Your browser doesn't support javascript.
loading
Show: 20 | 50 | 100
Results 1 - 20 de 61.395
Filter
1.
Multimedia | Multimedia Resources | ID: multimedia-9755

ABSTRACT

A Dra. Ana Lucia Dias Paulo falará um pouco sobre a sua história e comentará alguns casos de pediatria, em especial, como ela vê a reação de crianças e bebês ao tratamento homeopático. Palestrante: Dra. Ana Lucia Dias Paulo com participação e a Dra. Helena Las Casas Ralid.


Subject(s)
Pediatrics/history , Famous Persons , Personal Narrative , Homeopathic Therapeutics
2.
Qualidade de Vida para Crianças com Câncer: Módulos em Cuidados Paliativos PediátricosOPAS/NMH/NV/cvn8/21-0040.
Monography in Portuguese | PAHO-IRIS | ID: phr-56100

ABSTRACT

O objetivo dos cuidados paliativos em pacientes pediátricos com câncer é melhorar o bem-estar do paciente e de sua família ao longo da doença, bem como reduzir o sofrimento físico, emocional e espiritual. No âmbito da Iniciativa Global contra o Câncer Infantil, OPAS oferece uma série de módulos sobre cuidados paliativos pediátricos para mães , pais e cuidadores. Cada um contém informações essenciais para poder prestar o melhor atendimento e atender às necessidades decorrentes da doença que afetam tanto o paciente quanto seus entes queridos. Este módulo aborda os cuidados de fim de vida. São oferecidas ferramentas para mitigar o sofrimento dos pacientes quando a morte é inevitável e é oferecido apoio às mães e pais. Alguns sinais podem indicar o fim da vida e, assim que aparecem, é fundamental garantir um ambiente familiar, tranquilo e privado para o menor. Os cuidados do final de vida oferecem um sistema de ajuda para a família enfrentar da melhor maneira esta etapa de terminalidade. Com eles é possível suavizar o sofrimento dos pacientes pediátricos quando a morte é inevitável, oferecendo apoio aos pais e mães que sofrem a pior dor da vida: que é a morte de um filho.


Subject(s)
Child Health , Pediatrics , Palliative Care , Cancer Pain , Neoplasms , Hospice Care
3.
Qualidade de Vida para Crianças com Câncer: Módulos em Cuidados Paliativos PediátricosOPS/NMH/NV/cvn7/21-0040.
Monography in Portuguese | PAHO-IRIS | ID: phr-56099

ABSTRACT

O objetivo dos cuidados paliativos em pacientes pediátricos com câncer é melhorar o bem-estar do paciente e de sua família ao longo da doença, bem como reduzir o sofrimento físico, emocional e espiritual. No âmbito da Iniciativa Global contra o Câncer Infantil, OPAS oferece uma série de módulos sobre cuidados paliativos pediátricos para mães, pais e cuidadores. Cada um contém informações essenciais para poder prestar o melhor atendimento e atender às necessidades decorrentes da doença que afetam tanto o paciente quanto seus entes queridos. A espiritualidade é a forma como nos relacionamos com nós mesmos, com as outras pessoas e com o que é sagrado, seja deus, o cosmos, a natureza ou qualquer ser superior. Adultos e crianças buscam o significado da finitude. a espiritualidade se expressa através das crenças, valores, tradições e práticas. Os cuidados espirituais fazem parte da atenção global e dos cuidados paliativos pediátricos. Este módulo 7 aborda o tema da espiritualidade : o que é? Em que consiste o seu desenvolvimento? Como desenvolvê - la com o menor? Por que é importante realizar práticas espirituais? Ou como as práticas espirituais podem ser realizadas com menores?


Subject(s)
Child Health , Pediatrics , Palliative Care , Cancer Pain , Neoplasms , Spirituality
4.
Qualidade de Vida para Crianças com Câncer: Módulos em Cuidados Paliativos PediátricosOPAS/NMH/NV/cvn6/21-0040.
Monography in Portuguese | PAHO-IRIS | ID: phr-56098

ABSTRACT

O objetivo dos cuidados paliativos em pacientes pediátricos com câncer é melhorar o bem-estar do paciente e de sua família ao longo da doença, bem como reduzir o sofrimento físico, emocional e espiritual. No âmbito da Iniciativa Global contra o Câncer Infantil, OPAS oferece uma série de módulos sobre cuidados paliativos pediátricos para mães, pais e cuidadores. Cada um contém informações essenciais para poder prestar o melhor atendimento e atender às necessidades decorrentes da doença que afetam tanto o paciente quanto seus entes queridos. Este módulo aborda a importância da gestão da comunicação, tanto para receber o diagnóstico quanto para entender a evolução e o tratamento. São questões sobre se o menor tem o direito de receber informações, sobre como deve ser falado sobre sua doença ou qual é o momento mais conveniente para tratá-la. A criança está passando por problemas, sintomas que nunca havia tido, está exposto a internações hospitalares e procedimentos médicos que fazem com que ela reconheça que esta não é uma doença comum. Ter informação sempre ajuda as pessoas de qualquer idade entender o que está acontecendo e ter calma para compreender o que poderá acontecer e como os problemas serão solucionados.


Subject(s)
Child Health , Neoplasms , Cancer Pain , Palliative Care , Pediatrics , Communication
5.
Qualidade de Vida para Crianças com Câncer: Módulos em Cuidados Paliativos PediátricosOPAS/NMH/NV/cvn5/21-0040.
Monography in Portuguese | PAHO-IRIS | ID: phr-56097

ABSTRACT

O objetivo dos cuidados paliativos em pacientes pediátricos com câncer é melhorar o bem-estar do paciente e de sua família ao longo da doença, bem como reduzir o sofrimento físico, emocional e espiritual. No âmbito da Iniciativa Global contra o Câncer Infantil, OPAS oferece uma série de módulos sobre cuidados paliativos pediátricos para mães, pais e cuidadores. Cada um contém informações essenciais para poder prestar o melhor atendimento e atender às necessidades decorrentes da doença que afetam tanto o paciente quanto seus entes queridos. Este módulo fala sobre como cuidar de cuidadores que estão enfrentando um grande desafio. O cuidador pode se sentir mentalmente, emocionalmente e fisicamente exausto. Sabemos que como pais ou cuidadores você se dedica ao máximo no cuidar de seu filho. Esta é uma situação muito difícil, cuja magnitude pode ser pesada e em alguns momentos fazê-lo sentir-se só, com vontade de sumir. Quando você é o cuidador de uma criança com câncer, às vezes pode sentir que todo o peso do mundo está sobre si: seu filho doente precisa de você; seus outros filhos e familiares também precisam de você; seu conjuge também precisa de você; e, também o seu trabalho. Aqui está uma lista de recomendações para melhorar sua qualidade de vida.


Subject(s)
Pediatrics , Child Health Services , Palliative Care , Caregiver Burden , Respite Care , Caregivers , Neoplasms , Cancer Pain
6.
Qualidade de Vida para Crianças com Câncer: Módulos em Cuidados Paliativos PediátricosOPAS/NMH/NV/cvn4/21-0040.
Monography in Portuguese | PAHO-IRIS | ID: phr-56096

ABSTRACT

O objetivo dos cuidados paliativos em pacientes pediátricos com câncer é melhorar o bem-estar do paciente e de sua família ao longo da doença, bem como reduzir o sofrimento físico, emocional e espiritual. No âmbito da Iniciativa Global contra o Câncer Infantil, OPAS oferece uma série de módulos sobre cuidados paliativos pediátricos para mães, pais e cuidadores. Cada um contém informações essenciais para poder prestar o melhor atendimento e atender às necessidades decorrentes da doença que afetam tanto o paciente quanto seus entes queridos. Este módulo aborda o gerenciamento de sintomas em cuidados paliativos pediátricos. Para garantir a qualidade de vida dos menores com câncer, é necessário controlar adequadamente os sintomas que causam sofrimento, como dor, febre, desconforto respiratório, constipação, retenção urinária ou falta de apetite. Dependendo da evolução da doença e tempo do tratamento, é possível que as indicações e o manejo dos sintomas mudem dependendo dos objetivos de cuidado que o paciente e a família tenham acordado com a equipe médica. Nesse sentido, são oferecidas informações sobre o que saber e conselhos úteis para agir adequadamente.


Subject(s)
Pediatrics , Child Health , Child Health Services , Palliative Care , Neoplasms , Cancer Symptoms , Signs and Symptoms
7.
Qualidade de Vida para Crianças com Câncer: Módulos em Cuidados Paliativos PediátricosOPAS/NMH/NV/cvn3/21-0040.
Monography in Portuguese | PAHO-IRIS | ID: phr-56095

ABSTRACT

O objetivo dos cuidados paliativos em pacientes pediátricos com câncer é melhorar o bem-estar do paciente e de sua família ao longo da doença, bem como reduzir o sofrimento físico, emocional e espiritual. No âmbito da Iniciativa Global contra o Câncer Infantil, OPAS oferece uma série de módulos sobre cuidados paliativos pediátricos para mães, pais e cuidadores. Cada um contém informações essenciais para poder prestar o melhor atendimento e atender às necessidades decorrentes da doença que afetam tanto o paciente quanto seus entes queridos. O menor pode passar dias ou semanas no hospital, situação que gera necessidades físicas, psicológicas, sociais ou espirituais. Este módulo aborda a qualidade de vida em menores com câncer e as estratégias para melhorar a qualidade de vida no hospital. As necessidades da criança doente variam de acordo com a idade e o momento da doença. Podem ser fisicas: alivio de sintomas, estimular e potencializar seu crescimento e desenvolvimento e planejar antecipadamente seus cuidados; espirituais: acesso a atenção e apoio espiritual, adequado, respeitando os preceitos familiares; sociais: atividades de recreação de acordo com as necessidades individuais, escolarização, interação com os pares; psicológicas: ter comunicação sincera e adequada à fase do desenvolvimento da criança, apoio emocional contínuo para ajudar no manejo das emoções, continuação das tarefas diárias, incentivos, metas e futuros projetos.


Subject(s)
Palliative Care , Pediatrics , Quality of Life , Child Health , Child Health Services , Hospitals, Pediatric , Child, Hospitalized , Neoplasms , Cancer Pain
8.
Qualidade de Vida para Crianças com Câncer: Módulos em Cuidados Paliativos PediátricosOPAS/NMH/NV/cvn2/21-0040.
Monography in Portuguese | PAHO-IRIS | ID: phr-56094

ABSTRACT

O objetivo dos cuidados paliativos em pacientes pediátricos com câncer é melhorar o bem-estar do paciente e de sua família ao longo da doença, bem como reduzir o sofrimento físico, emocional e espiritual. No âmbito da Iniciativa Global contra o Câncer Infantil, OPAS oferece uma série de módulos sobre cuidados paliativos pediátricos para mães, pais e cuidadores. Cada um contém informações essenciais para poder prestar o melhor atendimento e atender às necessidades decorrentes da doença que afetam tanto o paciente quanto seus entes queridos. Este módulo aborda os cuidados em casa para promover o bem-estar do menor. São recomendações sobre a preparação dos cuidados, o manuseio dos equipamentos médicos especiais mais comuns (para ajudar na respiração e alimentação) e os cuidados que a criança com dificuldade de locomoção necessita. Continuar com os cuidados em casa favorece o bem estar da criança que se encontra em ambiente familiar e tranquilo. Antes da alta, é importante que os pais e cuidadores aprendam o necessário sobre o tratamento de seu filho para que possam dar a ele a melhor e mais segura atenção.


Subject(s)
Palliative Care , Pediatrics , Child Health , Neoplasms , Child Health Services , Cancer Pain
9.
Qualidade de Vida para Crianças com Câncer: Módulos em Cuidados Paliativos PediátricosOPS/NMH/NV/cvn1/21-0040.
Monography in Portuguese | PAHO-IRIS | ID: phr-56093

ABSTRACT

O cuidado paliativo é a atenção para prevenir e aliviar o sofrimento das crianças, adolescentes e seus familiares, no enfrentamento de problemas associados a doenças potencialmente mortais. Esses problemas incluem o sofrimento físico, psicológico, social e espiritual dos pacientes e de seus familiares. A equipe de cuidados paliativos inclui pediatras e médicos de diferentes especialidades que participam dos cuidados das crianças em enfermaria, psicólogos, assistentes sociais, terapeutas, nutricionistas, voluntários entre outros. Em casos de doença avançada, também participam do cuidado do paciente uma equipe médica com especialização em cuidados paliativos. O objetivo dos cuidados paliativos em pacientes pediátricos com câncer é melhorar o bem-estar do paciente e de sua família ao longo da doença. No âmbito da Iniciativa Global contra o Câncer Infantil, OPAS oferece uma série de módulos sobre cuidados paliativos pediátricos para mães, pais e cuidadores. Cada um contém informações essenciais para atender às necessidades da doença que afetam tanto o paciente quanto seus entes queridos. Este módulo aborda questões gerais sobre o que são os cuidados paliativos pediátricos, quem os está prestando, a quem se destina e como vai ajudar as pessoas envolvidas.


Subject(s)
Quality of Life , Pediatrics
10.
Washington, D.C.; OPS; 2022-06-10. (OPS/CDE/VT/22-0010).
Non-conventional in Spanish | PAHO-IRIS | ID: phr-56082

ABSTRACT

Tanto la Organización Panamericana de la Salud como la Organización Mundial de la Salud incluyen a la enfermedad de Chagas o tripanosomiasis americana en la lista de las principales enfermedades desatendidas. Si bien la carga de la enfermedad ha disminuido gracias a las importantes medidas programáticas de control vectorial adoptadas en varios países, se estima que esta patología afecta a 6 millones de personas en la Región de las Américas y que 65 millones están en riesgo de contraerla. Además, es una afección con un importante componente pediátrico: la mayoría de los pacientes ingresados con cuadros agudos son niñas, niños y adolescentes. El presente decálogo expone de manera concisa los aspectos esenciales de la enfermedad y recoge 10 puntos básicos, esquemáticos y orientados a la práctica para la atención pediátrica de la enfermedad de Chagas.


Subject(s)
Chagas Disease , Pediatrics , Neglected Diseases , Endemic Diseases , Child Health , Vector Borne Diseases , Americas , Trypanosoma cruzi
11.
AAPS PharmSciTech ; 23(5): 166, 2022 Jun 16.
Article in English | MEDLINE | ID: mdl-35705726

ABSTRACT

The demand for personalized medicine has received extensive attention, especially in pediatric preparations. An emerging technology, extrusion-based 3D printing, is highly attractive in the field of personalized medicine. In this study, we prepared propranolol hydrochloride (PR) gummy chewable tablets tailored for children by semisolid extrusion (SSE) 3D printing technology to meet personalized medicine needs in pediatrics. In this study, the effects of critical formulation variables on the rheological properties and printability of gum materials were investigated by constructing a full-factorial design. In addition, the masticatory properties, thermal stability, and disintegration time of the preparations were evaluated. Bitterness inhibitors were used to mask the bitterness of the preparations. The results of the full-factorial design showed that the amount of gelatin and carrageenan were the key factors in the formulation. Gelatin can improve printability and masticatory properties, carrageenan can improve thermal stability, and accelerate the disintegration of preparations; therefore, a reasonable combination of both could satisfactorily meet the demand for high-quality 3D printing. γ-Aminobutyric acid can reduce the bitterness of gummy chewable tablets to improve medication compliance and the determined formulation (F7) met the quality requirements. In conclusion, the gum material has excellent potential as an extrusion material for 3D printing. The dosage can be adjusted flexibly by the model shape and size. 3D printing has broad prospects in pediatric preparations.


Subject(s)
Pediatrics , Propranolol , Carrageenan , Child , Drug Liberation , Excipients , Gelatin , Gels , Humans , Precision Medicine , Printing, Three-Dimensional , Tablets , Technology, Pharmaceutical/methods
12.
Ital J Pediatr ; 48(1): 95, 2022 Jun 14.
Article in English | MEDLINE | ID: mdl-35701810

ABSTRACT

Currently, there are a few detailed guidelines on the overall management of children and adolescents with moderate-severe atopic dermatitis. AD ​​is a complex disease presenting with different clinical phenotypes, which require an individualized and multidisciplinary approach. Therefore, appropriate interaction between primary care pediatricians, pediatric allergists, and pediatric dermatologists is crucial to finding the best management strategy. In this manuscript, members of the Italian Society of Pediatric Allergology and Immunology (SIAIP), the Italian Society of Pediatric Dermatology (SIDerP), and the Italian Society of Pediatrics (SIP) with expertise in the management of moderate-severe atopic dermatitis have reviewed the latest scientific evidence in the field. This narrative review aims to define a pathway to appropriately managing children and adolescents with moderate-severe atopic dermatitis.


Subject(s)
Dermatitis, Atopic , Dermatology , Pediatrics , Adolescent , Child , Dermatitis, Atopic/therapy , Humans , Hyperplasia , Pediatricians
13.
J Pak Med Assoc ; 72(5): 912-915, 2022 May.
Article in English | MEDLINE | ID: mdl-35713055

ABSTRACT

OBJECTIVE: To assess the impact of the coronavirus disease-2019 pandemic on paediatric postgraduate training as perceived by the trainees. METHODS: The cross-sectional exploratory study was conducted at the Department of Paediatrics, King Edward Medical University, Lahore, Pakistan, from May to June 2020, and comprised paediatric postgraduate trainees associated with various hospitals across the country who were approached online with a pre-designed 24-item questionnaire during the peak months of the pandemic. Data was analysed using SPSS 25. RESULTS: Of the 226 postgraduates, 134(59.2%) were females. The overall mean age was 28.85±3.06 years. Of the total, 200(88.5%) and 195(86.2%) reported that pandemic had adversely impacted their training and research. The number of trainees managing >30 patients and doing >5 procedures per week before the pandemic decreased from 126(55.8%) and 150(66.4%) to 38(16.8%) and 41(18.1%), respectively, during the pandemic (p=0.01). Regarding e-learning, 168(74.3%) trainees thought it might partly compensate for training, 135(59.7%) showed readiness for it, and 179(79.2%) believed this could not replace actual patient interaction. CONCLUSIONS: The coronavirus disease-2019 pandemic was found to have adversely impacted paediatric postgraduate training.


Subject(s)
COVID-19 , Internship and Residency , Pediatrics , Adult , Child , Cross-Sectional Studies , Female , Humans , Male , Pandemics
14.
J Pak Med Assoc ; 72(5): 954-957, 2022 May.
Article in English | MEDLINE | ID: mdl-35713063

ABSTRACT

In order to improve the health care system in Pakistan, the first step is to assess which diseases are the most prevalent and to what extent among children and lead to hospital admissions. This would help to improve the facilities and management and thus reduce the duration of hospital stay. This study aimed to determine the spectrum of disease presentation and the outcome and duration of hospital stay of patients presenting to the paediatric ward of a tertiary care hospital. A cross-sectional, descriptive study was conducted in the paediatric ward of a semi-private hospital PNS SHIFA in Karachi. The duration of the study was six months (March 2019 to August 2019) and the sample size was 431. Non probability convenience sampling was done and p-value =/< 0.05 was taken as significant. Data was analysed through SPSS version 22. The study showed that gastroenterological diseases were the most common (138 [32%]), and all patients with these problems were discharged after treatment. Out of the 96 (22%) patients presenting with pulmonary diseases all were discharged except 2/96 patients (2%) who died as they had some co-morbidity (congenital heart disease and measles, respectively). One was referred (congenital heart disease). Seventy-five (17.5%) had infectious diseases with good outcome, 2 out of 19 (4.9%) had cardiac related illnesses. One neurological patient died, while the rest of 41 were discharged. The study concluded that the most common cause of admission in children is gastroenterological, pulmonary and infectious diseases; almost all except a few with co-morbidities were discharged after a short hospital stay.


Subject(s)
Heart Defects, Congenital , Pediatrics , Child , Cross-Sectional Studies , Hospitalization , Humans , Tertiary Care Centers
17.
Arch. argent. pediatr ; 120(3): 209-216, junio 2022. tab, ilus
Article in Spanish | LILACS, BINACIS | ID: biblio-1368241

ABSTRACT

La laringe se localiza en la encrucijada aerodigestiva; cualquier patología que la comprometa tendrá repercusión en la respiración, la deglución y/o la voz. Se divide en tres regiones: la supraglotis (comprende la epiglotis, las bandas ventriculares y los ventrículos laríngeos), la glotis (espacio limitado por las cuerdas vocales) y la subglotis (zona más estrecha de la vía aérea pediátrica y único punto rodeado en su totalidad por cartílago: el anillo cricoides). La obstrucción laríngea se puede presentar como una condición aguda potencialmente fatal o como un proceso crónico. El síntoma principal es el estridor inspiratorio o bifásico. La etiología varía mucho según la edad y puede ser de origen congénito, inflamatorio, infeccioso, traumático, neoplásico o iatrogénico. Se describen las patologías que ocasionan obstrucción laríngea con más frecuencia o que revisten importancia por su gravedad, sus síntomas orientadores para el diagnóstico presuntivo, los estudios complementarios y el tratamiento.


The larynx is at the aerodigestive crossroads; any pathology that involves it will have an impact on breathing, swallowing and/or the voice. It`s divided into three regions: supraglottis (includes epiglottis, ventricular bands and laryngeal ventricles), glottis (space limited by the vocal cords) and subglottis (narrowest area of pediatric airway and the only point of larynx completely surrounded by cartilage: the cricoid ring). Laryngeal obstruction can present as a potentially fatal acute condition or as a chronic process. The main symptom is inspiratory or biphasic stridor. The etiology varies widely according to age and it may be of congenital, inflammatory, infectious, traumatic, neoplastic or iatrogenic origin. We describe the pathologies that cause laryngeal obstruction, either those that occur very often or those which are important for their severity, their guiding symptoms to the presumptive diagnosis, additional studies and treatment.


Subject(s)
Humans , Child , Pediatrics , Laryngeal Diseases/diagnosis , Laryngeal Diseases/etiology , Airway Obstruction/etiology , Larynx/pathology , Algorithms , Laryngeal Diseases/therapy
18.
Med J Aust ; 216(10): C1-C2, 2022 Jun 06.
Article in English | MEDLINE | ID: mdl-35665509
19.
Stud Health Technol Inform ; 290: 517-521, 2022 Jun 06.
Article in English | MEDLINE | ID: mdl-35673069

ABSTRACT

Weight entry errors can cause significant patient harm in pediatrics due to pervasive weight-based dosing practices. While computerized algorithms can assist in error detection, they have not achieved high sensitivity and specificity to be further developed as a clinical decision support tool. To train an advanced algorithm, expert-annotated weight errors are essential but difficult to collect. In this study, we developed a visual annotation tool to gather large amounts of expertly annotated pediatric weight charts and conducted a formal user-centered evaluation. Key features of the tool included configurable grid sizes and annotation styles. The user feedback was collected through a structured survey and user clicks on the interface. The results show that the visual annotation tool has high usability (average SUS=86.4). Different combinations of the key features, however, did not significantly improve the annotation efficiency and duration. We have used this tool to collect expert annotations for algorithm development and benchmarking.


Subject(s)
Decision Support Systems, Clinical , Pediatrics , Algorithms , Child , Feedback , Humans
20.
J Contin Educ Nurs ; 53(6): 264-272, 2022 Jun.
Article in English | MEDLINE | ID: mdl-35647631

ABSTRACT

Background The purpose of this study was to determine the effect of a 1-day evidence-based pediatric palliative care continuing professional development program on nurses' and advanced practice registered nurses' perceived self-efficacy regarding palliative care. Method The revised Pediatric Palliative Care Questionnaire was administered to participants before and after a 7½-hour program. A multimodal approach was used to teach topics specific to pediatric palliative care. Results Thirty-one participants completed questionnaires. Notably, most of the participants had provided palliative or end-of-life care, but few had previous education specific to pediatrics. The self-efficacy scores of the participants significantly increased after program attendance (Z = 3.53, p < .001). Conclusion Continuing professional development in pediatric palliative care improves nurses' and advanced practice registered nurses' confidence in their skills to provide this care. Findings of this study support the need for pediatric-specific education in nursing training programs and continuing professional development offerings. Continuing education may be the key to improving access to high-quality care for children living with serious illness and their families. [J Contin Educ Nurs. 2022;53(6):264-272.].


Subject(s)
Hospice and Palliative Care Nursing , Nurses , Pediatrics , Child , Humans , Palliative Care , Self Efficacy
SELECTION OF CITATIONS
SEARCH DETAIL
...