Your browser doesn't support javascript.
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 20 de 132
Filtrar
1.
Rev. Ciênc. Plur ; 6(2): 156-169, 2020. tab
Artigo em Português | LILACS, BBO - Odontologia | ID: biblio-1100324

RESUMO

Introdução:Vivencia-se na atualidade uma pandemia causada pelo novo Coronavírus,o qual é transmitido por meio de gotículas de saliva, espirro e tosse, fazendo-se necessário mudanças na assistência ao paciente. Objetivo:Descrever a experiência com a construção de um Procedimento Operacional Padrão para assistência nutricional em pacientes acometidos pelo Coronavírus. Metodologia:Trata-se de um estudo descritivo, do tipo relato de experiência,vivenciado pela equipe de residentes multiprofissionais em nutrição do Hospital Universitário Onofre Lopes,da Universidade Federal do Rio Grande do Norte. Resultados:Baseado nas recomendações da Organização Mundial de Saúde e do Conselho Federal de Nutrição e, com a participação dos profissionais do serviço, foi construído o referido procedimento que descreve as boas práticas na triagem, avaliação e conduta nutricional. Conclusão:A implantação e implementação do POP oportunizou a interação de conhecimentos e novas condutas assistenciais, mesmo diante das limitações estruturais, de equipamentos de proteção individual e de medidas de contingenciamento implementadas no serviço (AU).


Introduction:We are currently experiencing a pandemic caused by the new Coronavirus, which is transmitted through droplets of saliva, sneezing and coughing, making changes in patient care necessary. Objective:To describe the experience with the construction of a Standard Operating Procedure for nutritional assistance in patients affected by the Coronavirus. Methodology:This is a descriptive study, an experience report, experienced by the team of multiprofessional residents in nutrition at the Hospital Universitário Onofre Lopes, at the Federal University of Rio Grande do Norte. Results:Based on the recommendations of the World Health Organization and the Federal Nutrition Council and, with the participation of service professionals, the referred procedure was developed, which describes good practices in screening, assessment and nutritional conduct. Conclusion: The implementation and implementation of SOP provided an opportunity for the interaction of knowledge and new care behaviors, even in the face of structural limitations, personal protective equipment and contingency measures implemented in the service (AU).


Introducción:Actualmenteestamos experimentando una pandemia causada por el nuevo Coronavirus, que se transmite a través de gotas de saliva, estornudos y tos, lo que hace que sea necesario realizar cambios en la atención del paciente. Objetivo:Describir la experiencia con la construcción de un Procedimiento Operativo Estándar para asistencia nutricional en pacientes afectados por el Coronavirus. Metodología:Este es un estudio descriptivo, un informe de experiencia, experimentado por el equipo de residentes multiprofesionales en nutrición del Hospital Universitário Onofre Lopes, de la Universidad Federal de Río Grande del Norte. Resultados:Basado en las recomendaciones de la Organización Mundial de la Salud y el Consejo Federal de Nutrición y, con la participación de profesionales de servicio, se desarrolló el procedimiento referido, que describe buenas prácticas en la detección, evaluación y conducta nutricional. Conclusión:La implementación e implementación de SOP brindó una oportunidad para la interacción del conocimiento y los nuevos comportamientos de atención, incluso frente a limitaciones estructurales, equipos de protección individual y medidas de contingencia implementadas en el servicio (AU).


Assuntos
Protocolos Clínicos/normas , Infecções por Coronavirus/prevenção & controle , Assistência Integral à Saúde , Nutricionistas , Brasil , Aprendizagem Baseada em Problemas/métodos , Promoção da Saúde
2.
Nursing (Säo Paulo) ; 22(259): 3389-3394, dez.2019.
Artigo em Português | LILACS, BDENF - Enfermagem | ID: biblio-1087257

RESUMO

Considerando a importância da atualização profissional para a qualidade da atenção prestada ao paciente internado na dimensão do cuidado nutricional, o estudo objetivou caracterizar os nutricionistas dos hospitais de Sobral-CE. Trata-se de uma pesquisa metodológica do tipo descritiva com abordagem quantitativa. Sendo realizada na área do município de Sobral-CE, onde a amostra da pesquisa foram os Nutricionistas Clínicos Hospitalares que compõem o Serviço de Nutrição, no período de janeiro de 2019, CAAE: 90500318.4.0000.8109. Participação de 23 nutricionistas, em sua maioria, 73,91% do sexo feminino e 26,09% do sexo masculino. Quanto à titulação acadêmica, a maioria apresentava no mínimo uma pós-graduação de caráter de especialização lato sensu (69,57%), graduação (21,74%) e mestrado (8,69%). Os resultados demonstraram um perfil jovem, com tempo de formação inferior a 5 anos, com a continuação de pós-graduação em virtude de proporcionar e contribuir com a assistência nutricional aos pacientes no âmbito hospitalar.(AU)


Considering the importance of professional updating for the quality of care provided to hospitalized patients in the nutritional care dimension, the study aimed to characterize the nutritionists of Sobral-CE hospitals. This is a descriptive methodological research with a quantitative approach. Being held in the area of the municipality of Sobral-CE, where the research sample were the Hospital Clinical Nutritionists who make up the Nutrition Service, in January 2019, CAAE: 90500318.4.0000.8109. Participation of 23 nutritionists, mostly, 73.91% female and 26.09% male. Regarding academic qualifications, most had at least one postgraduate degree of specialization lato sensu (69.57%), undergraduate (21.74%) and master (8.69%). The results showed a young profile, with a training time of less than 5 years, with the continuation of postgraduate studies as it provides and contributes nutritional support to patients in the hospital environment.(AU)


Teniendo en cuenta la importancia de la actualización profesional para la calidad de la atención brindada a los pacientes hospitalizados en la dimensión de atención nutricional, el estudio tuvo como objetivo caracterizar a los nutricionistas de los hospitales Sobral-CE. Esta es una investigación metodológica descriptiva con un enfoque cuantitativo. Celebrada en el área del municipio de Sobral-CE, donde la muestra de investigación fueron los Nutricionistas Clínicos del Hospital que conforman el Servicio de Nutrición, en enero de 2019, CAAE: 90500318.4.0000.8109. Participación de 23 nutricionistas, en su mayoría, 73.91% mujeres y 26.09% hombres. En cuanto a las calificaciones académicas, la mayoría tenía al menos un título de especialización de posgrado lato sensu (69.57%), licenciatura (21.74%) y maestría (8.69%). Los resultados mostraron un perfil joven, con un tiempo de capacitación de menos de 5 años, con la continuación de los estudios de posgrado, ya que proporciona y aporta apoyo nutricional a los pacientes en el entorno hospitalario.(AU)


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Prática Profissional , Recursos Humanos em Nutrição , Nutricionistas , Serviço Hospitalar de Nutrição
3.
Belo Horizonte; s.n; 2019. 92 p. tab, mapa.
Tese em Português | LILACS, BDENF - Enfermagem | ID: biblio-1007606

RESUMO

Entre as ações de promoção à saúde desenvolvidas na Atenção Primária à Saúde (APS) no Brasil estão aquelas relacionadas à educação alimentar e nutricional (EAN), realizadas por nutricionistas do Núcleo Ampliado de Saúde da Família e Atenção Básica (NASF-AB). Com o objetivo de unificar o conceito de EAN, promover reflexão e orientação da prática, e direcionar as ações para as áreas da saúde, educação e assistência, para o emprego de recursos e abordagens educacionais ativas e problematizadoras, promovendo um campo comum de reflexão e orientação da prática de EAN, propôs-se em 2012 o Marco de Referência de Educação Alimentar e Nutricional para as Políticas Públicas, porém, não obstante o Marco, estudos mostram que as práticas de EAN apresentam raízes biomédicas e operam com a transmissão de conhecimento, indicando que o modo de realizar a EAN não modificou-se. A prática dos profissionais, o modo como pensam e agem, influencia-se por experiências psicossociais e culturais. Compreender os conhecimentos, atitudes e comportamentos dos profissionais implica conhecer as representações que possuem dos objetos e fins aos quais almejam atingir, e indica a importância de estudar-se mais detalhadamente as representações sociais de quem as realiza, incluindo as atitudes, comportamentos e escolhas em diferentes domínios. A análise das representações dos nutricionistas do NASF-AB sobre EAN poderá auxiliar na compreensão da execução de suas práticas educativas, e permitirá encontrar indícios que expliquem as razões das práticas ainda não terem se adequado às diretrizes do Marco de Referência. Objetivo: analisar as representações sociais de nutricionistas do NASF-AB sobre a EAN. Metodologia: tratou-se de estudo descritivo, com base na Teoria das Representações Sociais (TRS), delineado com método qualitativo de pesquisa, realizado com 31 nutricionistas lotadas no NASF-AB da prefeitura de Belo Horizonte, a partir de entrevistas e questionário semiestruturado. Para determinar o tamanho amostral, utilizou-se amostragem probabilística aleatória estratificada com intervalo de confiança de 90%. Analisaram-se as variáveis dos questionários com distribuição de frequência, e os dados das entrevistas a partir da análise de conteúdo. Resultados: recolheram-se representações sociais das entrevistas realizadas, agrupando-as em quatro 8 categorias: EAN é ensinar, educar e orientar para alimentação saudável; EAN é mudar hábitos, práticas e comportamento; EAN é gerar autonomia; EAN é experimentar e trocar experiências. As duas primeiras categorias possuem representações sociais ancoradas no paradigma biomédico de saúde, com representações sociais de EAN normativas por privilegiarem a transmissão de informações sobre características nutricionais dos alimentos e por relacionarem a modificação de comportamentos e hábitos alimentares à reeducação nutricional. As representações sociais das demais categorias ancoram-se no paradigma biopsicossocial, por levarem em consideração as características sociais, culturais e subjetivas dos participantes dos processos educativos, porém, a abordagem a determinados temas na perspectiva do profissional em detrimento da do participante, remete também ao paradigma biomédico em saúde. Em ambas as representações sociais com caráter biopsicossocial, observa-se a convivência na prática destes profissionais de duas racionalidades que se pautam em matrizes epistemológicas distintas e, muitas vezes, antagônicas, o que pode revelar uma tentativa de ruptura com os modelos hegemônicos da educação em saúde, contrapondo-se à tendência dominante de desenvolver práticas educativas que constituam modos específicos de subjetivação baseados na normatividade e na homogeneização dos participantes. Deste modo, interpreta-se que o investimento em uma educação pela via do sensível e da experimentação, decorre neste estudo muito mais da intenção de romper com um modelo dominante reconhecidamente frágil em termos da produção de respostas, do que propriamente de uma compreensão da educação dentro de um outro enquadramento teórico segundo o qual a aprendizagem acontece pela decifração de signos. Considerações finais: espera-se que esta pesquisa contribua para reflexões sobre como a EAN é realizada no NASF-AB, e propicie discussões de práticas de EAN que privilegiem experimentações, despertando e aguçando sentidos. A experimentação convoca à invenção de novos modos de subjetivação e, consequentemente, à produção de conhecimento.(AU)


Among the health promotion actions developed in PHC in Brazil are those related to food and nutritional education (EAN) carried out by nutritionists from the Expanded Nucleus of Family Health and Basic Care (NASF-AB). In order to unify the concept of EAN, promote reflection and orientation of the practice, and direct actions in the areas of health, education and assistance, for the use of active and problematizing educational resources and approaches, promoting a common field of reflection and orientation of the EAN practice, the Food and Nutrition Education Reference Framework for Public Policies was proposed in 2012, but despite the Framework, studies show that EAN practices have biomedical roots and operate with the transmission of knowledge, indicating that the mode of performing the EAN did not change. The practice of professionals, the way they think and act, is influenced by psychosocial and cultural experiences. Understanding the professionals' knowledge, attitudes and behaviors implies knowing the representations they have of the objects and ends that they aim to achieve, and indicates the importance of studying in more detail the social representations of those who perform them, including attitudes, behaviors and choices in different domains. Analysis of NASF-AB nutritionists' representations of EAN may help in understanding the implementation of their educational practices, and will allow us to find evidence to explain why the practices have not yet adapted to the Framework of Reference guidelines. Objective: To analyze the social representations of nutritionists of the NASF-AB on EAN. Methodology: This was a descriptive study, based on the Social Representations Theory (TRS), delineated with a qualitative method of research, carried out with 31 nutritionists at NASF-AB, Belo Horizonte City Hall, based on interviews and semi-structured questionnaire. To determine the sample size, we used stratified random probabilistic sampling with a 90% confidence interval. We analyzed the variables of the questionnaires with frequency distribution, and the interview data from the content analysis. Results: social representations of the interviews were collected, grouping them into four categories: EAN is to teach, educate and guide to healthy eating; EAN is to change habits, practices and behavior; EAN is to generate autonomy; EAN is to experiment and exchange experiences. The first two categories 10 have social representations anchored in the biomedical health paradigm, with social representations of normative NANs for privileging the transmission of information about nutritional characteristics of foods and for relating the modification of behaviors and eating habits to nutritional reeducation. The social representations of the other categories are anchored in the biopsychosocial paradigm, taking into account the social, cultural and subjective characteristics of the participants in the educational processes. However, the approach to certain subjects from the perspective of the professional to the detriment of the participant also refers to the biomedical paradigm in health. In both social representations with a biopsychosocial character, it is observed the coexistence in the practice of these professionals of two rationalities that are based on distinct and often antagonistic epistemological matrices, which may reveal an attempt to break with the hegemonic models of education in health, opposing the dominant tendency to develop educational practices that constitute specific modes of subjectivation based on the normativity and the homogenization of the participants. In this way, it is interpreted that the investment in an education through the way of the sensible and the experimentation, stems in this study much more of the intention to break with a dominant model admittedly fragile in terms of the production of answers, than of an understanding of education within another theoretical framework according to which learning takes place by the decipherment of signs. Final considerations: this research is expected to contribute to reflections on how EAN is performed in NASF-AB, and to allow discussions of EAN practices that privilege experimentation, awakening and sharpening senses. Experimentation calls for the invention of new modes of subjectivation and, consequently, the production of knowledge.(AU)


Assuntos
Humanos , Educação Alimentar e Nutricional , Atitude do Pessoal de Saúde , Estratégia Saúde da Família , Nutricionistas , Inquéritos e Questionários , Dissertação Acadêmica
4.
Rev. chil. nutr ; 45(2): 163-168, 2018. tab
Artigo em Espanhol | LILACS | ID: biblio-959475

RESUMO

RESUMEN El objetivo fue reconstruir la creación del primer curso de dietistas creado en Chile en 1939 y que a comienzos de la década de 1940 se transformó en escuela. Para ello se busca dar a conocer los dos modelos de formación de dietistas existentes en el periodo, señalando las razones de la contratación del húngaro Esteban Kémeny. Además, se ofrecen los diagnósticos críticos que se hicieron durante los años 1930 sobre la alimentación hospitalaria y la necesidad de capacitar al personal en la técnica dietética. El artículo muestra la fuerte vinculación existente entre la urgencia de reformar la cocina hospitalaria y la oferta académica del curso, el cual buscaba capacitar a las enfermeras y otras profesiones femeninas, las que se entendían como auxiliares del médico, sin autonomía profesional.


ABSTRACT The aim was to reconstruct the creation of the first course for dietitians created in Chile in 1939, which in the early 1940s became a school. Two models of training of dietitians in the period are presented, which indicate the reasons for the recruitment of the Hungarian, Esteban Kémeny. In addition, critical suggestions on hospital feeding and the need to train staff in the dietary technique were offered during the 1930s. The article shows the strong link between the urgency to reform the hospital kitchen and the academic offering of the course, which sought to train nurses and other female professionals, which were understood as auxiliaries of the physician, without professional autonomy.


Assuntos
Humanos , Cursos , Ciências da Nutrição , Nutricionistas , Serviço Hospitalar de Nutrição
5.
Mundo saúde (Impr.) ; 42(3): 782-806, 2018. tab
Artigo em Inglês, Português | LILACS | ID: biblio-1000170

RESUMO

In 2007 the Federal Government established the "Health in School" program to develop intersectoral health actions in school based on integrality, intersectoriality and health promotion. The present study aimed to compare the implementation of the Health in School Program, in Municipal and State elementary schools in five Municipalities in the state of Paraná, Brazil. This was an exploratory study, with a qualitative approach carried out among teachers, principals and other professionals who were interviewed according a structured script in which there were essay questions and also multiplechoice questions. The data were submitted to thematic analysis with the help of the Nvivo software program. In the municipal schools, the emphasis on the content worked was directed to nutritional activities and habits for a healthy life. In the state schools, those activities were directed to sexuality, pregnancy and violence prevention. In the municipal schools, the intersectoriality emerged as a contributing factor in caring for the demands of the students and health promoting activities, through actions improving the quality of life of the students and their relatives. In the state schools, we noticed the distancing and lack of understanding between the health and education sectors, damaging the quality of actions performed. Both, the municipal and state schools, claim a lack of teacher training. It was concluded that it is necessary do strengthen intersectoriality, integrality and professional training of those involved to act in the program.


Em 2007 o governo federal instituiu o Programa Saúde na Escola para desenvolver, de forma intersetorial, ações de saúde na escola pautadas na integralidade, intersetorialidade e promoção da saúde. Este estudo objetivou comparar a implementação do Programa Saúde na Escola em escolas da educação básica estaduais e municipais em cinco municípios paranaenses. Estudo exploratório de abordagem qualitativa realizado com professores, diretores e demais profissionais que foram entrevistados conforme roteiro estruturado com questões abertas e fechadas. Os dados foram submetidos à análise temática com auxílio do software Nvivo. Nas escolas municipais, a ênfase dos conteúdos trabalhados é para as atividades de alimentação e hábitos de vida saudável, nas estaduais estão voltadas para a sexualidade, prevenção de gravidez e violência. Nas escolas municipais a intersetorialidade emergiu como contribuinte no atendimento as demandas dos escolares e promoção de saúde, por meio de ações de melhoria na qualidade de vida dos escolares e de seus familiares. Nas Estaduais percebeu-se o distanciamento e falta de entrosamento entre os setores saúde e educação, prejudicando a qualidade das ações. Em ambas relatam falta de formação dos professores. Conclui-se que é preciso fortalecer a intersetorialidade, a integralidade e a formação dos profissionais para atuar no programa.


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Serviços de Saúde Escolar , Saúde , Educação , Nutricionistas , Dieta Saudável
6.
Cad. Saúde Pública (Online) ; 34(8): e00088017, 2018. tab
Artigo em Português | LILACS | ID: biblio-952439

RESUMO

Resumo: A obesidade está relacionada a problemas psicossociais como estigma, discriminação e preconceito. Estudos verificaram que nutricionistas e estudantes de nutrição apresentam atitudes negativas e preconceito em relação aos indivíduos com obesidade. O estudo avaliou a existência de preconceito em relação aos indivíduos obesos por parte de estudantes de nutrição. Os estudantes responderam aos questionários por meio de preenchimento de formulários on-line - dados demográficos, peso e altura autorreferidos; em seguida foram direcionados para um de quatro casos hipotéticos - sorteados aleatoriamente - de um paciente referenciado a um nutricionista após receber o diagnóstico de intolerância à lactose (sexo masculino e eutrófico; sexo feminino e eutrófica; sexo masculino e obeso; e sexo feminino e obesa). Com exceção do peso, do índice de massa corporal (IMC) e do consumo energético diário, todas as informações relativas à dieta, hábitos de vida e condições de saúde eram idênticas para os perfis do mesmo sexo. Incluíram-se questões relativas à indicação de procedimentos e condutas durante a consulta, tempo de atendimento, estratégias de aconselhamento, avaliação da dieta e da saúde, e reações afetivas e comportamentais. Participaram 335 estudantes, prioritariamente mulheres, com IMC médio de 23kg/m². O peso do paciente influenciou o tempo de atendimento, percepções, condutas e estratégias de tratamento, com a identificação de preconceitos e atitudes negativas principalmente relacionadas às percepções e reações dos estudantes diante dos pacientes com obesidade, sendo que a mulher com obesidade recebeu piores avaliações no geral.


Resumen: La obesidad está relacionada con problemas psicosociales como: estigma, discriminación y prejuicios. Algunos estudios verificaron que nutricionistas y estudiantes de nutrición presentan actitudes negativas y prejuicios, en relación con los individuos con obesidad. El estudio evaluó la existencia de prejuicios, en relación con los individuos obesos, por parte de estudiantes de nutrición. Los estudiantes respondieron los cuestionarios mediante la cumplimentación de formularios on-line - datos demográficos, peso y altura autoinformados; en seguida fueron dirigidos hacia uno de los cuatro casos hipotéticos -sorteados aleatoriamente- de un paciente enviado a un nutricionista, tras recibir el diagnóstico de intolerancia a la lactosa (sexo masculino y eutrófico; sexo femenino y eutrófica; sexo masculino y obeso; y sexo femenino y obesa). Con excepción del peso, del índice de massa corporal (IMC) y del consumo energético diario, toda la información relativa a la dieta, hábitos de vida y condiciones de salud eran idénticas para los perfiles del mismo sexo. Se incluyeron cuestiones relativas a la indicación de procedimientos y conductas durante la consulta, tiempo de atención, estrategias de asesoramiento, evaluación de la dieta y salud, así como reacciones afectivas y comportamentales. Participaron 335 estudiantes, en su mayoría mujeres, con un IMC medio de 23kg/m². El peso del paciente influenció en el tiempo de atención, percepciones, conductas y estrategias de tratamiento, con la identificación de prejuicios y actitudes negativas, principalmente relacionadas con las percepciones y reacciones de los estudiantes ante los pacientes con obesidad, donde las mujeres con obesidad recibieron peores evaluaciones en general.


Abstract: Obesity is associated with psychosocial problems like stigma, discrimination, and bias. Studies have found that nutritionists and nutrition students display negative attitudes and biases toward obese individuals. This study examined the existence of nutrition students' bias toward obese individuals. The students answered questionnaires by completing on-line forms with demographic data and self-reported weight and height and were assigned to one of four randomly selected hypothetical cases of patients referred to a nutritionist after receiving a diagnosis of lactose intolerance (normal weight man; normal weight woman; obese man; and obese woman). Except for weight, body mass index (BMI), and daily energy intake, all information on diet, habits, and health conditions were identical for profiles of the same sex. The questionnaire included questions on the indication of procedures and approaches during the consultation, consultation time, counseling strategies, dietary and health evaluation, and students' affective and behavioral reactions. Three hundred and thirty-five students participated, mostly women, with mean BMI of 23kg/m². Patient's weight influenced consultation time and students' perceptions and treatment approaches and strategies. The study revealed biases and negative attitudes mainly involving the students' perceptions and reactions to obese patients, and obese women generally received the worse evaluations.


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Adolescente , Adulto , Adulto Jovem , Estudantes/psicologia , Peso Corporal , Nutricionistas/psicologia , Obesidade/psicologia , Brasil , Índice de Massa Corporal , Conhecimentos, Atitudes e Prática em Saúde
7.
Campinas; s.n; 2018. 270 p. ilus.
Tese em Português | LILACS | ID: biblio-909413

RESUMO

Como as demais profissões de saúde, a formação do nutricionista prevê o desenvolvimento de competências e habilidades que efetivem sua atuação. A inserção do nutricionista no Sistema Único de Saúde (SUS) tem sido fortalecida pela implantação dos Núcleos de Apoio à Saúde da Família, com ampliação do número de profissionais, especialmente na atenção primária. Desde a instituição das Diretrizes Curriculares Nacionais em 2001, tem havido a inclusão, nos currículos de Nutrição, de disciplinas relacionadas tanto à compreensão dos princípios e diretrizes do SUS quanto ao desenvolvimento de competências e habilidades específicas. Porém, apenas a inclusão dessas disciplinas não garante o efetivo desenvolvimento das competências e habilidades. Buscando contribuir com o tema, este estudo buscou analisar a formação acadêmica do nutricionista no Brasil e a sua inserção no SUS, visando à construção de uma matriz de competências específicas e habilidades para a atuação na atenção primária à saúde, amparada na discussão nas competências gerais para os profissionais de saúde. Esta matriz foi utilizada como foco para entrevistas semiestruturadas com docentes e discentes de cursos de Nutrição, assim como por supervisores do estágio em Nutrição Social. As entrevistas tiveram o objetivo não apenas de avaliação da matriz elaborada, mas também buscaram a incorporação de novos elementos à mesma, num processo de construção e reconstrução, em conformidade com a metodologia escolhida. Além da revisão bibliográfica e análise documental, como técnica de coleta de dados foi utilizado o círculo hermenêutico-dialético. As entrevistas foram gravadas para posterior transcrição, e analisadas a partir da análise hermenêuticodialética. O foco da apreciação da matriz foi o estágio curricular em Nutrição Social, especialmente na atenção básica do SUS. Os resultados das entrevistas permitiram avaliar o instrumento, assim como aprofundar a reflexão sobre a formação acadêmica do nutricionista, especialmente na atenção primária. Fragilidades na formação acadêmica foram apontadas pelos três grupos de entrevistados, mas as condições existentes na rede, incluindo a organização do trabalho, também foram destacadas como impactantes para o desenvolvimento das ações do nutricionista na atenção básica. Houve percepção de que as atividades desenvolvidas pelo nutricionista afetam o desenvolvimento das atividades do estágio, interferindo no desenvolvimento das suas próprias competências e habilidades. Também houve reconhecimento da necessidade de inserção dos acadêmicos em atividades na rede o mais precocemente possível, e durante toda a graduação. Foi considerada a importância de uma melhor definição das atribuições do nutricionista na rede como forma de organização da atenção nutricional, e a atuação do nutricionista em atividades de gerenciamento e gestão foi destacada, assim como a necessidade de ocupação de novos espaços de atuação, incluindo o controle social. A matriz de competências e habilidades gerada poderá ser utilizada como apoio na organização da atenção nutricional no SUS, na definição de conteúdos nas disciplinas do campo da Saude Coletiva e Nutrição Social, assim como na elaboração de projetos para o estágio curricular na atenção básica, com foco no desenvolvimento de competências e habilidades.(AU)


Similar to the other health professions, in the training of nutritionists the development of competencies and skills is necessary for their effective performance. The inclusion of the nutritionist in the Brazilian National Health System (SUS) has been strengthened by the implantation of the Family Health Support Nuclei (NASFs), increasing the number of professionals, especially in primary care. Since the establishment of the National Curricular Guidelines in 2001, the curricula of Nutrition courses have been updated with disciplines related both to the understanding of SUS principles and guidelines and to the development of specific competencies and skills. However, only the implementation of these disciplines does not guarantee the effective development of competencies and skills. The aim of this study is to analyze the academic formation of the nutritionist in Brazil and their insertion in the health system and to build a matrix of specific competences and abilities for working in primary health care, supported by the discussion of the competencies for health professionals. This matrix was used as subject for semi-structured interviews with teachers and students of Nutrition courses, as well as internship supervisors in Social Nutrition. The interviews aimed to not only assess the elaborated matrix, but also to incorporate new elements into it, in a process of construction and reconstruction, in accordance with the chosen methodology. In addition to the bibliographical review and documentary analysis, the hermeneutic-dialectical circle was used as the data collection technique. The interviews were recorded for later transcription, and analyzed using thematic analysis. The focus of the appreciation of the matrix was the curriculum internship in Social Nutrition, especially in SUS primary care. The results of the interviews indicated that the instrument can be evaluated, as well as it can be used to deepen the reflection on the academic formation of the nutritionist, especially in primary care. Fragilities in academic training were pointed out by the three groups of interviewees, but the conditions existing in the health system including work organization were also highlighted as having an impact at the development of the performance of the nutritionist in primary care. There was also a perception that the activities developed by the nutritionist affect the development of the activities of the internship, interfering in the development of their own competencies and skills. There was also a recognition that students need to be included in activities in the health system as early as possible, during the entire course. The importance of a better definition of the attributions of the nutritionist in the health system was perceived as a way of organizing nutritional care, The nutritionist's role in management and management activities was also highlighted, as well as the need to occupy new spaces for participation, including social control. The matrix of competences and skills that has been built could be used as support in the organization of the nutritional care in the SUS, in the definition of contents in the disciplines of the field of Collective Health and Social Nutrition, as well as in the elaboration of projects for the curricular internship in primary care, with focus on developing competencies and skills.(AU)


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Educação Baseada em Competências , Nutricionistas , Atenção Primária à Saúde , Educação Baseada em Competências/tendências , Saúde da Família , Nutricionistas/educação , Atenção Primária à Saúde , Sistema Único de Saúde
8.
Hig. aliment ; 31(274/275): 60-65, 30/12/2017.
Artigo em Português | LILACS | ID: biblio-880178

RESUMO

Com o aumento de restaurantes surge um desafio aos profissionais de nutrição: garantir a segurança dos alimentos ao consumidor. Para assegurar o controle de qualidade no fluxo operacional, cabe ao nutricionista utilizar-se de ferramentas que possibilitem o monitoramento dos serviços realizados. O objetivo neste estudo foi avaliar as condições higienicossanitárias antes e após assessoria do nutricionista em um restaurante comercial do município de Cotia, Estado de São Paulo. Foi utilizado o checklist como ferramenta de controle higienicossanitário com base na legislação RDC nº 216/2004 e classificado com base na legislação RDC nº 275/2002. A ferramenta escolhida para o controle foi aplicada em três momentos distintos, no decorrer de nove (9) meses, quando da realização de visitas ao estabelecimento pelo nutricionista. Após as visitas eram realizados relatórios explicativos para melhoria dos processos e esclarecimento dos pontos críticos levantados aos responsáveis. Os três checklist permitiram as seguintes classificações, respectivamnte: (T1) 37% de adequações classificado no grupo 3, (T2) 66% de adequações classificado no grupo 2 e (T3) 77% de adequações classificado no grupo 1. Diante da análise dos resultados conclui-se que a assessoria de um nutricionista é de extrema importância, especialmente no que se refere à obtenção de resultados satisfatórios em termos de segurança dos alimentos e controle higienicossanitário dos estabelecimentos, uma vez que, inicialmente, sem a assessoria do nutricionista, o local estava classificado na pior colocação e ao final da pesquisa ficou classificado na melhor colocação, sem que os empresários dos estabelecimentos comerciais tenham investido montante equivalente à contratação diária de um profissional qualificado como o nutricionista.(AU)


With the increase of restaurants a challenge to nutrition professionals arises: ensuring food security to the consumer. To ensure quality control in the operational flow requires the nutritionist make use of tools that allow the monitoring of the services performed The objective of this study was to evaluate the hygienic and sanitary conditions before and after consulting the nutritionist in a commercial restaurant in the city of Cotia, State of São Paulo. The checklist was used as a sanitary and sanitary control tool based on RDC legislation no. 216/2004 and classified based on RDC legislation no. 275/2002. The tool chosen for the control was applied in three different moments, during nine (9) months, when visits to the establishment were made by the nutritionist. After the visits were made explanatory reports to improve the processes and clarification of the critical points raised to those responsible. The three checklists allowed the following classifications, respectively: (T1) 37% of adequations classified in group 3, (T2) 66% of adequacies classified in group 2 and (T3) 77% of adequations classified in group 1. It is concluded that the advice of a nutritionist is extremely important, especially withregard to obtaining satisfactory results in terms of food safety and hygiene and sanitary control of establishments, since, initially, without the advice of the nutritionist, the place was ranked in the worst place and at the end of the survey was ranked in the best placement, without the entrepreneurs of the commercial establishments have invested an amount equivalent to the daily hiring of a professional qualified as the nutritionist.


Assuntos
Humanos , Serviços de Alimentação/normas , Boas Práticas de Fabricação , Nutricionistas , Lista de Checagem/estatística & dados numéricos , Qualidade de Produtos para o Consumidor , Utensílios de Alimentação e Culinária , Manipulação de Alimentos , Higiene dos Alimentos , Inocuidade dos Alimentos , Controle de Qualidade
9.
Rev. Nutr. (Online) ; 30(6): 835-845, Nov.-Dec. 2017. tab
Artigo em Inglês | LILACS | ID: biblio-1041229

RESUMO

ABSTRACT Objective To describe the profile and performance of nutritionists in Primary Health Care. Methods A cross-sectional study was carried out, and all nutritionists in two municipalities of Paraíba, Brazil, were interviewed. Information was collected through structured interviews on demographic characteristics, professional qualification, development of food and nutrition activities, knowledge and use of essential bibliography for the work in Primary Care. Results In one municipality there were 28 teams of the Family Health Strategy and in the other, nineteen teams. In all, nineteen nutritionists were interviewed, fourteen of whom were working in the health teams and five were working exclusively in the Family Health Support Centers. All but one were women and the majority were between 20 and 39 years; the majority (n=10) had no graduate training. Nutritionists from the basic health teams developed more public health nutrition actions, such as defining nutritional care protocols and vitamin A and iron supplementation than those from the Family Health Support Centers (11 versus 1; and 13 versus 1, respectively). About half were satisfied with work in general, and dissatisfaction was related to deficiencies in the availability and quality of anthropometric equipment, physical structure and material. Conclusion Nutritionists work in food and nutrition actions in collective health, emphasizing the importance of qualification and practices that better combine the programmatic agenda of this area with Primary Care.


RESUMO Objetivo Descrever o perfil e a atuação de nutricionistas na Atenção Primária à Saúde. Métodos Estudo transversal, tendo sido entrevistados todos os nutricionistas em atividade em dois municípios da Paraíba, por ocasião da pesquisa. Foram coletadas informações sobre características demográficas, qualificação profissional, desenvolvimento de ações de alimentação e nutrição, conhecimento e utilização de bibliografia essencial para o trabalho na Atenção Básica, por meio de entrevistas estruturadas. Resultados Em um município atuavam 28 equipes da Estratégia Saúde da Família e no outro, 19. Ao todo, foram entrevistados 19 nutricionistas, 14 dos quais desenvolviam atividades nas equipes de saúde e 5, exclusivamente nos Núcleos de Apoio à Saúde da Família. Todos, exceto um, eram mulheres e a maioria tinha entre 20 e 39 anos de idade; a maioria (n=10), sem formação de pós-graduação stricto ou lato sensu. Nutricionistas das equipes básicas de saúde desenvolviam mais ações de nutrição em saúde pública, como definição de protocolos de atenção nutricional e suplementação de vitamina A e ferro do que os dos Núcleos de Apoio à Saúde da Família (11 versus 1; e 13 versus 1, respectivamente). Cerca da metade estava satisfeita com o trabalho em geral, sendo a insatisfação relacionada a deficiências na disponibilidade e qualidade de equipamentos antropométricos, estrutura física e material de consumo. Conclusão Os nutricionistas atuam em ações de alimentação e nutrição em saúde coletiva, ressaltando-se a importância de qualificação e práticas que dialoguem melhor com a agenda programática da área com a Atenção Básica.


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Ciências da Nutrição , Atenção Primária à Saúde , Avaliação de Desempenho Profissional , Nutricionistas
10.
Diaeta (B. Aires) ; 35(160): 30-37, set. 2017. graf
Artigo em Espanhol | LILACS | ID: biblio-907595

RESUMO

Artículo aniversario conmemorando los 70 años de la Asociación. Se indaga a través de una encuesta a los profesionales que ejercieron la presidencia de la institución sobre la historia de la misma, la evolución de la profesión y el rol del nutricionista a través de los años.


Assuntos
Nutricionistas , Sociedades
11.
Braspen J ; 32(3): 288-292, jul-set. 2017.
Artigo em Português | LILACS | ID: biblio-906071

RESUMO

O emprego da fitoterapia por parte dos profissionais de saúde e o aceite destes fármacos pela população aumenta gradativamente. A prescrição de fitoterápicos por nutricionistas é regulamentada há algum tempo no Brasil, porém existe a necessidade de se avançar nas pesquisas sobre fitoterapia, além de observar quais fitoterápicos têm seu uso mais frequente para entendimento da necessidade atual e para a devida capacitação profissional. O presente estudo tem por finalidade compilar informações sobre a prescrição de fitoterápicos por nutricionistas em farmácias magistrais, observando quais são as formulações prevalentes. Foi realizado um levantamento bibliográfico nas bases de dados e referências clássicas. Há relatos de que o fato de as plantas medicinais, drogas vegetais e fitoterápicos serem de origem vegetal pode levar ao entendimento de que seu uso é irrestrito e sem efeitos adversos. Porém, é necessário entendimento farmacológico e interações. Observa-se a preferência de prescrição por algumas plantas pelo nutricionista, destacando-se a Camellia sinensis, citada pela maioria dos estudos, e com o objetivo principal de controle de peso. Além disso, fitoterápicos com efeito ansiolítico estão dentre as plantas de escolha dos profissionais. Contudo, são escassos os estudos e metodologias que avaliem o perfil atual e as necessidades pontuais dos prescritores.(AU)


The use of herbal medicine by health care professionals and the acceptance of these drugs by the population is increasing gradually. The prescription of herbal medicines by nutritionists has been regulated for some time in Brazil. However, it is necessary to advance in the research on herbal medicine, as well as to identify which herbal medicine are more frequently used in order to understand the current needs and to provide proper professional training. This study aims to compile information on the prescription of herbal medicines by nutritionists in pharmacies, observing which are the prevalent formulations. A bibliographic search was performed in databases and classical references. There are reports that the fact that the plant-based drugs and medicines are of vegetable origin may lead to the understanding that their use is unrestricted and have no adverse effects. But it is necessary pharmacological interactions and understanding. We found that nutritionists are more likely to prescribe some plants, such as Camellia sinensis, which is cited in most of the studies, mainly for weight control. In addition, herbal medicines with anxiolytic effects are among the plants chosen by the professionals. However, there are few studies and methodologies to assess the current profile and the specific needs of the prescribers.(AU)


Assuntos
Humanos , Prescrições de Medicamentos , Camellia sinensis , Nutricionistas , Fitoterapia/instrumentação
12.
Physis (Rio J.) ; 27(3): 793-811, Jul.-Set. 2017.
Artigo em Português | LILACS-Express | ID: biblio-895596

RESUMO

Resumo O artigo teve como objetivo apresentar os significados atribuídos pelos profissionais da Estratégia Saúde da Família e do Núcleo de Apoio à Saúde da Família ao Apoio Matricial nas ações de Alimentação e Nutrição como estratégia para propor ações que potencializem a atenção nutricional no território. Trata-se de uma pesquisa qualitativa, em que foram realizadas 18 entrevistas semiestruturadas e analisadas mediante Análise de Conteúdo. As falas dos entrevistados foram classificadas em temas, compondo os eixos norteadores da discussão dos resultados, a saber: ênfase na educação em saúde; ampliação de ações intersetoriais; qualificação das equipes e competências do profissional nutricionista. Os entrevistados ressaltaram a atuação do nutricionista como referência no processo de matriciamento nessa área do conhecimento; consideraram as ações educativas relevantes no seu cotidiano de trabalho e uma importante estratégia para atender às complexas demandas de alimentação e nutrição; não compreenderam as razões da pouca adesão da população às atividades de educação em saúde e pouco vivenciaram o trabalho interdisciplinar. Como considerações finais, destaca-se que ouvir os envolvidos no processo de trabalho é fundamental para que haja sucesso na implementação e na viabilização do trabalho do Apoio Matricial em Alimentação e Nutrição a partir das necessidades das equipes e comunidades.


Abstract This article aimed to present the meanings attributed to the professionals of the Family Health Strategy and the Support Center for Family Health in Matrix Support in the actions of Food and Nutrition as a strategy for granting actions that enhance a nutritional care in the territory. It is a qualitative research, in which 18 semi-structured interviews were carried out and analyzed through Content Analysis. The interviewees' statements were classified in topics, composing the guiding axes of the discussion of results, that is: emphasis on health education; expansion of intersectoral actions; qualification of the teams and competencies of the nutritionist. The interviewees emphasize the performance of the nutritionist as a reference in the registration process in this area of knowledge; They considered it as educational actions relevant to their daily work and an important strategy to meet the complex demands of food and nutrition. There is nothing like the reasons for the population's low adherence to health education activities and little experience of interdisciplinary work. As final considerations, it is important to note that it involves a fundamental work process in order to have success in the implementation and a viability of the Matrix Support in Food and Nutrition work based on the needs of the teams and communities.


Assuntos
Humanos , Sistema Único de Saúde , Centros de Saúde , Educação em Saúde , Pessoal de Saúde , Estratégia Saúde da Família , Pesquisa Qualitativa , Educação Continuada , Nutricionistas , Integralidade em Saúde , Brasil
13.
Actual. nutr ; 18(3): 91-98, Septiembre 2017.
Artigo em Espanhol | LILACS | ID: biblio-969926

RESUMO

Introducción: las habilidades en comunicación (HC) son esenciales en toda entrevista porque permiten establecer una relación que in uye en la calidad de atención. Objetivos: desarrollar e implementar un cuestionario como instrumento de autoevaluación para nutricionistas sobre HC en la entrevista con el paciente o con su cuidador/a (HCENP) y describir las características de la población estudiada. Materiales y métodos: estudio descriptivo, prospectivo, transversal. Incluyó nutricionistas graduados con experiencia mayor a seis meses que asisten a pacientes ambulatorios en instituciones de salud y un observador externo. La investigación se llevó a cabo en tres etapas: elaboración del cuestionario, evaluación de las propiedades psicométricas (validez y con abilidad), implementación del cuestionario. Resultados: el cuestionario es claro, fácil de entender y muy importante. El alfa de Cronbach (consistencia interna) se consideró aceptable. Para el 91,6% de las (HC) percibidas por el nutricionista y las observadas se obtuvo una concordancia leve (Kappa= 0,01 a 0,2). Conclusiones: el cuestionario desarrollado HCENP es una herramienta necesaria para re exionar sobre la comunicación nutricionista-paciente y existen habilidades que pueden desarrollarse no siendo percibidas como algo a mejorar.


Assuntos
Entrevista , Nutricionistas
14.
Rev. Nutr. (Online) ; 30(4): 499-510, July-Aug. 2017. tab
Artigo em Inglês | LILACS | ID: biblio-1041203

RESUMO

ABSTRACT Objective: To assess dietician's numerical parameters for school feeding and discuss limitations and possibilities for professional practice in the municipalities of Vale do Ivaí, in Northern Paraná, Brazil. Methods: This is a multiple case study. A semi-structured interview was administered to dietitians working at the School Feeding Program in nine cities located in Vale do Ivaí, Paraná, Brazil. Resolution nº 465/2010, from the Brazilian Federal Board of Dietitians, was used to calculate the adequacy of working hours of dietitians. The legistation of the Brazilian School Feeding Program was applied to discuss professional practice. Results: All the cities had at least one dietitian responsible for the School Feeding Program. The percentage of adequate working hours was from 20 to 66%. Some dietitians were involved in management activities, administration, procurement, and accounting, in addition to dietitian assignments for the School Feeding Program. Most dietitians worked in other sectors of the municipalities such as the health system, social assistance, and at events. This practice could compromise compliance of technical activities that must be met by the dietitians of the School Feeding Program. Conclusion: The number of dietitians in most of cities working at School Feeding Program is not sufficient to meet the number of students. The insuficient workload and excessive activities could hinder the development of dietitian's private activities. The hiring of nutrition and dietitian technicians and administrative assistants for bureaucratic activies is recommended.


RESUMO Objetivo: Verificar a adequação dos parâmetros numéricos de nutricionistas na alimentação escolar e discutir limites e possibilidades da atuação profissional no Programa de Alimentação Escolar em municípios do Vale do Ivaí, Norte do Paraná. Métodos: Estudo de casos múltiplos realizado por meio de entrevista semiestruturada com nutricionistas da alimentação escolar de nove municípios do Vale do Ivaí. A Resolução nº 465/2010, do Conselho Federal de Nutricionistas, foi utilizada como base para cálculo da adequação da carga horária do nutricionista. A legislação do Programa Nacional de Alimentação Escolar foi utilizada para discussão da atuação profissional. Resultados: Os municípios contavam com nutricionista responsável técnico pelo Programa de Alimentação Escolar, porém, o percentual de adequação da carga horária variou de 20 a 66%. Foram evidenciadas atividades de gestão, licitação e contabilidade, além das atribuições do nutricionista previstas para o Programa. A maioria dos nutri-cionistas também atendia a outras áreas dos municípios, como saúde, social e eventos, o que sugere um comprometimento das atribuições do profissional e, consequentemente, da execução do Programa. Conclusão: O número de nutricionistas no Programa Nacional de Alimentação Escolar nos municípios investigados é insuficiente em relação ao número de alunos. A carga horária insuficiente e a demanda excessiva de atividades podem impedir que o desenvolvimento de atividades privativas do nutricionista. A contratação de técnicos em nutrição e dietética e auxiliares administrativos para tarefas burocráticas deve ser incitada.


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Alimentação Escolar , Prática Profissional , Nutricionistas , Legislação como Assunto
15.
Univ. salud ; 19(2): 215-225, mayo-ago. 2017. tab
Artigo em Espanhol | LILACS, COLNAL | ID: biblio-904657

RESUMO

Resumen Introducción: Los modos en que se han implementado las iniciativas educativas aparecen como zonas oscuras respecto de cómo contribuyen al mejoramiento de la situación alimentaria nutricional de la población argentina. Objetivo: analizar las concepciones sobre el nutricionista educador de estudiantes de Licenciatura en Nutrición. Materiales y métodos: Investigación exploratoria con preguntas cualitativas. Se realizaron 173 entrevistas semiestructuradas, analizando género, edad, año de cursado y los fundamentos del nutricionista como educador. Se utilizó muestreo intencional de máxima variación y análisis de contenido temático y de enunciación. Resultados: El 99% de los estudiantes considera al nutricionista como educador. Se construyeron tres grandes categorías: la función educativa, según el plan de estudios; el rol de educador, en que la salud aparece como objeto del quehacer profesional mediado por la alimentación, o como referente socialmente legitimado para prescribir recomendaciones alimentarias; y las acciones educativas, mostrando diferencias y tensiones en las concepciones pedagógicas. Conclusiones: Los motivos por los que el nutricionista es un educador abarcan visiones trasmisionistas y algunas próximas a la educación problematizadora, fundamentadas desde la apropiación curricular y el quehacer profesional. Así, es posible visualizar ciertos rasgos que atraviesan la práctica de los egresados según las concepciones educativas que construyen desde que son estudiantes.


Abstract Introduction: The ways in which educational initiatives have been implemented appear as dark areas regarding how they contribute to the improvement of the nutritional situation of the Argentinean population. Objective: To analyze the conceptions about the nutritionist educator of students from the Nutrition program. Materials and methods: An exploratory research with qualitative questions was conducted. 173 semi-structured interviews were made where gender, age, year of study and the basics of the nutritionist as an educator were analyzed. Intentional sampling of maximum variation and analysis of thematic content and enunciation were used. Results: 99% of students consider the nutritionist as an educator. Three major categories were built: the educational function according to the curriculum; the role of educator, in which health appears as an object of professional activity mediated by food or as a socially legitimized reference to prescribe food recommendations; and educational actions, showing differences and tensions in pedagogical conceptions. Conclusions: The reasons why the nutritionist is an educator include transmisionist visions and some others close to problematizing education based on the appropriation of curriculum and professional work. Thus, it is possible to visualize certain traits that go through the practice of graduates according to the educational concepts they build since they are students.


Assuntos
Educação Superior , Nutricionistas , Educação Alimentar e Nutricional
16.
In. Associação Brasileira de Saúde Coletiva. Anais do III Cogresso Brasileiro de Política, Planejamento e Gestão em Saúde: estado e democracia: o SUS como direito social. Natal, ABRASCO, 1 - 4 maio 2017. p.711-711.
Não convencional em Português | LILACS, Repositório RHS | ID: biblio-878674

RESUMO

INTRODUÇÃO: O nutricionista tem papel estratégico no âmbito da Atenção Primária em Saúde (APS), o que justifica a incor - poração das ações de alimentação e nutrição nesse nível de assistência, especialmente pós criação dos Núcleos de Apoio à Saúde da Família. Entretanto, considerando a formação biomédica histórica dos cursos da saúde, questiona-se se os profissionais de nutrição têm recebido formação condizente com os princípios que norteiam a APS. Isto porque é consen - sual a incapacidade de adequação das instituições formadoras à velocidade com que são demandados novos perfis profis - sionais, tanto no referencial para atuação técnica específica quanto na introdução de concepções pedagógicas que desen- volvam habilidades para apreensão e aplicação crítica dessas novas técnicas1. Apesar de garantido constitucionalmente, o Sistema Único de Saúde (SUS) enquanto ordenador de recur- sos humanos na área de saúde ainda se restringe à dimensão teórica. E é nesse desafio que se insere a formação de profis - sionais de nutrição adequados às necessidades do sistema de saúde2. OBJETIVOS: Analisar a formação de nível superior de nu - tricionistas ofertada pelos cursos de graduação do País para identificar as adequações às necessidades do SUS. MATERIAL E MÉTODO: Trata-se de estudo exploratório realizado por meio de sur- vey telefônico com coordenadores de cursos de graduação em nutrição por meio da técnica de Entrevistas Telefônicas Assistidas por Computador (ETAC), entre dezembro de 2015 e junho de 2016. Foi elaborado questionário semiestruturado, com 32 questões, subdivididas em quatro blocos: caracteriza - ção da instituição de ensino e do respondente; caracteriza - ção dos alunos e corpo docente; Projeto Político Pedagógico (PPP); e perfil de competências do egresso. O universo da pes- quisa correspondeu a 372 cursos de graduação de nutrição do Brasil no ano de 2013, segundo Censo da Educação Superior do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (INEP). O cálculo amostral, que considerou 90% de nível de confiança e 6% de margem de erro, resultou em 125 cursos. Com base na amostra, conseguiu-se realizar a entrevista com 61% da amostra calculada (n=76). RESULTADOS: e Discussão Dos 76 cursos entrevistados, a maior parte é de natureza jurídica privada (68,4%), e concentrada na região Sudeste (36,8%). Em relação aos coordenadores, 92,1% são mulheres; com prevalência de mestres e doutores (90,6%). Com relação às vagas ofertadas anualmente pelos cursos, a média de preenchimento é de 81,5%. Em relação ao PPP, a maior parte (51,3%) foi atualizado no período 2015-2016. Apon - tou-se a atenção hospitalar e a especializada como as áreas de atuação profissional de maior ênfase durante a formação. A menor ênfase foi creditada à docência. A organização curri- cular se dá por disciplinas em 92,0% dos cursos. Os locais mais utilizados para realização de aulas práticas e estágios são as unidade s de atenção primária e os hospitais. Os menos refe - ridos foram os dispositivo s de saúde mental. Em se tratando do perfil de competências dos egressos, as mais trabalha - das durante a formação são: avaliação nutricional da criança (100%), gestante (98,7%) e idoso (96,1%) e ações de promoção da saúde (97,4%). Já as ações menos referidas foram: atendi - mento de urgência e emergência (19,7%), orientação de saúde bucal (27,6%) e avaliação nutricional de pacientes psiquiátricos (40,8%). CONCLUSÕES: A APS tem se torna - do, nos últimos anos, um dos níveis de atenção em franca ex- pansão para atuação de nutricionistas. Isso se deve à aposta na APS enquanto reordenadora do SUS. Apesar disso, nota- se ainda um descompasso entre a necessidade de formação para esse nível de atenção e a ênfase dada pelos currículos de graduação ao cenário hospitalar. Faz-se necessário maior potencialidade teórica no que diz respeito à atuação dos nu - tricionistas no âmbito da APS, e o fortalecimento dos cenários de prática nesse nível de atenção, especialmente no que se re - fere aos NASF. Referências 1-PIERANTONI, C.R et al. Avaliação do curso de atualização em gestão municipal na área de saú - de: uma proposta de metodologia. Observatório de Recursos Humanos em Saúde no Brasil: Estudos e Análises. / André Fal- cão (org.) et. al. Rio de Janeiro: Fiocruz, 2003. 2- CAMPOS, F.E et al. Caminhos para aproximar a formação de profissionais de saúde das necessidades da atenção básica. REBEM. v.25. n.2. Rio de Janeiro: 2001.


Assuntos
Humanos , Nutricionistas/educação , Atenção Primária à Saúde , Mão de Obra em Saúde/estatística & dados numéricos
17.
Braspen J ; 32(1): 68-77, jan.-mar. 2017.
Artigo em Português | LILACS | ID: biblio-847972

RESUMO

Objetivo: Analisar o conhecimento científico dos nutricionistas das Unidades Básicas de Saúde, dos Núcleos Regionais de Atendimento Domiciliar e de Área Clínica da rede pública de saúde do Distrito Federal sobre o tratamento nutricional da alergia ao leite de vaca em lactentes. Método: Estudo transversal analítico realizado com 48 nutricionistas. Resultados: Todas as nutricionistas são do sexo feminino e 72,91% têm especialização em nutrição infantil e em outras áreas e 70,80% trabalham 40 horas/semana. Não há associação estatisticamente significativa entre o grau de especialização das nutricionistas e a frequência de atendimento aos lactentes (p=0,6603) e nem entre a jornada de trabalho com a frequência de atendimento (p=0,4647). As nutricionistas que atuam em Clínica apresentaram maior nível de acertos nas práticas de tratamento e conhecimento, seguidas das de Unidades Básicas de Saúde. Conclusão: As nutricionistas das três áreas demonstraram amplo conhecimento sobre os protocolos e práticas relacionadas ao tratamento da alergia. Participação em capacitações, acesso a informações e pesquisas científicas podem contribuir para um tratamento mais efetivo e de qualidade.(AU)


Objective: To analyze the scientific knowledge of the nutritionists of the Basic Health Units, the Regional Centers for Home Care and the Clinical Area of the public health system of the Federal District about the nutritional treatment of cow's milk allergy in infants. Methods: An analytical cross-sectional study with 48 nutritionists. Results: All nutritionists are female and 72.91% specialize in child nutrition and other areas and 70.80% work 40 hours a week. There was no statistically significant association between the degree of specialization of nutritionists and the frequency of care for infants (p=0.6603) or between the working day and attendance frequency (p=0.4647). Nutritionists who work in Clinic presented a higher level of correctness in treatment and knowledge practices, followed by Basic Health Units. Conclusion: Nutritionists in the three areas showed a broad knowledge of the protocols and practices related to the treatment of allergy. Participation in training, access to information and scientific research can contribute to a more effective and quality treatment.(AU)


Assuntos
Humanos , Centros de Saúde , Hipersensibilidade a Leite/dietoterapia , Substitutos do Leite/administração & dosagem , Nutricionistas/educação , Estudos Transversais/instrumentação , Inquéritos e Questionários , Alimentos Infantis
18.
Mundo saúde (Impr.) ; 41(1): 57-67, Feb. 2017. tab
Artigo em Português | LILACS | ID: biblio-907848

RESUMO

A análise histórica das características do nutricionista inserido no mercado de trabalho demonstra maior inserção nas áreas de nutrição clínica e alimentação coletiva; perda de remuneração nas últimas décadas e escassez de estudos sobre o perfil e saúde do profissional. Esta investigação teve como objetivo descrever as características socioeconômicas, de trabalho e de saúde do corpo técnico de nutricionistas estatutárias e celetistas, da rede hospitalar pública municipal do Rio de Janeiro. Estudo com desenho seccional, realizado com 289 nutricionistas, de outubro de 2011 a agosto de 2012, em 23 hospitais. Foi utilizado um questionário estruturado para avaliar: situação socioeconômica e laboral,hábitos de vida e de saúde. Medidas de peso, altura e circunferência abdominal foram aferidas. Observou-se que as variáveis: faixa etária, renda familiar per capita, escolaridade, cor, anos de trabalho como nutricionista e compulsão alimentar apresentaram diferenças significativas (p<0,05). Os estatutários estavam na maior faixa etária (79,2%), maior renda familiar per capita (80,7%), maior titulação “lato e stricto sensu” (75,7%) e, 79,4% declararam ≥21 anos de trabalho. Da população estudada, 47,6% apresentava excesso de peso, 72,5% era sedentária e 41,9% apresentava episódios de compulsão alimentar. Distúrbio Osteomuscular Relacionado ao Trabalho (DORT), hipertensão arterial,diabetes, hipercolesterolemia e gastrite foram mais prevalentes nos estatutários (66,7%). Em decorrência das diferenças encontradas entre os vínculos estatutários e celetistas, novos estudos que possam subsidiar a análise dos processos de trabalho dos nutricionistas, podem contribuir para o conhecimento das condições de trabalho e saúde desses trabalhadores.


A historical analysis of the characteristics of nutritionists inserted in the labor market shows greater insertion in the areas of clinical and collective power; loss of wages in recent decades and few studies about the profile and health professional. This research aims to describe the socioeconomic, work. and health characteristics of nutritionists’ statutory staff and CLT employees, from municipal public hospitals of Rio de Janeiro. A cross sectional study was performed with 289 nutritionists, from October 2011 to August 2012 in 23 hospitals. A structured questionnaire was used toaccess: socioeconomic and employment status, lifestyle habits, and health. Weight, height and waist circumferencewere measured. It was observed that the variables of age, per capita family income, education, color, years of work as a nutritionist and binge-eating episodes showed significant differences (p <0.05). Statutorily regulated group wasthe largestage group (79.2%), with higher per capita family income (80.7%), with higher degrees “broad and strict sense” (75.7%),and 79.4% reported ≥21 years of work. Among the study population, 47.6% were overweight, 72.5% were sedentary,and 41.9% had binge-eating episodes. Work-related musculoskeletal disorders (MSDs), hypertension, diabetes,hypercholesterolemia and gastritis were more prevalent in the statutorily regulated group (66.7%). As a result of the differences found between the statutorily regulated staff and CLT employees, new studies that support the analysis ofthe work processes of nutritionists can contribute to the knowledge of the work and health conditions of these workers.


Assuntos
Masculino , Feminino , Humanos , Mão de Obra em Saúde , Nutricionistas , Categorias de Trabalhadores , Transtornos Traumáticos Cumulativos , Eutrofização , Obesidade , Sobrepeso
19.
Rev. chil. nutr ; 44(2): 124-124, 2017.
Artigo em Espanhol | LILACS | ID: biblio-899810
20.
Braspen J ; 31(4): 347-356, out.-dez. 2016.
Artigo em Português | LILACS | ID: biblio-847398

RESUMO

Introdução: Este estudo tem como objetivo investigar a percepção da necessidade/importância da implementação de um protocolo de Terapia Nutricional para os pacientes admitidos nas unidades de terapia intensiva (UTIs), bem como avaliar o papel do nutricionista neste processo. Método: Por meio de uma abordagem qualitativa-quantitativa, foram entrevistados membros de uma equipe multiprofissional da Unidade de Terapia Intensiva Adulto do Hospital Regional Dom Moura, em Garanhuns, PE. A análise buscou elucidar e situar o preparo e a formação dos profissionais que compõem as equipes multiprofissionais em atuação nas UTIs, assim como também conhecer a percepção da equipe de saúde da supracitada UTI sobre a atuação e/ou papel do nutricionista neste ambiente em particular. Resultados: Apesar de ser reconhecido e valorizado pelos membros de sua equipe, o real escopo de suas atribuições e o alcance de sua atuação ainda não é compreendido e respeitado pelos mesmos. Conclusão: Mesmo com profissionais tecnicamente muito capazes, ainda se faz necessário investir muito esforço e dedicação na educação e formação destas equipes para atuação multiprofissional nas UTIs, capacitando-as a compreender as atribuições específicas, conjuntas e complementares de cada área de atuação profissional.


Introduction: This study aims to investigate the overall perception of need/importance at the implementation of a Nutritional Therapy Protocol for patients admitted to the Intensive Care Units (ICU), as well as, to evaluate the nutritionist's role in this process. Methods: Using a qualitative and quantitative approach, members of a multidisciplinary team of the Adult ICU of the Hospital Regional Dom Moura in Garanhuns, PE, were interviewed. The analysis sought to clarify and situate the preparation and training of the professionals who compose the multidisciplinary teams at work in intensive care units, as well as to understand the perception of the above ICU health team about the performance and/or role of the nutritionist in this unit in particular. Results: Even being recognized and valued by the members of his team, the real scope of its duties and the coverage of its activities is still not understood and respected by them. Conclusion: Despite having technically very capable professionals, it is still necessary to invest a lot of effort and dedication in the education and training of the ICUs multidisciplinary teams, in order to enable them to fully understand the specific, conjoined and complementary tasks of each professional area.


Assuntos
Humanos , Avaliação Nutricional , Terapia Nutricional/instrumentação , Nutricionistas , Unidades de Terapia Intensiva/normas , Coleta de Dados/instrumentação , Capacitação Profissional
SELEÇÃO DE REFERÊNCIAS
DETALHE DA PESQUISA