Your browser doesn't support javascript.
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 3 de 3
Filtrar
Más filtros










Intervalo de año de publicación
1.
Rev. bras. cineantropom. desempenho hum ; 20(6): 504-514, Nov.-Dec. 2018. tab
Artículo en Inglés | LILACS | ID: biblio-990558

RESUMEN

Abstract Physical activity measurement with accuracy and precision is extremely important in establishing the dose-response relationship between levels of physical activity and the different outcome possibilities. Subjective methods of measurement, such as proxy-reports have been used as a possibility to check physical activity in children. The aim of this study was to test the Netherlands Physical Activity Questionnaire (NPAQ), valid for Brazilian schoolchildren using physical aerobic fitness as a criterion. The study included 290 children aged 6-10 years from public schools of Itaúna/MG. NPAQ was applied to parents or guardians and children were tested using the Luc Léger test. NPAQ had mean score of 25 for children (25 for boys and 24 for girls) and VO2max was 50.8 ml/kg/min for children (52.6 and 50.2 ml/kg/min for boys and girls, respectively). The Spearmam correlation test showed significant correlation (rsho = 0.146; p = 0.013) between NPAQ and VO2max, but the correlation is weak (Kappa -0.14). The results showed that NPAQ presented poor construct validity for physical activity measurement in a Brazilian schoolchildren sample, based on aerobic physical fitness criteria.


Resumo A mensuração da atividade física com acurácia e precisão é de extrema importância no estabelecimento da relação de dose-resposta entre os níveis de atividade física e as diversas possibilidades de desfecho, sendo um desafio de extrema complexidade. A utilização de métodos subjetivos de mensuração, como os instrumentos proxy-reports, é uma possibilidade de verificação de atividade física em crianças. O objetivo deste estudo foi testar a validade do Netherland Physical Activity Questionnaire (NPAQ) em escolares brasileiros tendo como medida critério a aptidão física aeróbica. Participaram deste estudo 290 crianças de seis a 10 anos de idade, matriculados em escolas públicas do município de Itaúna/MG. Foi aplicado aos responsáveis o NPAQ e as crianças realizaram o teste de Luc Léger. O NPAQ apresentou um escore mediano de 25 para as crianças (25 meninos e 24 meninas) e o VO2máx foi de 50,8 ml/kg/min para as crianças (52,6 e 50,2 ml/kg/min para meninos e meninas, respectivamente). O NPAQ e o VO2máx apresentaram no teste de correlação simples de Spearmam rsho = 0,146 (p = 0,013) correlação significativa, porém fraca (Kappa -0.14). Os resultados permitem concluir que o NPAQ apresentou fraca validade de constructo para mensuração de atividade física em uma amostra de escolares brasileiros, tendo como medida critério a aptidão física aeróbica.


Asunto(s)
Humanos , Niño , Aptitud Física/fisiología , Encuestas y Cuestionarios , Consumo de Oxígeno/fisiología , Prueba de Esfuerzo
2.
Psicol. reflex. crit ; 17(2): 211-222, 2004.
Artículo en Portugués | Index Psicología - Revistas técnico-científicas | ID: psi-29594

RESUMEN

Este estudo investigou o papel dos pais no desenvolvimento de atletas jovens de futebol. Foram voluntários nesse projeto 20 pais e 12 filhos jogadores, entre as idades de 15 e 18 anos, participantes da temporada 2000 do Campeonato Mineiro. Utilizou-se uma abordagem quantitativa e qualitativa, através de formulários, questionários e entrevistas semi-estruturadas de aprofundamento. Constatou-se que os pais tinham pouco envolvimento nos treinamentos e competições dos atletas, não alteraram a rotina familiar em função dos treinamentos dos mesmos. O relativo apoio dos pais não prejudicou o progresso dos filhos devido os pais permitirem os mesmos praticarem o futebol livremente. Outro aspecto importante foi o progresso dos filhos devido à paixão, à intensidade e freqüência de prática, além do apelo financeiro que o futebol profissional evoca no Brasil. Esses resultados indicam a necessidade de precauções quando se considerar paradigmas de primeiro mundo em outras culturas na qual exista restrição contextual (AU)


Asunto(s)
Adolescente , Adulto , Humanos , Desarrollo del Adolescente , Fútbol/psicología , Relaciones Familiares , Relaciones Padres-Hijo , Rol
3.
Psicol. reflex. crit ; 17(2): 211-222, 2004. tab
Artículo en Portugués | LILACS | ID: lil-392787

RESUMEN

Este estudo investigou o papel dos pais no desenvolvimento de atletas jovens de futebol. Foram voluntários nesse projeto 20 pais e 12 filhos jogadores, entre as idades de 15 e 18 anos, participantes da temporada 2000 do Campeonato Mineiro. Utilizou-se uma abordagem quantitativa e qualitativa, através de formulários, questionários e entrevistas semi-estruturadas de aprofundamento. Constatou-se que os pais tinham pouco envolvimento nos treinamentos e competições dos atletas, não alteraram a rotina familiar em função dos treinamentos dos mesmos. O relativo apoio dos pais não prejudicou o progresso dos filhos devido os pais permitirem os mesmos praticarem o futebol livremente. Outro aspecto importante foi o progresso dos filhos devido à paixão, à intensidade e freqüência de prática, além do apelo financeiro que o futebol profissional evoca no Brasil. Esses resultados indicam a necessidade de precauções quando se considerar paradigmas de primeiro mundo em outras culturas na qual exista restrição contextual.


Asunto(s)
Adolescente , Adulto , Humanos , Desarrollo del Adolescente , Relaciones Familiares , Fútbol/psicología , Relaciones Padres-Hijo , Rol
SELECCIÓN DE REFERENCIAS
DETALLE DE LA BÚSQUEDA