Your browser doesn't support javascript.
loading
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 20 de 601
Filtrar
1.
La Paz; AAPS; 2021. 352 p. ilus..
Monografía en Español | LIBOCS, LIBOSA | ID: biblio-1337644

RESUMEN

Informe anual de Indicadores de Desempeño de las Entidades Prestadoras de Servicios de Agua Potable y Alcantarillado Sanitario (EPSA) Gestión 2019 de las categorías A y B. En esa ocasión la publicación se enfocó en los tres (3) operadores de la categoría A y en los dieciocho (18) operadores de la categoría B que alcanzan aproximadamente el 87,50% de la población abastecida de agua potable del Estado y al 52,21% de la población con servicio de alcantarillado sanitario.


Asunto(s)
Informe Anual , Indicadores (Estadística) , Alcantarillado , Saneamiento Básico
2.
Rev. baiana saúde pública ; 44(1): 103-110, 20200813.
Artículo en Portugués | LILACS | ID: biblio-1253147

RESUMEN

No município de Juazeiro (BA), vários afluentes do rio São Francisco são utilizados como canais de esgoto a céu aberto, os quais desaguam no rio sem os devidos tratamentos. Essa prática, além dos prejuízos ambientais, põe em risco a saúde da população, uma vez que o contato com águas contaminadas é um fator de risco para o desenvolvimento de diversas doenças por conta de microrganismos patogênicos. Uma vez que não há limitação de acesso por animais e pela comunidade a esses ambientes, este trabalho teve como objetivo avaliar a qualidade microbiológica das águas do riacho Macarrão, bem como das águas do rio São Francisco que estão sob influência desse afluente. Para isso, amostras de águas foram avaliadas para presença e quantificação de coliformes termotolerantes e Escherichia coli por meio da técnica de tubos múltiplos. De acordo com as resoluções vigentes, os resultados indicaram que as águas analisadas se encontram impróprias para uso por apresentarem uma alta concentração de coliformes e estarem sob a incidência direta de efluentes sanitários, colocando em risco a saúde da população que vive em seu entorno. Tendo em vista os riscos associados ao contato com ambientes contaminados, torna-se necessária a implementação de programas de recuperação dessas águas e de monitoramento nesses ambientes.


In the city of Juazeiro, state of Bahia, several tributaries of the São Francisco River are used as open sewage channels, which flow into the river without proper treatment. This practice, besides the environmental damage, puts the population's health at risk, since contact with contaminated water is a risk factor for the development of various diseases due to contact with pathogenic microorganisms. Thus, since there is no limitation of access by animals and the community to these environments, this study aimed at assessing the microbiological quality of the waters of the Riacho Macarrão and the waters of the São Francisco River that are under the influence of the tributary. For such purpose, water samples were evaluated for the presence and quantification of thermotolerant coliforms and Escherichia coli using the multiple tube technique. According to the current resolutions, the results indicated that the analyzed waters are unsuitable for use due to a high coliforms concentration and the direct incidence of sanitary effluents, endangering the health of the population that lives in their surroundings. Considering the risks associated with contaminated environments contact, implementing recovery programs for these waters and monitoring programs for these environments is necessary.


En el municipio de Juazeiro, en el estado de Bahia (Brasil), varios afluentes del río São Francisco se utilizan como canales de alcantarillado abiertos, que desembocan en el río sin un tratamiento adecuado. Esta práctica, además del daño ambiental, pone en riesgo la salud de la población, ya que el contacto con agua contaminada es un factor de riesgo para el desarrollo de diversas enfermedades por contacto con microorganismos patógenos. Ante la inexistencia de una limitación de acceso de animales y la comunidad a estos ambientes, este estudio tuvo como objetivo evaluar la calidad microbiológica de las aguas del arroyo Macarrão, así como las aguas del río São Francisco que se encuentran bajo la influencia del afluente. Para esto, se evaluaron muestras de agua para determinar la presencia y cuantificación de coliformes termotolerantes y Escherichia coli utilizando la técnica de tubos múltiples. Según las resoluciones actuales, los resultados indicaron que las aguas analizadas no son aptas para el uso porque presentan una alta concentración de coliformes y están bajo la incidencia directa de efluentes sanitarios, lo que pone en riesgo la salud de la población que vive en sus alrededores. En vista de los riesgos asociados con el contacto con ambientes contaminados, es necesario implementar programas de recuperación de estas aguas y el monitoreo en estos ambientes.


Asunto(s)
Contaminación del Agua , Recursos Hídricos , Alcantarillado , Factores de Riesgo , Escherichia coli , Coliformes
3.
Multimedia | Recursos Multimedia | ID: multimedia-4735

RESUMEN

O monitoramento da presença do novo coronavírus em amostras de sistema sanitário pode ajudar a acompanhar a evolução do número de casos positivos para COVID-19, incluindo assintomáticos e subnotificados no sistema de saúde. Neste vídeo, a equipe de COVID-19 DivulgAÇÃO Científica conversou com Ricardo Franci Gonçalves, engenheiro e professor da Universidade Federal do Espírito Santo sobre o assunto. COVID19 DivulgAÇÃO Científica é uma iniciativa que visa fornecer informações confiáveis sobre o novo coronavírus e a doença que causa, a COVID-19. Esse vídeo dispõe de janela de libras com apoio do Comitê Fiocruz pela Acessibilidade e Inclusão das Pessoas com Deficiência e da Cooperação Social da Fiocruz.


Asunto(s)
Coronavirus , e-Accesibilidad , Betacoronavirus , Alcantarillado , Salud Ambiental
4.
São Paulo; s.n; 2020. 153 p.
Tesis en Portugués | LILACS | ID: biblio-1146127

RESUMEN

O acesso ao saneamento básico no Brasil sempre passou por desafios, e principalmente o acesso ao esgotamento sanitário teve uma evolução tímida em todas as regiões do país, diferentemente do acesso ao abastecimento de água. Dados do Sistema Nacional de Informações sobre Saneamento (SNIS, 2019) apontam que 46,85% da população brasileira não é atendida com esgotamento sanitário e 16,38% não têm acesso à rede de água. Dentro do contexto de infraestrutura urbana, saneamento básico é visto como um dos principais desafios perante as mudanças climáticas, sobretudo quanto aos recursos hídricos. Eventos extremos, como períodos longos de seca severa e chuvas extremas, estão cada vez mais presentes no cenário brasileiro, colocando em discussão a resiliência da infraestrutura e sua capacidade de adaptação frente aos riscos iminentes à saúde humana e ao ambiente. Considerando que o Brasil é signatário dos Objetivos do Desenvolvimento Sustentável - ODS, que contemplam tópicos de água e saneamento (ODS 6) e mudanças climáticas (ODS 13), discute-se nesta dissertação a necessidade do setor de saneamento básico incorporar a agenda das mudanças climáticas, com foco no abastecimento de água para consumo humano e na resiliência das infraestruturas de esgotamento sanitário. Os resultados obtidos por meio de análises documentais, revisão bibliográfica e entrevistas semiestruturadas com atores envolvidos com o saneamento básico nos estados do Ceará e São Paulo, realizadas entre abril a dezembro de 2019, evidenciam que o setor de saneamento básico ainda compreende as mudanças climáticas a partir dos eventos extremos climáticos vivenciados mais recentemente, isto é, as secas prolongadas da década de 2010, sem incorporar efetivamente, em suas decisões, perspectivas dos cenários futuros sobre os efeitos do aumento das temperaturas e aumento ou decréscimo de chuvas. Os impactos para a sociedade, ao observar as alterações climáticas e a inserção desta agenda para o setor de saneamento, são abordados discursivamente nos documentos e entrevistas analisados a partir, sobretudo, dos efeitos monetários, com aumentos de tarifa para consumo humano de água também atrelados à recuperação dos investimentos realizados para garantir segurança hídrica e resiliência das infraestruturas.


Water and Sanitation in Brazil have always been a challenge, and mainly access to sewage disposals have evolved timidly in all regions of the country, unlike access to potable water supply. Data from the National Sanitation Information System (SNIS, 2019) show that 46.85% of the Brazilian population do not have access to sewage disposals and 16.38% do not have access to the potable water supply. Within the context of urban infrastructure, water and sanitation are one of the main challenges in the face of climate change, especially regarding water resources. Extreme climate events, such as long periods of severe drought and extreme rains, are increasingly present in the Brazilian scenario, in which the resilience of the infrastructure and the ability to adapt to the imminent risks to human health and the environment are at stake. Considering that Brazil is a signatory to the Sustainable Development Goals - SDGs, which include topics on water and sanitation (SDG 6) and climate change (SDG 13), this dissertation discusses the need for the water and sanitation sector to incorporate the agenda of climate changes with a focus on water supply for human consumption and the resilience of sewage infrastructure. The results obtained through documentary analysis, bibliographic review and semi-structured interviews with actors involved in water and sanitation in Ceara and Sao Paulo, from April to December 2019, show that the water and sanitation sector still perceives climate change from the most recent extreme climate events, that is , the extended droughts of the decade of 2010, without presenting perspectives of future scenarios on the effects of rising temperatures and increasing or decreasing rainfall. The impacts for society, when observing climate change and the insertion of this agenda for the water and sanitation sector through the documents and interviews, are demonstrated considering the monetary effects, with revenues increases for human consumption of water also linked to the recovery of investments made to guarantee water security and infrastructure resilience. The recommendations and final considerations about the themes worked on in the dissertation are added to a technical study carried out by Instituto Trata Brasil on water demand for the future.


Asunto(s)
Abastecimiento de Agua , Cambio Climático , Alcantarillado , Salud Ambiental , Saneamiento Básico
5.
Saúde Soc ; 28(4): 284-296, out.-dez. 2019. graf
Artículo en Portugués | LILACS | ID: biblio-1059000

RESUMEN

Resumo Este artigo avalia a relação de custos entre a saúde pública e a implementação do saneamento básico na capital da Guiné-Bissau. Analisaram-se seis cenários, incluindo três opções para o sistema de esgotamento sanitário (sistema coletivo com rede coletora e estação elevatória de esgoto, sistema simplificado individual por latrina e sistema coletivo completo com rede coletora, estação elevatória e estação de tratamento de esgoto) e duas para o sistema de abastecimento de água (captação direta e sistema completo com captação, reservação e distribuição). Quanto à saúde pública, consideraram-se os custos com recursos humanos e programas de assistência social, medicamentos, vacinas e internações relacionados às doenças de veiculação hídrica, malária e cólera. A relação de custos de 4,29 no cenário mais eficiente de saneamento básico foi similar ao valor encontrado na literatura da área. Em outras palavras, para cada dólar investido no saneamento básico existe uma economia aproximada de 4,3 dólares com a saúde. Além disso, as curvas potenciais da relação de custos, em razão do cenário, são muito úteis em países pobres da África, Ásia e América Latina, regiões que carecem de dados relacionados aos gastos com saúde pública e saneamento básico.


Abstract This paper has assessed the relationship between public health costs and the implementation of basic sanitation in the capital of Guinea-Bissau. Six scenarios have been analyzed, including three sanitary sewage system options (a collective system with a collection network and a sewage collection station, an individual simplified pit latrine system and a full collective system with a collection network, and a lift station and sewage treatment plant), and two water supply system scenario options (direct collection and a complete system with collection, storage, and distribution). Regarding public health, the costs with human resource and social assistance programs, medicaments, vaccines, and hospitalizations related to malaria and cholera waterborne diseases have been considered. The cost ratio of 4.29 for the most efficient basic sanitation scenario was similar to the numbers found in literature. In other words, for every dollar invested in basic sanitation, the approximate savings in health are 4.3 dollars. Also, potential cost-scenario ratio curves are very useful in poor countries in Africa, Asia, and Latin America, because of the lack of public and basic sanitation expenditure data for these regions.


Asunto(s)
Humanos , Masculino , Femenino , Abastecimiento de Agua , Alcantarillado , Salud Pública , Saneamiento Básico , Costos y Análisis de Costo
6.
São Paulo; s.n; 2019. 104 p.
Tesis en Portugués | LILACS | ID: biblio-1046099

RESUMEN

O Brasil apresenta grandes dificuldades com relação à implementação e principalmente gestão do saneamento básico, apresentando baixo índice de cobertura em especial na coleta e tratamento de esgotos. Sendo a gestão vista como um fator chave, propõe-se o uso de uma ferramenta que auxilie na tomada de decisão dos gestores do setor público em relação à infraestrutura sanitária. Trata-se de uma ferramenta denominada "Shit Flow Diagram"/Diagrama de Fluxo de Esgoto. O diagrama faz o uso de dados em uma planilha eletrônica de fontes distintas. O presente estudo a testou na região administrativa Leste 2 do município de São Paulo, com o intuito de analisar a viabilidade do seu uso. Sua aplicabilidade pode ser no aprofundamento do conhecimento sensível de uma região, para a sintetização dos dados, apresentação dos dados e simulação de cenários futuros. Vários países já utilizam a ferramenta como base para suas políticas públicas pela fácil visualização e pela possibilidade de simular cenários. Para a região Leste II, o objetivo não é levar a proposta da ferramenta de forma isolada, mas, agregar o Diagrama de Fluxo de Esgotos no Plano Municipal de Saneamento Básico, afim de facilitar a compreensão dos dados e trazer um conhecimento mais sensível da situação do esgotamento sanitário para o gestor.


Brazil has great difficulties regarding the implementation and mainly management of basic sanitation, with low coverage rate especially in the collection and treatment of sewage. Being the management seen as a key factor, it is proposed to use a tool that assists the decision making of public sector managers regarding the sanitary infrastructure. It is a tool called "Shit Flow Diagram". The diagram makes use of data in a spreadsheet from different sources. The present study tested it in the East 2 administrative region of the city of São Paulo, in order to analyze the feasibility of its use. Its applicability may be in deepening the sensitive knowledge of a region, for data synthesis, data presentation and simulation of future scenarios. Several countries already use the tool as a basis for their public policies due to its easy visualization and the possibility of simulating scenarios. For the East II region, the objective is not to take the tool proposal in isolation, but to aggregate the Sewage Flow Diagram in the Municipal Basic Sanitation Plan, in order to facilitate the understanding of the data and bring a more sensitive knowledge of the situation. sanitary sewage for the manager.


Asunto(s)
Alcantarillado , Saneamiento Básico , Aguas Residuales , Recursos Hídricos
7.
São Paulo; s.n; 2019. 92 p.
Tesis en Portugués | LILACS | ID: biblio-1049621

RESUMEN

Introdução - A região da Amazônia Legal experimentou, na última década, reduções expressivas nas incidências de malária. No entanto, fatores diversos como gestão da saúde, financiamento, fatores climáticos, sociais e econômicos elevaram novamente a incidência de malária a partir de 2015. O planejamento e criação de políticas públicas voltadas para o combate efetivo da doença requerem o conhecimento dos determinantes socioeconômicos e ambientais na ocorrência e na incidência de malária. Objetivos: (1) Analisar a influência de variáveis socioeconômicas e ambientais na incidência de malária; (2) Indicar potenciais ações que permitam reduzir o impacto da doença nas populações expostas à infecção por Plasmodium spp. e, consequentemente, ao risco de malária. Metodologia: Foram levantados indicadores socioeconômicos e ambientais de 641 municípios da Amazônia legal em bases de dados de domínio público durante o período de 2006 a 2017. As Análises de Componentes Principais (PCA) e correlação linear de Pearson foram empregadas para reduzir a dimensão das variáveis e permitir selecioná-las para a etapa de modelagem. As associações entre as variáveis selecionadas pelas análises PCA e correlação de Pearson e o Índice Parasitário Anual (IPA) foram estimadas utilizando-se modelos de Regressão Linear Multivariada. Assim, foi possível dimensionar os efeitos das variáveis socioeconômicas e ambientais sobre o IPA. Resultados: Os resultados dos modelos de regressão linear múltipla para o desfecho IPA evidenciaram que fatores socioeconômicos e ambientais no período de estudo contribuíram para a flutuação do IPA, tanto para todo o grupo de municípios da região da Amazônia legal quanto para o grupo de municípios com IPA médio e alto. O Índice de Gini, proporção de domicílios com esgotamento sanitário e abastecimento de água inadequados, e proporção de domicílios sem banheiro ou sanitário foram fatores de risco (p<0,5) para a incidência de malária. Conclusão: Os resultados encontrados demonstram a relevância dos fatores socioeconômicos e ambientais no risco de adquirir malária em áreas endêmicas da Amazônia legal. Os efeitos encontrados de desigualdade, condições de saneamento inadequadas e infraestrutura das habitações sobre a incidência de malária ressaltam a importância de políticas públicas de melhoria da qualidade de vida da população desta região no combate à doença.


Introduction - The region known as the legal Amazon has undergone, in the last decade, considerable reductions in the incidence of malaria. However, various factors such as health management, financing and climatic, social and economic factors have contributed to a new increase in the incidence of malaria as from 2015. The planning and creation of public policies for the purpose of effectively combating the disease call for knowledge of the socio-economic and environmental determining factors related to the occurrence and incidence of malaria. Objectives: (1) An analysis of the influence of the socio-economic and environmental variables on the incidence of malaria; (2) The indication of potential actions which would permit a reduction in the impact of the disease in the populations exposed to infection by Plasmodium spp. and, consequently, to the risk of malaria. Methodology: Socio-economic and environmental indicators were surveyed in 641 municipalities of legal Amazon in a database of public access during the period from 2006 to 2017. Principal Component Analyses (PCA) and Pearson's Linear Correlation were employed to reduce the size of the variables and permit the selection of the variables for the modeling stage. The associations between the variables selected by the PCA analyses and Pearson's Correlation and the Annual Parasite Index (IPA) were estimated using Multilinear Multivariate Analysis models. It was thus possible to measure the effects of the socio-economic and environmental variables on the IPA. Results: The results of the models of multiple linear regression for the resulting IPA evidenced that socio-economic and environmental factors contributed during the study period to the fluctuation of the IPA, both for the whole group of municipalities of the region of the legal Amazon as also for the group of municipalities with average and high IPA. The Gini Index, the proportion of dwellings with inadequate sewage and water supply, and the proportion of dwellings without a bathroom or sanitation were risk factors (p<0.5) for the incidence of malaria. Conclusion: The results found demonstrated the relevance of the socio-economic and environmental factors to the risk of contracting malaria in endemic areas of legal Amazon. The effects found in terms of inequality, inadequate sanitary conditions and infrastructure of the dwellings on the incidence of malaria highlight the importance of public policies for the improvement of the quality of life of the population of this region in the fight against this disease.


Asunto(s)
Factores Socioeconómicos , Alcantarillado , Epidemiología , Malaria , Ecosistema Amazónico
8.
Rev. enferm. UFPE on line ; 13: [1-8], 2019. ilus, graf
Artículo en Portugués | BDENF - Enfermería | ID: biblio-1050636

RESUMEN

Objetivo: avaliar o impacto da implantação do serviço de esgotamento sanitário na taxa de mortalidade infantil. Método: trata-se de um estudo quantitativo, analítico, exploratório, de corte longitudinal. Elencaram-se, como amostra crianças na faixa etária de 0-1 ano de idade. Utilizou-se, como instrumento da pesquisa, o levantamento de dados disponíveis na Secretaria Municipal de Saúde (SMS) e Serviço de Informação da Atenção Básica (SIAB), no DATASUS, no Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) e na Empresa Baiana de Água e Saneamento (EMBASA). Restringiu-se a abrangência a um período variando entre 2006 a 2017. Utilizou-se o programa BioEstat 5.0., para análise dos dados. Resultados: revela-se que ocorreu uma redução na taxa de mortalidade infantil (TMI), entre os anos de 2006 a 2017, após a implantação do serviço de esgotamento sanitário. Detalha-se que houve uma associação linear inversa, significativa (p<0,01) e de alta magnitude (r= -0,92) entre a taxa de mortalidade infantil e ano. Conclusão: conclui-se que o investimento em saneamento básico é fator importante na redução da mortalidade infantil.(AU)


Objective: to evaluate the impact of the implementation of sewage service on the infant mortality rate. Method: this is a quantitative, analytical, exploratory, longitudinal study. The sample included children aged zero to one year old. The research instrument used was the survey of data available at the Municipal Health Secretariat (MHS) and the Primary Care Information Service (PCIS), DATASUS, the Brazilian Institute of Geography and Statistics (IBGE) and the Bahia Company of Water and Sanitation (EMBASA). The scope was restricted to a period ranging from 2006 to 2017. BioEstat 5.0 was used for data analysis. Results: it is revealed that there was a reduction in the infant mortality rate (IMR), from 2006 to 2017, after the implementation of the sewage service. It is noted that there was a significant inverse linear association (p <0.01) and high magnitude (r = -0.92) between infant mortality rate and year. Conclusion: it is concluded that investment in basic sanitation is an important factor in reducing infant mortality.(AU)


Objetivo: evaluar el impacto de la implementación del servicio de alcantarillado sanitario en la tasa de mortalidad infantil. Método: este es un estudio cuantitativo, analítico, exploratorio, de cohorte longitudinal. La muestra incluyó niños de 0 a 1 años. El instrumento de investigación utilizado fue la encuesta de datos disponibles en la Secretaría Municipal de Salud (SMS) y el Servicio de Información de Atención Primaria (SIAB), en DATASUS, el Instituto Brasileño de Geografía y Estadística (IBGE) y la Compañía de Bahía. Agua y Saneamiento (EMBASA). El alcance se restringió a un período comprendido entre 2006 y 2017. Se utilizó el programa BioEstat 5.0, para el análisis de datos. Resultados: se revela que hubo una reducción en la tasa de mortalidad infantil (IMR), de 2006 a 2017, después de la implementación del servicio de alcantarillado. Se observa que hubo una asociación lineal inversa significativa (p <0.01) y una alta magnitud (r = -0.92) entre la tasa de mortalidad infantil y el año. Conclusión: se concluye que la inversión en saneamiento básico es un factor importante para reducir la mortalidad infantil.(AU)


Asunto(s)
Humanos , Masculino , Femenino , Recién Nacido , Lactante , Alcantarillado , Mortalidad Infantil , Saneamiento Básico , Contaminación del Agua , Estudios Longitudinales , Contaminación Ambiental
9.
Rev. salud pública ; 18(5): 738-745, sep.-oct. 2016. graf
Artículo en Español | LILACS | ID: biblio-845843

RESUMEN

RESUMEN Objetivo Analizar la relación de la cobertura de alcantarillado y tratamiento de aguas residuales con el comportamiento de las enfermedades de origen hídrico. Métodos Se realizó un estudio descriptivo de tipo retrospectivo, utilizando fuentes secundarias (revisión documental e información de bases de datos disponibles) sobre el comportamiento de la cobertura en saneamiento básico, tratamiento de aguas residuales domésticas en el país y la prevalencia de enfermedades relacionadas con la contaminación hídrica en el periodo 2008 a 2014. Resultados El país ha invertido en la puesta en marcha de sistemas de tratamiento de aguas residuales del 2011 al primer semestre de 2013, 1.100 millones de dólares, sin embargo la incidencia de enfermedades de origen hídrico como enfermedad diarreica aguda EDA, enfermedades transmitidas por alimentos ETA y fiebre tifoidea y paratifoidea, no han disminuido en el periodo 2008 a 2014, sólo la hepatitis A, ha registrado disminución. Discusión Se reconoce que la inversión en sistemas de acueducto y alcantarillado es relevante para el mejoramiento de las condiciones sanitarias de la población y para la disminución en la incidencia y la prevalencia de diversas alteraciones del estado de salud, sin embargo es necesario atender otros aspectos, tales como la educación en salud y el empoderamiento social, con el fin de avanzar en la creación de capacidades para afrontar esta problemática de manera más eficiente.(AU)


ABSTRACT Objective To analyze the relationship of sewerage coverage and wastewater treatment with waterborne disease behaviour. Methods A descriptive retrospective study was conducted using secondary sources (document review and information available in databases) about basic sanitation coverage, treatment of domestic sewage in the country and the prevalence of waterborne diseases during the period 2008-2014. Results The country invested USD 1,100 million in the implementation of wastewater treatment systems from 2011 until the first half of 2013. However, the incidence of waterborne diseases, such as acute diarrheal disease, foodborne diseases and typhoid and paratyphoid fever did not decrease during the period 2008-2014; only hepatitis A registered a decrease. Discussion Investment in water supply and sewerage systems is relevant to improve health conditions of the population and to reduce the incidence and prevalence of various health conditions; however, it is necessary to address other aspects such as health education and social empowerment to address this problem more efficiently.(AU)


Asunto(s)
Humanos , Saneamiento Básico/políticas , Enfermedades Transmitidas por el Agua/epidemiología , Abastecimiento de Agua , Alcantarillado , Epidemiología Descriptiva , Estudios Retrospectivos , Colombia/epidemiología
10.
São Paulo; s.n; 2015. 299 p.
Tesis en Portugués | LILACS | ID: biblio-915260

RESUMEN

As políticas de saneamento e recursos hídricos nas grandes aglomerações urbanas brasileiras constituem-se, desde meados dos anos de 1960, em um grande desafio para os poderes públicos e a sociedade em geral. Tal é o caso da Região Metropolitana de São Paulo (RMSP) na qual a riqueza gerada convive com problemas sociais e ambientais conhecidos, como a degradação dos principais corpos de água, em especial, o rio Tietê entre Mogi das Cruzes e Pirapora, gerando incômodos e algumas vezes protestos de setores da população. Esses protestos foram fundamentais para mobilizar os poderes públicos, à véspera da Conferência das Nações Unidas para o Meio Ambiente (CNUMAD) em 1992. A disponibilidade de recursos internacionais e o momento político possibilitaram a formulação de políticas e a realização de ações considerando aspectos sociais, ambientais e a participação pública, fatos inéditos até aquele momento. São desse período o lançamento do Programa de Despoluição do Tietê, com uma série de obras de controle de poluição e intervenções na macrodrenagem, os projetos de saneamento e recuperação dos corpos de água, como o Projeto Córrego Limpo e o Programa Mananciais e a implantação de estrutura institucional de gestão de recursos hídricos baseada em fóruns descentralizados regionais como os Comitês de Bacia Hidrográfica (CBH). Entretanto, após vinte e três anos de investimentos, aproximadamente 50 por cento da população metropolitana não dispõe de esgoto tratado (10 milhões de habitantes) e 11 por cento não dispõe de rede de coleta (dois milhões e duzentos mil habitantes). A situação das águas do rio Tietê, se tomado como indicador, ainda continua degradada no trecho metropolitano. Entre as diversas explicações sobre a situação apresentada estão aquelas que destacam o intenso crescimento demográfico e urbano industrial de uma grande metrópole, em região ambientalmente frágil, localizada nas cabeceiras dos principais formadores da bacia e a fragilidade institucional de suas políticas públicas. Baseado no contexto apresentado, a pesquisa enveredou por outros caminhos, menos explorados, visando ampliar o conhecimento dos desafios colocados. Primeiramente, avaliar os resultados do processo de implantação dos programas de controle da poluição hídrica, no período 1998 2013, que vai do encerramento da 1ª etapa do Projeto Tietê até a assinatura das obras da 3ª etapa. Em segundo lugar, comparar a estratégia utilizada na bacia do Alto Tietê com aquela adotada na Grande Londres para recuperar o rio Tâmisa, constantemente citado na literatura sobre o tema quando se discutem as dificuldades encontradas no caso paulista. A abordagem adotada partiu da realização de revisão bibliográfica com foco no processo de constituição da metrópole e na forma de apropriação de suas águas, fatores estratégicos na degradação da qualidade das águas do rio Tietê e seus afluentes. A seguir, dividiu-se a bacia do Alto Tietê em unidades criadas para esta pesquisa: os Compartimentos Sanitários Ambientais, baseados nas áreas de drenagem dos esgotos metropolitanos. Nessas unidades foram analisados os resultados dos programas de controle de poluição hídrica, as variações da cobertura da terra e da demografia. Os valores encontrados foram avaliados frente aos resultados das análises estatísticas de tendências espacial e temporal de dez variáveis de qualidade de água e de um estudo de caso sobre a relação entre aquelas e as variáveis hidrológicas. Os estudos de tendência foram precedidos de análises exploratórias, verificação de sua normalidade e sazonalidade por meio da utilização de estatísticas paramétricas e não paramétricas dos dados brutos da rede de monitoramento da CETESB com apoio de softwares estatísticos. As conclusões sobre as análises de tendências indicaram que houve melhorias nos valores de algumas das variáveis, em determinados trechos do Rio Tietê, e que esta melhora está relacionada com a ampliação do sistema de coleta e tratamento de esgotos. Os dados da experiência inglesa foram importantes para constatar que, embora ocorresse em época e contextos diferentes da experiência paulista, guarda com esta, aspectos comuns: localização em região ambientalmente crítica, intenso e rápido crescimento populacional e urbano-industrial. Por outro lado, a pesquisa identificou que a recuperação do Tâmisa na Grande Londres fornece lições importantes para nossa realidade: começa por coletar e afastar esgotos e progressivamente ampliar e aperfeiçoar o sistema de esgotamento sanitário. As ações executadas pelos ingleses desde o século XIX até meados do século XX, contaram com ativa participação dos órgãos públicos, dos institutos de pesquisa, e da sociedade em geral. A pesquisa constatou que, entre os desafios para a recuperação do rio Tietê na Região Metropolitana de São Paulo, está o processo de implementação, operação e gestão do sistema de esgotamento sanitário, apesar da importância de vários fatores interferentes. Este sistema deve ser baseado em objetivos claros, ambiental e economicamente viáveis, socialmente monitorados, a fim de promover a participação dos municípios e fortalecer os vínculos entre os organismos públicos de saneamento e controle de poluição. As perspectivas, em que pese importância dos vários fatores interferentes, apontam para um caminho longo e dispendioso, mas também uma grande oportunidade, viável, para implementar através das ações estruturantes do setor de saneamento, uma metrópole mais sustentável.


Sanitation and water resources policies in major Brazilian urban agglomerations constitute since the mid-1960s, a great challenge for public authorities and society in general. Such is the case of the Metropolitan Region of São Paulo (MRSP) in which the generated wealth coexists with known social and environmental problems such as the degradation of the main bodies of water, in particular the Tiete River between Mogi das Cruzes and Pirapora, generating nuisances and sometimes protests from sectors of the population. These protests were instrumental in mobilizing public authorities, on the eve of the United Nations Conference on Environment (UNCED) in 1992. The availability of international funds and the political situation made possible the formulation of policies and carrying out actions considering social, environmental and public participation, unpublished facts so far. This period are the launch of the Tiete Restoration Program, with a series of pollution control works and interventions in the macro drainage, sanitation projects and restoration of water bodies, such as the project "Clean Stream" and the program "Streams" and the establishment of institutional framework for water management based on decentralized regional forums such as the River Basin Committees (CBH). However, after twenty-three years of investment, approximately 50 per cent of the metropolitan population has no treated sewage (10 million) and 11 per cent does not have collection network (two million two hundred thousand inhabitants). The situation of the waters of the river Tiete, if taken as an indicator, is still degraded in the metropolitan stretch. Among the various explanations of the situation presented are those that highlight the intense demographic and urban growth - a large industrial city in environmentally fragile region, located in the headwaters of the main tributaries of the basin and the institutional weakness of public policies. Based on the presented context, the research embarked on other paths, less explored, to enhance understanding of the challenges posed. First, evaluates the results of the water pollution control programs implementation, occurred in the period 1998 - 2013, which runs from the end of the 1st stage of the Tietê Project up to the signature of the works for its 3rd stage. Second, compares the strategy used in the Upper Tiete River basin with that, adopted in Greater London, to recover the Thames River, constantly quoted in the literature. The approach adopted started conducting literature review focused on the metropolis constitutional process and in the location of its waters bodies, strategic factors in the degradation of water quality of the Tiete River and its tributaries. Then it was divided the basin of the Upper Tiete in units created specifically for this research: the Environmental Health Compartments, based on the drainage areas of the metropolitan sewage system. In these units the results of water pollution control programs, changes in land cover and demography, were surveyed. The values were evaluated against the results of the spatial trends of statistical analysis and temporal ten water quality variables and a case study on the relationship between those and hydrological variables. The trend studies were preceded by exploratory analyzes, verifying normality and seasonality by using parametric and non-parametric statistics of raw data from the monitoring network CETESB to support statistical software The findings on trends analysis indicated that there were improvements in the values of some variables in certain stretches of the Tiete River, and this improvement is related to the expansion of the sewage recollection and treatment system. Data from the English experience were important to note that, although it was in time and in different contexts of the São Paulo experience, guard with this common features: location in environmentally critical region, intense and rapid population and urban-industrial growth. On the other hand, the survey found that the recovery of the Thames River in Greater London provides important lessons for our reality: initially collect and drain away the sewage and gradually expand the sewage system, and the actions taken had active participation of government agencies, the research institutions, and society. This action occurred from the nineteenth century to the mid-twentieth century. The survey found that among the challenges to recovery of the Tietê River in the Metropolitan Region of São Paulo, is the implementation process, operation and management of the sewage system, despite the importance of various interfering factors. This system should be based on clear goals, environmentally and economically feasible, socially monitored, in order to promote the involvement of municipalities and strengthening the linkages between sanitation and pollution control public bodies. Prospects, despite the importance of various interfering factors point to a long and costly way, but also a great opportunity, feasible, to implement through the structuring actions of the sanitation sector, a more sustainable metropolis.


Asunto(s)
Gestión Ambiental , Política Ambiental Municipal , Política Pública , Saneamiento , Alcantarillado , Calidad del Agua , Brasil , Interpretación Estadística de Datos , Inglaterra , Cuencas Hidrográficas , Aguas del Alcantarillado , Recursos Hídricos
11.
São Paulo; s.n; 2015. 115 p. ilus, tab.
Tesis en Portugués | LILACS | ID: lil-790649

RESUMEN

A dengue foi objeto de estudo desta dissertação, devido ao elevado número de casos que ocorrem anualmente no Brasil, o que demonstra a importância de se conhecer mais as razões de sua incidência. A urbanização, industrialização e crescimento populacional acelerados do país, além das condições climáticas e nível de qualidade de vida, alteram as condições de saúde ambiental, o que favoreceu o aumento das ocorrências. A recém institucionalizada Região Metropolitana do Vale do Paraíba e Litoral Norte, que apresenta alta taxa de urbanização e níveis de desenvolvimento elevados, apresentou uma grande diversidade de ocorrências e incidência entre seus trinta e nove municípios. Este estudo analisou a distribuição dos casos dengue, considerando os níveis de atendimento do abastecimento de água, rede de esgoto e coleta de lixo na Região Metropolitana do Vale do Paraíba e Litoral Norte e o nível de inserção econômica das cidades, que revelou ser esta a provável causa do elevado número de casos em doze das trinta e nove cidades. A pesquisa desenvolveu-se a partir das notificações de dengue contidas no SINAN (Sistema de Informação de Agravos e Notificação), considerando notificações por ano do 1º sintoma e segundo o munícipio de residência. As informações a respeito da Região Metropolitana do Vale do Paraíba e Litoral Norte foram obtidas através das informações disponibilizadas e foram pesquisadas nos documentos desenvolvidos pela EMPLASA.


he dengue fever was the subject of this study due to the numerous cases of the disease that occurs annually in Brazil, a fact that shows the urge to know more about the disease spreading reasons. The countrys fast urbanization, industrialization and population growth, besides the climatic conditions and welfare levels, changes the environmental and health conditions and has favored the increase of occurrences. The newly created Vale do Paraíba e Litoral Norte metropolitan area, a high urbanized and high developed region, showed a great diversity of occurrences and incidence between its thirty-nine municipalities. This study had analyzed the dengues cases distribution considering the elevated number of the disease subjects in twelve of the thirty-nine municipalities. This paper analyzed the distribution of the dengue fever considering the water supply, sewage treatment and waste collection levels in the metropolitan area and the level of economic relevance of its cities and revealed that the latter is the probable cause of the high number of the diseases incidence in the aforementioned cities. This research has been developed from notifications of the dengue disease based on SINAN (Sistema de Informação de Agravos e Notificação), considering the first symptom notifications per year and according the home city of the patient. The information related to the Vale do Paraíba e Litoral Norte metropolitan area were obtained from the documents developed and provided by EMPLASA.


Asunto(s)
Dengue/epidemiología , Salud Ambiental , Factores Socioeconómicos , Urbanización , Aedes/virología , Brasil/epidemiología , Notificación de Enfermedades , Vectores de Enfermedades , Alcantarillado , Recolección de Residuos Sólidos , Abastecimiento de Agua
12.
Rio de Janeiro; s.n; 2015. 108 p. map, tab, graf.
Tesis en Portugués | LILACS | ID: biblio-870420

RESUMEN

A gestão do saneamento no Brasil enfrenta desafios, sobretudo pelo fato do crescimento populacional e urbano não serem levados em conta, influenciando direta ou indiretamente na manifestação dos problemas ambientais. A avaliação da combinação entre a universalização do acesso ao saneamento e a realidade encontrada através de um diagnóstico in situ, pode contribuir para levantamento de indicadores precisos sobre as vulnerabilidades regionais. O diagnóstico da situação do saneamento no perímetro urbano da cidade de Timon no estado do Maranhão, foi realizado para contribuir com informações que ofereçam base para tomadas de decisões da gestão pública. O levantamento das informações deu-se em uma amostra com 313 domicílios localizados no perímetro urbano da cidade. Para a determinação da quantidade e localização dos domicílios, inicialmente realizou-se uma avaliação do espaço geográfico da cidade, mapeamento e reconhecimento dos bairros, ressaltando características como área e vias de acesso, dividindo-o em quatro macrorregiões. Utilizou-se inquérito auto relatado, para levantamento de informações socioeconômicas, sobre o provimento e utilização da água, esgotos e descarte de resíduos domiciliares. As análises consistiram de dados da cidade como um todo, sendo construído um banco de dados no Programa Tabwin, que permitiu o cruzamento destes e a realização de análises estatísticas. Observou-se que mais de 61 por cento da população armazena água nos domicílios, sobretudo na MRS e MRO. 5 por cento da população não possui banheiro dentro do domicílio, refletindo riscos por destinação incorreta dos excretas. Ainda, 11 por cento dos domicílios, afirmaram despejar dejetos do vaso em rede pública, sem tratamento algum, não passando por fossas sépticas, sendo despejados em sumidouros, podendo contaminar calçadas e locais de passagem de pedestres. O volume de lixo informado pelos domicílios abordados, demonstra: uma grande quantidade de resíduos sendo descartado; resíduos sendo descartados sem coleta; resíduos coletados em períodos errados. A gestão pública municipal deve permanecer vigilante, principalmente na MRN e na MRO. O levantamento de dados a respeito da coleta de resíduos sólidos domiciliares demostrou que 17 por cento dos domicílios não possuem coleta de resíduos pela companhia de coleta de lixo. Os dados levantados apontam para a necessidade da população por maiores informações sobre condutas corretas de higiene e que a gestão pública necessita ampliar o sistema de saneamento; bem como proporcionar uma coleta de resíduos sólidos adequada para a demanda de descarte atual da população.


Sanitation management in Brazil faces challenges, mainly because the population and urban growth are not taken into account, which influences directly or indirectly in the demonstration of environmental problems. The evaluation of the combination of universal access to sanitation and the reality found through diagnosis in situ, can contribute to raising precise indicators on regional vulnerabilities. The diagnosis of the sanitation situation in the urban area of the city of Timon in the state of Maranhão, was undertaken to contribute information that provides the basis for decision-making in public administration. The gathering of information took place in a sample of 313 households located in the urban area of the city. To determine the number and location of households, there was initially held an assessment of the geographic area of the city, mapping and recognition of neighborhoods, highlighting features such as area and access roads, dividing it into four geographical regions. We used self-reported survey to survey of socio-economic information on the provision and use of water, sewage and disposal of household waste. The analysis consisted of city data as a whole, and a database was built in the program, TabWin, which allowed the crossing of these and performing statistical analyses. It was observed that over 61 percent of the population stores water in theirn households, particularly in MRS and MRO. Five percent of the population does not have a bathroom inside the home, reflecting the risks of improper disposal of excreta. Still, 11 percent of households said there was untreated vessel dump waste in public, not going through septic tanks being dumped into sinks and contaminate sidewalks and pedestrian crossing locations. (...) The volume of waste reported by households covered shows the following: a large amount of waste being disposed of; waste being discarded without collection; waste collected in the wrong periods. The municipal public administration must remain vigilant, particularly in MRN and MRO. The survey data regarding the collection of household solid waste has shown that 17 percent of households have no waste collection by the garbage collection company. The data obtained point to the population’s need for more information concerning correct hygiene conduct. Public management needs to expand sanitation systems; as well as providing a collection of adequate solid waste disposal for the current demand of the population.


Asunto(s)
Humanos , Saneamiento Básico , Eliminación de Residuos , Alcantarillado , Residuos Sólidos , Área Urbana , Abastecimiento de Agua , Riesgos Ambientales , Factores Socioeconómicos , Administración de Residuos
13.
São Paulo; s.n; 2015. 138 p.
Tesis en Portugués | LILACS | ID: biblio-871055

RESUMEN

As intervenções de saneamento básico, ou seja, as obras para implantação ou ampliação de sistemas de abastecimento de água e de esgotamento sanitário têm sido relacionadas à redução das taxas de mortalidade infantil ocorrida no estado de São Paulo nas últimas décadas. De fato, a relação entre saneamento básico e saúde pública é antiga, principalmente no que se refere ao controle das doenças de veiculação hídrica. Entretanto, ela se mostra muito fraca, ou até nula, para regiões onde os índices de cobertura por redes de água e esgotos já se encontram em patamares acima da média nacional, como é o caso de grande parte dos municípios do estado de São Paulo. Uma abordagem do saneamento básico, sob o ponto de vista da complexidade de suas relações, considerando aspectos multidimensionais, faz-se necessária como forma de repensar o setor de forma mais ampla, fugindo do senso comum. O objetivo desta pesquisa foi identificar, analisar e descrever indicadores de sustentabilidade que pudessem estabelecer uma nova base para avaliação de efeitos de intervenções de saneamento básico, melhorando a determinação e acompanhamento dos impactos decorrentes, constituindo, então, uma matriz de indicadores específicos para a área, a partir da investigação dos conceitos de sustentabilidade e seus desdobramentos para o setor saneamento básico e o ambiente empresarial


Sanitation interventions, ie the works for implementation or expansion of water and sewage systems, have been related to the reduction of infant mortality rates occurred in the state of São Paulo in recent decades. Indeed, the relationship between public health and basic sanitation is old, especially with regard to the control of waterborne diseases. This relationship, however, proves very low, or even zero, for regions where the networks coverage ratios of water and sewers are already at levels above the national average, as is the case of most municipalities in the state of São Paulo. An approach to sanitation from the point of view of the complexity of their relationships, considering multidimensional aspects, is necessary in order to rethink the most widely sector, running common sense. The objective of this research was to identify, analyze and describe sustainability indicators that could establish a new basis for evaluating effects of sanitation interventions, improving the determination and monitoring of the impacts resulting from them constituting an array of specific indicators to the area. It began with the investigation of the concepts of sustainability and its impact on the sanitation sector and the business environment. Searches in public databases enabled the identification and selection of multidimensional indicators for sanitation


Asunto(s)
Saneamiento Básico , Ambiente , Sistemas Locales de Salud , Alcantarillado , Indicadores de Desarrollo Sostenible , Calidad del Agua , Abastecimiento de Agua , Indicadores Ambientales , Administración Municipal , Política Pública , Administración de Residuos
14.
Rio de Janeiro; s.n; 2015. 148 p. mapas, tab, graf.
Tesis en Portugués | LILACS | ID: lil-757586

RESUMEN

Em meio às transformações urbanas que ocorrem no município de Rio de Janeiro nos últimos tempos, algumas áreas tendem a sofrer maiores interferências, como ocaso da Área de Planejamento 5. Situada na Zona Oeste do município carioca, esta área (também conhecida como AP5) é considerada um eixo de expansão urbana da cidade do Rio de Janeiro, o que leva a refletir sobre questões relacionadas à falta de infraestrutura, saúde e qualidade de vida das populações que ali habitam. Como exemplo pode ser citado o projeto de construção do sistema de esgotamento sanitário iniciado em 2012/2013, através da concessão feita pela prefeitura do município para as empresas Foz do Brasil e Saneamento Ambiental Águas do Brasil(formando a união Foz Águas 5). Ao tomar como base o exemplo e o conhecimento construído, no que tange a relação falta de saneamento e processo saúde-doença, presume-se que tais fatos relacionados à outros fatores presentes na área em questão podem potencializar impactos de ordem ambiental e social, principalmente no que diz respeito à ocorrência de Doenças Relacionadas à um Saneamento Ambiental Inadequado (DRSAI). Diante de tais perspectivas e pressupostos, este trabalho possui como objetivo identificar áreas e populações da AP5 do munícipio do Rio de Janeiro que possam estar em situação de vulnerabilidade socioambiental. Supõe-se que as desigualdades em diferentes dimensões reflitam em diferentes vulnerabilidades na área da AP5. Para dar conta de tal proposta, foram utilizados dados secundários de ordem social, ambiental e de saúde, trabalhados e modelado sem ambiente de Sistemas de Informação Geográfica (SIG) a partir do uso de técnicas de geoprocessamento...


Amid the urban transformations that occur in the city of Rio de Janeiro in recenttimes, some areas tend to suffer greater interference, as the case of the PlanningArea 5. Located in the West Zone of Rio de Janeiro city, this area (also known as AP5) is considered an urban expansion axis of the city of Rio de Janeiro, which leadsto reflect on issues related to lack of infrastructure, health and quality of life of thepeople who live there. As an example may be cited the construction project of these wage system started in 2012/2013, through the concession made by the municipal council for companies Foz do Brazil and Environmental Sanitation waters of Brazil (forming the company Foz Waters 5). Based on the example and the knowledge builtabout the relationship between the lack of sanitation and health-disease process, it isassumed that such facts, related to other factors present in the area in question mayenhance impacts of environmental and social order, especially the occurrence ofsanitation related diseases. Given these perspectives and assumptions, this workaims to identify AP5 areas and populations of the municipality of Rio de Janeiro thatmay be in socio-environmental vulnerability situation. It is assumed that inequalitiesin different dimensions are reflected in different vulnerabilities in the area of AP5. Toperform this study, secondary data of social, environmental and health were used, worked and modeled in Geographic Information Systems (GIS) from the use of geoprocessing techniques...


Asunto(s)
Humanos , Riesgo Atribuible a la Población , Sistemas de Información Geográfica , Proceso Salud-Enfermedad , Calidad de Vida , Alcantarillado , Saneamiento , Vulnerabilidad Social
15.
La Paz; SENASBA; 2015. 120 [64] p.
Monografía en Español | LIBOCS, LIBOSA | ID: biblio-1341956

RESUMEN

El presente documento está organizado en dos partes: la primera, presenta de manera sintética los aspectos conceptuales y de enfoque que integran un Plan de Sostenibilidad DESCOM/FI y, la segunda, aborda el detalle de los productos, actividades, pautas metodológicas, indicadores, medios de verificación, participantes, tiempo y biografía.


Asunto(s)
Educación en Salud Ambiental , Indicadores de Desarrollo Sostenible , Alcantarillado , Educación en Salud , Competencia Cultural
16.
Rio de Janeiro; s.n; 2014. x,113 p. ilus, mapas, tab, graf.
Tesis en Portugués | LILACS | ID: lil-756811

RESUMEN

Este trabalho objetivou analisar a relação entre a vulnerabilidade social e o número de casos existentes de doenças infecciosas relacionadas à água, frente às alterações climáticas (enchentes, deslizamentos, etc.), a partir da identificação de áreas sensíveis ao risco de desenvolver estas doenças. Para isto definiu-se como área de estudo as RAs que são beneficiadas pelos serviços de coleta e tratamento de esgotos da ETE Alegria, consideradas umas das principais obras de infraestrutura sanitária do Programa de Despoluição da Baía de Guanabara - PDBG. Foram analisadas um total de 12 RAs, na série histórica de 2000 a 2009, quanto as variáveis epidemiológica (número de casos existentes e frequência de ocorrência na população); climatológica (precipitação, dias de chuva, temperatura máxima e mínima) e socioeconômica (educação, renda, distribuição de água, destino do lixo e esgotamento sanitário). Ao final desta caracterização, construiu-se um Índice de Sensibilidade ao Risco (ISR) para doenças infecciosas de veiculação hídrica, com base na metodologia proposta por De Oliveira (2013). A partir dos resultados obtidos neste trabalho foi possível classificar as RAs que compõem a área de influência da ETE Alegria em três níveis de risco: baixo (Portuária e Centro), médio (Rio Comprido, São Cristóvão, Tijuca, Vila Isabel, Inhaúma, Méier, Jacarezinho, Complexo do Alemão e Complexo da Maré) e alto (Ramos). Dentre as componentes do ISR, a que mais influenciou a ocorrência de doenças infecciosas de veiculação hídrica foi o indicador socioeconômico, principalmente relacionado às variáveis renda, esgotamento sanitário e coleta de lixo...


This paper aims to analyze the relationship between social vulnerability and prevalence of infectious diseases related to water, face to climate change ( floods, landslides , etc.), from the identification of sensitive areas to developing these diseases . To this, the study area was defined by the administrative regions (RA in portuguese) which are benefited by the services of collection and treatment of sewage from ETE Alegria , considered one of the major works of the health infrastructure program to clean the Guanabara Bay - PDBG . A total of twelve RAs were analyzed in the time series from 2000 to 2009, as epidemiological variables ( prevalence of cases ); climatological (precipitation, rainy days, maximum and minimum temperature ) and socioeconomic ( education, income , water supply , garbage and sewage ). At the end of this characterization we constructed an Index of Sensitivity Risk (ISR ) for infectious diseases related to water, based on the methodology proposed by De Oliveira (2013). From the results obtained in this work, it was possible to classify the RAs that comprise the area of influence of ETE Alegria into three risk levels: low (Portuária and Centro) , medium (Rio Comprido, São Cristóvão, Tijuca, Vila Isabel, Inhaúma, Méier, Jacarezinho, Complexo do Alemão e Complexo da Maré) and high (Ramos) . Among the components of the ISR, who most influences of prevalence of infectious waterborne diseases is the socioeconomic index, primarily related to income variables, sewage and garbage collection. Still, considering the results presented by RA, this study showed, according to the methodology used, even in areas where the epidemiological risk is not high Index of Sensitivity to Risk can be classified as high or medium, mainly due to socioeconomic conditions found, the vulnerability of the area for the occurrence of extreme events and due to under reporting...


Asunto(s)
Humanos , Cambio Climático , Epidemiología/estadística & datos numéricos , Alcantarillado , Vulnerabilidad Social , Enfermedades Transmitidas por el Agua , Inundaciones , Deslizamientos de Tierra , Factores de Riesgo
17.
São Paulo; s.n; 2013. 118 p. tab.
Tesis en Portugués | LILACS | ID: lil-713172

RESUMEN

Apesar de cada vez mais complexos, os problemas atuais são analisados de modo cada vez mais fragmentado. Na configuração da prestação dos serviços de saneamento básico no Brasil, a fragmentação dos problemas remete principalmente a duas questões: a escala e o escopo da prestação dos serviços de saneamento. O escopo da prestação dos serviços de saneamento reflete a visão das diversas interfaces que os quatro componentes do saneamento básico estabelecem entre si. A escala aqui abordada reflete a abrangência territorial da prestação dos serviços. Com base nos dados do SNIS, buscou-se analisar se a prestação conjunta dos serviços de saneamento básico e a escala de abrangência poderiam interferir em 24 indicadores. Para tanto, os dois bancos de dados do SNIS foram alinhados para que os prestadores pudessem ser agrupados com base no escopo dos serviços prestados (as combinações entre abastecimento de água, esgotamento sanitário e resíduos sólidos) e na escala de abrangência territorial (Local, Microrregional e Regional) e então submetidos à análise de variância para se testar a hipótese de haver diferença na média desses grupos. A despeito de serem detectadas diferenças significativas entre os grupos, os resultados não mostram consenso quanto à influência da escala (4 indicadores apresentaram ganho e 12 perda de escala) ou escopo (11 apresentaram evidência de ganho e 8 de perda de escopo). Paralelamente a essas análises, este trabalho traz luz à utilização do SNIS para se atingir os princípios da política nacional de saneamento básico, com destaque para o controle social e a transparência das decisões, para as quais, não obstantes a conquistas atuais do SNIS, os titulares e prestadores dos serviços devem ser cobrados quanto à suas responsabilidades para com ao fornecimento de dados ao sistema.


Asunto(s)
Saneamiento Básico , Cobertura del Servicio de Agua , Sistemas de Información , Cobertura del Alcantarillado , Abastecimiento de Agua/normas , Brasil , Indicadores de Servicios , Residuos Sólidos/estadística & datos numéricos , Alcantarillado , Empresas y Organizaciones de Servicio , Empresas de Alcantarillado
18.
Rio de Janeiro; s.n; 2013. 125 p. tab, graf.
Tesis en Portugués | LILACS | ID: lil-757545

RESUMEN

Esta dissertação analisa as tarifas médias e os custos dos Prestadores Regionais de Água e de Esgoto do Sudeste do Brasil. Foram aplicadas regressões múltiplas a variáveis selecionadas do Sistema Nacional de Informações sobre Saneamento (SNIS), referentes ao ano de 2010. Foi detectado o descolamento entre as tarifas e os custos dos serviços de esgotamento. Em média, as tarifas de esgoto foram identificadas como inferiores às dos serviços de água, apesar de apresentarem custos maiores. Adicionalmente, a diferenciação percebida entre os preços dos serviços de coleta e tratamento de efluentes foi ínfima, o que desincentiva o investimento neste último procedimento, essencial para a saúde da população e para a redução de impactos ambientais...


This dissertation made an evaluation of the average tariff and the cost structure of South-Eastern Brazil’s Water and Sewage Regional Companies (CESBs). Multiple regression models were applied, using Ordinary Least Squares (OLS) in sets of key variables selected from the Brazilian National System of Information in Sanitation (SNIS). The database refers to 2010. A gap was detected between sewage services’ tariffs and costs. On average, sewage tariffs were identified as lower than those of water services, even though their costs were perceived as higher. Additionally, the differentiation between the prices of the collection and the treatment of wastewater services was minimal, which discourages investment in the latter procedure, essential to the population’s health and to reduce environmental impacts...


Asunto(s)
Humanos , Alcantarillado , Cobertura del Alcantarillado , Recolección de Residuos Sólidos , Saneamiento/economía , Purificación del Agua , Abastecimiento de Agua , Tarifas (Servicios de Saneamiento)
19.
An. Fac. Med. (Perú) ; 72(4): 245-248, oct.-dic. 2011. graf
Artículo en Español | LILACS, LIPECS | ID: lil-639192

RESUMEN

Introducción: En el Perú, las enfermedades infecciosas intestinales ocupan el tercer lugar en causas de morbilidad registradas en consulta externa. Por otro lado, el acceso a agua y desagüe existió en 74,7 por ciento y 62,8 por ciento, respectivamente. Objetivos: Determinar la correlación del acceso de agua potable y desagüe con las consultas por enfermedades infecciosas intestinales. Diseño: Estudio ecológico de series de tiempo. Institución: Facultad de Medicina de San Fernando, Universidad Nacional Mayor de San Marcos, Lima, Perú. Material: Registros del Ministerio de Salud y del Instituto Nacional de Estadística e Informática, Lima, Perú. Métodos: A partir de los registros del Ministerio de Salud (MINSA) de las causas de morbilidad en consulta externa y datos del Instituto Nacional de Estadística e Informática (INEI), se realizó un estudio ecológico de serie de tiempo, del periodo 2002 al 2009. Se analizó los resultados con el coeficiente rho de Spearman. Principales medidas de resultados: Coeficientes de correlación. Resultados: Se obtuvo un rho = - 0,810 y p = 0,015 para la relación entre acceso a agua potable y enfermedades infecciosas intestinales. Se obtuvo un rho = - 0,714 y p = 0,047 para la relación entre el acceso a desagüe y enfermedades infecciosas intestinales. Interpretación: Se encontró correlación entre el porcentaje de acceso de agua potable y desagüe y el porcentaje de consultas externas por enfermedades infecciosas intestinales, en el periodo del 2002 al 2009, en el Perú.


Background: In Peru, intestinal infections rank third as cause of morbidity registered in outpatient settings. On the other hand access to water and sewage was respectively 74.7 per cent and 62.8 per cent. Objectives: To determine correlation of drinking water and sewage access and consultations for intestinal infectious diseases. Design: Ecological study of time series. Setting: Faculty of Medicine San Fernando, Universidad Nacional Mayor de San Marcos, Lima, Peru. Material: Records from the Ministry of Health and Statistics and data from the Statistics and Informatics National Institute, Lima, Peru. Methods: A time series study was conducted based on records of the Ministry of Health on causes of morbidity in outpatients and data from the Statistics and Informatics National Institute records during the period 2002-2009. Results were analyzed using SpearmanÆs rho coefficient. Main outcome measures: Correlation coefficient. Results: An rho = -0.810, p = 0.015 was obtained for access to drinking water and infectious intestinal diseases relation, and an r = -0.714 p = 0.047 was obtained for access to sewage and infectious intestinal diseases relationship. Interpretation: It was found correlation between percentage of access to drinking water and drainage and percentage of outpatient visits for infectious intestinal diseases in the period 2002-2009 in Peru.


Asunto(s)
Abastecimiento de Agua , Alcantarillado , Parasitosis Intestinales/prevención & control , Salud Pública , Estudios Ecológicos
20.
Rev. adm. pública ; 45(2): 331-348, mar.-abr. 2011. graf, tab
Artículo en Portugués | LILACS | ID: lil-589088

RESUMEN

Desde a década de 1950 até o final do século passado, o investimento em saneamento básico no Brasil ocorreu pontualmente em alguns períodos específicos, com um destaque para as décadas de 1970 e 1980. Em decorrência disso, o Brasil ainda está marcado por uma grande desigualdade e déficit ao acesso, principalmente em relação à coleta e tratamento de esgoto. Atualmente, o setor tem recebido maior atenção governamental e há uma quantidade significativa de recursos a serem investidos. Todavia, faz-se necessário que esses investimentos sejam sustentáveis. Desta forma, o presente trabalho pretendeu, por meio de uma pesquisa descritiva-exploratória, verificar como foram realizados os investimentos em saneamento básico no Brasil, com ênfase no tratamento de esgoto, e discutir como estão sendo disponibilizados os recursos para atender aos aspectos legais aos quais se submetem os municípios neste início de século. Para isto, foram utilizadas, como fontes primárias, entrevistas não estruturadas com técnicos do setor de saneamento e, como fontes secundárias, foram coletadas informações nos sites dos principais órgãos públicos e privados que têm relevância quanto ao saneamento no Brasil. Foram identificadas possíveis falhas no planejamento do setor ao longo destes últimos anos, além de terem sido encontradas evidências que apontam possíveis falhas nas avaliações dos investimentos que estão sendo realizados, não sendo considerada a sustentabilidade dos mesmos. Como contribuição, procurou-se identificar algumas novas formas de gestão em saneamento básico, o que poderá auxiliar os gestores municipais no cumprimento dos seus objetivos.


Asunto(s)
Aguas Residuales/estadística & datos numéricos , Saneamiento Básico , Efluentes Domésticos , Inversiones en Salud , Política Pública , Alcantarillado , Desarrollo Sostenible , Abastecimiento de Agua/estadística & datos numéricos , Legislación
SELECCIÓN DE REFERENCIAS
DETALLE DE LA BÚSQUEDA
...