Your browser doesn't support javascript.
loading
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 20 de 38
Filtrar
Mais filtros










Filtros aplicados

Tipo de estudo
Intervalo de ano de publicação
1.
Gac. méd. boliv ; 39(1): 16-19, jun. 2016. ilus, graf, mapas, tab
Artigo em Espanhol | LILACS | ID: lil-797287

RESUMO

Objetivos: desarrollar un test 3D automatizado para valorar la estereopsis, test que podría ser ampliamente difundido con el actual auge de la tecnología 3D en video juegos. Métodos: se realizó un estudio comparativo, prospectivo, transversal, inicialmente se desarrolló el test 3D con Scratch versión 1.4 y posteriormente se realizó el mismo en 19 personas entre 15 y 40 años con agudeza visual de 20/20 ó 20/25, se compararon los resultados con los obtenidos con el Test de Titmus. Resultados: encontramos una Agudeza Visual Estereoscópica (AVE) media de 55,32 arcos por segundo con el test 3D automatizado, con el Test de Titmus encontramos una AVE media de 57,89. Realizamos el análisis estadístico con el programa SPSS, con un Alfa de Cronbach de 0,988 lo que indica que existe correlación entre los resultados obtenidos por ambos test. Conclusiones: consideramos que el test 3D automatizado es válido para su utilización en posteriores investigaciones y se constituye en una buena opción para valoración de estereopsis.


Objective: to develop a 3D automated test to assess stereopsis, test could be widely disseminated with the current boom of 3D technology in video games. Methods: a comparative, prospective, cross-sectional study, initially the 3D test was developed with Scratch version 1.4 and later it was performed in 19 people between 15 and 40 years with visual acuity of 20/20 or 20/25, were compared the results with those obtained with the Titmus test. Results: we found an average Stereoscopic Visual Acuity (AVE) of 55.32 arcs per second with automated 3D test with the Titmus test found a mean of 57.89 AVE. We performed statistical analysis using the SPSS program, with a Cronbach’s alpha of 0.988 indicating that there is a correlation between the results obtained by both tests. Conclusion: we believe that 3D automated test is valid for use in further research and constitutes a good choice for assessment of stereopsis.


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Adolescente , Adulto , Percepção de Profundidade , Tecnologia/instrumentação , Piscadela
2.
Rev. bras. oftalmol ; 74(5): 303-305, set.-out. 2015. ilus
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-757451

RESUMO

Objetivo:Determinar as medidas da distância interpupilar (DIP) e convergência ocular na população présbita com pupilômetro de reflexo corneano.Métodos:Cento e sessenta pacientes, com idades entre 41 e 85 anos, sendo 66 do sexo masculino e 94 do sexo feminino, foram avaliados com medida da DIP longe e de perto com PRC.Resultados:A média da idade foi de 55,9 ± 11,5 anos, com DIP média de 65,02 ± 2,78 e 62,47 ± 3,15mm para o sexo masculino e feminino, respectivamente. A média da convergência foi de 5,00 ± 0,5mm. Houve forte correlação direta entre o aumento da DIP e a convergência.Conclusão:Este estudo sugere que a DIP média é pouco menor na população présbita feminina e que existe variação da convergência de acordo com a DIP do paciente.


Objective:To determine the measurements of interpupillary distance (IPD) and ocular convergence in the presbyopic population with corneal reflex pupillometer.Methods:160 subjects (66 males and 94 females) aged 41 to 85 years have their measurements of IPD done - far and near - by CRP method.Results:The mean age was 55.9 ± 11.5 years; the average IPD was 65.02 ± 2.78 and 62.47 ± 3.15 mm for male and female respectively. Also, the average convergence was 5.00 ± 0.5 mm. There was a strong direct correlation between the increase in IPD and convergence.Conclusions:This study suggests that the average IPD is slightly smaller in presbyopic female population, and there is variation in the convergence according to the IPD of the subject.


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Adulto , Pessoa de Meia-Idade , Idoso de 80 Anos ou mais , Piscadela , Convergência Ocular , Pesos e Medidas , Presbiopia/diagnóstico , Refração Ocular , Estudos Prospectivos
3.
Bauru; s.n; 2015. 80 p. graf, tab.
Tese em Inglês | LILACS, BBO - Odontologia | ID: biblio-880077

RESUMO

The present study aimed to estimate the reliability of the nociceptive blink reflex (nBR) and to evaluate the possible association between the nBR and various pain-related psychological measures: the Anxiety Sensitivity Index-3 (ASI-3), the Fear of Pain Questionnaire III (FPQ-III), the Pain Vigilance and Awareness Questionnaire (PVAQ), the Somatosensory Amplification Scale (SSAS), the Pain Catastrophizing Scale (PCS) and the Situational Pain Catastrophizing Scale (S-PCS). Twenty-one healthy participants were evaluated in two sessions. The nBR was elicited by a so-called "nociceptive-specific" electrode placed over the entry zone of the right supraorbital (V1R), infraorbital (V2R) and the mental (V3R) nerve and left infraorbital (V2L) nerve. The outcomes were: (a) individual electrical sensory (I0) and pain thresholds (IP); b) root mean square (RMS), area-under-thecurve (AUC) and onset latencies of R2 responses; and c) stimulus-evoked pain on a 0-10 numerical rating scale. The questionnaires ASI-3, FPQ-III, PVAQ, SSAS, PCS and S-PCS were also applied. Intraclass Correlation Coefficients (ICCs) and Kappa statistics were computed as a measure of the reliability (α=5%). Besides, Pearson correlation coefficient was used to associate the average of nBR measurements among all sites and the questionnaires. The significance level was set up after a Bonferroni correction (adjusted α=0.8%). ICCs were fair to excellent in 82% of the psychophysical measures and in 86% of V1R, V2R and V2L nBR parameters, whereas the V3R showed poor reliability in 52%. ICCs for intrarater reliability were fair to excellent in 70% of measurements (V3R showed the lowest values) and in 75% of interrater measurements. All kappa values showed at least fair agreement and the majority of the nBR measures (93%) were considered to have moderate to excellent reliability. There was no correlation for any pair of variables considering the adjusted significance level (p>0.008) and only a single significant correlation considering the standard significance level (p < 0.05), where the pain intensity (NRS) at 50% of IP presented a positive and small to moderate correlation with the PCS (r = 0.43, p = 0.047). The nBR and its associated psychophysical measures can be considered a sufficiently reliable test to assess the trigeminal nociceptive function. On the other hand, it seems not associated with psychological factors in healthy participants.


O presente estudo teve como objetivo estimar a confiabilidade do reflexo de piscar nociceptivo (nBR, sigla em inglês) e avaliar a possível associação entre o nBR e várias medidas psicológicas relacionadas à dor: o Anxiety Sensitivity Index-3 (ASI-3), o Fear of Pain Questionnaire III (FPQ-III), o Pain Vigilance and Awareness Questionnaire (PVAQ), o Somatosensory Amplification Scale (SSAS), o Pain Catastrophizing Scale (PCS) e o Situational Pain Catastrophizing Scale (S-PCS) (siglas e nomes em inglês). Vinte e um participantes saudáveis foram avaliados em 2 sessões. O nBR foi estimulado por meio de um eletrodo "nociceptivo específico" posicionado na zona de entrada do nervo supraorbital direito (V1D, sigla em inglês), infraorbital direito (V2D) e esquerdo (V2E) e mentual direito (V3R). As variáveis analisadas foram: a) limar elétrico sensorial (I0) e doloroso (IP); b) raíz quadrática média (RMS, sigla em inglês), área sobre a curva (AUC, sigla em inglês) e as latências da respostas R2; e c) dor provocada pelo estímulo em uma escala numérica de O a 10. Os questionários ASI-3, FPQ-III, PVAQ, SSAS, PCS e S-PCS também foram aplicados. Coeficiente de Correlação Intraclasse (ICC, sigla em inglês) e estatística Kappa foram calculados como medidas da confiabilidade (α=5%). Além disso, coeficiente de correlação de Pearson foi usado para associar a média do nBR entre todos os sítios de avaliação e os questionários. O nível de significância foi ajustado após correção de Bonferroni (α ajustado=0.8%). ICCs foram razoáveis à excelentes em 82% das medidas psicofísicas e em 86% dos parâmetros do nBR em V1D, V2D e V2E, enquanto que 52% das medidas em V3D apresentaram pobre confiabilidade. ICCs para confiabilidade intra-examinador foram razoáveis à excelente em 70% das medições (V3D apresentou os menores valores) e em 75% das medidas inter-examinadores. Todos os coeficientes Kappa apresentaram pelo menos razoável concordância e a maioria das medidas do nBR (93%) foram consideradas moderadas à excelente em termos de confiabilidade. Não houve correlação para nenhum par de variáveis considerando os valores ajustados de significância (p>0,008) e somente foi constatada uma correlação significante considerando o nível de significância padrão (p<0,005), em que a intensidade de dor em 50% do IP apresentou uma correlação positiva entre pequena e moderada com o PCS. O nBR e suas medidas psicofísicas associadas pode ser considerado um teste com suficiente confiabilidade para avaliar a função nociceptiva trigeminal. Por outro lado, parece que o nBR não está associado com fatores psicológicos em participantes saudáveis.


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Adulto , Piscadela/fisiologia , Mialgia/fisiopatologia , Mialgia/psicologia , Medição da Dor/métodos , Nervo Trigêmeo/fisiologia , Análise de Variância , Eletromiografia/métodos , Variações Dependentes do Observador , Limiar da Dor/fisiologia , Valores de Referência , Reprodutibilidade dos Testes , Inquéritos e Questionários
5.
Arq. neuropsiquiatr ; 71(11): 862-865, 1jan. 2013. tab
Artigo em Inglês | LILACS | ID: lil-691315

RESUMO

The blink reflex – a simple, non-invasive and inexpensive test – may be indicative of lesions or dysfunctions of the brainstem, and particularly assesses the trigeminal-facial arch. Results from alterations of the blink reflex in patients with headaches have provided controversial data. Method Registration of the waves R1 and R2 (ipsilateral to the stimulus) and R2c (contralateral to the stimulus) by electroneuromyography. Results A large number of controls (n=160) and patients with chronic migraine (n=160) were studied. No significant differences were observed between the two groups. Conclusion It is possible that this relatively simple and primitive reflex is not affected unless there is significant damage to the brainstem. .


O reflexo do piscamento é um teste simples, não invasivo de baixo custo que pode direcionar o raciocínio para lesões ou disfunções do traonco cerebral, avaliando particularmente o arco trigêmeo-facial. Resultados de reflexo do piscamento em pacientes com cefaleias têm mostrado dados controversos. Método Registro das ondas R1 e R2 (ipsilaterais ao estímulo) e R2c (contralateral ao estímulo) por eletroneuromiografia. Resultados Um grande número de controles (n=160) e pacientes com enxaqueca crônica (n=160) foi avaliado. Não foram encontradas diferenças significativas no reflexo do piscamento entre os dois grupos. Conclusão É possível que este reflexo, por ser relativamente simples e primitivo, não esteja alterado a menos que ocorram danos significativos no tronco cerebral. .


Assuntos
Feminino , Humanos , Masculino , Pessoa de Meia-Idade , Piscadela/fisiologia , Transtornos de Enxaqueca/fisiopatologia , Tronco Encefálico/fisiopatologia , Estudos de Casos e Controles , Doença Crônica , Eletromiografia/métodos , Nervo Facial/fisiopatologia , Valor Preditivo dos Testes , Valores de Referência , Fatores Sexuais , Nervo Trigêmeo/fisiopatologia
6.
Arq. neuropsiquiatr ; 71(3): 174-179, mar. 2013. tab, graf
Artigo em Inglês | LILACS | ID: lil-668764

RESUMO

The objective of this article was to investigate, with a systematic protocol of quantitative sensory testing, patients with persistent idiopathic facial pain (PIFP) and others with trigeminal traumatic neuropathic pain (TTN) compared to controls. Thirty patients with PIFP, 19 with TTN, and 30 controls were evaluated on subjective numbness and dysesthesia and with a systematic protocol of quantitative sensory testing for thermal evaluation (cold and warm), mechanical detection (touch and pinpricks for mechanical pain), superficial pain thresholds, and corneal reflex. We found that PIFP and TTN had numbness and dysesthesia higher than controls (p<0.001 and p=0.003), and that in both of them mechanical pain by pinpricks detection was abnormal intra and extra orally at the mandibular branch (p<0.001). Cold, warm, and tactile detections and pain thresholds were similar among the groups. Corneal reflex was abnormal in TTN (p=0.005). This study supports neuropathic mechanisms involving pain processing in PIFP and that the criterion on absence of sensorial variations in PIFP should be revised.


O objetivo deste artigo foi investigar, com um protocolo sistemático de testes sensitivos quantitativos, pacientes com dor facial idiopática persistente (DFIP) e outros com dor neuropática trigeminal traumática (DNTT) comparado aos controles. Trinta pacientes com DFIP, 19 com DNTT e 30 controles foram avaliados quanto à dormência e à disestesia subjetiva e por meio de um protocolo sistemático de testes sensitivos quantitativos, que incluiu avaliação térmica (frio e quente), detecção mecânica (táctil e alfinetes), limites de dor superficial e reflexo córneo-palpebral. Foi observado que os pacientes apresentaram mais dormência e disestesia do que os controles (p<0,001 e p=0,003), além de mais anormalidades intra e extraorais no ramo mandibular (p<0,001). As alterações de calor, frio, dor e tato foram semelhantes entre os grupos. O reflexo córneo-palpebral foi anormal somente no grupo com DNTT (p=0,005). Este estudo suporta mecanismos de dor neuropática envolvidos no processamento da DFIP, e o critério de ausência de variações sensoriais nesta deve ser revisto.


Assuntos
Adulto , Idoso , Feminino , Humanos , Masculino , Pessoa de Meia-Idade , Dor Facial/fisiopatologia , Medição da Dor/métodos , Limiar da Dor/fisiologia , Traumatismos do Nervo Trigêmeo/fisiopatologia , Análise de Variância , Piscadela/fisiologia , Estudos de Casos e Controles , Reprodutibilidade dos Testes , Estatísticas não Paramétricas
7.
Biosci. j. (Online) ; 27(3): 444-451, may./jun. 2011.
Artigo em Português | LILACS | ID: biblio-911825

RESUMO

O objetivo deste trabalho foi avaliar os efeitos da prilocaina associada à felipressina na anestesia peribulbar em gatos. Foram utilizados oito gatos adultos, machos e fêmeas, com peso entre 2 e 3 kg. Cada animal recebeu clorpromazina (1,0 mg.kg-1 por via intramuscular) como medicação pré anestésica e propofol (3,0 mg.kg-1 por via intravenoso) para indução anestésica. Foi introduzida uma agulha hipodérmica de 0,38 x 13 mm moldada manualmente até atingir a forma de "L" na porção superior da cavidade orbitária em direção ao fórnice e administrada prilocaína a 3% com vasoconstritor na dose de 5 mg.kg-1. Foi observada proptose após uma média de 2,28 ± 1,52 minutos, e este efeito durou em média 75,22 ± 26,99 minutos. Também ocorreu perda do reflexo corneano após 3,00 ± 1,69 minutos e sua duração foi de 73,75 ± 17,98 minutos em média. A prilocaína 3% com vasoconstritor manteve o globo ocular concêntrico, sem nistagmo e aboliu os reflexos corneanos sem causar efeitos colaterais.


The purpose of this study was to verify the effects of prilocaine 3% associated to felypressin for peribulbar anesthesia in cats. Eight adult cats, male and female, weighing between 2 and 3 kg, received chlorpromazine (1.0 mg.kg-1, intramuscular) and propofol (3.0 mg.kg-1, intravenously). While, prilocaine at 3% (5.0 mg.kg-1) was administered by using an L-shape hypodermic needle (0.38 x 13 mm), which was introduced in the upper portion of the orbital cavity towards the fornix. The onset of proptosis was observed in 2.28 ± 1.52 minutes and lasted 75.22 ± 26.99 minutes. The loss of the corneal reflex occurred after 3.00 ± 1.69 minutes and lasted 73.75 ± 17.98 minutes. It can be concluded that 3% prilocaine with felypressin solution induces centralization of the eyeball without nistagmus and abolition the corneal reflexes without causing any collateral effects in cats.


Assuntos
Gatos , Anestesia Local , Piscadela , Gatos , Felipressina , Prilocaína
8.
Biol. Res ; 44(3): 295-299, 2011. ilus
Artigo em Inglês | LILACS | ID: lil-608626

RESUMO

In an experiment we examined whether the repeated presentation of tones of gradually increasing intensities produces greater decrement in the eyeblink reflex response in humans than the repetition of tones of constant intensities. Two groups of participants matched for their initial level of response were exposed to 110 tones of 100-ms duration. For the participants in the incremental group, the tones increased from 60- to 90- dB in 3-dB steps, whereas participants in the constant group received the tones at a fixed 90-dB intensity. The results indicated that the level of response in the last block of 10 trials, in which both groups received 90-dB tones, was significantly lower in the incremental group than in the constant group. These findings support the data presented by Davis and Wagner (7) with the acoustic response in rats, but differ from several reports with autonomic responses in humans, where the advantage of the incremental condition has not been observed unambiguously. The discussion analyzes theoretical approaches to this phenomenon and the possible involvement of separate neural circuits.


Assuntos
Adolescente , Feminino , Humanos , Piscadela/fisiologia , Habituação Psicofisiológica , Reflexo de Sobressalto/fisiologia , Estimulação Acústica , Resposta Galvânica da Pele/fisiologia
9.
Arq. bras. oftalmol ; 73(4): 329-332, July-Aug. 2010. ilus, tab
Artigo em Inglês | LILACS | ID: lil-560604

RESUMO

PURPOSE: To determine if the distribution of inter-blink time intervals is constant with repeated measurements with and without topical ocular anesthesia. METHODS: Inter-blink time was measured in 15 normal subjects ranging from 19 to 32 years (mean ± SD= 23.9 ± 3.20) with the magnetic search coil technique on 3 different occasions, the last one with topical ocular anesthesia. RESULTS: One-way analysis of variance for repeated measurements showed that topical anesthesia significantly reduced the blink rate (blinks per minute), which was constant in the first two measurements (F=8.27, p=0.0015. First measurement: mean ± SD= 13.7 ± 7.8; second measurement: 13.1 ± 8.5 SD; with topical anesthesia: = 7.2 ± 4.6). However, distributions shape was not affected when the blink rate was reduced. The three distributions followed a Log Normal pattern, which means that the time interval between blinks was symmetrical when the time logarithm was considered. CONCLUSIONS: Topical ocular anesthesia reduces the rate of spontaneous blinking, but does not change the distribution of inter-blink time interval.


OBJETIVOS: Determinar se a distribuição dos intervalos do piscar espontâneo se mantém em medidas repetidas com e sem anesthesia tópica ocular. MÉTODOS: Os intervalos entre movimentos de piscar da pálpebra superior foram medidos com rastreamento magnético (Magnetic Search Coil) em 15 sujeitos (11 do sexo masculino) normais com idades entre 19 a 32 anos (média 23,86 ± 3,20 dp anos). RESULTADOS: Análise de variância unifatorial para medidas repetidas mostrou que a anesthesia tópica ocular diminuiu significativamente a frequência média (número de blinks/minuto) do piscar espontâneo, a qual se manteve constante nas duas primeiras medidas (F=8,27, p=0,0015. Primeira medida 13,7 ± 7,8 DP; segunda medida 13,1 ± 8,5; com anestesia tópica 7,2 ± 4,6). No entanto, a forma da distribuição nas 3 medidas obedeceu uma distribuição do tipo Log Normal, de modo que os intervalos de piscar foram normalmente distribuídos quando o logaritmo do intervalo foi considerado. CONCLUSÕES: A anesthesia tópica ocular diminui significativamente a frequência de piscar, mas não altera a distribuição dos intervalos do piscar espontâneo.


Assuntos
Adulto , Feminino , Humanos , Masculino , Adulto Jovem , Anestesia , Anestésicos Locais/farmacologia , Piscadela/efeitos dos fármacos , Soluções Oftálmicas/farmacologia , Administração Tópica , Análise de Variância , Piscadela/fisiologia , Estatísticas não Paramétricas , Fatores de Tempo
10.
Gac. méd. Caracas ; 118(1): 53-59, mar. 2010. ilus, graf, tab
Artigo em Espanhol | LILACS | ID: lil-630610

RESUMO

El período comprendido entre junio de 1793 y julio de 1794 fue conocido en Francia como ¨El reinado del terror¨ o simplemente ¨El Terror¨. El levantamiento que ocurrió con el destronamiento de la monarquía, la preocupación de una invasión por parte de poderes monarquistas foráneos y el temor de una contrarrevolución por parte de los partidos pro monárquicos, todos combinados, condujeron a la nación al caos y al gobierno a un frenesí de locura. La mayoría de las reformas democráticas introducidas por la revolución fueron suspendidas y ejecuciones al mayor fueron llevadas a cabo mediante la guillotina, instrumento introducido por el Dr. Joseph Guillotin para proveer de una muerte efectiva y rápida. El tribunal revolucionario sentenció entre quince y cuarenta mil personas incluyendo a nobles, ciudadanos de a pie, intelectuales, políticos y prostitutas sin o con pocos motivos. La sospecha de ¨crímenes contra la libertad¨ fue suficiente para ganarse una cita con ¨Madame Guillotine¨. Algunos arguyeron que el instrumento lejos de ser rápido e indoloro, producía la más profunda y horrible tortura: el saber que se sería guillotinado y algunos estaban convencidos que existía una ventana de unos 25 segundos durante los cuales la cabeza decapitada respondía parpadeando o moviendo los ojos al llamado y retenía el reflejo corneal hasta por dos minutos


The period from June 1793 to July 1794 in France was known as the ¨Reign of Terror¨ or simply ¨the Terror¨. The upheaval following the overthrow of the monarchy, fear of invasion by foreign monarchist powers and the fear of counterrevolution from pro-monarchy parties within France all combined to throw the nation into chaos and the government into frenzied paranoia. Most of the democratic reforms of the revolution were suspended and wholesale executions by guillotine, the instrument introduced by Dr. Joseph Guillotine to provide a swift a death. The Revolutionary Tribunal sentenced between 15 000 and 40 000 of nobles, commoners, intellectuals, politicians and prostitutes on little or no grounds. Suspicion of ¨crimes against liberty¨ was enough to earn one an appointment with ¨Madame Guillotine¨. Some felt the guillotine, far from being quick and painless, was an instrument of the most profound and horrible torture: to be aware of having been beheaded, and some felt that there was window of awareness of some of twenty five seconds in which the decapitated head blink and move the eyes on command, and retain corneal reflex a two minutes span


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Decapitação/história , Piscadela/fisiologia , Terrorismo/história , Consciência , Revolução Francesa , Tortura
11.
Arq. bras. oftalmol ; 72(5): 682-686, set.-out. 2009. graf, tab
Artigo em Inglês | LILACS | ID: lil-534192

RESUMO

OBJECTIVE: Investigate the average blinking time in conversation and in Video Display Terminal use of young adults and adults in the presbyopic age group. METHODS: A transversal analytical study in a readily accessible sample consisting of Volkswagen do Brasil - Curitiba, Paraná employees was performed. The cohort group consisted of 108 subjects divided into two age groups: Group 1, the young adult group (age range 20-39): 77 employees, mean age of 30.09 ± 5.09; Group 2, the presbyopic adult group, (age range 40-53): 31 employees, mean age of 44.17 ± 3. Subjects under 18 years of age, with a history of ocular disorders, contact lens wearers and computer non-users were excluded. The subjects had their faces filmed for 10 minutes in conversation and VDT reading. Student's t-test was used and the statistical significance level was 95 percent. RESULTS: The average time between blinks in Group 1 for conversation and VDT reading was 5.16 ± 1.83 and 10.42 ± 7.78 seconds, respectively; in Group 2. 4,9 ± 1.49 and 10.46 ± 5.54 seconds. In both age groups, the time between blinks in VDT reading situations was higher (p<0.0001). There was no statistically meaningful difference for conversation and VDT reading situations when the two studied age groups were compared (p>0.05). CONCLUSION: There was an increase in the blinking time between young adults and the presbyopic group in VDT use situations when compared with reading situations. The difference in the blinking frequency between young adults and the presbyopic group in VDT use and reading situations was not statistically significant.


OBJETIVOS: Investigar o intervalo entre as piscadas em adultos jovens e em présbitas, durante conversação e leitura no monitor do computador. MÉTODOS: Realizou-se estudo transversal, analítico, em amostra prontamente acessível, composta por funcionários da Volkswagen do Brasil, em Curitiba (Paraná-Brasil). A amostra foi dividida em dois grupos de acordo com a idade: grupo 1 (20-39 anos); grupo 2 (40-53 anos). Foram excluídos menores de 18 anos, portadores de doenças oculares, usuários de lentes de contato e não usuários de computador. Os participantes tiveram suas faces filmadas por 10 minutos durante atividades de conversação e leitura no monitor do computador. Utilizou-se teste t de Student,com nível de significância de 95 por cento. RESULTADOS: A amostra compôs-se de 108 indivíduos, sendo o grupo 1 com 77 indivíduos, com idade média 30,09 ± 5,09 anos e grupo 2 com 31 indivíduos, com idade média 44,17 ± 3 anos. O tempo médio entre as piscadas, no grupo 1, em conversação foi de 5,16 ± 1,83 e leitura no monitor de 10,42 ± 7,78 segundos; no grupo 2, em conversação foi de 4,9 ± 1,49 e leitura no monitor de 10,46 ± 5,54 segundos. Encontrou-se distância maior entre as piscadas, durante a leitura no monitor (p<0,0001) nos dois grupos etários. Conferindo os resultados encontrados nos dois grupos, nas situações de conversação e leitura no monitor, não houve diferença estatisticamente significativa (p>0,05). CONCLUSÃO: Houve um aumento no intervalo entre as piscadas, em adultos jovens e em présbitas, durante a leitura em monitor quando comparada com situação de conversação. Não se evidenciou diferença estatisticamente significativa entre os participantes dos dois grupos, nas situações de conversação e leitura no monitor.


Assuntos
Adulto , Humanos , Pessoa de Meia-Idade , Adulto Jovem , Piscadela/fisiologia , Terminais de Computador , Presbiopia/fisiopatologia , Leitura , Comportamento Verbal , Métodos Epidemiológicos , Fatores de Tempo , Adulto Jovem
12.
São Paulo; s.n; 2009. [234] p. tab, ilus.
Tese em Português | LILACS | ID: lil-554428

RESUMO

A relação trabalho e visão é tão remota que determinou a adaptação da espécie humana ao meio em que está inserida. Demonstrou-se que trabalhar em um ambiente confortável, sem doenças ocular, favorece o desempenho visual e aumenta a produtividade. Conhecer os efeitos do monitor de computador (VDT) sobre o sistema visual significa planejar melhor o ambiente de trabalho e a atividade laboral para se obter máximo conforto e produtividade. Este estudo teve como objetivo geral analisar as alterações do piscar, do filme lacrimal e da superfície ocular induzidas pelo uso de monitor de computador (VDT). Para sua realização efetivou-se um estudo transversal, descritivo, observacional, analítico, realizado na Volkswagen do Brasil, São José dos Pinhais (PR), tendo como amostra, a população de funcionários do setor administrativo que utiliza VDT, com idade acima de 18 anos, sem doenças da superfície ocular, sistema palpebral e lacrimal. O ambiente de trabalho foi caracterizado pela temperatura, grau de umidade, velocidade do ar e iluminamento. Preencheram os critérios de inclusão 108 funcionários (idade média 34,1±7,88 anos e tempo mínimo de utilização do VDT 6 horas/dia). Foram avaliados as sintomatologias, filmagem da face para mensuração do tempo entre piscadas na situação de conversação, exame do olho externo e biomicroscopia das pálpebras, conjuntiva e córnea, filmagem videoceratoscópica para determinar tempo de ruptura do filme lacrimal, avaliação da quantidade de lágrima do lago lacrimal pelo Zone-Quick Phenol Red Thread tear test, avaliação do epitélio corneano pelo teste da lissamina verde, filmagem da face dos sujeitos para mensuração do tempo entre piscadas em leitura de VDT. Ao final da jornada de trabalho, foram feitas a reavaliação do tempo de ruptura do filme lacrimal da quantidade de lágrima e a avaliação do epitélio corneano. Compararam-se o tempo entre as piscadas em conversação e em uso de VDT e o tempo de ruptura do filme...


The relationship between work and vision is so remote that has determined the adaptation of human beings to the environment in which they are inserted. It has been demonstrated that working in a pleasant environment, without any ocular disease, has favored visual performance and increased productivity. Knowing the effects of video terminal display (VDT) on the visual system helps plan labor environments and labor activities more effectively so that optimal comfort and productivity are obtained. This transversal study, performed at Volkswagen do Brasil, São José dos Pinhais, PR, has the objective to investigate the influence of VDT labor activities on blinking, tear film and ocular surface, ocular exposure and amount of tear in the lacrimal lake. The population sample comprised VDT administrative department employees older than 18, without diseases on the ocular surface, tear film and blinking system. The evaluation of the working environment included measurements of temperature, humidity, air speed and lighting. One hundred and eight employees met the study criteria (mean age 34.1±7.88 and minimal VDT use time of 6 hours/day). Several evaluations were performed: the ocular surface symptomatology; the measurement of the blink time in conversation situations; the examination of the ocular surface and lacrimal film; a videokeratoscopy to establish the tear film break-up time; evaluation of the amount of tears of the lacrimal lake by means of the Zone-Quick Phenol Red Thread tear test; evaluation of the corneal epithelium by means of thelissamine green test; and determination of the blink time in VDT reading situations. At the end of the working period, the amount of tears and the corneal epithelium structure were re-evaluated. Comparisons between the blink time in conversation and VDT reading situations were performed before and at the end of the working day. The comparison data obtained classifies the subjects into two categories: exposed...


Assuntos
Adulto , Pessoa de Meia-Idade , Idoso de 80 Anos ou mais , Aparelho Lacrimal/efeitos da radiação , Exposição Ambiental , Saúde Ocular , Microcomputadores , Exposição Ocupacional , Piscadela/efeitos da radiação , Transtornos da Visão , Jornada de Trabalho , Categorias de Trabalhadores
14.
Medicina (B.Aires) ; 68(4): 318-324, jul.-ago. 2008. ilus
Artigo em Espanhol | LILACS | ID: lil-633562

RESUMO

El blefaroespasmo esencial benigno cursa con movimientos repetitivos anormales del cierre de los párpados y espasmo del músculo orbicular de los ojos. Modernas teorías postulan que este trastorno del movimiento se origina por alteraciones en el procesamiento de la información aferente, con posterior desintegración de dicha información a nivel del programa neural sensorimotor que existe en el sistema nervioso central, que se manifiesta luego como movimiento anormal en los individuos genéticamente susceptibles. Diferentes investigaciones que incluyen estudios imagenológicos, genéticos y neurofisiológicos han proporcionado nuevos hallazgos acerca de las áreas neurales involucradas en esta patología y la forma como se genera este trastorno. Dentro de estas investigaciones sobresale el estudio del reflejo del parpadeo obtenido eléctricamente, el cual consta de tres respuestas llamadas no-nociceptiva (R1), nociceptiva (R2) y ultranociceptiva (R3). Dicho reflejo y, principalmente, la respuesta refleja ultranociceptiva (R3) parece ser muy útil para entender más profundamente la fisiopatología de esta distonía focal y realizar la endofenotipificación funcional y seguimiento en la neuro rehabilitación correspondiente de este complejo problema neurológico.


Benign essential blepharospasm is characterized by abnormal repetitive movements of lid closure and spasm of the orbiculari oculi muscles. Modern theories postulate that this movement disorder originates by abnormal processing of afferent information with further disintegration of the sensorimotor neural program at central levels of the nervous system all of which is seen as dystonic movements in genetically susceptible people. Different investigations including neuroimagin, genetic and neurophysiological studies have discovered new findings on what structures are involved and how this abnormal movement is generated. Among these research is noteworthy the study of electrically elicited blink reflex. It consists of three responses called non-nociceptive (R1), nociceptive (R2) and ultranociceptive (R3). Such blink reflexes, mostly the ultranociceptive response (R3), seem to be very useful to understand more deeply the pathophysiology of this focal dystonia, to perform the functional endophenotyping and to do a more appropriate follow-up of this complex neurological problem.


Assuntos
Humanos , Blefarospasmo/fisiopatologia , Piscadela/fisiologia , Espasmo Hemifacial/fisiopatologia , Blefarospasmo/genética , Aparelho Lacrimal/fisiopatologia
15.
Arq. bras. oftalmol ; 71(3): 381-384, maio-jun. 2008. graf, tab
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-486115

RESUMO

OBJETIVO: Avaliar o ritmo de piscar de portadores de pterígio antes e depois da exérese. MÉTODOS: Foram avaliados os movimentos palpebrais de 41 pacientes antes e 60 dias depois da remoção cirúrgica da lesão. Os movimentos palpebrais foram capturados durante 1 minuto, usando filmadora Sony Digital 8 DCR - TRV110, sob iluminação artificial, com o indivíduo em posição primária do olhar, tendo como ponto de fixação a própria filmadora. As imagens obtidas foram processadas por computador, quantificando-se o total de movimentos de piscar, o número de piscar completo e incompleto, e as respectivas durações. Os dados foram submetidos à análise estatística. RESULTADOS: Antes da cirurgia 36,36 por cento dos pacientes queixavam-se de sensação de corpo estranho e após a cirurgia, 61,02 por cento estavam assintomáticos. A avaliação do ritmo de piscar revelou que a freqüência do piscar incompleto aumentou no pós-operatório. A duração do piscar não se alterou antes e após a cirurgia. CONCLUSÃO: A exérese do pterígio leva à diminuição dos sintomas irritativos. Após a remoção da lesão, houve discreto aumento da freqüência de piscar incompleto. Há a possibilidade da presença do pterígio não estar relacionada com alterações do filme lacrimal, considerando que a alteração do ritmo de piscar foi discreta. No entanto, outros estudos deverão ser realizados para afirmar ou contestar esta hipótese.


PURPOSE: To evaluate the eyeblink rate in patients with pterygium before and after the lesion exeresis. METHODS: Forty-one patients with pterygium were evaluated before and 60 days after the lesion exeresis. They were digitally videotaped during one minute in a standard setting using a Sony Digital 8 DCR - TRV110 and the images were transferred to a personal computer (McIntosh 400) and processed with the iMovie software. The patients stayed in primary gaze position, under artificial ilumination. Total blink, complete and incomplete blink and the opening and closure time were measured using frames scale. The data were submitted to statistical analysis. RESULTS: Before surgery, 36.36 percent of the patients with pterygium complained of foreign body and after that, 61.02 percent had no symptoms. The incomplete blink increased after surgery. The opening and closure time was similar before and after surgery. CONCLUSION: With pterygium exeresis the symptoms decreased and the incomplete blink increased a little. Nevertheless the blink rate barely changed. Further research needs to be provided to confirm this hypothesis.


Assuntos
Adulto , Idoso , Feminino , Humanos , Masculino , Pessoa de Meia-Idade , Adulto Jovem , Piscadela/fisiologia , Pterígio/cirurgia , Período Pós-Operatório , Estudos Prospectivos , Pterígio/fisiopatologia , Estatísticas não Paramétricas , Fatores de Tempo , Gravação de Videoteipe , Adulto Jovem
16.
Pediatr. día ; 24(2): 20-21, mayo-jun. 2008. ilus
Artigo em Espanhol | LILACS | ID: lil-547421

RESUMO

Al examinar a un paciente y detectar asimetría facial por ptosis unilateral, es necesario realizar un anamnesis completa y examen físico para dilucidar si se trata de un hecho aislado o es manifestación de un trastorno neuromuscular. A los padres les preocupa además el factor estético de la ptosis por lo cual se debe explicar y estudiar precozmente para mayor tranquilidad.


Assuntos
Humanos , Criança , Piscadela , Blefaroptose/congênito , Blefaroptose/diagnóstico , Blefaroptose/terapia , Blefaroptose/fisiopatologia , Síndrome
17.
Arq. bras. oftalmol ; 70(3): 481-486, maio-jun. 2007. tab
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-459836

RESUMO

OBJETIVO: Estabelecer o padrão de normalidade do ritmo de piscar em crianças normais em idade pré-escolar. MÉTODOS: Avaliaram-se 200 crianças de 4 a 6 anos, saudáveis, usando tomada de imagens digitais, nos planos frontal e lateral, em estado de vigília, em posição primária do olhar, estando o objeto de observação localizado na altura da pupila. Para a tomada das imagens foi utilizada uma filmadora Sony Lithium, sendo as mesmas gravadas em fitas 8 mm, transferidas para um computador MacIntosh G4 e processadas pelo programa iMovie, estudando-se: o tempo de abertura e o tempo de fechamento palpebral, o tempo de piscar completo e o ritmo de movimentos palpebrais por minuto, durante 3 minutos. Os resultados foram avaliados por estatística descritiva e gráfico de linhas. RESULTADOS: O piscar completo foi mais freqüente que o incompleto. O ritmo do piscar completo aumenta com o aumento da idade. Para o piscar incompleto, os valores foram semelhantes em todas as idades avaliadas. O tempo de fechamento e de abertura palpebral e o tempo de piscar completo foram semelhantes em meninos e meninas. O tempo de fechamento foi mais lento que o tempo de abertura palpebral. CONCLUSÕES: O ritmo de piscar completo aumenta com a idade. Os tempos de fechamento e de abertura palpebral e o tempo de piscar completo foram semelhantes em ambos os sexos, em todas as idades estudadas, sendo o fechamento mais lento que a abertura palpebral.


PURPOSE: To evaluate spontaneous blink activity in the primary eye position in normal preschool children. METHODS: Two hundred normal children aged 4 to 6 years were prospectively evaluated. They were digitally videotaped in a standard setting, taking the images on frontal and lateral plans, during the vigil state, in the primary eye position. The object of observation was located at the same level of the pupil. A Sony Lithium camera was used. The images were recorded on 8 mm tapes and transferred to a personal computer (MacIntosh G4) and processed with the iMovie software. Opening, closure and total blink times were measured using frame scale. The eyelid movement rhythm per minute was also evaluated, during three minutes. The data were submitted to statistical analysis. RESULTS: The complete eye blink was more frequently observed than the incomplete eye blink. The blink rate increased with age. The incomplete blink rate was the same for all the evaluated ages. The eyelid opening and closing times and the complete blink time were similar for both sexes, during all evaluation moments. There were no differences between genders regarding eye blink. The closing eyelid time was slower than the opening eyelid time. CONCLUSIONS: The complete blink rate increases with age. The closing and the opening eyelid times and the complete blink were similar for both sexes in all evaluated ages and the opening time is faster than the closing time.


Assuntos
Criança , Pré-Escolar , Feminino , Humanos , Masculino , Piscadela/fisiologia , Fatores Etários , Interpretação de Imagem Assistida por Computador , Estudos Prospectivos , Gravação de Videoteipe
18.
Rev. bras. otorrinolaringol ; 72(3): 341-347, maio-jun. 2006. ilus, tab
Artigo em Português, Inglês | LILACS | ID: lil-436285

RESUMO

OBJETIVOS: Padronização da técnica de secção do nervo facial extratemporal em ratos e elaboração de uma escala de avaliação da mímica facial desses animais antes e após essa secção. TIPO DE ESTUDO: Experimental. MÉTODO: Vinte ratos Wistar foram anestesiados com xilasina e ketamina e submetidos à secção do nervo facial próximo à sua emergência pelo forame mastóideo na pele. Todos os animais foram avaliados. Foram observados: fechamento ocular, reflexo de piscamento, movimentação e posicionamento das vibrissas, e foi elaborada uma escala de avaliação e graduação destes parâmetros. RESULTADOS: O tronco do nervo facial foi encontrado entre a margem tendinosa do músculo clavotrapézio e a cartilagem auricular. O tronco foi seccionado proximal à sua saída pelo forame mastóideo e os cotos foram suturados com nylon 9-0. Foi elaborada uma escala de avaliação e graduação da mímica facial independente para olho e vibrissa e a somatória dos parâmetros, como forma de avaliar a face paralisada. A ausência de piscamento e de fechamento ocular recebeu valor 1; a presença de contração do músculo orbicular, sem reflexo de piscamento, valor 2; fechamento ocular de 50 por cento através de reflexo de piscamento, valor 3, o fechamento de 75 por cento, valor 4. A presença de reflexo de piscamento com fechamento ocular completo recebeu valor 5. A ausência de movimento e posição posterior das vibrissas recebeu pontuação 1; tremor leve e posição posterior, pontuação 2; tremor maior e posição posterior, pontuação 3 e movimento normal com posição posterior, pontuação 4. A movimentação simétrica das vibrissas, com posição anterior recebeu pontuação 5. CONCLUSÃO: O rato apresenta anatomia que permite fácil acesso ao nervo facial extratemporal, possibilitando secção e sutura desse nervo de forma padronizada. Também foi possível estabelecer uma escala de avaliação e graduação da mímica facial dos ratos com paralisia facial a partir da observação clínica desses animais.


AIM: standardization of the technique to section the extratemporal facial nerve in rats and creation of a scale to evaluate facial movements in these animals before and after surgery. STUDY DESIGN: Experimental. METHOD: twenty Wistar rats were anesthetized with ketamine xylazine and submitted to sectioning of the facial nerve near its emergence through the mastoid foramen. Eye closure and blinking reflex, vibrissae movement and positioning were observed in all animals and a scale to evaluate these parameters was then created. RESULTS: The facial nerve trunk was found between the tendinous margin of the clavotrapezius muscle and the auricular cartilage. The trunk was proximally sectioned as it exits the mastoid foramen and the stumps were sutured with a 9-0-nylon thread. An evaluation and graduation scale of facial movements, independent for eye and vibrissae, was elaborated, together with a sum of the parameters, as a means to evaluate facial palsy. Absence of eye blinking and closure scored 1; the presence of orbicular muscle contraction, without blinking reflex, scored 2; 50 percent of eye closure through blinking reflex, scored 3, 75 percent of closure scored 4. The presence of complete eye closure and blinking reflex scored 5. The absence of movement and posterior position of the vibrissae scored 1; slight shivering and posterior position scored 2; greater shivering and posterior position, scored 3 and normal movement with posterior position, scored 4; symmetrical movement of he vibrissae, with anterior position, scored 5. CONCLUSION: The rat anatomy allows easy access to the extratemporal facial nerve, allowing its sectioning and standardized suture. It was also possible to establish an evaluation and graduation scale of the rat facial movements with facial palsy based on the clinical observation of these animals.


Assuntos
Animais , Masculino , Ratos , Movimento/fisiologia , Nervo Facial/cirurgia , Piscadela/fisiologia , Vibrissas/fisiologia , Ratos Wistar , Tempo de Reação
19.
Acta colomb. psicol ; 9(1): 63-76, mayo 2006. ilus
Artigo em Espanhol | LILACS | ID: lil-635142

RESUMO

En su conjunto, las evidencias experimentales conductuales y psicobiológicas revisadas en este artículo muestran que el condicionamiento clásico humano tiene una justificación evolutiva, se desarrolla mediante un procesamiento cognitivo diferente del procesamiento consciente y se sustenta en estructuras cerebrales diferentes. Dichas estructuras no suelen funcionar desligadas y por ello la combinación de ambas formas de procesamiento, explícito e implícito, es el patrón general en condiciones naturales. De hecho, debido a la organización jerárquica del sistema nervioso, suele existir un proceso de control de arriba hacia abajo (cortical-subcortical) pero, bajo condiciones especiales de laboratorio, puede hacerse evidente en la conducta, por ejemplo mediante los paradigmas de miedo condicionado, la estrecha relación entre procesamiento implícito y el condicionamiento clásico en nuestra especie.


Experimental data, behavioral and psychobiological, reviewed in this paper show that human classical conditioning has an evolutionary purpose, it is developed by means of a cognitive processing different from the conscious processing, and sustained by different cerebral structures. These structures usually do not work isolated. For that reason, combination of both forms of processing, explicit/implicit, is the general pattern in natural conditions. In fact, due to the hierarchical organization of the nervous system, usually it exists a top-down control process (cortical-subcortical) but, under special conditions of laboratory, can be behaviorally evident, for example by means of the fear conditioning, close relationship between implicit processing and Pavlovian conditioning in humans.


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Piscadela , Cognição , Condicionamento Clássico , Medo
20.
Rev. argent. cir. plást ; 12(1): 28-32, 2006. ilus
Artigo em Espanhol | LILACS | ID: lil-482523

RESUMO

Se describen los detalles de técnica para la colocación del implante de pesa de oro, luego de una experiencia de 15 años sobre 18 casos operados. Se describen también las características del implante con modificaciones de criterio personal.


Assuntos
Humanos , Piscadela , Pálpebras , Ouro , Próteses e Implantes
SELEÇÃO DE REFERÊNCIAS
DETALHE DA PESQUISA