Your browser doesn't support javascript.
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 9 de 9
Filtrar
Más filtros










Tipo de estudio
Intervalo de año de publicación
1.
Rev. Ciênc. Plur ; 5(2): 68-93, ago. 2019. ilus
Artículo en Portugués | LILACS, BBO - Odontología | ID: biblio-1021761

RESUMEN

Introdução:A Educação Popular em Saúde (EPS) remete indivíduos e grupos à troca de saberes e experiências, permitindo-lhes associar a saúde ao resultado das suas condições de vida levando a uma emancipação do sujeito. Objetivo:Promover ações educativas com portadores de Diabetes Mellitus (DM);realizar oficinas de capacitação em EPS com trabalhadores de saúde; e avaliar os resultados das ações realizadas para os trabalhadores e usuários, em uma Unidade de Saúde da Família em Natal/RN. Método:Trata-se de uma pesquisa-ação com o referencial teórico da Teoria da Educação Libertadora, centrada na pedagogia problematizadora. Participaram da pesquisa trinta trabalhadores de saúde e trinta e seis usuários diabéticos. As ações foram organizadas através de rodas de conversa, dinâmicas de grupo, narrativas de vida, relatos de experiências, e explicitação de saberes, desejos, limitações, crenças e valores socialmente construídos. A coleta dos dados foi realizada através da Técnica de Associação Livre de Palavras, entrevista semiestruturada e grupo focal. O material empírico foi submetido à análise de ocorrência com auxílio do programa IRAMUTEQ. Resultados:Foram geradas palavras, expressões e categorias, a partir dos temas abordados e de situações criativas mostrando que a EPS vem sendo incorporada timidamente no processo educativo dos sujeitos deste estudo e bem distante dos princípios de participação, organização de um trabalho político, ampliação dos espaços de diálogo, respeito, de solidariedade e tolerância entre os diversos atores envolvidos no enfrentamento dos problemas de saúde, fundamentais para o aperfeiçoamento na construção de práticas saudáveis da atenção básica. Conclusões:A utilização de práticas ativas de ensino-aprendizagem, centradas na ampliação da escuta e em capacitações sobre EPS, poderá possibilitar mudanças no cenário onde os usuários e trabalhadores de saúde atuam com a diabetes mellitus (AU).


Introduction:Popular Health Education (EPS) refers to individuals and groups to exchange knowledge and experiences, allowing them to associate health to the outcomes of their living conditions.Objective:To know and promote educational actions with patients with diabetes Mellitus (DM); Perform training workshops in EPS with health workers; To know and develop participatory educative actions with diabetic groups; and evaluate the results of theactions performed for workers and users, in a family health unit in Natal/RN.Methods:This is an action research with the theoretical framework of liberating education theory, centered on problematizing pedagogy. Thirty health workers and 36 diabetic users participated in the study. The actions were organized through conversation wheels, group dynamics, life narratives, reports of experiences, and explication of knowledge, desires, limitations, beliefs and socially constructed values. Data collection was performed through the free word association technique, semi-structured interview and focal group. The empirical material was subjected to occurrence analysis (Bardin) with the aid of the Iramuteq program (Ratinaud; Marchand).Results:The data analyses originated words, expressions, categories, themes and creative situations showing that EPS is in process of construction, but still very incipient in primary care. words, expressions and categories were generated from the themes addressedand creative situations showing that the EPS has been incorporated timidly in the educational process of the subjects of this study and far from the principles of participation, organization of a political work, expansion of the spaces of dialogue, respect, solidarity and tolerance among the various actors involved in coping with health problems, fundamental for the improvement in the construction of Healthy practices of primary care.Conclusions:The use of active teaching-learning practices, centered on the amplification of listening and in training on EPS, may enable changes in the scenario where users and health workers act with diabetes mellitus (AU).


Asunto(s)
Humanos , Masculino , Femenino , Salud de la Familia , Salud del Anciano , Educación en Salud , Grupos Focales/métodos , Investigación Cualitativa , Brasil , Diabetes Mellitus , Aprendizaje
2.
Saúde debate ; 43(121): 429-440, Apr.-June 2019. tab
Artículo en Portugués | LILACS-Express | ID: biblio-1014616

RESUMEN

RESUMO As redes sociais podem ser consideradas teias de relações estabelecidas entre as pessoas, e suas consequências, nos comportamentos individuais e coletivos. Os estudos sobre redes de apoio contribuem para desvendar a compreensão sobre as interações sociais, a formação de vínculos, as trocas e as reciprocidades, que fazem circular os bens simbólicos e materiais essenciais à constituição de laços sociais, capazes de fortalecer as práticas cotidianas. O presente artigo teve como objetivo analisar as redes sociais de apoio ao Aleitamento Materno e desenvolver ações para seu fortalecimento. Trata-se de uma pesquisa-ação desenvolvida em quatro fases: exploratória, de planejamento, de ação e de avaliação. Os dados foram coletados por entrevistas, diário de campo e grupo focal. Foram examinados pela técnica de análise temática de conteúdo. Os resultados, interpretados a partir de aportes sociológicos da teoria das redes sociais e da teoria da dádiva, revelaram que a família nuclear possui uma relação muito forte com as nutrizes, destacando o parceiro e a mãe como integrantes mais influentes na rede social destas. As ações educativas realizadas constituíram três tipos de atividades, que se complementaram: as visitas domiciliares, as rodas de conversa e a interação de um grupo virtual. As conclusões afirmam a importância da rede de apoio para a prática do Aleitamento Materno, envolvendo relações de reciprocidades positivas, gerando sentimentos de reconhecimento, solidariedade e satisfação.


ABSTRACT Social networks can be regarded as webs of relationships established between people, and their consequences, in individual and collective behaviors. Studies on support networks contribute to unravel the understanding of social interactions, the formation of bonds, exchanges and reciprocities, which circulate the symbolic goods and materials essential to the constitution of social bonds, capable of strengthen everyday practices. The objective of this article was to analyze the social support networks for Breastfeeding stimulation and to develop actions to strengthen them. This is an action research developed in four phases: exploratory, planning, action and evaluation. Data were collected by interviews, field diary and focal group. They were analyzed by thematic content analysis technique. The results, interpreted from sociological contributions of the theory of social networks and the theory of gift, revealed that the nuclear family has a very strong relationship with the nursing mothers, highlighting the partner and the mother as the most influential members in the network social of these. The educational actions performed were constituted of three types of activities, that were complemented: the home visits, the conversations wheels and the interaction of a virtual group. The conclusions affirm the importance of the support network for the practice of Breastfeeding, involving relationships of positive reciprocities, generating feelings of recognition, solidarity and satisfaction.

3.
Rev. Ciênc. Plur ; 4(2): 6-20, 2018. ilus, tab
Artículo en Portugués | LILACS, BBO - Odontología | ID: biblio-980090

RESUMEN

Introdução:a Política Nacional de Educação Permanente em Saúde ampliou os aspectos pedagógicos utilizados para expressar as relações entre ensino e serviços, buscando tornar a rede pública de saúde em uma rede de ensino-aprendizagem no trabalho. Objetivo:Relatar a experiência do uso da Educação Permanente em Saúde como propulsora de questionamentos no agir e no pensar do processo de trabalho em equipe na Estratégia Saúde da Família. Métodologia: A experiência, iniciada em 2014 e perene na atualidade, foi desenvolvida a partir da problematização de situações cotidianas dos Agentes Comunitários de Saúde através de Rodas de Conversa e Tenda do Conto, enquanto instrumentos promotores de reflexão e debate sobre temas mobilizadores. Os encontros foram mediados por preceptores e profissionais que atuam em uma unidade de saúde da família do distrito Sanitário VII na cidade do Recife.Resultados: A vivência trouxe reflexões sobre a prática do agente comunitário fundamentadas no referencial da educação permanente enquanto propulsora de movimentos capazes de gerar mudanças no mundo do trabalho; favoreceu a criação de uma caixa de ferramentas para sistematizar o trabalho desse profissional, permitindo a proposição de mudanças na dinâmica de visitação domiciliar enquantodispositivo de reflexão trazido a partir das necessidades dos usuários da Estratégia Saúde da Família.Conclusões: Os processos de Educação Permanente serão exitosos somente se gerados juntos de propostas de mudança institucional na qual a mesma educação possa se inserir como estratégia. Esta experiência nos permite afirmar que este tipo de educação pode ser efetiva na modificação dos processos de trabalhos, assumindo papel de instrumento revelador das necessidades reais de transformação das práticas uma vez que o turbilhão de ideias disparadas a partir de cada encontro promovem, no itinerário de suas ondas e dobras, a necessidade de revisitar as práticas e repensá-la criticamente a luz das necessidades dos usuários e do serviço (AU).


Introduction:the National Policy of Permanent Education in Health has extended the pedagogical aspects used to express the relationships between teaching and services, seeking to become thepublic health network a network of teaching and learning at work.Objective: to report the experience of use of permanent education in health as a promoter of questions on the act and on the thinking of the process of teamwork in the family health strategy.Methodology: the experience, starting in 2014 and perennial today, was developed from the problematization of everyday situations of community health agents through round of conversation and tent of the tale, as instruments of promotersreflection and debate on matters mobilisers. The meetings were mediated by tutors and professionals who work in a family health unit Health VII District in the city of Recife.Results: The experience brought reflections on the practice of community agentsbased on Permanent Education frame while movements able to generate driving changes in the world of work; favoured the creation of a toolbox to systematize the work of this professional, allowing the proposal of dynamic changes of home visitation while the reflection device brought from the needs of the users of The family health strategy.Conclusions: The processes of Permanent Education will be successful only if raised together proposals for institutional change in which the same education can enter as a strategy. This experience allows us to affirm that this kind of education can be effective in modifying the work processes, assuming role of developer tool of the real needs of transformation of practices as the "pororoca", or tidal bore fired from each encounter promote, on the itinerary of its waves and folds, the need to revisit and rethink practices critically to light the needs of users and the service (AU).


Asunto(s)
Educación en Salud , Agentes Comunitarios de Salud , Estrategia de Salud Familiar , Educación Continua , Políticas Públicas de Salud , Brasil , Análisis Cualitativo/métodos , Aprendizaje Basado en Problemas , Fuerza Laboral en Salud
4.
Rev. Ciênc. Plur ; 4(1): 22-35, 2018.
Artículo en Portugués | LILACS, BBO - Odontología | ID: biblio-907076

RESUMEN

Introdução: Na sociologia, rede social é definida como um conjunto de participantes unidos por ideias em torno de valores e interesses compartilhados, que mantém relações de reciprocidade. Objetivo: Analisar as redes sociais locais em saúde a partir da interação entre usuários e profissionais de uma unidade da Estratégia Saúde da Família. Métodos: Estudo qualitativo exploratório com dados obtidos a partir de entrevistas individuais semiestruturadas e debates em grupos focais, estimulados pela Metodologia de Análise de Redes do Cotidiano, pertinente para abordar a complexidade das relações sociais e mapear os diferentes conteúdos expressos e as formas de mobilização coletiva. A análise desses dados foi realizada através da Técnica de Análise Temática de Conteúdo e interpretados à luz das Teorias da Dádiva e do Reconhecimento. Resultados: Os sujeitos visualizaram: Rede Virtual; Rede de Atenção à Saúde; Redes de Usuários; Rede Pessoal; Conselho Comunitário; Escolas. As funções identificadas no mapeamento foram: companhia social; apoio emocional; guia cognitivo e conselheiro; regulação social; ajuda material de serviços; e acesso a novos contatos. Encontramos duas categorias, na percepção dos sujeitos, sobre a formação de redes sociais na saúde: Diálogo e Encontro. Conclusões: A formação de redes sociais ocorre a partir de interações cotidianas entre pessoas. A aposta no circuito da dádiva e do reconhecimento recíproco, durante o trânsito dos sujeitos pelas redes sociais do cotidiano pode ser capaz de tecer uma práxis transformadora, pela busca e alcance de confiança, respeito e estima, nos espaços de encontro (AU).


Introduction: In sociology, social network is defined as a set of participants united by ideas around shared values and interests, which maintains relations of reciprocity. Objective: Analyze local social networks in health from the interaction between users and professionals from a unit of the Family Health Strategy. Methods: Qualitative exploratory study using data obtained from semi-structured individual interviews and focus group discussions, stimulated by Network Analysis Methodology of Everyday Life, appropriate to address the complexity of social relations and mapping the expressed different contents and forms of collective mobilization. The data analysis was performed using the technique of a content analysis and interpreted in the light of theories of Giving and Recognition. Results: The subjects viewed: Virtual Network; Network Health Care; Users networks; Personal network; Community Council; Schools. The functions identified in mapping were: social company; emotional support; cognitive guide and counselor; social regulation; Service support materials; and access to new contacts. We found two categories, the subjects' perception on the formation of social networks in health: Dialogue and Encounter. Conclusions: The formation of social networks occurs from everyday interactions between people. Betting on donation and reciprocal recognition circuit during the transit of persons for social networking of everyday life may be able to weave a transformative praxis and the search range of trust, respect and esteem in meeting spaces (AU).


Asunto(s)
Humanos , Masculino , Femenino , Estrategia de Salud Familiar , Comunicación en Salud , Relaciones Interpersonales , Red Social , Brasil , Grupos Focales/métodos , Entrevistas como Asunto/métodos
5.
Rev. Ciênc. Plur ; 4(1): 81-97, 2018.
Artículo en Portugués | LILACS, BBO - Odontología | ID: biblio-907091

RESUMEN

Introdução: As equipes da Estratégia Saúde da Família têm um papel primordial no enfrentamento das doenças crônicas e na busca de melhoria da qualidade de vida, pela transformação social. Objetivos: Esta pesquisa qualitativa buscou analisar as percepções de profissionais da Estratégia, em um município nordestino, acerca da prática da educação em saúde direcionada aos portadores de Hipertensão Arterial Sistêmica e apreender as concepções dos sujeitos sobre a importância da Educação Popular em Saúde e da formação de grupos de autocuidado para a promoção de saúde. Métodos: Foi realizado um estudo exploratório do tipo compreensivo-interpretativo, com a construção dos dados a partir de entrevistas abertas e análise temática de conteúdo. Resultados: Emergiram quatro categorias de análise: a percepção dos profissionais sobre a educação em saúde; as práticas de educação em saúde desenvolvidas para usuários hipertensos; os entraves para o desenvolvimento das ações de educação em saúde; e a formação de grupos de autocuidado para usuários hipertensos. Os achados apontaram que as ações educativas são desenvolvidas nos moldes tradicionalistas, utilizando largamente palestras como ferramenta pedagógica. Constatou-se a necessidade de estímulo ao empoderamento e protagonismo dos usuários, para exercitar uma postura ética, cidadã, motivadora para o controle social e a corresponsabilização. Conclusão: Recomenda-se que as ações de educação em saúde, aliadas à formação de grupos de autocuidado, sejam norteadas pelas diretrizes de uma prática pedagógica libertadora, enquanto estratégia para a construção de conhecimento socialmente relevante, ancorada na reflexão, dialogicidade e intervenção crítica em si e no mundo (AU).


Introduction: The Family Health Strategy teams have a primary role in coping with chronic diseases and in the quest for improvement in quality of life, through social transformation. Objectives: This qualitative study sought to analyze the perceptions of professionals of the Health Strategy, in a Brasilian municipality, about the practice of health education aimed at patients with Systemic Hypertension; and to apprehend the subjects' conceptions about the importance of Popular Education in Health and the formation of self-care groups for health promotion. Methods: An exploratory study of the comprehension-interpretative type was carried out, with the construction of the data from open interviews and content thematic analysis. Results: Four categories of analysis were found: the professionals' perception about health education; the health education practices developed for users with hipertension; the obstacles to the development of health education actions; and the formation of self-care groups. The findings pointed out that educational actions are developed along traditionalist lines, using lectures as a pedagogical tool. It was verified the need to stimulate the empowerment and protagonism of users, to exercise an ethical, citizen, motivating position for social control and co-responsibility. Conclusion: It is recommended that the actions of health education, combined with the formation of groups of people aiming at self-care, be guided by the guidelines of a liberating pedagogical practice, as a strategy for the construction of socially relevant knowledge, anchored in reflection, and critical intervention (AU).


Asunto(s)
Estrategia de Salud Familiar , Educación en Salud , Personal de Salud , Hipertensión , Brasil , Entrevista , Investigación Cualitativa
7.
Rev. Ciênc. Plur ; 3(1): 81-97, 2017.
Artículo en Portugués | LILACS, BBO - Odontología | ID: biblio-848598

RESUMEN

Introdução: A gravidez na adolescência representa um grave problema social e de saúde pública em muitos países do mundo. Objetivo: Identificar as percepções sobre os efeitos psicossociais da gravidez em adolescentes entre 14 e 19 anos, da área de abrangência da Unidade de Saúde da Família Santarém, que engravidaram ou se tornaram mães, no período de outubro de 2013 e dezembro de 2014. Métodos: Foi realizado um estudo descritivo, com abordagem qualitativa, junto a 22 adolescentes, sendo nove gestantes e treze mães, que representam 52% do total das adolescentes cadastradas na referida unidade. Para coleta do material foi utilizado um questionário semiestruturado. A análise dos dados foi feita pela técnica de análise temática de conteúdo. Resultados: Visualizamos os efeitos psicossociais negativos a partir do início da gravidez, ou seja, 82% das adolescentes não tinham a intenção de engravidar. Essa condição foi determinante para a interrupção dos estudos (45%), com prejuízos na formação educacional e, consequentemente na capacitação profissional. Observou-se ainda que houve mudanças significativas na vida social, com restrições a liberdade e as opções de lazer, que foram substituídas pelos afazeres domésticos e cuidados com o filho. Aproximadamente 23% dos companheiros não assumiram a paternidade. Conclusões: Nessa perspectiva, espera-se que estes achados contribuam para um planejamento e melhor delineamento das ações de saúde na USF Santarém, tornando-as mais adequadas e eficazes para os adolescentes (AU).


Introduction: Adolescent pregnancy represents a serious social and public health problem in many countries of the world. Objective: To identify the perceptions about the psychosocial effects of pregnancy in adolescents between 14 and 19 years old, from the area covered by the Basic Health Unit of the Santarém Family who became pregnant or became mothers in the period of October 2013 and December 2014. Methods: A descriptive study with a qualitative approach was carried out with 22 adolescents, nine pregnant women and thirteen mothers, representing 52% of the total number of adolescents enrolled in this unit. A semi-structured questionnaire was used to collect the material. The analysis of the data was done by the thematic content analysis technique. Results: We visualized the negative psychosocial effects from the beginning of pregnancy, that is, 82% of the adolescents did not intend to become pregnant. This condition was determinant for the interruption of the studies (45%), with losses in the educational formation and, consequently, in the professional qualification. It was also observed that there were significant changes in social life, with restrictions on freedom and leisure options, which were replaced by household chores and child care. Approximately 23% of the companions did not assume paternity. Conclusions: From this perspective, it is expected that these findings will contribute to a better planning and design of health actions at USF Santarém, making them more adequate and effective for adolescents (AU).


Asunto(s)
Humanos , Femenino , Embarazo , Adolescente , Adulto , Brasil , Estrategia de Salud Familiar , Percepción , Embarazo/psicología , Salud Pública , Investigación Cualitativa
8.
Rev. bras. educ. méd ; 40(2): 301-309, abr.-jun. 2016.
Artículo en Portugués | LILACS-Express | ID: lil-792670

RESUMEN

RESUMO Este artigo relata uma experiência de integração entre atividades de ensino, pesquisa e extensão através de Roda de Conversa em uma Unidade de Saúde da Família (USF), articulando seus aspectos com aportes sociológicos da Teoria da Dádiva. A apreensão da percepção dos participantes sobre a vivência e suas repercussões na vida cotidiana ocorreu durante o segundo semestre de 2013. Na coleta dos dados foram utilizados registros de portfólios de aprendizagem, observação participante e anotações em diário de campo. A análise fundamentou-se nas narrativas dos participantes e em registros temáticos decorrentes das anotações feitas. Os resultados apontaram sintonia com os referenciais pedagógicos baseados na metodologia da problematização. Foi evidenciada uma contribuição para a edificação de laços de solidariedades e o estímulo a posturas interativas críticas e tolerantes com o outro. Os participantes enfatizaram a relevância cotidiana dos temas debatidos e a troca de ideias em torno de situações comuns. Concluiu-se que o diálogo entre os saberes acadêmicos e populares constitui uma oportunidade ímpar em busca do desenvolvimento de competências e habilidades, instrumentais ou comunicativas, imprescindíveis aos discentes enquanto futuros profissionais de saúde.


ABSTRACT This article describes an experience of integrating teaching, research and outreach activities through round tables in a Family Health Unit, relating its aspects to sociological contributions of the Theory of Giving. The participants’ perceptions about the experience and its impact on everyday life were captured in the second half of 2013. Learning portfolios, participant observation and notes in the field diary were used for the data collection. The analysis was based on participants’ narratives and thematic records arising from the notes taken. The results were in line with pedagogical references based on the methodology of critical questioning. In evidence was a contribution to building ties of solidarity and encouraging interactive critical stances and tolerance with others. The participants emphasized the everyday relevance of the issues discussed, the exchange of ideas regarding common situations. The conclusions inferred that the dialogue between academic and popular knowledge represents a unique opportunity to seek the development of instrumental or communicative skills and abilities, essential to students as future health professionals.

9.
Saúde debate ; 39(104): 114-123, Jan-Mar/2015.
Artículo en Portugués | LILACS-Express | ID: lil-744784

RESUMEN

Esta pesquisa aborda a prática do acolhimento analisando as relações de reciprocidade entre trabalhadores e usuários, na Estratégia Saúde da Família. Trata-se de uma investigação descritiva, explicativa e qualitativa, com coleta de dados através de entrevistas semiestruturadas e análise pela técnica do discurso do sujeito coletivo. Os resultados evidenciaram que a normatização repercute nas relações de reciprocidade. O acolhimento favoreceu a troca de dádivas. Entretanto, aspectos referentes à estrutura física deficiente, à demanda excessiva, à precariedade da rede de referência, à visão médico-centrada, à vulnerabilidade da população, dificultaram as relações mútuas entre os sujeitos.


This research addresses the practice of hospitality, analyzing the relationships of reciprocity between workers and users in the Family Health Strategy. This is a descriptive, explanatory and qualitative research, with data collection through semi-structured interviews and analysis by the collective subject's discourse technique. The results showed that the regulation has repercussion on the relations of reciprocity. The hospitality has favored the exchange of gifts. However, aspects related to the poor physical infrastructure, to the excessive demand, to the precariousness of the reference network, to the physician-centered vision and to the vulnerability of the population, have hindered the mutual relations between subjects.

SELECCIÓN DE REFERENCIAS
DETALLE DE LA BÚSQUEDA