Your browser doesn't support javascript.
loading
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 20 de 1.060
Filtrar
1.
Washington; Organización Panamericana de la Salud; ago. 5, 2020. 4 p.
Não convencional em Espanhol | LILACS | ID: biblio-1116507

RESUMO

Con la intención de abordar la emergencia a nivel de los Territorios Indígenas, el Gobierno de la República convocó a un equipo de trabajo en asuntos indígenas y salud. El equipo está conformado por funcionarias y funcionarios del Ministerio de Salud, la Caja Costarricense de Seguro Social, la Comisión Nacional de Emergencia, la Comisión Nacional de Asuntos Indígenas, el Ministerio de Justicia y Paz y el Viceministerio de la Presidencia en Asuntos Políticos y Diálogo Ciudadano. Asimismo, cuenta con el apoyo de Sistema de Naciones Unidas en Costa Rica. A partir del trabajo de este equipo, se elabora el "Plan de acción para el abordaje del Covid19 en territorios indígenas", el cual considera como objetivo general implementar acciones estratégicas para la contención, prevención y atención de la emergencia del Covid-19, en los 24 territorios indígenas de Costa Rica, de acuerdo con los lineamientos técnicos para la prevención del Covid-19 en territorios indígenas. Para apoyar integralmente la implementación de este plan, la Organización Panamericana de la Salud/Organización Mundial de la Salud (OPS/OMS), agencia técnica en las temáticas de salud del Sistema de Naciones Unidas, ha iniciado un proceso de contratación de profesionales comunitarios de salud que apoyen el abordaje de la Covid-19 en los territorios indígenas del país.


Assuntos
Humanos , Pneumonia Viral/epidemiologia , Pessoal de Saúde/organização & administração , Infecções por Coronavirus/epidemiologia , Serviços de Saúde Comunitária/organização & administração , Saúde de Populações Indígenas , Pandemias/prevenção & controle , Betacoronavirus , Costa Rica/epidemiologia
3.
Enferm. actual Costa Rica (Online) ; (38): 61-74, Jan.-Jun. 2020.
Artigo em Português | LILACS, BDENF - Enfermagem | ID: biblio-1090087

RESUMO

Resumo Este estudo teve como objetivo discutir as percepções dos Agentes Comunitários de Saúde e Agentes de Combate a Endemias sobre o processo de orientação da população quanto à prevenção e controle do Aedes Aegypti. Tratase de estudo descritivo-exploratório de natureza qualitativa, realizado com 07 Agentes de Combate a Endemias e 12 Agentes Comunitários de Saúde em uma cidade no interior da Bahia, cujos dados foram coletados por meio de entrevista semiestruturada, gravada com auxílio de gravador e analisado através da técnica do discurso do sujeito coletivo, que permitiu a construção de discursos coletivos. Os resultados mostram que na percepção de tais profissionais, a população não contribui para a prevenção e controle do Aedes Aegypti de modo eficaz, deixando apenas que os profissionais em questão atuem de forma ativa, sendo que este trabalho deve ser em conjunto com a população e os Agentes. Concluímos que com base nos resultados obtidos a população é orientada quanto aos cuidados para a prevenção do AA, no entanto, grande parte das pessoas não colocam em prática o que é pasado para eles, sendo assim, existe a necessidade de implementação de atividades para sensibilização deles.


Abstract This study aimed to discuss the perceptions of Community Health Agents and Endemic Control Agents on the process of guiding the population regarding the prevention and control of Aedes Aegypti. This is a descriptive and exploratory study of qualitative nature, conducted with 07 Endemic Disease Agents and 12 Community Health Agents in a city in the interior of Bahia, whose data were collected through semi-structured interviews, recorded with the aid of tape recorder and analyzed through the technique of collective subject discourse, which allowed the construction of collective discourses. The results show that in the perception of such professionals, the population does not contribute to the prevention and control of Aedes Aegypti effectively, leaving only the professionals in question to act actively, and this work should be together with the population and the agents. We conclude that based on the results obtained the population is oriented towards care for the prevention of AA, however, most people do not put into practice what is passed on to them, so there is a need to implement activities to raise awareness of them.


Resumen Este estudio tuvo como objetivo discutir las percepciones de los Agentes de Salud Comunitaria y los Agentes de Control Endémico sobre el proceso de orientación de la población con respecto a la prevención y el control del Aedes Aegypti. Este es un estudio descriptivo y exploratorio de naturaleza cualitativa, realizado con 07 Agentes de Enfermedades Endémicas y 12 Agentes de Salud Comunitaria en una ciudad del interior de Bahía, cuyos datos fueron recolectados a través de entrevistas semiestructuradas, registradas con la ayuda de una grabadora y analizados a través de la técnica del discurso del sujeto colectivo, que permitió la construcción de discursos colectivos. Los resultados muestran que, en la percepción de tales profesionales, la población no contribuye a la prevención y al control del Aedes Aegypti de manera efectiva, dejando solamente a los profesionales en cuestión para que actúen activamente, y este trabajo debe ser realizado juntamente con la población y con los agentes. Concluimos que, en base a los resultados obtenidos, la población está orientada hacia la atención para la prevención de AA, sin embargo, la mayoría de las personas no ponen en práctica lo que se les transmite, por lo que es necesario implementar actividades para crear conciencia sobre ellos.


Assuntos
Humanos , Prevenção Primária/educação , Brasil , Saúde Pública , Agentes Comunitários de Saúde , Serviços de Saúde Comunitária , Doenças Endêmicas , Aedes , Vigilância em Saúde Pública
6.
Medellín; Unidad de Evidencia y Deliberación para la Toma de Decisiones (UNED). Facultad de Medicina, Universidad de Antioquia; 20200000. 20 p.
Monografia em Espanhol | PIE, LILACS | ID: biblio-1095460

RESUMO

La búsqueda estructurada identificó 78 artículos únicos, sólo cuatro relevantes para responder la pregunta planteada, que se sumaron a otros ocho identificados en la literatura gris. Adicionalmente, buscamos información sobre la experiencia en planeación de los servicios de salud a escala organizacional, en los siete países que reportan el mayor número de casos de COVID-19 (Alemania, China, España, Estados Unidos, Italia, Francia, y Reino Unido) y en dos países interesantes en su experiencia de planeación de los servicios (Noruega y Singapur). Los resultados de esta síntesis se presentan en tres secciones: 1. Atención en salud basada en la comunidad 2. Atención en salud en instituciones de baja complejidad 3. Atención en salud en hospitales de alta complejidad


Assuntos
Humanos , Atenção à Saúde , Infecções por Coronavirus , Serviços de Saúde Comunitária , Planejamento Sanitário , Hospitais Gerais , Hospitais Especializados
9.
J. Health Biol. Sci. (Online) ; 8(1): 1-5, 01/01/2020.
Artigo em Português | LILACS | ID: biblio-1100467

RESUMO

Objetivo: compreender as dificuldades e os caminhos para a descentralização do atendimento à tuberculose por meio da opinião dos enfermeiros atuantes em um Centro de Referência. Método: trata-se de pesquisa qualitativa e transversal. Os dados foram coletados mediante um questionário semiestruturado, com aplicação da técnica Análise de Conteúdo. Resultados: as principais dificuldades apontadas foram a desestruturação da rede, falta de compromisso da gestão, desorganização do serviço e qualificação profissional insuficiente. Os caminhos sugeridos para atingir a descentralização foram a melhoria na estrutura das unidades, organização do serviço, educação permanente, motivação da equipe e mobilização da gestão. Entre os benefícios, foram citados os objetivos do Programa de Controle da Tuberculose. Considerações finais: é preciso cautela quando a Rede de Atenção à Saúde não está estruturada para descentralizar os serviços, especialmente porque é necessário garantir o suporte no tratamento das pessoas atendidas no município.


Objective: to understand the difficulties and ways to decentralize tuberculosis care through the opinion of nurses working in a Reference Center. Method: It is a qualitative and transversal research. Data were collected using a semi-structured questionnaire and Content Analysis technique was applied to the responses. Results: The main difficulties pointed out were the disruption of the care network, lack of commitment by managers, disorganization of services and insufficient professional qualification. The ways suggested to achieve decentralization were to improve the structure of the units, service organization, permanent education, team motivation and managerial mobilization. Among the benefits, they highlighted the achievement of the objectives of the Tuberculosis Control Program. Final considerations: Caution is needed when the Health Care Network is not structured to decentralize services, especially as it is necessary to guarantee support or the treatment of people attended in the municipality.


Assuntos
Tuberculose , Serviços de Saúde Comunitária , Assistência Ambulatorial , Política , Enfermagem em Saúde Comunitária
10.
Gerais (Univ. Fed. Juiz Fora) ; 13(1): 1-17, jan.-abr. 2020.
Artigo em Português | LILACS | ID: biblio-1090460

RESUMO

Este trabalho objetiva relatar a experiência de um trabalho de educação permanente em saúde realizado com Agentes Comunitários de Saúde (ACS). As ações são realizadas por meio de um projeto de extensão vinculado ao Departamento de Psicologia de uma Universidade Federal do Sul do Brasil. O trabalho vem sendo desenvolvido desde 2013, com periodicidade mensal e conta com a participação dos ACS de uma Unidade Básica, localizada na região norte de um município do Rio Grande do Sul. A proposta tem possibilitado a troca de informações e experiências, por meio da reflexão e problematização, tanto do saber científico quanto da prática profissional. Além disso, pode-se constatar que os encontros têm o potencial de aliviar angústias e promover saúde aos ACS, além de ampliar as possibilidades de compreensão das problemáticas vivenciadas, buscando estratégias para lidar com elas. Destaca-se, ainda, a importância da integração entre a Universidade, a Unidade de Saúde e os ACS.


This study aims to report the experience of a proposal of education in health carried out with Community Health Workers (CHW). Actions were done based on an extension project, part of the activities of the Psychology Department of a Federal University in Southern Brazil. Such work is being done since 2013, on a monthly basis, and participants are CHW of a Primary Health Care Unit located in the north side of a city in the state of Rio Grande do Sul. The proposal has enabled sharing of information and experiences through reflection and questioning, regarding both scientific knowledge and professional practice. Moreover, the experience evidences that the meetings have the potential for relieving anxiety and promoting health among CHW, in addition to expanding their possibilities of understanding the problems experienced and finding strategies to cope with them. The study highlights the relevance of the integration among University, Primary Health Care Units and CHW.


Assuntos
Agentes Comunitários de Saúde , Educação Continuada , Serviços de Saúde Comunitária , Promoção da Saúde
13.
Rev. Pesqui. (Univ. Fed. Estado Rio J., Online) ; 12: 833-839, jan.-dez. 2020. 30
Artigo em Inglês, Português | LILACS, BDENF - Enfermagem | ID: biblio-1102794

RESUMO

Objetivo:Analisar o perfil sociodemográfico e epidemiológico das mulheres com transtornos mentais, com ênfase aos aspectos ginecológicos, reprodutivos e sexuais. Método: Estudo transversal, realizado no Centro de Atenção Psicossocial, com 31 mulheres, com idade igual ou superior a 18 anos e em tratamento regular. Utilizou-se instrumento de coleta estruturado, os dados foram analisados no SPSS versão 18.0. Esse protocolo foi aprovado por Comitê de Ética em Pesquisa sob o CAAE 56546216.0.0000.5195. Resultados: Houve predominância de mulheres em terapia medicamentosa (96,8%), baixa atividade sexual (61,3%), alta adesão ao exame preventivo de câncer de colo do útero (74,2%) e baixa adesão ao planejamento familiar (77,4%). Conclusão: Para a integralidade do cuidado prestado às mulheres com transtorno mental, usuárias do Centro de Atenção Psicossocial, é necessário um alinhamento entre as políticas de atenção integral a saúde da mulher e saúde mental, via apoio matricial com a atenção primária de saúde


Objective: This study aimed to analyze the sociodemographic and epidemiological profile of women with mental disorders, emphasizing the gynecological, reproductive and sexual aspects. Method: A cross-sectional study, carried out at the Psychosocial Attention Center, with 31 women, aged 18 years or more, undergoing regular treatment. A data collection instrument in a structured format was used and data were analyzed using the SPSS software, version 18.0. This project was approved by one Research Ethics Committee under registration CAAE 56546216.0.0000.5195. Results: There was a predominance of women in drug therapy (96.8%), low sexual activity (61.3%), high adherence to cervical cancer screening test (74.2%) and low adherence to family planning (77.4%). Conclusion: An integral care provided to women with mental disorders, users of the Psychosocial Attention Care, requires an alignment among the policies of integral attention to women's health and mental health, through matrix support with primary health care


Objetivo: Analizar el perfil sociodemografico y epidemiológico de las mujeres con trastornos mentales, con enfasis en los aspectos ginecologicos, reproductivos y sexuales. Método: Estudio transversal, realizado en el Centro de Atencion Psicosocial, con 31 mujeres, con edad igual o superior a 18 anos y en tratamiento regular. Se utilizo instrumento de recoleccion estructurado, los datos fueron analizados en el SPSS version 18.0. Esta investigacion fue aprobada en el Comite de Etica bajo el CAAE 56546216.0.00.00.5195. Resultados: Hubo predominio de mujeres en terapia medicamentosa (96,8%), baja actividad sexual (61,3%), alta adhesion al examen preventivo de cancer de cuello de utero (74,2%) y baja adhesion a la planificacion familiar (74,2%) 77,4%). Conclusión: Para la integralidad del cuidado prestado a las mujeres con trastorno mental usuarias del Centro de Atencion Psicosocial es necesario un alineamiento entre las politicas de atencion integral a la salud de la mujer y de salud mental, a traves del apoyo matricial con la atencion primaria de salud


Assuntos
Humanos , Feminino , Adulto , Pessoa de Meia-Idade , Perfil de Saúde , Saúde da Mulher , Serviços de Saúde Comunitária , Transtornos Mentais
14.
rev. cuid. (Bucaramanga. 2010) ; 11(1): e785, Dic. 19, 2019.
Artigo em Português | LILACS, BDENF - Enfermagem, COLNAL | ID: biblio-1118236

RESUMO

Introdução: A tuberculose é uma doença marcada por estigmas, tabus e crenças que afetam as pessoas pela possibilidade de vivenciarem preconceitos. Este estudo objetivou analisar as representações sociais dos sujeitos acometidos pela tuberculose acerca da vivência do preconceito e estigma atrelados à doença. Materiais e Métodos: Estudo exploratório, descritivo, com abordagem qualitativa. A população foi composta por indivíduos notificados com tuberculose, residentes no município de Cajazeiras ­ PB, sendo a amostra constituída por setes sujeitos. Os dados foram obtidos por meio de entrevistas semiestruturadas, com dados de identificação e questões acerca da representação social da tuberculose. Os resultados foram considerados mediante a análise de conteúdo temática, à luz da Teoria das Representações Sociais. Resultados: Identificou-se a formulação das seguintes categorias temáticas: Vivendo com a tuberculose: concepções sobre a doença; O contexto familiar e social; A dor que mais dói: O afastamento; O tratamento e suas dimensões particulares; O (des)apoio dos serviços de saúde. Discussão: O estigma e a discriminação são fatores que contribuem para a baixa adesão ao tratamento da tuberculose. Conclusões: O sucesso no tratamento de doenças negligenciadas, transmissíveis e que perpassam pelo preconceito, como a tuberculose, depende em parte, de como os sujeitos acometidos são acolhidos no convívio familiar, social e pelos profissionais de saúde durante o diagnóstico e todo o tratamento.


Introduction: Tuberculosis is a disease surrounded by stigmas, taboos, and misconceptions that affect people as they may experience possible discrimination. This study aimed to analyze the social representations of subjects affected by tuberculosis on the basis of the experience of discrimination and stigma related to the disease. Materials and Methods: A descriptive exploratory qualitative study was conducted with a population composed of individuals diagnosed with tuberculosis, residents of the city of Cajazeiras (PB), from which seven subjects were selected for the sample. Data were collected through semi-structured interviews including identification data and questions about the social representation of tuberculosis. The results were examined through thematic content analysis based on the Theory of Social Representations. Results: The creation of the following thematic categories was identified: living with tuberculosis: conceptions about the disease; family and social context; the most excruciating pain: distancing; treatment and its particular dimensions; support or lack thereof by healthcare services. Discussion: Stigma and discrimination lead to poor adherence to TB treatment. Conclusions: Success in treating neglected, communicable and biased diseases such as tuberculosis partly depends on how affected individuals are received in family and social settings and by healthcare professionals during their diagnosis and treatment.


Introducción: La tuberculosis es una enfermedad marcada por estigmas, tabúes y creencias que afectan a las personas por la posibilidad de experimentar prejuicios. Este estudio tuvo como objetivo analizar las representaciones sociales de los sujetos afectados por la tuberculosis sobre la experiencia de prejuicio y estigma relacionados con la enfermedad. Materiales y Métodos: Estudio exploratorio, descriptivo con enfoque cualitativo. La población estaba compuesta por individuos diagnosticados con tuberculosis, residentes en la ciudad de Cajazeiras - PB, y la muestra consistió en siete sujetos. Los datos se obtuvieron mediante entrevistas semiestructuradas con datos de identificación y preguntas sobre la representación social de la tuberculosis. Los resultados se consideraron a través del análisis de contenido temático, a la luz de la Teoría de las Representaciones Sociales. Resultados: Se identificó la formulación de las siguientes categorías temáticas: vivir con tuberculosis: concepciones sobre la enfermedad; el contexto familiar y social; el dolor que más duele: el alejamiento; el tratamiento y sus dimensiones particulares; el apoyo o falta de este por parte de los servicios de salud. Discusión: El estigma y la discriminación contribuyen a una mala adhesión al tratamiento de la tuberculosis. Conclusiones: El éxito en el tratamiento de enfermedades desatendidas, transmisibles y sujetas a prejuicios, como la tuberculosis, depende en parte de cómo los individuos afectados sean acogidos en la convivencia familiar y social, y por los profesionales de la salud durante el diagnóstico y tratamiento.


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Tuberculose , Serviços de Saúde Comunitária , Estigma Social
15.
Rev. SOBECC ; 24(3): 168-171, jul-.set.2019.
Artigo em Português | LILACS, BDENF - Enfermagem | ID: biblio-1021377

RESUMO

Introdução: No Brasil, o acesso universal e equânime aos serviços de assistência à saúde dos povos indígenas ainda é um desafio, considerando, a dificuldade de inserção da saúde básica e das equipes multiprofissionais em terras indígenas. A organização da sociedade civil de interesse público Expedicionários da Saúde realiza expedições no Norte do país para promover a saúde dos povos indígenas. Objetivo: O presente artigo descreveu a experiência de capacitação que habilitou a equipe de enfermagem para atuar no Centro de Material Esterilização durante expedições. Método: Pesquisa descritiva, do tipo relato de experiência, que descreve as etapas de capacitação para enfermeiros atuarem no centro de material, em hospital de campanha, durante expedições na Amazônia. Resultados: A capacitação proposta foi satisfatória e os participantes desenvolveram as competências almejadas, por meio do aporte teórico e das atividades práticas. Conclusão: Observou-se que envolver enfermeiros em atividades voluntárias desperta o interesse na formação permanente, bem como aprimora seu conhecimento técnico-científico.


Introduction: In Brazil, universal and equitable access to health care services for indigenous peoples remains a challenge, considering the difficulty in establishing primary health and multidisciplinary teams in indigenous lands. The Brazilian Health Expeditions ­ a civil society organization of public interest ­ carry out expeditions in the north of the country to promote the health of indigenous peoples. Objective: The present article described the training experience that enabled the nursing team to work in the Material and Sterilization Center during expeditions. Method: This is descriptive research, designed as an experience report, on the stages of training for nurses to work in the material center of a field hospital, during expeditions in the Amazon. Results: The proposed training was satisfactory, and the participants developed the desired skills through theoretical input and practical activities. Conclusion: The involvement of nurses in voluntary activities arouses interest in permanent training, as well as enhances their technical-scientific knowledge.


Introducción: En Brasil, el acceso universal y ecuánime a los servicios de asistencia a la salud de los pueblos indígenas aún es un desafío, considerando, la dificultad de inserción de la salud básica y de los equipos multiprofesionales en tierras indígenas. La organización de la sociedad civil de interés público Expedicionarios de la Salud realiza expediciones en el Norte del país para promover la salud de los pueblos indígenas. Objetivo: El presente artículo describió la experiencia de capacitación que habilitó el equipo de enfermería para actuar en el Centro de Material Esterilización durante expediciones. Método: Estudio descriptivo, del tipo relato de experiencia, que describe las etapas de capacitación para que enfermeros actúen en el centro de material, en hospital de campaña, durante expediciones en la Amazonia. Resultados: La capacitación propuesta fue satisfactoria y los participantes desarrollaron las competencias anheladas, por medio del aporte teórico y de las actividades prácticas. Conclusión: Se observó que involucrar enfermeros en actividades voluntarias despierta el interés en la formación permanente, así como perfecciona su conocimiento técnico-científico.


Assuntos
Humanos , Serviços de Saúde Comunitária , Ecossistema Amazônico , Povos Indígenas , Tutoria , Assistência Domiciliar , Cuidados de Enfermagem
17.
rev. cuid. (Bucaramanga. 2010) ; 10(1): e613, ene.-abr. 2019. tab
Artigo em Português | LILACS, BDENF - Enfermagem, COLNAL | ID: biblio-1043562

RESUMO

Resumo Introdução Objetivou-se compreender a gestão do cuidado à pessoa com estomia sob a perspectiva da rede de atenção à saúde (RAS). Materiais e Métodos Trata-se de uma pesquisa qualitativa com referencial metodológico da Teoria Fundamentada nos Dados. Participaram 18 profissionais de saúde e gestores da RAS, em nível municipal e estadual. Foram compostos três grupos amostrais para a coleta de dados, realizada por meio de entrevista semiestruturada. Resultados A análise resultou em 5 categorias, que integradas compuseram o modelo teórico "Emergindo a gestão do cuidado à pessoa com estomia sob a perspectiva da RAS": Desvelando a gestão do cuidado à pessoa com estomia; Conhecendo a pessoa com estomia durante o período da graduação e por meio da prática profissional; Realizando o cuidado à pessoa com estomia como parte integrante do processo de trabalho na atenção primária e secundária em saúde; Realizando o cuidado à pessoa com estomia por meio da RAS; e Caracterizando o papel dos pontos de atenção em saúde no cuidado à pessoa com estomia. Discussão A RAS deve possuir equipes capacitadas no cuidado à pessoa com estomia na atenção primária, e especializadas, na atenção secundária e terciária, que sejam referência. Uma rede se fortalece na diversidade de ações e serviços que a compõem, proporcionando a gestão do cuidado a qualquer condição de saúde, inclusive à pessoa com estomia. Conclusões O modelo teórico formulado considera que uma RAS fortalecida em termos de diversidade de ações e serviços proporcionará uma melhor gestão do cuidado à pessoa com estomia.


Abstract Introduction This study aimed to understand the care management for stomized patients from the perspective of the health-care network. Materials and Methods This is a qualitative study with methodological reference to the Data-Based Theory. 18 health-related professionals and managers participated at municipal and state levels. Three sample groups were created for data collection through a semi-structured interview. Results The analysis generated 5 categories that together formed the theoretical model: "Developing care management for stomized patients from the health-care network perspective." Developing care management for stomized patients; knowing stomized patients during their adaptation period through professional practice; caring for stomized patients as an integral part of the work process in primary and secondary healthcare; caring for stomized patients through the healthcare network and characterizing the role of healthcare points in the care of stomized patients. Discussion The healthcare network should have teams trained in the care of stomized patients in primary care and specialized teams in secondary and tertiary care, which are of reference. A network is strengthened due to the various actions and services that make it up, providing care management for any health condition, including stomized patients. Conclusions The formulated theoretical model considers that a strengthened healthcare network, in terms of the variety of actions and services, will provide better care management for stomized patients.


Resumen Introducción El trabajo tuvo como objetivo comprender la gestión del cuidado a la persona estomizada bajo la perspectiva de la red de atención a la salud (RAS). Materiales y Métodos Se trata de un estudio cualitativo con referencial metodológico de la Teoría Fundamentada en los Datos. Participaron 18 profesionales de la salud y gestores de la RAS, a nivel municipal y estatal. Se formaron tres grupos de muestra para la recolección de los datos, a través de una entrevista semiestructurada. Resultados El análisis arrojó 5 categorías que en su conjunto conformaron el modelo teórico: "Emergiendo la gestión del cuidado a la persona estomizada bajo la perspectiva de la RAS": Desvelando la gestión del cuidado a la persona estomizada; Conociendo la persona estomizada durante el período de graduación y a través de la práctica profesional; el cuidado a la persona estomizada como parte integral del proceso de trabajo en la atención primaria y secundaria en la salud; el cuidado a la persona estomizada a través del RAS; y caracterización del papel de los puntos de atención en salud en el cuidado a la persona estomizada. Discusión La RAS debe contar con equipos capacitados en el cuidado a la persona estomizada en la atención primaria, y especializadas, en la atención secundaria y terciaria, que sean referencia. Una red se fortalece gracias a las diversas acciones y servicios que la conforman, proporcionando la gestión del cuidado a cualquier condición de salud, incluso a la persona estomizada. Conclusiones El modelo teórico formulado considera que una RAS fortalecida en términos de la diversidad de acciones y servicios proporcionará una mejor gestión del cuidado a la persona estomizada.


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Equipe de Assistência ao Paciente , Estomia , Serviços de Saúde Comunitária , Integralidade em Saúde
18.
Int. j. cardiovasc. sci. (Impr.) ; 32(2): 110-117, mar.-abr. 2019. tab, graf
Artigo em Inglês | LILACS | ID: biblio-987748

RESUMO

Background: Warfarin is an oral anticoagulant involved in important interactions with foods and other drugs. Objectives: To evaluate the occurrence of adverse events reported by warfarin users and their relationship with drug interactions. Methods: This was an open cohort, prospective study conducted in an 18-month period with warfarin users attending public health clinics of the city of Ijuí, Brazil. Data were collected by means of interviews administered at patients' home every month. Patients' responses were confirmed by review of medical records when patients sought medical care. Data were analyzed by descriptive statistics. Potential drug interactions were evaluated in a database and vitamin K consumption was quantified using a validated method. Results: A total of 68 patients were followed-up; 63 completed the study and 5 died in the study period. Mean number of medications taken by the patients was 9.6 ± 4.5, and mean number of interactions involving warfarin was 2.91 ± 1.52. Most potential interactions increased the risk of bleeding, 61 of them severe interactions and 116 moderate interactions. Eighty-seven episodes of bleeding and 4 episodes of thrombosis were reported by a total of 37 and 4 patients, respectively. At the occurrence of these events, 56.5% of warfarin users were also taking omeprazole, 35.9% were taking simvastatin and 25.0% paracetamol. Most patients had a low vitamin K intake. Conclusions: A high frequency of potential interactions between warfarin and other drugs was detected, but a low intake of foods that could possibly affect the effects of warfarin was observed. Based on our results, it seems prudent to follow patients on warfarin therapy for drug-drug interactions, aiming to control adverse effects and to promote a safe and effective therapy


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Pessoa de Meia-Idade , Varfarina/efeitos adversos , Serviços de Saúde Comunitária/estatística & dados numéricos , Interações Medicamentosas , Anticoagulantes/efeitos adversos , Anticoagulantes/uso terapêutico , Vitamina K , Omeprazol/uso terapêutico , Análise Estatística , Estudos Prospectivos , Estatística como Assunto , Resultado do Tratamento , Monitoramento de Medicamentos , Sinvastatina/uso terapêutico , Incompatibilidade de Medicamentos , Farmacovigilância , Acetaminofen
19.
Edumecentro ; 11(1): 218-233, ene.-mar. 2019.
Artigo em Espanhol | LILACS | ID: biblio-984357

RESUMO

RESUMEN En Cuba la comunidad tiene importancia como escenario de participación popular, esta se fortalece a través de la organización de la colectividad. El equipo de salud conjuntamente con los representantes de los sectores involucrados en la ejecución de los proyectos salubristas, materializan su realización. Los autores analizaron varias bibliografías con el objetivo de socializar algunos conceptos y formas de interactuar con sus integrantes para confeccionar las tareas que fortalecen la labor comunitaria, entre ellas: la identificación de los líderes y de las necesidades de aprendizaje, la elaboración del análisis integral de la situación de salud, el desarrollo de estrategias de comunicación social, la aplicación del método investigación-acción participativa para la solución de los problemas, la evaluación sistemática de las acciones propuestas y el impacto en los niveles de salud de la población.


ABSTRACT In Cuba, the community is important as a setting for popular participation, it is strengthened through the organization of the community. The health teams, together with the representatives of the sectors involved in carrying out the health-care projects, materialize their implementation. The authors analyzed several bibliographies with the aim of socializing some concepts and ways of interacting with their members to prepare the tasks that strengthen community work, among them: the identification of leaders and learning needs, the elaboration of a comprehensive analysis of the health situation, the development of social communication strategies, the application of the participatory research-action method for the solution of the problems, the systematic evaluation of the proposed actions and the impact on the health levels of the population.


Assuntos
Serviços de Saúde Comunitária , Assistência Integral à Saúde , Participação da Comunidade
20.
Rev. bras. ciênc. saúde ; 23(1): 81-88, 2019. tab., graf.
Artigo em Português | LILACS | ID: biblio-1009165

RESUMO

Objetivo: Analisar a Capacidade para o Trabalho (CT) de Agentes Comunitários de Saúde (ACS) de um Distrito Sanitário em João Pessoa-PB. Metodologia: estudo descritivo e transversal de abordagem quantitativa, realizado em João Pessoa-PB, nas 40 Unidades de Saúde da Família pertencentes ao Distrito Sanitário II, com uma amostra de 163 ACS selecionados por conveniência. Os participantes responderam a um questionário semiestruturado, contemplando informações sociodemográficas e o Índice de Capacidade para o Trabalho (ICT), instrumento utilizado para avaliar a CT por meio de sete dimensões. A análise dos dados foi realizada por meio do programa estatístico SPSS 22.0. As variáveis categóricas foram analisadas por meio de frequências absolutas e relativas, utilizando-se o teste do qui-quadrado para estabelecer as relações. O nível de significância adotado foi de 5%. Resultados: a população do estudo foi predominantemente do sexo feminino (76,7%), com idade entre 42 e 62 anos (38,7%), casada ou com companheiro (a) (58,3%), cor da pele parda (57,1%), ensino médio completo (72,4%), renda familiar de até 2 salários mínimos (51,0%), com capacidade boa (38,7%) e moderada (37,4%) para o trabalho. A CT apresentou associação estatisticamente significativa com cada uma das sete dimensões do ICT (p<0,05). As doenças mais frequentemente informadas foram: lesões musculoesqueléticas (55,2%), doenças musculoesqueléticas (44,8%), obesidade (34,4%), hipertensão arterial (27,0%) e distúrbio emocional leve (26,4%). Conclusão: os ACS desse estudo apresentaram boa capacidade de trabalho de acordo com o ICT. (AU)


Objective: analyze the Work Ability (CT) of Community Health Workers (ACS) of a Sanitary District in João Pessoa-PB. Methodology: Descriptive and transversal study of quantitative approach, conducted in João Pessoa-PB, in the 40 Family Health Units belonging to the Sanitary District II, with a sample of 163 ACS selected by convenience. Participants answered a semi-structured questionnaire, including socio-demographic information and the Work Ability Index (ICT), instrument used to evaluate CT through seven dimensions. Data analysis was performed using the statistical program SPSS Statistics, version 22.0. The categorical variables were analyzed through absolute and relative frequencies, using the chi-square test to establish relations. The significance level was 5%. Results: the study population was predominantly female (76,7%), aged 42-62 years (38,7%), married or with partner (58,3%), brown skin color (57,1%), complete high school (72,4%), family income of up to 2 minimum wages (51,0%), with good capacity (38,7%) and moderate capacity (37,4%) for work. The CT showed a statistically significant association with each of the seven dimensions of the ICT (p <0,05). The most frequently reported diseases were: musculoskeletal disorders (55,2%), musculoskeletal diseases (44,8%), obesity (34,4%), hypertension (27,0%) and mild emotional disturbance (26,4%). Conclusion: the ACS of this study had good working capacity according to the ICT. (AU)


Assuntos
Masculino , Feminino , Condições de Trabalho , Serviços de Saúde Comunitária
SELEÇÃO DE REFERÊNCIAS
DETALHE DA PESQUISA