Your browser doesn't support javascript.
loading
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 6 de 6
Filtrar
Más filtros










Intervalo de año de publicación
1.
Hig. aliment ; 20(141): 75-81, maio-jun. 2006. tab
Artículo en Portugués | LILACS | ID: lil-452146

RESUMEN

O presente trabalho teve como objetivo avaliar a qualidade de doces em massa tipo junino quanto à identidade, através da pesquisa de elementos histológicos e corantes orgânicos artificiais, bem como em relação á presença de matérias estranhas e à rotulagem. Verificou-se que, de um total de 15 amostras, 9 ( 60 por cento) foram condenadas, sendo 9 devido à presença de corantes orgânicos artificiais, 1 por conter fungos filamentosos e 2 por rotulagem em desacordo com a legislação em vigor. Em 7 amostras foram detectadas matérias estranhas microscópicas, como: inseto inteiro, fragmentos de insetos e ácaros, não classificados como vetores mecânicos prejudiciais à saúde humana. Embora não exista parâmetro legal para condenação, em 5 amostras foi constatada a presença de grãos de areia (não quantificados). Observou-se que todas as amostras condenadas continham corantes orgânicos artificiais, e que os quatro corantes detectados, utilizados tanto na forma individual quanto combinada, variavam conforme a marca comercial do produto. O Amarelo Crepúsculo foi o mais freqüente (23,3 por cento) , seguido do Ponceau 4R (13,3 por cento) e do Amarelo Tartrazina (10 por cento). A mistura de corantes apresentou a mesma freqüência de utilização (6,7 por cento). Em 6 (46,1 por cento) amostras declaradas na rotulagem como doce de batata foram encontrados corantes que conferiram ao produto coloração semelhante á do doce de abóbora, caracterizando fraude intencional. Outro tipo de fraude praticada pelos fabricantes, com a intenção de realçar a cor original do vegetal, foi observada em 44,4 por cento do total de amostras condenadas.


Asunto(s)
Cucurbita , Dulces/microbiología , Colorantes de Alimentos , Contaminación de Alimentos , Calidad de los Alimentos , Ipomoea batatas , Análisis de los Alimentos , Legislación Alimentaria
2.
Rev. Inst. Adolfo Lutz ; 64(1): 110-116, jan.-jun. 2005. tab
Artículo en Portugués | LILACS, Sec. Est. Saúde SP, SESSP-IALPROD, Sec. Est. Saúde SP | ID: lil-432162

RESUMEN

Foi realizado um estudo comparativo entre quatro métodos para determinação de nitrato em águas destinadas ao consumo humano: ácido fenoldissulfônico, espectrofotométrico UV a 205nm, espectrofotométrico UV a 205nm modificado e espectrofotométrico UV a 220/275nm. Os métodos foram avaliados a fim de selecionar os mais adequados quanto à precisão e exatidão para serem aplicados na rede oficial de laboratórios de saúde pública. Com base nos resultados obtidos, os métodos espectrofotométricos UV a 220/275nm e espectrofotométrico UV a 205nm apresentaram características de desempenho adequadas estatisticamente para análise de rotina laboratorial, além de serem métodos de fácil execução, utilizarem reagente único e apresentarem resultados imediatos na determinação de nitratos em águas com baixo teor de matéria orgânica


Asunto(s)
Nitratos , Agua Potable , Espectrofotometría Ultravioleta
3.
Rev. Inst. Adolfo Lutz ; 64(1): 122-127, jan.-jun. 2005. tab
Artículo en Portugués | LILACS, Sec. Est. Saúde SP, SESSP-IALPROD, Sec. Est. Saúde SP | ID: lil-432164

RESUMEN

A ocorrência de Aeromonas spp móveis foi verificada em um total de 730 amostras de água de consumo humano de diferentes origens, sendo 495 da rede de abastecimento público tratada, 208 de soluções alternativas (compreendendo 65 de poços artesianos, 69 de poços rasos, 74 de minas), além dessas foram analisadas 27 amostras de água mineral envasada. Os resultados mostraram que 6,3%, 55,3% e 11,1% das amostras de água da rede de abastecimento público tratada, soluções alternativas e água mineral envasada estavam contaminadas com Aeromonas spp, respectivamente. Verificou-se que nem sempre a ocorrência de Aeromonas estava associada à presença de indicadores fecais. Das 613 cepas de Aeromonas isoladas 75,4% pertenciam a espécie Aeromonas hydrophila, seguidos por 9,8% de Aeromonas caviae e 0,6% de Aeromonas sobria. Estes achados mostram que estudos adicionais são necessários para avaliar possíveis riscos que a presença de Aeromonas spp poderia acarretar à saúde pública


Asunto(s)
Abastecimiento de Agua , Aeromonas , Agua Potable , Contaminación del Agua
5.
Rev. Inst. Adolfo Lutz ; 56(2): 29-36, 1996. mapas, tab
Artículo en Portugués | LILACS, Sec. Est. Saúde SP | ID: lil-196808

RESUMEN

Foi efetuado estudo comparativo de três métodos analíticos para a determinaçäo de fluoreto em água de abastecimento: SPADNS, alizarina com disco comparador colorimétrico e eletrodo de íon seletivo; este último foi selecionado como o mais adequado para o controle de fluoreto em águas para a rede de Láboratórios de Saúde Pública, devido a sua exatidäo, precisäo e rapidez. Foram analisadas 759 amostras de águas de abastecimento público dos municípios da regiäo de Campinas, de janeiro a julho de 1994, com o objetivo de subsídiar as autoridades sanitárias. Foi observado que dos 76 municípios estudados apenas 33, 43,4(por cento) fluoretaram com regularidade; 9, 11,8(por cento) fluoretaram de modo descontinuo e 30, 39,5(por cento) näo procederam a fluoretaçäo. Os dados obtidos demonstraram a importância de lavantamentos sistemáticos para instruir a açäo da vigilância, uma vez que, comparando-se estes resultados com levantamento realizado em 1991, constatou-se uma sgnificativa reduçäo no número de municípios que efetuaram a fluoretaçäo de modo regular.


Asunto(s)
Agua/química , Fluoruros/análisis , Abastecimiento de Agua/análisis , Halogenación/métodos , Vigilancia Sanitaria , Calidad del Agua/análisis , Métodos de Análisis
6.
Rev. Inst. Adolfo Lutz ; 55(2): 85-90, jul.-dez. 1995. ilus, tab
Artículo en Portugués | LILACS, Sec. Est. Saúde SP | ID: lil-176067

RESUMEN

Foram analisadas 66 amostras de diferentes procedências, sendo 36 de amendoim e 30 de produtos de amendoim da regiäo de Campinas, Estado de Säo Paulo, no ano de 1994, para determinaçäo de aflatoxinas B1, B2, G1, G2 por cromatografia em camada delgada. Em 51 por cento das amostras näo foram detectadas estas aflatoxinas; 2 por cento destas apresentaram teores de aflatoxinas B1+G1 menor ou igual a 30mg/kg e 47 por cento continham teores acima do limite tolerado pela legislaçäo brasileira (30mg/kg); numa faixa de contaminaçäo de 28 a 997 mg/kg para aflatoxina B1 e 14 a 149 mg/Kg para aflatoxina G1


Asunto(s)
Arachis , Aflatoxinas , Contaminación de Alimentos , Análisis de los Alimentos
SELECCIÓN DE REFERENCIAS
DETALLE DE LA BÚSQUEDA
...