Your browser doesn't support javascript.
loading
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 3 de 3
Filtrar
Más filtros










Tipo de estudio
Intervalo de año de publicación
1.
Antimicrob Agents Chemother ; 64(7)2020 Jun 23.
Artículo en Inglés | MEDLINE | ID: mdl-32340990

RESUMEN

A case of Mycobacterium leprae rifampin resistance after irregular antileprosy treatments since 1971 is reported. Whole-genome sequencing from four longitudinal samples indicated relapse due to acquired rifampin resistance and not to reinfection with another strain. A putative compensatory mutation in rpoC was also detected. Clinical improvement was achieved using an alternative therapy.

2.
Rio de Janeiro; s.n; 2019. xvi, 116 p. ilus.
Tesis en Portugués | LILACS | ID: biblio-1049720

RESUMEN

Introdução: O conceito de recidiva em hanseníase jamais foi bem estabelecido. Apesar disso, o reconhecimento precoce das características de recorrência da doença após o tratamento poliquimioterápico atual, com 12 doses, é de grande importância para o melhor controle da endemia e a prevenção de graves incapacidades físicas. Parâmetros confiáveis, que possam ser utilizados na rede pública de saúde, precisam ser identificados. Objetivo: Descrever os casos de recidiva de hanseníase e os fatores a ela associados, em pacientes tratados com 12 doses de poliquimioterapia (PQT) no Ambulatório Souza Araújo (ASA). Métodos: Variáveis epidemiológicas e clínico laboratoriais de 8 pacientes que apresentaram recidiva da doença, entre janeiro de 1998 e junho de 2017, foram coletadas do banco de dados do ASA. Os dados foram organizados em textos descritivos da história de cada paciente, partindo do diagnóstico da hanseníase até o final do tratamento da recidiva. Para permitir a interpretação visual de cada caso, 8 linhas temporais foram elaboradas, com aspectos relevantes em destaque


Resultados: O número de recidivas foi pequeno em relação ao total de casos. As características encontradas em maior número foram: sexo masculino, idade superior a 40 anos, formas clínicas borderlines, índice baciloscópico (IB) inicial maior que 4 e final, maior que 3. O aumento do IB foi parâmetro útil, mas não o melhor, em todos os casos, para o diagnóstico da recidiva. Dentre elas, 7 ocorreram a partir do quinto ano após a alta. Houve 2 pacientes que não apresentaram lesões cutâneas quando recidivaram. Acometimento visual, orquite, epistaxe e dor lombar, em alguns casos, precederam o diagnóstico da recidiva. A análise histopatológica foi decisiva em 2 casos. Conclusões: O diagnóstico da recidiva, estabelecido através de dados clínico laboratoriais no contexto da história de cada paciente, parece fidedigno. Foram descritos fatores de risco conhecidos e também características pouco relatadas em associação à atividade da doença. Futuras pesquisas são necessárias para verificar a relevância das características identificadas


Asunto(s)
Humanos , Recurrencia , Diagnóstico , Quimioterapia Combinada , Lepra
3.
Rev. méd. Minas Gerais ; 28: [1-4], jan.-dez. 2018.
Artículo en Portugués | LILACS | ID: biblio-970215

RESUMEN

INTRODUÇÃO: A Hanseníase é uma dermatose infectocontagiosa crônica, causada pelo Mycobacterium leprae, caracterizada por apresentar formas clínicas contrastantes, que são dependentes da interação do bacilo com a resposta imune do hospedeiro. Apesar de curável, ela ainda é um problema de saúde pública relevante, pois persiste como endemia em muitos países, dentre eles o Brasil. DESCRIÇÃO DO CASO: Paciente, 58 anos, após tratamento quimioterápico para Carcinoma Ductal Invasivo da Mama, desenvolveu manchas com perda de sensibilidade que após exame clinico e anatomopatológico evidenciou se tratar de uma Reação Reversa Hansênica. DISCUSSÃO: O diagnóstico precoce da hanseníase permanece um importante desafio de saúde pública, principalmente devido à heterogeneidade das suas manifestações clínicas. No caso apresentado, a recuperação imunológica, após tratamento quimioterápico desencadeou a reação reversa hansênica, permitindo o reconhecimento da doença e a sua confirmação diagnóstica. CONCLUSÃO: O diagnóstico precoce da Hanseníase requer o conhecimento não apenas das suas formas clínicas, como também de seus episódios reacionais, já que são durante esses episódios, que ocorre piora das lesões neurológicas e aumento das incapacidades físicas. (AU)


Introduction: Leprosy is a chronic infectious contagious dermatosis caused by Mycobacterium leprae, characterized by presenting contrasting clinical forms, which are dependent on the interaction of the bacillus with a host immune response. Although curable, it is still a relevant public health problem, as it persists as an endemic disease in many countries, including Brazil. Case Description: Patient, 58 years old, after chemotherapy treatment for Invasive Ductal Breast Carcinoma of the Mama, developed spots with loss of sensitivity by clinical and anatomopathological examination evidenced whether it is a Reverse Hansen Reaction. Discussion: The prior diagnosis of leprosy remains an important public health challenge, mainly due to the heterogeneity of its clinical manifestations. In the case, an immunological recovery, a chemotherapeutic treatment triggered the leprosy reverse reaction, allowing the recognition of the disease and its diagnostic confirmation. Conclusion: The previous diagnosis of the applicant leprosy is not only in its clinical forms, but also in its reactional episodes, since it is during these episodes that worsening of the neurological lesions and increase of the physical incapacities occur. (AU)


Asunto(s)
Humanos , Femenino , Persona de Mediana Edad , Lepra , Diagnóstico Precoz , Lepra/diagnóstico , Lepra/prevención & control , Carcinoma Ductal de Mama , Efectos Colaterales y Reacciones Adversas Relacionados con Medicamentos
SELECCIÓN DE REFERENCIAS
DETALLE DE LA BÚSQUEDA