Your browser doesn't support javascript.
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 4 de 4
Filtrar
Más filtros










Intervalo de año de publicación
1.
Gerais ; 3(2): [160-174], 01/12/2010.
Artículo en Portugués | LILACS-Express | ID: biblio-880571

RESUMEN

Pesquisas em contextos nos quais podem ocorrer impactos no ciclo vital infantil são necessárias, uma vez que o desenvolvimento humano é ininterrupto. Um desses contextos é o de internação pediátrica. Este trabalho apresenta resultados de um programa de suporte teórico-prático em contexto de internação pediátrica, cujo foco foi o brincar como instrumento de intervenção terapêutica. Participaram do programa 16 profissionais de saúde de um hospital geral de uma capital brasileira. São apresentados os resultados de duas avaliações de aprendizagem e de uma avaliação de reação realizadas com os participantes. Os resultados sugerem que os participantes apresentam pouco conhecimento sobre as potencialidades do brincar em contexto de internação pediátrica; ademais, que eles o consideram somente como um recurso paliativo no atendimento às crianças internadas. Esses resultados apontam que ainda há um longo caminho a ser percorrido para a efetiva implementação e valorização do brincar como instrumento de intervenção terapêutica em instituições hospitalares.


Researches in contexts in which impact in children's life cycle may occur are necessary, for human development is continuous. One of these contexts is the pediatric hospitalization. This paper presents results of a program of theoretical and practical support within the context of pediatric hospitalization, whose focus was playing as an instrument for therapeutic intervention. Sixteen healthcare professionals of a general hospital of a Brazilian capital city have participated in the program. The results of two learning evaluations and one reaction evaluation conducted with the participants are presented. The results suggest that the participants have little knowledge about the potentialities of playing within the context of pediatric hospitalization; furthermore, that they consider it a mere palliative resource in the assistance of hospitalized children. These results demonstrate that there is a lot to be done before the effective implementation and enhancement of playing as an instrument for therapeutic intervention in hospitals.

2.
Gerais (Univ. Fed. Juiz Fora) ; 3(2): 160-174, dez. 2010.
Artículo en Portugués | Index Psicología - Revistas técnico-científicas | ID: psi-68220

RESUMEN

Pesquisas em contextos nos quais podem ocorrer impactos no ciclo vital infantil são necessárias, uma vez que o desenvolvimento humano é ininterrupto. Um desses contextos é o de internação pediátrica. Este trabalho apresenta resultados de um programa de suporte teórico-prático em contexto de internação pediátrica, cujo foco foi o brincar como instrumento de intervenção terapêutica. Participaram do programa 16 profissionais de saúde de um hospital geral de uma capital brasileira. São apresentados os resultados de duas avaliações de aprendizagem e de uma avaliação de reação realizadas com os participantes. Os resultados sugerem que os participantes apresentam pouco conhecimento sobre as potencialidades do brincar em contexto de internação pediátrica; ademais, que eles o consideram somente como um recurso paliativo no atendimento às crianças internadas. Esses resultados apontam que ainda há um longo caminho a ser percorrido para a efetiva implementação e valorização do brincar como instrumento de intervenção terapêutica em instituições hospitalares(AU)


Researches in contexts in which impact in children's life cycle may occur are necessary, for human development is continuous. One of these contexts is the pediatric hospitalization. This paper presents results of a program of theoretical and practical support within the context of pediatric hospitalization, whose focus was playing as an instrument for therapeutic intervention. Sixteen healthcare professionals of a general hospital of a Brazilian capital city have participated in the program. The results of two learning evaluations and one reaction evaluation conducted with the participants are presented. The results suggest that the participants have little knowledge about the potentialities of playing within the context of pediatric hospitalization; furthermore, that they consider it a mere palliative resource in the assistance of hospitalized children. These results demonstrate that there is a lot to be done before the effective implementation and enhancement of playing as an instrument for therapeutic intervention in hospitals(AU)


Asunto(s)
Humanos
3.
Psicol. estud ; 11(1): 109-117, jan.-abr. 2006. tab
Artículo en Portugués | Index Psicología - Revistas técnico-científicas | ID: psi-31748

RESUMEN

O presente estudo investigou a influência do brincar em crianças internadas em unidades pediátricas, buscando estabelecer correlações entre o comportamento lúdico e a estruturação do ambiente hospitalar. Participaram 50 crianças da faixa etária entre 2 e 10 anos, portadoras de diferentes patologias clínicas. Dessas crianças, 25 foram observadas em uma instituição hospitalar que dispunha de um ambiente físico estruturado, que incentivava o desenvolvimento de atividades lúdicas; e as demais, em uma instituição que não possuía tal ambiente. Os resultados mostraram que na primeira instituição as crianças agiam de forma independente na escolha do material lúdico e na livre inserção em um grupo; contudo, na segunda instituição as atividades não variavam muito, além de o local ser pouco freqüentado. Assim, ao se compararem as instituições, observou-se que um ambiente estruturado estimula a ação lúdica, além de influir nas formas de interação e no tipo de brincadeira desenvolvidos pelas crianças em unidades pediátricas (AU)


Asunto(s)
Humanos , Niño , Preescolar , Pediatría , Ambiente de Instituciones de Salud
4.
Psicol. estud ; 11(1): 109-117, ene.-abr. 2006. tab
Artículo en Portugués | LILACS | ID: lil-434773

RESUMEN

O presente estudo investigou a influência do brincar em crianças internadas em unidades pediátricas, buscando estabelecer correlações entre o comportamento lúdico e a estruturação do ambiente hospitalar. Participaram 50 crianças da faixa etária entre 2 e 10 anos, portadoras de diferentes patologias clínicas. Dessas crianças, 25 foram observadas em uma instituição hospitalar que dispunha de um ambiente físico estruturado, que incentivava o desenvolvimento de atividades lúdicas; e as demais, em uma instituição que não possuía tal ambiente. Os resultados mostraram que na primeira instituição as crianças agiam de forma independente na escolha do material lúdico e na livre inserção em um grupo; contudo, na segunda instituição as atividades não variavam muito, além de o local ser pouco freqüentado. Assim, ao se compararem as instituições, observou-se que um ambiente estruturado estimula a ação lúdica, além de influir nas formas de interação e no tipo de brincadeira desenvolvidos pelas crianças em unidades pediátricas.


The present study aimed to investigate the influence of play on children hospitalized in pediatric units, in order to establish correlation between the play behavior and the structure of the hospital environment. Fifty children, between 2 and 10 years of age, carriers of different clinical pathologies were studied. Half of the children were observed in an hospital equipped with a well-structured physical environment, that encourages play activities, and the other half was in an institution that did not offer such facilities. The results showed that in the first pediatric unit, the children acted independently when choosing a toy and when introducing themselves in new groups. However, in the institute not equipped with a well-structured environment, the play activities did not present much variation, and it did not call much the attention of the patients. Thus, it was verified, with the comparison of the hospitals, that a well-structured and play-stimulating environment has influence in the ways of interaction and the types of play.


Asunto(s)
Humanos , Preescolar , Niño , Ambiente de Instituciones de Salud , Pediatría
SELECCIÓN DE REFERENCIAS
DETALLE DE LA BÚSQUEDA