Your browser doesn't support javascript.
loading
Show: 20 | 50 | 100
Results 1 - 20 de 23
Filter
1.
Surg. cosmet. dermatol. (Impr.) ; 15: e20230207, 2023.
Article in Portuguese | LILACS-Express | LILACS | ID: biblio-1438324

ABSTRACT

O extrato de Polypodium leucotomos foi inicialmente descrito na literatura internacional há 55 anos, demonstrando ação anti-inflamatória em dermatoses como vitiligo e psoríase. Atualmente, está disponível como fotoprotetor oral e tópico em mais de 26 países e é utilizado na prevenção e no tratamento de dermatoses decorrentes da radiação solar, como erupção polimorfa à luz, melasma, queratoses actínicas, câncer de pele, fotoenvelhecimento, entre outras. No Brasil, o extrato patenteado das folhas de Polypodium leucotomos foi registrado pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) como medicamento em 2012. Decorridos 10 anos de sua introdução no Brasil, sua recomendação por dermatologistas brasileiros está consagrada e será apresentada neste artigo


Polypodium leucotomos extract was first described in the literature 55 years ago, demonstrating anti-inflammatory action in dermatoses such as vitiligo and psoriasis. It is currently available as an oral and topical photoprotection agent in more than 26 countries to prevent and treat dermatoses resulting from solar radiation, such as polymorphous light eruption, melasma, actinic keratoses, skin cancer, and photoaging, among others. In Brazil, ANVISA registered the patented Polypodium leucotomos extract in 2012. After 10 years of its launch, its recommendation by Braziliandermatologists is well established and is presented in this review paper

2.
Rev. Ciênc. Méd. Biol. (Impr.) ; 21(3): 580-592, 20221229. tab, ilus
Article in Portuguese | LILACS | ID: biblio-1416300

ABSTRACT

Introdução: os efeitos deletérios da radiação ultravioleta (UV) sobre os tecidos labiais podem desencadear diversas lesões, inclusive de caráter maligno. A utilização de produtos fotoprotetores tem sido a melhor opção contra os efeitos nocivos dessa radiação. Diversas marcas de fotoprotetores labiais (FPL) estão disponíveis no mercado, onde o consumo é diretamente influenciado por qualidade e preço. Objetivo: analisar e comparar FPLs disponíveis em farmácias quanto à composição, ao preço e às características de rotulagem, segundo regulamentações da ANVISA. Metodologia: foi realizado estudo descritivo, que avaliou FPLs, quanto a FPS, indicação, constituintes químicos, FPUVA, preço e rótulo. Informações sobre as substâncias presentes e suas funções foram obtidas no INCI (Comissão Europeia), e os filtros solares foram identificados na INN (Organização Mundial da Saúde). As avaliações de rotulagem foram baseadas nas Resoluções da Diretoria Colegiada da ANVISA de nº 30/12, nº 7/15 e nº 69/16. Resultados: dezessete FPLs foram avaliados. Cinco apresentaram FPS 15; três, FPS 20; seis, FPS 30; e três, FPS 50. Dez filtros UV foram identificados, estando o Ethylhexyl Methoxycinnamate presente em maior número de FPLs. Doze produtos informaram ter proteção UVA. As características dos rótulos se encontravam dentro das determinações da ANVISA, na grande maioria dos casos. Houve alta variação do preço. Conclusão: a partir deste estudo, foi possível conhecer mais sobre a composição e as características dos FPL, principalmente sobre FPS e FPUVA, bem como se estão de acordo com as normas estabelecidas pela ANVISA, propiciando um maior conhecimento dos produtos que estão sendo comercializados.


Introduction: the deleterious effects of ultraviolet (UV) radiation on lip tissues can trigger several lesions, including malignant ones. The use of photoprotective products has been the best option against the harmful effects of this radiation. Several brands of lip sunscreens (FPL) are available on the market, where consumption is directly influenced by quality and price. Objective: to analyze and compare SPFs available in pharmacies in terms of composition, price and labeling characteristics, according to ANVISA regulations. Methodology: a descriptive study was carried out, which evaluated FPLs, in terms of SPF, indication, chemical constituents, PPD, price and label. Information on the substances present and their functions were obtained from the INCI (European Commission), and the sunscreens were identified from the INN (World Health Organization). The labeling evaluations were based on the Resolutions of the Collegiate Board of Directors of ANVISA No. 30/12, No. 7/15 and No. 69/16. Results: seventeen FPLs were evaluated. Five had SPF 15; three, SPF 20; six, SPF 30; and three, SPF 50. Ten UV filters were identified, with Ethylhexyl Methoxycinnamate present in the highest number of FPLs. Twelve products reported having UV protection. The characteristics of the labels were within the determinations of ANVISA, in the vast majority of cases. There was a high price variation. Conclusion: from this study, it was possible to know more about the composition and characteristics of FPL, mainly about SPF and UV, as well as whether they are in accordance with the standards established by ANVISA, providing a greater knowledge of the products that are being marketed.


Subject(s)
Sunscreening Agents , Cosmetics , Brazilian Health Surveillance Agency , Lip Products , Sun Protection Factor , Epidemiology, Descriptive
3.
Rev. colomb. ciencias quim. farm ; 51(2): 557-588, mayo-ago. 2022. tab, graf
Article in Portuguese | LILACS-Express | LILACS | ID: biblio-1431778

ABSTRACT

RESUMO Introdução: Os compostos fenólicos, devido a sua estrutura química, possuem a capacidade de absorver a energia ultravioleta e reduzir a formação de radicais livres. Objetivo: Avaliar a atividade fotoprotetora e antioxidante de compostos fenólicos a partir da observação de resultados in vitro e verificar a importância do uso de modelos biológicos nessa perspectiva. Metodologia: Foi realizada uma pesquisa de artigos publicados, na base de dados Pubmed, entre 2010 e 2020, que atendessem aos objetivos deste trabalho, 44 artigos foram selecionados. Resultados: Os métodos instrumentais utilizados para avaliação da atividade fotoprotetora apresentaram boa correlação in vivo e mostram-se rápidos e eficazes na determinação do fator de proteção solar. Além desses, têm-se aplicado métodos biológicos para a avaliação de aspectos que não são mensurados por métodos físico-químicos, relacionado aos danos ao DNA, decorrentes da exposição solar. Para a avaliação da atividade antioxidante, o método do radical DPPH foi empregado em 92,6 % dos estudos analisados e foi observado que os antioxidantes podem incrementar a proteção solar e, ainda, auxiliar na estabilidade de filtros solares sintéticos. Conclusão: Os compostos fenólicos, especialmente aqueles com propriedades antioxidantes, podem ser utilizados como agentes fotoprotetores em formulações tópicas para reduzir os danos à pele induzidos pela radiação UV.


SUMMARY Introduction: Phenolic compounds, due to their chemical structure, can absorb ultraviolet energy and reduce the formation of free radicals. Aim: To evaluate the photoprotective and antioxidant activity of phenolic compounds from the observation of in vitro results and to verify the importance of the use of biological models in this perspective. Methodology: A search for articles published in the Pubmed database was carried out between 2010 and 2020, which met the objectives of this work, 44 articles were selected. Results: According to the literature, the instrumental methods used to assess independent photoprotective activity, good correlation in vivo, and demonstrating rapid and effective determination of the sun protection factor. In addition to these, biological methods have been provided for the evaluation of aspects not measured by physical-chemical methods, related to DNA damage, resulting from sun exposure. For the evaluation of antioxidant activity, the DPPH radical method was registered in 92.6 % of published studies and it was observed that antioxidants can increase sun protection and also help in the stability of synthetic sunscreens. Conclusion: Phenolic compounds, especially with antioxidant properties, can be used as photoprotective agents in topical formulations to reduce skin damage induced by UV radiation.


RESUMEN Introducción: Los compuestos fenólicos, por su estructura química, tienen la capacidad de absorber la energía ultravioleta y reducir la formación de radicales libres. Objetivo: Evaluar la actividad fotoprotectora y antioxidante de compuestos fenólicos a partir de la observación de resultados in vitro y comprobar la importancia del uso de modelos biológicos en esta perspectiva. Metodología: Se realizó una búsqueda de artículos publicados en la base de datos Pubmed entre 2010 y 2020, que cumplieron con los objetivos de este trabajo, se seleccionaron 44 artículos. Resultados: Los métodos instrumentales utilizados para evaluar la actividad fotoprotectora mostraron una buena correlación in vivo y demostraron ser rápidos y eficientes en la determinación del factor de protección solar. Además de estos, se aplicaron métodos biológicos para evaluar aspectos no medidos por métodos físico-químicos, relacionados con el daño en el ADN por exposición solar. Para la evaluación de la actividad antioxidante se utilizó el método radical DPPH en el 92,6% de los estudios analizados y se observó que los antioxidantes pueden aumentar la protección solar y también ayudar en la estabilidad de los protectores solares sintéticos. Conclusión: Los compuestos fenólicos, especialmente aquellos con propiedades antioxidantes, pueden utilizarse como agentes fotoprotectores en formulaciones tópicas para reducir el daño cutáneo inducido por la radiación UV.

4.
Rev. Ciênc. Méd. Biol. (Impr.) ; 20(1): 5-13, maio 5, 2021. tab, fig
Article in English | LILACS | ID: biblio-1354757

ABSTRACT

Introduction: sunscreen is a cosmetic used to protect human skin from the deleterious effects of UV radiation and thus minimize the risks of developing skin cancer. Extracts produced from fruits, such as Abiu, Guava, Rambutan and Grape, have significant concentrations of chromophores and phenolic substances that have the ability to absorb UV light and neutralize free radicals. The production of cosmetics from naturally occurring substances with such activities will be of great importance for Brazilian industry and could reduce the cost of production, given the large existing biodiversity in the country. Objectives: carry out a patent search for formulations and cosmetic products that contains phenolic rich fruit extracts as photoprotective and antioxidant bioactives. Methodology: a survey of patents was carried out in the database of the National Institute of Intellectual Property (INPI) and the European Patent Office (EPO), covering a time period between 2008 and 2018, using a combination of keywords related to herbal cosmetics and sunscreens. Results: this research identifies a significant number of patents related to plant extract in association with sunscreen product, however, no patent filings were identified for cosmetic products containing extracts of the evaluated fruits, either alone or in combination, for photoprotective and antioxidant purposes. Conclusion: the Brazilian and international market for sun care products moves millions to billions of dollars annually and have a significant annual growth prospect. Considering the great biodiversity existing in the country, the production of cosmetics from naturally occurring substances with such activities will be of great importance for the Brazilian industrial sector.


Introdução: os filtros solares são cosméticos usados para proteger a pele humana dos efeitos deletérios da radiação UV e assim, minimizar os riscos de desenvolvimento de câncer de pele. Extratos produzidos a partir de frutos, como Abiu, Goiaba, Rambutan e Uva, têm concentrações significativas de cromóforos e substâncias fenólicas que têm a capacidade de absorver a radiação UV e neutralizar os radicais livres. A produção de cosméticos a partir de substâncias naturais com essas atividades será de grande importância para a indústria brasileira e poderá reduzir o custo de produção, dada a grande biodiversidade existente no país. Objetivos: realizar uma busca de registros de patentes de formulações e produtos cosméticos que contêm extratos de frutos ricos em fenólicos como bioativos fotoprotetores e antioxidantes. Metodologia: foi realizado um levantamento de patentes no banco de dados do Instituto Nacional de Propriedade Intelectual (INPI) e do Escritório Europeu de Patentes (EPO), abrangendo um período de tempo entre 2008 e 2018, utilizando uma combinação de palavras-chave relacionadas a cosméticos à base de plantas e protetores solares. Resultados: esta pesquisa identificou um número significativo de patentes relacionadas ao extrato de plantas em associação ao produto protetor solar, no entanto, não foram identificados pedidos de patente para produtos cosméticos que contenham extratos das frutas avaliadas, isoladamente ou em combinação, para fins fotoprotetores e antioxidantes. Conclusão: o mercado brasileiro e internacional de produtos de proteção solar movimenta milhões a bilhões de dólares anualmente e tem a perspectiva de crescimento anual significativa. Considerando a grande biodiversidade existente no país, a produção de cosméticos a partir de substâncias naturais com essas atividades será de grande importância para o setor industrial brasileiro.


Subject(s)
Plants , Radiation Effects , Sunscreening Agents , Cosmetics , Phenolic Compounds , Sun Protection Factor , Database
5.
Rev. Pesqui. (Univ. Fed. Estado Rio J., Online) ; 13: 249-254, jan.-dez. 2021. tab
Article in English, Portuguese | LILACS, BDENF - Nursing | ID: biblio-1151191

ABSTRACT

Objetivo: estimar a prevalência do uso de fotoproteção e associar aos fatores sociodemográficas, fototipo e fatores de riscos em feirantes. Métodos: trata-se de um estudo transversal com amostra de 150 feirantes cadastrados na Central de Abastecimento do Norte de Minas. Utilizou-se questionário acerca do perfil sociodemográfico, hábitos de exposição solar, medidas de fotoproteção e fatores de risco para neoplasia cutânea. Descreveram-se as frequências simples e porcentagens. A análise bivariada realizou-se por meio do teste qui-quadrado (x²) e Teste Exato de Fisher's. Considerou-se relevância estatística p < 0,05. Resultado: observou-se elevada prevalência do não uso da fotoproteção solar pelos feirantes (50%). Ademais, houve uma associação significativa entre fotoproteção e as variáveis cor dos olhos (p = 0,039), tempo de exposição (p = 0,000), horário de exposição (p = 0,057) e assistência médica (p = 0,005). Conclusão: feirantes de olhos escuros, que se expõem ao sol por mais de 3 horas, o dia inteiro e não procuram assistência médica, não usam fotoproteção


Objective: to estimate the prevalence of photoprotection use and to associate sociodemographic factors, phototype and risk factors in marketers. Methods: this is a cross-sectional study with a sample of 150 marketers registered at the Northern Minas Supply Center. A questionnaire about the sociodemographic profile, habits of sun exposure, measures of photoprotection and risk factors for cutaneous neoplasia was used. Simple frequencies and percentages were described. The bivariate analysis was performed using the chi-square test (x²) and Fisher's Exact Test. Statistical relevance was considered p <0.05. Results: there was a high prevalence of solar photoprotection not being used by farmers (50%). In addition, there was a significant association between photoprotection and the variables eye color (p = 0.039), exposure time (p = 0.000), exposure time (p = 0.057) and medical care (p = 0.005). Conclusion: dark-eyed marketers, who are exposed to the sun for more than 3 hours, all day and do not seek medical attention, do not use photoprotection


Objetivo: estimar la prevalencia del uso de fotoprotección y asociar a los factores sociodemográficos, fototipo y factores de riesgo en feriantes. Métodos: se trata de un estudio transversal con muestra de 150 feriantes registrados en la Central de Abastecimiento del Norte de Minas. Se utilizó un cuestionario sobre el perfil sociodemográfico, hábitos de exposición solar, medidas de fotoprotección y factores de riesgo para neoplasia cutánea. Se describieron las frecuencias simples y porcentajes. El análisis bivariado se realizó por medio de la prueba qui-cuadrado (x²) y la prueba exacta de Fisher's. Se consideró relevancia estadística p <0,05. Resultado: se observó elevada prevalencia del no uso de la fotoprotección solar por los feirantes (50%). Además, hubo una asociación significativa entre fotoprotección y las variables color de los ojos (p = 0,039), tiempo de exposición (p = 0,000), horario de exposición (p = 0,057) y asistencia médica (p = 0,005). Conclusión: los ojos oscuros, que se exponen al sol durante más de 3 horas, todo el día y no buscan asistencia médica, no usan fotoprotección


Subject(s)
Humans , Male , Female , Adult , Middle Aged , Aged , Aged, 80 and over , Primary Prevention , Skin Neoplasms , Ultraviolet Rays , Sunscreening Agents
6.
Surg. cosmet. dermatol. (Impr.) ; 12(1): 67-69, jan.-mar. 2020.
Article in Portuguese | LILACS-Express | LILACS | ID: biblio-1363623

ABSTRACT

Introdução: Fotoproteção é indicada para reduzir a exposição ao dano actínico cutâneo, sendo relevante para a prevenção ao câncer da pele. A face é a área mais irradiada do corpo e é o local mais comum de ocorrência de tumores. Objetivo: Avaliar a quantidade aplicada de fotoprotetor tópico e a cobertura facial obtida por pacientes em seguimento por câncer da pele em uma instituição pública brasileira. Métodos: Estudo quasi-experimental envolvendo 40 pacientes oncológicos cutâneos. Foi solicitado que aplicassem filtro solar em suas faces (da forma como faziam habitualmente), e a quantidade (massa) utilizada foi aferida. Após, os participantes foram fotografados sob a luz de Wood para avaliar a homogeneidade da cobertura e as áreas faciais nas quais a cobertura falhou. Resultados: Quatorze participantes (35%) aplicaram uma quantidade menor do que a recomendada (2mg/cm2). As regiões com as menores coberturas foram as orelhas e a zona "H" da face. Conclusões: A aplicação insuficiente ou heterogênea de filtro solar em face, pescoço e orelhas promove falsa percepção de proteção, podendo acarretar uma exposição irresponsável. Conforme a idade da população e a incidência do câncer da pele aumentam, é essencial estimular a fotoproteção, por meio de informações apropriadas, especialmente entre indivíduos de alto risco.


Introduction: Photoprotection is indicated to reduce the exposure to cutaneous actinic damage and it is important to prevent skin cancer. The face is the most irradiated area of the body and is also where skin cancers most commonly occur. Objective: To evaluate the amount of sunscreen applied and its facial coverage in patients previously diagnosed with skin cancer, treated at a Brazilian public institution. Methods: Quasi-experimental study involving 40 patients undergoing skin cancer follow-up. Participants were asked to apply sunscreen on their face, as usual, and the mass used was measured. After, participants were photographed under Wood's light to evaluate the homogeneity of the sunscreen´s coverage, and facial sunscreen coverage failure. Results: Fourteen (35%) participants applied an estimated amount lower than recommended (2mg/cm2). The regions with smallest coverage were the ears and the "H" area of the face. Conclusions: The insufficient or heterogeneous sunscreen application on face, neck and ears may promote a false perception of protection, leading to irresponsible exposure. As the population ages and the incidence of skin cancers increases, it is essential to stimulate photoprotection, with appropriate information, especially among high-risk individuals

7.
Rev. Bras. Med. Fam. Comunidade (Online) ; 14(41): e1798, fev. 2019. tab
Article in Portuguese | Coleciona SUS, LILACS | ID: biblio-970809

ABSTRACT

Objetivo: Avaliar a fotoproteção dos Agentes Comunitários de Saúde (ACS) de 5 equipes da Estratégia Saúde da Família. Métodos: A casuística consistiu em 56 ACS, os quais foram submetidos a um questionário autoaplicável com perguntas sobre os hábitos de exposição solar e os conhecimentos acerca do assunto. Resultados: Verificou-se que 48,2% dos ACS se expunham ao sol durante 2 a 6 horas entre segunda e sexta-feira e que 55,4% deles tinham exposição entre 10 e 15 horas. Além disso, 58,9% dos ACS utilizam filtros solares raramente ou nunca e, entre esses, 53,6% os aplicam com frequência inadequada. Contudo, 100% dos pesquisados relataram conhecer as consequências negativas da exposição solar. Conclusão: A fotoproteção dos ACS foi considerada inadequada, já que poucos utilizam filtros solares e os que relataram o uso do produto o faziam de maneira inapropriada. Ademais, o conhecimento sobre os riscos e as consequências da exposição solar foi considerado excelente.


Objective: To evaluate the photoprotection of Community Health Agents (CHA) in five health units. Methods: A casuistry of 56 CHA was used, which were submitted to a self-administered questionnaire with questions about their solar exposure habits and their knowledge about this subject matter. Results: From the analysis of the obtained data, it was verified that 48.2% CHA exposed themselves to the sun during 2 to 6 hours between Monday and Friday and that 55.4% of them are exposed between 10 AM and 3 PM. Furthermore, 58.9% of CHA rarely or never use solar filters and among them, 53.6% apply the product with an inappropriate frequency. However, 100% of the CHA reported to know about the negative consequences and the risks of the solar exposure. Conclusion: The agents' photoprotection was considered inappropriate, since just a few of them use solar filters and the ones, which reported using the product, do it improperly. Besides that, their knowledge about the risks and consequences of the solar exposure was considered excellent.


Objetivo: Evaluar la fotoprotección de los Agentes Comunitarios de Salud (ACS) de cinco unidades estudiadas. Métodos: La casuística consistió en 56 ACS, los cuales han sido sometidos a un cuestionario autoaplicable con preguntas sobre los hábitos de exposición solar y los conocimientos sobre el asunto. Resultados: Se verificó que el 48,2% de los ACS se exponían al sol durante 2 a 6 horas entre el lunes y el viernes y que el 55,4% de ellos se exponen entre las 10 de la mañana y 3 de la tarde. Además, el 58,9% de los ACS utilizan filtros solares raramente o nunca, y, entre ellos, 53,6% los aplican con frecuencia inadecuada. Sin embargo, el 100% de los entrevistados relataron conocer las consecuencias negativas de la exposición al sol. Conclusión: La fotoprotección de los ACS fue considerada inadecuada, en razón de la poca utilización de filtros solares y los que relataron el uso del producto lo hacían de manera inadecuada. Además, el conocimiento sobre los riesgos y las consecuencias de la exposición solar fue considerado excelente.


Subject(s)
Primary Health Care , Primary Prevention , Sunscreening Agents , Occupational Health , Community Health Workers
8.
Biosci. j. (Online) ; 34(5): 1365-1378, sept./oct. 2018.
Article in English | LILACS | ID: biblio-967327

ABSTRACT

Moringa oleifera Lam. (Moringaceae) is a plant with several biological activities and therapeutic properties. However, the complete knowledge about its pharmacological, biological and ecological effects, and about the active components present in each vegetable part are not still completely elucidated. This study aimed to evaluate the antioxidant and photoprotective activities of different extracts from leaves and flowers of M. oleifera. These activities were assessed through in vitro tests, DPPH radical scavenging method, iron ion chelating effect (FRAP), lipid peroxidation (TBARS), nitric oxide scavenging method and assessment of the activity against the lipid peroxidation through hemolytic method. The photoprotective activity was assessed through spectrophotometric analysis and through in vitro test with Labsphere. It was also determined the extract's phenolic content and total flavonoid through spectrophotometry and HPLC. The obtained results demonstrated that this species have components with antioxidant and photoprotective potential mainly in the extracts obtained from fresh leaves and flowers. Therefore, it was possible to verify that M. oleifera has potential to be used as source of antioxidant components with photoprotective activity mainly due to the presence of phenolic components and among these, the flavonoids.


Moringa oleifera Lam. (Moringaceae) é uma planta com várias atividades biológicas e propriedades terapêuticas. No entanto, o conhecimento completo sobre seus efeitos farmacológicos, biológicos e ecológicos, e sobre os componentes ativos presentes em cada parte vegetal não são ainda completamente elucidados. Este estudo teve como objetivo avaliar as atividades antioxidantes e fotoprotetoras de diferentes extratos de folhas e flores de M. oleifera. Estas atividades foram avaliadas através de testes in vitro, método de eliminação de radicais DPPH, efeito de quelação de íons de ferro (FRAP), peroxidação lipídica (TBARS), método de eliminação de óxido nítrico e avaliação da atividade contra a peroxidação lipídica através do método hemolítico. A atividade fotoprotetora foi avaliada através de análise espectrofotométrica e através de teste in vitro com Labsphere. Também foi determinado o conteúdo fenólico do extrato e o flavonoide total através de espectrofotometria e HPLC. Os resultados obtidos demonstraram que esta espécie possui componentes com potencial antioxidante e fotoprotetor principalmente nos extratos obtidos a partir de folhas frescas e flores. Por conseguinte, foi possível verificar que a M. oleifera tem potencial para ser utilizado como fonte de componentes antioxidantes com atividade fotoprotetora principalmente devido à presença de componentes fenólicos e entre estes, os flavonoides.


Subject(s)
Spectrophotometry , Sunscreening Agents , Flavonoids , Plant Extracts , Moringa oleifera
9.
J. Health Biol. Sci. (Online) ; 6(3): 279-285, 02/07/2018. tab
Article in Portuguese | LILACS | ID: biblio-964694

ABSTRACT

Introdução: O índice de brasileiros acometidos por câncer de pele é alto e ainda cresce, especialmente por o Brasil ser um país de elevada incidência de raios ultravioletas e de população despreocupada com os fatores de prevenção. O uso do protetor solar é essencial para se evitar a exposição aos raios ultravioleta causadores do câncer de pele e do fotoenvelhecimento. Metodologia: Análise de rótulos dos protetores solares mais comercializados no Brasil. Eles foram divididos em quatro grupos, de acordo com idade e indicação, se é para uso no corpo ou na face. Foram apresentados os resultados de FPS, indicação, forma farmacêutica, características do protetor solar, além de efeitos colaterais e adversos Resultados: Analisaram-se dez rótulos de produtos dermocosméticos de uso tópico para proteção solar. Observou-se que há preocupação em relatar a possibilidade de reações alérgicas, bem como a preocupação de classificar quanto ao Fator de Proteção Solar. Houve indicação à prevenção ao fotoenvelhecimento e até aos homens com pele escura e barba. Discussão: A utilização desses protetores solares só será eficaz se eles forem utilizados de forma correta pela população e em consonância com vestuários e acessórios. Os filtros solares possuem vários princípios ativos que, por suas particularidades, variam também no modo de uso. Para evitar o uso inadequado dos protetores solares, é importante que o usuário saiba qual protetor seria o mais eficaz dentro das individualidades. Considerações finais: A promoção à saúde da pele engloba ações que propiciem às pessoas conscientização na escolha do correto protetor solar, a fim de minimizar efeitos deletérios dos raios ultravioletas, especialmente o câncer de pele.(AU)


Introduction: Skin cancer has a high rate of growth in Brazil, especially due to the fact that it is a country with a high incidence of ultraviolet rays and a careless population in relation to prevention factors. The use of sunscreen is essential to avoid exposure to ultraviolet rays that cause skin cancer and photo aging. Methodology: Analysis of labels of sunscreens most commercialized in Brazil. These were divided into four groups and according to age or whether it is indicated for use on the body or face. Results of FPS, indication, pharmaceutical form, sunscreen characteristics, side effects and adverse effects were presented. Results: Ten labels of topical dermocosmetic products for sun protection were analyzed. It has been observed that there is concern in reporting the possibility of allergic reactions. There is concern to classify as to the Sun Protection Factor. There were indications to prevention of photoaging and even men with dark skin and beards. Discussion: The use of these sunscreens will only be effective if used properly by the population and in line with clothing and accessories. The sunscreens have several active principles that by their particularities also vary in the way of use. In order to avoid the inappropriate use of sunscreens it is important that the user knows which protector would be the most effective within the individualities. Final considerations: Skin health promotion encompasses actions that empower people to choose the right sunscreen to minimize the deleterious effects of ultraviolet rays, especially skin cancer.(AU)


Subject(s)
Skin Neoplasms , Sunscreening Agents , Health Promotion
10.
Rev. bras. med. trab ; 15(1): 73-79, jan.-mar. 2017.
Article in Portuguese | LILACS | ID: biblio-833592

ABSTRACT

Contexto: Este artigo apresenta uma revisão bibliográfica sobre o câncer de pele no meio ocupacional, a epidemiologia e os filtros solares para o médico do trabalho. Objetivo: Orientar o médico do trabalho sobre o assunto e melhorar as estratégias de prevenção do câncer de pele ocupacional. Métodos: Artigo retirado de monografia realizada após pesquisa bibliográfica em sites de artigos médicos e de órgãos relacionados à saúde e ao trabalho, utilizando artigos de 2009 a 2014 e publicações relevantes sobre o assunto. Conclusão: O médico do trabalho é fundamental na educação sobre a doença e suas diversas formas de prevenção, além da notificação dos casos relacionados ao trabalho.


Background: The present article presents a literature review on occupational skin cancer, its epidemiology and sunscreens of interest to occupational physicians. Aim: To provide a guide to occupational physicians on the subject of interest and improve the strategies for prevention of occupational skin cancer. Methods: The present article derives from an essay resulting from research in websites of medical articles and agencies related to healthcare and work; articles from 2009 to 2014 and relevant publications on the subject were analyzed. Conclusion: Occupational physicians are fundamental for education on occupational skin cancer and its various forms of prevention, in addition to the notification of cases.


Subject(s)
Skin Neoplasms/epidemiology , Sunscreening Agents/administration & dosage , Occupational Cancer/prevention & control , Occupational Medicine/standards , Brazil
11.
Surg. cosmet. dermatol. (Impr.) ; 9(1): 41-45, jan.-mar. 2017. ilus., graf.
Article in English, Portuguese | LILACS | ID: biblio-879933

ABSTRACT

Introdução: O excesso de exposição da pele ao sol pode ocasionar o fotoenvelhecimento e favorecer o surgimento de neoplasias malignas na pele. Assim, os protetores solares tornaram- se amplamente utilizados para a prevenção de danos solares, a curto e longo prazo. Podem ocasionalmente provocar reações adversas em crianças e adultos. Objetivo: Analisar a frequencia e os tipos de reações adversas ocasionadas por protetores solares em adultos e crianças. Métodos: Análise de banco de dados sobre estudos clínicos não invasivos in vivo, em face e corpo, realizados em instituto de pesquisa clínica, em São Paulo, Brasil. Resultados: Foram avaliados de janeiro de 2014 a dezembro de 2015, dados de 2263 adultos e 523 crianças. 13,92% dos adultos e 4,44% das crianças apresentaram algum tipo de reação adversa leve. Conclusões: Observou-se que os protetores solares são eficazes na prevenção do fotoenvelhecimento e câncer de pele. As formulações cosméticas com filtros solares podem ocasionar reações adversas com baixa prevalência.


Introduction: Overexposure of the skin to the sunlight can cause photoaging and promote the emergence of malignant neoplasms. Sunscreens are used to prevent these alterations and may occasionally cause adverse reactions in children and adults. Objective: To analyze the frequency and types of adverse reactions caused by sunscreens in adults and children. Methods: Data analysis of in vivo, non-invasive clinical studies performed at a clinical research institute. Results: Data from 2,263 adults and 523 children were evaluated, with 13.92% and 4.44%, respectively, presenting some type of reaction. Conclusions: Sunscreens are effective in preventing photoaging and skin cancer. Cosmetic formulations containing sunscreens may cause adverse reactions with low prevalence.

12.
Sci. med. (Porto Alegre, Online) ; 26(4): ID23897, out-dez 2016.
Article in Portuguese | LILACS | ID: biblio-846920

ABSTRACT

OBJETIVOS: Investigar lesões de pele relacionadas ou agravadas com a exposição solar em agentes comunitários de saúde de dois municípios da região metropolitana de Belém, estado do Pará, relacionando-as com algumas variáveis sociodemográficas, e avaliar o uso de proteção à exposição solar. MÉTODOS: O delineamento adotado foi um estudo transversal, incluindo agentes de saúde de 11 Unidades Saúde da Família de Belém e Ananindeua selecionados por amostra não probabilística de conveniência. Todos os indivíduos responderam a um questionário e foram submetidos a uma consulta dermatológica que avaliou presença de lesões de pele e variáveis relacionadas à fotoexposição e perfil sociodemográfico dos trabalhadores. As hipóteses foram avaliadas pelos testes qui-quadrado, exato de Fisher com correção de Yates e t de Student. Estabeleceu-se como significante o valor de p≤0,05. RESULTADOS: Foram avaliados 83 profissionais, dos quais a maioria pertencente ao gênero feminino (75,9%), na faixa etária entre os 30 e 40 anos (44,6%), solteiros (47%), com o ensino médio completo (69,8%) e renda familiar entre um a dois salários mínimos (67,5%), atuando na profissão há mais de 10 anos (48,2%). Dentre os entrevistados, 83% referiam exposição solar diária em sua atividade laborativa, 47% por mais de quatro horas, e 73,5% se expunham ao sol no horário mais crítico, entre as 10h e 16h, sendo que 56,6% faziam uso de algum tipo de proteção contra a exposição solar e 27,7% afirmaram usar protetor solar diariamente. Alguma alteração de pele relacionada à exposição solar foi encontrada em 81 (97,6%) trabalhadores. Melanose solar foi o diagnóstico mais frequente. CONCLUSÕES: Lesões de pele foram frequentes nesta amostra de agentes comunitários de saúde, e a exposição solar laboral parece ter tido um impacto significativo na sua ocorrência. Verificou-se que os participantes apresentavam dificuldade de adesão a fatores de fotoproteção. Políticas e ações de saúde ocupacional com ênfase na prevenção de agravos relacionados ao trabalho dos agentes comunitários de saúde devem ser estimuladas.


AIMS: To investigate skin lesions associated with or aggravated by sun exposure in community health workers in two municipalities in the metropolitan region of Belém, State of Pará, Brazil, relating the lesions to some sociodemographic variables, and to assess the use of sun protection. METHODS: A cross-sectional study was carried out with 11 Family Health Centers in Belém and Ananindeua selected by non-probabilistic convenience sampling. All workers answered a questionnaire and were clinically examined for the presence of skin lesions caused by sun exposure, in addition to having sun exposure variables and their sociodemographic profile assessed. The data were analyzed by the chi-square test, Fisher's exact test with Yates' correction, and Student's t test. A p value ≤ 0.05 was considered to be statistically significant. RESULTS: A total of 83 workers were assessed, most of whom were female (75.9%), aged between 30 and 40 years (44.6%), single (47%), with completed high school education (69.8%), and family income between 1 and 2 minimum wages (67.5%), working in the profession for over 10 years (48.2%). Among the respondents, 83% reported daily sun exposure in their working activity, 47% were exposed for more than four hours, and 73.5% were exposed to the sun at the most critical time (between 10 and 4 o'clock). 56.6% used some kind of protection against sun exposure, and 27.7% reported using sunscreen on a daily basis. The dermatologic evaluation also revealed that 97.6% of workers had many skin lesions caused by sun exposure. Melanosis was the most common diagnosis. CONCLUSIONS: Skin lesions were frequent among community health workers and sun exposure during working hours appears to have played a remarkable role. Workers showed difficulty adopting protective behaviors. Occupational health policies and actions targeted at the prevention of aggravating factors among community health workers should be encouraged.


Subject(s)
Humans , Sunscreening Agents , Community Health Workers , Dermatology
13.
J. Health NPEPS ; 1(1): 133-146, Janeiro-Junho. 2016.
Article in Portuguese | LILACS, BDENF - Nursing, Coleciona SUS | ID: biblio-1052305

ABSTRACT

Objetivo: avaliar o uso dos protetores solares pela população na prevenção do Carcinoma de Células Escamosas de lábio. Método: trata-se de uma revisão narrativa da literatura científica na qual a coleta de dados ocorreu por meio de busca eletrônica nas seguintes bases de dados: Medline, Lilacs e SciELO, utilizando os descritores: Carcinoma de Células Escamosas, Protetores Solares e Lábio com o operador booleano "AND". Foram incluídas publicações em inglês, português e espanhol publicados entre 1996 e 2016 cujo foco principal fosse a etiologia e a prevenção das patologias acima descritas. Resultados: a radiação solar pode provocar alterações labiais em pessoas que se expõe cronicamente ao sol sem o uso de protetores adequados. Dentre estas alterações labiais destacam-se a Queilite Actínica e o Carcinoma de Células Escamosas de lábio, sendo que este último representa 95% das neoplasias malignas que acometem a mucosa oral e 8% das neoplasias malignas que ocorrem no Brasil. Apenas 15% deste tipo carcinoma são diagnosticados nos estágios iniciais e, aproximadamente 50% dos pacientes já chegam aos centros de tratamento com metástases disseminadas. Conclusão: a população reconhece a importância do uso dos protetores solares, porém grande parte dos indivíduos não os utiliza ou os utiliza de maneira errada.


Objective: the aim of this study was to verify the use of sunscreens by the population in the prevention of Lip Squamous Cell Carcinoma. Method: it is a review of the scientific literature in which the data were collected through electronic search in the following databases: Medline, Lilacs and SciELO, using the key words: Carcinoma, Squamous Cell, Sunscreens and Lip with the operator Boolean "AND". Publications were included in English, Portuguese and Spanish published between 1996 and 2016. Results: solar radiation can cause lip alterations in people who chronically exposed to the sun without the use of sunscreens. Among these lip alterations we can mention especially Actinic Cheilitis and Squamous Cell Carcinoma. Squamous Cell Carcinoma represents 95% of malignancies involving the oral mucosa and 8% of malignancies that affect people in Brazil. Only 15% of this type carcinoma are diagnosed in the early stages and approximately 50% of patients have come to treatment centers with metastasis. Conclusion: the population recognizes the importance of using sunscreens, but a large proportion of individuals do not use them or use them incorrectly.


Objetivo: verificar el uso de protectores solares por la población en la prevención del Carcinoma de Células Escamosas de labio. Método: una revisión de la literatura científica en la que se recogieron los datos a través de la búsqueda electrónica en las siguientes bases de datos: Medline, Lilacs y SciELO, usando las palabras clave: Carcinoma de Células Escamosas, Protectores Solares y Labios con el operador booleano "AND". Publicaciones se incluyeron en inglés, portugués y español publicados entre 1996 y 2016. Resultados: la radiación solar puede causar cambios labiales en personas que están expuestas crónicamente al sol sin el uso de protectores apropiados. Entre estos cambios labiales podemos mencionar la Queilitis Actínica y el Carcinoma de Células Escamosas de labio. El Carcinoma de Células Escamosas de labio representa 95% de las neoplasias malignas que afectan la mucosa oral y 8% de las neoplasias malignas que se producen en Brasil. Sólo 15% de los carcinomas son diagnosticados en las primeras etapas y aproximadamente 50% de los pacientes que llegan a los centros de tratamiento ya tienen metástasis. Conclusión: la población reconoce la importancia de usar protectores solares, pero una gran proporción de individuos no utilizan o los usa incorrectamente.


Subject(s)
Sunscreening Agents , Carcinoma , Disease Prevention
14.
Rev. bras. enferm ; 69(1): 126-133, jan.-fev. 2016. tab
Article in English | LILACS, BDENF - Nursing | ID: lil-771984

ABSTRACT

RESUMO Objetivo: conhecer práticas de exposição e proteção solar de jovens universitários. Método: estudo descritivo, transversal, realizado em uma universidade de São Paulo. Resultados: a amostra foi composta por 385 jovens e a coleta de dados realizada por meio de formulário. Do total, 239 (62%) jovens classificaram-se como fototipo III e IV e 69 (17,9%) afirmaram ter histórico de câncer de pele na família. A maioria afirmou exposição ao sol entre as 10 e 16 horas e por mais de uma hora de duração; 112 (29,1%) informaram não empregar meios de proteção. Dentre os que utilizam protetor solar, a minoria o faz regularmente. Conclusão: embora a amostra tenha sido constituída por pessoas com maior acesso a informações, constatou-se exposição e proteção solar de modo impróprio. Ações educativas, individuais e coletivas devem ser fortalecidas e priorizadas tendo em vista a incidência de câncer de pele no país.


RESUMEN Objetivo: conocer las prácticas de exposición y de protección solar de jóvenes universitarios. Método: estudio descriptivo, transversal, realizado en una universidad de São Paulo. Resultados: la muestra estuvo constituida por 385 jóvenes y la colecta de datos realizada a través de formulario. Del total, 239 (62%) jóvenes fueron clasificados como tipo de piel III y IV y 69 (17,9%) afirmaron tener cáncer de piel en la historia familia. La mayoría afirma exposición al sol entre las 10 y 16 horas y durante más de una hora; 112 (29,1%) reportaron no emplear métodos de protección. Entre los que usan protector solar, la minoría lo hace regularmente. Conclusión: a pesar de que la muestra haya sido constituída por personas con mayor acceso a informaciones, se constató exposición y protección solar de manera impropia. Acciones educativas, individuales y colectivas deben fortalecerse y priorizarse teniendo en cuenta la incidencia de cáncer de piel en el país.


ABSTRACT Objective: to learn exposure and sun protection practices for university students. Method: a descriptive, cross-sectional study performed at a university in São Paulo. Results: the sample consisted of 385 young and data collection conducted through a form. Of the total, 239 (62%) young people were classified as skin type III and IV and 69 (17.9%) affirmed to have a history of skin cancer in the family. Most affirmed exposure to the sun between 10 a.m and 04 p.m and for more than one hour; 112 (29.1%) informed not employ safeguards. Among those who use sunscreen, the minority does so regularly. Conclusion: although the sample was made up of people with greater access to information, it was found exposure and sunscreen improperly. Education, individual and collective actions should be strengthened and prioritized given the incidence of skin cancer in the country.


Subject(s)
Humans , Male , Female , Young Adult , Students , Sunburn/prevention & control , Health Knowledge, Attitudes, Practice , Sunburn/epidemiology , Sunlight , Sunscreening Agents/therapeutic use , Universities , Cross-Sectional Studies
15.
Rev. méd. Minas Gerais ; 25(3)julho a setembro.
Article in Portuguese | LILACS-Express | LILACS | ID: lil-763952

ABSTRACT

A vitamina D possui forma biologicamente ativa, o calcitriol, que regula o crescimento e a diferenciação celular, previne progressão e apoptose de células cancerígenas e reduz a proliferação e as metástases. Sua deficiência, a hipovitaminose D, é comum, e cursa comhipocalcemia, hipofosfatemia e osteoporose. Dada a importância desse nutriente, delineou-se este estudo para descrever os fatores que influenciam os níveis séricos de vitamina D, como fotoexposição, alimentação e suplementação dietética. Trata-se de revisão realizadaem Belo Horizonte, pesquisando o termo vitamina D nas bases de dados PUBMED, SCIELO, CAPES, BIREME e Up To Date, totalizando 22 artigos no período compreendido entre 1983 e 2013. Observou-se que é escassa a literatura sobre o assunto, principalmente no que se refere a esclarecimento das contradições sobre os fatores de risco e que essa escassez é mais evidente em regiões tropicais como o Brasil. Concluiu-se que estudos sobre esse assunto são importantes para direcionar melhor a conduta e o tratamento da hipovitaminose D.


Vitamin D has a biologically active form, calcitriol, which regulates cell growth and differentiation, prevents progression and apoptosis of cancer cells, and reduces proliferation and metastasis. Its deficiency, hypovitaminosis D, is common and courses with hypocalcemia, hypophosphatemia, and osteoporosis. Given the importance of this nutrient, this study was outlined to describe the factors that influence serum levels of vitamin D such as sun exposure, diet, anddietary supplementation. This was a review conducted in Belo Horizonte by searching the term vitamin D in the PUBMED, SCIELO, CAPES, BIREME, and Up To Date databases, totaling 22 articles published between 1983 and 2013. It was observed that the literature is scarce on thesubject, particularly in regards to clarification of contradictions about risk factors and that this scarcity is more evident in tropical regions such as Brazil. It was concluded that studies on this subject are important to improve the conduct and treatment related to hypovitaminosis D.

16.
Epidemiol. serv. saúde ; 23(3): 487-496, jul.-set. 2014. tab
Article in Portuguese | LILACS | ID: lil-731536

ABSTRACT

Objetivo: investigar hábitos de exposição solar e de fotoproteção entre estudantes universitários de Teresina-PI, Brasil. Método: estudo transversal, com amostra representativa; foram investigadas associações entre características demográficas e hábitos de exposição ao sol e de fotoproteção. Resultados: dos 398 universitários entrevistados, 54,8 por cento informaram expor-se ao sol menos de 2 horas diariamente; a maioria (66,8 por cento) preferia horários de menor intensidade de radiação; 45,2 por cento dos entrevistados referiram uso de filtro solar em seu dia-a-dia, e 82,4 por cento, em exposição voluntária ao sol; o uso de camisetas foi outro recurso de fotoproteção referido (44,2 por cento) e 29,9 por cento dos acadêmicos receberam alguma orientação profissional sobre fotoproteção; as mulheres referiram mais frequentemente do que os homens o uso de fotoprotetores diariamente e em situação de exposição voluntária (p<0,001). Conclusão: a maioria dos universitários referiu preferir horários de baixa intensidade de radiação, fazer uso de filtro solar e de outras medidas de fotoproteção em exposição voluntária ao sol.


Objective: to investigate sun exposure and sunscreen use habits among university students in Teresina-PI. Method: cross-sectional study with a representative sample. Associations between demographic characteristics and sun exposure and sunscreen use habits were investigated. Results: 398 students were interviewed. 54.8 percent reported exposing themselves to the sun less than 2 hours daily. The majority (66.8 percent) preferred times when radiation is less intense. 45.2 percent reported sunscreen use as a daily habit and 82.4 percent reported its use in voluntary sun exposure. T-shirt use was another form of photoprotection reported (44.2 percent) and 29.9 percent of students had received some professional guidance on photoprotection. Females reported daily and voluntary exposure sunscreen use (p <0.001) more often than males. Conclusion: most students referred preferring exposure to the sun at times when radiation intensity is low, using sunscreen and other sun protection measures during voluntary sun exposure.


Objetivo: investigar hábitos de exposición solar y de fotoprotección entre estudiantes universitarios de Teresina-PI, Brasil. Método: estudio transversal, con muestra representativa; se investigaron asociaciones entre características demográficas y hábitos de exposición al sol y de fotoprotección. Resultados: de los 398 universitarios entrevistados, 54,8% informó que se exponía al sol menos de 2 horas diariamente; la mayoría (66,8%) prefiere horarios de menor intensidad de radiación; 45,2% de los entrevistados refirió el uso de filtro solar en su diario vivir, y 82,4%, en exposición voluntaria al sol; el uso de camisetas fue otro recurso de fotoprotección referido (44,2%) y 29,9% de los académicos recibió alguna orientación profesional sobre fotoprotección; las mujeres relataron el uso de fotoprotectores diariamente com más frecuencia que los hombres y en situación de exposición voluntaria (p<0,001). Conclusion: la mayoría de los universitarios relató preferir horarios de baja intensidad de radiación, usar filtro solar y otras medidas de fotoprotección en exposición voluntaria al sol.


Subject(s)
Humans , Male , Female , Adolescent , Young Adult , Sunlight/adverse effects , Sunscreening Agents/therapeutic use , Solar Radiation/prevention & control , Students , Universities , Brazil , Cross-Sectional Studies
17.
Braz. j. pharm. sci ; 50(3): 639-652, Jul-Sep/2014. tab, graf
Article in English | LILACS | ID: lil-728709

ABSTRACT

Euterpe oleracea Mart. is a palm tree popularly known as açai, which is primarily found in northern Brazil. The açai's fruits contain anthocyanins, a class of polyphenols to which antioxidant properties have been attributed. The aim of this work was to develop O/W sunscreens emulsions containing açai glycolic extract (AGE) and to evaluate both their physical stability and photoprotective efficacy. Emulsions containing AGE and sunscreens were formulated using different types and concentrations of polymeric surfactant (acrylates/C 10-30 alkyl acrylate crosspolymer and sodium polyacrylate). The influence of two rheology modifiers (polyacrylamide (and) C13-14/isoparaffin (and) Laureth-7 and Carbomer) on the stability was also investigated. Physical stability was evaluated by preliminary and accelerated studies. Emulsions with 1.0% sodium polyacrylate were stable and exhibited non-newtonian pseudoplastic behavior and thixotropy. Photoprotective efficacy was evaluated by in vivo Sun Protection Factor (SPF) and determination of Protection Factor of UVA (PF-UVA). When AGE was added to the sunscreen emulsion, no significant increase in the in vivo SPF value was observed. The emulsion containing AGE showed PF-UVA = 14.97, 1.69 of the SPF/PF-UVA ratio and a critical wavelength value of 378 nm, and may therefore be considered a sunscreen with UVA and UVB protection.


Euterpe oleracea Mart. é uma palmeira popularmente conhecida como açaí, encontrada no norte do Brasil. O fruto do açaí apresenta em sua composição antocianinas, uma classe de polifenóis à qual é atribuída propriedade antioxidante. Os objetivos desse trabalho foram desenvolver emulsões fotoprotetoras O/A contendo extrato glicólico de açaí (AGE), avaliar a estabilidade física e avaliar a eficácia fotoprotetora. Emulsões contendo AGE e filtros solares foram formuladas utilizando diferentes tipos e concentrações de tensoativo polimérico (acrilates/C 10-30 alquil acrilato polímero cruzado e polilacrilato sódico). A influência de dois modificadores reológicos (poliacrilamida (e) C13-14/isoparafina (e) Laureth-7 e Carbomer) na estabilidade foi avaliada. A estabilidade física das emulsões foi avaliada por meio de estudos de estabilidade preliminar e acelerada. Emulsões com 1,0% poliacrilato sódico foram estáveis, exibiram comportamento não-newtoniano pseudoplástico e tixotrópico. A eficácia fotoprotetora foi avaliada pelo teste in vivo de Fator de Proteção Solar (FPS) e pela determinação do Fator de Proteção UVA (FP-UVA). Quando adicionado o AGE na emulsão contendo filtros solares, não se observou aumento significativo no valor do FPS. A emulsão contendo o AGE apresentou FP-UVA=14,97, a razão FPS/FP-UVA = 1,69 e o comprimento de onda crítico igual a 378 nm, podendo ser considerado um protetor solar com proteção UVA e UVB.


Subject(s)
Sunscreening Agents/analysis , Emulsions/pharmacology , Euterpe/classification , Emulsions/pharmacology
18.
Acta méd. (Porto Alegre) ; 34: [5], 20130.
Article in Portuguese | LILACS | ID: biblio-880503

ABSTRACT

A exposição solar sem a adequada proteção pode ter efeitos agudos e crônicos prejudiciais à pele. A escolha do tipo de proteção solar depende da idade, fototipo de pele e das atividade individuais. Os autores fazem uma revisão bibliográfica sobre os tipos de radiação e a respectiva proteção solar.


The sun exposure with no adequate protection may have acute and chronic detrimental effects in skin. The choice of the type of photoprotection depends on the age, skin phototype and individual activities. The authors make a literature review about the types of radiation and photoprotection.


Subject(s)
Solar Radiation , Sunscreening Agents/therapeutic use , Radiation-Protective Agents/therapeutic use , Sunscreening Agents/classification
19.
Braz. j. pharm. sci ; 49(2): 201-209, Apr.-June 2013. ilus, graf
Article in English | LILACS | ID: lil-680631

ABSTRACT

Nowadays, concern over skin cancer has been growing more and more, especially in tropical countries where the incidence of UVA/B radiation is higher. The correct use of sunscreen is the most efficient way to prevent the development of this disease. The ingredients of sunscreen can be organic and/or inorganic sun filters. Inorganic filters present some advantages over organic filters, such as photostability, non-irritability and broad spectrum protection. Nevertheless, inorganic filters have a whitening effect in sunscreen formulations owing to the high refractive index, decreasing their esthetic appeal. Many techniques have been developed to overcome this problem and among them, the use of nanotechnology stands out. The estimated amount of nanomaterial in use must increase from 2000 tons in 2004 to a projected 58000 tons in 2020. In this context, this article aims to analyze critically both the different features of the production of inorganic filters (synthesis routes proposed in recent years) and the permeability, the safety and other characteristics of the new generation of inorganic filters.


A preocupação com o câncer de pele hoje em dia vem crescendo cada vez mais principalmente em países tropicais, onde a incidência da radiação UVA/B é maior. O uso correto de protetores solares é a forma mais eficaz de prevenir o aparecimento desta doença. Os ativos utilizados em protetores solares podem ser filtros orgânicos e inorgânicos. Filtros inorgânicos apresentam muitas vantagens em relação aos orgânicos, tais como fotoestabilidade, ausência de irritabilidade e amplo espectro de proteção. Entretanto, em razão de apresentarem alto índice de refração, os ativos inorgânicos conferem aos protetores solares aparência esbranquiçada, diminuindo sua atratividade estética. Muitas alternativas têm sido desenvolvidas no sentido de resolver este problema e dentre elas pode-se destacar o uso da nanotecnologia. Estima-se que o uso de nanomateriais deve crescer das atuais 2000 para 58000 toneladas até 2020. Neste sentido, este trabalho tem como objetivo fazer a análise crítica abordando diferentes aspectos envolvidos tanto na obtenção de protetores solares inorgânicos (rotas de sínteses propostas nos últimos anos) quanto na permeabilidade, na segurança e em outros aspectos relacionados à nova geração de filtros solares inorgânicos.


Subject(s)
Ultraviolet Filters , Skin Neoplasms/prevention & control , Sunscreening Agents/analysis , Sunscreening Agents/pharmacokinetics , Nanotechnology/classification
20.
Rev. bras. ginecol. obstet ; 34(5): 228-234, maio 2012. tab
Article in Portuguese | LILACS | ID: lil-624755

ABSTRACT

OBJETIVO: Avaliar hábitos de exposição solar e fotoproteção entre gestantes de um hospital público, orientação sobre fotoproteção durante o pré-natal, presença de melasma e seu impacto na qualidade de vida. MÉTODOS: Estudo transversal descritivo realizado em puérperas, com mais de 18 anos, participantes de um programa de assistência pré-natal da Região Sul do Brasil. A amostra foi não probabilística por conveniência. A coleta de dados ocorreu de julho a agosto de 2011, empregando-se entrevista direta, utilizando questionário estruturado para obter informações pessoais e dos hábitos de fotoproteção durante a gestação, avaliação cutânea e registro fotográfico de lesões mediante consentimento informado. A pele foi classificada em fototipos segundo Fitzpatrick e o melasma foi diagnosticado clinicamente. Entre as portadoras do melasma, foi aplicada a versão do MELASQoL-PB. A análise foi realizada com o programa Statistica®, versão 8.0, sendo o nível de significância p<0,05. RESULTADOS: Na amostra (109 puérperas) predominaram as mulheres brancas (60,6% fototipo III), jovens (média de idade 24,4 anos DP=6,1) e donas de casa (59,6%). A maioria (80%) permanecia exposta ao sol por 1-2 horas por dia entre às 10 e 15 horas, e, destas, 72% não aplicavam fotoprotetor alegando falta de hábito. Outros meios físicos de proteção solar eram utilizados por 15% destas pacientes. Informação durante o pré-natal sobre os riscos da exposição solar foi relatada por 34% das puérperas. Houve uma tendência a uma associação significativa entre a orientação no pré-natal e uso diário de protetor solar. Cerca de 20% das puérperas apresentavam melasma. A média do escore do MELASQol-PB (25) apontou impacto negativo na qualidade de vida dessas pacientes. CONCLUSÕES: Nestas puérperas, a exposição solar ocorreu em horários impróprios, sem orientação adequada e sem uma efetiva proteção solar. As portadoras de melasma queixavam da aparência da pele, frustração e constrangimento.


PURPOSE: To evaluate habits of sun exposure and sun protection of pregnant women in a public hospital, to assess orientation about photo protection during the prenatal care, and to detect the presence of melasma and its impact on their quality of life. METHODS: A descriptive cross sectional study conducted among women of 18 years old and older, after delivery, who participated in a program of prenatal care in the South Region of Brazil. The sample was non-probabilistic by convenience. Data collection occurred from July to August 2011 through direct interview using a structured questionnaire to obtain personal information and photo protection habits during pregnancy, skin assessment and photographic record of lesions through informed consent. The skin was classified per Fitzpatrick's phototypes and the melasma was diagnosed clinically. In the patients with melasma, the MELASQoL-PB version was applied. The analysis was performed using Statistica®, version 8.0, and the significance level of p<0.05. RESULTS: In the sample (109 mothers) predominated white women (60.6% phototype III), young (average age 24.4 years SD=6.1) and housewives (59.6%). The majority (80%) stayed exposed to sunlight for 1-2 hours per day between 10 am and 3 pm, and from those (72%) did not apply any photoprotection due to lack of sunscreen habit. Other physical means of sun protection were used by 15% of these patients. Information during prenatal care about the risks of sun exposure was reported by 34% of the mothers interviewed. There was a trend toward a significant association between prenatal guidance and daily use of sunscreen (p=0.088). About 20% of mothers had melasma. The average score MELASQol-PB (25) showed a negative impact on quality of life of these patients. CONCLUSION: In these women, sun exposure occurred at inappropriate times, without proper guidance and without the use of an effective sunscreen. The mothers with melasma complained about the appearance of their skin, frustration and embarrassment.


Subject(s)
Adolescent , Adult , Female , Humans , Middle Aged , Pregnancy , Young Adult , Melanosis/prevention & control , Prenatal Care , Pregnancy Complications/prevention & control , Quality of Life , Sunscreening Agents , Cross-Sectional Studies
SELECTION OF CITATIONS
SEARCH DETAIL
...