Your browser doesn't support javascript.
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 20 de 93
Filtrar
Mais filtros










Filtros aplicados

Intervalo de ano de publicação
1.
Braz. j. biol ; 79(3): 423-431, July-Sept. 2019. tab, graf
Artigo em Inglês | LILACS | ID: biblio-1001462

RESUMO

Abstract The usage of aquatic plants represents an alternative in the treatment of residues originating from swine. In these systems, one of the N removal methods is the ammonium (NH4 +) uptake and volatilization of ammonia (NH3). In this way, the objective of this work was to evaluate the volatilization rates of NH3 in waste treatment systems swine fluids (SSF) with aquatic macrophytes, as well as the concentration of NH 4+ present in the swine fluids. The experiment was carried out at Campus II/UNOESTE. The treatment systems were composed of 16 boxes of PVC and characterized as: T1 = Control sample 50% of SSF/50% of water; T2 = 50% SSF/50% water + Eichhornia crassipes (Mart.) Solms; T3 = 50% SSF/50% water + Pistia stratiotes L.; T4 = 50% SSF/50% water + Salvinia auriculata Aubl. The design was randomized blocks, with 4 treatments and 4 replicates. The hydrogen potential (pH) and the NH4 + content of the effluent were analyzed weekly, and the volatilization of NH 3 by means of collectors installed in each treatment unit. The presence of aquatic macrophytes promoted the reduction of NH4+ concentration and of the pH values ​​of swine fluids, and this resulted in the reduction of NH3 volatilization rates to the environment, with emphasis on the system with Eichhornia crassipes (Mart.) Solms, which presented the lowest rate of volatilization.


Resumo A utilização de plantas aquáticas representa uma alternativa no tratamento de resíduos oriundos da suinocultura. Nestes sistemas, uma das formas de remoção de nitrogênio (N) é a absorção de amônio (NH4+) pelas plantas, entretanto, também ocorre a volatilização de amônia (NH3). Dessa forma, o objetivo do trabalho foi avaliar as taxas de volatilização de NH3 em sistemas de tratamentos de dejetos líquidos de suínos (DLS) com macrófitas aquáticas, bem como a concentração de NH4+ presente nos dejetos. O experimento foi realizado em área de ambiente aberto no Campus II/UNOESTE. Os sistemas de tratamento foram constituídos de 16 caixas de PVC e caracterizados como: T1 = Testemunha 50% de DLS/50% de água; T2 = 50% de DLS/50% de água + Eichhornia crassipes (Mart.) Solms; T3 = 50% de DLS/50% de água + Pistia stratiotes L.; T4 = 50% de DLS/50% de água + Salvinia auriculata Aubl. O delineamento adotado foi em blocos casualizados, com 4 tratamentos e 4 repetições. Foram analisados o potencial hidrogeniônico (pH) e o teor de NH4 + do efluente semanalmente, e a volatilização de NH3 por meio de coletores instalados em cada unidade de tratamento. A presença das macrófitas aquáticas proporcionou a redução da concentração de NH4+ e dos valores de pH dos dejetos líquidos de suínos, e isto resultou na redução das taxas de volatilização de NH 3 ao meio ambiente, com destaque ao sistema com Eichhornia crassipes (Mart.) Solms, que apresentou a menor taxa de volatilização.


Assuntos
Animais , Eliminação de Resíduos Líquidos , Araceae/metabolismo , Eichhornia/metabolismo , Amônia , Esterco/análise , Suínos , Volatilização , Biodegradação Ambiental , Distribuição Aleatória , Consumo de Água (Saúde Ambiental) , Resíduos Industriais/análise , Criação de Animais Domésticos
2.
Arq. bras. med. vet. zootec. (Online) ; 71(3): 1076-1080, May-June 2019. tab, graf
Artigo em Inglês | LILACS, VETINDEX | ID: biblio-1038593

RESUMO

Este estudo objetivou avaliar o desempenho do crescimento e o consumo de água de alevinos de tilápia-do-nilo (Oreochromis niloticus) criados em tecnologia de Biofloco (BFT) e no sistema tradicional. Alevinos de tilápia-do-nilo foram divididos em dois tratamentos: peixes criados em BFT e em sistema convencional. Os peixes foram alimentados três vezes ao dia, com 6% da biomassa corporal. O oxigênio dissolvido e a temperatura foram mensurados duas vezes ao dia; o total de sólidos suspensos, o pH, a alcalinidade, a amônia, o nitrito, o nitrato e o fosfato foram monitorados duas vezes por semana. Após 42 dias, avaliou-se o desempenho do crescimento da tilápia-do-nilo. A temperatura (25,1 e 21,7°C), a alcalinidade (37,1 e 16,9mg L -1 ), o nitrito (48,4 e 0,0mg L -1 ) e o nitrato (134,3 e 0,0mg L -1 ) foram maiores no BFT do que no sistema convencional. A sobrevivência (95,80 e 100,00%), a conversão alimentar (1,00 e 1,39), a conversão alimentar de todos os insumos (1,14 e 1,39) e o volume de água para produzir 1,0 T de peixe (128,21 e 23.934,42m³) foram menores, assim como a proteína, a eficiência (2,24±0,21 e 1,58±0,31) e a produtividade (7,77±1,39 e 0,61±0,07kg.m -3 ) foram maiores para o BFT do que para o sistema convencional. A tilápia-do-nilo criada em BFT apresenta dados produtivos iguais e/ou melhores que os obtidos em sistemas tradicionais, consumindo menos volume de água.(AU)


Assuntos
Animais , Consumo de Água (Saúde Ambiental) , Ciclídeos/crescimento & desenvolvimento , Pesqueiros , Ração Animal , Dieta/veterinária , Uso Eficiente da Água
3.
Saúde Soc ; 25(4): 1095-1107, out.-dez. 2016. graf
Artigo em Português | LILACS | ID: biblio-962486

RESUMO

Resumo Este artigo visa analisar e compreender a relação entre água e saúde em comunidades rurais situadas na microbacia do igarapé Cumaru, município de Igarapé-Açu (PA), nordeste paraense. São avaliados a captação e o tratamento de água para o consumo humano, considerando as práticas de esgoto sanitário realizadas cotidianamente pela população rural dessa microbacia, visto que têm implicação direta na saúde da população local. Este trabalho baseia-se em pesquisa de campo com uma abordagem quali-quantitativa. Utilizou-se questionário fechado para o levantamento das fontes de captação, saneamento rural e usos de insumos agrícolas. Foram consideradas observações feitas por agricultores familiares da região ao focar o funcionamento do estabelecimento agrícola, a fim de observar de diversos ângulos a relação entre água e saúde no seu entendimento. Observou-se que a vulnerabilidade das fontes de água acessadas pela população é um fator que contribui para a contaminação das fontes, caracterizando consequentemente uma ameaça à saúde da população rural. Entretanto, nota-se a percepção da população quanto às fontes de água mais profundas, como poços tubulares, sendo estes prioritários para captação de água para ingestão.


Abstract This article aims to analyze and understand the relationship between water and health in rural communities located in the watershed of Cumaru stream, in the municipality Igarapé-Açu, Northeast of Pará state. The harvesting and treatment of the water conducted by the rural population for human consumption were assessed, considering their practices of sanitary sewer, since these aspects have direct impact on their health. This study is based on field research with a quantitative approach. Closed questionnaire was used to raise the sources of water harvesting, rural sanitation, and use of agricultural inputs. We used participant observation, when focusing on the functioning of the agricultural establishment, to observe from various angles the relationship between water and health. We noted that the vulnerability of the water resources accessed by the population is a factor that contributes to the contamination of the sources, therefore a threat to the health of the rural population. However, the perception of the population is notable regarding deeper water sources, such as tube wells, which are priorities for water harvesting.


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , População Rural , Abastecimento de Água , Qualidade da Água , Consumo de Água (Saúde Ambiental) , Recursos Hídricos , Saneamento Básico
4.
Managua; s.n; oct. 2016. 133 p. ilus, tab.
Tese em Espanhol | LILACS | ID: biblio-1007486

RESUMO

OBJETIVO: Sistematizar la construcción de la intersectorialidad del plan de gestión del riesgo asociado al agua, realizado en el municipio de Esquípulas Matagalpa, en diciembre 2015. DISEÑO: Se realizó una sistematización basada en una experiencia de campo, en la que se necesito de 6 reuniones para plasmar el plan de gestión de riesgo asociado al agua, se evaluaron diferentes descriptores en cada reunión valorando la sostenibilidad de la intersectorialidad. LECCIONES APRENDIDAS: El buscar el empoderamiento de la situación por parte de los involucrados, haciendo ver la importancia del plan de agua segura sería de beneficio para la comunidad y para sus familias fue también un factor que estimuló a la participación y a buscar las mejores soluciones a las diferentes problemáticas. La sostenibilidad de la intersectorialidad fue un pilar fundamental para la culminación del plan Los involucrados en este caso se puede decir que están acostumbrados a trabajar de manera intersectorial, incluso algunos de los directores participaron en el diplomado de intersectorialidad, pero no se cuenta con material bibliográfico nacional que haga referencia a esta práctica que realce la importancia de trabajar de manera intersectorial en nuestras comunidades


Assuntos
Abastecimento de Água , Água Potável , Consumo de Água (Saúde Ambiental) , Risco à Saúde Humana
5.
São Paulo; s.n; 2016. 114 p.
Tese em Português | LILACS | ID: biblio-868243

RESUMO

Introdução: A produção de alimentos é o setor que exerce maior Pegada Hídrica (PH), definida como o volume de água doce usado durante a produção e o consumo de bens e serviços. Os padrões alimentares contemporâneos vêm sofrendo mudanças em função das transições demográfica, epidemiológica e nutricional. Além disso, a primeira década do século XXI no Brasil foi marcada por políticas de proteção social que culminaram em redução da pobreza e da desigualdade. É necessário compreender como essas transformações repercutiram na demanda de água necessária para sustentar os novos padrões alimentares da população brasileira. Objetivo: Analisar a evolução da associação entre os padrões alimentares (PA) brasileiros e a PH associada à produção dos alimentos adquiridos nos domicílios brasileiros entre os anos 2003 e 2009. Métodos: Estudo transversal com dados de aquisição domiciliar de alimentos, disponibilizados pela Pesquisa de Orçamentos Familiares nos anos de 2002-2003 e 2008-2009. Os alimentos adquiridos foram compatibilizados com dados de PH de produtos. A PH média per capita foi descrita segundo grupos de alimentos, macrorregião, área e quintos de renda per capita. Os PA foram estimados para os setores censitários por análise de componentes principais. As variações observadas entre os dois anos do inquérito foram testadas com o teste t de Student para médias independentes, com nível de significância de 5 por cento . Os efeitos dos padrões alimentares sobre a PH e seus componentes foram estimados por regressão linear multivariada. Resultados: A PH média associada à produção dos alimentos adquiridos nos domicílios brasileiros foi de 2.650 m³ por ano per capita (EP ± 37,3 m³ por ano per capita), em 2003 e 2.446 m³ por ano per capita (EP ± 37,3 m³ por ano per capita) em 2009. Cerca de 91,4 por cento desses valores corresponderam ao componente verde, 4,7 por cento ao azul e 3,9 por cento ao cinza. Todas as regiões apresentaram redução da PH per capita em 2009, mas revelaram-se significativas apenas nas regiões NE e SE. Observou-se tendência linear de aumento da PH conforme incremento da renda. Foram identificados 6 PA, diferenciados quanto ao tipo de fonte proteica, sendo o PA1 predominante em carnes vermelhas e processadas, o PA2 em leite e ovos, o PA3 em peixes e oleaginosas, o PA4 em cereais e leguminosas, o PA5 em peixes e produtos processados, e o PA6 em peixes, análogos proteicos à base de soja e outras fontes vegetais de proteínas. Os padrões PA1 e PA6 apresentaram tendência de aumento em 2009, mas o PA1 apresentou impacto três vezes superior à PH que o PA6. O PA6 foi apontado como um padrão mais sustentável, em consonância com as recomendações da literatura e dos guias alimentares contemporâneos. Conclusões: As transformações socioeconômicas na primeira década do século XXI refletiram em mudanças nos padrões alimentares da população, que impactaram a PH. Sugere-se a necessidade de intervenções que considerem tanto as variantes socioeconômicas, como o consumo alimentar adequado, saudável e sustentável


Introduction: Food production is the sector that exerts the major Water Footprint (WF), defined as the volume of freshwater resources used for production and consumption of goods and services. Contemporary eating patterns have changed in face of demographic, epidemiological, and nutritional transitions. In addition, in Brazil, the first decade of XXI century was marked by social protection policies that culminated in poverty reduction and inequality attenuation. It is necessary to understand how these changes may have affected the water demand required to sustain the new dietary patterns of the population. Aim: To examine the association between Brazilian dietary patterns (DP) and the WF associated to the production of the food products purchased in Brazilian households between 2003 and 2009. Methods: Cross-sectional study with household food purchase data provided by the Household Budget Surveys for the years 2002-2003 and 2008-2009. The purchased foods were matched with WF data. The average per capita WF was described into food groups, macro-region, area and level of income. The DP were estimated for the censitary sectors by principal component analysis. The differences observed between the two surveys were tested with the t Student test for independent means, with a significance level of 0.05. The effects of dietary patterns on WF and components were estimated by multivariate linear regression. Results: The average water footprint, associated with the production of foods purchased in Brazilian households, was 2,650 m³ per year per capita (EP ± 37.3 m³ per year per capita) in 2003 and 2,446 m³ per year per capita (EP ± 37.3 m³ per year per capita) in 2009. Approximately 91.4 per cent of these values corresponded to the green component, 4.7 per cent to the blue component and 3.9 per cent to the gray component. All regions showed a reduction in WF in 2009, but this was significant only in the Northeast and Southeast regions. It was observed a positive linear trend between WF and income. Six DP were identified and characterized by the type of protein source: DP1 by red and processed meat, DP2 by milk and eggs, DP3 by fish and oilseeds, DP4 by cereals and legumes, DP5 by fish and processed foods and DP6 by fish, soy-based meat analogues and other vegetable sources of protein. The DP1 and DP6 patterns showed an upward trend in 2009, but the impact of PA1 on WF was three times higher than of PA6. The PA6 was suggested as a more sustainable pattern, in agreement with the literature and with the contemporary food guides recommendations. Conclusions: Socioeconomic changes in the first decade of this century reflected in modifications concerning the dietary patterns of the population, which affected the WF. Interventions that consider both the socioeconomic variants and healthy and sustainable food consumption are necessary


Assuntos
Produção Agrícola/tendências , Comportamento Alimentar , Segurança Alimentar e Nutricional , Consumo de Alimentos , Produção de Alimentos , Consumo de Água (Saúde Ambiental) , Brasil , Conservação dos Recursos Naturais
6.
Saúde Soc ; 24(4): 1208-1216, oct.-dic. 2015. tab, graf
Artigo em Inglês | LILACS | ID: lil-770177

RESUMO

Este artigo apresenta um estudo de conflitos ambientais por água nos estados diretamente envolvidos e que se contextualizam no Projeto de Integração do Rio São Francisco, partindo de uma abordagem orientada pela determinação social da saúde envolvendo relações entre o uso de recursos naturais, dominação política e apropriação econômica que estão na base dos processos de injustiça ambiental. Procedeu-se a um estudo exploratório de caráter descritivo, observacional, transversal. A base de dados para a produção de informações foi a da Comissão Pastoral da Terra que monitora os conflitos por água. Tomou-se como a área de estudo os estados do Ceará, Paraíba, Pernambuco e Rio Grande do Norte. Caracterizou-se os conflitos segundo estados, situação do conflito e números de famílias afetadas. Verificou-se a existência de conflitos em todos os estados investigados, principalmente no Ceará e Pernambuco. Conclui-se que o projeto de transposição das águas do São Francisco agudiza conflitos ambientais envolvendo populações indígenas e outros grupos vulnerados radicados nos territórios e que reinvindicam o acesso e uso da água.


Abstract This article presents a study on the environmental conflicts over water in states directly involved in the context of the Integration Project of the San Francisco River in Northeastern Brazil. It is based on an approach guided by the social determination of health involving the relationships between the use of natural resources, political domination and economic ownership that underlie the processes of environmental injustice. A transversal, descriptive, and observational study was carried out. The database from the Pastoral Land Commission-which monitors conflicts over water-was used as a source of information. The states of Ceará, Paraíba, Pernambuco and Rio Grande do Norte were chosen as scope for the study. The conflicts were characterized according to state, status and the number of affected families. We observed that conflicts existed in all states studied, but especially in Ceará and Pernambuco. We, thus, concluded that the water transposition project for the São Francisco river worsens environmental conflicts involving indigenous populations and others vulnerable groups rooted in the territories that demand access to the water.


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Conflito de Interesses , Conservação dos Recursos Naturais/legislação & jurisprudência , Saúde Ambiental , Consumo de Água (Saúde Ambiental) , Demanda de Água , Abastecimento de Água , Estudos Transversais , Grupos Populacionais , Legislação Ambiental , Violência , Populações Vulneráveis
7.
Actual. nutr ; 15(4): 115-125, dic. 2014. ilus, tab
Artigo em Espanhol | LILACS | ID: lil-771529

RESUMO

El consumo de agua es fundamental para el ser humano, todo el mundo lo sabe, aunque ¿la población, conoce realmente por qué es necesario? ¿Le gustaría hablar con su médico respecto de las causas por las cuales es nece-sario consumir agua?Objetivos: evaluar la necesidad que tiene la población de consultar con su médico respecto de la importancia del con-sumo de agua.Materiales y métodos: se encargó a la Empresa Ipsos la realización de una encuesta a nivel nacional de 1.000 casos, a individuos de ambos sexos de 18 a 70 años de todos los nive-les socioeconómicos, con representatividad de las principales ciudades, de los cuales el 32% pertenecía al AMBA y el 68% al interior del país.Resultados: el 76% de la población encuestada respondió positivamente a la pregunta: “Si tuviera la posibilidad de ha-blar con un médico o profesional amigo, ¿le preguntaría algo sobre hidratación?”.Las principales inquietudes que mostró la población se en-cuentran ligadas a qué tipo de bebidas consumir (con un 91% de mención), cuáles son los beneficios del agua (con un 82% de mención), qué cantidad se debe ingerir (con un 70% de mención) y la importancia que tiene la cantidad de sodio presente en ella (con un 60% de mención). Conclusiones: tres de cada cuatro encuestados realizarían preguntas a su médico o profesional de confianza sobre hi-dratación. Resulta evidente que existe una gran necesidad de información a la población con respecto a las características y necesidades del consumo de agua.


Everyone knows that water intake is critical for the human being, but do people actually know why it is necessary? Would you like to talk to your doctor about the reasons why water is necessary? Objectives: to evaluate the needs of people to consult their physician about the significance of water intake.Material and methods: the IPSOS company was hired to perform a survey at the domestic level including 100 cases of individuals of either sex, between 18 and 70 years old from all socio-economic levels, representing the main cities from which 32% belong to the metropolitan area of Buenos Aires (AMBA) and 68% to inland areas of the country.Results: 76% of people surveyed responded positively to the question “if you had the chance to talk to your physician or professional friend, would you ask about hydration?”.The main concerns people showed are linked to what type of water to drink (91%), water benefits (82%), how much water should you drink (70%) and significance of sodium present in water (60%). Conclusions: three out of four people surveyed would ask questions to their physician or entrusted professional friend about hydration. It is apparent that there is a significant need of information about the characteristics and necessities of water intake.


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Adulto Jovem , Pessoa de Meia-Idade , Idoso de 80 Anos ou mais , Ingestão de Líquidos , Sódio , Consumo de Água (Saúde Ambiental) , Inquéritos e Questionários/normas
8.
Cienc. tecnol. salud ; 1(1): 21-34, jul.-dic. 2014. tab, ilus, graf
Artigo em Espanhol | LILACS | ID: biblio-834310

RESUMO

El río Cucabaj es una de las fuentes principales de agua que abastece junto a los ríos Tabil y Aguacate a 1,352 hogares del área urbana del municipio de Santa Cruz del Quiché. Este rio recorre parte de los municipios de Santa Cruz del Quiché y Chiché. Es tributario del río Durazno y pertenece a esta microcuenca. En el periodo de estudio el caudal osciló entre 0.009-0.1004 m3 /seg. Gran proporción de este caudal se capta y recorre alrededor de 9 km. hacia la planta de tratamiento para su potabilización ubicada en la salida a San Pedro Jocopilas. La presente investigación tiene como objetivo mostrar la variabilidad temporal del recurso hídrico, determinando el índice de calidad del agua e índice de contaminación del río Cucabaj, así como los costos de desinfección utilizando hipoclorito de calcio. El monitoreo del rio fue realizado por un periodo de diez meses, de abril 2012 a enero 2013, según el índice de calidad de agua que muestra en una escala de 0-100 puntos, que suman los resultados de nueve parámetros y clasifica el agua del río Cucabaj en la categoría de media a buena (contaminada a levemente contaminada para uso humano, por lo que antes de su consumo debe de aplicarse tratamientos de potabilización). El mes con mayor caudal fue septiembre con 0.1004 m3/seg, particularidad que influyó considerablemente en presentar el valor más bajo en calidad y uno de los valores más altos en contaminación por materia orgánica. Esta característica se asocia principalmente a la presencia de coliformes totales. En cuanto a los costos de desinfección por hipoclorito de calcio, no se establecieron diferencias significativas en función de la cantidad de caudal.


Cucabaj River is a major source of water supplies along the Aguacate and Tabil Rivers to 1,352 households in the urban area of Santa Cruz del Quiché. This river runs through the municipality of Santa Cruz del Quiché and Chiche communities. It is a tributary of Durazno River and belongs to this watershed. In the study period the rate ranged from 0.009 - 0.1004 m3/s. A large proportion of this flow is captured and about 9 km transported to the treatment plant for purification in located in San Pedro Jocopilas. This investigation aims to show the temporal variability of water resources, determining the rates of water quality and pollution index Cucabaj River, as well as the cost of disinfection by means of calcium hypochlorite. The measurements were performed for a period of ten months, from April 2012 to January 2013. According to the water quality index which is a 100-point scale resulting of a total of nine different measurements, it was determined that the water quality of Cucabaj river is classified as moderate to good (which means that is slightly polluted to polluted for human use, so should receive purification treatment before consumption). The month with highest flow was September with rate 0.1004 m3/s, a feature that greatly influenced present the lowest value in quality and one of the highest values in organic pollution. This feature is mainly associated with the presence of total coliforms. As for costs calcium hypochlorite disinfection, no significant differences in terms of the amount of flow over other months were established.


Assuntos
Humanos , Poluição da Água/análise , Qualidade da Água , Hipoclorito de Cálcio , Consumo de Água (Saúde Ambiental) , Abastecimento de Água
9.
Rev. cuba. hig. epidemiol ; 52(2): 196-209, Mayo.-ago. 2014.
Artigo em Espanhol | LILACS | ID: lil-743997

RESUMO

El agua contaminada puede transmitir infinidad de patógenos con comportamientos y resistencias diversas. Dentro de los patógenos a determinar los parásitos son de especial relevancia pues se destacan por su alta resistencia a los diversos factores ambientales además se encuentran relacionados con altos índices de morbilidad y mortalidad en los países en desarrollo, especialmente en la población infantil. El objetivo de este trabajo es destacar la importancia de la vigilancia sanitaria de los parásitos en la calidad del agua según su uso y en su relación con el ambiente. Los huevos de helmintos son el principal riesgo a la salud debido al uso seguro del agua residual o lodos en la agricultura. Los quistes de los protozoarios como Giardia y Cryptosporidium, son difíciles de eliminar del agua de consumo sin tratar, debido a su pequeño tamaño y resistencia a oxidantes usados comúnmente como el cloro. Aunque no se recomienda su monitoreo de rutina en el agua, sí es necesario realizar investigaciones para detectar su presencia y establecer normativas propias adecuadas a nuestras condiciones(AU)


Polluted water can transmit lots of pathogens with various behaviors and resistances. Among the pathogens, the parasites are particularly important since they stand out for their high resistance to various environmental factors in addition to being associated to high morbidity and mortality rates in the developing countries, particularly children. The objective of this paper was to highlight the importance of health surveillance of parasites in water quality according to use and its relationship with the environment. The helminth eggs are the main health risk due to the safe use of wastewater or sludge in agriculture. Protozoan cysts like Cryptosporidium and Giardia, are difficult to remove from untreated drinking water due to its small size and resistance to commonly used oxidants such as chlorine. Although the routine monitoring of these cysts in water is not recommended, it is necessary to conduct research to detect its presence and to establish suitable guidelines according to our conditions(AU)


Assuntos
Humanos , Qualidade da Água/normas , Vigilância Sanitária/normas , Consumo de Água (Saúde Ambiental) , Parasitologia/métodos , Purificação da Água , Enteropatias Parasitárias/prevenção & controle , Microbiologia da Água , Parasitologia/prevenção & controle , Vigilância Sanitária Ambiental
10.
Rev. bras. estud. popul ; 31(1): 169-190, jan.-jun. 2014. ilus, graf, tab
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-714757

RESUMO

Este artigo discute que, embora o volume da população seja um aspecto relevante a se considerar na relação entre população e ambiente, existem outros fatores que podem ser ainda mais importantes. Na perspectiva demográfica, elementos como a composição e distribuição espacial da população são fundamentais. Em termos ambientais, o estilo de desenvolvimento e o nível de consumo são decisivos. O Brasil vive um momento de transições flagrantes. Por um lado, existe a transição demográfica (queda nas taxas de mortalidade e natalidade), marcada pelo rápido declínio na taxa de fecundidade total, de cerca de 6 filhos por mulher, em 1960, para menos de 2 filhos, em 2010. Por outro lado, há uma transição de consumo, discutida neste trabalho tendo como referência a melhoria da situação econômica do país e o aumento do consumo de água, que é causado tanto pela expansão do sistema de abastecimento em áreas urbanas quanto pela tendência de aumento do gasto per capita. Assim, enquanto houve uma redução significativa das taxas de crescimento populacional, o consumo de água apresentou tendência de aumento, como resultado de alterações nos padrões de acesso e níveis de consumo...


In this paper we discuss that, although the volume of the population is an important aspect to be considered in the relationship between population and environment, there are other factors that may be even more important. From a demographic perspective, for example, details such as composition and spatial distribution of the population are essential. In environmental terms, the style of development and level of consumption are crucial. Brazil is going through a time of important transitions. On the one hand, the demographic transition (decreased levels of mortality and birth rates), is characterized by the rapid decline in total fertility rate, from about 6 children per woman in the 1960s to fewer than 2 children per woman in the late 2000s. On the other hand, there is a consumption transition also in course, discussed here in the relationship between improving the economic situation and increased water consumption, which is caused by the expansion of the supply system in urban areas and by the trend toward growing per capita consumption. Thus, while there has been a significant decrease in population growth rates, water consumption tends to increase as the result of changes in access patterns and consumption levels...


Este artículo discute que, aunque el volumen de la población sea un aspecto relevante a considerar en la relación entre población y ambiente, hay otros factores que pueden ser todavía más importantes. Desde la perspectiva demográfica, elementos como la composición y distribución espacial de la población son fundamentales. En lo que concierne al medio ambiente, el estilo de desarrollo y el nivel de consumo son decisivos. Brasil vive un momento de marcadas transiciones. Por un lado, existe la transición demográfica (baja en las tasas de mortalidad y natalidad), marcada por el rápido descenso en la tasa de fecundidad total, de cerca de 6 hijos por mujer, en 1960, para menos de 2 hijos, en 2010. Por otro lado, hay una transición de consumo, que se discute en este trabajo teniendo como referencia la mejora de la situación económica del país y el aumento del consumo de agua, que es ocasionado tanto por la expansión del sistema de abastecimiento en áreas urbanas como por la tendencia de aumento del gasto per cápita. De este modo, mientras hubo una reducción significativa de las tasas de crecimiento poblacional, el consumo de agua presentó una tendencia de aumento, como resultado de alteraciones en los estándares de acceso y niveles de consumo...


Assuntos
Humanos , Dinâmica Populacional , Crescimento Demográfico , Consumo de Água (Saúde Ambiental) , Brasil , Demanda de Água/estatística & dados numéricos , Área Urbana , Abastecimento de Água
11.
Estud. av ; 28(82): 155-174, 2014. tab, graf
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-744963

RESUMO

O trabalho tem como objetivo identificar a percepção da opinião pública internacional diante das principais alternativas de resposta às mudanças climáticas: inovação tecnológica versus mudanças no estilo de vida individual; e os determinantes por trás dessa posição. A investigação utiliza dados em painel para quinze países, coletados em três unidades de tempo. Os resultados mostram um predomínio da escolha por soluções tecnológicas para resolver o problema, especialmente nos países emergentes, mas tal percepção vem enfrentando queda nos últimos anos, cedendo espaço para aceitação da opção por mudanças no comportamento individual. São as nações que possuem condições ambientais menos favoráveis, maior desenvolvimento humano e forte desenvolvimento institucional as que tendem a ver como menos efetivas as soluções tecnológicas para o problema das mudanças climáticas.


This study aims to explore how international public opinion perceives the main options for solving the climate change issue, technological innovations or lifestyle changes, and in what way contextual forces help to understand the prevailing choice among the publics. Research is based on random-effects, pooled time series data panel for 15 countries across 3 times points between 2007 and 2011, compiling public opinion survey data and macro-level data. Results indicate favoritism for a technology fix, especially among developing societies. However, such option is gradually losing ground and the belief in individual behavior changes is increasing. Structural, institutional and environmental forces play a role in shaping perceptions in such a way that less favorable environmental conditions coupled with higher human and institutional development motivate lower reliance in technological solutions.


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Mudança Climática , Consumo de Energia , Aquecimento Global , Opinião Pública , Desenvolvimento Tecnológico , Consumo de Água (Saúde Ambiental) , Meios de Comunicação de Massa
12.
Rev. argent. salud publica ; 3(10): 24-29, mar. 2012. tab
Artigo em Espanhol | LILACS | ID: lil-644966

RESUMO

INTRODUCCIÓN: En Tucumán la concentración de arsénico en agua fluctúa entre 0,1 y 0,01 ppm. El sistema de salud carece de registro de casos. OBJETIVOS: Elaborar un mapa de riesgo ambiental, estimar la prevalencia de hidroarsenicismo crónico regional endémico (HACRE) y explorar la relación entre la concentración de arsénico en agua y las manifestaciones clínicas en Villa Belgrano, Tucumán. MÉTODOS: estudio transversal. Se analizaron todas las fuentes de agua y se seleccionaron aleatoriamente 119 personas adultas. Para la definición de caso de HACRE se utilizó un criterio diferente al de la Organización Mundial de la Salud (OMS) en concentración de arsénico en agua, orina y cabello y tiempo de consumo, siendo éste más sensible en el valor de corte de arsénico en el agua. Se consideró caso definido a quien había consumido agua con un nivel de arsénico mayor a 0,01 partes por millón(ppm) por más de 5 años y presentado más de 3 ug/g en cabello y/o más de 40 ug/g en orina, con clínica compatible. RESULTADOS: El 75% de las fuentes de agua tenían valores mayores a 0,01 ppm de arsénico. Con los criterios de la OMS, se registraron 51 casos probables y no hubo casos definidos. Según los criterios del estudio, hubo 3 casos definidos y una prevalencia del 2,6%. No se halló una asociación entre lesiones no cutáneas o cutáneas graves y valores mayores a 0,01 ppm. CONCLUSIONES: La prevalencia estimada según los criterios del estudio tuvo valores similares a los establecidos en la bibliografía bajo las condiciones en cuestión, aunque con otros criterios no comparables.


INTRODUCTION: In Tucumán, the arsenic concentration in water fluctuates between 0,1 and 0,01 ppm.The provincial health system does not have any record of cases. OBJECTIVES: To identify and create a map of environmental risk, estimating also chronic endemic regional hydroarsenicism(CERHA) prevalence in Villa Belgrano and exploring the relation between arsenic concentration in water and clinical manifestations. METHODS: A cross-sectional study was performed. All water sources were analyzed and 119 adults were randomly selected. The definition of case considered the own criteria, which differed from the ones of World Health Organization (WHO) regarding arsenic concentration in water, urine and hair as well as time of consumption. The study criteria is most sensible in arsenic water concentration. Those who had consumed water with more than 0.01 parts per million (ppm) for over 5 years and presented more than 3 ug/g in hair and/or more than 40 ug/gin urine with compatible clinical signs were considered as cases. RESULTS: 75 % of water sources had arsenic levels higher than 0.01 ppm. According to the WHO criteria, there were 51 probable cases and there was not any defined case. According to the study criteria, there were 3 defined cases with a prevalence of 2.6%. The study did not find an association between withnon-cutaneous or serious cutaneous injuries and arsenic levelin water higher than 0.01 ppm. CONCLUSIONS: The prevalence estimated according to the study criteria was similar to the one established in the bibliography under the same conditions, though with other criteria which are not comparable.


Assuntos
Humanos , Arsênico/toxicidade , Poluentes da Água/toxicidade , Sinais e Sintomas , Microbiologia da Água , Consumo de Água (Saúde Ambiental) , Efeitos da Contaminação da Água , Zona de Risco/prevenção & controle
13.
Rev. Inst. Adolfo Lutz ; 70(2): 220-224, abr.-jun. 2011. tab
Artigo em Português | LILACS, SESSP-CTDPROD, Sec. Est. Saúde SP, SESSP-ACVSES, SESSP-IALPROD, Sec. Est. Saúde SP, SESSP-IALACERVO | ID: lil-620801

RESUMO

No presente estudo foram avaliadas as concentrações de íons fluoreto em amostras de água destinada ao consumo humano em um município com diferentes sistemas de abastecimento público. Em 139 amostras coletadas no ponto de entrada das edificações, no período de 2003 a 2007, foram determinadas as concentrações de íons fluoreto por meio de eletrodo combinado seletivo para flúor. As concentrações em conformidade com o padrão estadual (0,6 a 0,8 mg/L) foram detectadas em 87 (62,6) amostras e as proporções de conformidade aumentaram de 46,9 para 71,9 durante o período do estudo. As variações consideráveis nessas proporções, assim como nas concentrações mínimas e máximas, foram verificadas tanto em um mesmo sistema bem como entre diferentes sistemas de abastecimento de água. Os dados obtidos neste estudo indicam a necessidade de elaboração de planos de amostragem individualizados para cada sistema ou, ainda, a implantação de outra estratégia para efetuar o monitoramento da fluoretação da água em municípios com diferentes sistemas públicos de abastecimento de água para consumo humano.


Assuntos
Fluoretação , Fluoretos , Íons , Monitoramento , Consumo de Água (Saúde Ambiental) , Abastecimento de Água
14.
Lima; Perú. Ministerio de Salud. Dirección General de Salud Ambiental; feb. 2011. 22 p. ilus.
Monografia em Espanhol | LILACS | ID: lil-648387

RESUMO

La presente publicación brinda información que contribuye a la prevención de las enfermedades de origen hídrico por la alta incidencia de enfermedades diarreicas y parasitarias en las poblaciones rurales de nuestra amazonia, por el consumo directo de fuentes de agua superficiales y la imposibilidad de implementar sistemas convencionales de abastecimiento de agua potable, dada las difíciles condiciones de accesibilidad y carencia de fuentes alternativas de agua subterránea, para el abastecimiento; han dado lugar a la búsqueda de nuevas tecnologías para tratar el agua para el consumo humano, que sean fáciles de operar y de bajo costo


Assuntos
Saúde Ambiental , Legislação como Assunto , Controle de Qualidade , Inspeção Sanitária , Consumo de Água (Saúde Ambiental) , Desinfecção da Água , Purificação da Água , Peru
15.
São Paulo; s.n; 2011. 210 p.
Tese em Português | LILACS | ID: lil-643266

RESUMO

A Unidade de Gerenciamento de Recursos Hídricos do Alto Tietê - UGRHI 6, no Estado de São Paulo, é composta por 34 municípios e abrange a parte superior do Rio Tietê, desde a sua cabeceira até a barragem do Reservatório de Pirapora, numa extensão de 133 km. Abriga quase metade da população do Estado e compreende, em seu território, grande parte da Região Metropolitana da Grande São Paulo. As águas subterrâneas na UGRHI do Alto Tietê têm problemas de rebaixamento dos níveis de água por adensamento de poços em conjunto com fontes potenciais de poluição o que pode causar contaminação dos aquíferos. Por meio de pesquisa na modalidade documental na Companhia Ambiental do Estado de São Paulo, para levantamento de dados sobre as áreas contaminadas de 2002 a 2010 e no Departamento de Águas e Energia sobre os poços outorgados cadastrados no ano de 2011, procedeu-se o mapeamento das áreas contaminadas e dos poços outorgados na UGRHI do Alto Tietê. Conclui-se que na UGRHI do Alto Tietê existe a possibilidade de riscos para a saúde pública na utilização das águas subterrâneas, principalmente no Município de São Paulo que possui o maior número de áreas contaminadas que podem influir na qualidade das águas subterrâneas obtidas por meio de perfuração de poços de abastecimentos.


Assuntos
Água Subterrânea , Poluição de Águas Subterrâneas , Monitoramento Ambiental/legislação & jurisprudência , Poços de Água/estatística & dados numéricos , Poluição Ambiental , Gestão dos Recursos Naturais , Sistemas de Informação Geográfica/instrumentação , Consumo de Água (Saúde Ambiental) , Recursos Hídricos , Perfuração de Poços
16.
Lima; Perú. Ministerio de Salud. Dirección General de Salud Ambiental; 2011. 43 p. ilus.
Monografia em Espanhol | LILACS | ID: lil-648389

RESUMO

El presente documento, a través de sus 10 títulos, 81 artículos, 12 disposiciones complementarias, transitorias y finales y 5 anexos; no solo establece límites máximos permisibles, en lo que a parámetros microbiológicos, parasitológicos, organolépticos, químicos orgánicos e inorgánicos y parámetros radiactivos, se refiere; sino también le asigna nuevas y mayores responsabilidades a los gobiernos regionales, respecto a la vigilancia de la calidad del agua para consumo humano, además de fortalecer a la DIGESA, en el posicionamiento como autoridad sanitaria frente a esos temas


Assuntos
Saúde Ambiental , Legislação como Assunto , Controle de Qualidade , Vigilância Sanitária/organização & administração , Consumo de Água (Saúde Ambiental) , Abastecimento de Água , Peru
17.
La Paz; MMAyA; 2010. 76 p.
Não convencional em Espanhol | LILACS | ID: lil-652843

RESUMO

El presente documento se constituye en una herramienta para poder confrontal y mitigar los problemas de contaminación en los diferentes cuerpos de agua que actualmente el territorio nacional esta enfrentando.


Assuntos
Balanço Hídrico , Consumo de Água (Saúde Ambiental) , Recursos Hídricos , Planejamento Hídrico , Doenças Transmitidas pela Água
18.
La Paz; PROHISABA; 2010. 107 p. ilus, tab, graf.(Serie Documentos, No 5).
Monografia em Espanhol | LILACS | ID: lil-652881

RESUMO

En términos generales, la calidad del agua se define como la condición analítica, cualitativa y cuantitativa en qye se encuentra el agua en determinado momento para se usada en un fin específico.


Assuntos
Consumo Doméstico de Água , Consumo de Água (Saúde Ambiental) , Qualidade da Água , Bolívia
19.
Rio de Janeiro; s.n; 2010. 111 p. ilus, mapas, tab, graf.
Tese em Português | LILACS | ID: lil-591565

RESUMO

A água para consumo humano deve atender a padrões de potabilidade enão oferecer riscos à saúde, de acordo com a legislação brasileira vigente.Inserido no padrão de potabilidade para substâncias químicas que representam risco à saúde estão os agrotóxicos e seus valores máximos permitidos. Com objetivo de avaliar o nível de contaminação por agrotóxicoscarbamatos e organofosforados, em águas para consumo humanodistribuídas por SAA ou por SA do município de Dourados, um dosmunicípios de maior área colhida do Estado de Mato Grosso do Sul (MS,) oLaboratório de Toxicologia do Laboratório Central de Saúde Pública (Lacen-MS) analisou 487 amostras de água coletadas pela Vigilância SanitáriaMunicipal de Dourados-MS. Utilizou-se a metodologia de extração comdiclorometano e dosagem enzimática por método colorimétrico. Osresultados encontrados apresentaram contaminações (acima de 20 por cento de inibição da AchE) em 2,9 por cento das amostras distribuídas por SAA e em 1,2 por cento das amostras de SA. Estes percentuais alcançaram 29,8 por cento e 43,6 por cento, respectivamente, quando considerado o limite de quantificação do método de 2,5 μg.L-1 (5 por cento de inibição). Verificou-se correlação positiva estatisticamente significativa entre percentual de inibição e índice pluviométrico 48h antes da coleta das amostras. Recomenda-se omonitoramento contínuo da qualidade da água consumida pela população local, a fim de fortalecer as ações de Vigilância Sanitária, e garantir o consumo de água que não ofereça risco à saúde da população, corroborando com as ações de Saúde Pública.


The drinking water must meet standards for drinking water and no healthrisks, according to Brazilian legislation. Inserted into drinkable water forchemicals that pose a health risk are the pesticides and their maximumallowed. In order to evaluate the level of contamination by pesticidescarbamates and organophosphates in the drinking water distributed by SAAor SA of Dourados, one of the largest cities of the harvested area of MatoGrosso do Sul (MS) Laboratory Central Toxicology Laboratory of PublicHealth (Lacen-MS) analyzed 487 water samples collected by the MunicipalSanitary Dourados-MS. We used the method of extraction withdichloromethane and enzyme dosage by colorimetric method. The resultsshowed contamination (above 20% inhibition of AChE) in 2.9% of samplesdistributed by SAA and by 1.2% of samples from SA. These percentagesstood at 29.8% and 43.6% respectively, when considering the limit ofquantification of 2.5 μg.L-1 (5% inhibition). There was a statistically significant positive correlation between inhibition percentage and rainfall 48 hours before collection of samples. We recommend continuous monitoring of thequality of water consumed by the local population in order to strengthen theactions of Health Surveillance, and ensure that water consumption does notoffer health risk to the population, agreeing with the actions of Public Health.


Assuntos
Água/análise , Carbamatos/toxicidade , Compostos Organofosforados/toxicidade , Poluentes Químicos da Água/toxicidade , Poluição da Água/análise , Brasil , Praguicidas/efeitos adversos , Praguicidas/toxicidade , Consumo de Água (Saúde Ambiental)
SELEÇÃO DE REFERÊNCIAS
DETALHE DA PESQUISA