por 103 adolescentes com bruxismo noturno e o grupo controle tinha 206 participantes sem bruxismo noturno. Os grupos foram pareados de acordo com gênero e idade dos adolescentes e adotou-se uma proporção de dois controles para cada caso. A associação entre a variável dependente (bruxismo noturno) e as variáveis independentes (classe econômica e bullying verbal escolar) foi verificada por meio de modelos de regressão logística condicional não ajustado e ajustado. À partir da análise dos dados, verificou-se que os adolescentes com bruxismo noturno tiveram uma chance seis vezes maior de terem sido expostos a episódios de bullying verbal escolar (OR: 6,08; IC95%: 4,25-8,72), em comparação aos adolescentes do grupo controle. Diante destes resultados, concluiu-se que o bruxismo noturno associou-se significativamente ao bullying verbal escolar em ambos os estudos. Em contrapartida, a associação entre o bruxismo noturno e a classe econômica foi observada apenas no estudo transversal


The aim of this study was to investigate the association between probable sleep bruxism, school verbal bullying, economic class and life satisfaction in adolescents. This study will be presented in two papers format: the first crosssectional population-based and the second, a case-control study nested in the cross-sectional study. The cross-sectional population-based study was conducted with a sample of 1344 adolescents aged 13 to 15 years of age, enrolled in schools in Itabira, Brazil. Data on the likely sleep bruxism and economic status were obtained through a questionnaire answered by parents. In turn, the information about the involvement in episodes of verbal bullying and school life satisfaction were collected through questionnaires answered by adolescents. The sleep bruxism has been identified as the minimum criteria of the International Classification of Sleep Disorders (ICSD), while questions about the school verbal bullying were based on the questionnaire from the National School of Health (PeNSE). To qualify economically families, they were adopted the criteria formulated by the Brazilian Association of Research Companies (ABEP). The life satisfaction was assessed using the Multidimensional Scale for Adolescents Life Satisfaction (EMSVA). Data were analyzed using bivariate tests and Poisson regression with robust variance. According to parents' reports, 205 (15.3%) adolescents were likely nocturnal bruxism. In relation to the school verbal bullying, 10.9% of adolescents were victims, 17.2% were aggressors and 5.9% were both victims and perpetrators. The higher prevalence of sleep bruxism was observed among adolescent victims of school verbal bullying (OR: 6.31; 95% CI: 4.78 to 8.32) and victims/perpetrators (PR: 5.27; 95% CI: 3.82 -7.27). The sleep bruxism was associated also with high economic class (PR: 1.51; 95% CI: 1.23-1,86) to higher life satisfaction scores in self domains (RP: 1.04; 95% CI: 1, 00 to 1.08), school (PR: 1.05; 95% CI: 1.02 to 1.09) and self-efficacy (OR: 1.07; 95% CI: 1.03 to 1.12) and low scores satisfaction in the non-violence (PR: 0.96; 95% CI: 0.93-0.99). In the case-control study, adolescents who participated in the cross-sectional study were divided into two groups according to the presence/absence of probable sleep bruxism. The case group was composed of 103 adolescents with sleep bruxism and the control group had 206 participants without sleep bruxism. The groups were matched according to gender and age of adolescents and we adopted a ratio of two controls for each case. The association between the dependent variable (sleep bruxism) and independent variables (economic class and school verbal bullying) was verified by conditional logistic regression models unadjusted and adjusted. In the analysis of this data, it was found that adolescents with sleep bruxism had a six times greater chance of having been exposed to episodes of school verbal bullying (OR: 6.08; 95% CI: 4.25 to 8.72) compared to adolescents in the control group. Given these results, it was concluded that sleep bruxism was significantly associated to school verbal bullying in both studies. In contrast, the association between sleep bruxism and economy class was only observed in cross-sectional study


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Adolescente , Bullying/classificação , Bruxismo do Sono/complicações , Bruxismo do Sono/terapia , Adolescente , Associação , Estudos Transversais/estatística & dados numéricos , Qualidade de Vida , Classe Social
10.
Belo Horizonte; s.n; 2016. 129 p.
Tese em Português | LILACS, BBO - Odontologia | ID: biblio-912702

RESUMO

O objetivo deste estudo foi investigar a associação entre senso de coerência (SOC) de adolescentes e suas mães e experiência de cárie dentária em adolescentes. O estudo de caso-controle aninhado ao estudo transversal foi realizado na cidade de Itabira, Brasil, com uma amostra de 1038 adolescentes com idade entre 13 e 15 anos, matriculados em escolas da cidade de Itabira e suas mães. Destes, 346 deles foram classificados como casos, devido à experiência de cárie dentária e 692 foram classificados como controles, sem experiência de cárie dentária. Os casos e os controles foram pareados por gênero e idade. Os dados foram coletados através de questionários, a versão curta da escala de Antonovsky, SOC-13, (adolescentes e suas mães) e exames clínicos (adolescentes), utilizando os critérios da Organização Mundial da Saúde para o diagnóstico da experiência de cárie dentária. A classificação econômica da família foi determinada utilizando o Critério de Classificação Econômica Brasil (CCEB), desenvolvido pela Associação Brasileira de Organizações de Pesquisa (ABEP). A análise descritiva, teste de Mc Nemar e regressão logística condicional univariada e multivariada foram realizadas. O exame foi realizado por um examinador previamente calibrado. Os adolescentes de famílias de classe econômica menos favorecida (OR = 1,85, 95% CI: 1,31-2,62, p≤0.001), baixo SOC materno (OR = CI 19,06, 95%: 10,86-33,44, p≤0.001) e baixo SOC do próprio adolescente (OR = 7,35, 95% CI: 4,73-11,41, p≤0.001) tiveram maior chance de apresentar experiência de cárie dentária. A partir da análise dos dados, verificou-se que apesar de não definir a relação temporal entre a associação, os dados indicam que o SOC dos adolescentes, o SOC materno, bem como a classe econômica estão associados com a experiência de cárie dentária em adolescentes de forma independente. Além disso, este é o primeiro estudo que descreve esta associação através de um caso-controle e mostra a influência dos determinantes sociais na experiência de cárie dentária, após análise da literatura nas bases de dados PubMed, LILACS e SciELO


The aim of this study was to investigate the association between sense of coherence (SOC) of adolescents, the SOC of their mothers and dental caries experience in adolescents. The case-control study associated with a crosssectional study was conducted in the city of Itabira, Brazil, with a sample of 1038 adolescents aged between 13 and 15 years enrolled in schools of Itabira and their mothers. A total of 346 adolescents of them were classified as cases due to dental caries experience and 692 were classified as controls without dental caries experience. Cases and controls were matched for gender and age. Data were collected through questionnaires, the short version of Antonovsky scale, SOC-13 (adolescents and their mothers), and clinical examination (adolescents), using World Health Organization criteria for the diagnosis of dental caries experience. The economic status of the family was determined using the Economic Classification Criterion Brazil (CCEB), developed by the Brazilian Association of Research Organizations (ABEP). The descriptive analysis, McNemar test and univariate and multivariate conditional logistic regression were carried out. The clinical examination was performed by a calibrated examiner. Adolescents from families with less favored economic status (OR = 1.85, 95% CI: 1.31 to 2.62, p0.001), low mothers SOC (OR = 19.06 CI 95%: 10.86 -33.44, p0.001) and low SOC of themselves (OR = 7.35, 95% CI: 4.73 to 11.41, p0.001) were more likely to have dental caries experience. From the data analysis, it was found that despite not define the temporal relationship between the associations, the data indicate that the SOC of adolescents, mothers SOC and economic status are associated with dental caries experience in adolescents independently. After analyzing the literature in PubMed, LILACS and SciELO databases, this is the first study describing this association through a case-control and shows the influence of socialdeterminants in dental caries experience


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Adolescente , Cárie Dentária/prevenção & controle , Senso de Coerência/classificação , Associação , Estudos de Casos e Controles , Estudos Transversais/estatística & dados numéricos , Organização Mundial da Saúde
11.
Belo Horizonte; s.n; 2015. 102 p. ilus.
Tese em Português | LILACS, BBO - Odontologia | ID: biblio-914504

RESUMO

Os defeitos de desenvolvimento de esmalte (DDE) são alterações comuns na dentição decídua e podem estar associados a intercorrências nos períodos pré, peri e pós natais bem como a indicadores socioeconômicos. A literatura é escassa de evidências científicas de base populacional, sendo que a maioria das pesquisas é realizada principalmente com amostras específicas. O objetivo deste estudo foi estimar a prevalência de DDE em crianças de cinco anos de idade e verificar a associação com prematuridade, peso ao nascer, intercorrências na gravidez (síndrome hipertensivo, infeções urinarias e diabetes gestacional) e indicadores socioeconômicos (renda mensal per capita, escolaridade materna, tipo de escola frequentada pela criança). Realizou-se um estudo transversal representativo com uma amostra de 1350 crianças de cinco anos de idade em Belo Horizonte - MG. Brasil. Após o consentimento dos pais, as crianças foram examinadas para o diagnóstico do DDE utilizando os critérios do índice DDE modificado (FDI,1992), e, através de um questionário, as mães forneceram os dados socioeconômicos bem como peso ao nascer, tempo de gestação e às intercorrências durante a gravidez relacionadas a parto pre-termo e baixo peso. A análise dos dados foi realizada utilizando-se o programa SPSS para Windows versão 19.0 e incluiu a distribuição de frequência, qui-quadrado de Pearson e Teste Exato de Fisher e regressão de Poisson com variância robusta adotando um valor de p <0,05. A prevalência de DDE foi de 40,6%. A opacidade demarcada foi o tipo de defeito mais frequente (22,7%) Através da análise bivariada, verificou-se associação estatisticamente significativa entre o DDE e gênero, peso ao nascer, idade da mãe durante a gestação, escolaridade materna, intercorrência na gravidez (síndrome hipertensivo) e tipo de escola da criança. A partir do modelo de regressão de Poisson ajustado, observou-se maior prevalência de DDE entre as crianças do gênero masculino (RP: 1,177, 95% IC 1,033 ­ 1,342), com baixo peso ao nascer (RP: 1,387; 95% IC 1,161 ­ 1,656) e muito baixo peso ao nascer (RP: 1,667; 95% IC: 1,150 ­ 2,416). A partir destes resultados conclui-se que os defeitos de desenvolvimento de esmalte foram mais comuns entre as crianças do gênero masculino, com peso ao nascer baixo ou muito baixo


The developmental defects of enamel (DDE) are common changes in the primary dentition and may be associated with complications in the pre, peri and post-natal care as well as with socioeconomic indicators. Literature is scarce in scientific evidence in population base, once the majority of studies are mainly performed with specific samples. The aim of this cross-sectional study was to estimate the prevalence of DDE in five years old children and the association with premature, complications during pregnancy birth weight and socioeconomic indicators (family income, maternal education, type of preschool attended by children). A cross-sectional study was conducted with a representative sample of 1350 children of five years old of Belo Horizonte - MG. Brazil. After parental consent, children were examined for the diagnosis of DDE using DDE index modificated (FDI, 1992), and through a questionnaire mothers provided socioeconomic data, birth weight and premature and complications during pregnancy. Data analysis was performed using SPSS for Windows 19.0, and included frequency distribution, chi- square test and Fisher's exact test and Poisson regression with robust variance (p < 0.05). The prevalence of DDE was 40.6 %. The demarcated opacity was the most common type of defect (22.7%) by bi-variate analysis; there was also a statistically significant association between developmental defects of enamel and gender, weight birth, complications during pregnancy (Arterial hypertension), mother´s age in the pregnancy, maternal education, type of school of children. The Poisson regression model adjusted showed that there was a higher prevalence of enamel defects among male children (PR: 1.177, 95% CI 1.033 to 1.342), low weight (PR: 1.387, 95% CI 1.61 to 1.656) and very low (PR: 1.667, 95% CI: 1.150 to 2.416). Out of these results it is concluded that the development of enamel defects were more common among male children with low or very low birth weight


Assuntos
Peso ao Nascer , Assistência Odontológica para Crianças/métodos , Esmalte Dentário/crescimento & desenvolvimento , Recém-Nascido Prematuro/crescimento & desenvolvimento , Dentes Natais/anormalidades , Complicações na Gravidez/epidemiologia , Gravidez/estatística & dados numéricos , Dente Decíduo/crescimento & desenvolvimento , Associação , Estudos Transversais/estatística & dados numéricos , Prevalência , Fatores Socioeconômicos
12.
Psicol. reflex. crit ; 27(4): 679-688, Oct-Dec/2014. tab
Artigo em Português | LILACS, Index Psicologia - Periódicos técnico-científicos | ID: lil-728854

RESUMO

O Teste de Associação Implícita (TAI) tem se mostrado relevante na medição de diversos construtos psicológicos. Entretanto, são escassos os estudos que o consideram no Brasil. Este artigo objetivou introduzir um programa gratuito (FreeIAT) para sua realização, exemplificando com uma medida de atitudes frente ao poliamor. Participaram da pesquisa 50 estudantes universitários com idade média de 22 anos (62% mulheres), que responderam a uma escala de atitudes explícitas frente ao poliamor e ao TAI Monogamia-Poliamor. Os resultados mostraram correlação negativa entre a medida implícita (bloco de latência incongruente) e a explícita de atitudes frente ao poliamor, indicando que quanto maior a aceitação do poliamor, menor o tempo de associação entre os estímulos (palavras positivas e poliamor). Não se observou correlação entre o Escore D e as atitudes explícitas frente ao poliamor, sugerindo que pessoas favoráveis ao poliamor não necessariamente são contrárias à monogamia. Concluiu-se que o FreeIAT possui uma interface simplificada, atendendo às variações do TAI clássico e permitindo aplicação coletiva. Além disso, o fato de ser um programa com código aberto e gratuito tem o potencial de incentivar pesquisas com medidas implícitas em culturas lusófonas. (AU)


Even the Implicit Association Test (IAT) has been shown to be relevant in measuring various psychological constructs there are few studies considering it in Brazil. This paper aims to introduce a free program (FreeIAT) to perform IAT, illustrating it with a measure of attitudes toward polyamory. Participants were 50 undergraduate students with mean age of 22 years (62% women) who answered an explicit scale attitude toward polyamory and the Monogamy-Polyamory IAT. Results showed a negative correlation between implicit (latency of incongruent block) and explicit attitudes measures toward polyamory, indicating that the greater the acceptance of polyamory, the lesser time to association between the stimuli (positive words and polyamory). There was no correlation between the D Score and the explicit attitudes toward polyamory, suggesting that people in favor of polyamory are not necessarily opposed to monogamy. In conclusion, the FreeIAT shows a streamlined interface, following the variations of the classic IAT and allowing collective application. Moreover, the fact of being a free program with open source it has the potential to encourage research on implicit measures in Lusophone cultures. (AU)


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Adulto , Associação , Tradução , Atitude , Inquéritos e Questionários , Estudos Transversais
13.
Rev. bras. ativ. fís. saúde ; 19(6): 690-699, nov. 2014. tab
Artigo em Português | LILACS | ID: biblio-335

RESUMO

O objetivo deste estudo foi analisar a associação entre o tempo de tela com a percepção de regras e a confiança em reduzir o tempo de tela em adolescentes. Participaram 358 adolescentes (58,2% meninas), entre 14 e 18 anos, da cidade do Porto - Portugal. A percepção de regras e a confiança em reduzir o tempo de tela foram avaliadas por medidas autorreportadas através de instrumentos validados para esta população. Os adolescentes que percebem alguma regra por parte dos pais apresentam menor prevalência de exposição ao tempo de tela ( 2 horas/dia) para uso da internet (RP=0,62; IC95%: 0,28-0,99). A moderada (RP=0,60; IC95%: 0,34-0,99) ou elevada (RP=0,51; IC95%: 0,27-0,96) confiança na capacidade de reduzir o tempo de tela foi associado de forma inversa com a prevalência de não cumprir as recomendações do tempo de tela para assistir TV e usar vídeo game/computador. A percepção de regras e moderada ou elevada confiança na capacidade de reduzir o tempo de tela foram associados com menor proporção de adolescentes expostos a atividades sedentárias, tais como assistir TV e usar internet por +- 2 horas/dia.


The aim of this study was examine the association between screen time with rules perception and confidence to reduce screen time in adolescents. Data were obtained from 358 adolescents (58.2% girls) aged between 14 and 18 years old in the city of Porto - Portugal. To evaluate the amount time in screen time activities, as well as the confidence and rules perception we used validated self-reported surveys. Adolescents who perceived some rule have less likelihood to screen time ( 2 hours/day) for Internet use (PR = 0.62; 95% IC: 0.28 to 0.99). The moderate (RP= 0.60; 95% IC 0.34 to 0.99) or high (RP = 0.51; 95% IC: 0.27 to 0.96) confidence in the ability to reduce screen time was associated inversely with prevalence to meet the recommendations of screen time to watch TV and play video game/computer. There was an association in the capacity to reduce screen time between adolescents who perceive some rules and showed moderate to high confidence and the exposed time sedentary activities, such as, watching TV and Internet utilization for more +- 2 hours/day.


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Adolescente , Percepção , Associação , Adolescente , Comportamento Sedentário
14.
Rev. estomat. salud ; 22(2): 27-34, 20140000.
Artigo em Espanhol | LILACS, COLNAL | ID: biblio-877917

RESUMO

Introducción: Las deficiencias hormonales pueden afectar el complejo craneofacial durante el crecimiento y desarrollo esque- lético. Objetivo: Determinar si existía evidencia científica acerca de la asociación entre el tratamiento hormonal y el crecimiento craneofacial en personas con deficiencia hormonal entre los 10 y 18 años de edad evaluados cefalométricamente. Materiales y método: Revisión sistemática de la literatura en Pubmed, Google acadé - mico, Lilacs, Embase, ScienceDirect, sin límite de año de publicación. Se incluye - ron ensayos clínicos, estudios de casos y controles, cohorte, revisiones sistemáticas y meta-análisis. Se hizo lectura ciega e in - dependiente por parte de 2 investigadores, de los resúmenes y los artículos completos. Resultados: De 1085 artículos encontra - dos se excluyeron 1074 por no cumplir criterios de inclusión. Luego de la lectura completa se excluyeron 5 por ser estudios transversales y uno porque no se tuvo ac- ceso a él, quedando un total de 6 artículos incluidos. Estas investigaciones reportaron que los pacientes tratados con terapias de sustitución hormonal presentaron cambios favorables en las estructuras craneofaciales, especialmente la longitud total mandibular, longitud de la rama y cuerpo mandibular; también presentaron mejoría del perfil fa - cial, relaciones intermaxilares y estructuras óseas corporales. Conclusiones: A pesar de la heteroge - neidad de los estudios,se encontró queel tratamiento temprano de sustitución hor - monal, independientemente de la dosis y siempre y cuando sea a largo plazo, acelera el desarrollo de estructuras craneofaciales, principalmente de la mandíbula, hasta lo - grar los patrones esqueléticos establecidos genéticamente. Se requieren estudios que evalúen el efecto de la terapia de sustitución hormonal en pacientes sin compromisos sistémicos adicionales.


Background: Hormone deficiency could affect craniofacial complex during esque- letal growth and development. Objective: Determine whether there is scientific evidence of the association bet - ween hormonal treatment and craniofacial growth measured by cephalometry films, in subjects of 10 to 18 years with hormonal treatment. Materials and Methods: A systematic re- view. For the articles published in PubMed, Google Scholar, Lilacs, Embase and Scien - ce Direct databases, without restriction of publication year was performed. Clinical trials, case control studies, cohort, syste - matic reviews and meta analysis studies were included. Reading of the abstracts and the complete articles were made by two researchers. Results: Among 1085 articles found, 1074 were excluded because did not meet the inclusion criteria. After complete reading of the articles, five were excluded because they were cross-sectional studies and one was not recovered in the full text. In total, 6 articles were included. These studies report that patients who were treated with hormo - ne substitution therapy showed favorable changes in their craniofacial structures, especially in mandibular total length, ramus length and mandibular body length. These positive changes led to an improvement in profile, inter-maxillary relations, and other osseous body structures. Conclusions: Despite the heterogeneity of the studies it was found that early replace - ment with hormone treatment, regardless of the dose and long-term treatment, ac - celerates the development of craniofacial structures, mainly the mandible, to reach the skeletal patterns genetically established. Studies are required to evaluate replace hormone treatment in patients without additional systemic compromises.


Assuntos
Odontologia , Crescimento e Desenvolvimento , Terapia de Reposição Hormonal , Revisão , Associação , Cefalometria , Anormalidades Craniofaciais , Bases de Dados Bibliográficas , Disruptores Endócrinos , Mandíbula , Radiografia Dentária
15.
Arq. odontol ; 50(02): 78-85, 2014. ilus, tab
Artigo em Português | LILACS, BBO - Odontologia | ID: biblio-850171

RESUMO

Objetivo: O objetivo deste estudo foi investigar a associação entre a condição de saúde bucal materna, parto pré-termo e/ou baixo peso de recém-nascido, e avaliar as condições socioeconômicas das puérperas.Materiais e Métodos: Um estudo transversal foi realizado em Diamantina (MG). A amostra foi constituída de200 parturientes que foram entrevistadas e examinadas no pós-parto. As seguintes variáveis foram investigadas: baixo peso ao nascer e parto pré-termo, registro periodontal simplificado (PSR), índice de dentes cariados, perdidos e obturados (CPOD) e índice de placa das mães. Dados sobre as condições sócioeconômicas relativasàs mães foram coletados através de questionário e prontuários hospitalares. Foram realizados testes t e MannWhitney para a análise estatística dos dados, assim como regressão logística múltipla, ajustada pelas variáveis idade, renda e escolaridade. Resultados: Foram entrevistadas 200 puérperas, sendo que 12 tiveram parto pré-termo e 19 tiveram recém-nascido de baixo peso. Do total de entrevistadas, 12 fumavam e 24 eram etilistas. O índice CPOD médio encontrado foi de 11,94 (±6,56). Houve associação entre recém-nascido de baixo peso com fumo (p = 0,03), álcool (p < 0,01), condição periodontal (p = 0,01) e CPOD (p = 0,03). Uma mãe com PSR superior a 2 teve 3,29 mais chances de ter um filho com baixo peso. Não houve associação entre partopré-termo e nenhuma das variáveis investigadas. Conclusão: Tanto o índice PSR quanto o CPOD das mãesassociaram-se com recém-nascidos de baixo peso, mas não com partos pré-termo.


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Recém-Nascido , Nascimento Prematuro/etiologia , Recém-Nascido de Baixo Peso/crescimento & desenvolvimento , Saúde Bucal/etnologia , Associação , Estudos Transversais , Fatores Socioeconômicos
16.
J. health inform ; 5(2)abr.-jun. 2013. graf, tab
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-696498

RESUMO

Objectives: Compare Data Mining algorithms related to Classification and Association tasks over medical datasets about dermatology, vertebral column and breast cancer patients, analyzing which is the best one over each of these datasets. Methods: The classification algorithms are ran over these datasets and compared using precision, F-measure, ROC curve and Kappa performance metrics. For associaton task, the Apriori algorithm is ran to get a significant number of rules with confidence above 90%. Results: For diagnostics prediction about breast cancer and dermatology issues, the best classification algorithm was BayesNet and for vertebral column was the Logistic Model Tree. For association task, were extracted 100 knowledge rules for breast cancer and dermatology issues with confidence higher than 90% while for vertebral column were found 18 with same confidence. Conclusion: The comparison was useful to prove the possibility of using Data Mining algorithms to help Medicine decision engine with good precision.


Objetivos: Compar os algoritmos de Mineração de Dados de Classificação e Associação de dados sobre bases de dados de dermatologia, câncer de mâma e de problemas da coluna vertebral. Métodos: Os algoritmos de classificação foram executados sobre essas bases de dados e comparadas pelas métricas de precisão, F-measure, curva ROC e Kappa. Para associação, o algoritmo Apriori é executado para gerar um número significante de regras com confiança acima de 90%. Resultados: Para a predição de diagnósticos sobre câncer de mâma e dermatologia o melhor algoritmo foi o BayesNet e para coluna vertebral foi o de Árvore de Modelo Logístico. Para a tarefa de associação, foram extraídas 100 regras de conhecimento para a base de câncer de mâma e de dermatologia com confiança acima de 90% enquanto para a da coluna vertebral foram encontradas 18 com a mesma confiança. Conclusão: A comparação foi útil para provar a possibilidade do uso de algoritmos de Mineração de Dados no auxílio ao processo decisório na Medicina com boa precisão.


Objetivos: Comparar los algoritmos de minería de datos relacionados con las tareas de clasificación y asociación de conjuntos de datos médicos sobre dermatología, coluna vertebral y patientes con cáncer de mama, analizando cual es el mejor en cada uno de estos conjuntos de datos. Métodos: Los algoritmos de clasificación se pasó por encima de estos conjuntos de datos y se compararon con las métricas de rendimiento precisión, F-medida, la curva ROC y Kappa. Para la tarea Associaton, el algoritmo Apriori obtiene normas de confianza superior al 90%. Resultados: Para la predicción de diagnóstico sobre el cáncer de mama y problemas dermatológicos el mejor algoritmo de clasificación fue BayesNet y de la columna vertebral era el árbol del modelo logístico. Para tarea de asociación, se extrajeron 100 reglas de conocimiento para el cáncer de mama y problemas dermatológicos con confianza mayor que 90%, mientras que para la columna vertebral se encontraron 18 con la misma confianza. Conclusión: La comparación es útil para demostrar la posibilidad de utilizar algoritmos de minería de datos para ayudar a motor de decisóin de Medicina con buena precisión.


Assuntos
Algoritmos , Associação , Neoplasias da Mama , Classificação , Coluna Vertebral/patologia , Dermatologia , Mineração de Dados/classificação
17.
Belo Horizonte; s.n; 2013. 106 p. ilus.
Tese em Inglês, Português | LILACS, BBO - Odontologia | ID: lil-698330

RESUMO

O objetivo deste estudo foi verificar a associação entre satisfação de vida, bullying e bruxismo noturno e aspectos sóciodemográficos em adolescentes. Foi realizado um estudo transversal com 366 adolescentes com idade entre 13 e 15 anos, matriculados em cinco escolas da cidade de Itabira, Minas Gerais, Brasil. Os adolescentes responderam a questionários de auto-retrato sobre a satisfasção de vida através da escala Multidimensional de Satisfação de Vida para Adolescentes (EMSVA) e sobre a ocorrência de bullying na escola, elaborado a partir de perguntas extraídas do instrumento utilizado na Pesquisa Nacional de Saúde Escolar (PeNSE)...


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Adolescente , Bruxismo do Sono/psicologia , Bullying/psicologia , Associação , Satisfação Pessoal , Qualidade de Vida/psicologia
18.
Rev. bras. ciênc. mov ; 21(4): 166-171, 2013.
Artigo em Inglês | LILACS | ID: lil-733818

RESUMO

The aim of the present study was to analyze the association between the activity performed in the workplace and symptoms of musculoskeletal disorders (MSD) in different body regions. We evaluated 146 employees, divided into two sectors: sector I (n=61), cleaning and building maintenance, and sector II (n=85), administrative sector. The employees answered the census of the ergonomics questionnaire that assesses MSD reported in different body regions. In sector I, 39.6% (n=19) of the employees had symptoms in the lower limbs, with an association between activity performed and body region reported (p=0.025). In sector II, 51.7% (n=31) of the employees had symptoms in the neck and 26.7% (n=16) in the wrist, with an association between activity performed and body region reported (p=0.001 and p<0.002, respectively). The results showed that employees had MSD symptoms associated with the activity performed, indicating the need to develop specific interventions for each kind of orkplace.


O objetivo do estudo foi analisar a associação entre as atividades realizadas no local de trabalho com os sintomas de distúrbios músculo-esquelético (DMS) na região do corpo. Foram avaliados 146 funcionários, separados em setor I (n=61) que trabalham com limpeza e manutenção predial; setor II (n=85), os funcionários trabalham no setor administrativo. Os funcionários responderam o questionário Censo de ergonomia que avalia a DMS em diferentes regiões do corpo. No setor I, 39,6% (n=19) dos funcionários relataram sintomas nos membros inferiores com associação entre a atividade realizada e a região do corpo (p=0,025). No setor II, 51,7% (n=31) dos funcionários apresentaram sintomas no pescoçoe 26,7% (n=16) no punho, com associação entre a atividade exercida e a região do corpo (p=0,001, p=0,002, respectivamente). Os resultados mostraram que os funcionários apresentavam associação dos sintomas de DMS com a atividade realizada. Assim, o desenvolvimento de intervenções específicas para cada tipo de trabalho mostra-se necessária.


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Adulto , Atividades Cotidianas , Associação , Extremidade Inferior , Doenças Musculoesqueléticas , Local de Trabalho , Transtornos de Adaptação , Avaliação de Eficácia-Efetividade de Intervenções
19.
Rev. bras. ciênc. mov ; 21(4): 30-40, 2013.
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-733831

RESUMO

Vários são os benefícios à saúde relacionados à prática regular de atividade física. Sabe-se que esta auxilia de forma relevante na prevenção ou tratamento de doenças crônicas, como as cardiovasculares. Sugere-se que algumas variáveis sociodemográficas estejam associadas à prática suficiente de atividades físicas entre estudantes universitários. Entretanto, estudos nesta perspectiva necessitam de grandes amostras representativas para proporcionar possibilidade de inferir relações entre as variáveis sobre a população em questão, o que dificulta a realização deste tipo de trabalho. Neste contexto, objetivo do presente estudo foi verificar a associação entre os fatores sociodemográficos: (sexo, idade, estado civil, nível socioeconômico, local de residência, turno e área de estudo) com a prática suficiente de atividades físicas moderado-vigorosas em uma amostra representativa de 1.599 universitários do ensino federal do Paraná. Foi aplicado questionário da Associação Brasileira de Empresas e Pesquisa (ABEP) para obtenção das variáveis socioeconômicas e a prática de atividade física foi estimada através do International Physivcal Activity Questionaire (IPAQ). A associação entre as variáveis foi testada por meio da Razão de Prevalência utilizando a regressão de Poisson, com significância para p<0,05. A prevalência de indivíduos classificados como Ativos foi de 45,5% (IC 95%: 43 – 48). Verificou-se associação dos fatores: sexo masculino (p<0,01), local de residência, morar com familiares (p=0,02), turno de estudo, diurno (p=0,04) e área de estudo, Biológicas (p<0,01) com a prática suficiente de atividades físicas. A presença de associação entre estas variáveis sociodemográficas e a prática de atividade física moderado-vigorosa aponta a necessidade de estratégias para aumento desta prática, com o mínimo de 150 minutos por semana, entre universitários.


There are several health benefits associated with regular physical activity. It is known that physical activity assists in the prevention or treatment of chronic diseases such as cardiovascular disease. Is suggested that some demographic variables are associated with the practice of sufficient physical activity among college students. However, studies in this perspective require large representative samples to provide possibility to infer relationships between variables on the population in question, difficulty to perform this type of research. In this context, the aim of this study was to investigate the association between sociodemographic factors: (gender, age, marital status, socioeconomic status, place of residence, period of study and study area) with enough practice of moderate-vigorous physical activity in a representative sample of 1,599 college students of Paraná. A questionnaire of the Brazilian Association of Research Companies (ABEP) was applied to obtain the socioeconomic variables, and physical activity was estimated by the International Physical Activity Questionnaire (IPAQ). The association between variables was tested by the Prevalence Ratio using Poisson Regression, with p <0.05 to significance. The prevalence of individuals classified as active was 45.5% (95% CI: 43 - 48). Was showed association with factors: masculine gender (p <0.01), place of residence, with family (p = 0.02), period of study, daytime (p = 0.04) and study area, biological (p <0.01) with sufficient practice of physical activities. The presence of association between these sociodemographic variables and physical activity moderate-vigorous demonstred the need for 150 minutes per week among college students.


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Adulto , Associação , Doença Crônica , Exercício Físico , Atividade Motora , Sistema Musculoesquelético , Fatores de Risco , Estudantes , Universidades , Peso Corporal , Depressão , Comportamento Sedentário
20.
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-641488

RESUMO

Objetivo: Avaliar a concordância entre o diagnóstico nutricional obtido pela avaliação nutricional subjetiva global (ANSG) com o obtido pela avaliação antropométrica em pacientes internados em um hospital da rede pública, na cidade de Fortaleza-CE, Brasil. Métodos: Realizou-se a avaliação do estado nutricional em todos os 50 pacientes que estavam internados, no período de agosto a setembro de 2008. Além das medidas de peso, altura, circunferência do braço e prega cutânea tricipital, utilizou-se o formulário da ANSG em cada paciente. O diagnóstico nutricional foi estabelecido a partir do percentual de adequação de cada medida e da pontuação obtida através do formulário. Avaliou-se a concordância entre os diagnósticos obtidos pelos dois métodos, através do teste Qui-Quadrado, com correção de continuidade. Resultados: Participaram da pesquisa 31 (62%) pacientes do sexo masculino e 19 (38%) do sexo feminino, com idade de 37,08±11,92 anos. Existiu associação entre o diagnóstico nutricional da ANSG com o diagnóstico nutricional da avaliação antropométrica final, sendo encontradas diferenças estatisticamente significantes (p= 0,047) entre ambos os diagnósticos. Conclusão: Podem existir discordâncias de diagnóstico nutricional quando o paciente é avaliado por diferentes métodos.


Objective: To evaluate the correlation between the nutritional diagnosis by subjective global nutritional assessment (SGA) and that obtained by anthropometric measurements in patients admitted to a public hospital in the city of Fortaleza-CE, Brazil. Methods: Assessment of nutritional status was conducted for all 50 patients who were hospitalized in the period from August to September 2008. Besides measurement of weight, height, arm circumference and triceps skinfold thickness, SGA form was applied to each patient. Nutritional status was established based on the percentage of appropriateness of each measure and on the scores obtained through the form. Agreement between the diagnoses obtained by the two methods was assessed using the chi-square test with continuity correction. Results: Study participants were 31 (62%) male patients and 19 (38%) females, aged 37.08 ± 11.92 years. Association was found between nutritional diagnosis through SGA and nutritional diagnosis based on final anthropometric evaluation, with statistically significant differences (p = 0.047) between both diagnoses. Conclusion: There may be disagreement concerning nutritional diagnosis when the patient is assessed by different methods.


Assuntos
Associação , Avaliação Nutricional , Estado Nutricional
SELEÇÃO DE REFERÊNCIAS
DETALHE DA PESQUISA