Your browser doesn't support javascript.
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 20 de 38
Filtrar
Más filtros










Tipo de estudio
Intervalo de año de publicación
1.
Bol. psicol ; 64(141): 195-212, dez. 2014. tab
Artículo en Portugués | Index Psicología - Revistas técnico-científicas | ID: psi-66691

RESUMEN

O estudo visou verificar relações entre as estratégias de resolução de conflitos de pré-adolescentes e a percepção das opiniões dos educadores sobre elas, assim como diferenças nessas fontes de influência. Participaram 369 alunos do sexto e sétimo anos do Ensino Fundamental de três escolas, uma pública e duas privadas, que responderam a um questionário sobre a resolução de dez situações de conflito. As estratégias predominantes de resolução encontradas no total da amostra foram submissão, coerção, mistas de coerção e submissão, e negociação, encontrando-se diferenças relacionadas ao tipo de escola quanto à predominância de cada uma. A submissão e a negociação foram apontadas como aprovadas pelos pais e professores. A agressão e as mistas de submissão com coerção foram apontadas como desaprovadas pelos educadores. Verificou-se diferença significativa quanto ao maior conhecimento da opinião dos pais do que de professores.(AU)


The study aimed at investigating relationships between the strategies of conflict resolution of preadolescents and their perception of their parents' and teachers' views on these, as well as differences in the two sources of influence. Participants of the study were 369 students enrolled in the sixth and seventh grades of three elementary schools. Students answered a questionnaire about how they would solve ten hypothetical situations of interpersonal conflict involving colleagues, friends and parents. Questions regarding parents' and teachers' opinions about the strategy selected, as well as their motives were added in two conflicts. The predominant strategies found in the total sample were submission, coercion, coercion mixed with submission, and negotiation. Submission and negotiation were identified as approved by parents and teachers. Aggression and submission mixed with coercion were identified as disapproved by both groups of educators. It was found significant differences regarding students' knowledge of educators' opinion.(AU)


Asunto(s)
Humanos , Masculino , Femenino , Adolescente , Conflicto Psicológico , Estrategias , Solución de Problemas , Padres , Docentes , Instituciones Académicas
2.
Bol. psicol ; 64(141): 195-212, dez. 2014. tab
Artículo en Portugués | LILACS | ID: lil-772485

RESUMEN

O estudo visou verificar relações entre as estratégias de resolução de conflitos de pré-adolescentes e a percepção das opiniões dos educadores sobre elas, assim como diferenças nessas fontes de influência. Participaram 369 alunos do sexto e sétimo anos do Ensino Fundamental de três escolas, uma pública e duas privadas, que responderam a um questionário sobre a resolução de dez situações de conflito. As estratégias predominantes de resolução encontradas no total da amostra foram submissão, coerção, mistas de coerção e submissão, e negociação, encontrando-se diferenças relacionadas ao tipo de escola quanto à predominância de cada uma. A submissão e a negociação foram apontadas como aprovadas pelos pais e professores. A agressão e as mistas de submissão com coerção foram apontadas como desaprovadas pelos educadores. Verificou-se diferença significativa quanto ao maior conhecimento da opinião dos pais do que de professores...


The study aimed at investigating relationships between the strategies of conflict resolution of preadolescents and their perception of their parents' and teachers' views on these, as well as differences in the two sources of influence. Participants of the study were 369 students enrolled in the sixth and seventh grades of three elementary schools. Students answered a questionnaire about how they would solve ten hypothetical situations of interpersonal conflict involving colleagues, friends and parents. Questions regarding parents' and teachers' opinions about the strategy selected, as well as their motives were added in two conflicts. The predominant strategies found in the total sample were submission, coercion, coercion mixed with submission, and negotiation. Submission and negotiation were identified as approved by parents and teachers. Aggression and submission mixed with coercion were identified as disapproved by both groups of educators. It was found significant differences regarding students' knowledge of educators' opinion...


Asunto(s)
Humanos , Masculino , Femenino , Adolescente , Conflicto Psicológico , Solución de Problemas , Estrategias , Docentes , Padres , Instituciones Académicas
3.
Temas psicol. (Online) ; 20(2): 337-354, dez. 2012. ilus, tab
Artículo en Portugués | Index Psicología - Revistas técnico-científicas | ID: psi-56160

RESUMEN

O estudo visou a verificar se existe relação entre as estratégias de resolução de conflitos de pré-adolescentes e a percepção que têm das opiniões de seus pais sobre elas. Participaram 369 alunos do sexto e sétimo anos do Ensino Fundamental de três escolas, uma pública e duas privadas, que responderam a um questionário sobre a resolução de dez situações de conflito com colegas, amigos e pais. Foram acrescentadas questões em dois conflitos sobre opinião parental acerca da estratégia apresentada pelo participante. Os resultados mostraram que, no total da amostra, as estratégias predominantes de resolução foram submissão, coerção, mistas de coerção e submissão, e negociação, verificando-se diferenças entre tipo de escola quanto à predominância de cada estratégia de resolução, assim como em relação à percepção da opinião parental. A submissão, a ambivalente de submissão com coerção e a negociação foram apontadas como aprovadas pelos pais. A agressão foi apontada como reprovada. Verificou-se relação positiva entre estratégia relatada e percepção da opinião dos pais, assim como entre opinião e motivo.(AU)


The study aimed to verify possible relationships between preadolescents’ strategies to solve interpersonal conflicts and their perception of parents’ opinions about these strategies. 369 students participated, enrolled in the sixth and seventh grades of three schools, one public and two private. They answered an open questionnaire about their strategies to solve ten conflicts with colleagues, friends or parents. Questions concerning parental opinion about the proposed strategy were added in two conflicts. The results showed that the prevailing resolution strategies in the sample were submission, coercion, coercion mixed with submission, and negotiation. Differences were found between school types on the predominance of each resolution strategy, as well as in relation to the perception of parental opinion. The strategies perceived as approved by parents were submission, submission mixed with coercion, and negotiation. Aggression was pointed out as rebuked. Positive relationships were obtained between strategic choice and perception of parents’ opinion as well as between opinion and motive.(AU)


Asunto(s)
Humanos , Adolescente , Instituciones Académicas , Padres , Percepción
4.
Temas psicol. (Online) ; 20(2): 337-354, dez. 2012. ilus, tab
Artículo en Portugués | LILACS | ID: lil-684260

RESUMEN

O estudo visou a verificar se existe relação entre as estratégias de resolução de conflitos de pré-adolescentes e a percepção que têm das opiniões de seus pais sobre elas. Participaram 369 alunos do sexto e sétimo anos do Ensino Fundamental de três escolas, uma pública e duas privadas, que responderam a um questionário sobre a resolução de dez situações de conflito com colegas, amigos e pais. Foram acrescentadas questões em dois conflitos sobre opinião parental acerca da estratégia apresentada pelo participante. Os resultados mostraram que, no total da amostra, as estratégias predominantes de resolução foram submissão, coerção, mistas de coerção e submissão, e negociação, verificando-se diferenças entre tipo de escola quanto à predominância de cada estratégia de resolução, assim como em relação à percepção da opinião parental. A submissão, a ambivalente de submissão com coerção e a negociação foram apontadas como aprovadas pelos pais. A agressão foi apontada como reprovada. Verificou-se relação positiva entre estratégia relatada e percepção da opinião dos pais, assim como entre opinião e motivo.


The study aimed to verify possible relationships between preadolescents’ strategies to solve interpersonal conflicts and their perception of parents’ opinions about these strategies. 369 students participated, enrolled in the sixth and seventh grades of three schools, one public and two private. They answered an open questionnaire about their strategies to solve ten conflicts with colleagues, friends or parents. Questions concerning parental opinion about the proposed strategy were added in two conflicts. The results showed that the prevailing resolution strategies in the sample were submission, coercion, coercion mixed with submission, and negotiation. Differences were found between school types on the predominance of each resolution strategy, as well as in relation to the perception of parental opinion. The strategies perceived as approved by parents were submission, submission mixed with coercion, and negotiation. Aggression was pointed out as rebuked. Positive relationships were obtained between strategic choice and perception of parents’ opinion as well as between opinion and motive.


Asunto(s)
Humanos , Adolescente , Padres , Percepción , Instituciones Académicas
5.
Psicol. estud ; 16(2): 251-258, abr.-jun. 2011.
Artículo en Portugués | LILACS | ID: lil-608163

RESUMEN

Desde a década de 70 milhares de crianças, adolescentes e adultos praticam jogos de computador ou videogame. O objetivo deste artigo foi identificar os efeitos deste artefato tecnológico para a cognição, sua aplicabilidade e sua influência sobre o comportamento e a saúde do jogador e, desta forma, delinear orientações para pais e profissionais de saúde que lidam com crianças e adolescentes. Na primeira parte do artigo são apresentados alguns efeitos negativos e positivos dos jogos; na segunda é proposto um conjunto de orientações que podem tornar a brincadeira mais segura; e na última parte, as considerações finais. Concluiu-se que o videogame é uma ferramenta capaz de aperfeiçoar as habilidades cognitivas e perceptivas, sendo os jogos educacionais apontados como uma experiência benéfica aos seus usuários, e que as repercussões negativas se referem, principalmente, ao efeito daqueles com conteúdo de violência.


Since the 70’s thousands of children, young people and adults play computer or videogame games. This study aimed to identify the effects of this technological device on cognition, its applicability and influence on player behavior and health and to establish some guidelines for parents and professionals of health that work with children and adolescents. In the first part we presented some positive and negative effects of the games. In the second part it is proposed a set of orientations in order to keep safety and the final considerations are in the last part. We conclude that videogame is an effective tool for cognitive and perceptive skills optimizing. The educational games are identified as a beneficial experience for its users and negative repercussions are found in those with violence content.


Desde los años 70, miles de niños, adolescentes y adultos juegan juegos de computadora o videojuegos. La finalidad de este trabajo fue identificar los efectos de este artefacto tecnológico a la cognición, su aplicabilidad, influencia para el comportamiento y la salud del jugador y así elaborar directrices para los padres y los profesionales de la salud que trabajan con niños y adolescentes. En la primera parte del artículo se presentan algunos efectos negativos y positivos de los juegos. En la segunda, se propone un conjunto de directrices que pueden hacer el juego más seguro, y en la última expone las consideraciones finales. Se concluyó que los videojuegos son herramientas que pueden mejorar las aptitudes cognitivas y perceptivas, donde los juegos educativos son señalados como una buena influencia para aquellos que los practican y por otra parte aquellos con contenido de violencia son evaluados negativamente por la mala influencia.


Asunto(s)
Humanos , Masculino , Femenino , Adolescente , Adulto , Juegos de Video
6.
Psicol. estud ; 16(2): 251-258, abr.-jun. 2011.
Artículo en Portugués | Index Psicología - Revistas técnico-científicas | ID: psi-50287

RESUMEN

Desde a década de 70 milhares de crianças, adolescentes e adultos praticam jogos de computador ou videogame. O objetivo deste artigo foi identificar os efeitos deste artefato tecnológico para a cognição, sua aplicabilidade e sua influência sobre o comportamento e a saúde do jogador e, desta forma, delinear orientações para pais e profissionais de saúde que lidam com crianças e adolescentes. Na primeira parte do artigo são apresentados alguns efeitos negativos e positivos dos jogos; na segunda é proposto um conjunto de orientações que podem tornar a brincadeira mais segura; e na última parte, as considerações finais. Concluiu-se que o videogame é uma ferramenta capaz de aperfeiçoar as habilidades cognitivas e perceptivas, sendo os jogos educacionais apontados como uma experiência benéfica aos seus usuários, e que as repercussões negativas se referem, principalmente, ao efeito daqueles com conteúdo de violência.(AU)


Since the 70’s thousands of children, young people and adults play computer or videogame games. This study aimed to identify the effects of this technological device on cognition, its applicability and influence on player behavior and health and to establish some guidelines for parents and professionals of health that work with children and adolescents. In the first part we presented some positive and negative effects of the games. In the second part it is proposed a set of orientations in order to keep safety and the final considerations are in the last part. We conclude that videogame is an effective tool for cognitive and perceptive skills optimizing. The educational games are identified as a beneficial experience for its users and negative repercussions are found in those with violence content.(AU)


Desde los años 70, miles de niños, adolescentes y adultos juegan juegos de computadora o videojuegos. La finalidad de este trabajo fue identificar los efectos de este artefacto tecnológico a la cognición, su aplicabilidad, influencia para el comportamiento y la salud del jugador y así elaborar directrices para los padres y los profesionales de la salud que trabajan con niños y adolescentes. En la primera parte del artículo se presentan algunos efectos negativos y positivos de los juegos. En la segunda, se propone un conjunto de directrices que pueden hacer el juego más seguro, y en la última expone las consideraciones finales. Se concluyó que los videojuegos son herramientas que pueden mejorar las aptitudes cognitivas y perceptivas, donde los juegos educativos son señalados como una buena influencia para aquellos que los practican y por otra parte aquellos con contenido de violencia son evaluados negativamente por la mala influencia.(AU)


Asunto(s)
Humanos , Masculino , Femenino , Adolescente , Adulto , Juegos de Video
7.
Epilepsy Behav ; 20(3): 484-9, 2011 Mar.
Artículo en Inglés | MEDLINE | ID: mdl-21300573

RESUMEN

Children with epilepsy have a high incidence of psychiatric comorbidities, especially attention-deficit/hyperactivity disorder (ADHD). This observational cross-sectional study investigated the presence of ADHD in 30 children with idiopathic epilepsy. The Brazilian versions of the Child Behavior Checklist (CBCL), the Teacher Report Form (TRF), and the MTA-SNAP-IV questionnaire were used to assess comorbid psychiatric conditions. ADHD diagnosis was confirmed in 53.3% of children. The combined type was the most prevalent (43.7%), followed by the hyperactive-impulsive (37.5%) and inattentive (18.7%) types. Scores above the cutoff point on these scales were strongly correlated with the presence of ADHD. The high prevalence of ADHD in association with other psychiatric comorbidities in children with epilepsy justifies the use of behavioral rating scales as screening tests.


Asunto(s)
Trastorno por Déficit de Atención con Hiperactividad/diagnóstico , Trastorno por Déficit de Atención con Hiperactividad/epidemiología , Conducta Infantil/fisiología , Epilepsia/diagnóstico , Epilepsia/epidemiología , Escalas de Valoración Psiquiátrica , Adolescente , Trastorno por Déficit de Atención con Hiperactividad/psicología , Distribución de Chi-Cuadrado , Niño , Comorbilidad , Epilepsia/psicología , Femenino , Humanos , Modelos Logísticos , Masculino
8.
Gerais (Univ. Fed. Juiz Fora) ; 3(2): 160-174, dez. 2010.
Artículo en Portugués | Index Psicología - Revistas técnico-científicas | ID: psi-68220

RESUMEN

Pesquisas em contextos nos quais podem ocorrer impactos no ciclo vital infantil são necessárias, uma vez que o desenvolvimento humano é ininterrupto. Um desses contextos é o de internação pediátrica. Este trabalho apresenta resultados de um programa de suporte teórico-prático em contexto de internação pediátrica, cujo foco foi o brincar como instrumento de intervenção terapêutica. Participaram do programa 16 profissionais de saúde de um hospital geral de uma capital brasileira. São apresentados os resultados de duas avaliações de aprendizagem e de uma avaliação de reação realizadas com os participantes. Os resultados sugerem que os participantes apresentam pouco conhecimento sobre as potencialidades do brincar em contexto de internação pediátrica; ademais, que eles o consideram somente como um recurso paliativo no atendimento às crianças internadas. Esses resultados apontam que ainda há um longo caminho a ser percorrido para a efetiva implementação e valorização do brincar como instrumento de intervenção terapêutica em instituições hospitalares(AU)


Researches in contexts in which impact in children's life cycle may occur are necessary, for human development is continuous. One of these contexts is the pediatric hospitalization. This paper presents results of a program of theoretical and practical support within the context of pediatric hospitalization, whose focus was playing as an instrument for therapeutic intervention. Sixteen healthcare professionals of a general hospital of a Brazilian capital city have participated in the program. The results of two learning evaluations and one reaction evaluation conducted with the participants are presented. The results suggest that the participants have little knowledge about the potentialities of playing within the context of pediatric hospitalization; furthermore, that they consider it a mere palliative resource in the assistance of hospitalized children. These results demonstrate that there is a lot to be done before the effective implementation and enhancement of playing as an instrument for therapeutic intervention in hospitals(AU)


Asunto(s)
Humanos
9.
Rev. bras. educ. espec ; 16(3): 463-478, set.-dez. 2010. tab
Artículo en Portugués | LILACS-Express | ID: lil-574771

RESUMEN

O estudo investigou os efeitos do discurso médico no processo de ensino-aprendizagem escolar, particularmente, como ele tem sido apropriado pelo corpo docente e os seus efeitos nas práticas pedagógicas dos educadores. Trata-se de um estudo qualitativo realizado ao longo do período letivo de 2008. Participaram do estudo 17 educadores que trabalham com crianças com paralisia cerebral, com idade entre 6 e 12 anos e acompanhadas pela equipe de reabilitação da Rede Sarah de Hospitais, em Belém. Foram realizadas entrevistas gravadas em áudio no início e no final do período letivo, seguindo o mesmo roteiro. Ao longo do ano, foram realizadas visitas escolares, pela equipe do Sarah, com intervalos de aproximadamente dois meses e com o objetivo de dialogar com os educadores e esclarecer sobre o diagnóstico da criança, seus potenciais, limites e adaptações que favorecessem o processo de inclusão e de aprendizagem. A análise dos dados iniciais revelou a inconsistência teórica dos educadores sobre os conceitos de inclusão e de paralisia cerebral. Indicou o desconhecimento sobre o diagnóstico da criança e a elaboração de práticas pedagógicas orientadas por discursos médicos baseados no senso comum. Ao final do processo, identificou-se que as percepções, as concepções, as práticas e o discurso pedagógico dos educadores haviam se modificado. Foram observadas reelaborações de ações pedagógicas considerando o diagnóstico, aspectos individuais e coletivos da aprendizagem, além dos limites e potenciais de cada criança. Constatou-se assim, o processo de subjetivação discursiva, como resultado da interlocução entre campos de saberes diferentes, no caso, Saúde e Educação, resultando em reelaboração do discurso e das práticas pedagógicas no processo de ensino-aprendizagem das crianças com paralisia cerebral.


This study investigated the effects of medical discourse in the teaching-learning process, particularly as it has been appropriated by educators in schools and its effects on these educators' pedagogical practices. The study in question is a qualitative study undertaken during the 2008 school year. Seventeen teachers participated in this study of children diagnosed with cerebral palsy, aged between 6 and 12 years old. The children were observed by the rehabilitation team of the Sarah Hospitals Network in Belém. Using the same guidelines, audio recorded interviews were conducted at the beginning and at the end of the school year. Over the year, there were school visits by Sarah staff, at two month intervals, approximately, in order to talk to the teachers regarding the children's diagnoses, their potentials and limitations, and possible adaptations that could facilitate their inclusion and learning processes. Analysis of the initial data has shown the theoretical inconsistency of educators concerning concepts of inclusion and cerebral palsy. In addition, the analysis pointed out that teachers lacked knowledge about the children's diagnoses; they seemed to prepare pedagogical practices according to medical discourse based on common sense. Changes in perceptions, concepts, practices and pedagogical discourse of the educators were observed at the end of the study. Renewed pedagogical strategies were observed that considered the child's diagnosis, as well as individual and group learning situations, besides the limitations and potential of each child. The study demonstrated that the process of discursive subjectification can come about as a result of exchanges between fields of knowledge, in this case, Health and Education, in order to redraft discourse as well as renewed elaboration of pedagogical practices in the teaching-learning process of children with cerebral palsy.

10.
Gerais ; 3(2): [160-174], 01/12/2010.
Artículo en Portugués | LILACS-Express | ID: biblio-880571

RESUMEN

Pesquisas em contextos nos quais podem ocorrer impactos no ciclo vital infantil são necessárias, uma vez que o desenvolvimento humano é ininterrupto. Um desses contextos é o de internação pediátrica. Este trabalho apresenta resultados de um programa de suporte teórico-prático em contexto de internação pediátrica, cujo foco foi o brincar como instrumento de intervenção terapêutica. Participaram do programa 16 profissionais de saúde de um hospital geral de uma capital brasileira. São apresentados os resultados de duas avaliações de aprendizagem e de uma avaliação de reação realizadas com os participantes. Os resultados sugerem que os participantes apresentam pouco conhecimento sobre as potencialidades do brincar em contexto de internação pediátrica; ademais, que eles o consideram somente como um recurso paliativo no atendimento às crianças internadas. Esses resultados apontam que ainda há um longo caminho a ser percorrido para a efetiva implementação e valorização do brincar como instrumento de intervenção terapêutica em instituições hospitalares.


Researches in contexts in which impact in children's life cycle may occur are necessary, for human development is continuous. One of these contexts is the pediatric hospitalization. This paper presents results of a program of theoretical and practical support within the context of pediatric hospitalization, whose focus was playing as an instrument for therapeutic intervention. Sixteen healthcare professionals of a general hospital of a Brazilian capital city have participated in the program. The results of two learning evaluations and one reaction evaluation conducted with the participants are presented. The results suggest that the participants have little knowledge about the potentialities of playing within the context of pediatric hospitalization; furthermore, that they consider it a mere palliative resource in the assistance of hospitalized children. These results demonstrate that there is a lot to be done before the effective implementation and enhancement of playing as an instrument for therapeutic intervention in hospitals.

11.
Psicol. estud ; 15(3): 519-525, set. 2010. tab
Artículo en Portugués | LILACS | ID: lil-571596

RESUMEN

Esta pesquisa objetivou investigar a performance em cinco variáveis do Continuous Performance Test (CPT-II), um teste de atenção sustentada. Dela participaram 30 indivíduos, com idades entre 10 e 16 anos, envolvidos nas atividades de uma organização não governamental (ONG) para crianças carentes, organizados em dois grupos: um grupo de jogadores de videogame (JVGs) e um de não jogadores de videogame (NJVGs). Todos eles foram testados no CPT-II e o grupo de NJVGs foi treinado por 20 sessões em dois jogos de videogame. Os NJVGs foram retestados no CPT-II. Verificou-se que, inicialmente, o grupo de JVGs apresentou um desempenho melhor do que o grupo de NJVGs. Após a intervenção experimental constatou-se que este último grupo apresentou uma melhor performance nas variáveis avaliadas do teste. Os resultados mostraram que o regime de treinamento e os jogos de videogame utilizados foram eficientes para melhorar o desempenho de adolescentes NJVGs no CPT II.


The present research aimed to investigate the performance in five variables of Continuous Performance Test, a maintained attention test. Participants included 30 individuals, aged between 10 and 16 years old, involved in the activities of a Non-governmental Organization (NGO) for poor children, organized in two groups: one of videogame players (VGP) and another with no-players videogame (NVGP). All of them were examined in the CPT-II and the group of NJVG was trained for 20 sessions in two videogames. The NJVG were re-examined in the CPT-II. It could be verified that the group of JVG showed a better performance than the group of NJVG before experimental intervention. After experimental intervention it could be noted that this last group presented a better performance in the test variables evaluated. The results showed that the training conduction and the videogames used were efficient for improving the NVGP adolescents' performance in the CPT-II.


Este estudio tuvo como objetivo investigar la actuación de cinco variables en Continuous Performance Test (CPT-II), una prueba de atención sostenida. Participaron 30 individuos con edades entre 10 y 16 anos, envueltos en las actividades de una Organización no Gubernamental (ONG) para niños carentes, organizados en dos grupos: uno para los jugadores de videojuegos (JV) y otros con no jugadores de videojuegos (NJV). Todos se pusieron a prueba en el CPT-II y el grupo de NJV se formó por 20 sesiones en dos videojuegos. El NJV fueron re-probado en la CPT-II. Se encontró que en principio, el grupo JV mostraron mejor rendimiento que el grupo de NJV. Después de la intervención ensayo encontró que este último grupo mostró un mejor desempeño en las variables de la prueba. Los resultados mostraron que el sistema de formación y los videojuegos utilizados son eficaces para mejorar el rendimiento de los adolescentes NJV en CPT II.


Asunto(s)
Humanos , Niño , Adolescente , Psicología
12.
Psicol. estud ; 15(3): 519-525, set. 2010. tab
Artículo en Portugués | Index Psicología - Revistas técnico-científicas | ID: psi-50514

RESUMEN

Esta pesquisa objetivou investigar a performance em cinco variáveis do Continuous Performance Test (CPT-II), um teste de atenção sustentada. Dela participaram 30 indivíduos, com idades entre 10 e 16 anos, envolvidos nas atividades de uma organização não governamental (ONG) para crianças carentes, organizados em dois grupos: um grupo de jogadores de videogame (JVGs) e um de não jogadores de videogame (NJVGs). Todos eles foram testados no CPT-II e o grupo de NJVGs foi treinado por 20 sessões em dois jogos de videogame. Os NJVGs foram retestados no CPT-II. Verificou-se que, inicialmente, o grupo de JVGs apresentou um desempenho melhor do que o grupo de NJVGs. Após a intervenção experimental constatou-se que este último grupo apresentou uma melhor performance nas variáveis avaliadas do teste. Os resultados mostraram que o regime de treinamento e os jogos de videogame utilizados foram eficientes para melhorar o desempenho de adolescentes NJVGs no CPT II.(AU)


The present research aimed to investigate the performance in five variables of Continuous Performance Test, a maintained attention test. Participants included 30 individuals, aged between 10 and 16 years old, involved in the activities of a Non-governmental Organization (NGO) for poor children, organized in two groups: one of videogame players (VGP) and another with no-players videogame (NVGP). All of them were examined in the CPT-II and the group of NJVG was trained for 20 sessions in two videogames. The NJVG were re-examined in the CPT-II. It could be verified that the group of JVG showed a better performance than the group of NJVG before experimental intervention. After experimental intervention it could be noted that this last group presented a better performance in the test variables evaluated. The results showed that the training conduction and the videogames used were efficient for improving the NVGP adolescents' performance in the CPT-II.(AU)


Este estudio tuvo como objetivo investigar la actuación de cinco variables en Continuous Performance Test (CPT-II), una prueba de atención sostenida. Participaron 30 individuos con edades entre 10 y 16 anos, envueltos en las actividades de una Organización no Gubernamental (ONG) para niños carentes, organizados en dos grupos: uno para los jugadores de videojuegos (JV) y otros con no jugadores de videojuegos (NJV). Todos se pusieron a prueba en el CPT-II y el grupo de NJV se formó por 20 sesiones en dos videojuegos. El NJV fueron re-probado en la CPT-II. Se encontró que en principio, el grupo JV mostraron mejor rendimiento que el grupo de NJV. Después de la intervención ensayo encontró que este último grupo mostró un mejor desempeño en las variables de la prueba. Los resultados mostraron que el sistema de formación y los videojuegos utilizados son eficaces para mejorar el rendimiento de los adolescentes NJV en CPT II.(AU)


Asunto(s)
Humanos , Niño , Adolescente , Psicología
13.
J. bras. psiquiatr ; 59(2): 146-155, 2010. tab
Artículo en Portugués | LILACS | ID: lil-557161

RESUMEN

OBJETIVO: Identificar na literatura elementos para explicar uma possível associação entre o transtorno de déficit de atenção e hiperatividade (TDAH) e a epilepsia e orientar quanto ao manejo clínico dos pacientes que compartilham esses transtornos. MÉTODOS: Realizou-se revisão da literatura dos últimos 10 anos nas bases de dados MedLine e Lilacs com a combinação dos descritores "attention deficit hyperactivity disorder", "ADHD" e "epilepsy". RESULTADOS: Sintomas de TDAH são frequentes em síndromes epilépticas idiopáticas. Vários fatores podem contribuir para a coexistência desses transtornos: 1) possibilidade de uma mesma propensão genética; 2) participação dos neurotransmissores noradrenalina e dopamina no TDAH e na modulação da excitabilidade neuronal; 3) anormalidades estruturais do cérebro evidenciadas em epilépticos portadores de TDAH; 4) influência dos efeitos crônicos das crises e das descargas epileptiformes interictais sob a atenção; 5) efeitos adversos das drogas antiepilépticas sob a cognição. CONCLUSÕES: As evidências atuais apontam que crises epilépticas e TDAH podem apresentar bases neurobiológicas comuns. Estudos que avaliam disfunções nas vias de sinalização das catecolaminas cerebrais e o papel das descargas epileptiformes interictais na geração dos sintomas são fundamentais na investigação desses mecanismos. Drogas psicoestimulantes são seguras e eficazes para o tratamento do TDAH na maioria dos portadores de epilepsia.


OBJECTIVE: To investigate in the literature elements that explain the association between the attention deficit hyperactivity disorder (ADHD) and epilepsy and to provide clinical guidelines for the management of patients that share these disorders. METHODS:Review of literature of the last 10 years in MedLine and Lilacs databases. The keywords used were "attention deficit hyperactivity disorder", "ADHD" and "epilepsy. RESULTS: Symptoms of ADHD are more frequent in idiopathic epilepsies. Several factors may contribute to this comorbidity: 1) common genetic environment; 2) participation of neurotransmitters norepinephrine and dopamine in ADHD and in neuronal excitability modulation; 3) the underlying brain structural abnormalities found in epileptic patients with ADHD; 4)the chronic effects of seizures and of the epileptiform interictal EEG discharges in attention; 5) the cognitive side effects of antiepileptic drugs. CONCLUSIONS: Recents evidences suggest that seizures and ADHD may have common neurobiological bases. Researches that investigate dysfunctions in cerebral cathecholamines pathways and the role of the interictal epileptiform discharges in the generation of the sintoms are essencial to understand these mechanisms. Treatment for ADHD with stimulant drugs are safe and effective in most epileptic patients.


Asunto(s)
Humanos , Masculino , Femenino , Niño , Epilepsia/diagnóstico , Epilepsia/tratamiento farmacológico , Trastorno por Déficit de Atención con Hiperactividad/diagnóstico , Trastorno por Déficit de Atención con Hiperactividad/epidemiología , Anticonvulsivantes/efectos adversos , Bases de Datos Bibliográficas , Metilfenidato/administración & dosificación , Pruebas Neuropsicológicas , Prevalencia , Escalas de Valoración Psiquiátrica
14.
Rev. méd. Minas Gerais ; 19(1): 19-25, jan.-mar. 2009. graf
Artículo en Portugués | LILACS | ID: lil-546391

RESUMEN

Introdução: o videogame tornou-se fenômeno social que envolve todos os seres humanos. É necessário avaliar a sua influência sobre a cognição e saúde de seus usuários. Objetivos: apresentar um a experiência de inserção de jogos de videogame e como instrumento educacional; descrever os aspectos positivos e negativos dos jogos e sua repercussâo sobre o funcionamento cerebral e sobre a saúde a partir dos achados na literatura científica e avaliar se a performance em teste de atenção sustentada é qualitativamente diferente entre quem joga e quem não joga videogame. Método: foi investigada a performance em um teste que avalia a atenção sustentada, o Continuous Performance Test (CPT- II), em um a amostra de 30 adolescentes divididos em dois grupos, um de jogadores de videogame (JVG n = 20) e outro de pessoas que nunca jogaram videogame (N JVG n = 10). Após um a intervenção experimental, na qual o grupo de NJVG foi exposto a dois jogos de videogame por 20 sessões, três vezes por semana, 50 minutos por dia, este grupo foi retestado no CPT ± II. Resultados: verificou-se que o grupo de JVG apresentou desempenho qualitativamente melhor do que o grupo de NJVG. Após a intervenção experimental, constatou-se que este último grupo teve performance qualitativamente superior em relação à avaliação inicial. Conclusões: o videogame se constitui em instrumento que melhora o desempenho em teste que avalia a atenção. Verifica-se também a necessidade de pesquisas para esclarecer melhor estes efeitos, considerando-se variáveis sociodemográficas.


Asunto(s)
Humanos , Niño , Adolescente , Atención , Salud , Aprendizaje , Juegos de Video
15.
Psicol. teor. pesqui ; 24(3): 269-277, jul.-set. 2008. tab
Artículo en Portugués | LILACS | ID: lil-496947

RESUMEN

Este estudo objetivou avaliar a qualidade dos ambientes de um programa público de educação infantil - PEI, utilizando os instrumentos Infant/Toddler Environment Rating Scale - Revised Edition (ITERS-R) e Early Childhood Environment Rating Scale - Revised Edition (ECERS-R). Foram avaliadas 16 turmas com faixa etária entre 4 e 68 meses. A média obtida pelas turmas com a ITERS-R foi de 2,80. As turmas avaliadas por meio da ECERS-R obtiveram média de 2,69. Segundo as escalas utilizadas, esses resultados indicam um padrão de qualidade entre inadequada e minimamente adequada. Quanto aos itens das escalas, verificou-se uma maior variação nos escores das turmas com idade de até 3 anos. Os resultados obtidos evidenciaram a necessidade de intervenções no programa, sobretudo nos itens relacionados à rotina e cuidados pessoais com as crianças de até 3 anos e aqueles relativos às atividades, com as crianças a partir de 3 anos até 68 meses.


This study aimed to evaluate the quality of infant public educational environments, by the indicated means for this kind of evaluation: Infant/Toddler Environment Rating Scale - Revised edition (ITERS-R) and Early Childhood Environment Rating Scale - Revised Edition (ECERS-R). Sixteen school groups were evaluated, with ages from six to sixty-eight months. The average gotten by the groups that were evaluated through ITERS-R was of 2.80. The groups that were evaluated through ECERS-R, got an average of 2.69. According to the scales adopted, these results indicate a quality pattern between insufficient and minimally adequated. As the scales items, it was verified a major variation in the scores from classes of until 3 years old. The obtained result showed the necessity of interventions in the program, especially in the items related to the routine and daily care of children with until 3 years old and those related to the activities, with children from 3 years old to sixty-eight months.


Asunto(s)
Crianza del Niño , Evaluación Educacional
16.
Psicol. teor. pesqui ; 24(3): 269-277, jul.-set. 2008. tab
Artículo en Portugués | Index Psicología - Revistas técnico-científicas | ID: psi-41090

RESUMEN

Este estudo objetivou avaliar a qualidade dos ambientes de um programa público de educação infantil - PEI, utilizando os instrumentos Infant/Toddler Environment Rating Scale - Revised Edition (ITERS-R) e Early Childhood Environment Rating Scale - Revised Edition (ECERS-R). Foram avaliadas 16 turmas com faixa etária entre 4 e 68 meses. A média obtida pelas turmas com a ITERS-R foi de 2,80. As turmas avaliadas por meio da ECERS-R obtiveram média de 2,69. Segundo as escalas utilizadas, esses resultados indicam um padrão de qualidade entre inadequada e minimamente adequada. Quanto aos itens das escalas, verificou-se uma maior variação nos escores das turmas com idade de até 3 anos. Os resultados obtidos evidenciaram a necessidade de intervenções no programa, sobretudo nos itens relacionados à rotina e cuidados pessoais com as crianças de até 3 anos e aqueles relativos às atividades, com as crianças a partir de 3 anos até 68 meses.(AU)


This study aimed to evaluate the quality of infant public educational environments, by the indicated means for this kind of evaluation: Infant/Toddler Environment Rating Scale - Revised edition (ITERS-R) and Early Childhood Environment Rating Scale - Revised Edition (ECERS-R). Sixteen school groups were evaluated, with ages from six to sixty-eight months. The average gotten by the groups that were evaluated through ITERS-R was of 2.80. The groups that were evaluated through ECERS-R, got an average of 2.69. According to the scales adopted, these results indicate a quality pattern between insufficient and minimally adequated. As the scales items, it was verified a major variation in the scores from classes of until 3 years old. The obtained result showed the necessity of interventions in the program, especially in the items related to the routine and daily care of children with until 3 years old and those related to the activities, with children from 3 years old to sixty-eight months.(AU)


Asunto(s)
Evaluación Educacional , Crianza del Niño
17.
Psicol. rev. (Belo Horizonte) ; 12(19): 34-45, jun. 2006. tab
Artículo en Portugués | LILACS | ID: lil-464034

RESUMEN

Este artigo objetiva avaliar o modelo de capacitação para educadores infantis utilizado pelo projeto Caixa de brinquedos, que teve como referência a inserção do brincar no projeto pedagógico das instituições educacionais, além da apreensão do brincar como processo importante para o desenvolvimento infantil. Foram analisados questionários de avaliação de reação, preenchidos por 485 educadores. Os dados coletados foram organizados em categorias de análise. Entre os principais resultados, um número significativo de educadores (40 porcento) não apresentava conhecimento prévio sobre o brincar e grande parcela deles considerou os assuntos abordados importantes e aplicáveis ao seu trabalho (96,1 porcento e 90,7 porcento, respectivamente). Tais resultados indicam que esse tipo de capacitação pode suprir a deficiência de formação dos educadores quanto à função do brincar no desenvolvimento humano. Essa capacitação poderia também ser introduzida de forma sistematizada na rotina de atividades das instituições de educação infantil.


Asunto(s)
Humanos , Masculino , Femenino , Preescolar , Niño , Adolescente , Crianza del Niño , Juego e Implementos de Juego
18.
Psicol. rev. (Belo Horizonte) ; 12(19): 34-45, jun. 2006. tab
Artículo en Portugués | Index Psicología - Revistas técnico-científicas | ID: psi-33975

RESUMEN

Este artigo objetiva avaliar o modelo de capacitação para educadores infantis utilizado pelo projeto Caixa de brinquedos, que teve como referência a inserção do brincar no projeto pedagógico das instituições educacionais, além da apreensão do brincar como processo importante para o desenvolvimento infantil. Foram analisados questionários de avaliação de reação, preenchidos por 485 educadores. Os dados coletados foram organizados em categorias de análise. Entre os principais resultados, um número significativo de educadores (40 porcento) não apresentava conhecimento prévio sobre o brincar e grande parcela deles considerou os assuntos abordados importantes e aplicáveis ao seu trabalho (96,1 porcento e 90,7 porcento, respectivamente). Tais resultados indicam que esse tipo de capacitação pode suprir a deficiência de formação dos educadores quanto à função do brincar no desenvolvimento humano. Essa capacitação poderia também ser introduzida de forma sistematizada na rotina de atividades das instituições de educação infantil (AU)


Asunto(s)
Humanos , Niño , Preescolar , Adolescente , Masculino , Femenino , Crianza del Niño , Juego e Implementos de Juego
19.
Psicol. estud ; 11(1): 109-117, ene.-abr. 2006. tab
Artículo en Portugués | LILACS | ID: lil-434773

RESUMEN

O presente estudo investigou a influência do brincar em crianças internadas em unidades pediátricas, buscando estabelecer correlações entre o comportamento lúdico e a estruturação do ambiente hospitalar. Participaram 50 crianças da faixa etária entre 2 e 10 anos, portadoras de diferentes patologias clínicas. Dessas crianças, 25 foram observadas em uma instituição hospitalar que dispunha de um ambiente físico estruturado, que incentivava o desenvolvimento de atividades lúdicas; e as demais, em uma instituição que não possuía tal ambiente. Os resultados mostraram que na primeira instituição as crianças agiam de forma independente na escolha do material lúdico e na livre inserção em um grupo; contudo, na segunda instituição as atividades não variavam muito, além de o local ser pouco freqüentado. Assim, ao se compararem as instituições, observou-se que um ambiente estruturado estimula a ação lúdica, além de influir nas formas de interação e no tipo de brincadeira desenvolvidos pelas crianças em unidades pediátricas.


The present study aimed to investigate the influence of play on children hospitalized in pediatric units, in order to establish correlation between the play behavior and the structure of the hospital environment. Fifty children, between 2 and 10 years of age, carriers of different clinical pathologies were studied. Half of the children were observed in an hospital equipped with a well-structured physical environment, that encourages play activities, and the other half was in an institution that did not offer such facilities. The results showed that in the first pediatric unit, the children acted independently when choosing a toy and when introducing themselves in new groups. However, in the institute not equipped with a well-structured environment, the play activities did not present much variation, and it did not call much the attention of the patients. Thus, it was verified, with the comparison of the hospitals, that a well-structured and play-stimulating environment has influence in the ways of interaction and the types of play.


Asunto(s)
Humanos , Preescolar , Niño , Ambiente de Instituciones de Salud , Pediatría
20.
Psicol. estud ; 11(1): 109-117, jan.-abr. 2006. tab
Artículo en Portugués | Index Psicología - Revistas técnico-científicas | ID: psi-31748

RESUMEN

O presente estudo investigou a influência do brincar em crianças internadas em unidades pediátricas, buscando estabelecer correlações entre o comportamento lúdico e a estruturação do ambiente hospitalar. Participaram 50 crianças da faixa etária entre 2 e 10 anos, portadoras de diferentes patologias clínicas. Dessas crianças, 25 foram observadas em uma instituição hospitalar que dispunha de um ambiente físico estruturado, que incentivava o desenvolvimento de atividades lúdicas; e as demais, em uma instituição que não possuía tal ambiente. Os resultados mostraram que na primeira instituição as crianças agiam de forma independente na escolha do material lúdico e na livre inserção em um grupo; contudo, na segunda instituição as atividades não variavam muito, além de o local ser pouco freqüentado. Assim, ao se compararem as instituições, observou-se que um ambiente estruturado estimula a ação lúdica, além de influir nas formas de interação e no tipo de brincadeira desenvolvidos pelas crianças em unidades pediátricas (AU)


Asunto(s)
Humanos , Niño , Preescolar , Pediatría , Ambiente de Instituciones de Salud
SELECCIÓN DE REFERENCIAS
DETALLE DE LA BÚSQUEDA