Your browser doesn't support javascript.
loading
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 3 de 3
Filtrar
Más filtros










Intervalo de año de publicación
1.
Rev. bras. enferm ; 72(6): 1496-1503, Nov.-Dec. 2019.
Artículo en Inglés | LILACS, BDENF - Enfermería | ID: biblio-1042194

RESUMEN

ABSTRACT Objective: to describe the conception of justice of nurses and users regarding the Risk Classification in Emergency Unit; to analyze the conception of justice in the implementation of the Risk Classification in Emergency Unit from the user's recognition; to discuss, from Axel Honneth's Theory of Recognition, justice with the user in the Risk Classification in Emergency Unit. Method: qualitative research of descriptive, exploratory typology, which used action research as a method. Bardin's Content Analysis was carried out. Results: a category was created: "Justice versus Injustice" and three subcategories: "Autonomy/Freedom versus Heteronomy/Subordination"; "Communication versus Hermeneutic Problems"; "Contributions versus Conflicts". Final considerations: Embracement with Risk Classification presents difficulties in its interpretation and effectiveness; there are situations of disrespect that compete against the required ethics. Justice addressed by this study will be achieved by an emergency access system that meets user expectations, recognizing it as a subject of rights.


RESUMEN Objetivo: describir la concepción de justicia de enfermeros y usuarios en la Clasificación de Riesgo en Emergencia; analizar la concepción de justicia en la implementación de la Clasificación de Riesgo en la Emergencia a partir del reconocimiento del usuario; discutir, a partir de la Teoría del Reconocimiento de Axel Honneth, la justicia con el usuario en la Clasificación de Riesgo en Unidad de Emergencia. Método: investigación cualitativa de tipología descriptiva, exploratoria, que utilizó como método la investigación-acción. Análisis de Contenido de Bardin. Resultados: se organizó una categoría: "Justicia versus Injusticia" y tres subcategorías: "Autonomía/Libertad versus Heteronomía/Subordinación"; "Comunicación versus Problemas Hermenéuticos"; "Contribuciones versus Conflictos". Consideraciones finales: Acogida con Clasificación de Riesgo presenta dificultades en su interpretación y efectividad, con situaciones de incumplimiento que concurren contra la ética requerida. La justicia de que trata este estudio será alcanzada por un sistema de acceso a las emergencias que alcance las expectativas del usuario, reconociéndolo como sujeto de derechos.


RESUMO Objetivo: descrever a concepção de justiça de enfermeiros e usuários na Classificação de Risco em Emergência; analisar a concepção de justiça na implementação da Classificação de Risco na Emergência a partir do reconhecimento do usuário; discutir, a partir da Teoria do Reconhecimento de Axel Honneth, a justiça com o usuário na Classificação de Risco em Unidade de Emergência. Método: pesquisa qualitativa de tipologia descritiva, exploratória, que utilizou como método a pesquisa-ação. Análise de Conteúdo de Bardin. Resultados: foi organizada uma categoria: "Justiça versus Injustiça" e três subcategorias: "Autonomia/Liberdade versus Heteronomia/Subordinação"; "Comunicação versus Problemas Hermenêuticos"; "Contribuições versus Conflitos". Considerações finais: o Acolhimento com Classificação de Risco apresenta dificuldades em sua interpretação e efetividade, com situações de desrespeito que concorrem contra a ética requerida. A justiça de que trata esse estudo será alcançada por um sistema de acesso às emergências que atinja as expectativas do usuário, reconhecendo-o como sujeito de direitos.


Asunto(s)
Humanos , Femenino , Adulto , Justicia Social , Triaje/métodos , Medición de Riesgo/métodos , Urgencias Médicas/clasificación , Servicio de Urgencia en Hospital , Solución de Problemas , Factores de Tiempo , Comunicación , Conflicto Psicológico , Autonomía Personal , Investigación Cualitativa , Dominación-Subordinación , Escolaridad , Hermenéutica , Libertad , Persona de Mediana Edad , Personal de Enfermería en Hospital
2.
Rev Bras Enferm ; 72(6): 1496-1503, 2019.
Artículo en Inglés, Portugués | MEDLINE | ID: mdl-31644736

RESUMEN

OBJECTIVE: to describe the conception of justice of nurses and users regarding the Risk Classification in Emergency Unit; to analyze the conception of justice in the implementation of the Risk Classification in Emergency Unit from the user's recognition; to discuss, from Axel Honneth's Theory of Recognition, justice with the user in the Risk Classification in Emergency Unit. METHOD: qualitative research of descriptive, exploratory typology, which used action research as a method. Bardin's Content Analysis was carried out. RESULTS: a category was created: "Justice versus Injustice" and three subcategories: "Autonomy/Freedom versus Heteronomy/Subordination"; "Communication versus Hermeneutic Problems"; "Contributions versus Conflicts". FINAL CONSIDERATIONS: Embracement with Risk Classification presents difficulties in its interpretation and effectiveness; there are situations of disrespect that compete against the required ethics. Justice addressed by this study will be achieved by an emergency access system that meets user expectations, recognizing it as a subject of rights.


Asunto(s)
Urgencias Médicas/clasificación , Servicio de Urgencia en Hospital , Medición de Riesgo/métodos , Justicia Social , Triaje/métodos , Adulto , Comunicación , Conflicto Psicológico , Dominación-Subordinación , Escolaridad , Femenino , Libertad , Hermenéutica , Humanos , Persona de Mediana Edad , Personal de Enfermería en Hospital , Autonomía Personal , Solución de Problemas , Investigación Cualitativa , Factores de Tiempo
3.
Rio de Janeiro; s.n; maio 2017. 109 f p.
Tesis en Portugués | LILACS, BDENF - Enfermería | ID: biblio-848744

RESUMEN

Estudo descritivo, exploratório, com abordagem qualitativa, que utilizou o método da pesquisa-ação. Foram evidenciadas situações que ferem a autonomia do usuário em ACCR no setor de emergência, conforme Honneth. A partir do objeto de estudo ­ o reconhecimento do usuário com base na concepção de justiça e injustiça em Acolhimento com Classificação de Risco em setor de emergência ­ construíram-se os seguintes objetivos: descrever a concepção de justiça de enfermeiros e usuários na Classificação de Risco em emergência; analisar a concepção de justiça na implementação da Classificação de Risco na emergência a partir do reconhecimento do usuário; discutir, a partir da Teoria do Reconhecimento de Axel Honneth com base na moral social, a justiça com o usuário na Classificação de Risco em unidade de emergência. Assim, emergiram quatro categorias: autonomia/liberdade versus heteronomia/subordinação; comunicação versus problemas hermenêuticos; justiça versus injustiça; contribuições versus conflitos. A partir dos resultados, pudemos observar que foi possível interferir naquele cenário e pactuar com a concepção de justiça em ACCR, proposta pelo Ministério da Saúde. Este estudo buscou estabelecer condições para que o usuário seja mais ouvido e atuante como multiplicador de estratégias para que este dispositivo funcione melhor, atendendo as demandas dos próprios usuários a partir de relações mais firmes de amor, solidariedade e direitos entre si, enfermeiros e toda a equipe multiprofissional e colaborou efetivamente com a construção de um ambiente justo, com uma ética que valorize a vida humana. Na Teoria de Honneth, a justiça emerge a partir do momento em que haja o reconhecimento da autonomia do outro e, para tanto, a abertura de espaços dialogais torna-se essencial para que o usuário seja contemplado como sujeito de direito.(AU)


Asunto(s)
Humanos , Enfermería de Urgencia , Servicio de Urgencia en Hospital/estadística & datos numéricos , Ética en Enfermería
SELECCIÓN DE REFERENCIAS
DETALLE DE LA BÚSQUEDA
...