Your browser doesn't support javascript.
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 2 de 2
Filtrar
Más filtros










Base de datos
Intervalo de año de publicación
1.
Cad. Bras. Ter. Ocup ; 27(2): 372-383, abr.-jun. 2019. tab
Artículo en Portugués | LILACS-Express | ID: biblio-1011679

RESUMEN

Resumo Introdução Nas últimas décadas ocorreram mudanças no entendimento da deficiência e avanços no que tange aos direitos humanos das pessoas com deficiência. Apesar disso, estudos mostram que essas pessoas ainda encontram barreiras que restringem sua participação nos diversos contextos sociais, como o transporte aéreo. Objetivo Analisar as condições e procedimentos de acessibilidade em aeroportos brasileiros e compreender as experiências de viagem de pessoas com deficiência visual nas fases de pré-voo, embarque e desembarque. Método Pesquisa com abordagem quantitativa-qualitativa realizada a partir de observação participante em viagens aéreas, entrevista de autoconfrontação com passageiros com deficiência visual e verificação do cumprimento das regras sobre condições e procedimentos de acessibilidade por meio de checklists baseados na norma ABNT NBR-9050/2015 e na Resolução ANAC nº 280/2013. Resultados Participaram do estudo sete passageiros com deficiência visual, incluindo pessoas com cegueira ou com baixa visão, e 30 gerentes de base e supervisores vinculados a quatro companhias aéreas que operam no transporte aéreo doméstico brasileiro. Foram analisados 10 aeroportos, nos quais os passageiros vivenciaram dificuldades que se relacionam, principalmente, a inadequação, descontinuidade e insuficiência das informações e sinalizações, descumprimento e desconhecimento dos procedimentos relativos à acessibilidade, impropriedade da alocação de assentos preferenciais e do atendimento prestado aos passageiros. Conclusão O estudo evidenciou descumprimento das normas e resoluções relativas à acessibilidade além de problemas que afetam a orientação espacial, o deslocamento e a comunicação nas viagens aéreas. Espera-se contribuir para a transformação da acessibilidade nos aeroportos brasileiros, visando favorecer a participação das pessoas com deficiência nas viagens aéreas.


Abstract Introduction In the last decades, there have been changes in the understanding of disability and advances in the human rights of people with disabilities. Nevertheless, studies show that disabled people still encounter barriers which restrict their participation in various social contexts, such as air transportation. Objective To analyze accessibility conditions and procedures in Brazilian airports and to understand the travel experiences of people with visual impairment in the pre-flight, embarkation and disembarkation phases. Method Quantitative-qualitative research based on participant observation in air travel, auto-confrontation interview with visually impaired passengers, and verification of rules compliance of accessibility conditions and procedures through checklists based on ABNT NBR-9050/2015 and ANAC Resolution nº 280/2013. Results The participants were seven passengers with visual impairment, either blind or with low vision plus 30 managers and supervisors linked to four different airlines that operate in the Brazilian air transportation. Ten airports were analyzed, in which passengers experienced difficulties related, mainly, to the inadequacy, discontinuity and insufficiency of information and signage; noncompliance with and lack of knowledge of accessibility procedures; inappropriate allocation of preferential seats and attendance to passengers. Conclusion Besides evidencing the noncompliance with the norms and resolutions related to accessibility, the study also evidenced problems that affect the spatial orientation, the displacement and the communication in travels. Having all this compiled data, contributions to transformation of accessibility in Brazilian airports is expected, with a view to favoring the participation of people with disabilities in air travel.

2.
Rev. bras. saúde ocup ; 41: e9, 2016. tab
Artículo en Portugués | LILACS-Express | ID: biblio-959276

RESUMEN

Resumo Introdução: com o aumento do número de voos e passageiros, as tarefas atribuídas aos comissários de bordo tornam-se mais complexas, podendo gerar sobrecarga e prejuízo à saúde e ao desempenho desses trabalhadores. Objetivos: identificar e sistematizar os artigos publicados em periódicos científicos, sobre o impacto de fatores físicos, ambientais e organizacionais do trabalho dos comissários de bordo na saúde desses trabalhadores. Método: revisão sistemática da literatura, em português e inglês, utilizando as palavras-chave "aeronave", "cabine", "transporte aéreo", "comissário de bordo" e "trabalho", nas bases de dados ScienceDirect, PubMed, Scopus, ProQuest e SciELO, considerando o período de 1983 a 2013. Resultados: 65 artigos atenderam aos critérios de inclusão. Verificou-se um predomínio de trabalhos com foco em fatores físicos e/ou relacionados à saúde/doença e em fatores relacionados à satisfação no trabalho e poucos estudos abordando a organização do trabalho. Conclusão: os estudos encontrados analisaram os fatores presentes nas situações de trabalho de comissários de bordo de forma isolada. Não foram encontrados estudos que adotassem uma metodologia de análise das situações de trabalho que possibilitasse estabelecer inter-relações entre os fatores determinantes da carga de trabalho desses trabalhadores e os impactos para sua saúde.


Abstract Introduction: with the increase in the number of flights and passengers, the tasks carried out by flight attendants become more complex, and may cause overload and damage to their health and performance. Objective: to identify articles and systematize information published in scientific journals related to flight attendants' health impact of the physical, environmental and organizational factors of their work. Method: systematic review of the scientific literature, in Portuguese and English, using the keywords "aircraft", "cabin", "air transportation", "flight attendant" and "work" in ScienceDirect, PubMed, Scopus, ProQuest and SciELO databases, published between 1983-2013. Results: 65 articles met the inclusion criteria. There was a predominance of studies focusing on physical factors and/or factors related to health/disease and related to job satisfaction, with few studies addressing work organization. Conclusion: the studies investigated the relationship between the work environment and the health of flight attendants using limited approaches. No studies were found adopting an analysis methodology that had allowed stablishing relationships between determining factors of workload and their impacts on the flight attendants health.

SELECCIÓN DE REFERENCIAS
DETALLE DE LA BÚSQUEDA