Your browser doesn't support javascript.
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 20 de 20
Filtrar
Más filtros










Intervalo de año de publicación
1.
Rev. psicol. deport ; 27(supl.1): 67-73, 2018. graf
Artículo en Portugués | IBECS | ID: ibc-172355

RESUMEN

A dança de salão pode ser uma aliada no tratamento da depressão, uma vez que produz benefícios físicos, psicológicos e sociais; nos quais os idosos revelam suas maiores necessidades e debilidades. Faz-se necessário repensar o estilo de vida da população idosa, desenvolvendo estratégias de intervenção que irão contribuir para que esta população tenha uma trajetória positiva do envelhecimento. O objetivo deste estudo foi verificar se a prática regular de dança de salão pode modificar os níveis de depressão em idosos. Participaram do estudo 51 idosos de ambos os sexos. O comprometimento cognitivo foi avaliado pelo mini exame do estado mental e a depressão através do Inventario de Beck. Foi verificada a normalidade dos dados e utilizado um teste de correlação entre a depressão e demais variáveis independentes. Nenhum idoso foi considerado portador de comprometimento cognitivo. A depressão apresentou um escore de 11,25 pontos (depressão leve) e fatores tais como "estar profissionalmente inativo", "passar por situação trágica recente" e "sofrer com alguma doença atualmente" apontaram para uma maior predisposição à depressão. O tempo de prática regular de dança apresentou uma associação negativa e significativa (r=-0,54; p≤0,01) com a depressão. Conclui-se que a prática regular de dança de salão é uma ferramenta alternativa para o tratamento da depressão (AU)


La danza de salón puede ser una aliada en el tratamiento de la depresión, ya que produce beneficios físicos, psicológicos y sociales; en los que los ancianos revelan sus mayores necesidades y debilidades. Se hace necesario repensar el estilo de vida de la población anciana, desarrollando estrategias de intervención que contribuirán a que esta población tenga una trayectoria positiva del envejecimiento. El objetivo de este estudio fue verificar la influencia del tiempo de práctica regular de danza de salón en los niveles de depresión en ancianos. El estudio incluyó a 51 practicantes de edad avanzada de ambos sexos. Se evaluó el deterioro cognitivo y la depresión, por medio del Mini Examen del Estado Mental (MEEM) y el Inventario de Beck respectivamente. Los datos presentaron distribución normal y se correlacionó la depresión con otras variables independientes. El deterioro cognitivo no se confirmo en ninguno de los participantes del estudio. La depresión tuvo una puntuación de 11,25 pontos (depresión leve) y factores como "profesionalmente inactivos", "pasar recientemente por una situación trágica" y que "sufren actualmente de alguna enfermedad" apuntan mayor predisposición a la depresión. El tiempo para la práctica regular de la danza mostró una correlación negativa y significativa (r = -0.54; p (inserir o símbolo) = 0,01 con la depresión. Se concluye que la práctica regular de baile de salón es una herramienta alternativa para el tratamiento de la depresión (AU)


Ballroom dancing can be an ally in the treatment of depression, since it produces physical, psychological, and social benefits; in which the elderly reveal their greatest needs and weaknesses. It is necessary to rethink the lifestyle of the elderly population, developing intervention strategies that will contribute to this population have a positive trajectory of agin. The objective of this study was to verify the influence of the time of regular practice of ballroom dancing in the levels of depression in the elderly.This study included 51 elderly of both genders. Cognitive impairment was assessed using the Mini Mental and depression by Beck Inventory. The normality of the data was verified and used a correlation test between depression and other independent variables. None voluntary presented cognitive impairment. Depression presented a score of 11.25 points (mild depression) and factors such as: "being professionally inactive", "go through recent tragic situation" and "suffer from some currently disease" pointed to a greater predisposition to depression. The time to regular dance practice showed a negative and significant correlation with depression (r = -0.54; p≤0,01). It is concluded that regular practice of ballroom dancing is an alternative tool for the treatment of depression (AU)


Asunto(s)
Humanos , Masculino , Femenino , Persona de Mediana Edad , Anciano , Anciano de 80 o más Años , Baile/psicología , Depresión/psicología , Depresión/terapia , Terapia a traves de la Danza/métodos , Ejercicio Físico/psicología , Apoyo Social , Aislamiento Social/psicología , Encuestas y Cuestionarios , Análisis Estadístico
2.
Rev. psicol. deport ; 27(supl.1): 75-81, 2018. tab, graf
Artículo en Portugués | IBECS | ID: ibc-172356

RESUMEN

O presente estudo teve como objetivo verificar se o nível de atividade física e a mobilidade do idoso são fatores estressantes. Participaram do estudo 197 idosos de ambos os sexos (81.2% mulheres; 18.8% homens) com média de idade de 70.4 (± 6.26). Os resultados indicam que no teste TUG a média foi de 9.3 segundos, já no EEP o escore médio foi de 20.0 pontos e o tempo médio de prática de atividade física foi de 82 meses. Estratificouse a amostra quanto à faixa etária e observou-se correlação fraca entre mobilidade e tempo de prática de atividade física e não teve correlação entre mobilidade e estresse. Ao estratificar por desempenho no teste TUG foi encontrada interação entre as variáveis: mobilidade, tempo de atividade física e estresse. Concluiu-se que existe uma interação entre: mobilidade e tempo de atividade física; mobilidade e estresse; tempo de atividade física e estresse (AU)


Este estudio tuvo como objetivo verificar si el nivel de actividad física y la movilidad de los ancianos son los factores de estrés. En el estudio participaron 197 pacientes de ambos sexos (81.2% mujeres, 18.8% hombres) con una edad media de 70.4 (± 6.26). Los resultados indican que en TUG el promedio fue de 9.3 segundos ya en el EEP el puntaje promedio fue de 20.0 puntos y la actividad física en el tiempo promedio fue de 82 meses. La muestra se estratificó por grupos de edad y había una débil correlación entre la movilidad y el tiempo para la actividad física y no tenía ninguna correlación entre la movilidad y el estrés. Al estratificar por el rendimiento en la interacción prueba TUG fue encontrado entre las variables movilidad, tiempo de actividad física y el estrés. Se concluyó que hay una interacción entre: la movilidad y el tiempo de actividad física; la movilidad y el estrés; la actividad física en el tiempo y el estrés (AU)


The present study aimed to verify if the level of physical activity and the mobility of the elderly are stressful factors. 197 elderly people of both sexes (81.2% women, 18.8% men) with mean age of 70.4 (± 6.26) participated in the study. The results indicate that in the TUG test the mean was 9.3 seconds, in the EEP the mean score was 20.0 points and the mean time of physical activity was 82 months. The sample was stratified according to the age group and there was a weak correlation between mobility and time of practice of physical activity and there was no correlation between mobility and stress. When stratifying by performance in the TUG test, interaction between the variables: mobility, physical activity time and stress were found. It was concluded that there is an interaction between: mobility and time of physical activity; Mobility and stress; Time of physical activity and stress (AU)


Asunto(s)
Humanos , Masculino , Femenino , Persona de Mediana Edad , Anciano , Estrés Psicológico/epidemiología , Estrés Psicológico/psicología , Ejercicio Físico/psicología , Calidad de Vida/psicología , Anciano Frágil/psicología , Análisis de Varianza , Salud del Anciano Institucionalizado
3.
Psicol. rev ; 27(n.esp): 591-614, 2018. tab, ilus
Artículo en Portugués | LILACS | ID: biblio-1007303

RESUMEN

O objetivo deste estudo foi verificar o estado de humor de praticantes amadores de corrida de rua nos períodos pré e pós-prova, a partir da Escala Brasileira de Humor (BRAMS). Participaram da pesquisa 37 praticantes filiados a grupos de corrida de rua. Auferiu-se, em relação aos estados de humor dos participantes, que a tensão, o vigor e a confusão apresentaram valores inferiores após a prova. A fadiga foi a única dimensão com aumento no período pós-prova. Em relação à qualidade do sono, pôde-se observar que os indivíduos que tiveram um sono satisfatório na noite anterior estavam mais bem preparados para a prova. Realizou-se, ainda, uma análise de acordo com o nível de experiência, na qual se verificou que os praticantes menos experientes sofreram mais os efeitos da competição, o que afetou significativamente os escores de tensão, vigor, fadiga e confusão.


The aim of this study was to verify the state of mind of amateur runners during both, pre- and post-competition periods, according to the Brazilian Mood Scale (BRAMS). The sample was comprised of 37 amateur runners affiliated with racing groups. It was observed that tension, vigor and confusion levels decrease after the competition. Fatigue was the only aspect that effectively increased in the post-competitive period. Regarding the quality of sleep, it was noted that individuals who had satisfactory sleep quality during the previous night were better prepared for the race. An analysis was performed according to the level of experience and showed that less experienced runners suffer more from the effects of competition, significantly affecting mood states (tension, vigor, fatigue and confusion).


El objetivo de este estudio fue verificar el estado de humor de practicantes aficionados de carreras de calle durante los periodos pre y post-prueba, a partir de la Escala Brasileña de Humor (BRAMS). Participaron en la investigación 37 practicantes de corridas afiliados a grupos de carreras callejeras. Se confiere en relación a los estados de humor de los participantes que la tensión, el vigor y la confusión presentaron valores inferiores después de la prueba. La fatiga fue la única dimensión con aumento en el período post-prueba. En cuanto a la calidad del sueño, se puede observar que los individuos que tuvieron un sueño satisfactorio la noche anterior estaban mejor preparados para la prueba. Se realizó un análisis de acuerdo con el nivel de experiencia, donde se verificó que los practicantes menos experimentados sufren más los efectos de la competición, afectando significativamente los escores de tensión, vigor, fatiga y confusión.


Asunto(s)
Humanos , Carrera , Ingenio y Humor , Psicología del Deporte
4.
Rev Esc Enferm USP ; 51: e03202, 2017 Mar 09.
Artículo en Inglés, Español | MEDLINE | ID: mdl-28300964

RESUMEN

OBJECTIVE: To assess the effect of a 12-hour shift on mood states and sleepiness at the beginning and end of the shift. METHOD: Quantitative, cross-sectional and descriptive study.It was conducted with 70 neonatal intensive care unit nurses. The Brunel Mood Scale (BRUMS), Karolinska Sleepiness Scale (KSS), and a socio-demographic profile questionnaire were administered. RESULTS: When the KSS and BRUMS scores were compared at the beginning of the shift associations were found with previous sleep quality (p ≤ 0.01), and quality of life (p ≤ 0.05). Statistical significant effects on BRUMS scores were also associated with previous sleep quality, quality of life, liquid ingestion, healthy diet, marital status, and shift work stress. When the beginning and end of the shift were compared, different KSS scores were seen in the group of all nurses and in the night shift one. Significant vigor and fatigue scores were observed within shift groups. CONCLUSION: A good night's sleep has positive effects on the individual`s mood states both at the beginning and the end of the shift. The self-perception of a good quality of life also positively influenced KSS and BRUMS scores at the beginning and end of the shift. Proper liquid ingestion led to better KSS and BRUMS scores. OBJETIVO: Evaluar el efecto de un turno de 12 horas en estados de ánimo y somnolencia al principio y al final del turno. MÉTODO: Estudio cuantitativo, transversal y descriptivo.Se realizó con 70 enfermeras de unidades de cuidados intensivos neonatales. Se administró la Escala de Humor Brunel (BRUMS), la Escala de Somnolencia de Karolinska (KSS) y un cuestionario de perfil sociodemográfico. RESULTADOS: Cuando se compararon las puntuaciones de KSS y BRUMS al comienzo del turno se encontraron asociaciones con calidad de sueño previa (p ≤ 0,01) y calidad de vida (p ≤ 0,05). Los efectos estadísticos significativos en las puntuaciones de BRUMS también se asociaron con la calidad previa del sueño, la calidad de vida, la ingestión de líquidos, la dieta saludable, el estado civil y el estrés laboral por turnos. Cuando se compararon el comienzo y el final del turno, se observaron diferentes puntuaciones de KSS en el grupo de todos los enfermeros y en el turno de noche. Se observaron puntuaciones significativas de vigor y fatiga dentro de los grupos de turnos. CONCLUSIÓN: Dormir bien de noche tiene efectos positivos en los estados de ánimo del individuo tanto al principio como al final del turno. La autopercepción de una buena calidad de vida también influyó positivamente en las puntuaciones KSS y BRUMS al inicio y al final del turno. La ingesta de líquidos adecuada condujo a mejores puntuaciones KSS y BRUMS.


Asunto(s)
Afecto , Enfermería Neonatal , Salud Laboral , Horario de Trabajo por Turnos , Somnolencia , Adulto , Estudios Transversales , Femenino , Humanos , Unidades de Cuidado Intensivo Neonatal , Masculino
5.
Rev. Esc. Enferm. USP ; 51: e03202, 2017. tab, graf
Artículo en Inglés | LILACS-Express | ID: biblio-842735

RESUMEN

Abstract OBJECTIVE To assess the effect of a 12-hour shift on mood states and sleepiness at the beginning and end of the shift. METHOD Quantitative, cross-sectional and descriptive study.It was conducted with 70 neonatal intensive care unit nurses. The Brunel Mood Scale (BRUMS), Karolinska Sleepiness Scale (KSS), and a socio-demographic profile questionnaire were administered. RESULTS When the KSS and BRUMS scores were compared at the beginning of the shift associations were found with previous sleep quality (p ≤ 0.01), and quality of life (p ≤ 0.05). Statistical significant effects on BRUMS scores were also associated with previous sleep quality, quality of life, liquid ingestion, healthy diet, marital status, and shift work stress. When the beginning and end of the shift were compared, different KSS scores were seen in the group of all nurses and in the night shift one. Significant vigor and fatigue scores were observed within shift groups. CONCLUSION A good night’s sleep has positive effects on the individual`s mood states both at the beginning and the end of the shift. The self-perception of a good quality of life also positively influenced KSS and BRUMS scores at the beginning and end of the shift. Proper liquid ingestion led to better KSS and BRUMS scores.


Resumo OBJETIVO Avaliar o efeito de um turno de 12 horas nos estados de humor e na sonolência ao início e ao final do turno. MÉTODO Estudo quantitativo, transversal e descritivo. O estudo foi realizado com 70 profissionais de enfermagem de unidades de terapia intensiva neonatal. A Escala de Humor de Brunel (BRUMS), a Escala de Sonolência de Karolinska (KSS) e oQuestionário Perfil Sociodemográfico foram aplicados. RESULTADOS Quando os escores da KSS e da BRUMS foram comparados no início do plantão, associações foram encontradas entrea qualidade do último sono (p ≤ 0,01) e a qualidade de vida (p ≤ 0,05). Efeitos significativamente estatísticos nos escores da BRUMS também foram associados às variáveis:qualidade do sono, qualidade de vida, ingestão de líquido, dieta saudável, estado civil e estresse no plantão. Quando o início e o fim do turno foram comparados, diferentes escores para sonolência foram vistos no grupo de todos os enfermeiros e no turno da noite. Escores significativos de vigor e de fadiga foram observados intergrupos. CONCLUSÃO Uma boa noite de sono tem efeitos positivos sobre os estados de humor tanto no início quanto ao final do turno. A autopercepção de uma boa qualidade de vida também influenciou positivamente os escores da KSS e da BRUMS no início e ao final do turno. A ingestão adequada de líquidos levou a melhorespontuaçõesKSS e BRUMS.


Resumen OBJETIVO Evaluar el efecto de un turno de 12 horas en estados de ánimo y somnolencia al principio y al final del turno. MÉTODO Estudio cuantitativo, transversal y descriptivo.Se realizó con 70 enfermeras de unidades de cuidados intensivos neonatales. Se administró la Escala de Humor Brunel (BRUMS), la Escala de Somnolencia de Karolinska (KSS) y un cuestionario de perfil sociodemográfico. RESULTADOS Cuando se compararon las puntuaciones de KSS y BRUMS al comienzo del turno se encontraron asociaciones con calidad de sueño previa (p ≤ 0,01) y calidad de vida (p ≤ 0,05). Los efectos estadísticos significativos en las puntuaciones de BRUMS también se asociaron con la calidad previa del sueño, la calidad de vida, la ingestión de líquidos, la dieta saludable, el estado civil y el estrés laboral por turnos. Cuando se compararon el comienzo y el final del turno, se observaron diferentes puntuaciones de KSS en el grupo de todos los enfermeros y en el turno de noche. Se observaron puntuaciones significativas de vigor y fatiga dentro de los grupos de turnos. CONCLUSIÓN Dormir bien de noche tiene efectos positivos en los estados de ánimo del individuo tanto al principio como al final del turno. La autopercepción de una buena calidad de vida también influyó positivamente en las puntuaciones KSS y BRUMS al inicio y al final del turno. La ingesta de líquidos adecuada condujo a mejores puntuaciones KSS y BRUMS.

6.
Chronobiol Int ; 33(4): 435-40, 2016.
Artículo en Inglés | MEDLINE | ID: mdl-27003630

RESUMEN

The organizing committee of the 2016 Rio Olympic Games recently announced that some of the preliminary and final competitions will be held at night. The present article discusses the potential harmful effects of these late-night competitions on sleep, circadian rhythms and athletic performance during the Olympic Games. Specifically, night-time competition could lead to injury and may compromise an athlete's decision-making, attentional, physiological and other processes. Consequently, these impacts could negatively affect the performance of athletes and their teams. Thus, it is suggested that technical commissions take special care when creating strategies to minimize harm to the athletes by considering factors such as light exposure, melatonin intake, sleep hygiene and scheduled naps, and training at local competition time. Furthermore, it is necessary for specialists in chronobiology and sleep to engage with members of the national teams to develop an activity schedule for physical, technical, tactical and psychological preparation that accounts for circadian rhythms, thereby creating the best possible environment for the athletes to achieve their ideal performance.


Asunto(s)
Atletas , Rendimiento Atlético/fisiología , Ritmo Circadiano/fisiología , Sueño/fisiología , Análisis y Desempeño de Tareas , Citas y Horarios , Femenino , Humanos , Masculino , Melatonina/metabolismo , Tiempo
7.
Medicina (Ribeiräo Preto) ; 49(1): 9-16, jan.-fev. 2016.
Artículo en Inglés | LILACS | ID: lil-790224

RESUMEN

Physical inactivity has been described as one of the major public health problems of the 21st century. Physical activity plays an important role in reducing the prevalence of sedentarism, improving the quality of life and improving individuals’ mental health. Objective: This study aimed to perform a 6-month comparison of quality of life (QOL) and mood states(MS) between physically active and sedentary college students. Methods: A sample of 32 individuals completed questionnaires to assess their level of physical activity, quality of life and mood states. They were separated into two groups: sedentary (n=15) and physically active (n=17). The International Physical Activity Questionnaire (IPAQ) was used for assessing PA levels, the WHO Quality of Life-BREF for QOL and the Brazilian Mood Scale for MS. We used factorial analysis of variance with repeated measures and post-hoc Tukey test (p ≤ 0.05) for QOL and MS inferential analysis. Results: QOL was significantly higher for the physically active group in Environment and Social Relationships domains. Similarly, MS showed increased scores in Vigor dimension for the physically activegroup after six months. Conclusions: These results suggest PA can positively influence aspects of an individuals‘ quality of life. However, our data did not show a significant influence of PA on mood states.


A inatividade física tem sido descrita como um dos principais problemas de saúde pública do século XXI. Neste contexto, a atividade física desempenha um papel importante na redução da prevalência de sedentarismo, melhorando a qualidade de vida e a saúde mental dos indivíduos. Objetivo: Este estudo teve como objetivo analisar a influência de seis meses de atividade física (AF) na qualidade de vida (QV) e estados de humor (EH) de adultos jovens. Métodos: Uma amostra de 32 indivíduos completou uma bateria de questionários para avaliar o seu nível de atividade física, qualidade de vida e estados de humor. Eles foram separados em dois grupos: sedentários (n = 15) e fisicamente ativos (n = 17). O International Physical Activity Questionnaire (IPAQ) foi utilizado para avaliar os níveis de AF, o WHO Quality of Life-BREF (WHOQOL_Bref) para QV ea Escala Brasileira de Humor (BRAMS) para os EH. Foi realizada análise fatorial de variância com medidas repetidas e teste post-hoc de Tukey (p ≤ 0,05) para QV e análise inferencial para os EH. Resultados: Escores de QV foram significantemente maiores para o grupo fisicamente ativo nos domínios ambiental e social. Da mesma forma, EH apresentaram maiores escores na dimensão Vigor para o grupo fisicamente ativo depois de seis meses, sem contudo, atingir os níveis de significância estatística.Conclusões: Estes resultados sugerem que AF pode influenciar positivamente aspectos na qualidade de vida do indivíduo. Contudo, os dados não evidenciam uma influência significativa da AF nos estados de humor.


Asunto(s)
Humanos , Masculino , Femenino , Adulto Joven , Trastornos del Humor , Actividad Motora , Calidad de Vida , Conducta Sedentaria
8.
Rev. bras. ciênc. mov ; 23(4): 159-169, out.-dez.2015. tab
Artículo en Portugués | LILACS | ID: biblio-849454

RESUMEN

O presente estudo teve como objetivo investigar a percepção de qualidade de vida de policiais militares da região metropolitana de Belo Horizonte. Foram avaliados 316 policiais do sexo masculino, que exerciam atividade na área operacional, com idade média de 36,68 (±7,07) anos. Para a análise da qualidade de vida os indivíduos responderam o World Health Organization Quality of Life Instrument Bref (WHOQOL-bref) proposto pela Organização Mundial da Saúde. Para as correlações, utilizou-se o teste de correlação de Spearman´s-Rho. O nível de significância adotado para as análises foi de p ≤ 0,05. A consistência interna do WHOQOL-Bref (α =0,833) foi adequada. Os domínios relações sociais e psicológico apresentaram os maiores escore de qualidade de vida, quando comparados aos domínios físico e meio ambiente na percepção de policiais. O domínio físico apresentou maior escore comparado ao domínio meio ambiente. Conclui-se que a percepção da qualidade de vida dos policiais da região metropolitana de Belo Horizonte está mais associada a fatores envolvendo os domínios psicossociais.(AU)


The present study aimed to investigate the perception of quality of life of military police in the metropolitan region of Belo Horizonte. Those evaluated include 316 male police officers, exercising operational activity in the area, with average age of 36,68 (±7,07) years. For the analysis of the quality of life the individuals responded to the World Health Organization Quality of Life Instrument Bref (WHOQOL-bref) proposed by the World Health Organization. For the correlations, we used the Spearman´s-Rho correlation test, considering a significance level of p ≤ 0,05. The internal consistency of the WHOQOL-Bref (α = 0.833) was adequate. The social relationships and psychological domains had the highest score for quality of life, when compared to the physical and environment domains in the perception of police officers. The Physical domain showed the score high compared the Environment domain. We conclude that the perception of the quality of life of military police in the metropolitan region of Belo Horizonte are more associated to involving psychosocial domains.(AU)


Asunto(s)
Humanos , Masculino , Adulto , Persona de Mediana Edad , Salud , Estilo de Vida , Policia , Calidad de Vida , Trabajo
9.
Rev. bras. educ. fís. esp ; 29(4): 663-673, out.-dez. 2015. tab, graf
Artículo en Portugués | LILACS | ID: lil-767860

RESUMEN

Resumo O objetivo deste estudo foi analisar o processo de formação de atletas da categoria de base do basquetebol considerando o tempo de prática de treinamento e o número de jogos de atletas profissionais e atletas da categoria sub-19 anos de Minas Gerais. Para isso foi aplicado o Questionário sobre Tempo de Prática para Atletas de Basquetebol aos atletas e entrevistas semiestruturadas aos treinadores. Para a análise dos dados quantitativos foram aplicados os testes Shapiro-Wilk e Mann-Whitney, para um nível de significância de 5%. Para as entrevistas, uma análise do conteúdo foi utilizada para o tratamento dos dados. Em relação à experiência competitiva, foram encontradas diferenças significativas (p = 0,003) que apontam um maior número de jogos disputados pelos atletas profissionais durante a sua formação na categoria de base na comparação com os atletas da categoria sub-19 anos de Minas Gerais. Conclui-se que, apesar do tempo de prática de treinamento ter sido semelhante durante o processo de formação nas categorias de base, os atletas profissionais disputaram um maior número de jogos que os atletas da categoria sub-19 anos de Minas Gerais.


Abstract The aim of this study was to analyze the process training of players of youth academy level of basketball considering the practice time of training and the number of matches of professional and Minas Gerais under-19 Brazilian basketball players. To do this we applied Practice Time Questionnaire for Basketball Athletes to the players, and semi-structured interviews to coaches. For quantitative data, Shapiro-Wilk and Mann-Whitney tests were applied for a 0.05 significance level. A data treatment of the interviews we used content analysis. The results show that there is no statistically significant difference between Minas Gerais players training time and professional players training time during youth academy level. In relation of competitive experience, significant differences were found (p = 0.003) that indicate a greater number of matches played by professional players during their formation time in youth academy level in comparison with the players of under-19 category of Minas Gerais. It is concluded that despite the practice time of training have been similar during the formation process in the youth academy level, the professional players have more number of matches played than the players of category under-19 years of Minas Gerais.


Asunto(s)
Educación y Entrenamiento Físico , Baloncesto/educación , Capacitación Profesional , Atletas/educación , Brasil , Investigación Cualitativa
10.
Rev. educ. fis ; 25(3): 489-500, Jul-Sep/2014. graf
Artículo en Portugués | LILACS-Express | ID: lil-732964

RESUMEN

O estresse em árbitros tem sido objeto de estudo em várias modalidades esportivas, entretanto pouco se sabe sobre as interferências deste constructo na atividade de árbitros de ginástica rítmica (GR). O objetivo deste estudo foi fazer uma revisão sistemática sobre o estresse na arbitragem de GR. Foi realizada uma busca de artigos publicados entre os anos de 1993 e 2013 nas bases de dados Scopus, SPORTDiscus, SocINDEX e Web of Science. Os resultados apontam para um número reduzido de publicações sobre o estresse em árbitros de ginástica e também em outras modalidades. Foram identificadas particularidades entre os tipos de estresse das ginásticas e de outras modalidades esportivas. Conclui-se que o estresse que afeta as atividades laborais dos árbitros de GR possui características biopsicossociais e que existe necessidade de uma maior produtividade intelectual nesta área, objetivando avançar no entendimento de como estas variáveis interferem no desempenho destes profissionais.


The stress on referees has been a subject of study in several sports, however little is known about the interferences of this construct in the activity of referees of rhythmic gymnastics (RG). The aim of this study was to do a systematic review about the stress on RG's judging. Was held a search for articles published between 1993 and 2013 in the databases Scopus, SPORTDiscus, SocINDEX and Web of Science. The results point to a reduced number of publications about stress in gymnastics' referees and also in other sports. Different characteristics were identified between stress types of gymnastics and other sports. It is concluded that stress that affects the labour activities of RG's referees has biopsychosocial characteristics and there is need for greater intellectual productivity in this area, in order to advance in the understanding of how these variables interfere in the performance of these professionals.

11.
Rev. bras. educ. fís. esp ; 28(3): 491-503, Jul-Sep/2014. tab
Artículo en Portugués | LILACS | ID: lil-726354

RESUMEN

O objetivo deste estudo foi analisar os recursos humanos, financeiros e materiais de atletas de basquetebol nas categorias de base e a percepção dos treinadores sobre estes recursos no processo de formação do atleta. A amostra do estudo foi composta por: 47 atletas de categoria sub-19 anos de Minas Gerais e os respectivos treinadores e 47 atletas profissionais. Os instrumentos utilizados foram: Questionário sobre o Contexto da Prática para Atletas de Basquetebol (QCP-Basq), Versão Recursos para o Treinamento e entrevista semiestruturada. Com base nos resultados foi possível entender que os atletas profissionais treinaram em instituições com mais recursos desde a iniciação esportiva em comparação aos atletas da categoria sub-19 anos de Minas Gerais. Os treinadores de Minas Gerais indicam precariedade na estruturação dos recursos na formação do jovem atleta e ressaltam que há dificuldade em aproveitar o jogador que se destaca nas categorias de base nas equipes profissionais do Estado


The aim of this study was to analyze human, financial and material resources of basketball athletes in the youth academy and coaches' perception about these resources in the development of young athletes. This study sample was composed by: 47 Under-19 athletes of Minas Gerais and their respective coaches and also 47 professional athletes. The instruments used were: Questionnaire about Context of Practice for Basketball Athletes ("QCP-Basq", in Portuguese), Resources for Training Version and semi-structured interview. Based on the results it could be understood that professional athletes have trained, since their sports initiation, in institutions with more resources than in comparison with Minas Gerais Under-19 athletes. Minas Gerais coaches point out precariousness in structuring of resources during young athletes formation and emphasize that there is a difficulty in the professional teams of the state to utilize players that stand out at youth level


Asunto(s)
Humanos , Educación y Entrenamiento Físico , Baloncesto/economía , Atletas
12.
Rev. educ. fis ; 25(2): 163-171, Apr-Jun/2014. tab
Artículo en Portugués | LILACS-Express | ID: lil-729949

RESUMEN

Os objetivos deste estudo foram avaliar os indicadores de burnout em bailarinos dos sexos feminino e masculino e comparar as percepções das dimensões da síndrome de burnout entre os grupos. Os participantes foram 41 bailarinos de ambos os sexos (29 mulheres e 12 homens) vinculados a escolas de ballet e academias/clubes dos municípios de Belo Horizonte e Divinópolis, com idade média de 18,67±5,63 e com tempo médio de prática de 10,1±2,86 anos. O instrumento utilizado foi o Questionário de Burnout para Atletas (QBA). Os dados foram analisados através de estatística descritiva e dos testes de Shapiro-Wilk, U de Mann-Whitney e Wilcoxon. Os resultados mostraram que os bailarinos de ambos os sexos apresentaram índices baixos e moderados nas dimensões de burnout e no burnout total. Para ambos os sexos houve diferenças na percepção da dimensão reduzido senso de realização em relação às dimensões exaustão física e emocional e desvalorização esportiva.


The objectives of this study were to evaluate burnout indicators in female and male dancers and compare the perceptions of the dimensions of burnout syndrome between groups. Participants were 41 dancers of both sexes (29 females and 12 males) linked to ballet schools and academies/clubs in the cities of Belo Horizonte and Divinópolis, mean age 18,67 ± 5,63, and average practice time of 10,1 ± 2,86 years. The instrument used was the Burnout Questionnaire for Athletes (QBA). Data were analyzed by descriptive statistics and by Shapiro-Wilk, Mann-Whitney and Wilcoxon tests. Results showed that dancers of both sexes showed low to moderate levels in burnout, which consequently resulted in a low level of total burnout. For both sexes, there were significant differences in the perception of the dimension reduced sense of accomplishment regarding the dimensions physical and emotional exhaustion and sport devaluation.

13.
Rev. educ. fis ; 23(3): 369-377, jul.-set. 2012. ilus, tab
Artículo en Portugués | LILACS-Express | ID: lil-701461

RESUMEN

Este estudo objetivou apresentar a importância dos tempos de reação simples, cognitivo e motor, na seleção de talentos para o tênis. Participaram 240 jovens de seis a 13 anos (9,61 ±1,64), de ambos os sexos. Os voluntários foram submetidos e aprovados, na primeira fase do estudo, em um teste de habilidades específicas da modalidade (ITN). Na segunda fase, foram submetidos a um teste de tempo de reação simples. Foi realizada Ancova para identificar diferenças no ITN tendo o tempo de reação como variável independente e idade como covariável. Os resultados mostraram que houve diferença para o ITN entre os grupos de tempo de reação cognitivo ajustado para a idade (p=0,04) e não houve diferença entre as médias de ITN quando se comparou o tempo de reação motor (p=0,162). Conclui-se que o tempo de reação cognitivo é uma variável importante no processo de detecção de talentos em tênis.


The present study aimed at presenting the importance of simple reaction times, both cognitive and motor, in selecting potential talents in tennis players. Two hundred and forty young people participated in the study, from six to thirteen years old, of both sexes. The volunteers were subjected and approved during the first phase of the study, with a skill test specific for the modality (ITN). In the second phase, a test of simple reaction time was applied, stratifying the results by cognitive and motor time. It was used the ANCOVA test in order to identify differences for ITN, assuming the reaction time as an independent variable and the age as a covariate. Results show differences for ITN among the groups of cognitive reaction time adjusted for age (p=0,04) and there was no difference by observing the comparison among the results of motor reaction time (p=0,162). It is concluded that the cognitive reaction time is an important variable in the process for identifying talents in tennis.

14.
Rev. bras. med. esporte ; 17(6): 397-400, nov.-dez. 2011. ilus, tab
Artículo en Portugués | LILACS | ID: lil-614803

RESUMEN

O overtraining é um sintoma de instabilidade psicofisiológico prejudicial à saúde física e mental dos atletas que ocorre devido ao desequilíbrio entre o estresse (carga de treinamento) e os períodos de recuperação (descanso das atividades esportivas - folga). O objetivo deste estudo foi monitorar os níveis de estresse e recuperação de uma equipe feminina de voleibol de alto rendimento durante uma competição nacional. Foram avaliadas 16 atletas (23,63 ± 6,40 anos) através do Questionário de Estresse e Recuperação (RESTQ-Sport-76), durante dois períodos distintos da periodização denominados de treinamento e folga. Em relação às duas dimensões de estresse, geral (escalas de 1 a 7) e no esporte (escalas de 13 a 15), foram encontradas diferenças significativas (p < 0,05) nas duas dimensões, quando comparados os períodos de treinamento e folga. Das nove escalas que avaliam a recuperação geral e a recuperação no esporte, em cinco delas (números 9, 10, 11, 12 e 16) foram encontradas diferenças significativas (p < 0,05). E em quatro escalas (números 8, 13, 14 e 15) as atletas continuavam a demonstrar uma baixa recuperação. Conclui-se, dessa forma, que todos os indicadores de estresse se elevaram no período de treinamento, e que alguns marcadores de recuperação, como sucesso, aceitação pessoal, autoeficácia e autorregulação apontaram baixos níveis de recuperação nesta equipe durante a temporada.


Overtraining is a process involving progressively increased training to a high absolute level that is in excess of more routine training undertaken to maintain performance. However, its excessive increase may impair the physical and mental health of the athlete. The aim of this study was to keep up with levels of stress and recovery of volleyball athletes during the Brazilian Super League 2003/2004. 16 athletes (23,63 ± 6,40 years) were evaluated during two periods, training and rest by answering a stress and recovery questionnaire (RESTQ-Sport-76). Stress levels were measured through the scales 1 to 7 (general stress) and 13 to 15 (stress sports). Its results showed significant differences between perceptions of athletes in all scales (p<0,05) during training and rest. Levels of sports and general recoveries are known through nine scales. In five of them (9, 10, 11, 12 and 16) there were significant differences (p<0,05) and in four, (8, 13, 14 and 15) there were low recovery by the athletes. The conclusion is that RESTQ-Sport-76 was able to assess stress and recovery levels in volleyball athletes and this group demonstrated low recovery during training period.


Asunto(s)
Humanos , Femenino , Adulto Joven , Rendimiento Atlético , Agotamiento Profesional/rehabilitación , Voleibol
15.
Rev. bras. educ. fís. esp ; 25(3): 537-546, jul.-set. 2011. ilus, tab
Artículo en Portugués | LILACS | ID: lil-602236

RESUMEN

O objetivo deste estudo foi submeter o questionário Sport Motivation Scale (SMS) ao processo de validação transcultural da Escala de Motivação no Esporte para a língua portuguesa brasileira (EME-BR), verificando sua validade e aplicabilidade na população de jovens atletas brasileiros de futebol de alto nível. Participaram deste estudo 370 atletas. Utilizou-se o Instrumento denominado Escala de Motivação no Esporte - versão brasileira (EME-BR), no qual é composto por 28 itens, dividido em sete dimensões. Para a tradução e adaptação do instrumento, foram adotados os procedimentos sugeridos na literatura. Os resultados da análise fatorial confirmatória, demonstraram que com exceção do teste S-Bx² que foi significante (p < 0,001), todas as outras medidas de ajuste absoluto (GFI e RMSEA) e de ajuste incremental (NFI, NNFI e AGFI), apresentaram valores dentro dos aceitáveis pela literatura. No que diz respeito ao termo de confiabilidade interna, pode-se observar que somente duas dimensões atingiram o valor mínimo (> 0,70), entretanto, as demais dimensões, aproximam-se do índice desejável. Contudo, os resultados obtidos no presente estudo dão algum suporte para a validade da EME-BR com jogadores brasileiros jovens de futebol de alto nível.


The purpose of this study was to submit the Sport Motivation Scale (SMS) questionnaire for the transculture validation of the Sport Motivation Scale for the Brazilian Portuguese language and analysis the validity and applicability in the High level Brazilian younger football players. 370 athletes participated of this study. Was used the Sport Motivation Scale for the Brazilian Portuguese language questionnaire consisting for the 28 questions, in 7 dimensions. For the translation and adaptation of the instrument was used the conduct suggest in literature. The results of confirmatory factor analysis showed that with the exception of S-Bx² that test was significant (p < 0.001), all other measures of absolute fit (GFI and RMSEA) and incremental fit (NFI, NNFI and AGFI), presented within the acceptable values in the literature. Regarding the completion of internal reliability, we can observe that only two dimensions have reached the minimum value (> 0.70), however, the other dimensions, closer to the desirable rate. However, the results showed in this study lend some support to the validity of the EME-BR with young Brazilian players to senior football.


Asunto(s)
Humanos , Masculino , Niño , Adolescente , Motivación , Fútbol , Estudios de Validación como Asunto
16.
Rev. bras. med. esporte ; 15(3): 174-178, maio-jun. 2009. ilus, graf, tab
Artículo en Portugués | LILACS | ID: lil-517531

RESUMEN

A prática regular de atividade física promove uma série de benefícios que vão além da esfera física. A qualidade de vida, segundo diversas fontes, diz respeito ao grau de satisfação de um indivíduo com os múltiplos aspectos da sua vida. As pessoas portadoras de deficiência física podem apresentar níveis de sedentarismo elevados, influenciando de forma decisiva na percepção de sua qualidade de vida. Assim, o objetivo deste estudo foi verificar o efeito de 12 semanas de prática de atividade física na percepção do nível de qualidade de vida de deficientes físicos. Participaram do estudo 20 deficientes físicos, do gênero masculino, divididos em dois grupos, Sedentários e Ativos. Como instrumento de estudo foi utilizado um questionário de dados demográficos e o World Health Organization Quality of Life (WHOQOL-Bref). Em geral, a média de idade dos voluntários era de 38,1 anos, possuíam o 1º grau incompleto, moradia própria, eram solteiros e predominantemente portadores de poliomielite. O grupo Ativo apresentou escores mais elevados na qualidade de vida em todas as dimensões (física, psicológica, social e ambiental) do instrumento. Os resultados obtidos com o presente estudo comprovaram que o nível de qualidade de vida dos deficientes físicos Ativos foi melhor do que a dos Sedentários.


The positive effects of regular physical activity practice are not restricted to physical well being. Quality of life regards the overall sense of well-being of an individual in relation to the multiple aspects of his/her life. People with special needs may present high levels of sedentarism, which has a remarkable influence on their self-perceived quality of life. Therefore, the objective of the present study was to assess the effect of 12 weeks of physical activity practice on the perception of the quality of life of individuals with special needs. 20 male individuals with physical disabilities participated in the study. They were divided into two groups, Sedentary and Active. The instruments used were a questionnaire on demographic data and the World Health Organization Quality of Life (WHOQOL-Brief). Mean age of the volunteers was 38.1 years, they were single, had not finished elementary school and lived in their own house. Most of them had poliomyelitis. The Active group presented higher scores in all domains of the instrument (physical, psychological, social and environmental). The results obtained in the present study showed that the quality of life of Active people with special needs was better than that of the Sedentary ones. Consequently, we strongly recommend that people with physical disabilities be encouraged to participate in physical and/or sports activity programs regularly.


Asunto(s)
Humanos , Masculino , Personas con Discapacidad , Ejercicio Físico , Calidad de Vida , Conducta Sedentaria
17.
Rev. psicol. deport ; 17(1): 25-41, ene.-jun. 2008. ilus, tab
Artículo en Inglés | IBECS | ID: ibc-76402

RESUMEN

El sobreentrenamiento es el resultado de un desequilibrio entre el estrés y su recuperación, combinado concortos períodos de recuperación y determinados factores psicosociales. En este estudio de caso se ha empleado uncuestionario de estrés y recuperación en el deporte para analizar los niveles de sobreentrenamiento en una jugadorabrasileña de balonvolea de elite. Los resultados indican que las elevadas cargas físicas provocan cambios en el perfil de ladeportista, mostrando un incremento en las escalas de fatiga. Los períodos de recuperación se han mostrado comofundamentales para el restablecimiento de las capacidades físicas y psicológicas de la deportista. Finalmente, nuestrométodo de análisis ha evidenciado la existencia de modificaciones en el perfil de la deportista después de acontecimientospuntuales, tal como el observado después de una derrota inesperada. Se concluye que los cambios en el perfil de la curva,obtenidas por nuestro cuestionario, reflejan los distintos períodos de recogida de datos, lo que configuraría un indicador delos cambios de la sobrecarga estresante. De esta manera, la posibilidad de detección o de la monitorización de los factoresestresantes para ella deportista puede ser de gran valor para la mejora del rendimiento físico y psicológico de un equipo (AU)


Overtraining is the result of an imbalance between stress and recovery, in addition to short recovery time andpsychosocial events. In this case study, a questionnaire of stress and recovery in sports was used to assess the level ofovertraining of an elite female Brazilian volleyball player. The results showed that the heavy loads caused changes in theathlete’s profile, resulting in an increase in the fatigue scales. The recovery periods were fundamental to restore her physicaland psychological capacities. Finally, the method used detected changes in the athlete’s profile after acute events, such as anunexpected defeat. We concluded that changes in the profile of the curve, showed by the instrument, reflected the differentmoments of the collection, thus reflecting the change in the stress overload. Therefore, the detection or monitoring ofstressing factors might be valuable to improve the physical and psychological performance of a team (AU)


Asunto(s)
Humanos , Estrés Fisiológico/diagnóstico , Voleibol , Monitoreo Ambulatorio/métodos , Fatiga/diagnóstico , Educación y Entrenamiento Físico/tendencias , Acondicionamiento Físico Humano
18.
Rev. bras. ativ. fís. saúde ; 8(1): 52-61, 2003. tab
Artículo en Portugués | LILACS | ID: lil-359949

RESUMEN

Mundialmente têm sido discutidos os reais benefícios que a atividade fisica po de provocar sobre a saude dos homens. Neste estudo objetivou-se avaliar e comparar os conceitos de saúde vigentes entre Professores, funcionários de daus universidades brasileiras e também, analisar e comparar os principais fatores que motivam estes indivíduos a praticarem atividades físicas. A idade dos 1429 voluntarios, sendo 855 da UFV e 574 da UFMG, foi de 26,82 e ±10,127. Os participantes responderam o quesfionário Saude e qualdiade de vdia, destinado para avaliar os conceitos de saúde dos indivíduos. Os conceitos de saúde apresentados pelos entrevistados foram semelhantes nas ões dos gêneros e entre os professores, funcionários e duas instituições. porém, encontrou-se diferenças significantes (p<0,05) entre as opinioes dos generos e entre os professores, funcionarios e alunos. O aspecto psicológico foi detectado como o mais importante fator mofivacional para participação em um programa de atividade física, sendo que, novamente foram observadas diferenças significantes (p

Asunto(s)
Humanos , Masculino , Femenino , Ejercicio Físico , Salud , Motivación , Calidad de Vida
19.
Rev. bras. med. esporte ; 8(4): 157-166, jul.-ago. 2002. ilus, tab
Artículo en Portugués | LILACS | ID: lil-330659

RESUMEN

O objetivo deste estudo é apresentar e discutir os resultados da preparação psicológica realizada com 64 atletas de oito diferentes esportes. A avaliação foi realizada nos Centros de Treinamento Paraolímpicos no Rio de Janeiro, São Paulo e Recife. Foram aplicados testes de personalidade, testes de motivação, questionário de estresse e testes psicométricos (percepção, concentração e tempo de reação). Foi detectada diferença significativa em alguns parâmetros psicológicos ao comparar os atletas de acordo com o sexo e os tipos de deficiência (física, visual ou mental). De forma geral, o motivo mais importante para iniciar uma atividade esportiva foi o prazer da prática e a necessidade de reabilitação. Os principais motivos para praticar esportes foram a competição e o desejo de superar limites. A maioria dos atletas mencionou os seguintes fatores estressantes: problemas de sono, pressão de vencer e conflitos interpessoais. A maioria dos atletas apresentou bons resultados na percepção e no tempo de reação. Baseados nesses resultados foi desenvolvida uma orientação individual no período de preparação para os Jogos Paraolímpicos


Asunto(s)
Humanos , Personas con Discapacidad , Motivación , Pruebas de Personalidad , Autoevaluación , Deportes , Estrés Psicológico , Brasil
20.
Rev. bras. ativ. fís. saúde ; 5(1): 5-21, 2000. tab, graf
Artículo en Portugués | LILACS | ID: lil-316035

RESUMEN

Sendo o ser humano biopsicossocial, näo é possível desprezar a importância da obtençäo de conhecimentos na área da saúde mental e da qualidade de vida, para que se possa conhecer os efeitos da atividade física sobre o homem. Os objetivos deste trabalho foram: analisar o conceito de saúde de alunos, professores e funcionários da comunidade da UFMG e verificar o nível de importância dos motivos para a prática regular de atividade física. Participaram do estudo 574 indivíduos da comunidade da UFMG. O questionário utilizado para a coleta de dados foi desenvolvido e validado no Laboratório de Psicologia do Esporte (LAPES-UFMG). Os procedimentos realizado para o tratamento estatístico foram: uma análise descritiva exploratória composta por procedimentos de comparaçäo de médias entre os grupos gênero, ocupaçäo e unidade/departamento. No geral, o termo mais relacionado com a palavra saúde foi "alimentaçäo". Vários termos apresentaram uma diferença estatísticamente significativa entre alunos, professores e funcionários, entre eles: "status social" e "satisfaçäo profissional". O motivo mais importante para a prática regular de atividade física foi o "prazer pela atividade física". Foram detectadas várias diferenças significativas entre gêneros, departamentos e ocupaçäo, entrte elas "prevenir doenças" e "retardar o envelhecimento. Concui-se que motivos tais como saúde, qualidade de vida e prazer foram muito relevantes para a amostra de uma forma geral, o que vem comprovar a importância que a atividade física regulartem para a saúde e a qualidade de vida e o fato de que as pessoas estäo conscientes desta importância. O conceito de saúde encontra-se muito relacionado à saúde física. Termos como condicionamento físico, atividade física e bem-estar físico apareceram com altos níveis de relevância para esta amostra avaliada. Para estas pessoas a saúde é beneficiada pela prática regular de atividades físicas, entäo podemos dizer que os benefícios que estas pessoas conhecem que esta prática pode proporcionar a elas säo benefícios de caráter físico.(au)


Asunto(s)
Humanos , Masculino , Femenino , Adolescente , Adulto , Persona de Mediana Edad , Ejercicio Físico , Educación en Salud , Calidad de Vida
SELECCIÓN DE REFERENCIAS
DETALLE DE LA BÚSQUEDA