Your browser doesn't support javascript.
loading
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 20 de 33
Filtrar
1.
RECIIS (Online) ; 14(1): 167-183, jan.-mar. 2020. ilus
Artigo em Português | LILACS | ID: biblio-1087303

RESUMO

Este artigo discute a influência que o conteúdo publicado no YouTube exerce na formação do capital social, a partir da análise do vídeo mais popular de um canal de divulgação científica de questões abordadas pela psicologia e dos comentários a ele associados. Na análise dos comentários, foram utilizados os procedimentos metodológicos da teoria fundamentada. No final da pesquisa, foram identificadas três práticas discursivas que, no contexto de estudo, contribuem para a formação do capital social e de valores a ele relacionados. As formas de capital social encontradas com mais frequência foram a do capital relacional, do capital cognitivo e a da confiança no ambiente social. Entre os valores construídos pelos usuários em suas práticas discursivas estão a visibilidade, a legitimação e o suporte social. Esse último merece destaque por perpassar todas as categorias principais. Concluímos que o conteúdo do vídeo funciona como catalisador para diferentes práticas sociais que culminam na formação do capital social.


This article discusses the influence of YouTube content on the formation of social capital from the analysis of the most popular psychology video on Brazilian Science YouTube Channel and also of the comments made by its users. In the analysis of the comments, the methodological procedures of the grounded theory were used. At the end of the research, three discursive practices were identified and in the study context they aid in the formation of social capital and of related values. The most frequent forms of social capital that we found were those of the relational capital, of the cognitive capital and of the trustworthiness in the interaction with other people in that social environment. Among the values constructed by users in their discursive practices are visibility, legitimation and social support. The latter deserves special mention because it intersects all the main categories. We have come to the conclusion that the content of the video serves as catalyst for different social practices that culminate in the formation of social capital.


Este artículo discute la influencia del contenido publicado en YouTube sobre la formación del capital social, fundamentada en el análisis del vídeo más popular de un canal de divulgación científica de cuestiones abordadas por la psicología y en los comentarios a él asociados. En el análisis de los comentarios, se utilizaron los procedimientos metodológicos de la teoría fundamentada. En el final de la investigación, se identificaron tres prácticas discursivas que, en el contexto del estudio, contribuyen a la formación del capital social y de valores relacionados a él. Las formas de capital social encontradas con más frecuencia fueron la del capital relacional, del capital cognitivo y de la confianza en el ambiente social. Entre los valores construidos por los usuarios en sus prácticas discursivas están la visibilidad, la legitimación y el apoyo social. Este último merece destacarse por atravesar todas las categorías principales. Concluimos que el contenido del vídeo funciona como catalizador para diferentes prácticas sociales que culminan en la formación del capital social.


Assuntos
Humanos , Psicologia , Comunicação e Divulgação Científica , Mídias Sociais , Capital Social , Redes Sociais Online , Recursos Audiovisuais , Apoio Social , Pesquisa Empírica
2.
Braz. j. oral sci ; 19: e206537, jan.-dez. 2020. tab
Artigo em Inglês | LILACS, BBO - Odontologia | ID: biblio-1116566

RESUMO

Aim: To evaluate the influence of social capital on self-perception related to orthodontic treatment need. Methods: A cross-sectional study was conducted with a sample of 578 11-16 years-old adolescents from a city in southern Brazil. Social capital was evaluated using the Social Capital Questionnaire for Adolescent Students (SCQ-AS). Index of Orthodontic Treatment Need (IOTN) assessed malocclusion and self-perception related to orthodontic treatment need. Sociodemographic aspects of adolescents were also evaluated. Individual analyses were performed, relating the study variables to the outcome, estimating the odds ratio with the respective confidence intervals of 95%. The variables with p<0.20 in the individual analyses were tested in the multiple logistic regression models, and those with p<0.10 remained in the model. Results: Social capital did not influence the self-perception related to orthodontic treatment need. Adolescents with high orthodontic needs were 5.35 (CI 95%: 2.68 to 10.65) times more likely to perceived orthodontic treatment need (p <0.05). Crowding and dental absence were associated with self-perception related to orthodontic treatment need (p <0.05). Conclusions: Social capital did not influence the self-perception related to orthodontic treatment need


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Adolescente , Ortodontia , Autoimagem , Índice de Necessidade de Tratamento Ortodôntico , Capital Social , Má Oclusão
3.
Cad. Saúde Pública (Online) ; 35(2): e00056418, 2019. tab, graf
Artigo em Português | LILACS | ID: biblio-984131

RESUMO

Resumo: O objetivo do estudo foi verificar se o capital social seria um preditor da mortalidade por todas as causas entre idosos brasileiros residentes em comunidade. Participaram 935 idosos sobreviventes da coorte idosa do Projeto Bambuí em 2004, que foram acompanhados até 2011. O desfecho foi a mortalidade por todas as causas e a exposição de interesse foi o capital social, mensurado em seus dois componentes, o cognitivo (coesão social e o suporte social) e o estrutural (participação social e satisfação com a vizinhança). Variáveis sociodemográficas, de condições de saúde e tabagismo foram incluídas na análise para o propósito de ajuste. A análise dos dados baseou-se no modelo dos riscos proporcionais de Cox, que fornece hazard ratios (HR) e intervalos de 95% de confiança (IC95%). O componente estrutural do capital social, na dimensão da participação social, foi o único independentemente associado à mortalidade: os idosos que não participavam de grupos sociais ou associações apresentaram um risco de morte duas vezes maior (HR = 2,28; IC95%: 1,49-3,49) que suas contrapartes. Os resultados desta investigação evidenciam a necessidade de estender as intervenções direcionadas à promoção da longevidade para além do campo específico de atuação da saúde, voltando-se também para características ambientais e sociais.


Resumen: El objetivo del estudio fue verificar si el capital social sería un predictor de la mortalidad por todas las causas entre ancianos brasileños residentes en comunidades. Participaron 935 ancianos, supervivientes de la cohorte de ancianos del Proyecto Bambuí en 2004, a quienes se les realizó un seguimiento hasta 2011. El desenlace fue la mortalidad por todas las causas y la exposición de interés fue el capital social, medido en sus dos componentes, el cognitivo (cohesión social y apoyo social) y el estructural (participación social y satisfacción con el vecindario). Las variables sociodemográficas, de condiciones de salud, el tabaquismo, se incluyeron en el análisis para el propósito de ajuste. El análisis de los datos se basó en el modelo de riesgos proporcionales de Cox, que proporciona hazard ratios (HR) e intervalos de 95% de confianza (IC95%). El componente estructural del capital social, en su dimensión de la participación social, fue el único independientemente asociado a la mortalidad: los ancianos que no participaban en grupos sociales o asociaciones presentaron un riesgo de muerte dos veces mayor (HR = 2,28; IC95%: 1,49-3,49) que sus contrapartes. Los resultados de esta investigación evidencian la necesidad de extender las intervenciones dirigidas a la promoción de la longevidad hacia más allá del campo específico de actuación de la salud, dirigiéndose también hacia características ambientales y sociales.


Abstract: The aim of this study was to verify whether social capital is a predictor of all-cause mortality in community-dwelling elderly Brazilians. Participation included 935 surviving elderly from the elderly cohort of the Bambui Project in 2004, who were followed until 2011. The outcome was all-cause mortality and the exposure of interest was social capital, measured in its two components, cognitive (social cohesion and social support) and structural (social participation and neighborhood satisfaction). Sociodemographic variables, health conditions, and smoking were included in the analysis for adjustment purposes. Data analysis was based on the Cox proportional hazards model, providing hazard ratios (HR) and 95% confidence intervals (95%CI). The social participation dimension of social capital's structural component was the only dimension independently associated with mortality: elderly Brazilians that did not participate in social groups or associations showed a two-fold higher risk of death (HR = 2.28; 95%CI: 1.49-3.49) compared to their peers. The study's results reveal the need to extend interventions beyond the specific field of health in order to promote longevity, focusing on environmental and social characteristics.


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Idoso , Idoso de 80 Anos ou mais , Apoio Social , Mortalidade , Pessoas com Deficiência/estatística & dados numéricos , Capital Social , Fatores Socioeconômicos , Brasil/epidemiologia , Modelos de Riscos Proporcionais , Análise de Sobrevida , Inquéritos e Questionários , Estudos Longitudinais , Causas de Morte
4.
Rev. chil. ter. ocup ; 18(1): 91-106, jun. 2018. tab, ilus
Artigo em Espanhol | LILACS | ID: biblio-964006

RESUMO

Este artículo analiza las formas, las funciones y los significados de la participación ocupacional de personas mayores durante actividades en un programa de desarrollo local.Se llevó a cabo una Investigación Acción junto o 11 personas mayores que vivían en una villa residencial en el interior del estado de San Pablo, Brasil, durante 7 días de julio de 2013. Las experiencias fueron analizadas a partir de métodos inductivos y de las perspectivas de la Ciencia Ocupacional y del Modelo lnterdisciplinario de Desarrollo local. Para ello,se construyó un registro documental sobre los procesos realizados, además de las experiencias y opiniones de personas mayores, estudiantes y representantes del poder público de la ciudad En cuanto resultados, se identificó que las estrategias en Terapia Ocupacional en desarrollo local facilitaron la participación de las personas mayores en actividades en el espacio público de la villa, permitiendo hayar sentido de comunidad Se concluyó que las estrategias creadas funcionaron como facilitadoras para la creación de un espacio público para el debate y la acción participativa en ocupaciones colectivas, atribuyendo sentidos de comunidad como capital social colectivo.


This article analyzes the forms, functions and meanings of the occupational participation of older adults during adivities in a local development program. An Action Research was carried out with 77 elderly people living in a residential village in the interior of the state of Sao Paulo, Brazil, during 7days of july 2013. The experiences were analyzed using inductive methods and the perspectives of Occupational Science and the lnterdisciplinary Model of local Development. For this purpose, a documentary record was created about the processes carried out, as well as the experiences and opinions of the elderly, students ond representatives of the public power of the city. As results, it wos identified that the strategies in Occupational Therapy in local development facilitated the participation of the elderly in activities in the public space of the village, allowing a greater sense of community. lt was concluded that the strategies created worked as facilitators for the creation of a public space for debate and participatory ction in collective occupations, attributing senses of community as collective social capital.


Assuntos
Humanos , Pessoa de Meia-Idade , Idoso , Terapia Ocupacional , Participação da Comunidade , Desenvolvimento Local , Capital Social
5.
Psicol. soc. (Online) ; 30: e173663, 2018. graf
Artigo em Português | LILACS | ID: biblio-976657

RESUMO

Resumo O artigo objetivou investigar a formação de redes sociais de trabalho, e o consequente fomento de capital social, entre membros de uma associação de catadores de materiais recicláveis. Através de entrevistas e do uso de softwares especializados, foi realizado um mapeamento das redes sociais de seis catadores. Os resultados mostraram que as redes dos associados caracterizam-se por um elevado nível de homofilia de parentesco, com a presença sobretudo de laços fortes e com alto índice de localismo. A família, amigos e vizinhos oferecem mais benefícios do que o fato de ser associado, estando nessas relações a maior fonte de apoio e recursos dos catadores. As características das redes sociais dos associados, a saber, com significativo localismo, homofilia, pouca diversificação e sem interação entre os trabalhadores, revelam um contexto de trabalho que não oferece subsídios para a diminuição da situação de vulnerabilidade social e laboral dos sujeitos.


Resumen El artículo objetivó investigar la formación de redes sociales de trabajo y el fomento de capital social entre miembros de una asociación de recolectores de materiales reciclables. Por medio de entrevistas y del uso de software especializado, se realizó un mapeo de las redes sociales de seis participantes. Los resultados mostraron que las redes de los asociados se caracterizan por un alto nivel de homofilia de parentesco, con la presencia sobre todo de lazos fuertes y con alto índice de localismo. La familia, amigos y vecinos ofrecen más beneficios que el hecho de estar asociados, estando en esas relaciones la mayor fuente de apoyo y recursos. Las características de las redes sociales de los asociados, a saber, con significativo localismo, homofilia, poca diversificación y sin interacción entre los trabajadores, revelan un contexto de trabajo que no ofrece subsidios para la disminución de la situación de vulnerabilidad social y laboral de los sujetos.


Abstract The aim of this research was to investigate the formation of social networks of work, and the consequent promotion of social capital among members of an association of collectors of recyclable materials. A mapping of the social networks of six participants was done through interviews and the use of specialized software. The results showed that the networks of the associates presented a high level of homophilia, mainly presenting strong ties and a high index of localism. Family, friends and neighbors offer more benefits than the association, given that these relationships represent the greatest source of support and resou-rces for the waste collectors. The characteristics of the members' social networks, such as significant localism, homophilia, little diversification and no interaction among workers, reveal a work context that does not offer subsidies for the reduction of the social and labor vulnerability of the subjects.


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Trabalho , Catadores , Reciclagem , Rede Social , Capital Social , Comportamento Cooperativo
6.
Rev. bras. estud. popul ; 35(3): e0054, 2018. tab, graf
Artigo em Espanhol | LILACS | ID: biblio-985279

RESUMO

La migración interna es uno de los fenómenos que más ha configurado la población, la economía y la geografía peruanas en el último siglo. En este estudio se parte de la premisa de que la migración es un proceso complejo que puede tener efectos diferenciados sobre las personas dependiendo de una diversidad de factores. Esto cobra particular relevancia si se busca evaluar el desempeño de los migrantes en un mercado rígido como el laboral. Así, se plantean mecanismos como la contribución de la sociedad civil y de otras disposiciones institucionales que pueden proveer una gama de beneficios y servicios a sus miembros cuando los mercados no son perfectos, como en el caso de las elecciones ocupacionales. Por lo anterior, el presente trabajo muestra cómo el capital social interviene en la asimilación ocupacional de los migrantes internos en Perú. Para ello, se presenta un modelo teórico en el cual se plantea que dos tipos de capital social (étnico y adquirido) pueden ofrecer distintos tipos de servicios, dependiendo del nivel de complementariedad de este con el nivel educativo y con el tiempo que el migrante lleve en su lugar de destino (migrantes recientes y establecidos). A partir de la Encuesta Nacional de Hogares (2014) y de una estimación mediante logit multinomial, se encuentra que el capital social étnico incrementa la probabilidad de desempeñar una ocupación elemental únicamente para los migrantes recientes y que el capital social adquirido incrementa la probabilidad de desempeñar una ocupación de alta calificación para los migrantes establecidos.


Internal migration is one of the phenomena that has shaped the Peruvian population, economy and geography in the last century. This study is based on the premise that migration is a complex process which may cause different effects on people depending on a variety of factors. This is particularly relevant if the aim is to evaluate the performance of migrants in a rigid market, such as the labor market. To that end, mechanisms are proposed, such as the contribution of civil society as well as other institutional arrangements, which can provide a range of benefits and services to members when markets are not perfect, as in the case of occupational elections. Therefore, the present work shows how social capital intervenes in the occupational assimilation of internal migrants in Peru. A simple theoretical model is presented in which it is stated that two types of social capital (ethnic and acquired) can offer different types of services to its members, depending on the level of complementarity of the same with the educational level and the duration of the migrant's stay in their place of destination (recent and established migrants). Using the National Household Survey (2014) and a multinomial logit estimation, it is found that ethnic social capital increases the probability of performing an elementary occupation for recent migrants only, and that, for established migrants, the social capital acquired increases the probability of performing a highly qualified occupation.


A migração interna é um dos fenômenos que moldaram a população peruana, a economia e a geografia no século passado. Este estudo baseia-se na premissa de que a migração é um processo complexo que pode ter efeitos diferentes sobre as pessoas, dependendo de uma variedade de fatores. Isso torna-se particularmente relevante se o objetivo é avaliar o desempenho dos migrantes em um mercado rígido, como o mercado de trabalho. Assim, são propostos mecanismos, como o contributo da sociedade civil e outros arranjos institucionais, que podem oferecer uma série de benefícios e serviços aos seus membros quando os mercados não são perfeitos, como no caso das eleições profissionais. Portanto, o presente estudo mostra como o capital social intervém na assimilação ocupacional de migrantes internos no Peru. Um modelo teórico simples é apresentado em que se afirma que dois tipos de capital social (étnico e adquirido) podem oferecer diferentes tipos de serviços aos seus membros, dependendo do nível de complementaridade do mesmo com o nível educacional e o tempo que o migrante permanece no local de destino (migrantes recentes e estabelecidos). Fazendo uso do Encuesta Nacional de Hogares (2014) e uma estimativa por logit multinomial, descobriu-se que o capital social étnico aumenta a probabilidade de realizar uma ocupação elementar apenas para migrantes recentes e que o capital social adquirido aumenta a probabilidade de desempenhar uma ocupação altamente qualificada para migrantes estabelecidos.


Assuntos
Humanos , Emigração e Imigração , Mercado de Trabalho , Migração Humana , Capital Social , Peru , Classe Social , Rede Social , Migração Humana/tendências
7.
Rev. cub. inf. cienc. salud ; 28(4): 1-13, oct.-dic. 2017.
Artigo em Espanhol | LILACS | ID: biblio-900935

RESUMO

En el sector salud, las brechas entre la generación del conocimiento científico y su uso para la toma de decisiones comprometen la calidad de la atención brindada. Estas brechas se han relacionado con diferentes factores, entre ellos el capital social. Este trabajo explora el papel del capital social en el uso del conocimiento en el sector salud. Para hacerlo se recurrió a una revisión de la literatura de los últimos veinte años. Los hallazgos reportaron que las tres dimensiones del capital social, es decir, el capital estructural, el capital relacional y el capital cognitivo, se han relacionado teóricamente con la gestión y el uso del conocimiento y que el capital social se considera un predictor significativo de la práctica basada en evidencias. Se concluye que fomentar la confianza y los lazos de comunicación entre los empleados, así como buscar relaciones con investigadores, potencian el uso de las evidencias científicas en la toma de decisiones. Estas acciones se traducen en beneficios para los usuarios finales del sistema de salud(AU)


In the health sector, gaps persist between scientific knowledge´s production and its use for decision-making; and these gaps compromise the quality of provided care. These gaps have been related to different factors, including social capital. This paper explores the role of social capital in the use of knowledge in the health sector. To do so, a review of the literature of the last twenty years was conducted. Among the main findings, three dimensions of social capital (i.e. structural capital, relational capital and cognitive capital) have been theoretically related to knowledge use and management; and social capital is highlighted as a significant predictor of evidence-based practice. Encouraging trust and strengthening communication links among employees, as well as seeking relationships with researchers have the potential to foster scientific knowledge use in decision-making. These actions can be translated into benefits for final health system´s users(AU)


Assuntos
Humanos , Tomada de Decisões , Prática Clínica Baseada em Evidências/educação , Gestão do Conhecimento , Capital Social
8.
Rev. cub. inf. cienc. salud ; 28(3): 0-0, jul.-set. 2017. graf
Artigo em Espanhol | LILACS | ID: biblio-900929

RESUMO

El objetivo de este estudio es sistematizar los elementos teóricos que evidencian el enlace entre la gestión del conocimiento y el capital social en contextos universitarios. Se abordan aspectos teóricos del capital social y la gestión del conocimiento, y específicamente su presencia en contextos universitarios. Se estudian los criterios de importantes exponentes del tema capital social, así como sus elementos identificativos y dimensiones. En el caso de la gestión del conocimiento se hace alusión a estudiosos del tema y sus procesos estratégicos. Se examina la estrecha relación entre capital social, gestión del conocimiento y capital intelectual como una triada que impulsa el desarrollo del conocimiento en las organizaciones. Como resultado se propone una relación entre aquellos aspectos que evidencian el estrecho vínculo entre el capital social y la gestión del conocimiento en las universidades(AU)


The purpose of this study is to systematize the theoretical elements that evidence the link between the management of the knowledge and the social capital in university contexts. Theoretical aspects of social capital and knowledge management are addressed, particularly their presence in university contexts. An analysis was made of criteria of outstanding specialists from the field of social capital, as well as its identifying elements and dimensions. In the case of knowledge management, reference is made to professionals dealing with the topic and its strategic processes. A discussion is provided about the close relationship between social capital, knowledge management and intellectual capital as a triad fostering the development of knowledge in organizations. As a result, a relationship is proposed between aspects which closely link social capital and knowledge management in universities(AU)


Assuntos
Humanos , Gestão do Conhecimento , Capital Social
9.
Belo Horizonte; s.n; 2017. 161 p. ilus.
Tese em Inglês, Português | LILACS, BBO - Odontologia | ID: biblio-908578

RESUMO

O objetivo deste estudo foi investigar as relações entre binge drinking - consumo de 5 ou mais doses de bebidas alcoólicas em uma ocasião -, cárie dentária, capital social e condição socioeconômica entre os estudantes de 12 anos de escolas públicas e privadas da área urbana da cidade de Diamantina-MG. A coleta de dados ocorreu em duas etapas: na primeira etapa foi realizado um censo envolvendo todos os 633 alunos de 12 anos de idade, matriculados nas 13 escolas. Na segunda etapa do estudo foi desenvolvido um estudo longitudinal de prevalência de período com os alunos que fizeram parte da primeira fase desta pesquisa. Na primeira etapa foram avaliados a prevalência da cárie dentária e sua associação com capital social e condições socioeconômicas, bem como, o consumo em ¿binge¿ por adolescentes e sua associação com o consumo de álcool por amigos, familiares, condições socioeconômicas e religiosidade. Na segunda etapa o objetivo foi investigar a associação entre capital social e a frequência de beber em "binge" entre adolescentes escolares. Os dados foram coletados por meio de exames clínicos e questionários autoaplicados. A frequência de consumo de álcool na vida e o binge drinking foram determinadas usando as Teste de Identificação de Desordens Devido ao Uso de Álcool (AUDIT-C). Para cárie dental foi adotado o Índice de dentes "cariados, perdidos e obturados" (CPO-D). O capital social foi medido pelo Questionário de Capital Social para Alunos Adolescentes (QCS-AE) desenvolvido e validado para os adolescentes escolares. Os indicadores socioeconômicos utilizados foram tipo de escola, renda familiar mensal, ABA-ABIPEME e escolaridade materna. Foram realizadas análise descritiva e bivariada e regressão binomial no estudo de prevalência de período. O nível de significância foi de 5%. Como principais resultados, observou-se que um total de 269 (45,7%) adolescentes tiveram pelo menos uma lesão cariada cavitada. A análise múltipla revelou que nem o gênero nem o capital social estiveram estatisticamente associados com a presença de lesões cavitadas (p > 0.05). Adolescentes que estudam em escolas públicas e com renda familiar inferior a 3 salários mínimos foram mais propensos a ter lesões cariosas cavitadas. Em relação ao consumo excessivo de álcool, a prevalência foi de 23,1%. A idade média de início do consumo de álcool foi de 10,8 anos. O binge drinking foi mais prevalente entre adolescentes cujo melhor amigo [RP = 4,72 (95% IC 2,78-8,03)] e irmão [RP = 1,46 (IC 95% 1,10-1,92)] consumiam álcool. A religiosidade [RP = 0,40 (IC 95% 0,27-0,62)] apareceu como um possível fator de proteção. No estudo longitudinal, adolescentes que relataram um aumento na coesão social na subescala comunidade/vizinhança foram 3,4 vezes mais propensos (95% IC 1,96-6,10) a consumir álcool excessivamente. Os achados desse estudo destacam os determinantes sociais do binge drinking e do comportamento de beber entre os adolescentes e a não associação entre o capital social e a cárie dentária. Além disso, os resultados fornecem novas evidências sobre o "lado negro" da coesão social na promoção do consumo excessivo de álcool entre os adolescentes.


The objetive of this study was to investigate the relationship between binge drinking - consumption of 5 or more doses of alcoholic beverages on one occasion - dental caries, social capital, and socioeconomic status among students of- 12-years-old of public and private schools in the urban area of the city of Diamantina-MG. Data collection took place in two stages: in the first stage, a census was carried out involving all 633 12-year-old students enrolled in the 13 scholls. In the second phase of the study a longitudinal period prevalence study was developed with students who were part of the first phase of this research. The first stage evaluated the prevalence of dental caries and its association with social capital and socioeconomic conditions, as well as the consumtion of alcoholic beverages by adolescents and their association with alcohol consumption by friends, family members, socioeconomic condition and religiosity...


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Criança , Adolescente , Bebedeira/complicações , Cárie Dentária/classificação , Capital Social , Classe Social , Estudantes
10.
São Paulo; s.n; 2017. 64 p.
Tese em Português | LILACS | ID: biblio-868223

RESUMO

Introdução. Capital social é definido como as características das associações e cooperações humanas que podem ter efeito na saúde. Estudos realizados na última década apontam para uma associação positiva entre maior capital social e melhores indicadores de saúde. Entretanto, algumas características da vizinhança de residência podem atuar como mediadores dessa associação, um tema ainda pouco analisado na literatura científica. Estudos nessa área podem ajudar a melhor entender o efeito do capital social em uma sociedade com altos índices de desigualdade e violência, como é o caso da brasileira. Objetivo. Analisar se as características da vizinhança atuam como mediadores da associação entre o capital social e a autopercepção de saúde. Metodologia. Foram usados os dados da linha de base (2008-2010) do Estudo Longitudinal de Saúde do Adulto (ELSA-Brasil). O ELSA-Brasil é uma coorte multicêntrica, composta por 15.105 funcionários públicos, ativos e aposentados, de ambos os sexos e com idades entre 35-74 anos vinculados a seis diferentes instituições de ensino e pesquisa brasileiras. As variáveis independentes de interesse foram os domínios de apoio social e de prestígio e educação e de coesão social de vizinhança individual, todos analisados no nível individual. Para a análise dos efeitos da vizinhança foram considerados apenas os indivíduos residentes no mesmo endereço há pelo menos cinco anos. As características de vizinhança estudadas foram: ambiente para atividade física, disponibilidade de alimentos saudáveis, segurança, violência percebida e vitimização. Modelos regressão logísticos foram sequencialmente ajustados para cada uma das características de vizinhança de interesse. Resultados. Os modelos apontam para uma associação consistente entre indicadores mais elevados de apoio e coesão social de vizinhança e melhor autopercepção de saúde, mesmo após o ajuste pelas características do local de residência. Por outro lado, a dimensão referente a prestigio e educação não apresentou uma associação significativa com a situação de saúde em nenhum dos modelos. O apoio social apresentou, na maioria dos modelos, um odds ratio (OR) de 0,81 (95 por cento , IC: 0,69-0,95) em indivíduos com apoio social moderado e OR de 0,62 (95 por cento , IC: 0,52-0,74) em indivíduos com apoio social elevado, mesmo após o controle pelas características da vizinhança. A coesão social da vizinhança também não apresentou modificação em seus efeitos e manteve para a maioria dos modelos um OR de 0,76 (95 por cento , IC: 0,67 0,85) para os indivíduos com coesão social moderada e OR de 0,82 (95 por cento , IC: 0,72 0,93) para os indivíduos com coesão social elevada. Apesar de todas as características de vizinhança terem apresentado associação significativa com a autopercepção de saúde, nenhuma causou modificação significante na associação entre os domínios de capital social e autopercepção de saúde. Conclusão. As características de vizinhança não alteraram significativamente a associação entre capital social e autopercepção de saúde, o que aponta para um efeito do capital social na saúde independentemente das características do local de residência. Entretanto, novos estudos são necessários para que os detalhes dos mecanismos envolvidos, principalmente em relação à possibilidade de causalidade reversa e ao tempo de exposição à vizinhança, sejam plenamente elucidados


Introduction. Social capital can be defined as the characteristics of human associations and cooperation that may have an effect on people\'s health. Studies conducted in the last decade point to a positive association between higher social capital and better health indicators. However, some characteristics of the neighborhood in which people live can act as mediators of this association, an area not yet analyzed in the scientific literature. Studies that analyze this association can help to improve the understanding of the effect of social capital in a society with high levels of inequality and violence, as is the Brazilian society. Objective. The aim of this thesis is to analyze whether neighborhood characteristics act as mediators of the association between social capital and self-perception of health. Methodology. Baseline data (2008-2010) from the Brazilian Longitudinal Study for Adult Health (ELSA-Brasil) was analyzed. ELSA-Brasil is a multi-center cohort of 15,105 active and retired civil servants of both sexes aged between 35-74 years linked to six different Brazilian teaching and research institutions. The multiple variables were the domains of social support, prestige and education and social cohesion of individual neighborhood, all analyzed at the individual level. For the analysis of neighborhood effects, only individuals residing at the same postal address for at least five years were included. The neighborhood characteristics studied were: physical activity environment, availability of healthy foods, safety, perceived violence and victimization. Logistic regression models were sequentially adjusted for each of the neighborhood characteristics of interest. Results. The models point to a consistent association between both higher support indicators and social neighborhood cohesion with better health status, even after adjusting for neighborhood characteristics. On the other hand, the dimension of prestige and education did not present a significant association with health situation in any of the models. Social support presented an odds ratio (OR) of 0.81 (95 per cent , CI: 0.69-0.95) for individuals with moderate social support and an OR of 0.62 (95 per cent CI, CI: 0.52-0.74) for individuals with high social support, even after controlling for neighborhood characteristics. Neighborhood social cohesion also did not presented modifications in its effects and remained stable in most OR models: 0.76 (95 per cent CI 0.67-0.85) for individuals with moderate social cohesion and 0,82 (95 per cent , CI: 0.72-0.93) for individuals with high social cohesion. Although all neighborhood characteristics presented a significant association with self-perception of health, none caused a change in the association between social capital domains and self- perception of health. Conclusions. The results indicate that neighborhood characteristics did not significantly alter the association between social capital and self-perception of health, which points to an effect of social capital on health regardless of neighborhood characteristics. However, new studies are needed in order to fully elucidate the details of the mechanisms involved, especially in relation to reverse causation and exposure time within a neighborhood


Assuntos
Nível de Saúde , Autoimagem , Capital Social , Estudos de Coortes , Estudos Multicêntricos como Assunto
11.
Rev. bras. epidemiol ; 19(3): 471-483, Jul.-Set. 2016. tab
Artigo em Português | LILACS | ID: biblio-829892

RESUMO

RESUMO: Objetivo: Estimar a prevalência da incapacidade funcional e sua associação com o capital social entre idosos residentes na comunidade. Metodologia: O estudo foi baseado nos dados do Segundo Inquérito de Saúde da Região Metropolitana de Belo Horizonte - 2010, coletados junto a 1.995 idosos residentes em comunidade, amostrados probabilisticamente. A exposição de interesse foi o capital social, considerando os itens confiança na vizinhança, percepção do ambiente físico, sensação de coesão ao bairro de moradia e percepção de ajuda. Foram consideradas na análise, com o propósito de ajustamento, variáveis sociodemográficas, descritoras de condições de saúde e de utilização de serviços de saúde. Resultados: Cerca de 1/3 dos participantes (32,6%) apresentou-se incapaz para pelo menos uma das atividades instrumentais de vida diária (AIVD) e/ou atividades básicas de vida diária (ABVD); a prevalência da incapacidade para ABVD/AIVD foi de 18,1% e da incapacidade exclusiva para AIVD foi de 14,6%. Os idosos incapazes para AIVD e para AIVD/ABVD apresentaram chances mais elevadas de pior capital social, mas apenas o elemento de sensação de coesão ao bairro de moradia mostrou-se independentemente associado à incapacidade funcional (OR = 1,80; IC95% 1,12 - 2,88). Conclusões: Nossos resultados evidenciaram a importância do capital social na investigação dos fatores associados à incapacidade funcional e apontam para a necessidade de que outras políticas públicas sejam implementadas, nas áreas social e ambiental, visto que as necessidades dos idosos demandam medidas que vão além daquelas próprias do setor saúde.


ABSTRACT: Objective: To assess the prevalence of disability and its association with social capital among community-dwelling elderly. Methods: The study was based on 2nd Health Survey of Belo Horizonte Metropolitan Region - 2010, that included 1,995 community-dwelling elderly, randomly sampled. The exposure of interest was social capital, measured by confidence in neighborhood, perception of the physical environment, sense of cohesion in housing, and neighborhood perception of help. Socio-demographic variables, health conditions and use of health services were considered in the analysis with the purpose of adjustment. Results: Approximately one third of participants (32.6%) were unable to at least one instrumental activity of daily living (IADL) and/or basic activity of daily living (ADL); the prevalence of disability in ADL/IADL was 18.1%, and only in IADL was 14.6%. Elderly with functional disabilities had higher odds of poor social capital, but only the sense of cohesion in housing neighborhood showed to be independently associated with functional disability (OR = 1.80; 95%CI 1.12 - 2.88). Conclusions: Our results show the importance of social capital in research on associated factors of functional disability and indicate the need to implement public policies for social and environmental areas, since the needs of the elderly require measures beyond those typical of the health sector.


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Pessoa de Meia-Idade , Idoso , Idoso de 80 Anos ou mais , Atividades Cotidianas , Pessoas com Deficiência/estatística & dados numéricos , Vida Independente , Capital Social , Brasil , Estudos Transversais
12.
Ciênc. saúde coletiva ; 21(5): 1659-1668, Mai. 2016. tab
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-781036

RESUMO

Resumo O artigo relata uma pesquisa com agentes comunitários de saúde em municípios brasileiros. Tem como objetivo verificar a influência das relações sociais em rede dos agentes no cotidiano de trabalho nas equipes de ESF. A base teórica é a abordagem do capital social e como método a análise de redes sociais e suas medidas de densidade e EI-Index. Na coleta de dados foi usado um questionário do tipo gerador de nomes, com 266 agentes, em seis municípios de três diferentes regiões do Brasil (codificados como Amazônico 1 e 2; Nordeste 1 e 2; Centro-Sul 1 e 2). Também foram usados dados secundários. Os resultados indicam que o perfil dos ACSs ainda é um limitador à capacitação e que estes não se veem como elo entre a comunidade, as equipes da ESF e as unidades de saúde. Conclui que os agentes não têm a percepção de sua importância e que suas redes internas apresentam baixa densidade, com poucas relações externas (outros membros da ESF), o que limita a ampliação do capital social e dificulta a difusão de conhecimentos e experiências de ações de prevenção.


Abstract This article reports on a survey of community health workers in Brazilian municipalities. The scope is to verify the influence of the network of social relations of agents in the daily work of the Family (FHS) teams. The theoretical base is addressing the social capital and the method is the analysis of social networks and their density measurements and EI-Index. In the data gathering, a questionnaire of the name generator type, with 266 agents in six municipalities in three different regions of Brazil (coded as Amazon 1 and 2, North Central 1 and 2, Central South 1 and 2) was used. Secondary data were also used. The results indicate that the profile of the community health agents is still a training limiter and they do not see themselves as a link between the community, the FHS teams and health facilities. The conclusion drawn is that the agents do not have the perception of their importance and that their internal networks have low density, with few external relations (other members of the FHS), which limits the expansion of social capital and hampers the dissemination of knowledge and experiences of actions of prevention.


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Adolescente , Adulto , Pessoa de Meia-Idade , Idoso , Adulto Jovem , Agentes Comunitários de Saúde/organização & administração , Equipe de Assistência ao Paciente/organização & administração , Capital Social , Apoio Social , Brasil , Agentes Comunitários de Saúde/psicologia , Disseminação de Informação , Inquéritos e Questionários
13.
Pensar prát. (Impr.) ; 19(1): 220-231, jan.-mar.2016. tab
Artigo em Português | LILACS | ID: biblio-912726

RESUMO

O objetivo da presente revisão foi tentar estabelecer possíveis associações entre a teoria do capital social e atividade física a partir de estudos internacionais publicados na base de dados ScienceDirect. Baseado na abordagem qualitativa, e usando do processo de revisão sistemática de literatura, buscaram-se artigos com a temática proposta através de descritores e operadores lógicos. Analisou-se o capital social a partir da estrutura e intensidade que fundamenta as relações sociais de uma comunidade a partir da confiança, solidariedade, reciprocidade e participação cívica. Sugere-se que a atividade física e estado de saúde podem ser considerados fatores resultantes do acúmulo de capital social, potencializando a criação e manutenção de círculos virtuosos de participação popular reduzindo os índices de inatividade física.


The objective of this review was to try to establish possible associations between the theory of social capital and physical activity from international studies published in ScienceDirect database. Based on the qualitative approach, and using the systematic review process of literature, we sought through logical descriptors and operators papers with the proposed theme. It analyzed the social capital from the structure and intensity that underpins the social relations of a community from the trust, solidarity, reciprocity and civic participation. It is suggested that physical activity and health status may be considered factors resulting from capital accumulation, increasing the creation and maintenance of virtuous circles of popular participation reducing levels of physical inactivity.


El objetivo de esta revisión fue intentar establecer posibles asociaciones entre la teoría del capital social y la actividad física a partir de estudios internacionales publicados en la base de datos ScienceDirect. Basado en el enfoque cualitativo, y con el proceso de revisión sistemática de la literatura, se buscó a través de descriptores y operadores lógicos artículos con el tema propuesto. Se analizó el capital social a partir de la estructura e intensidad que sustenta las relaciones sociales de una comunidad como la confianza, la solidaridad, la reciprocidad y la participación cívica. Se sugiere que la actividad física y el estado de salud pueden ser considerados factores resultantes de la acumulación de capital social, mejorando la creación y el mantenimiento de círculos virtuosos de la participación popular, reduciendo las tasas de inactividad física.


Assuntos
Humanos , Valores Sociais , Exercício Físico , Saúde , Participação da Comunidade , Capital Social , Relações Interpessoais
14.
Cad. saúde pública ; 32(7): e00101515, 2016. tab, graf
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-788097

RESUMO

Resumo: Esta pesquisa tem por objetivo estudar a estrutura fatorial da versão brasileira da escala Resource Generator (RG), utilizando dados da linha de base do Estudo Longitudinal de Saúde do Adulto (ELSA-Brasil). Realizou-se validade cruzada com três subamostras aleatórias. A análise fatorial exploratória usando modelos de equação estrutural exploratória foi realizada nas duas primeiras subamostras para diagnóstico da estrutura fatorial e, na terceira, a análise fatorial confirmatória foi utilizada para corroborar o modelo definido pelas análises exploratórias. Com base nos 31 itens iniciais, o modelo de melhor ajuste contemplou 25 itens distribuídos em três dimensões. Todas apresentaram validade convergente (valores acima de 0,50 para a variância extraída) e precisão (valores acima de 0,70 para a confiabilidade composta) satisfatórias. Todas as correlações fatoriais foram abaixo de 0,85, indicando plena validade fatorial discriminante. A escala RG apresenta propriedades psicométricas aceitáveis e pode ser utilizada em populações com características semelhantes.


Abstract: This study aims to analyze the factor structure of the Brazilian version of the Resource Generator (RG) scale, using baseline data from the Brazilian Longitudinal Health Study in Adults (ELSA-Brasil). Cross-validation was performed in three random subsamples. Exploratory factor analysis using exploratory structural equation models was conducted in the first two subsamples to diagnose the factor structure, and confirmatory factor analysis was used in the third to corroborate the model defined by the exploratory analyses. Based on the 31 initial items, the model with the best fit included 25 items distributed across three dimensions. They all presented satisfactory convergent validity (values greater than 0.50 for the extracted variance) and precision (values greater than 0.70 for compound reliability). All factor correlations were below 0.85, indicating full discriminative factor validity. The RG scale presents acceptable psychometric properties and can be used in populations with similar characteristics.


Resumen: Esta investigación tiene por objetivo estudiar la estructura factorial de la versión brasileña de la escala Resource Generator (RG), utilizando datos de la línea de base del Estudo Longitudinal de Saúde do Adulto (ELSA-Brasil). Se realizó una prueba de validación cruzada con tres sub-muestras aleatorias. El análisis factorial exploratorio, usando modelos de ecuación estructural exploratorio, fue realizado en las dos primeras sub-muestras para diagnóstico de la estructura factorial y, en la tercera, el análisis factorial confirmatorio fue utilizado para corroborar el modelo definido por los análisis exploratorios. A partir de los 31 ítems iniciales, el modelo de mejor ajuste contempló 25 ítems distribuidos en tres dimensiones. Todos presentaron validez convergente (valores por encima de 0,50 para la variancia extraída) y precisión (valores por encima de 0,70 para la confiabilidad compuesta) satisfactorias. Todas las correlaciones factoriales estuvieron por debajo de 0,85, indicando plena validez factorial discriminante. La escala RG presenta propiedades psicométricas aceptables y puede ser utilizada en poblaciones con características semejantes.


Assuntos
Humanos , Adulto , Capital Social , Inquéritos e Questionários , Brasil , Análise Fatorial , Estudos Longitudinais , Psicometria , Apoio Social
15.
Pesqui. prát. psicossociais ; 10(2): 260-271, dez. 2015.
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-791717

RESUMO

O presente trabalho analisa as relações entre os processos de investigação e de intervenção no campo comunitário, enfatizando duas questões centrais: a) se a investigação (pesquisa) deve conduzir a ações que também sejam comprometidas com a realidade e a transformação social; e b) se o processo de intervenção em comunidade gera conhecimentos socialmente relevantes. Para isso procede-se a uma reflexão sobre os dilemas e desafios éticos que estão presentes nas práticas comunitárias: a) relacionados às exigências metodológicas e de produção de conhecimento; b) ligados à "sensibilidade cotidiana e histórica". Indaga-se se a intervenção psicossocial capta os processos de participação e conscientização. Finaliza-se com uma exposição de aspectos importantes para a congruência metodológica e política entre intervenção e investigação psicossocial em comunidade, na perspectiva da Psicologia Social Comunitária Latino-Americana.


This paper analyzes the relationships between the processes of investigation and intervention in the community field, emphasizing two central questions: (a) if the investigation (research) should lead to actions that are also committed to reality and social change; and (b) if the community intervention process generates socially relevant knowledge. For it the paper proceeds to a reflection on the dilemmas and ethical challenges that are present in community practices: (a) related to methodological requirements and to the production of knowledge; (b) linked to "daily and historical sensibility". It asks if psychosocial intervention captures the processes of participation and awareness. It ends up with an exposure of significant aspects to the methodological and political congruence between intervention and psychosocial research in community from the perspective of Latin American Social Community Psychology.


Este trabajo analiza las relaciones entre los procesos de investigación e intervención en el ámbito de la comunidad, haciendo hincapié en dos cuestiones centrales: (a) si la investigación (pesquisa) debe conducir a acciones que también están comprometidos con la realidad y el cambio social; y (b) si el proceso de intervención comunitaria genera conocimiento socialmente relevante. Para tanto el documento procede a una reflexión sobre los dilemas y desafíos éticos que están presentes en las prácticas en la comunidad: (a) en relación con los requisitos metodológicos y de la producción de conocimiento; (b) ligados a "la sensibilidad cotidiana y histórica". Se pregunta si la intervención psicosocial captura los procesos de participación y toma de conciencia. Se termina con una exposición de los aspectos importantes de la congruencia metodológica y política entre la intervención y la investigación psicosocial en la comunidad desde la perspectiva de la Psicología Social Comunitaria Latinoamericana.


Assuntos
Psicologia Social , Participação da Comunidade , Planejamento Social , Grupo Social , Capital Social , Programas Sociais
16.
Memorandum ; 29: 169-193, out. 2015.
Artigo em Português | LILACS, Index Psicologia - Periódicos técnico-científicos | ID: biblio-914885

RESUMO

Diante das diversas mudanças societárias e culturais, bem como, das ambivalências e fragmentações das políticas públicas que, em contexto brasileiro, geram o aumento de desigualdades e mazelas sociais, a família brasileira reage, se adapta, sobrevive e continua a ser fundamental e necessária para a vida humana, além de eixo principal da sociedade brasileira, principalmente, por produzir bens relacionais entre seus membros e para a sociedade. Este artigo, em seu conjunto, procura visualizar a família, em meio aos desafios da sociedade brasileira, como espaço adequado para as relações humanas de reciprocidade, confiança, gratuidade e cooperação, que por meio dos recursos e potencialidades próprios, pode gerar e transmitir Capital Social, que assume o status de Capital Social Familiar. E por fim, apresenta a Psicologia Comunitária e suas estratégias de intervenção como um importante recurso, que pode ser utilizado para subsidiar, intervir e contribuir para com as famílias brasileiras.(AU)


Before the various societal and cultural changes, as well as the ambivalence and fragmentation of public policies in the Brazilian context, generate increasing inequalities and social issues, the Brazilian family reacts, adapts, survives and remains essential and necessary for human life and the main axis of Brazilian society; mainly to produce relational goods among its members and to society. This article as a whole, seeks to display family, amid the challenges of Brazilian society, such as adequate space for human relations of reciprocity, trust, generosity and cooperation through the resources and own potential, which can generate and transmit Social Capital, which assumes the status of Family Social Capital. Finally, it presents the Community Psychology and their intervention strategies as an important resource that can be used in subsidizing, intervening and helping Brazilian families.(AU)


Assuntos
Família , Relações Familiares , Psicologia , Capital Social
17.
Cad. saúde pública ; 31(8): 1636-1647, Aug. 2015. tab, ilus
Artigo em Inglês | LILACS | ID: lil-759491

RESUMO

The present study examined the relationship between indicators of social capital and health-related behaviors. A cross-sectional study was conducted on a sample of 1,062 participants representative of the population aged 40 years or older from a city in Southern Brazil. The following indicators of social capital were examined: number of friends, number of people they could borrow money from when in need; extent of trust in community members; number of times members of the community help each other; community safety; and extent of membership in community activities. Also, an overall score of social capital including all indicators was calculated. A poor social capital was associated with insufficient leisure-time physical activity (OR = 1.70; 95%CI: 1.07-2.70), low consumption of fruits and vegetables (OR = 1.53; 95%CI: 1.05-2.24), and smoking (OR = 1.97; 95%CI: 1.21-3.21). No clear association was found between capital social and binge drinking. A score of social capital showed an inverse relationship with the number of prevalent risk behaviors (p < 0.001). These results reinforce that policies to promote health should consider social capital.


El objetivo del estudio fue investigar la relación entre indicadores de capital social y los comportamientos relacionados con la salud. Se realizó un estudio transversal con 1.062 personas representativas de la población de 40 años o más, de una ciudad del Sur del Brasil. Los indicadores de capital social fueron: número de amigos y personas que prestan dinero si fuera necesario, la confianza en la gente del barrio, la frecuencia con la que la gente del barrio se ayuda mutuamente, la seguridad del barrio y la participación comunitaria. También se construyó una puntuación del capital social en base a indicadores aislados de capital social. Un bajo capital social se asoció con la inactividad física en el tiempo libre (OR = 1,70; IC95%: 1,07-2,70), el consumo irregular de frutas y verduras (OR = 1,53; IC95%: 1,5-2,24), y el tabaquismo (OR = 1,97; IC95%: 1,21-3,21). No hubo una clara relación entre el capital social y el abuso de alcohol. La puntuación del capital social ha tenido una relación inversa con el número de conductas de riesgo (p < 0,001). Estos resultados refuerzan la importancia de considerar el capital social en las políticas de promoción de la salud.


O objetivo do estudo foi verificar a associação entre indicadores de capital social e comportamentos relacionados à saúde. Foi realizado um estudo transversal com uma amostra de 1.062 sujeitos representativos da população de 40 anos ou mais de um município da Região Sul do Brasil. Os indicadores de capital social foram: número de amigos, pessoas que emprestariam dinheiro em caso de necessidade, confiança nas pessoas do bairro, frequência com que as pessoas no bairro se ajudavam, segurança no bairro e participação comunitária. Foi ainda calculado um escore de capital social que considerou os indicadores isolados. Baixo capital social foi associado com inatividade física no lazer (OR = 1,70; IC95%: 1,07-2,70), consumo irregular de frutas e verduras (OR = 1,53; IC95%: 1,05-2,24) e tabagismo (OR = 1,97; IC95%: 1,21-3,21). Não foi encontrada associação clara do capital social com o consumo abusivo de álcool. O escore de capital social mostrou uma relação inversa com o número de comportamentos de risco (p < 0,001). Esses resultados reforçam a importância de se considerar o capital social nas políticas de promoção da saúde.


Assuntos
Adulto , Feminino , Humanos , Masculino , Pessoa de Meia-Idade , Estilo de Vida , Capital Social , Apoio Social , Consumo de Bebidas Alcoólicas , Brasil , Estudos Transversais , Comportamento Alimentar , Nível de Saúde , Atividade Motora , Assunção de Riscos , Fatores Socioeconômicos
18.
Saúde Soc ; 24(supl.1): 55-65, Apr-Jun/2015.
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-749907

RESUMO

We've learned that the state is responsible for the production of common good. Besides, it protects the collectivity and always acts according with public concerns - which, theoretically, would be convergent to the concerns of those who are under its empire. We will see that this is no more than a recurrent and indispensable illusion for consolidation of a bourgeois democracy. Nevertheless, it is indispensable to think about an immanent state analysis, in order to, later, understand the existing limits in its acting as a supposed most important producer of common good. Here is a recurrent illusion about the idea that the state, while promoting the collective interest, is the common good production pillar. Well, once capital is the process of money accumulation by extracting a surplus-value, the state takes its higher expression as an intrinsic relation with the capital logic. Once money is the universal equivalent, it is important that, for its circulation, a guarantee does exist, being an indispensable agent to promote such. Without commodities' production and circulation there is no capital. Without such guarantee agent which shall consolidate the daily exchange process through the universal equivalent (money), there is no capital. Without a guarantor of such production and circulation - the state - there is no capitalism. The common good production through the public policies is linked to social rights in their context and we need a critical Marxist reading to understand such an issue.


Aprendemos que o estado é responsável pela produção do bem comum. Desta forma, ele protegeria a coletividade sempre agindo em conformidade com o interesse coletivo, no sentido de produção do bem comum. Veremos que esta forma de conceber as coisas é indispensável para a preservação da ilusória lógica de preservação da democracia burguesa. Desta forma, se faz indispensável conceber uma crítica imanente do estado, para que possamos entender os limites das ações estatais na produção deste bem comum. Aqui deve-se ressaltar que a produção do bem comum é uma ilusão recorrente. Uma vez que o capital é um processo de acumulação de dinheiro pela extração da mais-valia, o estado assume um papel estratégico na reprodução da lógica do capital. Sendo o dinheiro equivalente universal, é importante que exista garantia para a sua circulação, sendo indispensável um agente que a promova. Sem produção e a sua correspectiva circulação, não há capital. Sem um agente que garanta o processo de troca, o estado, também não é possível a existência do capital. A produção do bem comum por meio das políticas públicas estatais referentes aos direitos sociais encontra-se intimamente ligada a este fenômeno e faz-se necessária uma crítica radical marxista para a sua compreensão.


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Capitalismo , Comunismo , Saúde Pública , Política Pública , Política Pública , Seguridade Social , Estado , Decisões Judiciais , Capital Social
19.
Saúde Soc ; 24(1): 298-307, Jan-Mar/2015.
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-744762

RESUMO

In Maputo, the selective waste collection is undertaken in a very limited way and is largely a result of nongovernmental projects or individual initiatives. The objective of the study was to analyze household selective waste collection in Maputo emphasizing those in partnership with the municipality, in order to evaluate their potentialities. The research methods were bibliographical and documental research and qualitative interviews. The interviews were with representatives from: Municipal Directorate of Cleansing and Cemeteries; coordinators of four pickers' organizations (Recicla, Fertiliza, Amor and Pagalata). In addition, there were technical visits to units for sorting recyclables and collecting/selling stations. The research showed that the initiatives are positive, in terms of social and economic capital, although altogether the projects deviate less than 1 per cent of the urban solid waste produced daily in the municipality. One of the major problems for promoting selective waste collection in Mozambique is lack of local industries that transform recyclable materials in recycled products. It is therefore important to provide a legal framework for municipal selective waste collection service with pickers' and citizens' participation.


Em Maputo, a coleta seletiva ocorre de forma restrita, majoritariamente como resultado de iniciativas não governamentais ou individuais. Este estudo apresenta um panorama desses projetos e enfatiza iniciativas em parceria com o município. O objetivo foi analisar experiências de coleta seletiva de resíduos sólidos domiciliares em parcerias com organizações de catadores em Maputo, Moçambique, a fim de avaliar suas perspectivas. Foram realizadas pesquisas bibliográficas e documentais e entrevistas qualitativas semiestruturadas com: representante da Direção Municipal de Saúde e Salubridade do Município de Maputo; coordenadores administrativos de quatro organizações de catadores (Recicla, Fertiliza, Amor e Pagalata). Além disso, foram feitas visitas técnicas aos galpões/usinas de triagem e estações de coleta dessas organizações. As iniciativas, embora, em conjunto, desviem menos de 1 por cento dos resíduos sólidos urbanos produzidos no município, foram avaliadas positivamente em aspectos de formação de capital social e econômico. A pesquisa também demonstrou que um problema para a coleta seletiva e a reciclagem em Moçambique é a carência de um mercado local e um parque reciclador que utilize e transforme materiais recicláveis em produtos reciclados. Nesse sentido, faz-se necessário definir um marco legal de serviço municipal de coleta seletiva com a participação dos catadores e munícipes.


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Gestão Ambiental , Saúde Ambiental , Administração Municipal , Resíduos Sólidos , Coleta de Resíduos Sólidos , Catadores , Desenvolvimento Sustentável , Parcerias Público-Privadas , Pesquisa Qualitativa , Capital Social , Uso de Resíduos Sólidos , Limpeza Urbana
20.
Rev. chil. nutr ; 42(1): 53-59, Mar. 2015. tab
Artigo em Espanhol | LILACS | ID: lil-745597

RESUMO

Considering the increase in higher education institutions that offer the Nutrition program and the paradigm shift in the healthcare area oriented to a bio psychosocial approach, which can be understood as a holistic look at the principal actors in the educational process and whose development is not only technical and professional, but also educational. The aim of this article was to describe the composition of the cultural and social capital of the students enrolled in the Nutrition and Dietetics program at the University del Mar of Talca. This was a quantitative, non-experimental, cross-sectional and descriptive study; a survey with close ended question was applied to 45 students. The descriptive statistics results were analyzed using SPSS v.20 and indicated the composition of cultural and social capital of the universe of this study, allowing characterization of each individual whose program training implies a search for social mobility, security, notions of self-expression, and valoric composition proper to modernity.


Considerando el incremento de instituciones de educación superior que ofertan la Carrera de Nutrición, y el cambio paradigmático en el área de salud orientado a un enfoque biopsicosocial, el que podemos entender como una mirada holística hacia los actores en este proceso educativo, cuyo desarrollo no es sólo técnico y profesional, sino también formativo; el presente artículo pretende describir la composición del capital cultural y social de estudiantes de la carrera de Nutrición y Dietética de la Universidad del Mar de Talca. Estudio cuantitativo, no experimental, transversal y descriptivo, con muestra de 45 estudiantes a quienes se les aplicó un cuestionario con preguntas cerradas. Los resultados analizados con estadística descriptiva y utilizando el programa SPSS v.20, indican que la composición del capital cultural y social de los sujetos, permite caracterizar a un estudiante cuya formación disciplinar implica una búsqueda de movilidad social, seguridad, generando nociones de autoexpresión, y una composición valórica muy propia de la modernidad.


Assuntos
Humanos , Estudantes , Cultura , Educação Superior , Ciências da Nutrição e do Esporte , Capital Social , Fatores Sociológicos
SELEÇÃO DE REFERÊNCIAS
DETALHE DA PESQUISA