Your browser doesn't support javascript.
loading
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 20 de 72
Filtrar
Mais filtros










Filtros aplicados

Tipo de estudo
Intervalo de ano de publicação
1.
Rio de Janeiro; s.n; 2019. xvi, 95 p. ilus.
Tese em Português | LILACS | ID: biblio-1052985

RESUMO

A Paleoparasitologia, o estudo de parasitos encontrados em materiais arqueológicos, foi criada como ramo da Parasitologia com o objetivo principal de estudar a origem e evolução de infecções parasitárias. Igualmente, a Paleogenética tendo como fonte de estudo o DNA antigo, tem fornecido informação genética não só do parasito, mas também do hospedeiro, da dieta e do ambiente. Estudos paleoparasitológicos em populações ancestrais têm contribuído com o conhecimento da origem, introdução e dispersão dos parasitos, assim como das migrações de seus hospedeiros humanos. O sítio arqueológico pré-colombiano Gruta do Gentio ll (GGII) (12,000 ­ 410 A.P.) possui vestígios de sepultamentos humanos, restos alimentares e artefatos culturais como cerâmicas. Coprólitos (fezes fossilizadas e dessecadas), foram encontrados distribuídos nas diversas camadas estratigráficas dos 16 setores escavados. Neste estudo, coprólitos (n=80) de diferentes morfologias e morfometrias foram submetidos a um sistema de classificação de coprólitos segundo Jouy-Avantin e colaboradores (2003). As amostras foram analisadas para a identificação da origem animal e de presença de parasitos gastrointestinais, com o objetivo de entender sobre o panorama de infeções parasitárias por helmintos e a paleoecologia do sítio arqueológico.


As amostras foram reidratadas e submetidas a análise paleoparasitológica por microscopia de luz, análise paleogenética por PCR e sequenciamento nucleotídico para a determinação da origem animal ou humana dos coprólitos. Foram identificados 669 fragmentos de coprólitos em 11 estratos, com 4 volumes distintos e 10 padrões de coloração. A análise paleoparasitológica demonstrou a presença de 5 táxons de parasitos: Capillariidae, Trichostrongylus sp., Ancylostomatidae, Echinostoma sp. e Spirometra sp. Os resultados paleogenéticos permitiram a identificação de coprólitos de diversos animais silvestres como onça pintada, jaguatirica, gambá de orelha branca e cuíca. Os gráficos de integração dos dados da paleoparasitologia e paleogenética no contexto arqueológico, são discutidos para propor um cenário paleoecológico da infecção no sitio GGII. O estudo contribui para um maior entendimento da dinâmica das infecções parasitárias no período précolombiano do Brasil. (AU)


Assuntos
Humanos , Animais , Paleontologia , Paleopatologia , Parasitologia , Genética
2.
Int. j. morphol ; 36(4): 1378-1385, Dec. 2018. tab, graf
Artigo em Espanhol | LILACS | ID: biblio-975712

RESUMO

La especie extinta de tiburón Carcharocles megalodon (Clase: Chondrichthyes; Orden: Lamniformes) es considerado uno de los depredadores más grandes y más poderosos que ha poblado los mares templados de todo el mundo entre el Mioceno medio y el Plioceno (15,9-2,6 Ma). La reconstrucción de su historia evolutiva y ecología se basa principalmente en el estudio morfológico y métrico de los dientes, que representan la abrumadora mayoría de los restos fósiles de esta especie con esqueleto cartilaginoso hallados hasta hoy. En el presente artículo presentamos las características morfológicas y métricas de los dientes de Carcharocles megalodon que se conservan en el Museo Universitario de Chieti (Italia). La colección se compone de nueve dientes de la arcada superior, que pertenecerían a diferentes ejemplares de tamaño variable entre los 6,27-14,50 m y los 2.510-35.918 kg. de peso. Los dientes implementan el registro fósil existente de Carcharocles megalodon, de modo que los datos morfométricos recabados contribuirán a mejorar el conocimiento de los estudios filogenéticos y ecológicos de esta especie.


The extinct species of shark Carcharocles megalodon (Class: Chondrichthyes; Order: Lamniformes) is considered one of the largest and most powerful predators that populated the temperate seas around the world between the middle Miocene and the Pliocene periods (15.9-2.6 My). The reconstruction of its evolutionary history and ecology is based mainly on the morphological and metric studies of the teeth, which represent the overwhelming majority of the fossil remains of this cartilaginous skeleton species. In this article we present the morphological and metric characteristics of the teeth of Carcharocles megalodon that are housed in the University Museum of Chieti (Italy). In particular, the collection is composed of nine teeth of the upper arch, which belonged to different specimens of variable size and weight (total length range: 6.27-14.50 m; weight range: 2,510-35,918 kg). The teeth implement the existing fossil record of Carcharocles megalodon, so that the morphometric data collected will contribute to improve knowledge of the phylogenetic and ecological studies of this species.


Assuntos
Animais , Tubarões/anatomia & histologia , Dente/anatomia & histologia , Fósseis , Paleontologia
3.
Neotrop. ichthyol ; 16(3): [e180031], out. 2018. mapas, ilus, tab
Artigo em Inglês | LILACS, VETINDEX | ID: biblio-963979

RESUMO

The bony-tongue fishes, Osteoglossomorpha, have been the focus of a great deal of morphological, systematic, and evolutionary study, due in part to their basal position among extant teleostean fishes. This group includes the mooneyes (Hiodontidae), knifefishes (Notopteridae), the abu (Gymnarchidae), elephantfishes (Mormyridae), arawanas and pirarucu (Osteoglossidae), and the African butterfly fish (Pantodontidae). This morphologically heterogeneous group also has a long and diverse fossil record, including taxa from all continents and both freshwater and marine deposits. The phylogenetic relationships among most extant osteoglossomorph families are widely agreed upon. However, there is still much to discover about the systematic biology of these fishes, particularly with regard to the phylogenetic affinities of several fossil taxa, within Mormyridae, and the position of Pantodon. In this paper we review the state of knowledge for osteoglossomorph fishes. We first provide an overview of the diversity of Osteoglossomorpha, and then discuss studies of the phylogeny of Osteoglossomorpha from both morphological and molecular perspectives, as well as biogeographic analyses of the group. Finally, we offer our perspectives on future needs for research on the systematic biology of Osteoglossomorpha.(AU)


Os peixes da Superordem Osteoglossomorpha têm sido foco de inúmeros estudos sobre a morfologia, sistemática e evolução, particularmente devido à sua posição basal dentre os peixes teleósteos. Fazem parte deste grupo os "mooneyes" (Hiodontidae), "knifefishes" (Notopteridae), o "abu" (Gymnarchidae), peixes-elefante (Mormyridae), aruanãs e pirarucu (Osteoglossidae), e o peixe-borboleta africano (Pantodontidae). Esse grupo de morfologia heterogênea possui um longo e diverso registro fóssil, incluindo táxons de todos os continentes, oriundos tanto de depósitos de água doce quanto marinhos. As relações filogenéticas dentre a maioria das famílias de osteoglossomorfos é amplamente aceita. Entretanto, há muito a ser descoberto sobre a sistemática biológica desses peixes, particularmente com relação às afinidades filogenéticas de inúmeros fósseis, relações dentro de Mormyridae, e a posição filogenética de Pantodon. Neste manuscrito nós revisamos o atual estado de conhecimento dos peixes osteoglossomorfos. Nós primeiramente provemos uma abordagem geral da diversidade de Osteoglossomorpha, e então discutimos os estudos filogenéticos sobre Osteoglossomorpha sob a perspectiva morfológica e molecular, assim como uma análise biogeográfica do grupo. Finalmente, oferecemos nossas perspectivas sobre os futuros passos para pesquisa sobre a sistemática biológica de Osteoglossomorpha.(AU)


Assuntos
Animais , Paleontologia/métodos , Filogenia , Biogeografia , Peixes/classificação
4.
Rev. Ateneo Argent. Odontol ; 55(1): 65-67, 2016. ilus
Artigo em Espanhol | LILACS | ID: lil-794294

RESUMO

Estudios realizados en momias o en cuerpos momificados con técnicas convencionales y estudios de tomografía computada, revelaron patologíasmaxilofaciales tales como: atrición, pulpitis abscesos y enfermedad periodontal; además de otras enfermedades con mayor compromiso general, a saber: osteomielitis, enfermedad de Paget, defectos cráneomandibulares y traumas. Sin embargo, se observa un bajo porcentaje de caries. Para la continuidad de la vida en el más allá, revestía una importancia fundamental la conservación de loscuerpos en este mundo...


Assuntos
Humanos , Masculino , Adulto , Feminino , Recém-Nascido , Doenças Maxilomandibulares , Imageamento Tridimensional/métodos , Múmias , Paleontologia/métodos , Tomografia Computadorizada por Raios X/métodos , Cárie Dentária , Osteíte Deformante , Osteomielite , Tomografia Computadorizada Espiral/métodos , Traumatismos Dentários
5.
Rev. patol. trop ; 44(3): 355-358, out. 2015.
Artigo em Português | LILACS | ID: biblio-912022

RESUMO

(29 de janeiro de 1951 ­ 6 de agosto de 2015) "Não queremos reconstruir o passado. O que queremos é buscar dados para tornar o presente melhor e mais inteligível"


Assuntos
Humanos , Paleontologia , Biografia
6.
Salud colect ; 11(3): 445-454, jul.-sep. 2015. ilus
Artigo em Espanhol | LILACS | ID: lil-761812

RESUMO

Esta entrevista a Pascale Molinier se realizó en Buenos Aires, en octubre del 2014, en el contexto de las actividades organizadas por el Programa de Salud y Trabajo del Departamento de Salud Comunitaria de la Universidad Nacional de Lanús, Argentina. La entrevista aborda la relación entre trabajo y subjetivación, examinando el rol del trabajo tanto en la estructuración psíquica, como en la dinámica placer-sufrimiento y en la construcción de las identidades de género. Se examina el trabajo del cuidado "feminizado" -enfermeras, cuidadoras, mucamas, etc.- desde la perspectiva del "care", analizando su invisibilidad intrínseca y la imposibilidad de ser cuantificado y medido, lo que constituye un importante desafío para las lógicas de gestión y de management.


This interview with Pascale Molinier was carried out in Buenos Aires in October 2014, in the context of activities organized by the Health and Work Program at the Department of Community Health of the Universidad Nacional de Lanús, Argentina. The interview explores the relationship between work and subjectivation, examining the role of work in the structuring of the psyche, in the dynamics of pleasure and suffering, and in the construction of gender identities. "Feminized" work - that of nurses, caregivers and maids, among others - is examined from a "care" perspective, analyzing its intrinsic invisibility and impossibility of being quantified and measured, which makes it a challenge to management-based logic.


Assuntos
Animais , Vértebras Cervicais/anatomia & histologia , Dinossauros/anatomia & histologia , Movimento/fisiologia , Pescoço/anatomia & histologia , Evolução Biológica , Vértebras Cervicais/fisiologia , Dinossauros/fisiologia , Fósseis , Pescoço/fisiologia , Paleontologia , Amplitude de Movimento Articular/fisiologia
7.
Braz. j. biol ; 75(3s1): 277-289, Aug. 2015. graf
Artigo em Inglês | LILACS | ID: lil-769585

RESUMO

Abstract In this paper some preliminary fossil specimens are presented. They represent a collection sampled by Belo Monte’s Programa de Salvamento do Patrimônio Paleontológico (PSPP), which includes unprecedented invertebrate fauna and fossil vertebrates from Pitinga, Jatapu, Manacapuru, Maecuru e Alter do Chão formations from Amazonas basin, Brazil. The Belo Monte paleontological salvage was able to recover 495 microfossil samples and 1744 macrofossil samples on 30 months of sampling activities, and it is still ongoing. The macrofossils identified are possible plant remains, ichnofossils, graptolites, brachiopods, molluscs, athropods, Agnatha, palynomorphs (miosphores, acritarchs, algae cysts, fungi spores and unidentified types) and unidentified fossils. However, deep scientific research is not part of the scope of the program, and this collection must be further studied by researchers who visit Museu Paraense Emilio Goeldi, where the fossils will be housed. More material will be collected until the end of the program. The collection sampled allows a mosaic composition with the necessary elements to assign, in later papers, taxonomic features which may lead to accurate species identification and palaeoenvironmental interpretations.


Resumo Neste artigo são apresentados de forma preliminar alguns espécimes fósseis representativos do acervo coletado no Programa de Salvamento do Patrimônio Paleontológico (PSPP) da UHE Belo Monte, que inclui fauna vertebrada e invertebrada inédita das formações Pitinga, Jatapu, Manacapuru, Maecuru e Alter do Chão, da bacia do Amazonas, Brasil. No salvamento paleontológico de Belo Monte foi possível recuperar 495 amostras para microfósseis e 1744 amostras com macrofósseis em 30 meses de amostragem, que ainda continua em andamento. Os macrofósseis identificados são possíveis restos de plantas, icnofósseis, graptolitos, braquiópodes, moluscos, artópodes, Agnatha, palinomorfos (miósporos, acritarcas, cistos de alga, esporos de fungo e tipos indeterminados) além de fósseis não identificados. No entanto, pesquisa científica aprofundada não é parte do escopo do programa, e esta coleção deve ser estudada no futuro por pesquisadores pela visita ao Museu Paraense Emilio Goeldi, onde os fósseis ficarão depositados. Mais material será coletado até o fim de 2015. A assemblagem coletada permite a composição de mosaico com elementos necessários para a definição, em artigos futuros, características taxonômicas que levarão à identificação precisa de espécies e interpretações paleoambientais.


Assuntos
Animais , Fósseis , Invertebrados/classificação , Plantas/classificação , Vertebrados/classificação , Brasil , Paleontologia , Centrais Elétricas , Rios
8.
Mem. Inst. Oswaldo Cruz ; 109(2): 131-139, abr. 2014.
Artigo em Inglês | LILACS | ID: lil-705820

RESUMO

This review investigates ancient infectious diseases in the Americas dated to the pre-colonial period and considers what these findings can tell us about the history of the indigenous peoples of the Americas. It gives an overview, but focuses on four microbial pathogens from this period: Helicobacter pylori, Mycobacterium tuberculosis, Trypanosoma cruzi and Coccidioides immitis, which cause stomach ulceration and gastric cancer, tuberculosis, Chagas disease and valley fever, respectively. These pathogens were selected as H. pylori can give insight into ancient human migrations into the Americas, M. tuberculosis is associated with population density and urban development, T. cruzi can elucidate human living conditions and C. immitis can indicate agricultural development. A range of methods are used to diagnose infectious disease in ancient human remains, with DNA analysis by polymerase chain reaction one of the most reliable, provided strict precautions are taken against cross contamination. The review concludes with a brief summary of the changes that took place after European exploration and colonisation.


Assuntos
História Antiga , Humanos , DNA Bacteriano/isolamento & purificação , DNA de Protozoário/isolamento & purificação , Grupos Populacionais/história , América/etnologia , Doença de Chagas/diagnóstico , Doença de Chagas/história , Doença de Chagas/parasitologia , Coccidioides/isolamento & purificação , Coccidioidomicose/diagnóstico , Coccidioidomicose/história , Coccidioidomicose/microbiologia , Infecções por Helicobacter/diagnóstico , Infecções por Helicobacter/história , Infecções por Helicobacter/microbiologia , Helicobacter pylori/isolamento & purificação , Mycobacterium tuberculosis/isolamento & purificação , Paleontologia , Trypanosoma cruzi/isolamento & purificação , Tuberculose/diagnóstico , Tuberculose/história
10.
11.
Rio de Janeiro; s.n; 2014. 213 f p.
Tese em Português | LILACS | ID: lil-756642

RESUMO

Representados aualmente por apenas duas espécies: Latimeria chalumnae e L. menadoensis, os celacantos (Infraordem Actinistia) já foi muito mais numeroso, prolífico desde os tempos de seu surgimento no Devoniano Inferior. Dentro de Actinistia a família Mawsoniidae se destaca por abranger as maiores espécies do grupo, algumas atingindo até três metros de comprimento. A entrada de Mawsoniidae no continente Gondwana se deu durante o Jurássico superior, período o qual é atribuído a espécie Parnaibaia maranhoensis da bacia do Parnaíba (Maranhão). No cretáceo a família se ramificou em dois outros gêneros Mawsonia (com conhecidas ocorrências brasileiras e africanas) e Axelrodichthys (gênero brasileiro com alguns indícios de presença na África). Este trabalho teve por objetivo realizar uma redescrição e comparação de seis espécies do ramo gondwânico da família Mawsoniidae: Parnaibaia maranhoensis, Axelrodichthys araripensis, Mawsonia gigas, M. minor, M. lavocati e M. brasiliensis. Os espécimes estão depositados em oito instituições: três nacionais e cinco internacionais. Após uma criteriosa descrição anatômica dos exemplares caracteres foram selecionados para a realização de uma análise filogenética restrita ao grupo. Os resultados das observações anatômicas revelaram diversas estruturas ainda não descritas na literatura, incluindo o primeiro elemento medial do esqueleto apendicular de Mawsoniidae a ser observado, além de diversas diferenças e afinidades entre as seis espécies. P. maranhoensis apresentou um conjunto de caracteres plesiomórfico que foram interpretados como sendo o resultado de um evento de neotenia, algo inédito na literatura de celacantos. Todas as espécies do gênero Mawsonia apresentaram características diagnósticas que validam sua separação em espécies distintas. A análise filogenética resultou em duas árvores igualmente parcimoniosas...


Represented at the present with only two species: Latimeria chalumnae and Latimeria medadoensis, the coelacanth (Infraorder: Actinistia) were once a very numerous and prolific group since their dawn in the Lower Devonian. Amongst the Actinistia, the family Mawsoniidae stands out for harboring the biggest species in the group, some reaching three meters in length. The entry of the Mawsoniidae family on the Gondwana continent happened during Upper Jurassic, period attributed to the species Parnaibaia maranhoensis from the Parnaíba basin (Maranhão). During the Cretaceous, the family branched into two distinct genus: Mawsonia (known from Brazil and Africa) and Axelrodichthys (a Brazilian genus with unconfirmed African occurrences). The goal of this work was to make a redescription and comparison of six species of the Gondwana branch of the Mawsoniidae family: Parnaibaia maranhoensis, Axelrodichthys araripensis, Mawsonia gigas, M. minor, M. lavocati e M. brasiliensis. The specimens are located in eight institutions: three nationals and five internationals. After a thorough anatomical description of the specimens, characters were selected for a phylogenetic analysis, restricted to the group. The results of the anatomical observations revealed several structures not described in previous literature, including the first medial element of the appendicular skeleton of the Mawsoniidae family ever to be observed, aside from differences and affinities between the six species. P. maranhoensis presented a set of plesiomorfic characters that were interpreted as being the result of a neotenic event, something not yet described in the specialized literature. Every species of the genus Mawsonia showed diagnostic characters that validate their respective status as a distinctive species...


Assuntos
Animais , Evolução Biológica , Fósseis , Paleontologia , Peixes/classificação , Peixes/genética
12.
Rio de Janeiro; Fiocruz; 2014. 48 p.
Monografia em Inglês | LILACS, Coleciona SUS | ID: biblio-941582
13.
Rev. Mus. Fac. Odontol. B.Aires ; 27(45): 30-31, dic. 2013.
Artigo em Espanhol | LILACS | ID: lil-722375

RESUMO

El hallazgo en los yacimientos, de restos de fauna permitió los conocimientos cronológicos. El ser humano dejó su huella cultural en los muros de las cavernas. Se valió de la imagen gráfica para expresar desde sus primeros intentos e incursiones existenciales. El dibujo ha sido una de las actividades que desde temprano desarrolló para comunicar sus ideas y sentimientos


Assuntos
Humanos , História da Odontologia , História Antiga , Arqueologia , Paleontologia
14.
Neotrop. ichthyol ; 11(2): 319-326, jun. 2013. tab, graf
Artigo em Inglês | LILACS | ID: lil-679342

RESUMO

The analysis of the distribution patterns presented by examples of freshwater fishes restricted to headwater habitat: the anostomid Leporinus octomaculatus, the characins Jubiaba acanthogaster, Oligosarcus perdido, Moenkhausia cosmops, Knodus chapadae, Planaltina sp., the loricariid Hypostomus cochliodon, and the auchenipterid Centromochlus sp. provided evidences of a relatively recent shared history between the highlands of the upper rio Paraguay and adjoining upland drainage basins. Restricted to headwater of the uplands in the upper rio Paraguay and adjoining basins, these species provide biological evidence of the former extension of the central Brazilian plateau before the origin of the Pantanal Wetland. Disjunction took place due to an ecological barrier to these rheophilic taxa represented tectonic subsidence related to the origin of the Pantanal Wetland. Molecular analysis of Jubiaba acanthogaster revealed that the sample from the upper rio Xingu basin are the sister-group of a clade that includes samples from the upper rio Arinos (upper rio Tapajós) plus the upper rio Paraguay basin, supporting the assumption that the origin of the upper rio Paraguay basin causing vicariance between this basin and the upper rio Tapajós is the least vicariant event in the evolutionary history of the group.


A análise do padrão de distribuição apresentado por exemplos de peixes de água doce neotropicais restritos à habitats reofílicos de cabeceira: o anostomídeo Leporinus octomaculatus, os caracídeos Jubiaba acanthogaster, Oligosarcus perdido, Moenkhausia cosmops, Knodus chapadae, Planaltina sp., o loricariídeo Hypostomus cochliodon e o auquenipterídeo Centromochlus sp. fornecem evidências de uma história compartilhada relativamente recente entre as terras altas do alto rio Paraguai e bacias de terras altas vizinhas. Restritas às cabeceiras das áreas altas nas bacias do alto rio Paraguai e bacias vizinhas, estas espécies fornecem evidências biológicas da pretérita extensão do Planalto Central Brasileiro anteriormente a origem tectônica da planície alagável do Pantanal. Disjunções ocorreram devido a barreira ecológica para estes taxons reofílicos representada pela subsidência tectônica associada à origem do Pantanal. A análise molecular de Jupiaba acanthogaster revelou que amostras da bacia do alto rio Xingu consistem no grupo-irmão de um clado mais inclusivo que inclui amostras do alto rio Arinos (alto rio Tapajós) mais o alto rio Paraguai, suportando a suposição de que a origem do alto rio Paraguai causou vicariância entre esta bacia e o alto rio Tapajós no último evento vicariante na história evolutiva do grupo.


Assuntos
Animais , Evolução Biológica , Distribuição Animal/classificação , Ecossistema , Paleontologia/classificação
15.
Rio de Janeiro; s.n; 2013. 104 p. ilus, mapas, tab.
Tese em Português | LILACS | ID: lil-681301

RESUMO

Estudos paleoparasitológicos são conduzidos na região do semiárido do Nordeste brasileiro desde a década de 80 e têm possibilitado compreender melhor a relação parasito-hospedeiro-ambiente ao longo do tempo nessa região. Os parasitos podem fornecer dados sobre o modo de vida dos diferentes grupos que viviam em uma região, indicando condições de saúde e doença durante o processo de evolução da espécie. Os coprólitos analisados são provenientes do Parque Nacional Serra das Confusões, localizado no sudeste do Piauí, de clima tropical semiárido. Um total de 89 amostras, sendo 67 coprólitos, 3 de sedimentos associados a esqueletos e 19 concreções de sedimento, foram coletados em escavações feitas nos anos de 2008 e 2009 nos sítios arqueológicos Toca do Enoque e Toca do Alto da Serra do Capim, primeiros sítios a serem estudados neste parque. Buscaram-se formas evolutivas de parasitos intestinais, associando esses achados à sua origem zoológica. Foram analisados os macro e micro resíduos, além da superfície dos coprólitos, de forma a auxiliar a identificação da origem zoológica do material. As amostras foram reidratadas em solução aquosa de fosfato trissódico a 0,5% por 72 horas, seguidos por sedimentação espontânea e análise microscópica. Pela união dos dados de vestígios alimentares e parasitos intestinais, foram identificados coprólitos de Dasypodidae (17), Tamandua tetradactyla (27), Homo sapiens (7), Kerodon rupestris (9) e Felidae (7).


Em coprólitos de Tamandua tetradactyla foram recuperados ovos de três espécies de Acanthocephala: Giganthorhynchus echinodiscus, Macracanthorhynchus hirudinaceus e Oligacanthorhynchus carinii, além de Strongyloides sp., Ascarididae, Nematoda, cistos de Entamoeba sp. e larvas de Nematoda; de Kerodon rupestris, ovos de Trichuris gracilis e Trichuris muris; de Homo sapiens, ovos de Trichuridae; e de Felidae, ovos de Toxocara cf. cati e Oxyuridae. Os coprólitos de Dasypodidae foram negativos para parasitos intestinais. O. carinii, parasito de Dasypodidae, foi descrito pela primeira vez para Tamandua tetradactyla. Os achados paleoparasitológicos e de macro resíduos foram correlacionados com dados disponíveis sobre o ambiente para o período e local estudados, e dados arqueológicos. Os achados paleoparasitológicos sugerem uma circulação diversificada de parasitos no semiárido. O PARNA Serra das Confusões revelou novas ocorrências de parasitos nos hospedeiros da região em épocas passadas.


Assuntos
Humanos , Fósseis , Fezes/parasitologia , Paleontologia , Paleopatologia , Parasitos , Arqueologia , Brasil
16.
Neotrop. ichthyol ; 10(3): 555-560, Sept. 2012. ilus
Artigo em Inglês | LILACS | ID: lil-653597

RESUMO

The fossil species Arrhinolemur scalabrinii, which was described from late Miocene deposits of Entre Ríos, Argentina, is reevaluated. Whereas the species was originally placed in the Primates (Mammalia) and later made the unique member of the order Arrhinolemuroidea within the Mammalia, our analysis indicates that the specimen is rather a fish of the genus Leporinus, family Anostomidae (Characiformes). The species is redescribed, and the characters that support its new generic assignment are discussed.


A espécie fóssil Arrhinolemur scalabrinii, descrita de depósitos do Mioceno Superior de Entre Ríos, Argentina, é reavaliada. Apesar da espécie ter sido originalmente incluída em Primata (Mammalia), constituindo-se posteriormente no único membro da ordem Arrhinolemuroidea dentro de Mammalia, nossa análise indica que o espécime trata-se de um peixe do gênero Leporinus, família Anostomidae (Characiformes). A espécie é redescrita, e os caracteres que fundamentam a nova posição do gênero são discutidos.


Assuntos
Animais , Caraciformes/classificação , Fósseis , Filogenia , Paleontologia/classificação , Paleontologia/métodos
17.
An. acad. bras. ciênc ; 83(3): 863-874, Sept. 2011. ilus, mapas, tab
Artigo em Inglês | LILACS | ID: lil-595545

RESUMO

The sediments from the Coari lake, a “terra firme” lake sculpted into Plio-Pleistocene deposits, and the Acará lake, a flooding-type lake developed on Quaternary sediments in the floodplain of the mid-Solimões river, in the western Amazônia, Brazil, were studied to investigate the environmental condition of their developing. This study includes mineral composition, geochemistry, Pb isotope, palinology, radiocarbon-age and morphological framework of the lakes obtained from SRTM satellite images. The geological and the environmental conditions in the two lakes are highly variable and suggest that their evolution reflect autogenic processes under humid rainforest condition. Although kaolinite, quartz, muscovite, illite, and smectite are the main minerals in both lakes, the geochemistry indicates distinct source, the Acará lake sediments have higher concentrations of Al2O3, Fe2O3, FeO, CaO, K2O, MgO, Na2O, P2O5, Ba, V, Cu, Ni, Zn, Pb, Sr, Li, Y and La and have more radiogenic Pb than the Coari lake sediments. The radiocarbon ages suggest that at 10160 yr BP the Coari lake started to be developed due to avulsion of the Solimões river, and the Acará lake was formed by the meander abandonment of Solimões river retaining its grass dominated shore at ca. 3710 yr BP.


Os sedimentos do lago Coari, de ambiente de terra firme eesculpido nos depósitos do Plio-Pleistocenos, e o Acará, típico lago de várzea e ambos formados nos sedimentos quaternários da planície de inundação do médio Solimões, no oeste da Amazônia, Brasil, foram estudados para investigar as condições ambientais durante sua formação. Este estudo inclui dados da composição mineralógica, química, isótopos de Pb, palinologia, datações de radiocarbono e a configuração morfológica dos lagos obtida por imagens SRTM. As condições geológica e ambiental dos lagos variam e sugerem que suas evoluções refletem processos autogenéticos em condições de floresta úmida e chuvosa. Embora caulinita, quartz, muscovita, illita e esmectita sejam os principais minerais em ambos os lagos, a geoquímica indica fonte distinta, os sedimentos do lago Acará têm maior concentração de Al2O3, Fe2O3, FeO, CaO, K2O, MgO, Na2O, P2O5, Ba, V, Cu, Ni, Zn, Pb, Sr, Li, Y e La e têm mais Pb radiogênico que os sedimentos do lago Coari. As idades de radiocarbono sugerem que há aproximadamente 10160 anos AP o lago Coari iniciou o desenvolvimento devido a avulsão do rio Solimões, enquanto o lago Acará foi formado devido ao abandono de meandro do rio Solimões e retendo o domínio das gramíneas nas suas praias há aproximadamente 3710 anos AP.


Assuntos
Água Doce/química , Sedimentos Geológicos/química , Metais Pesados/análise , Datação Radiométrica/métodos , Brasil , Fenômenos Geológicos , Paleontologia , Pólen
18.
An. acad. bras. ciênc ; 83(3): 939-952, Sept. 2011. mapas, tab
Artigo em Inglês | LILACS | ID: lil-595546

RESUMO

Historians claim that European colonizers of the northern coast of Rio de Janeiro State found vast herbaceous fields when arrived in this region. Hypotheses about the origin of these fields include forest burning by the Goitacás indians and periodical floods by the Paraíba do Sul River and the lagoon system. The palynologycal analysis of two lake cores obtained in the municipality of Campos dos Goytacazes revealed opening episodes of hygrophilous forest and the establishment of field vegetation, recorded at ca. 6,500 and ca. 4,000 14C yr BP. The partial replacement of forest by field vegetation in the first episode was probably caused by floods of the lower areas during the development of the Holocene lagoon phase. During the second episode, successions of vegetational patterns occurred due to lowering of the sea level. Drying and enlarging of the coastal plain have allowed its colonization by herbs and heliophyte plants. The palynological analysis does not provide any evidence that sustains the theories of use of fire and agricultural activities by indigenous groups during these periods.


Os historiadores citam que os europeus colonizadores da costa norte do Estado do Rio de Janeiro encontraram vastos campos herbáceos quando chegaram a essa região. As hipóteses sobre a origem desses campos incluem aplicação de "queimada"pelos índios Goitacás e periódicas inundações do rio Paraíba do Sul e sistemas lagunares. A análise palinológica de dois testemunhos de sondagem obtidos no município de Campos dos Goytacazes revelou epsódios de abertura da floresta higrófila e o estabelecimento da vegetação campestre, datado sem ca. 6.500 e 4.000 14C anos AP. O primeiro epsódio de substituição parcial da floresta pela vegetação campestre se deu provavelmente pelas inundações das áreas baixas durante o desenvolvimento da fase lagunar holocênica. No segundo epsódio, os padrões de sucessão da vegetação ocorreram como consequência do abaixamento do nível do mar. O ressecamento e a progressão da planície costeira permitiram sua colonização pelas plantas herbáceas heliófitas. A análise palinológica não forneceu qualquer evidência que apoie as teorias do uso do fogo e da prática de atividades agrícolas por grupos indígenas durante esses períodos.


Assuntos
Radioisótopos de Carbono/análise , Sedimentos Geológicos/análise , Paleontologia , Pólen , Árvores , Brasil
19.
An. acad. bras. ciênc ; 83(1): 61-72, Mar. 2011. ilus, graf, tab
Artigo em Inglês | LILACS | ID: lil-578282

RESUMO

Missing data is a common problem in paleontology. It makes it difficult to reconstruct extinct taxa accurately and restrains the inclusion of some taxa on comparative and biomechanical studies. Particularly, estimating the position of vertebrae on incomplete series is often non-empirical and does not allow precise estimation of missing parts. In this work we present a method for calculating the position of preserved middle sequences of caudal vertebrae in the saurischian dinosaur Staurikosaurus pricei, based on the length and height of preserved anterior and posterior caudal vertebral centra. Regression equations were used to estimate these dimensions for middle vertebrae and, consequently, to assess the position of the preserved middle sequences. It also allowed estimating these dimensions for non-preserved vertebrae. Results indicate that the preserved caudal vertebrae of Staurikosaurus may correspond to positions 1-3, 5, 7, 14-19/15-20, 24-25/25-26, and 29-47, and that at least 25 vertebrae had transverse processes. Total length of the tail was estimated in 134 cm and total body length was 220-225 cm.


Dados lacunares são um problema comum na paleontologia. Eles dificultam a reconstrução acurada de táxons extintos e limitam a inclusão de alguns táxons em estudos comparativose biomecânicos. Particularmente, estimar a posição de vértebras em séries incompletas tem sido feito com base em métodos não empíricos que não permitem estimar corretamente as partes ausentes. Neste trabalho apresentamos uma metodologia que permite estimar a posição de sequências médias preservadas de vértebras caudais no dinossauro saurísquio Staurikosaurus pricei, com base no comprimento e altura dos centros das vértebras anteriores e posteriores preservadas. Equações de regressão foram usadas para estimar essas dimensões para as vértebras médias e, consequentemente, para posicionar as sequências médias preservadas e para estimar o tamanho das vértebras não preservadas. Os resultados indicam que as vértebras caudais preservadas de Staurikosaurus corresponderiam às posições 1-3, 5, 7, 14-19/15-20, 24-25/25-26 e 29-47, e que pelo menos 25 vértebras possuíam processos transversos. O comprimento total da cauda foi estimado em 134 cm e o comprimento total do corpo em 220-225 cm.


Assuntos
Animais , Dinossauros/anatomia & histologia , Paleontologia/métodos , Coluna Vertebral/anatomia & histologia , Cauda/anatomia & histologia , Dinossauros/classificação , Fósseis
20.
An. acad. bras. ciênc ; 83(1): 3-22, Mar. 2011. ilus, tab
Artigo em Inglês | LILACS | ID: lil-578284

RESUMO

Gondwana landmasses have served as large-scale biogeographic Noah's Arks and Beached Viking Funeral Ships, as defined by McKenna. The latitudinal trajectories of selected Gondwana dinosaur localities were traced through time in order to evaluate their movement through climate zones relative to those in which they originally formed. The dispersal of fauna during the breakup of Gondwana may have been facilitated by the presence of offshelf islands forming landspans (sensu Iturralde-Vinent and MacPhee) in the Equatorial Atlantic Gateway and elsewhere.


As massas de terra do Gondwana serviram como Arcas de Noe biogeograficas de grande escala e Navios Funerarios Vikings encalhados, conforme definido por McKenna. As trajetorias latitudinais de areas selecionadas de dinossauros do Gondwana foram tracadas ao longo do tempo a fim de avaliar seu movimento atraves de zonas climaticas relativas aquelas nas quais elas foram originalmente formadas. A dispersao da fauna durante a quebra do Gondwana pode ter sido facilitada pela presenca de ilhas oceanicas formando extensoes de terra (sensu Iturralde-Vinent e MacPhee) na entrada do Atlantico Equatorial e em outros lugares.


Assuntos
Animais , Dinossauros , Geografia , Fenômenos Geológicos , Paleontologia , Fósseis , Filogeografia , Dinâmica Populacional
SELEÇÃO DE REFERÊNCIAS
DETALHE DA PESQUISA