Your browser doesn't support javascript.
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 15 de 15
Filtrar
Más filtros










Intervalo de año de publicación
1.
Rev. bras. ter. comport. cogn ; 19(1): 94-114, 2017. ilus, tab
Artículo en Portugués | LILACS | ID: biblio-869628

RESUMEN

Este artigo relata uma pesquisa bibliométrica sobre a comunicação entre Análise do Comportamento e outras áreas da Psicologia na literatura brasileira. Foram analisadas as referências dos três principais periódicos nacionais de Análise do Comportamento e de um relevante periódico nacional generalista de Psicologia, utilizado como base comparativa. Nos periódicos de Análise do Comportamento foi encontrada porcentagem similar de referências a textos de Análise do Comportamento e a textos de outras áreas do conhecimento (45,4% e 45,9%, respectivamente). No periódico generalista 89,7% das referências foram feitas a textos de outras áreas do conhecimento e apenas 2,9% das referência foram feitas a textos de Análise do Comportamento, a maioria delas em artigos da própria área. Os resultados sugerem que a literatura generalista em Psicologia praticamente ignora as contribuições da Análise do Comportamento, constituindo uma forma de isolamento específica da Análise do Comportamento na literatura nacional. Sugestões são apresentadas a respeito de como diminuir esse isolamento.


This paper describes bibliometric research on the communication of Behavioral Analysis and other areas of psychology in the Brazilian literature. The references of the three major national journals on Behavioral Analysis and one relevant general national journal of psychology, were analyzed and used as a comparative analysis. In journals of behavioral analysis it was found a similar percentage of references to texts on Behavioral Analysis and to texts on other areas of knowledge (45,4% and 45,9%, respectively). In the general journal, 89.7% of the references were made to texts from other areas of knowledge and only 2.9% of references were made to texts on Behavioral Analysis, the majority of them in articles on this same area. The results suggest that the general literature on psychology practically ignore the contributions of Behavioral Analysis, constituting a specific form of isolation of the Behavior Analysis, in the national literature. Suggestions are presented as to how to reduce this isolation.


Este artículo hace referencia a una investigación bibliométrica sobre la comunicación entre el Análisis de la Conducta y otras áreas de la Psicología en la literatura brasileña. Se analizaron las referencias de las tres principales revistas nacionales de Análisis de la Conducta y de una importante publicación periódica nacional de ámbito general sobre Psicología, utilizada como base comparativa. En las publicaciones sobre análisis del comportamiento se encontró un porcentaje similar de referencias de textos sobre Análisis de la Conducta y de textos sobre otras áreas del conocimiento (45,4% y 45,9%, respectivamente). En la publicación de carácter general el 89,7% de las referencias apuntaban a textos de otras áreas del conocimiento y apenas el 2,9% de las referencias apuntaban a textos sobre Análisis de la Conducta, la mayoría de ellas en artículos de la misma área. Los resultados sugieren que la literatura de ámbito general sobre Psicología prácticamente ignora las contribuciones del Análisis de la Conducta, lo que constituye una forma de aislamiento del Análisis de la Conducta en la literatura nacional. Se presentan sugerencias para reducir este aislamiento.


Asunto(s)
Terapia Conductista , Bibliometría , Psicología
2.
Artículo en Portugués | Index Psicología - Revistas técnico-científicas | ID: psi-70823

RESUMEN

Este artigo relata uma pesquisa bibliométrica sobre a comunicação entre Análise do Comportamento e outras áreas da Psicologia na literatura brasileira. Foram analisadas as referências dos três principais periódicos nacionais de Análise do Comportamento e de um relevante periódico nacional generalista de Psicologia, utilizado como base comparativa. Nos periódicos de Análise do Comportamento foi encontrada porcentagem similar de referências a textos de Análise do Comportamento e a textos de outras áreas do conhecimento (45,4% e 45,9%, respectivamente). No periódico generalista 89,7% das referências foram feitas a textos de outras áreas do conhecimento e apenas 2,9% das referência foram feitas a textos de Análise do Comportamento, a maioria delas em artigos da própria área. Os resultados sugerem que a literatura generalista em Psicologia praticamente ignora as contribuições da Análise do Comportamento, constituindo uma forma de isolamento específica da Análise do Comportamento na literatura nacional. Sugestões são apresentadas a respeito de como diminuir esse isolamento.(AU)


This paper describes bibliometric research on the communication of Behavioral Analysis and other areas of psychology in the Brazilian literature. The references of the three major national journals on Behavioral Analysis and one relevant general national journal of psychology, were analyzed and used as a comparative analysis. In journals of behavioral analysis it was found a similar percentage of references to texts on Behavioral Analysis and to texts on other areas of knowledge (45,4% and 45,9%, respectively). In the general journal, 89.7% of the references were made to texts from other areas of knowledge and only 2.9% of references were made to texts on Behavioral Analysis, the majority of them in articles on this same area. The results suggest that the general literature on psychology practically ignore the contributions of Behavioral Analysis, constituting a specific form of isolation of the Behavior Analysis, in the national literature. Suggestions are presented as to how to reduce this isolation.(AU)


Este artículo hace referencia a una investigación bibliométrica sobre la comunicación entre el Análisis de la Conducta y otras áreas de la Psicología en la literatura brasileña. Se analizaron las referencias de las tres principales revistas nacionales de Análisis de la Conducta y de una importante publicación periódica nacional de ámbito general sobre Psicología, utilizada como base comparativa. En las publicaciones sobre análisis del comportamiento se encontró un porcentaje similar de referencias de textos sobre Análisis de la Conducta y de textos sobre otras áreas del conocimiento (45,4% y 45,9%, respectivamente). En la publicación de carácter general el 89,7% de las referencias apuntaban a textos de otras áreas del conocimiento y apenas el 2,9% de las referencias apuntaban a textos sobre Análisis de la Conducta, la mayoría de ellas en artículos de la misma área. Los resultados sugieren que la literatura de ámbito general sobre Psicología prácticamente ignora las contribuciones del Análisis de la Conducta, lo que constituye una forma de aislamiento del Análisis de la Conducta en la literatura nacional. Se presentan sugerencias para reducir este aislamiento.(AU)


Asunto(s)
Terapia Conductista , Bibliometría , Psicología
3.
Psicol. teor. pesqui ; 32(3): e32315, 2016.
Artículo en Portugués | LILACS-Express | ID: biblio-955929

RESUMEN

RESUMO A ocupação de lugares acadêmicos e institucionais denota a expansão da Análise do Comportamento, entre as décadas de 1940 e 1950. Todavia, é a partir desse momento que a imagem de isolamento da ciência skinneriana é difundida entre adeptos e críticos da área. Neste artigo, esse ambíguo cenário foi analisado por meio do exame histórico da fundação do primeiro periódico da Análise do Comportamento: o Journal of the Experimental Analysis of Behavior (JEAB). O argumento apresentado é de que a fundação do JEAB denota episódio emblemático de um fenômeno perene na história da Análise do Comportamento, a saber, sua ininterrupta expansão institucional e científica seguida de sua crescente representação de isolamento na comunidade científica


ABSTRACT The occupation of academic and institutional places denotes an expansion of behavior analysis between the 1940s and 1950s. However, the image of isolation of the Skinnerian science also started to become widespread among supporters and critics of the area during this phase. In this article, this ambiguous scenario was analyzed by examining aspects surrounding the history of the foundation of the first behavior analysis journal: Journal of the Experimental Analysis of Behavior (JEAB). The foundation of JEAB denotes an emblematic episode for understanding a perennial phenomenon in the history of behavior analysis: its continuous institutional and scientific expansion followed by its growing representation of isolation in the scientific community

4.
Psicol. soc. (Online) ; 24(1): 227-239, jan.-abr. 2012. tab
Artículo en Portugués | LILACS-Express | ID: lil-624185

RESUMEN

Com o intuito de auxiliar na compreensão da história recente da Psicologia Social brasileira, apresentamos a primeira parte de pesquisa que objetivou descrever alguns aspectos que perpassam sua organização científica e social, o que se deu a partir de um dos seus principais veículos de comunicação, o periódico Psicologia & Sociedade: Revista da Associação Brasileira de Psicologia Social (ABRAPSO). Para isso, analisamos os trabalhos publicados entre os anos de 1986 e 1992. Assim, o total de 277 trabalhos, distribuídos em 10 revistas, constituiu nossa fonte de pesquisa. A origem institucional e geográfica dos autores, o padrão de autoria, o tipo e as temáticas dos trabalhos publicados, a metodologia e os locais de realização das investigações e intervenções, foram as informações examinadas. Por fim, a identificação tanto das transformações quanto de padrões de funcionamento da área, e alguns de seus possíveis determinantes, são apresentados.


With the objective of helping the comprehension of the recent Brazilian Social Psychology history, we present the first part of the survey, aimed at describing some aspects that go through its scientific and social organization, which happened from one of its main means of communication, the periodical Psicologia & Sociedade (Psychology & Society): a magazine from the Brazilian Association of Social Psychology (ABRAPSO). For that, we analyzed the works published between the years 1986 and 1992. Thus, the total of 277 works, distributed in 10 magazines, constituted our survey source. The institutional and geographic origin of the authors, the authorship pattern, the type and themes of the published works, the methodology and the places where investigations and interventions took place were examined. Finally, the identification of the transformations as well as the patterns of the area functioning, and some of its determiners, are presented.

5.
Hist Psychol ; 15(3): 263-72, 2012 Aug.
Artículo en Inglés | MEDLINE | ID: mdl-23397916

RESUMEN

We introduce the history of behavior analysis in Brazil at the beginning of the 1960s. The behavior analysis laboratory was selected as the focus of this investigation. The time frame of our historical account begins with the visit of Fred Keller to Brazil as a visiting professor at the Universidade de São Paulo. During this period, the first behavior analysis laboratory in Brazil was created, and the first Brazilians were trained in the behavior analysis perspective. We will talk about (a) the zeitgeist of Brazilian higher education, in general, and of psychology, in particular, at the beginning of the 1960s; (b) the background of Keller's arrival in 1961; (c) the reception of the behavior analysis laboratory as a pedagogical tool; and (d) the first steps in the spread of behavior analysis throughout Brazil by means of the work of the didactic behavior analysis laboratory. Our account highlights certain aspects of the beginnings of behavior analysis as a field of scientific study in Brazil. Furthermore, we can observe the importance of the behavior analysis laboratory and its instruments in helping promote this field in Brazil. We especially note that the laboratory was a pedagogical tool in the Brazilian movement to improve Brazil's research community. (PsycINFO Database Record (c) 2012 APA, all rights reserved).

6.
Psicol. teor. pesqui ; 27(4): 545-554, dez. 2011.
Artículo en Portugués | LILACS | ID: lil-611169

RESUMEN

A elaboração inicial do conceito de condicionamento operante e do delineamento experimental de sujeito único define as bases do sistema explicativo skinneriano em meados de 1930. Todavia, essas formulações não foram imediatamente aceitas. Com o objetivo de compreender os motivos envolvidos nesse episódio da história inicial da Análise do Comportamento, discutimos três eventos históricos, quais sejam: a) as dificuldades enfrentadas por Skinner após o seu pós-doutorado; b) a recepção ao seu primeiro livro, The Behavior of Organisms; c) a disputa com outros modelos explicativos do comportamento. Uma história constituída por determinantes de natureza motivacional, institucional, emocional, econômica e pelas dificuldades de ir na contramão de tendências dominantes na Psicologia Experimental norte-americana é o que se conclui na presente investigação.


The initial draft of the concept of operant conditioning and of the single-subject experimental design defines the bases of Skinner's explanatory system. However, these formulations were not immediately welcomed. To enable a closer look on the history of formation of Behavior Analysis, three historical facts were highlighted: (a) the difficulties faced by Skinner at the end of his post-graduate studies; (b) the reaction to his first book, The Behavior of Organisms, and (c) the dispute with other explanatory behaviorial models. The conclusion of the present study is that the history of formation of Behavior Analysis is constituted by determinants of motivational, institutional, emotional and economic nature and by difficulties of going against the dominant methodological trends of North-American Experimental Psychology.


Asunto(s)
Humanos , Masculino , Conducta , Behaviorismo , Psicología Experimental , Terapia Conductista , Investigación Conductal
7.
Psicol. teor. pesqui ; 27(4): 545-554, dez. 2011.
Artículo en Portugués | Index Psicología - Revistas técnico-científicas | ID: psi-55427

RESUMEN

A elaboração inicial do conceito de condicionamento operante e do delineamento experimental de sujeito único define as bases do sistema explicativo skinneriano em meados de 1930. Todavia, essas formulações não foram imediatamente aceitas. Com o objetivo de compreender os motivos envolvidos nesse episódio da história inicial da Análise do Comportamento, discutimos três eventos históricos, quais sejam: a) as dificuldades enfrentadas por Skinner após o seu pós-doutorado; b) a recepção ao seu primeiro livro, The Behavior of Organisms; c) a disputa com outros modelos explicativos do comportamento. Uma história constituída por determinantes de natureza motivacional, institucional, emocional, econômica e pelas dificuldades de ir na contramão de tendências dominantes na Psicologia Experimental norte-americana é o que se conclui na presente investigação.(AU)


The initial draft of the concept of operant conditioning and of the single-subject experimental design defines the bases of Skinner's explanatory system. However, these formulations were not immediately welcomed. To enable a closer look on the history of formation of Behavior Analysis, three historical facts were highlighted: (a) the difficulties faced by Skinner at the end of his post-graduate studies; (b) the reaction to his first book, The Behavior of Organisms, and (c) the dispute with other explanatory behaviorial models. The conclusion of the present study is that the history of formation of Behavior Analysis is constituted by determinants of motivational, institutional, emotional and economic nature and by difficulties of going against the dominant methodological trends of North-American Experimental Psychology.(AU)


Asunto(s)
Humanos , Masculino , Behaviorismo , Conducta , Psicología Experimental , Investigación Conductal , Terapia Conductista
8.
Psicol. ciênc. prof ; 30(3): 478-491, set. 2010.
Artículo en Portugués | LILACS, Index Psicología - Revistas técnico-científicas | ID: lil-580062

RESUMEN

O artigo discute a recepção do behaviorismo radical, em especial, na década de 70, e busca relacionar a polêmica em torno de algumas noções skinnerianas acerca da liberdade e da dignidade divulgadas no livro Para Além da Liberdade e Dignidade. Essa discussão foi orientada por três conjuntos de questões: a) a incompatibilidade entre alguns aspectos históricos e a definição behaviorista radical de liberdade e dignidade; b) os problemas em identificar o behaviorismo radical como uma abordagem solidária com os pressupostos de uma ideologia liberalista; c) a linguagem utilizada por Skinner como fonte de problemas. Por fim, são discutidos as limitações e os problemas envolvidos em tentativas de esclarecimentos de possíveis mal-entendidos acerca do behaviorismo radical. Ao mesmo tempo, demonstra-se que a recepção do behaviorismo radical é perpassada por aspectos além daqueles relacionados à validade interna do sistema explicativo skinneriano, e que discordâncias acerca dessa abordagem nem sempre podem ser explicadas como desconhecimento e equívocos sobre a mesma....(AU)


This article discusses the reception of radical behaviorism, especially in the 70’s, and tries to link the controversy around some of Skinner’s concepts disclosed in his book Beyond Freedom and Dignity. The debate has been guided by three sets of issues: a) the incompatibility between the historical moment and the proposal of radical behaviorist notions of freedom and dignity that explain ways to control the behavior which are not traditionally assumed; b) the problems in identifying the radical behaviorism as compatible with the assumptions of liberalism; c) the language used by Skinner as a source of distortions. Finally, we discuss the limitations and problems involved in the attempts to clarify the possible misunderstandings about radical behaviorism. At the same time, it is shown that the reception of radical behaviorism is pervaded by issues beyond those related to the internal validity of the skinnerian explanatory system, and disagreement about this approach can not always be explained as ignorance and misconceptions about it....(AU)


El artículo discute la recepción del behaviorismo radical, en especial, en la década de 70, y busca relacionar la polémica en torno a algunas nociones skinnerianas acerca de la libertad y de la dignidad divulgadas en el libro Para Más Allá de la Libertad y Dignidad. Esa discusión fue orientada por tres conjuntos de cuestiones: a) la incompatibilidad entre algunos aspectos históricos y la definición behaviorista radical de libertad y dignidad; b) los problemas en identificar el behaviorismo radical como un abordaje solidario con los presupuestos de una ideología liberalista; c) el lenguaje utilizado por Skinner como fuente de problemas. Por fin, son discutidas las limitaciones y los problemas involucrados en tentativas de esclarecimientos de posibles malentendidos acerca del behaviorismo radical. Al mismo tiempo, se demuestra que la recepción del behaviorismo radical es transcurrida por aspectos además de aquellos relacionados a la validez interna del sistema explicativo skinneriano, y que discordancias acerca de ese abordaje no siempre pueden ser explicadas como desconocimiento y equívocos sobre la misma....(AU)


Asunto(s)
Behaviorismo , Historia , Psicología , Análisis Aplicado de la Conducta
9.
Psicol. ciênc. prof ; 30(3): 478-491, set. 2010.
Artículo en Portugués | Index Psicología - Revistas técnico-científicas | ID: psi-60288

RESUMEN

O artigo discute a recepção do behaviorismo radical, em especial, na década de 70, e busca relacionar a polêmica em torno de algumas noções skinnerianas acerca da liberdade e da dignidade divulgadas no livro Para Além da Liberdade e Dignidade. Essa discussão foi orientada por três conjuntos de questões: a) a incompatibilidade entre alguns aspectos históricos e a definição behaviorista radical de liberdade e dignidade; b) os problemas em identificar o behaviorismo radical como uma abordagem solidária com os pressupostos de uma ideologia liberalista; c) a linguagem utilizada por Skinner como fonte de problemas. Por fim, são discutidos as limitações e os problemas envolvidos em tentativas de esclarecimentos de possíveis mal-entendidos acerca do behaviorismo radical. Ao mesmo tempo, demonstra-se que a recepção do behaviorismo radical é perpassada por aspectos além daqueles relacionados à validade interna do sistema explicativo skinneriano, e que discordâncias acerca dessa abordagem nem sempre podem ser explicadas como desconhecimento e equívocos sobre a mesma.(AU)


This article discusses the reception of radical behaviorism, especially in the 70’s, and tries to link the controversy around some of Skinner’s concepts disclosed in his book Beyond Freedom and Dignity. The debate has been guided by three sets of issues: a) the incompatibility between the historical moment and the proposal of radical behaviorist notions of freedom and dignity that explain ways to control the behavior which are not traditionally assumed; b) the problems in identifying the radical behaviorism as compatible with the assumptions of liberalism; c) the language used by Skinner as a source of distortions. Finally, we discuss the limitations and problems involved in the attempts to clarify the possible misunderstandings about radical behaviorism. At the same time, it is shown that the reception of radical behaviorism is pervaded by issues beyond those related to the internal validity of the skinnerian explanatory system, and disagreement about this approach can not always be explained as ignorance and misconceptions about it.(AU)


El artículo discute la recepción del behaviorismo radical, en especial, en la década de 70, y busca relacionar la polémica en torno a algunas nociones skinnerianas acerca de la libertad y de la dignidad divulgadas en el libro Para Más Allá de la Libertad y Dignidad. Esa discusión fue orientada por tres conjuntos de cuestiones: a) la incompatibilidad entre algunos aspectos históricos y la definición behaviorista radical de libertad y dignidad; b) los problemas en identificar el behaviorismo radical como un abordaje solidario con los presupuestos de una ideología liberalista; c) el lenguaje utilizado por Skinner como fuente de problemas. Por fin, son discutidas las limitaciones y los problemas involucrados en tentativas de esclarecimientos de posibles malentendidos acerca del behaviorismo radical. Al mismo tiempo, se demuestra que la recepción del behaviorismo radical es transcurrida por aspectos además de aquellos relacionados a la validez interna del sistema explicativo skinneriano, y que discordancias acerca de ese abordaje no siempre pueden ser explicadas como desconocimiento y equívocos sobre la misma.(AU)


Asunto(s)
Historia del Siglo XX , Behaviorismo , Psicología , Conducta
10.
Psicol. teor. pesqui ; 24(3): 375-385, jul.-set. 2008.
Artículo en Portugués | LILACS | ID: lil-496960

RESUMEN

O behaviorismo radical, como filosofia da ciência do comportamento formulada por B. F. Skinner, tem sido desde sua criação alvo de inúmeras críticas e tentativas de rotulação. Dentre as principais críticas está a noção amplamente divulgada de que o behaviorismo radical e sua ciência, análise experimental do comportamento, adotam uma postura eminentemente mecanicista. Para tentar demonstrar o equívoco deste tipo de afirmação, este ensaio busca uma possível interpretação e contextualização do desenvolvimento do behaviorismo radical, no qual se destaca, principalmente, a necessidade de observar que apesar de Skinner ter iniciado seus estudos de psicologia dentro de uma tradição mecanicista, ele cedo adota uma posição que tem como função criticar e afastar-se deste tipo de pensamento.


The radical behaviorism, as a philosophy of the behavior science formulated by B. F. Skinner, has been a target for endless criticisms and attempts of labeling, since its creation. Among the main criticisms is the widely spread idea that the radical behaviorism and its science, the behavior experimental analysis, adopted an eminently mechanicist posture. Trying to show the misconception of this statement, this essay presents a possible interpretation and contextualization of the radical behaviorism development, where it is mainly highlighted, the need to observe that, although Skinner has started his psychology studies within a mechanicist tradition,he soon adopts a position of criticizing this type of thought, besides presenting as in his science as in his philosophy, a distance each time greater of the mechanicism, and an every time more coherent approach of a selectionist point of view.


Asunto(s)
Behaviorismo , Filosofía Médica , Investigación Conductal
11.
Psicol. teor. pesqui ; 24(3): 375-385, jul.-set. 2008.
Artículo en Portugués | Index Psicología - Revistas técnico-científicas | ID: psi-41103

RESUMEN

O behaviorismo radical, como filosofia da ciência do comportamento formulada por B. F. Skinner, tem sido desde sua criação alvo de inúmeras críticas e tentativas de rotulação. Dentre as principais críticas está a noção amplamente divulgada de que o behaviorismo radical e sua ciência, análise experimental do comportamento, adotam uma postura eminentemente mecanicista. Para tentar demonstrar o equívoco deste tipo de afirmação, este ensaio busca uma possível interpretação e contextualização do desenvolvimento do behaviorismo radical, no qual se destaca, principalmente, a necessidade de observar que apesar de Skinner ter iniciado seus estudos de psicologia dentro de uma tradição mecanicista, ele cedo adota uma posição que tem como função criticar e afastar-se deste tipo de pensamento.(AU)


The radical behaviorism, as a philosophy of the behavior science formulated by B. F. Skinner, has been a target for endless criticisms and attempts of labeling, since its creation. Among the main criticisms is the widely spread idea that the radical behaviorism and its science, the behavior experimental analysis, adopted an eminently mechanicist posture. Trying to show the misconception of this statement, this essay presents a possible interpretation and contextualization of the radical behaviorism development, where it is mainly highlighted, the need to observe that, although Skinner has started his psychology studies within a mechanicist tradition,he soon adopts a position of criticizing this type of thought, besides presenting as in his science as in his philosophy, a distance each time greater of the mechanicism, and an every time more coherent approach of a selectionist point of view.(AU)


Asunto(s)
Behaviorismo , Filosofía Médica , Investigación Conductal
12.
Rev. bras. ter. comport. cogn ; 8(2): 161-178, dez. 2006.
Artículo en Portugués | LILACS | ID: lil-501643

RESUMEN

É evidente o crescente interesse de analistas do comportamento pela história da disciplina e, conseqüentemente, pela pesquisa histórica. Nessa perspectiva, este trabalho se propõe a discutir algumas considerações sobre a história da ciência e a historiografia da ciência, com intuito de trazer contribuições dessas disciplinas para a pesquisa histórica em análise do comportamento. Para isso, são apresentadas algumas questões centrais nas discussões e produção sobre a história da ciência e historiografia da ciência, como a querela internalismo X externalismo, o uso de formulações presentistas que recorrem ao conhecimento atual de uma disciplina científica de forma tendenciosa e a definição de fontes históricas. Ao mesmo tempo, recorrer-se-á a exemplos de pesquisas históricas em análise do comportamento e behaviorismo para exemplificar e discutir alguns aspectos críticos que envolvem esse tipo de investigação.


The increasing interest of behavior analysts for the history of this discipline and, consequently, for historical research. Thus, this work is aimed at discussing some considerations about history and historiography of science, with the intent of bringing contributions from these disciplines to the historical research in beharior analysis. For this, some key issues and the production on the history of science and historiography of science will be presented, such as, the complaint on internalism X externalism, the use of whiggist formulations which appeal to the current knowledge of a scientific discipline on a biased approach, and to the definition of historical sources. At the same time, examples of historical research in behavior analysis and behaviorism will be raised to argue on some critical aspects that involve this type of inquiry.


Asunto(s)
Conducta , Behaviorismo , Historiografía
13.
Rev. bras. ter. comport. cogn ; 8(2): 161-178, dez. 2006.
Artículo en Portugués, Inglés | Index Psicología - Revistas técnico-científicas | ID: psi-38099

RESUMEN

É evidente o crescente interesse de analistas do comportamento pela história da disciplina e, conseqüentemente, pela pesquisa histórica. Nessa perspectiva, este trabalho se propõe a discutir algumas considerações sobre a história da ciência e a historiografia da ciência, com intuito de trazer contribuições dessas disciplinas para a pesquisa histórica em análise do comportamento. Para isso, são apresentadas algumas questões centrais nas discussões e produção sobre a história da ciência e historiografia da ciência, como a querela internalismo X externalismo, o uso de formulações presentistas que recorrem ao conhecimento atual de uma disciplina científica de forma tendenciosa e a definição de fontes históricas. Ao mesmo tempo, recorrer-se-á a exemplos de pesquisas históricas em análise do comportamento e behaviorismo para exemplificar e discutir alguns aspectos críticos que envolvem esse tipo de investigação.(AU)


The increasing interest of behavior analysts for the history of this discipline and, consequently, for historical research. Thus, this work is aimed at discussing some considerations about history and historiography of science, with the intent of bringing contributions from these disciplines to the historical research in beharior analysis. For this, some key issues and the production on the history of science and historiography of science will be presented, such as, the complaint on internalism X externalism, the use of whiggist formulations which appeal to the current knowledge of a scientific discipline on a biased approach, and to the definition of historical sources. At the same time, examples of historical research in behavior analysis and behaviorism will be raised to argue on some critical aspects that involve this type of inquiry.(AU)


Asunto(s)
Conducta , Historiografía , Behaviorismo
14.
Rev. bras. ter. comport. cogn ; 8(1): 85-94, jan.-jun. 2006.
Artículo en Portugués | LILACS | ID: lil-457244

RESUMEN

O presente trabalho é um texto didático introdutório ao conceito de autocontrole, numa perspectiva analítico-comportamental. Pretende-se neste trabalho fazer uma diferenciação entre o conceito usado no senso comum e aquele desenvolvido pela análise do comportamento, demonstrando que as explicações mentalistas usadas no cotidiano e na própria psicologia dificultam a investigação científica do comportamento de autocontrole. Também tem como objetivo discutir o uso desse conceito e suas possíveis implicações e aplicações por uma ciência do comportamento. Por fim, ressalta a importância de estudar o autocontrole, considerando-se que este pode ser de fundamental importância para a resolução de inúmeros problemas relativos ao futuro de nossa sociedade


Asunto(s)
Conducta , Volición , Personalidad , Psicología
15.
Rev. bras. ter. comport. cogn ; 8(1): 85-94, jan.-jun. 2006.
Artículo en Portugués | Index Psicología - Revistas técnico-científicas | ID: psi-34600

RESUMEN

O presente trabalho é um texto didático introdutório ao conceito de autocontrole, numa perspectiva analítico-comportamental. Pretende-se neste trabalho fazer uma diferenciação entre o conceito usado no senso comum e aquele desenvolvido pela análise do comportamento, demonstrando que as explicações mentalistas usadas no cotidiano e na própria psicologia dificultam a investigação científica do comportamento de autocontrole. Também tem como objetivo discutir o uso desse conceito e suas possíveis implicações e aplicações por uma ciência do comportamento. Por fim, ressalta a importância de estudar o autocontrole, considerando-se que este pode ser de fundamental importância para a resolução de inúmeros problemas relativos ao futuro de nossa sociedade (AU)


Asunto(s)
Volición , Conducta , Personalidad , Psicología
SELECCIÓN DE REFERENCIAS
DETALLE DE LA BÚSQUEDA