Your browser doesn't support javascript.
loading
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 20 de 1.282
Filtrar
1.
REME rev. min. enferm ; 24: e-1299, fev.2020.
Artigo em Português | LILACS, BDENF - Enfermagem | ID: biblio-1096586

RESUMO

Objetivo: compreender o significado das necessidades em saúde da vida cotidiana para os usuários da atenção primária à saúde. Método: trata-se de pesquisa qualitativa cujo referencial teórico foi o interacionismo simbólico, e o metodológico foi a teoria fundamentada nos dados. Foram entrevistados 23 usuários da atenção primária à saúde do município de Coxim-MS, no período de fevereiro a novembro de 2018. As entrevistas foram gravadas, transcritas e analisadas, sendo a análise concomitante a coleta de dados. A duração das entrevistas foi, em média, de uma hora. Inicialmente os participantes foram selecionados aleatoriamente. No decorrer da análise dos dados, foram sendo constituídos os grupos amostrais, com a finalidade de ampliar a variabilidade das concepções sobre o fenômeno. Os dados foram analisados por meio da codificação aberta, axial e seletiva. Resultados: as necessidades em saúde da vida cotidiana resultam da interconexão de três subcategorias, a seguir: a primeira, denominada "o autocuidado: cuidando do que eu podia cuidar" ­ self; a segunda, "os relacionamentos na sociedade ­ a interação com o outro"; e a última, "as relações com o espaço onde se vive ­ a interação com o ambiente". Conclusão: constatou-se que as necessidades da vida cotidiana não são significadas em uma perspectiva interacionista, pelos usuários, como demandas que podem ser cuidadas nos serviços. Dessa forma, por se distanciarem das demandas biológicas, são negligenciadas pelos profissionais de saúde na atenção primária e refletem que o cuidado integral ainda permanece como desafio no âmbito do Sistema Único de Saúde.(AU)


Objective: to understand the meaning of health needs in daily life for users of primary health care. Method: it is a qualitative research whose theoretical framework was symbolic interactionism, and the methodological one was the theory based on the data. 23 users of primary health care in the city of CoximMS were interviewed, from February to November 2018. The interviews were recorded, transcribed and analyzed, with the analysis concomitant with data collection. The duration of the interviews was, on average, one hour. Initially, the participants were randomly selected. During the analysis of the data, sample groups were created, with the purpose of increasing the variability of conceptions about the phenomenon. The data were analyzed using open, axial and selective coding. Results: the health needs of everyday life result from the interconnection of three subcategories, as follows: the first, called "self-care: taking care of what I could take care of" - self; the second, "relationships in society - interaction with the other"; and the last, "the relations with the space where one lives - the interaction...(AU)


Objetivo: entender el significado de las necesidades cotidianas de salud de los usuarios de atención primaria. Método: investigación cualitativa cuyo marco teórico fue el interaccionismo simbólico y el metodológico la teoría basada en datos. Se entrevistó a 23 usuarios de atención primaria de salud de la ciudad de Coxim-MS, de febrero a noviembre de 2018. Las entrevistas fueron grabadas, transcritas y analizadas. Proceso de recogida y análisis de datos. La duración de las entrevistas fue, en promedio, de una hora. Inicialmente, los participantes fueron seleccionados al azar. Durante el análisis de datos se crearon grupos de muestra con el propósito de aumentar la variabilidad de conceptos del fenómeno. Los datos se analizaron mediante codificación abierta, axial y selectiva. Resultados: las necesidades de salud de la vida cotidiana son resultado de la interconexión de tres subcategorías: la primera, llamada "autocuidado: cuidar de lo que yo podría cuidar" - auto; la segunda, "las relaciones en la sociedad - la interacción con el otro"; y la última, "las relaciones con el espacio dónde se vive: la interacción con el entorno". Conclusión: se constató que los usuarios no les dan a las necesidades del día a día el significado, desde una perspectiva interaccionista, de demandas que pueden ser atendidas en los servicios. Por lo tanto, a medida dejan de ser demandas biológicas, los profesionales de la salud de la atención primaria las descuidan, lo cual muestra que la atención integral sigue siendo un reto para el alcance del Sistema Único de Salud. (AU)


Assuntos
Humanos , Atenção Primária à Saúde , Enfermagem em Saúde Comunitária , Promoção da Saúde , Necessidades e Demandas de Serviços de Saúde , Avaliação de Processos e Resultados em Cuidados de Saúde , Sistema Único de Saúde
2.
Interface (Botucatu, Online) ; 24: e190090, 2020.
Artigo em Português | LILACS | ID: biblio-1040196

RESUMO

Proposições de modificação da Atenção no Sistema Único de Saúde (SUS) às pessoas que usam drogas têm desconsiderado suas necessidades, demandas e expectativas. A partir de contribuições da Saúde Coletiva, buscou-se compreendê-las por meio de pesquisa qualitativa que envolveu entrevistas semiestruturadas, grupos focais e observação participante em Centros de Atenção Psicossocial-Álcool e Drogas (Caps-AD). Constatou-se que os usuários se dirigem aos serviços não apenas para interromper o consumo de drogas, mas também para reduzi-lo, para receber atenção em relação a comprometimentos orgânicos ou psíquicos, construir laços sociais, ter acesso a condições básicas de vida e conquistar autonomia. A pesquisa, ao ampliar as compreensões sobre as demandas, necessidades e expectativas das pessoas que usam drogas, apresentou contribuições para a análise e redefinição das práticas e do modelo de atenção adotados no SUS.(AU)


Proposals to modify the care provided for drug users in the Brazilian National Health System (SUS) have not been considering their needs, demands and expectations. Based on contributions from Collective Health, our objective was to understand them by means of a qualitative research that involved semi-structured interviews, focus groups and participant observation at Alcohol and Drugs Psychosocial Care Centers (Caps AD). We found that users go to the services not only to interrupt drug use, but also to reduce it, to receive care for organic or psychological problems, to construct social bonds, to have access to basic life conditions, and to achieve autonomy. By amplifying the understanding about the demands, needs and expectations of people who use drugs, the research has contributed to the analysis and redefinition of the care practices and model adopted by SUS.(AU)


Las propuestas de modificación de la atención en el Sistema Brasileño de Salud (SUS) para las personas que usan drogas han desconsiderado sus necesidades, demandas y expectativas. A partir de contribuciones de la Salud Colectiva, se buscó comprenderlas por medio de una investigación cualitativa que envolvió entrevistas semiestructuradas, grupos focales y observación participante en Centros de Atención Psicosocial - Alcohol y Drogas (Caps AD). Se constató que los usuarios se dirigen a los servicios no solo para interrumpir el consumo de drogas, sino también para reducirlo, para recibir atención para comprometimientos orgánicos o psíquicos, construir lazos sociales, tener acceso a condiciones básicas de vida y conquistar autonomía. La investigación, al ampliar las comprensiones sobre las demandas, necesidades y expectativas de las personas que usan drogas, presentó contribuciones para el análisis y redefinición de las prácticas y del modelo de atención adoptados en el SUS.(AU)


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Síndrome de Abstinência a Substâncias/psicologia , Usuários de Drogas/psicologia , Necessidades e Demandas de Serviços de Saúde/tendências , Serviços de Saúde Mental/ética , Saúde Pública , Assistência à Saúde
3.
Arq. odontol ; 56: 1-9, jan.-dez. 2020. tab
Artigo em Português | LILACS, BBO - Odontologia | ID: biblio-1087819

RESUMO

Objetivo: Analisar fatores associados ao uso e à necessidade de prótese dentária em adultos e idosos do estado de Minas Gerais. Métodos: Estudo transversal foi realizado com amostra de 2.404 adultos e idosos. Regressão logística, estimativas de odds ratio e respectivos intervalos de confiança foram realizados. Resultados: Dos 2.404 indivíduos avaliados, 59,9% tinham necessidade de prótese pela ausência de prótese ou presença de prótese insatisfatória e 41,9% usavam prótese. Idosos tiveram 10,22 vezes mais chances de usar prótese comparados aos adultos. Indivíduos de menor escolaridade (< 2 anos de estudo) apresentaram 2,18 vezes mais chances de usar prótese do que indivíduos de maior escolaridade (> 11 anos de estudo). Indivíduos que usaram o serviço público na última consulta odontológica tiveram menos chance de usar prótese do que indivíduos que usaram o serviço privado. Conclusão:A necessidade e o uso de prótese dentária foram associados a fatores sociodemográficos.


Aim: To analyze factors associated with the need and use of dental prostheses in adults and the elderly in Minas Gerais, Brazil. Methods: This research conducted a cross-sectional study with 2,404 adult and elderly individuals. Logistic regression, odds ratio estimates, and respective confidence intervals were performed. Results:Among the 2,404 individuals evaluated in this study, 59.9% needed prosthesis due to a lack of a prosthesis or the use of an unsatisfactory prosthesis, while 41.9% used satisfactory prostheses. The elderly individuals were 10.22 times more likely to use prostheses w hen compared to adults. Individuals with a lower educational level (< 2 years of education) were 2.18 times more likely to use a prosthesis than were individuals with a higher educational level (> 11 years of education). Individuals who used the public dental services for their last dental appointment were less likely to use a prosthesis than were individuals who used private dental services. Conclusion: The need and use of dental prostheses were associated with sociodemographic factors.


Assuntos
Adulto , Pessoa de Meia-Idade , Idoso , Fatores Socioeconômicos , Idoso , Inquéritos e Questionários , Perda de Dente , Prótese Dentária , Adulto , Atenção Primária à Saúde , Estudos Transversais , Necessidades e Demandas de Serviços de Saúde
5.
Trab. educ. saúde ; 18(1): e0022858, 2020.
Artigo em Português | LILACS | ID: biblio-1020985

RESUMO

Resumo O objetivo foi compreender as principais necessidades e reivindicações de homens trabalhadores rurais frente a uma equipe de Atenção Primária à Saúde, Japonvar, MG, Brasil. Trata-se de um estudo qualitativo, guiado pela abordagem hermenêutica-dialética. Foram realizadas 41 entrevistas em profundidade, registros em diário de campo e coleta de dados secundários. Na análise, utilizamos os níveis de interpretação, permitindo a construção de duas categorias temáticas para as necessidades de saúde: 'aumento no fornecimento de medicamentos' e 'acesso a exames especializados e específicos para a próstata'. Também foram desenvolvidas duas categorias para as reivindicações sociais: 'reconhecimento como usuários do serviço de saúde' e 'grupos de educação em saúde com temáticas masculinas'. A discussão foi alicerçada nos atributos da Atenção Primária à Saúde e na Teoria dos Marcadores Sociais e Interseccionalidades. O estudo possibilitou compreender o processo produtivo, conhecer as características clínico-epidemiológicas e discutir a invisibilidade dos trabalhadores rurais na procura e acesso aos serviços de saúde. Observamos uma valorização do modelo assistencial curativista e a contribuição positiva das reivindicações dos homens para o fortalecimento dos movimentos de luta pelo direito social à saúde.


Abstract The aim was to understand the main needs and demands of male rural workers regarding a Primary Health Care team in Southeastern Brazil. It is a qualitative study, which was guided by the hermeneutic-dialectical approach. We conducted 41 in-depth interviews, recorded notes on field journals, and collected secondary data. In the analysis, we used the levels of interpretation, which enabled the development of two thematic categories for the health needs: "increase in the supply of medicines" and "access to specialized and specific prostate exams." We also developed two categories for the social demands: "acknowledgment as users of the health service" and "education in health groups dealing with male issues." The discussion was based on the attributes of Primary Health Care and on the Social Markers and Intersectionality Theory. The study enabled us to comprehend the production process, to get to know the clinical-epidemiological characteristics, and to discuss the invisibility of the rural workers in the demand for and access to health services. We observed a high regard for the curative care model, and the positive contribution of the demand of the men to the strengthening of the movements of struggle for the right to social health.


Resumen El objetivo fue comprender las principales necesidades y reclamaciones de los trabajadores rurales ante un equipo de Atención Primaria de Salud en sudeste de Brasil. Se trata de un estudio cualitativo, guiado por el enfoque hermenéutico-dialéctico. Se realizaron 41 entrevistas en profundidad, registros diarios de campo y recopilación de datos secundarios. En el análisis se utilizaron los niveles de interpretación, permitiendo la construcción de dos categorías temáticas para las necesidades de salud: "aumento del suministro de medicamentos" y "acceso a exámenes especializados y específicos de próstata". También se desarrollaron dos categorías para reivindicaciones sociales: "reconocimiento como usuarios del servicio de salud" y "grupos de educación sanitaria con temas masculinos". La discusión se basó en los atributos de la Atención Primaria de Salud y en la Teoría de Marcadores Sociales e Interseccionalidades. El estudio permitió comprender el proceso productivo, conocer las características clínicas y epidemiológicas y discutir la invisibilidad de los trabajadores rurales en la búsqueda y acceso a los servicios de salud. Observamos una apreciación del modelo de medicina curativa y la contribución positiva de las reivindicaciones de los hombres para fortalecer los movimientos que luchan por el derecho social a la salud.


Assuntos
Humanos , Atenção Primária à Saúde , População Rural , Saúde do Homem , Necessidades e Demandas de Serviços de Saúde
6.
Rev. enferm. UERJ ; 27: e38440, jan.-dez. 2019.
Artigo em Português | LILACS, BDENF - Enfermagem | ID: biblio-1005297

RESUMO

Objetivo: conhecer as demandas para o cuidado no âmbito da sexualidade de adolescentes. Metodologia: estudo descritivo, abordagem qualitativa, tendo o gênero como categoria analítica. Realizado com 12 adolescentes de dois colégios públicos estaduais do interior da Bahia, em 2014. Foram utilizados oficinas de reflexão e questionário para coleta de dados e o tratamento se deu pela técnica de análise de discurso. Resultados: adolescentes consideram a sexualidade como dimensão humana que demanda atenção à saúde, com necessidade de orientações e cuidado direcionados a vulnerabilidades e conhecimento do corpo. É também processo afetivo-sexual, com prazer compartilhado, caminho para superação de desigualdades de gênero. Conclusão: as demandas apresentadas revelam um grupo que defende uma sexualidade saudável e prazerosa, livre de tabus e preconceitos, mas carente de orientações. As demandas extrapolam o que está posto como prioridade para atenção à saúde e urge a aproximação escola e serviços de saúde para implementar políticas de formação e cuidado de adolescentes.


Objective: to examine demands for care in the field of adolescent sexuality. Methodology: deploying gender as an analytical category, this qualitative, descriptive study was carried out in 2014 with 12 adolescents from two state public colleges in Bahia. Reflection workshops and a questionnaire were used for data collection and data were analysis by the discourse analysis technique. Results: adolescents consider sexuality to be a human dimension demanding health care, posing needs for guidance and care directed to vulnerabilities and body knowledge. It is also an affective and sexual process of shared pleasure, and a pathway to overcoming gender inequalities. Conclusion: the demands presented revealed a group that advocates healthy, pleasurable sexuality, free from taboos and prejudices, but lacking guidelines. The demands extend beyond what are considered health care priorities, and urge approximation between school and health services to implement adolescent education and care policies.


Objetivo: conocer las necesidades para el cuidado en el área de la sexualidad de adolescentes. Metodología: estudio descriptivo, de enfoque cualitativo, siendo el género la categoría de análisis. Fue realizado junto a 12 adolescentes de dos colegios públicos estatales del interior de Bahía, en 2014. Se han utilizado talleres de reflexión y cuestionarios para la recolección de datos y el análisis se basó en la técnica de análisis del discurso. Resultados: adolescentes consideran la sexualidad como dimensión humana que demanda atención a la salud, con necesidad de orientaciones y cuidado dirigidos a las vulnerabilidades y el conocimiento del cuerpo. Es también un proceso afectivo-sexual, con placer compartido, un camino para la superación de desigualdades de género. Conclusión: las demandas presentadas revelan un grupo que aboga por una sexualidad saludable y placentera, sin tabús y prejuicios, pero con pocas orientaciones. Las demandas extrapolan lo que se muestra como prioridad para la atención a la salud y urge el acercamiento escuela y servicios de salud para poner en marcha políticas de formación y cuidado de los adolescentes.


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Adolescente , Sexualidade , Saúde do Adolescente , Saúde Sexual , Necessidades e Demandas de Serviços de Saúde , Epidemiologia Descritiva , Pesquisa Qualitativa
7.
Rev. enferm. UFSM ; 9: [17], jul. 15, 2019.
Artigo em Português | LILACS, BDENF - Enfermagem | ID: biblio-1024694

RESUMO

Objetivo: identificar o perfil e as demandas de saúde de adolescentes escolares no Município de Divinópolis, Minas Gerais. Método: estudo transversal, exploratório-descritivo, realizado com 389 adolescentes do 8º e 9º anos do ensino fundamental. Resultados: entre os participantes do estudo, 34,4% já fizeram uso de álcool, 17,7% experimentaram fumar e 7,4% fizeram uso de maconha. A maioria dos adolescentes considerou seu estado de saúde como ótimo ou bom (84,4%). Dos que iniciaram atividade sexual, 28,9% relataram não utilizar nenhum tipo de método. Percentual elevado de adolescentes mencionou solidão em algum momento da vida (77,9%) e 5,3% dos meninos envolveram-se em brigas. Conclusão: as demandas dos adolescentes relacionadas ao sexo inseguro, saúde mental fragilizada, uso de álcool e outras drogas foram identificadas como prioritárias, necessitando da atuação conjunta entre saúde e educação na construção de estratégias comuns para o atendimento das necessidades inerentes ao adolescente.


Objective: to identify the profile and health demands of school-age adolescents in Divinopolis, Minas Gerais, Brazil. Method: cross-sectional, exploratory-descriptive study, developed with 389 adolescents from the 8th and 9th grades of elementary school. Results: Among the study participants, 34.4% had already consumed alcohol, 17.7% had tried smoking and 7.4% marijuana. Most of the adolescents considered their health status as excellent or good (84.4%). Among the students who were sexually active, 28.9% reported not using any type of contraceptive method. Many adolescents (77.9%) mentioned loneliness at some point in their lives and 5.3% of the boys had engaged in fights. Conclusion: the adolescents' priority demands were related to unsafe sex, impaired mental health, alcohol and drug use, demanding the joint action of health and education in the construction of shared strategies for meeting the adolescents' inherent needs.


Objetivo: identificar el perfil y las demandas de salud de adolescentes escolares en el município de Divinopolis, Minas Gerais, Brasil. Método: Estudio transversal, desarrollado con 389 adolescentes del 8º y 9º año de la enseñanza fundamental. Resultados: Entre los participantes, 34,4% consumió alcohol al menos una vez, 17,7% experimentó fumar y 7,4% usó marihuana. La mayoría de los adolescentes consideró su estado de salud como óptimo o bueno (84,4%). De los que iniciaron actividad sexual, el 28,9% relató no utilizar ningún tipo de método anticonceptivo. Muchos adolescentes (77,9%) mencionaron soledad en algún momento de la vida y el 5,3% de los niños se involucró en peleas. Conclusión: Los asuntos relacionados con la sexualidad, salud mental, uso de alcohol y otras drogas se identificaron como prioridades, que requieren la acción conjunta entre la salud y la educación en la construcción de estratégias comunes para satisfacer las necessidades inherentes de los adolescente.


Assuntos
Humanos , Estudos Transversais , Adolescente , Sexualidade , Vulnerabilidade em Saúde , Necessidades e Demandas de Serviços de Saúde
8.
Rev. Paul. Pediatr. (Ed. Port., Online) ; 37(2): 140-148, Apr.-June 2019. tab
Artigo em Inglês | LILACS | ID: biblio-1013293

RESUMO

ABSTRACT Objective: To describe the structure and the processes of care for pregnant women/newborn infants, including the Essential Newborn Care (ENC), in maternity hospitals in Sergipe State, Brazil. Methods: A cross-sectional study carried out between June 2015 and April 2016 in all maternity hospitals of Sergipe with more than 500 deliveries/year (n=11). A questionnaire on the existing structure and work processes was administered to the managers. Subsequently, a representative number of postpartum women from these hospitals were interviewed (n=768). Their medical records, as well as newborn infants' records, were also analyzed. Results: Sergipe has 78 beds of Neonatal Intensive Care Unit (NICU) and 90 beds of Intermediate Care Unit (IMCU) to meet spontaneous and programmed demand. Only six maternity hospitals (54.5%) performed the risk classification, and four (36.3%) had protocols for high-risk parturient care. Regarding the ENC components, only 41% (n=315) of the women had early skin-to-skin contact with their babies, 33.1% (n=254) breastfed in the first hour of life, and 18% (n=138) had a companion always during birth. Conclusions: The distribution of NICU beds between capital city and other cities of the State is adequate, considering Brazilian guidelines. However, there was a low adherence to the protocols for hypertensive and hemorrhagic emergencies, and a low coverage of humanization policies, pregnancy risk classification and ENC practices, especially breastfeeding in the first hour of life, and companion always during birth.


RESUMO Objetivo: Descrever a estrutura e os processos de atendimento a gestante/recém-nascido, incluindo os componentes do Essential Newborn Care (ENC), das maternidades de Sergipe, Brasil. Métodos: Estudo transversal realizado entre junho de 2015 e abril de 2016 em todas as maternidades de Sergipe (n=11) com mais de 500 partos/ano. Foi aplicado um questionário aos gestores sobre a estrutura e os processos de trabalhos existentes. Posteriormente, um número representativo de puérperas desses hospitais foi entrevistado (n=768) e seus prontuários, bem como o dos recém-nascidos, foram analisados. Resultados: Sergipe conta com 78 leitos de Unidade de Terapia Intensiva Neonatal (UTIN) e 90 de Unidade Intermediária (UI) para atendimento da demanda espontânea e programada. Somente seis maternidades (54,5%) realizam a classificação de risco e quatro (36,3%) possuem protocolos para atendimento das parturientes de alto risco. No que se refere aos componentes do ENC, apenas 41% (n=315) das mulheres tiveram contato pele a pele precoce com seu filho, 33,1% (n=254) amamentaram na primeira hora de vida e 18% (n=138) tiveram a presença do acompanhante em todos os momentos do parto. Conclusões: A distribuição de leitos de UTIN entre capital/interior é adequada no Estado, levando-se em consideração a legislação vigente no país. Entretanto, houve baixa adesão aos protocolos das emergências hipertensivas e hemorrágicas, e baixa cobertura das políticas de humanização, da classificação de risco para a gestante e das práticas do ENC, principalmente quanto à amamentação na primeira hora de vida e à presença do acompanhante na parturição.


Assuntos
Humanos , Feminino , Gravidez , Recém-Nascido , Adulto , Unidades de Terapia Intensiva Neonatal/normas , Protocolos Clínicos , Fidelidade a Diretrizes/estatística & dados numéricos , Administração dos Cuidados ao Paciente/métodos , Administração dos Cuidados ao Paciente/organização & administração , Padrões de Prática Médica/normas , Padrões de Prática Médica/organização & administração , Brasil , Estudos Transversais , Gravidez de Alto Risco , Assistência Perinatal/métodos , Assistência Perinatal/organização & administração , Necessidades e Demandas de Serviços de Saúde , Maternidades/normas , Maternidades/estatística & dados numéricos
9.
Rev. salud pública ; 21(2): 175-180, ene.-abr. 2019. tab
Artigo em Espanhol, Português | LILACS | ID: biblio-1094387

RESUMO

RESUMEN Objetivo Analizar la relación existente entre la necesidad de atención y el uso de los servicios de salud mental en Colombia Metodología Se comparó la prevalencia de trastornos mentales según la Encuesta Nacional de Salud Mental (ENSM-2015) y el registro de pacientes atendidos con diagnóstico de trastorno mental o del comportamiento en el Sistema Integral de Información (SISPRO-2013) la cual contiene los registros individuales de prestación de servicios de salud (RIPS) de todas las personas que acudieron al sistema de salud en un año. Resultados La prevalencia de enfermedades mentales estimada según la ENSM para la población colombiana mayor de siete años fue de 4,02% y la prevalencia de atención obtenida del SISPRO fue de 1,56%. Esto indica que el porcentaje de población que no está recibiendo atención en el sistema de salud es del 61,1%. De 1 695 726 personas con trastorno mental tan solo se atiende el 38,9%. Conclusiones La mayoría de las personas con trastornos mentales en el país no reciben atención en el sistema de salud.(AU)


ABSTRACT Objective To analyze the relationship between the need for health services and the use of mental health services in Colombia. Methods The prevalence of mental disorders, as determined by the National Mental Health Survey (ENSM-2015), was compared to the registry of patients treated for the diagnosis of mental and behavioral disorders in the Information System (SISPRO-2013), which contains the individual health service delivery records (RIPS) of all persons who used the services of the health system in one year. Results The prevalence of mental disorders estimated according to ENSM for the Colombian population older than seven years was 4.02%, while the prevalence of health care obtained from SISPRO was 1.56%. This means that the percentage of the population that is not receiving care from the health system is 61.1%. Of 1 695 726 people with mental disorders, only 38.9% received mental health care. Conclusion Most people with mental disorders in Colombia do not receive mental health care from the healthcare system.(AU)


OBJETIVO Analisar a relação entre a necessidade de cuidados e o uso de serviços de saúde mental na Colômbia. METODOLOGIA A prevalência de transtornos mentais foi comparada de acordo com a Pesquisa Nacional de Saúde Mental (ENSM-2015) e o registro de pacientes atendidos com um diagnóstico de transtorno mental ou comportamental no Sistema de Informações Abrangentes (SISPRO-2013), que contém os registros individuais. prestação de serviços de saúde (RIPS) de todas as pessoas que chegaram ao sistema de saúde em um ano. RESULTADOS A prevalência de doença mental estimada de acordo com o ENSM para a população colombiana acima de sete anos foi de 4,02% e a prevalência de atendimento obtido no SISPRO foi de 1,56%. Isso indica que o percentual da população que não está recebendo atendimento no sistema de saúde é de 61,1%. Das 1 695 726 pessoas com transtorno mental, apenas 38,9% são tratadas. CONCLUSÕES A maioria das pessoas com transtornos mentais no país não recebe atendimento no sistema de saúde.(AU)


Assuntos
Humanos , Necessidades e Demandas de Serviços de Saúde , Transtornos Mentais/epidemiologia , Serviços de Saúde Mental/estatística & dados numéricos , Epidemiologia Descritiva , Estudos Transversais/instrumentação , Colômbia/epidemiologia
10.
Interface (Botucatu, Online) ; 23: e170627, 2019.
Artigo em Inglês | LILACS | ID: biblio-975846

RESUMO

This article discusses the findings of a research on production of care in healthcare networks in a municipality in the South of Brazil, regarding the power of the bond as a tool-concept to reorganize work processes of healthcare teams. The methodology was a cartographic approach that consisted in following the experiences of three "guiding users" in order to provide researchers with a perspective that is closer to that of users. We considered mutual acknowledgment and symmetric relationships, associated with a shift in the positions of recognized knowledge, as an ethical condition to the development of bonds. We argue that the construction of bonds is a powerful strategy to transform daily healthcare practices, based on an ethical-esthetic- political project that focuses on users' demands and health needs, taking into account their singularities, and established through symmetric relationships.(AU)


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Prática Profissional , Assistência Integral à Saúde , Necessidades e Demandas de Serviços de Saúde , Relações Interpessoais , Apego ao Objeto
11.
Physis (Rio J.) ; 29(1): e290107, 2019. tab, graf
Artigo em Português | LILACS | ID: biblio-1012770

RESUMO

Resumo O desabastecimento de medicamentos já é considerado um problema de saúde pública e representa um obstáculo importante para a garantia do acesso a eles e, consequentemente, do direito à saúde. Sendo assim, com o intuito de compreender melhor esse fenômeno, este artigo buscou identificar, descrever e caracterizar as publicações científicas da saúde que versam sobre o tema de desabastecimento de medicamentos e identificar as lacunas de pesquisa. Para tanto, realizou-se revisão narrativa da literatura científica na base de dados PubMed. Os resultados foram selecionados de acordo com o título e resumo, e os dados foram extraídos do texto completo. Além de uma análise quantitativa, também foi realizada uma síntese qualitativa dos estudos, explicitando as principais causas, estratégias de enfrentamento, discussões conceituais e a descrição do problema contido nas publicações incluídas. Foram analisados 98 artigos, a maioria foi publicada a partir do ano de 2011, nos EUA, citando diversos medicamentos e com o foco na descrição do problema. Os resultados deste estudo sugerem a contemporaneidade do problema, o uso da literatura científica como denúncia e a falta de estudos sobre o tema em países de baixa e média renda e que se voltem a compreender suas causas.


Abstract The shortage of medicines is already considered a public health problem that affects several regions worlwide and is a major obstacle to ensure access to medicines and, consequently, the right to health. Thus, in order to better understand this phenomenon, this article sought to identify, describe and characterize the medical scientific publications that deal with the issue of medicines shortages and to identify the gaps on this theme. For that, a narrative review of the medical scientific literature was carried out in the PubMed database. The results were selected according to the title and abstract, and the data were extracted from the full text. In addition to quantitative analysis, a qualitative synthesis of the studies was also performed, identifying the mentioned causes, coping strategies, conceptual discussions and problem description. We analyzed 98 papers, most of them published since the year 2011, in the United States, citing various drugs and with a focus on describing the problem. The results of this study suggest the contemporaneous of the problem, the use of scientific literature as drug shortages denunciation, the lack of studies in low- and middle-income settings, and a gap in studies that investigates the causes of medicines shortages.


Assuntos
Humanos , Assistência Farmacêutica/provisão & distribução , Acesso a Medicamentos Essenciais e Tecnologias em Saúde , Literatura de Revisão como Assunto , Cobertura Universal do Seguro de Saúde , Necessidades e Demandas de Serviços de Saúde
12.
Rio de Janeiro; s.n; 2019. 93 p. ilus..
Tese em Português | LILACS, BDENF - Enfermagem | ID: biblio-1024239

RESUMO

O atendimento pelo enfermeiro à demanda espontânea indica um caminho para a garantia do acesso e integralidade de cuidado, contribuindo para consolidação do modelo da Estratégia de Saúde da Família (ESF) e para a desconstrução da dicotomia entre demanda programada e demanda espontânea. Desse modo, é possível favorecer a organização do serviço de saúde pautando-o nas necessidades de saúde dos usuários. A presente dissertação utilizou a abordagem qualitativa como método de pesquisa. Os dados foram coletados através da observação simples e grupo focal, com a participação de vinte enfermeiros. Para o tratamento dos dados, foi utilizada a análise de conteúdo de Bardin, sendo construídas três categorias: Visões e sentidos da prática profissional no atendimento à demanda espontânea; Limites da prática profissional no atendimento à demanda espontânea; Transformações da prática profissional: acesso e demanda espontânea como direcionador da prática do enfermeiro. A partir deste estudo, encontraram-se diversos sentidos atribuídos pelos enfermeiros para o atendimento à demanda espontânea, bem como os limites desta prática para a garantia do acesso nas UAPS. Pode-se identificar como práticas dos enfermeiros voltadas ao atendimento à demanda espontânea: a primeira escuta/acolhimento, triagem, classificação de risco clínico-social e consulta de enfermagem à demanda espontânea. Acredita-se que as práticas dos enfermeiros no atendimento à demanda espontânea necessitam estar interligadas e sistematizadas, visto a oportunidade e pontencialidade do encontro clínico na identificação das necessidades de saúde. A ampliação da prática clínica dos enfermeiros na ESF deve ser feita com a aplicação de métodos que respaldem científica e legalmente as mudanças nos marcos da profissão, de forma a permitir a consolidação de práticas profissionais já executadas no cotidiano do atendimento à demanda espontânea.


The objective of this study was the nurses' practices in delivering day access in primary health care units (PHCUs). Nursing care to day access indicates a path to guarantee access and comprehensive care, contributing to the consolidation of the Family Health Strategy (FHS) model and to deconstructing the dichotomy between programmed demand and spontaneous demand, thus supporting the organization of the health service based on the users' health needs. The present dissertation used the qualitative approach as a research method. Data were collected through simple observation and focal group with the participation of twenty nurses. For data treatment, the content analysis of Bardin was used, being constructed 3 categories: Visions and senses of the professional practice in the service to the day access; Limits of professional practice in delivering day access; Transformations of the professional practice: access and spontaneous demand as driver of the practice of the nurse.From this study we found several meanings attributed by nurses to deliver day access, as well as the limits of this practice to guarantee access in the PHCUs. It is possible to identify as day access nurses' practices: first listening / contact, screening, clinical-social risk assesment and nursing consultation. It is believed that nurses' practices in responding to day access need to be interconnected and systematized, given the timeliness and relevance of the clinical encounter in the identification of health needs. The expansion of the nurses' clinical practice in the FHS should be done with the application of methods that scientifically and legally support the changes in the professional milestones, in order to allow the consolidation of professional practices already performed in the routine of attending spontaneous demand.


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Conhecimentos, Atitudes e Prática em Saúde , Estratégia Saúde da Família , Enfermagem de Atenção Primária , Necessidades e Demandas de Serviços de Saúde , Pesquisa Metodológica em Enfermagem , Padrões de Prática em Enfermagem
13.
Cad. Saúde Pública (Online) ; 35(6): e00099817, 2019. tab, graf
Artigo em Inglês | LILACS | ID: biblio-1011692

RESUMO

Abstract: Our objectives with this study were to describe the spatial distribution of mammographic screening coverage across small geographical areas (micro-regions) in Brazil, and to analyze whether the observed differences were associated with spatial inequities in socioeconomic conditions, provision of health care, and healthcare services utilization. We performed an area-based ecological study on mammographic screening coverage in the period of 2010-2011 regarding socioeconomic and healthcare variables. The units of analysis were the 438 health micro-regions in Brazil. Spatial regression models were used to study these relationships. There was marked variability in mammographic coverage across micro-regions (median = 21.6%; interquartile range: 8.1%-37.9%). Multivariable analyses identified high household income inequality, low number of radiologists/100,000 inhabitants, low number of mammography machines/10,000 inhabitants, and low number of mammograms performed by each machine as independent correlates of poor mammographic coverage at the micro-region level. There was evidence of strong spatial dependence of these associations, with changes in one micro-region affecting neighboring micro-regions, and also of geographical heterogeneities. There were substantial inequities in access to mammographic screening across micro-regions in Brazil, in 2010-2011, with coverage being higher in those with smaller wealth inequities and better access to health care.


Resumo: O estudo teve como objetivos descrever a distribuição espacial do rastreamento por mamografia entre áreas geográficas pequenas (microrregiões) no Brasil, além de investigar se as diferenças observadas estavam associadas a inequidades espaciais nas condições socioeconômicas, na prestação de assistência à saúde e no uso de serviços de saúde. Este foi um estudo ecológico de base territorial, comparando a cobertura do rastreamento por mamografia em 2010-2011 com fatores socioeconômicos e de cuidados de saúde. O estudo usou 438 microrregiões sanitárias brasileiras como as unidades analíticas. Foram utilizados modelos de regressão espacial para estudar as associações. Houve uma importante variabilidade na cobertura por mamografia entre microrregiões (mediana = 21,6%; variação interquartil: 8,1%-37,9%). A análise multivariada identificou: forte desigualdade na renda familiar, número baixo de radiologistas/100 mil habitantes, número baixo de aparelhos de mamografia/10 mil habitantes e número baixo de mamografias realizadas com cada aparelho enquanto correlatos independentes da baixa cobertura mamográfica no nível microrregional. Houve evidência de forte dependência espacial nessas associações, em que as mudanças em uma microrregião afetavam as microrregiões vizinhas, além de heterogeneidade geográfica. O estudo revelou importantes inequidades no acesso ao exame de mamografia entre microrregiões brasileiras em 2010-2011, com cobertura mais alta nas microrregiões com menor desigualdade de renda e melhor acesso geral aos cuidados de saúde.


Resumen: Los objetivos de este estudio fueron describir la distribución espacial de la cobertura del cribado mamográfico, a través de pequeñas áreas geográficas (microrregiones) en Brasil, y examinar si las diferencias observadas estuvieron asociadas con inequidades espaciales, en términos de condiciones socioeconómicas, sistema de atención de salud, y utilización de servicios de salud. Se trata de un estudio ecológico, basado en áreas incluidas en la cobertura de cribado mamográfico durante 2010-2011 y relacionadas con variables socioeconómicas y de salud. Las unidades de análisis fueron 438 microrregiones de salud en Brasil. Se utilizaron modelos de regresión espacial para estudiar estas relaciones existentes. Hubo una variabilidad marcada en relación con la cobertura mamográfica a través de las microrregiones (media = 21.6%; rango intercuartílico: 8,1%-37,9%). Los análisis multivariables identificaron una alta inequidad en los ingresos por hogar, bajo número de radiólogos/100,000 habitantes, bajo número de máquinas de mamografía/10.000 habitantes, y un bajo número de mamografías realizadas por cada máquina, lo que está independiente correlacionado con la baja cobertura de mamografías en el nivel de microrregión. Hubo evidencias de una dependencia espacial fuerte de estas asociaciones, con cambios en una microrregión afectando a microrregiones vecinas, y también de heterogeneidades geográficas. Hubo inequidades sustanciales en el acceso al cribado mamográfico a través de las microrregiones en Brasil, en 2010-2011, con una cobertura superior en aquellas con pequeñas inequidades respecto a la riqueza y mejor acceso a los servicios de salud.


Assuntos
Humanos , Feminino , Pessoa de Meia-Idade , Idoso , Neoplasias da Mama/diagnóstico por imagem , Mamografia/estatística & dados numéricos , Acesso aos Serviços de Saúde/estatística & dados numéricos , Fatores Socioeconômicos , Brasil , Mamografia/economia , Características de Residência , Disparidades em Assistência à Saúde/economia , Disparidades em Assistência à Saúde/estatística & dados numéricos , Detecção Precoce de Câncer , Análise Espacial , Acesso aos Serviços de Saúde/economia , Necessidades e Demandas de Serviços de Saúde/estatística & dados numéricos
14.
Rev. gaúch. enferm ; 40: e20180142, 2019. tab, graf
Artigo em Português | LILACS | ID: biblio-1043034

RESUMO

Resumo OBJETIVO Analisar a produção científica sobre o Método Tracer na área da enfermagem. MÉTODO Revisão integrativa, realizada com 22 artigos localizados nas bases de dados: Literatura Latino-Americana e do Caribe em Ciências e Saúde (LILACS); Medical Literature Analysis and Retrieval System Online(Medline/PubMed); Scientific Eletronic Library Online (SciELO); Cumulative Index to Nursing & Allied Health Literature (CINAHL) eWeb of Science. As estratégias de busca incluíram descritores e palavras-chave: Método Tracer, Método traçador, Método rastreador, Método de avaliação, Usuário Guia e Enfermagem correlacionados e combinados com operadores booleanos. RESULTADOS Organizaram-se os dados segundo os cenários de aplicação do método, a saber: agravos à saúde como condição traçadora para avaliar a qualidade dos cuidados, conformidades e não conformidades em relação aos protocolos institucionais, reflexão e capacitação para a acreditação. CONCLUSÃO O Método Tracer é utilizado para avaliação e melhoria da qualidade da assistência.


Resumen OBJETIVO Analizar la literatura científica sobre el Método Tracer en el área de enfermería. MÉTODO Revisión integrativa de la literatura, conducida con 22 artículos en las bases de datos: Literatura Latinoamericana y Caribe en Ciencias de la Salud (LILACS); Medical Literature Analysis and Retrieval System Online(Medline/PubMed); Scientific Electronic Library Online (SciELO); Cumulative Index to Nursing & Allied Health Literature (CINAHL) y Web of Science. La búsqueda incluyeron las palabras clave: trazador, método de evaluación, guía del usuario y enfermería relacionados y combinados con operadores booleanos. RESULTADOS Los datos se organizaron según los escenarios de aplicación del método: condición de salud estampados plotter para evaluar la calidad de atención, cumplimiento y no cumplimiento de protocolos, reflexión y formación para la acreditación. CONCLUSIÓN El Método Tracer se utiliza para mejorar la calidad de la atención.


Abstract OBJECTIVE To analyze the scientific literature about the Tracer Method in the area of nursing. METHOD Integrative literature review with 22 articles from the following databases: Latin American and Caribbean Literature in Health Sciences (LILACS); Medical Literature Analysis and Retrieval System Online(Medline/PubMed); Scientific Electronic Library Online (SciELO); Cumulative Index to Nursing & Allied Health Literature (CINAHL) and Web of Science. The search strategy included descriptors and keywords, as follows: Método Tracer, Método Traçador, Método Rastreador, Método de Avaliação, Usuário Guia amd Enfermagem correlated and combined with Boolean operators. RESULTS Data was organized according to the scenarios where the method was applied, namely: health condition as a tracer condition for assessing the quality of care, compliance and non-compliance regarding the institutional protocols, reflection and training for accreditation. CONCLUSION The Tracer Methodology is used for evaluating and improving the quality of care.


Assuntos
Humanos , Qualidade da Assistência à Saúde , Armazenamento e Recuperação da Informação/métodos , Processo de Enfermagem/normas , Estados Unidos , Brasil , Joint Commission on Accreditation of Healthcare Organizations , Melhoria de Qualidade , Segurança do Paciente , Necessidades e Demandas de Serviços de Saúde , Acreditação
15.
Physis (Rio J.) ; 29(2): e290211, 2019. graf
Artigo em Português | LILACS | ID: biblio-1040767

RESUMO

Resumo Este estudo de caso objetivou analisar o cuidado à saúde de famílias assentadas no interior do Estado de Pernambuco, mediante observação participante, entrevistas individuais com profissionais de saúde e representante do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra - MST, grupos focais com as famílias de dois assentamentos e diário de campo. Observou-se que as práticas de saúde estavam relacionadas ao cuidado popular por meio do uso de plantas medicinais, ações de prevenção, como vacinação, puericultura, acompanhamento a hipertensos e diabéticos, tratamento da água e destino do lixo. Identificou-se que fatores socioeconômicos, culturais e educacionais impactavam, de maneira negativa, na condição de saúde, enquanto a formação dos profissionais e a capacidade resolutiva da Atenção Primária limitavam a oferta de ações. Apesar de as práticas de saúde estarem de acordo com a Política Nacional da Atenção Básica, havia lacunas entre o fazer saúde técnico e o fazer saúde popular. Destacaram-se as ações realizadas pelo Movimento, como o diagnóstico da condição de saúde e planejamento, a partir da educação popular. As necessidades de saúde apresentadas pelas famílias demandavam das equipes competências e habilidades específicas para o cuidado à saúde integral implicado com a realidade socioeconômica, cultural e sanitária dos assentamentos da Reforma Agrária.


Abstract This case study aimed to analyze the health care of families settled in the countryside of Pernambuco state, Brazil, through participant observation, individual interviews with health professionals and representative of the Landless Workers Movement (MST), focus groups with families from two settlements and field diary. Health practices were related to the popular care through the use of medicinal plants, preventive actions, such as vaccination, childcare, monitoring of hypertensive and diabetic patients, water treatment and waste destination. We identified that socioeconomic, cultural and educational factors had a negative impact on health conditions, while the training of professionals and the resolving capacity of Primary Care limited the supply of actions. Although health practices were in accordance with the National Primary Care Policy, there were gaps between making technical health and making health popular. The actions carried out by the Movement were highlighted, such as the diagnosis of health status and planning, based on popular education. The health needs presented by the families demanded of the teams specific skills and abilities for the integral health care implied with the socioeconomic, cultural and sanitary reality of the Agrarian Reform settlements.


Assuntos
Humanos , Atenção Primária à Saúde , Brasil , Nível de Saúde , Saúde da População Rural , Pesquisa Qualitativa , Política de Saúde , Necessidades e Demandas de Serviços de Saúde , Medicina Tradicional
16.
Physis (Rio J.) ; 29(2): e290214, 2019. tab
Artigo em Português | LILACS | ID: biblio-1040758

RESUMO

Resumo Objetivos: Descrever o perfil dos usuários e cuidadores atendidos pelo Serviço de Atenção Domiciliar; verificar associações e correlações entre as variáveis. Método: Estudo do tipo documental, quantitativo, realizado entre maio e novembro de 2017. A análise dos dados foi feita por meio de estatística básica, teste qui-quadrado e coeficiente de correlação de Pearson. Resultados: Dos 46 usuários, a maioria era idosa, do sexo feminino (71,74%), com renda de até dois salários mínimos (65,22%), dependentes para o autocuidado (89,13%). A variável "grau de dependência" teve associação estatisticamente significante com o sexo (p=0,025), o motivo de inclusão (p=0,003), especialidade médica (p=0,013), classificação no SAD (p<0,001) e a presença de cuidador familiar (p=0,017). Demandavam 7,46 equipamentos de saúde, sendo que 70% eram arcados pela família; e 6,78 procedimentos de enfermagem, dos quais 52% eram realizados pelo cuidador. Houve diferença estatisticamente significante entre os custos e gastos assumidos pelas famílias (p<0,001), o número de equipamentos de saúde (p<0,001) e o número de procedimentos de enfermagem demandados (p<0,001). Sobre os cuidadores, a maioria era do sexo feminino (85,71%), com idade média de 62,3 anos, 50% eram filhos(as) e 23,81% esposos(as). Conclusão: Funções, responsabilidades, custos e gastos são transferidos às famílias, onerando o cuidado domiciliar.


Abstract Objectives: To describe the profile of the users and caregivers attended by the Home Care Service; to verify associations and correlations among variables. Method: Documentary, quantitative study conducted between May and November 2017. Data analysis was performed using basic statistics, chi-square test and Pearson's correlation coefficient. Results: Of the 46 users, most were elderly, female (71.74%), with income of up to two minimum wages (65.22%), dependent for self-care (89.13%). The variable "degree of dependence" had a statistically significant association with sex (p = 0.025), inclusion motive (p = 0.003), medical specialty (p = 0.013), SAD classification (p <0.001) and presence of caregiver (p = 0.017). They demanded 7.46 health equipment, 70% of which were housed by the family; and 6.78 nursing procedures, of which 52% were performed by the caregiver. There was a statistically significant difference between the costs and expenses assumed by the families (p <0.001), the number of health facilities (p <0.001) and the number of nursing procedures required (p <0.001). Among caregivers, most of them were female (85.71%), with a mean age of 62.3 years, 50% were children and 23.81% were spouses. Conclusion: Functions, responsibilities, costs and expenses are transferred to families, burdening home care.


Assuntos
Humanos , Sistema Único de Saúde , Custos de Cuidados de Saúde , Cuidadores , Necessidades e Demandas de Serviços de Saúde , Assistência Domiciliar , Brasil , Política de Saúde
17.
Rev. ADM ; 75(6): 316-321, nov.-dic. 2018. ilus, graf
Artigo em Espanhol | LILACS | ID: biblio-982219

RESUMO

Con el propósito de determinar el estado de salud periodontal en pacientes mayores de edad que acudieron a recibir atención en las clínicas de la Facultad de Odontología de la Facultad de Odontología de la Universidad Autónoma de Chihuahua, 408 pacientes fueron revisados y clasifi cados por grupos de sexo, edad, grado de escolaridad y lugar de residencia, evaluando los grados de profundidad de los surcos gingivales en diferentes áreas, y clasifi cándolos de acuerdo a los códigos descritos por el índice de necesidad de tratamiento periodontal comunitario (CPITN), el cual determina la complejidad de las alteraciones manifi estas en periodonto de acuerdo a cinco niveles o códigos. Los resultados mostraron una alta necesidad de tratamiento periodontal distintos grados en la población revisada, de hasta el 96%, mientras que el 4% requirió solamente tratamiento preventivo y de instrucción, coincidiendo con estudios similares realizados por otros autores. Se observó también que el sexo y el lugar de residencia no infl uyeron en la prevalencia de las alteraciones periodontales detectadas, por otro lado la necesidad de tratamiento periodontal en los distintos grupos de edad, se manifestaron solamente en el grado más alto expresado como código 4 (C4), con una tendencia ascendente de necesidad de tratamiento periodontal relacionado a la tendencia ascendente de las distintas edades. Se evidenció una mayor frecuencia de alteraciones periodontales en personas con grado de educación media con un 34%. Se concluye que resulta necesario fomentar en el paciente la cultura del autocuidado como un elemento de contrapeso, pues es ahí donde se puede incidir en la prevención más efectiva (AU)


With the purpose of determining the periodontal health status in adults patients of who receive dental attention in to the Dental School clinics of the Autonomous University of Chihuahua, 408 patients were reviewed and categorized by groups of sex, age, level of education and place of residence, evaluating the depth of the gingival grooves in diff erent gingival areas, classifying them according to the codes described by the community periodontal index of treatment needs (CPITN), which determines the complexity of the gross alterations in periodontal tissues according to 5 levels or codes. The results showed high needs of periodontal treatment by diff erent degrees in the population, up to 96%, while 4% required only preventive treatment and instruction, coinciding with similar studies carried out by other authors. It was also noted that the sex and place of residence did not infl uence the prevalence of periodontal alterations, on the other hand the need of periodontal treatment in the various age groups, is expressed only in the highest degree expressed as code 4 (C4), with an upward trend of need of periodontal treatment related to the upward trend of the diff erent ages. Higher frequency of periodontal alterations evidenced in people with middle education degree with a 34%. Concluding that it is necessary to encourage the culture of the self-care to the patient as a counterweight element, because is there the most eff ective prevention impact achieves (AU)


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Adulto , Pessoa de Meia-Idade , Idoso , Doenças Periodontais/epidemiologia , Faculdades de Odontologia , Índice Periodontal , Necessidades e Demandas de Serviços de Saúde , Epidemiologia Descritiva , Estudos Transversais , Análise Estatística , Educação da População , Distribuição por Idade e Sexo , Estudo Observacional , México
18.
Cad. Saúde Pública (Online) ; 34(10): e00036318, oct. 2018.
Artigo em Português | LILACS | ID: biblio-952353

RESUMO

Resumo: Este artigo discute as necessidades e demandas de saúde de homens trans, tema pouco estudado que, com frequência, interpela a construção de práticas de cuidado em saúde para esta população. Foi realizada uma pesquisa qualitativa composta de observação participante e entrevistas semiestruturadas com dez homens trans residentes em Salvador, Bahia, Brasil, em sua maioria negros, heterossexuais e com idades entre 20 e 43 anos. A análise foi baseada na antropologia interpretativa, articulada às críticas do pressuposto da interseccionalidade e da perspectiva decolonial. As necessidades e demandas de saúde dos homens trans são organizadas em três aspectos: a despatologização, a modificação corporal e os atendimentos ambulatoriais. Esses não são universais entre todos os homens trans e podem ser decorrentes de situações que assinalam conflitos e pressões grupais. A ausência do processo transexualizador no estado e as barreiras no acesso à rede de atenção à saúde intensificam o processo de mercantilização das suas demandas de saúde, em especial, as modificações corporais. Conclui-se que a transfobia estrutural faz disparar uma série de questões de saúde, ao mesmo tempo em que limita as possibilidades de obtenção de cuidado. A despatologização das vivências trans constitui o eixo central com base no qual o cuidado deve ser pensado, relacionando-a a mudanças culturais, políticas e sociais que impliquem a construção de uma sociedade não transfóbica e incidam no bem-estar e reconhecimento dos homens trans.


Abstract: This article discusses the health needs and demands of trans men, a topic that has received little attention and frequently calls for the development of specific health care practices for this population. A qualitative study was performed, consisting of participant observation and semi-structured interviews with trans men residing in Salvador, Bahia State, Brazil, the majority of whom were black, heterosexual, and 20 to 43 years of age. The analysis was based on interpretative anthropology, linked to critique of the assumption of intersectionality and the decolonial perspective. The health needs and demands of trans men are organized in three aspects: de-pathologization, body modification, and outpatient care. These aspects are not universal among trans men and may result from situations that indicate group conflicts and pressures. The absence of transsexualization process in the state of Bahia and barriers to accessing the health care network intensify the commodification of trans men's health demands and especially body modifications. The study concludes that structural transphobia triggers a series of health issues, while limiting the possibilities for obtaining care. The de-pathologization of trans experiences constitutes the central basis for conceiving care, relating it to cultural, political, and social changes that involve the construction of a non-transphobic society and foster the well-being and recognition of trans men.


Resumen: Este artículo discute las necesidades y demandas de salud de hombres transexuales, tema poco estudiado que, con frecuencia, requiere la construcción de prácticas de cuidado de salud para esta población. Se realizó una investigación cualitativa, compuesta de diez hombres transexuales residentes en Salvador, Bahia, Brasil, en su mayoría negros, heterosexuales y con edades entre 20 y 43 años. El análisis se basó en la antropología interpretativa, vinculada a críticas del presupuesto de la interseccionalidad y desde una perspectiva decolonial. Las necesidades y demandas de salud de los hombres transexuales se organizan en torno a tres aspectos: despatologización, modificación corporal y atención ambulatoria. Estos no son universales entre todos los hombres transexuales y pueden derivarse de situaciones que indican conflictos y presiones grupales. La ausencia del proceso transexualizador en el estado y las barreras en el acceso a la red de atención de la salud intensifican el proceso de mercantilización de sus demandas de salud, en especial, las modificaciones corporales. Se concluye que la transfobia estructural dispara una serie de cuestiones de salud, al mismo tiempo que limita las posibilidades de obtención de cuidado. La despatologización de las vivencias trans constituye el eje central, en base al cual se debe pensar el cuidado, relacionándolo con cambios culturales y políticas sociales que impliquen la construcción de una sociedad no transfóbica e incidan en el bienestar y reconocimiento de los hombres transexuales.


Assuntos
Humanos , Masculino , Adulto , Adulto Jovem , Pessoas Transgênero/legislação & jurisprudência , Pessoas Transgênero/psicologia , Serviços de Saúde para Pessoas Transgênero , Necessidades e Demandas de Serviços de Saúde , Preconceito , Brasil , Pesquisa Qualitativa , Populações Vulneráveis/etnologia , Populações Vulneráveis/legislação & jurisprudência , Populações Vulneráveis/psicologia
19.
Rev. APS ; 21(4): 551-569, 20181001.
Artigo em Português | LILACS | ID: biblio-1102597

RESUMO

Objetivo: Identificar a demanda e a proporção de uso das práticas integrativas e complementares (PIC) pela população residente em área de abrangência de unidade básica de saúde (UBS). Métodos: Inquérito epidemiológico entre os usuários de uma UBS, em um município de médio porte em Minas Gerais. A população de estudo consistiu de adultos residentes na área de abrangência desta UBS, atendidos no mês de agosto de 2016. Foram realizadas entrevistas diretas com os pacientes, utilizando um questionário estruturado e estimadas prevalências de respostas positivas a cada questão, testando para associações entre variáveis, com o teste qui-quadrado. Resultados: Entre os entrevistados, houve o predomínio de mulheres, da raça/cor branca, religião católica, escolaridade fundamental incompleta, com cônjuge, ocupação do lar e equilíbrio entre as faixas etárias. A grande maioria (88,3%) conhecia alguma PIC, sendo as mais conhecidas a acupuntura (78,9%) e a homeopatia (67,7%). Cerca de metade (53,3%) já utilizou alguma PIC, e as mais usadas foram a fitoterapia (36,0%) e a homeopatia (24,3%). A demanda percebida de atendimento pelas PIC foi de 81,9% e de informação de 92,5%, com pequenas diferenças entre as diversas PIC. Apenas 34,9% dos usuários da UBS sabiam que as PIC são oferecidas em serviços públicos de saúde do município, sendo a homeopatia a que teve maior proporção (25,3%). Dentre as variáveis sociodemográficas, o conhecimento sobre as PIC esteve associado à escolaridade mais alta, o uso das PIC ao sexo feminino, a necessidade de informação sobre as PIC à raça/cor não branca e às religiões evangélicas, e o conhecimento sobre as PIC estarem disponíveis no SUS à idade mais elevada. A necessidade de atendimento pelas PIC não se associou a nenhuma variável.


Objective: To identify the demand and proportion of use of integrative and complementary practices (ICPs) by the population residing in the area covered by the basic health unit (BHU). Methods: Epidemiological survey among users of a BHU in a medium-sized municipality in Minas Gerais. The study population consisted of adults residing in the area covered by this BHU, attended in August 2016. Direct interviews were conducted with the patients, using a structured questionnaire and estimated prevalence of positive responses to each question, testing for associations between variables, with the chi-square test. Results: There was a predominance of women of white race/color, catholic religion, incomplete basic education, married, household occupation and balance between the age groups. The vast majority (88.3%) was familiar with some ICPs, and acupuncture (78.9%) and homeopathy (67.7%) were the most popular. About half of them (53.3%) had already used some ICPs, and the most used were phytotherapy (36.0%) and homeopathy (24.3%). The perceived demand for ICPs care was 81.9% and for information was 92.5%, with small differences between the various ICPs. Only 34.9% of the BHU users knew that ICPs were offered in public health services in the municipality, homeopathy had the highest proportion (25.3%). Among the sociodemographic variables, the knowledge about ICPs was associated with higher education, the use of ICPs among females, the need for information about ICPs aimed at non-white race / color and evangelical religions, and knowledge about ICPs available in the SUS at the highest age. The need for ICPs care was not associated with any variable. Conclusion: This study identified the existence of a population demand for ICPs that is not yet fully covered by the health system. It also identified a need for information regarding conceptual aspects of ICPs and the current offer of SUS.


Assuntos
Atenção Primária à Saúde , Terapias Complementares , Centros de Saúde , Conhecimentos, Atitudes e Prática em Saúde , Capacitação Profissional , Serviços de Saúde , Necessidades e Demandas de Serviços de Saúde
20.
Rev. chil. enferm. respir ; 34(3): 165-170, set. 2018. tab
Artigo em Espanhol | LILACS | ID: biblio-978039

RESUMO

Resumen Objetivo: Dimensionar la demanda de atención y/u hospitalización de la tuberculosis (TBC) en el Hospital de Puerto Montt (HPM). Método: Revisión retrospectiva de los registros de TBC del Servicio de Salud del Reloncaví (SSDR) y del HPM entre los años 2011 y 2015. Se incluyeron todos los casos de TBC activa vistos en forma ambulatoria u hospitalizada en el HPM. Resultados: Se diagnosticaron en el SSDR 298 casos de TBC, y de ellos un 64% (192/298) fue pesquisado en el HPM. Se presentan datos socioeconómicos, epidemiológicos, clínicos, de laboratorio y forma de diagnóstico de 180 casos, que cumplieron criterios de inclusión: varones 62%, edad media 44 ± 19 años. El 72% correspondieron al estrato social de menores ingresos, 4% indigentes, solo 14% poseía enseñanza media completa, 11% analfabetos, ruralidad 19%. Las principales co-morbilidades fueron alcoholismo (17%), VIH (12%), Diabetes (10%). En aquellos con TBC pulmonar o pleural (128) el tiempo con síntomas con frecuencia era prolongado (15% > 90 días) y la radiología mostraba enfermedad avanzada: infiltrados bilaterales 73%, compromiso > 3 lóbulos 55%, una o más cavitaciones 34%. Se hospitalizó el 71% (126/180), 50% por necesidad de estudio, 48%por gravedad. El 8% necesitó Unidad de Paciente Crítico (UPC). Fallecieron 24 pacientes (13%). Se asoció significativamente a mortalidad el analfabetismo y necesidad de UPC. Conclusiones: En el SSDR la TBC es un problema sanitario que afecta principalmente a poblaciones más pobres y vulnerables.


Backgroud: Tuberculosis (TB) is still a problem that impacts on hospitals of high complexity. Aim: To assess demand for care and/or hospitalization because of TB in Puerto Montt Hospital (PMH), located in the southern of Chile. Patients and Methods: Retrospective study of all Reloncaví Health Service (RHS) and PMH clinical records, between 2011 and 2015. We include all ambulatory or hospitalized cases of active TB registered in PMH during the period of the study. Results: In RHS there were 298 cases of TB and 64% of them (192/298) was detected in HPM. We present social, economic, epidemiological, clinical, laboratory studies, and specific type of diagnosis of 180 cases that met inclusion criteria: men 62%, mean age 45 ± 19 years-old. The population with lower income was 72%, 4% homeless, 14% with complete high school, 11% illiterate and 19% lived at country side. Main co-morbidities were alcoholism 17%, HIV 12%, Diabetes Mellitus 10%. In the specific group of lung/pleural TB (128 cases) the time with symptoms was often prolonged (15% > 90 days) and imagen studies showed advanced pathology: bilateral infiltrates 73%>, affecting three or more lobes 55%, cavitations 34%. 71% (126/180) were hospitalized, because of necessity of more study (50%) or severity (48%), 8% required to enter to the Critical Care Unit (CCU). Twenty-four patients died (13%). Illiteracy and the need for CCU were associated with mortality. Conclusions: In RHS TB is a sanitary problem that affects principally the most poor and vulnerable populations.


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Lactente , Pré-Escolar , Criança , Adolescente , Adulto , Pessoa de Meia-Idade , Idoso , Idoso de 80 Anos ou mais , Tuberculose/epidemiologia , Fatores Socioeconômicos , Tuberculose/mortalidade , Tuberculose/terapia , Chile , Estudos Retrospectivos , Fatores de Risco , Populações Vulneráveis , Necessidades e Demandas de Serviços de Saúde/estatística & dados numéricos , Hospitalização/estatística & dados numéricos
SELEÇÃO DE REFERÊNCIAS
DETALHE DA PESQUISA