Your browser doesn't support javascript.
loading
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 20 de 59
Filtrar
1.
Comun. ciênc. saúde ; 28(1): 12-22, jan. 2017. tab, ilus
Artigo em Português | LILACS | ID: biblio-972646

RESUMO

Este estudo avaliou as mudanças ambientais da paisagem urbana de um município com alta incidência de malária na Amazônia brasileira (Mâncio Lima, Acre) e sua relação com a doença, com o objetivo de prover evidências de que a transmissão do Plasmódio é causada pelo modo como os seres humanos interagem com o meio-ambiente. Foram efetuados três estudos populacionais consecutivos, entre 2012 e 2013, com 1260 indivíduos, com identificação do plasmódio por microscopia e técnicas moleculares. Casos de malária foram analisados mediante um questionário clinico. O estudo entomológico envolveu 8 inquéritos transversais com coleta de formas imaturas em 90 corpos d’água, bem como avaliação espacial desses dados. Os resultados mostraram que a transmissão de malária na área deveu-se em grande parte a criação de tanques de piscicultura, que elevaram em cerca de 10 vezes a produtividade de imaturos de Anopheles darlingi, e à grande mobilidade da população, que se desloca para áreas de maior transmissão (como área ribeirinha e rural) e retorna infectada para a área urbana. Foram identificados casos de portadores assintomáticos do Plasmódio, embora em pequena quantidade. Os fatores associados a ausência de sintomas (infecção assintomática) foram o sexo e o tempo da última malária. Em pacientes sintomáticos, a frequência dos sintomas se relacionou com idade, número de malárias previas e parasitemia. A concentração geográfica dos casos deveu-se em parte a características socioeconômicas agregadas no espaço, em conjunto com fatores ambientais como presença do vetor, visto que o uso infrequente de mosquiteiro associouse com a incidência maior de malária.


This study evaluated the environmental changes of the urban landscape of a municipality with a high incidence of malaria in the Brazilian Amazon (Mâncio Lima, Acre) and its relation with the disease, in order to provide evidence that the transmission of Plasmodium is caused by the way humans interact with the environment. Three consecutive population studies were carried out between 2012 and 2013, with 1260 individuals, with plasmodium identification by microscopy and molecular techniques. Malaria cases were analyzed using a clinical questionnaire. The entomological study involved 8 cross-sectional surveys with collection of immature forms in 90 bodies of water, as well as spatial evaluation of these data. The results showed that the transmission of malaria in the area was largely due to the creation of fish tanks, which increased the immature productivity of Anopheles darlingi by around 10 times, and the great mobility of the population, which moves to areas of greater transmission (as riverside and rural area) and returns infected to the urban area. Cases of asymptomatic Plasmodium carriers have been identified, albeit in small numbers. Factors associated with absence of symptoms (asymptomatic infection) were the sex and time of the last malaria. In symptomatic patients, the frequency of symptoms was related to age, number of previous malaria and parasitemia. The geographic concentration of the cases was due in part to aggregate socioeconomic characteristics in space, together with environmental factors such as vector presence, since the infrequent use of mosquito nets was associated with a higher incidence of malaria.


Assuntos
Masculino , Feminino , Humanos , Malária , Tanques , Pesqueiros , Plasmodium , Parasitemia , Alteração Ambiental
2.
São Paulo; s.n; 2017. 169 p.
Tese em Português | LILACS | ID: biblio-875036

RESUMO

Introdução: As doenças sensíveis ao clima são as que podem ser afetadas, direta ou indiretamente, temporalmente ou geograficamente pelo clima. Diversas variáveis climáticas têm sido fortemente relacionadas à magnitude e à sazonalidade da transmissão dessas doenças no país. Mas o Brasil possui uma grande diversidade climática em suas regiões e, portanto, maneiras diferentes de influenciar no comportamento dessas doenças. No município de Rio Branco, anualmente as oscilações climáticas são intensificadas pelas queimadas e pela ocorrência de enchentes e inundações. Com a perspectiva das mudanças climáticas globais, a tendência é o aumento da frequência desses eventos. Dessa forma, são necessários estudos mais detalhados que possam contribuir para as políticas de promoção à saúde nesta região. Objetivo: Estudar o comportamento da ocorrência das principais doenças sensíveis ao clima da região frente à variabilidade climática, no município de Rio Branco, entre os anos de 2000 e 2013. Métodos: Foram estudadas as doenças sensíveis ao clima de maior importância para a região: doenças diarreicas infecciosas, leptospirose, dengue e as doenças respiratórias (influenza, asma e pneumonia). A coleta dos dados foi feita por meio dos Sistemas de Informações Hospitalares e de Agravos de Notificação do Sistema Único de Saúde. Os dados referentes às variáveis climáticas (temperatura, umidade relativa, precipitação, nível do Rio Acre e aerossóis) foram obtidos do Instituto Nacional de Meteorologia, da Agência Nacional das Águas e do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais. Para as análises de associação, foram considerados os modelos lineares generalizados clássicos, os autorregressivos e médias móveis e os mistos, com distribuição binomial negativa. Resultados: Neste município, existe associação positiva entre as médias mensais do nível do Rio Acre e as taxas mensais de internações por doenças diarreicas infecciosas e as incidências mensais de dengue e leptospirose. Isto indica que a população fica mais exposta a essas doenças durante as cheias e inundações do Rio Acre. A precipitação esteve positivamente relacionada às taxas de internações por dengue e leptospirose. No entanto, as chuvas parecem exercer efeito protetor para as doenças respiratórias, característica contrária das demais regiões do país. As temperaturas mais altas parecem favorecer a ocorrência de dengue na região, mas exercem efeito protetor para internações por pneumonia para crianças com menos de 5 anos de idade e idosos com mais de 70. Por fim, os aerossóis estiveram diretamente relacionados ao aumento das taxas de internações por pneumonia e asma, tanto para idosos quanto crianças, especialmente as com menos de 1 ano de idade. Conclusões: Ao considerar também os aerossóis, a influência do clima foi medida, neste estudo, em sinergia com as mudanças ambientais produzidas pelos humanos na saúde da população. Com as mudanças climáticas globais, os padrões climáticos estão sofrendo mudanças em diversos lugares do mundo. Dessa forma, a ampliação deste conhecimento em nível regional é fundamental para que se possa implementar ações de prevenção e mitigação dos impactos, principalmente para a população mais exposta


Introduction: Climate-sensitive diseases are those that can directly, indirectly, temporally, or geographically be affected by climate. Several climatic variables have been strongly related to the magnitude and seasonality of transmission of these diseases in the country. Brazil, however, has a great climatic diversity in its regions; therefore, different factors influence the nature of these diseases. In the municipality of Rio Branco, climatic oscillations increase by fires and floods. With the perspective of global climatic changes, the tendency is for these events to occur more often. More detailed studies are, thus, required that can contribute to health promotion policies in this region. Objective: To study the effect of climatic variability on the frequency of occurrence of the main climate-sensitive diseases in the municipality of Rio Branco, between 2000 and 2013. Methods: The climate-sensitive diseases of greatest importance to the region were studied, including infectious diarrheic diseases, leptospirosis, dengue fever, and respiratory diseases (influenza, asthma, and pneumonia). Data were collected through the Hospital Information and Case Registry Databases of the Unified Health System. Data on the climatic variables (temperature, relative humidity, rainfall, Acre River level, and aerosols) were obtained from the National Institute of Meteorology, National Water Agency, and National Institute of Space Research. For analyses of associations, the classical generalized linear, autoregressive, mobile, and mixed mean models, with negative binomial distribution were considered. Results: Positive associations were found among the monthly means of the Acre River level, hospitalization rates due to infectious diarrheic diseases, and incidences of dengue fever and leptospirosis. This indicates that the population is more exposed to these diseases during high tides and floods in the Acre River. Rainfall was positively related to the hospitalization rates due to dengue fever and leptospirosis. However, the rains seemed to have a protective effect against respiratory diseases, contrary to the characteristic of the other regions of the country. High temperatures seemed to favor the occurrence of dengue fever in the region; however, had a protective effect against hospitalizations due to pneumonia (for individuals 70 years). Lastly, aerosol concentrations were directly related to hospitalization rates caused by pneumonia and asthma, both in elderly individuals and children, especially those aged


Assuntos
Mudança Climática , Efeitos do Clima , Doença , Alteração Ambiental , Vulnerabilidade em Saúde , Estações do Ano , Brasil , Clima
3.
Psicol. ciênc. prof ; 36(3): 738-747, jul.-set. 2016. graf
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-795116

RESUMO

Resumo O presente artigo teve como objetivo identificar o(s) termo(s) utilizados nos estudos para se referir ao processo de mudança de região/país para a prática esportiva. Buscou-se também compreender os impactos estudados referentes ao processo de adaptação do indivíduo a um novo contexto para a atividade esportiva. Uma revisão sistemática nas bases PsycNET, Web of Science e SciELO foi conduzida a partir dos descritores: Expatriates AND Sport, Acculturation AND Sport, Migratory Transition AND Sport e Migrants AND Sport. Após filtro baseado em critérios de inclusão e exclusão relacionados aos objetivos da revisão, foram identificados nove artigos. Observou-se que não existe um único termo para definir o processo de transição entre culturas de atletas, identificando-se termos como: transição migratória, migração, aculturação. O interesse dos estudos está em entender como ocorre o processo de adaptação de indivíduos em uma nova cultura. Foi possível entender que, embora motivados a uma projeção na carreira esportiva, os atletas enfrentam desafios como: adaptação ao novo estilo de treinamento, a distância da família e de amigos e a dificuldade em comunicar-se efetivamente com as pessoas da cultura local. Os atletas enfrentam situações de isolamento e dificuldades de estabelecer relações o que interfere na saúde mental e performance esportiva....(AU)


Abstract This article aimed to identify the terms used in studies to refer to the process of changing country/region for reasons related to sports practice. It also aimed to understand the studied impacts concerning the process of adaptation of the individual to a new context due to sports practice. A systematic review on the PsycNET, Web of Science and Scielo databases was conducted from the descriptors: Expatriates AND Sport, Acculturation AND Sport, Migratory Transition AND Sport and Migrants AND Sport. After applying a filter based on criteria of inclusion and exclusion related to the objectives of the review, we identified nine articles. It was observed that there is not a single term to define the transition of athletes between cultures, identifying terms such as: migratory transition, migration, acculturation. The interest of the studies is to understand how the adaptation process of individuals into a new culture occurs. It was possible to understand that although athletes are motivated by reaching projection in their sports careers, they face challenges such as: adaptation to a new training style; distance from family and childhood friends; and difficulty in effectively communicating with people of the local culture. Athletes undergo situations of isolation and difficulties for establishing relationships, which interferes with their mental health and sports performance....(AU)


Resumen Este artículo pretende identificar el(los) término(s) utilizado(s) en los estudios para referirse al proceso de cambio país/región para la práctica deportiva. También se buscó comprender los impactos estudiados sobre el proceso de adaptación del individuo a un nuevo contexto para la actividad deportiva. Se realizó una revisión sistemática en las bases de PsycNET, Web of Science y Scielo de los descriptores: Expatriates AND Sport, Acculturation AND Sport, Migratory Transition AND Sport e Migrants AND Sport. Después de aplicar un filtro basado en criterios de inclusión y exclusión relacionados con los objetivos de la revisión, nueve artículos fueron identificados. Se observó que no existe un término único para definir el proceso de transición entre las culturas de los atletas, identificándose términos tales como: transición migratoria, migración, aculturación. El interés de los estudios es entender cómo ocurre el proceso de adaptación de los individuos a una nueva cultura. Es posible entender que aunque motivados por alcanzar proyección en su carrera deportiva, los atletas enfrentan retos como: adaptación al nuevo estilo de formación; distancia de familia y amigos; y dificultad para comunicarse efectivamente con personas de la cultura local. Los atletas se enfrentan a situaciones de aislamiento y a dificultades para establecer relaciones, lo que interfiere con la salud mental y el rendimiento deportivo....(AU)


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Adaptação , Cultura , Fator de Impacto , Esportes , Alteração Ambiental
4.
Rev. bras. estud. popul ; 32(2): 357-380, maio-ago. 2015.
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-760493

RESUMO

Nos últimos anos, a Demografia tem dedicado mais atenção às abordagens interdisciplinares sobre a questão ambiental. A incorporação da temática pela Demografia está em sintonia com o que tem sido observado em praticamente todos os campos do conhecimento, diante da nítida valorização das preocupações relacionadas à sustentabilidade no planeta. No centro das principais discussões ambientais da atualidade, os problemas gerados pelos desequilíbrios entre consumo, ambiente e população merecem cada vez mais destaque. Em um primeiro momento, este artigo oferece uma série de reflexões sobre a recente consolidação da demografia ambiental, buscando avaliar os caminhos ainda não trilhados e as possibilidades de crescimento dos estudos sobre população, consumo e ambiente. Em seguida, é apresentada uma revisão das abordagens oferecidas pelas Ciências Sociais sobre o consumo, investigando como estes estudos têm incorporado a questão ambiental. Ao final, explora-se a inserção do tema - consumo e ambiente - na Demografia, revelando a superação de velhos paradigmas e o surgimento de novos desafios. As reflexões presentes neste estudo demonstram que os trabalhos que lançam uma perspectiva demográfica sobre as implicações ambientais do crescimento do consumo esbarram na constante necessidade de desmistificar qualquer associação simplista entre crescimento demográfico e degradação ambiental. Atualmente, a explosão do consumo é, cada vez mais, vista como algo muito mais temido do que o crescimento exagerado da população


In recent years, Demography has devoted more effort to assess environmental issues based on interdisciplinary approaches. Demography's incorporation of environmental issues is consistent with what can be observed in almost every field of knowledge, with a clear increase in the concerns related to sustainability of the planet. At the center of today's environmental debate the problems caused by the imbalance between consumption, environment and population deserve more attention. First, this study offers some reflections on the recent consolidation of environmental demography, seeking to evaluate the paths not yet taken, and the growth possibilities for studies on population, consumption and environment. The paper then presents an overview of the approaches offered by the social sciences on consumption, focusing on how these studies have incorporated environmental issues. Finally, the study explores the inclusion of this topic - consumption and environment - in Demography, overcoming of old paradigms and revealing new challenges. The reflections in this work show that the demographic perspective on the environmental implications of consumption growth come up against the constant need to demystify any simplistic association between demographic growth and environmental degradation. Currently, the consumption boom is increasingly seen as something much more concerning than the population overgrowth


En los últimos años la demografía ha dedicado más atención a los abordajes interdisciplinarios sobre la cuestión ambiental. La incorporación de la temática a esta disciplina está en sintonía con lo que se ha observado en prácticamente todos los campos del conocimiento, ante la clara valorización de las preocupaciones relacionadas con la sustentabilidad en el planeta. En el centro de las principales discusiones ambientales actuales merecen cada vez mayor atención los problemas generados por los desequilibrios entre el consumo, el ambiente y la población. En una primera parte, este artículo ofrece una serie de reflexiones sobre la consolidación reciente de la demografía ambiental, procurando evaluar los caminos aún no transitados y las posibilidades de crecimiento de los estudios sobre población, consumo y ambiente. Después se presenta una revisión de los abordajes sobre el consumo que ofrecen las ciencias sociales, investigando el modo en que estos estudios han incorporado la cuestión ambiental. Finamente, se explora la inserción del tema del consumo y el ambiente en la demografía, revelando la superación de viejos paradigmas y el surgimiento de nuevos desafíos. Las reflexiones que se realizan en este estudio demuestran que los trabajos que proponen una perspectiva demográfica sobre las implicaciones ambientales del crecimiento del consumo tropiezan con la constante necesidad de desmitificar cualquier asociación simplista entre crecimiento demográfico y degradación ambiental. Actualmente la explosión del consumo es vista, cada vez más, como algo mucho más temido que el crecimiento exagerado de la población


Assuntos
Humanos , Demografia , Crescimento Demográfico , Alteração Ambiental , Meio Ambiente , Ciências Sociais , Brasil , Conservação dos Recursos Naturais
5.
Neotrop. ichthyol ; 13(2): 361-370, 26/06/2015. tab, graf
Artigo em Inglês | LILACS | ID: lil-752463

RESUMO

We tested the hypothesis that streams in deforested areas shelter different fish communities to nearby forested areas, and that these disparities are due to environmental parameters that limit or benefit different species according to their functional traits. We compared the community composition of three south east Brazilian streams flanked by riparian forest with three nearby streams in deforested areas. The following functional traits were considered: diet, habitat use, water flow preference, size, and hypoxia tolerance. Differentiation between forested and deforested streams corresponded with the different contributions of three functional groups. Species reported in the literature to be hypoxia tolerant, and exhibiting a variable combination of the other traits prevailed in deforested streams, although we did not find substantial differences in oxygen levels between forested and deforested streams. In forested streams, benthic species associated with a high water flow and an insectivorous diet were dominant. Changes in streams induced by deforestation which are associated with habitat availability, food resources, and physicochemical conditions appear to restrict the occurrence of specialized species and instead benefit tolerant generalists.


A hipótese de que as alterações ambientais causadas pelo desmatamento nos riachos podem restringir a ocorrência de espécies a partir de suas características funcionais foi testada. Comparamos a composição das comunidades de três riachos do sudeste do Brasil providos de floresta riparia nas suas margens com três riachos da mesma região com zona ripária desmatada. Os seguintes atributos funcionais foram considerados: dieta, uso de hábitat, preferência por fluxo, tamanho e tolerância à hipóxia. A diferenciação dos riachos, em especial entre os riachos florestados e desmatados, foi maior do que o esperado ao acaso e correspondeu à contribuição diferencial de três grupos funcionais. As espécies indicadas na literatura como sendo tolerantes à hipóxia e que apresentaram combinação variável das outras características foram mais abundantes nos riachos desmatados, embora não tenhamos observado diferenças substanciais nos níveis de oxigênio dissolvido entre os riachos florestados e desmatados. Nos riachos florestados predominaram espécies de hábitos especializados, bentônicas, associadas com alta velocidade de água e dieta insetívora. As alterações nos riachos provocadas pelo desmatamento relacionadas com a disponibilidade de hábitat, recursos alimentares e condições físico-químicas restringem a ocorrência de grupos de espécies especializadas e beneficiam espécies tolerantes e generalistas.


Assuntos
Animais , Nível de Oxigênio/análise , Peixes/anatomia & histologia , Peixes/crescimento & desenvolvimento , Brasil , Alteração Ambiental
6.
São Paulo; s.n; 2015. 145 p.
Tese em Português | LILACS | ID: lil-782202

RESUMO

O Bairro da Luz surge como uma região nobre no centro da cidade de São Paulo no final do século XIX. Com a queda da economia do café e a expansão da cidade para outras regiões mais valorizadas, o bairro passou a viver mudanças significativas em suas dinâmicas econômicas e sociais. Após a desativação do Terminal Rodoviário em 1982, intensificou-se o processo de degradação urbana e social que já acompanhava a história do bairro. A chegada do crack - mistura de pasta base de cocaína, água e bicarbonato de sódio (e outras substâncias desconhecidas) - no início dos anos 1990, configurou nova dinâmica local e contribuiu para diversas ações do poder público, que trouxeram mudanças ambientais significativas para moradores e frequentadores. Neste contexto, o crack é uma substância que passou a ter um uso social e cotidiano para a população da região. A relação de consumo e comércio desta substância se territorializou e agravou uma considerada desqualificação social e urbana no bairro, que associada à política proibicionista em relação às drogas, teve efeitos perversos. Tal condição potencializa o forte estigma da sociedade associado a este espaço, o que leva a uma consequente exclusão dos que lá estão. Para a Saúde Ambiental, a deterioração física e social deste ambiente pode propiciar condições de baixa qualidade de vida e facilitar a ocorrências de agravos à saúde para além da condição de uso de uma determinada substância. Nesse sentido, este projeto se propõe a investigar a relação entre saúde e ambiente (contexto) no cotidiano das pessoas que fazem uso do crack na cracolândia, região central da cidade de São Paulo...


R. Luso-Brasileira, 4 - Jardim Estoril IV, Bauru - SP, 17016-230 The Luz district emerges as a prime area in the center of São Paulo in the late nineteenth century. With the fall of the coffee economy and the city's expansion to more valued regions, the neighborhood lived significant changes in its economic and social dynamics. The deactivation of the Bus Terminal in 1982 intensified the process of urban and social degradation that has accompanied the history of the neighborhood. The 'arrival of crack' - mixture of cocaine base paste, water and baking soda (and other unknown substances) - in the early 1990s, set up new local dynamics and contributed to several government actions that brought significant environmental changes for locals and other people that regularly attend the place. In this context, the crack is a substance which has a social use in a daily life for the population of the region. The relationship of consumption and trade of this substance have aggravated a territorialized considered social and urban disqualification in the neighborhood, which associated with the prohibitionist policy on drugs, had perverse effects. This condition enhances the strong stigma in society associated with this space, which leads to a consequent exclusion of those who are there. For Environmental Health, physical and social deterioration of this environment can provide conditions of low quality of life and facilitate the health problems of occurrence beyond a condition of use of a substance. In this sense, this project aims to investigate the relationship between health and environment (context) in the daily life of people who use crack in cracolândia, central region of São Paulo...


Assuntos
Humanos , Cocaína Crack , Usuários de Drogas , Meio Ambiente e Saúde Pública , Alteração Ambiental , Área Urbana , Brasil , Redução do Dano , Nível de Saúde , Política Pública
8.
Psicol. soc. (Online) ; 26(3): 642-651, sept.-dez. 2014.
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-725522

RESUMO

Este trabalho teve o objetivo de investigar a opinião de gestores, da Universidade Federal de São João del-Rei (UFSJ), acerca dos impactos produzidos na cidade de São João e em suas vidas pela adesão da instituição ao Programa de Apoio a Planos de Reestruturação e Expansão das Universidades Federais (REUNI). Adotou-se como referencial a psicologia ambiental, que pretende investigar a inter-relação do homem com o seu contexto físico e social. O método utilizado foi o qualitativo, com a condução de entrevistas semiestruturadas com quatro gestores da UFSJ. Os participantes descreveram as mudanças ocorridas na Universidade, na cidade e nas demandas do seu trabalho. O processo de expansão se apresentou de forma particular e relacionada à realidade da UFSJ e da cidade. Nesse sentido, observa-se a necessidade de conhecer melhor o fenômeno da expansão ampliando a pesquisa e abordando outros grupos da cidade e da Universidade...


El objetivo de este estudio fue investigar la opinión de la gerencia, de la Universidad Federal de São João del-Rei (UFSJ), sobre los impactos producidos en la ciudad de San Juan y en sus vidas que se produjeron desde la entidad suscribe el Programa de Reestructuración y Expansión las Universidades federales (REUNI). Fue adoptado como una referencia a la psicología ambiental, que tiene como objetivo investigar la interrelación entre el hombre y el contexto físico y social. El método de investigación fue cualitativa, con la realización de entrevistas semi estructuradas con cuatro gerentes. Los participantes describieron los cambios en la Universidad, la ciudad y las exigencias de su trabajo. El proceso de expansión se presenta y se relaciona con la realidad particular de UFSJ y forma de la ciudad. En este sentido, existe una necesidad de comprender mejor el fenómeno de la expansión de la ampliación de la investigación y hacer frente a otros grupos de la ciudad y la Universidad...


This research aimed to investigate the opinion of managers, of the Federal University of São João del-Rei (UFSJ), about the impacts produced by adhesion of the institution to the Support Program Restructuring and Expansion of Federal Universities Plans (REUNI), in the life of them in university terms and in the city. The theoretical framework is that of environmental psychology that aims to investigate the inter-relationship between man and his physical and social context. The qualitative method was used to conduct semi-structured interviews with four managers from the University. Participants described their opinion about the changes in the University, the city and the demands of their work. The expansion process was presented in particular ways and related to the reality of UFSJ and city. Finally, there is the need to better understand the phenomenon of expansion extending the research and addressing other groups in the city and the university...


Assuntos
Humanos , Alteração Ambiental , Universidades/tendências
9.
Acta colomb. psicol ; 17(1): 105-118, ene.-jun. 2014. ilus, tab
Artigo em Espanhol | LILACS | ID: lil-715214

RESUMO

Este estudio explora la percepción de habitantes de la ciudad de Bogotá (Colombia) sobre el estado actual del medio ambiente a nivel local, nacional y global, y la prospectiva de cómo estará en el futuro, con el propósito de servir de guía para el desarrollo de los componentes educativos de educación ambiental a la ciudadanía. Igualmente, indaga por la atribución de la responsabilidad del manejo del medio ambiente a futuro. Participaron un total de 118 personas, hombres y mujeres mayores de 18 años, con distintos niveles de formación escolar. El estudio utiliza la Escala de Futuro Ambiental de Gifford et al. (2009) a la que se le introducen dos ítems de relevancia para la evaluación del medio ambiente en Colombia, y la Escala de Atribución de Responsabilidad Ambiental de Barros, Pinheiro y Gunther (2010). Los resultados muestran un pesimismo moderado a nivel nacional, y alto para el caso internacional y local. En cuanto a la atribución de responsabilidad, se identifica un locus de control externo en las causas del deterioro ambiental, siendo los principales agentes mencionados, otras personas y el gobierno nacional. Se discuten los hallazgos en términos de su comparación con estudios de las mismas temáticas en otros lugares del mundo, y sus implicaciones para la promoción del comportamiento proambiental y la atribución de responsabilidad de los bogotanos, así como sobre la contextualización de los medios de comunicación en la valoración del estado del ambiente.


This study explores the perception of citizens of the city of Bogota (Colombia) on the current state of the environment at local, national and global level, and the prospect of what it will be in the future, in order to provide guidance for the development of environmental components of citizenship education. It also investigates the allocation of responsibility for environmental management in the future. Participants were 118 people, men and women aged over 18 years with different levels of schooling. The instruments used were the Environmental Future Scale by Gifford et al. (2009) to which two items relevant to the assessment of the environment in Colombia were incorporated, and the Allocation Scale for Environmental Responsibility by Barros, Pinheiro and Gunther (2010). Results showed moderate pessimism for the national level, and high for the international and local case. Regarding the allocation of responsibility, an external locus of control was identified in terms of the causes of environmental degradation, where the main actors mentioned were other people and the national government. Findings are discussed in terms of a comparison with similar studies elsewhere in the world and of its implications for promoting proenvironmental behavior and the attribution of responsibility on the part of the citizens of Bogota, as well as the effect of the media assessing the state of the environment.


Este estudo explora a percepção de habitantes da cidade de Bogotá, na Colômbia, sobre o estado atual do meio ambiente a nível local, nacional e global, e a prospectiva de como estará no futuro, com o propósito de servir de guia para o desenvolvimento dos componentes educativos de educação ambiental aos cidadãos. Da mesma forma, indaga sobre a atribuição da responsabilidade do manejo do meio ambiente a futuro. Participaram um total de 118 pessoas, homens e mulheres, maiores de 18 anos, com diferentes níveis de formação escolar. O estudo utiliza a Escala de Futuro Ambiental de Gifford et al. (2009) com intens relevantes introduzidos para a avaliação do meio ambiente na Colômbia, e a Escala de Atribuição de Responsabilidade Ambiental de Barros, Pinheiro e Gunther (2010). Os resultados mostram um pessimismo moderado a nível nacional, e alto para o caso internacional e local. Com respeito a atribuição de responsabilidade, identifica-se um locus de controle externo nas causas do deterioro ambiental, sendo os principais agentes mencionados, outras pessoas e o governo nacional. Discutem-se os descobrimentos em termos comparativos com estudos com a mesma temática em outros lugares do mundo, e suas implicações para a promoção do comportamento pró-ambiental e a atribuição de responsabilidade dos bogotanos, bem como sobre a contextualização dos meios de comunicação na avaliação do estado do ambiente.


Assuntos
Humanos , Adulto , Alteração Ambiental , Estatísticas Ambientais
10.
Recife; s.n; 2014. 80 p. ilus.
Tese em Português | LILACS | ID: lil-750259

RESUMO

Este estudo objetiva analisar o sofrimento social e sua relação com o processo de desterritorialização dos moradores da Ilha de Tatuoca, Ipojuca - PE. A pesquisa foi realizada com as pessoas ainda residentes na Ilha de Tatuoca. Diante da complexidade dos impactos que os empreendimentos do Complexo Industrial de Suape apresenta, optou-se por valorizar a subjetividade da população nativa atingida, considerando seu sofrimento psíquico e social relacionados ao processo de desterritorialização. Trata-se de um estudo de caso, com abordagem qualitativa, de cunho interpretativo - exploratório, que utilizou entrevista semi-estruturada e observação participante para coleta dos dados; e foram analisados com a técnica de análise de conteúdo. Como resultados, obteve-se que a maioria dos moradores nasceu em Tatuoca e relata uma vida tranquila, destacando o local como um paraíso, o que evidencia a relação de identidade com o lugar. As principais atividades econômicas relacionava-se ao mangue, a pesca e a agricultura para subsistência. Após a inserção do Complexo Industrial de Suape naquela região, a população da Ilha de Tatuoca iniciou o processo de desterritorialização e acarretou nas seguintes mudanças: a extinção de recursos naturais, desemprego, violência, invisibilidade e promessas não cumpridas. Esta situação fez transparecer um sentimento de revolta e resignação, pois são colocados como meros observadores de tudo que tem acometido e alterado seu modo de viver. As repercussões em suas vidas se traduzem na impossibilidade de estabelecer laços simbólicos e afetivos com o lugar, devido a perda de acesso à terra. Este contexto gera sentimento de humilhação e depreciação, trazendo uma carga de sofrimento para suas vidas...


This study aims to analyze the social suffering and its relationship with the process ofdeterritorialization of the residents of the Tatuoca Island, Ipojuca - PE. The researchwas conducted with the Tatuoca Island inhabitant. Facing the complexity of theimpacts that the Suape Port and Industrial Complex enterprises has shown, we havechosen to highlight the subjectivity of the affected native population, considering theirpsychological and social suffering related to the process of deterritorialization. This isa case study based on a qualitative, interpretive and exploratory approach whichused semi-structured interviews and participant observation for data collection, thatwere analyzed by the content analysis technique. As results, we have found that themost residents were born at Tatuoca and had a quiet life, highlighting the place as aparadise, what show the identity relationship with the place. Their main economicactivities were related to the mangroves, fisheries and agriculture for subsistence.After the insertion of the Suape Port and Industrial Complex in that region, thepopulation of the Tatuoca Island started his deterritorialization process, with changesas: the extinction of natural resources, unemployment, violence, invisibility andunfulfilled promises. This situation led to transpire a sense of rebellion andresignation, as they are placed as mere observers of everything that has affectedand changed their way of living. The repercussion on their lives translates theimpossibility to establish symbolic and emotional ties with the place, due to their lossof access to the land. This context generate a felling of humiliation and depreciation,bringing a burden of suffering for their lives...


Assuntos
Humanos , Saúde Ambiental , Meio Ambiente , Estresse Psicológico , Desenvolvimento Sustentável , Territorialidade , Alteração Ambiental , Conhecimentos, Atitudes e Prática em Saúde , Nível de Saúde , Zonas Industriais , Desenvolvimento Industrial , Fatores Socioeconômicos
11.
Pesqui. vet. bras ; 33(6): 826-830, June 2013. ilus, tab
Artigo em Inglês | LILACS | ID: lil-680802

RESUMO

The purpose of this research was to evaluate the effects of evaporative cooling in freestall on mastitis occurrence, milk production, and composition, as well as cortisol, T3 (triiodothyronine), and T4 (thyroxin) levels in lactating dairy cows. Twenty-eight multiparous cows averaging 70 ± 10 day postpartum were used in four treatments from January to March 2003. The treatments were: Day (cooling from 7:00 a.m. to 7:00 p.m.); Night (cooling from 7:00 p.m. to 7:00 a.m.); 24-hour (cooling 24-hour); and Control (no cooling). Wired cup test was used for clinical mastitis diagnosis, and the California Mastitis Test (CMT) was used to identify subclinical mastitis. Blood and milk samples were taken weekly for microbiological and hormonal analyses. The cortisol levels were higher than normal values in all treatment groups, suggesting stress conditions, but T3 and T4 levels remained normal in all groups. The occurrence of subclinical mastitis was lower in Day and Night groups than in Control and 24-hour groups. Regarding the microbiological analyses, in all groups the isolation of Corynebacterium sp. from milk samples increased while negative coagulase staphylococci (CNS) declined as etiological agents of subclinical mastitis. However, in Day and 24-hour groups, coagulase positive staphylococci (CPS) increased mainly Staphylococcus aureus (49.8% and 47.7% respectively). The Night group showed a decrease in subclinical mastitis occurrences. Our data indicate that all animals subjected to treatments presented high levels of cortisol, indicating a stress condition. The Night treatment presented a reduction in microbial isolation, suggesting a reduced susceptibility to mastitis.


O trabalho teve como objetivo avaliar a eficiência do sistema de resfriamento adiabático evaporativo, acionado em diferentes horários, em instalação do tipo freestall e seus reflexos sobre a ocorrência de mastite, produção e composição do leite e respostas hormonais de vacas em lactação. Foram utilizadas 28 vacas em lactação (70±10 dias), multíparas, das raças Holandesa Preta e Branca e Pardo Suíça, com produção média diária de 23±2,3 kg leite/dia. O período experimental de 56 dias teve início em 20 de janeiro de 2003. Os tratamentos foram: Controle (sem resfriamento); Dia (resfriamento 7 as 19 h); Noite (resfriamento 19 às 7 h) e 24 horas (resfriamento durante 24 h). A temperatura de bulbo seco (TBS), umidade relativa do ar (UR) e a temperatura de globo negro (TGN) foram mensuradas ao longo das 24 horas. A ordenha foi realizada às 7 h e 19 h. Amostragens semanais de leite e sangue foram realizadas para análise da composição do leite (gordura, proteína, lactose e contagem de células somáticas) e determinações hormonais de cortisol, tiroxina (T4) e triiodotironina (T3). Para avaliação da ocorrência de mastite clínica e subclínica foram feitos exames semanais de TAMIS (caneca de fundo preto) e California Mastitis Test (CMT). Foram colhidas amostras de leite de todos os quartos para identificação microbiológica dos agentes causais da mastite. O tratamento Dia diminuiu (P<0,05) a temperatura do freestall em 5,3°C às 12h e em 3,5°C às 14h em relação ao grupo Controle. A umidade relativa esteve elevada (P<0,05) às 7h no tratamento Noite e às 12h, 14h e 21h no tratamento Dia. Os maiores valores de ITU foram registrados no tratamento Noite às 12h, 14h e 21h. Não foram observadas diferenças entre os tratamentos (P>0,05) para a produção e composição do leite. Nos animais do tratamento Os níveis de cortisol mostraram-se acima (P<0,05) dos níveis normais em todos os tratamentos. Já os teores de T3 e T4 estiveram dentro da faixa de normalidade. Na fase pré-experimental a maior frequência de isolamento bacteriano foi para Staphylococcus coagulase negativa. No tratamento noite e dia, houve uma diminuição na proporção de casos positivos de mastite subclínica da fase pré-experimental em relação à última semana da fase experimental. Na última semana da fase experimental houve uma diminuição de Staphylococcus coagulase negativa e aumento da ocorrência de Corynebacterium sp.


Assuntos
Animais , Feminino , Bovinos , Infecções/veterinária , Leite/química , Leite , Mastite Bovina/diagnóstico , Mastite Bovina/patologia , Corynebacterium/virologia , Alteração Ambiental , Hormônios Tireóideos/química , Staphylococcus/virologia
13.
Rev. peru. epidemiol. (Online) ; 17(1): 1-9, ene.-abr. 2013. tab
Artigo em Espanhol | LILACS, LIPECS | ID: lil-706050

RESUMO

Los problemas ambientales en el Per están afectando de manera creciente a la salud y la productividad de la población nacional, especialmente a la que vive en condiciones de pobreza, y amenaza el bienestar de las generaciones futuras. El objetivo de este artículo es llamar la atención de la comunidad académica, vinculada con la Salud Pública, sobre la importancia de su participación responsable en el análisis y debate sobre las respuestas sociales a tales problemas. Para ello, se presentan los resultados de los principales estudios realizados sobre el diagnóstico ambiental en el Perú y los desafíos ambientales que la sociedad nacional tiene que enfrentar en el siglo XXI, así como las nuevas intenciones gubernamentales que sobre el tema se han formalizado en la Política Nacional del Ambiente (2009) y en el Plan Nacional de Acción Ambiental 2011-2021. Finalmente, se comenta que si bien en la última á cada, la normatividad sobre la cuestión ambiental ha tenido avances en el país – particularmente después de la Conferencia de Río de Janeiro sobre Medio Ambiente y Desarrollo (1992) –, los mismos se han mostrado insuficientes para enfrentar de manera apropiada y efectiva a los problemas ambientales existentes. Una de las razones de tal insuficiencia es que en el país aún no se cuenta con la voluntad política y las capacidades necesarias para poner en marcha políticas de desarrollo sostenible realmente efectivas, aun cuando ‚éstas se encuentren formalizadas jur¡dicamente. Insuficiencia aparentemente contradictoria en un Estado de Derecho, pero que es legitimada en el discurso oficial cotidiano, en un contexto donde esas políticas ambientales – al igual que las sociales – están subordinadas a políticas económicas orientadas por un estilo de desarrollo de libre comercio, dominante en un mundo en proceso de globalización, que impone patrones de producción y consumo que ejercen presiones excesivas sobre los recursos naturales.


The environmental problems in Peru are increasingly affecting the health and productivity of the national population, especially those living in poverty, and threaten the welfare of future generations. The aim of this article is to draw attention of the academic community, linked to public health, about the importance of responsible participation in the analysis and debate on social responses to such problems. To do this, we present the results of major studies on the environmental assessment in Peru and environmental challenges that the national society has to face in the twenty-first century, and the new government intentions that have been formalized in the National Environmental Policy (2009) and the National Environmental Action Plan 2011-2021. Finally, it is said that while in the past decade, the regulations on environmental issues has made progress in the country (particularly after the Rio Conference on Environment and Development, 1992), they have proved to be insufficient in order to deal appropriately and effectively to environmental problems. One of the reasons for this failure is that the country still lacks policies and the skills to implement sustainable development policies really effective, even if they are legally formalized. Failure seemingly contradictory rule of law, but that is legitimized in the official daily, in a context where these environmental policies (as well as social) are subordinated to economic policies aimed at developing a style of free trade, dominant a world of globalization, which requires production and consumption patterns that exert excessive pressure on natural resources.


Assuntos
Humanos , Qualidade Ambiental , Alteração Ambiental , Poluição Ambiental , Doença Ambiental , Saúde Ambiental , Saúde Pública
14.
Ecología Austral ; 23(3): 184-193, 2013. tab, graf
Artigo em Espanhol | LILACS, MOSAICO - Saúde integrativa | ID: biblio-877588

RESUMO

En este trabajo analizamos dos estudios de caso patagónicos que muestran la percepción de pobladores rurales acerca de los cambios ambientales y las soluciones locales, la flexibilidad de conocimientos y las prácticas en el uso de vegetales sustanciales para la vida cotidiana: las plantas leñateras y las medicinales. Se realizaron entrevistas semi-estructuradas y libres en comunidades pequeñas de ascendencia criolla y Mapuche- Tehuelche en la meseta de la provincia de Chubut (Lagunita Salada y El Escorial) y de Río Negro (Pilquiniyeu del Limay). Se evaluó la percepción de los cambios ambientales en en relación al uso de plantas combustibles y medicinales. Se relevó la utilización actual de 45 especies medicinales (46% exóticas) y 27 especies combustibles (18% exóticas). Los resultados sugieren que los pobladores, dentro del abanico de posibilidades, aplican sus saberes tradicionales con innovaciones tales como las forestaciones peridomésticas o los invernaderos, en donde se observa la utilización de especies útiles de origen exótico que generan indirectamente una menor presión sobre los recursos nativos. Estas soluciones locales indican procesos de resiliencia, desarrollados en un corto período de tiempo, articulando el conocimiento ecológico tradicional con las nuevas circunstancias socio-ambientales.


Assuntos
Humanos , Ecologia , Alteração Ambiental , Plantas Medicinais , População Rural , Argentina , Etnobotânica
15.
In. Rocha, Cecília; Burlandy, Luciene; Magalhães, Rosana. Segurança alimentar e nutricional: perspectivas, aprendizados e desafios para as políticas públicas. Rio de Janeiro, Editora Fiocruz, 2013. p.69-88, tab.
Monografia em Português | LILACS | ID: lil-711488
16.
Neotrop. ichthyol ; 10(3): 643-652, Sept. 2012. ilus, tab
Artigo em Inglês | LILACS | ID: lil-653602

RESUMO

Studies on fish assemblages in streams point out, that understanding the relationship between species and their environment is crucial for conservation. The present study aimed at evaluating the effects of changes in abiotic variables on the composition and structure of fish assemblages in Neotropical urban streams from southern Brazil with different levels of urbanization. The composition and structure of fish assemblages showed significant differences along the urbanization gradient observed in the streams. Tolerant and non-native species were found in more urbanized sites. A matrix correlation revealed a relationship between abiotic variables and the spatial pattern of structure and composition of fish assemblages. Abiotic variables, such as total phosphorus, dissolved oxygen, and conductivity, determined the distribution of fish assemblages. Streams without urban influence exhibited intrinsically low species richness, suggesting that they are highly susceptible to species loss and diversity reduction. Thus, changes in water quality or hydrological conditions induced by urbanization may intensify these impacts.


Estudos sobre as assembleias de peixes em riachos têm enfatizado que a compreensão da relação entre as espécies e seu ambiente é crucial para a conservação das espécies. O objetivo deste estudo foi avaliar os efeitos de alterações nas variáveis abióticas sobre a composição e estrutura das assembleias de peixes em riachos urbanos com diferentes percentuais de urbanização no Brasil. A composição e estrutura das assembleias de peixes mostraram diferenças significativas ao longo do gradiente de urbanização dos riachos. Espécies tolerantes e não-nativas foram encontradas em locais mais urbanizados. A análise de correlação de matrizes indicou uma relação entre as variáveis abióticas e do arranjo espacial da estrutura e composição nas assembleias de peixes. Variáveis abióticas, tais como fósforo total, oxigênio dissolvido e condutividade, determinaram a distribuição das assembleias de peixes. Riachos sem influência urbana exibem naturalmente baixa riqueza específica, sugerindo ser suscetíveis à perda de espécies e redução da diversidade. Assim, mudanças induzidas pela urbanização na qualidade da água ou no regime hidrológico podem exacerbar esses impactos.


Assuntos
Animais , Alteração Ambiental , Fatores Abióticos/análise , Peixes/crescimento & desenvolvimento , Urbanização/tendências
17.
Neotrop. ichthyol ; 10(3): 675-684, Sept. 2012. ilus, tab
Artigo em Inglês | LILACS | ID: lil-653604

RESUMO

The lack of knowledge of the freshwater ichthyofauna of coastal streams in the State of São Paulo (Brazil) is a cause of concern, as these streams are inserted in the Atlantic forest, a hotspot highly threatened. The aim of the present study is to investigate the freshwater ichthyofauna composition of clear and blackwater streams in a preservation area of Brazilian Atlantic forest. Fish samples were taken using electrofishing. A total of 20 species were registered, with Astyanax ribeirae, Hollandichthys multifasciatus, and Mimagoniates microlepis (Characiformes, Characidae) as the more representative. In general, the observed pattern of occurrence and distribution of fish species varied according to habitat characteristics, due to the longitudinal gradient in clearwaters, and among clearwaters and blackwaters. In clearwater streams, the headwater stretches had lower species diversity, while the opposite occurred in the middle and lower sites. These longitudinal variations of ichthyofauna were related with habitat characteristics (depth, stream flow, and bottom type) in which they were found, since the diversity of habitats was higher in headwaters and lower in downstream reaches (middle and lower sites). The physical and chemical variables of water do not seem to have influenced the distribution of species in clearwater streams, but the clear and blackwater fish composition was influenced mainly by pH concentration. Unlike the spatial differences, significant temporal differences were not registered in fish assemblages, probably due to the absence of a pronounced dry season in the studied region.


A falta de conhecimento dos peixes de água doce em riachos costeiros no estado de São Paulo é preocupante, considerando que estes riachos estão inseridos em um bioma brasileiro extremamente ameaçado, a floresta Atlântica. O objetivo deste trabalho é investigar a composição da ictiofauna de riachos de águas claras e pretas em uma área preservada da Mata Atlântica. A pesca elétrica foi utilizada para amostrar a ictiofauna. Foram coletadas 20 espécies, sendo Astyanax ribeirae, Mimagoniates microlepis e Hollandichthys multifasciatus (Characiformes, Characidae), as mais representativas. De modo geral, o padrão de ocorrência e distribuição da ictiofauna observado variou de acordo com as características dos habitats, tanto no gradiente longitudinal nos riachos de águas claras, quanto entre os riachos de águas claras e o de águas pretas. Nos riachos de águas claras, os trechos de cabeceiras apresentaram riqueza e diversidade de espécies menor, enquanto o inverso ocorreu nos pontos médios e inferiores. Estas variações longitudinais da ictiofauna provavelmente estão associadas às características dos ambientes (profundidade, correnteza e substrato) em que foram encontradas, visto que a diversidade de habitats foi maior nos trechos de cabeceiras e menor nos trechos médios e inferiores. As variáveis físicas e químicas da água parecem não ter influenciado tanto a distribuição das espécies nos riachos de águas claras, porém as diferenças na composição da ictiofauna entre riachos de águas claras e de águas pretas foram influenciadas principalmente pelo pH. Ao contrário das diferenças espaciais, não foram registradas diferenças temporais nas ictiocenoses, provavelmente devido à ausência de um período seco pronunciado na região de estudo.


Assuntos
Animais , Alteração Ambiental , Fauna Aquática/análise , Peixes/crescimento & desenvolvimento , Ambiente Aquático/efeitos adversos , Ecossistema/análise
18.
Braz. j. microbiol ; 43(3): 984-992, July-Sept. 2012. graf, tab
Artigo em Inglês | LILACS | ID: lil-656663

RESUMO

Pseudomonas aeruginosa is an opportunistic microorganism with the ability to respond to a wide variety of environmental changes, exhibiting a high intrinsic resistance to a number of antimicrobial agents. This low susceptibility to antimicrobial substances is primarily due to the low permeability of its outer membrane, efflux mechanisms and the synthesis of enzymes that promote the degradation of these drugs. Cephalosporins, particularty ceftazidime and cefepime are effective against P. aeruginosa, however, its increasing resistance has limited the usage of these antibiotics. Encapsulating antimicrobial drugs into unilamellar liposomes is an approach that has been investigated in order to overcome microorganism resistance. In this study, antimicrobial activity of liposomal ceftazidime and cefepime against P. aeruginosa ATCC 27853 and P. aeruginosa SPM-1 was compared to that of the free drugs. Liposomal characterization included diameter, encapsulation efficiency and stability. Minimum Inhibitory Concentration (MIC) was determined for free and liposomal forms of both drugs. Minimum Bactericidal Concentration (MBC) was determined at concentrations 1, 2 and 4 times MIC. Average diameter of liposomes was 131.88 nm and encapsulation efficiency for cefepime and ceftazidime were 2.29% end 5.77%, respectively. Improved stability was obtained when liposome formulations were prepared with a 50% molar ratio for cholesterol in relation to the phospholipid. MIC for liposomal antibiotics for both drugs were 50% lower than that of the free drug, demonstrating that liposomal drug delivery systems may contribute to increase the antibacterial activity of these drugs.


Assuntos
Humanos , Antibacterianos/análise , Permeabilidade da Membrana Celular , Suscetibilidade a Doenças , Resistência Microbiana a Medicamentos , Técnicas In Vitro , Lipossomas Unilamelares/análise , Lipossomas Unilamelares/isolamento & purificação , Infecções por Pseudomonas , Pseudomonas aeruginosa/isolamento & purificação , Alteração Ambiental , Métodos , Permeabilidade
19.
Neotrop. ichthyol ; 10(1): 205-214, 2012. ilus, mapas, tab
Artigo em Inglês | LILACS | ID: lil-624082

RESUMO

The aim of this study was to verify whether taxonomic and functional composition of stream fishes vary under three different preservation conditions of riparian zone: preserved (PRE), intermediate condition (INT), and degraded (DEG). Five stream stretches representing each condition were selected. Samples were taken from each stream in three occasions during the dry seasons from 2004 to 2007. Electro fishing (PRE and INT), sieves, dip nets, and hand seines (DEG) were used according to the characteristics of each sampled site. Overall, 46 species were registered. Differences in the taxonomic and functional species composition among groups were found, following the condition of riparian zones. The ichthyofauna recorded in the PRE was typical to pristine environments, consisting of species with specialized habits, notably benthic insectivores, intolerant, and rheophilics. In the INT group, replacement of riparian forest with shrubs and/or grasses created environmental conditions which favor the occurrence of tolerant species but also harbor a residual fauna of sensitive species. DEG streams presented mostly detritivores, tolerant, small sized fishes which occupy the surface and preferred slow water flux. Changes in the species composition were represented by the occurrence and dominance of tolerant species in detriment of the more sensitive and specialist species, following the gradient of degradation in the riparian zone. Forested streams act as unique habitats to many specialized species and it can be presumable that the degradation of riparian vegetation can generate biotic homogenization which may reduce species diversity and ecosystem services.


O presente estudo verificou se a composição taxonômica e funcional de peixes de riachos varia ao longo de três condições de preservação da zona ripária: preservada (PRE), preservação intermediária (INT) e degradada (DEG). Cinco riachos de cada grupo foram selecionados e amostras foram obtidas em cada riacho em três ocasiões em períodos secos de 2004 a 2007. Pesca elétrica (PRE e INT), peneiras, puçás e redes de arrasto (DEG) foram usados de acordo com as características de cada local de coleta. No geral, 46 espécies foram registradas. Foram registradas diferenças na composição taxonômica e funcional de espécies entre os grupos, seguindo o gradiente de degradação da zona ripária. A ictiofauna encontrada em PRE foi típica de ambientes prístinos, consistindo em espécies de hábitos especializados, notavelmente bentônicas, insetívoras, intolerantes e reofílicas. No grupo INT, a substituição da floresta ripária por herbáceas ou gramíneas cria condições ambientais que favorecem a ocorrência de espécies tolerantes, mas também abriga uma fauna residual de espécies sensíveis. O grupo DEG foi representado principalmente por espécies detritívoras, tolerantes e de superfície. As modificações na composição de espécies foram representadas pela ocorrência e dominância de espécies tolerantes em detrimento da redução/eliminação daquelas mais sensíveis e especializadas, acompanhando o gradiente de degradação da zona ripária. Riachos florestados representam hábitats únicos para muitas espécies especializadas, sendo presumível esperar que a degradação da vegetação ripária cause homogeneização biótica que, por sua vez, pode reduzir a diversidade de espécies e os serviços ecossistêmicos.


Assuntos
Animais , Biota , Classificação/métodos , Alteração Ambiental , Peixes/crescimento & desenvolvimento , Correntes de Água/análise
20.
Neotrop. ichthyol ; 10(2): 439-444, 2012. tab
Artigo em Inglês | LILACS | ID: lil-640802

RESUMO

The influence of tank color on the visual perception of fish larvae and the success of their cultivation depends on the characteristics of each species combined with environmental factors. In this study, we determined the effect of light and dark tank colors on the larviculture of pacamã (Lophiosilurusalexandri), a species with a benthonic habit, and curimatá-pioa (Prochilodus costatus), which swims actively in the water column. Larvae of pacamã and curimatá-pioa were cultivated for 10 days in 5-L tanks, at a density of 15 larvae L-1 and luminosity of 141.7 ± 8.95 lux, and fed Artemia nauplii. Four tank colors were used: green, light blue, brown, and black (with four replications). Survival, biomass and Fulton's condition factor for pacamã larvae were similar in the different colored tanks. However, the larvae in the green tanks showed lower weight than those cultivated in black and brown tanks, as well as shorter total length than that of larvae in the brown-colored tanks. These results are probably due to the association between tank color and benthonic habitat of the pacamã. For the curimatá-pioa, survival and biomass were similar for the different colors. The weight and Fulton's condition factor were higher for the larvae cultivated in green and blue tanks. This result could be associated with the adaptation of curimatá-pioa larvae to active swimming in the water column, searching for prey.


A interferência da cor do tanque na percepção visual da larva de peixe e no sucesso do seu cultivo depende da caraterística de cada espécie combinada com fatores ambientais. Neste estudo foi investigado o efeito de tanques de cores claras e escuras na larvicultura do pacamã Lophiosilurusalexandri, espécie de hábito bentônico, e, curimatá-pioa Prochilodus costatus, que nada ativamente na coluna da água. Larvas de pacamã e de curimatá-pioa foram cultivadas por 10 dias, em tanques contendo 5 L de água, a uma densidade de 15 larvas L-1, luminosidade de 141.7 ± 8.95 lux, alimentados com náuplios de Artemia. Quatro cores de tanques foram usadas: verde e azul claras, marrom e preta (com quatro repetições). Para as larvas de pacamã, a sobrevivência, biomassa e o fator de condição de Fulton foram similares entre os tanques de diferentes cores. Entretanto, as larvas nos tanques verdes apresentara um peso menor do que as cultivadas nos tanques de cor preta e marrom, assim como um menor comprimento total, que as larvas cultivadas em tanque marrom. Estes resultados provavelmente têm origem da associação da cor do tanque com o hábito bentônico do pacamã. Para o curimatá-pioa, a sobrevivência e a biomassa foram similares entre as cores. O peso e o fator de condição de Fulton foram maiores para as larvas cultivadas nos tanques de cor verde e azul, seguidas pelo marrom e preto. Este resultado pode estar associado a adaptação das larvas de curimatá-pioa a natação ativa na coluna da água à procura de presa.


Assuntos
Animais , Caraciformes/crescimento & desenvolvimento , Estimulação Luminosa/efeitos adversos , Larva/crescimento & desenvolvimento , Peixes-Gato/crescimento & desenvolvimento , Alteração Ambiental , Especificidade da Espécie
SELEÇÃO DE REFERÊNCIAS
DETALHE DA PESQUISA