Your browser doesn't support javascript.
loading
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 20 de 953
Filtrar
1.
Infectio ; 25(4): 207-211, oct.-dic. 2021. tab, graf
Artículo en Español | LILACS, COLNAL | ID: biblio-1286715

RESUMEN

Resumen Objetivo: Describir la proporción, características clínicas, demográficas y programáticas de casos fatales de coinfección TB/VIH de Cali-Colombia, en 2017. Material y Método: Estudio de corte transversal, con información de las bases de datos del programa de tuberculosis, las historias clínicas y unidades de análisis de mortalidad disponibles. Resultados: Se depuraron 257 casos fatales por TB, el 24,5% (63/257) falleció con coinfección TB/VIH. La mediana de edad fue 43 años (Rango Intercuartílico: 30-52), 73% (46/63) eran hombres, 76,2% (48/63) no pertenecían al régimen contributivo, 28,6% eran habitantes de calle. 81,2% (39/48) eran casos nuevos de TB, 76,6% (37/47), inició tratamiento; al 74,6% (47/63) se les realizó unidad de análisis de mortalidad. La presentación pulmonar fue frecuente (75,9%-44/58), en 60% de los registros se observó desnutrición (Índice de Masa Corporal <20), en 39,7% (25/63) dependencia al alcohol, tabaco o farmacodependencia. Conclusiones: La mortalidad asociada a TB/VIH es prevenible, pero en 2017 representó la cuarta parte de la mortalidad por TB en Cali. Hombres adultos con condiciones de vulnerabilidad social, diagnosticados en estados avanzados de enfermedad, fueron blanco de fatalidad. Mejorar los sistemas de información e integrar los programas de TB/VIH, deben ser estrategias prioritarias para la salud pública en Colombia.


Abstract Objective: To describe the proportion, clinical, demographic and programmatic characteristics of fatal cases of TB/HIV coinfection from Cali-Colombia, in 2017. Material and Method: Cross-sectional study, with information from the TB program databases, clinical records and mortality analysis units available. Results: 257 TB fatal cases were cleared in Cali in 2017, 24.5% (63/257) of these died with TB/HIV coinfection. The median age was 43 years (Interquartile Range: 30-52), 73% (46/63) were men, 76.2% (48/63) did not belong to the contributory health regimen, 28.6% were homeless. 81.2% (39/48) were new TB cases, 76.6% (37/47) started treatment; 74.6% (47/63) had mortality analysis register. Pulmonary presentation was frequent (75.9% -44 / 58), in 60% of the registries malnutrition was observed (Body Mass Index <20), in 39.7% (25/63), dependence on alcohol, tobacco or drug dependence was registered. Conclusions: Mortality associated with TB/HIV is preventable, but in 2017 it represented a quarter of the TB mortality in Cali. Adult men with conditions of social vulnerability, diagnosed in advanced stages of disease, were fatally targeted. Improving information systems and integrating TB/HIV programs should be priority strategies for public health in Colombia.


Asunto(s)
Humanos , Masculino , Femenino , Adulto , Persona de Mediana Edad , Tuberculosis , VIH , Índice de Masa Corporal , Infecciones por VIH , Salud Pública , Estudios Transversales , Mortalidad , Estrategias de Salud , Colombia , Vulnerabilidad Social , Desnutrición
2.
Anon.
Vínculo ; 18(3): 94-97, set.-dez. 2021. ilus
Artículo en Portugués | LILACS, Index Psicología - Revistas | ID: biblio-1347953

RESUMEN

O CAPSij é um equipamento do Sistema Único de Saúde (SUS) de Saúde Mental, destinado ao atendimento de situações de sofrimento psíquico grave e/ou persistente e de vulnerabilidade social, na Infância e Adolescência. O acompanhamento dos casos é conduzido pela equipe do serviço, composta por profissionais provenientes de diversas áreas, tais como: Psicologia, Serviço Social, Terapia Ocupacional, Enfermagem e Psiquiatria. O presente trabalho foi realizado em um Capsij, localizado na região sudeste da cidade de São Paulo e atendido por: uma psicóloga, uma terapeuta ocupacional e uma enfermeira da equipe. Trata-se de uma adolescente e sua família, que ao longo de dois anos, foram inseridas em diversos dispositivos terapêuticos do serviço. Sua história de vida é marcada pelo abandono e adoção por figuras parentais ambivalentes. As principais queixas se referiram a tentativas de suicídio, uso de drogas e fugas de casa. Ao longo do acompanhamento, foi observado um reposicionamento subjetivo da adolescente, que passou a se utilizar de suas habilidades artísticas, como novas possibilidades de laço social. Além de uma maior disponibilidade materna para acolher e cuidar da filha adotiva.


CAPSij is a piece of equipment of the Unified Health System (SUS) of Mental Health, intended to attend to situations of severe and / or persistent psychological distress and social vulnerability in childhood and adolescence. The follow-up of cases is conducted by the service team, composed of professionals from various areas, such as: Psychology, Social Work, Occupational Therapy, Nursing and Psychiatry. The present work was carried out in a Capsij, located in the southeastern region of São Paulo city and attended by: a psychologist, an occupational therapist and a team nurse. This is a teenager and her family, who over two years, were inserted in various therapeutic devices of the service. Her life story is marked by abandonment and adoption by ambivalent parental figures. The main complaints referred to suicide attempts, drug use and homelessness. During the follow-up, a subjective repositioning of the adolescent was observed, which started to use her artistic skills as new possibilities for social bonding. In addition to greater maternal availability to welcome and care for the adopted daughter.


CAPSij es un equipo del Sistema Unificado de Salud (SUS) de Salud Mental, destinado a atender situaciones de angustia psicológica grave y / o persistente y vulnerabilidad social en la infancia y la adolescencia. El seguimiento de los casos es realizado por el equipo de servicio, compuesto por profesionales de diversas áreas, tales como: psicología, trabajo social, terapia ocupacional, enfermería y psiquiatria. El presente trabajo se llevó a cabo en un Capsij, ubicado en la región sureste de la ciudad de São Paulo y contó con la asistencia de: un psicólogo, un terapeuta ocupacional y una enfermera del equipo. Esta es una adolescente y su familia, que durante más de dos anos, se insertaron en varios dispositivos terapêuticos del servicio. La historia de su vida está marcada por el abandono y la adopción de figuras parentales ambivalentes. Las principales quejas se referían a intentos de suicidio, uso de drogas y personas sin hogar. Durante el seguimiento, se observó un reposicionamiento subjetivo de la adolescente, que comenzó a utilizar sus habilidades artísticas como nuevas posibilidades de vinculación social. Además de una mayor disponibilidad materna para acoger y cuidar a la hija adoptada.


Asunto(s)
Humanos , Femenino , Adolescente , Grupo de Atención al Paciente , Suicidio , Personas sin Hogar , Adopción , Núcleo Familiar , Maltrato a los Niños , Vulnerabilidad Social , Niño Adoptado , Distrés Psicológico , Servicios de Salud Mental
3.
Vínculo ; 18(3): 25-33, set.-dez. 2021.
Artículo en Portugués | LILACS, Index Psicología - Revistas | ID: biblio-1347944

RESUMEN

O presente artigo visa a compartilhar uma experiência de trabalho com um grupo operativo que ocorre em um serviço público de saúde mental, a saber, um Centro de Atenção Psicossocial (CAPS). Esse grupo é composto por sujeitos que apresentam quadros psicopatológicos considerados graves e que estão em situação de vulnerabilidade social. Partindo disso, pretende-se, neste escrito, realizar uma análise dos aspectos considerados avanços e ganhos conquistados ao longo do desenvolvimento do grupo, bem como abordar os desafios de sustentar um coletivo como esse em uma instituição de saúde da rede pública. Abordar-se-á, assim, as particularidades do processo grupal com os usuários da saúde mental, fomentando uma reflexão sobre as possibilidades de obter alguma melhora, apesar da gravidade dos sintomas. Tal experiência revela a potência que um trabalho grupal tem para resgatar e favorecer singularidades, elevar a autoestima e devolver o direito à voz a sujeitos que, por muito tempo, foram silenciados e escamoteados por diagnósticos de transtorno mental. Grupos operativos enriquecem o cotidiano dos pacientes e fortalecem a união, promovendo identificações e aprendizagens que, por sua vez, possibilitam mudanças e transformações.


This article aims to share a work experience with an operative group that takes place in a public mental health service, namely, a Psychosocial Care Center. That group is composed of subjects who have psychopathological conditions considered severe and who are in a situation of social vulnerability. Based on this understanding, it is intended, in this writing, to carry out an analysis of the aspects considered advances and gains achieved during the development of the group, as well as to discuss the challenges of sustaining a collective such as this in a public health institution. Thus, the particularities of the group process with mental health users will be approached, promoting a reflection on the possibilities of obtaining some improvement, despite the severity of the symptoms. Such experience reveals the power that group work has to rescue and favor singularities, raise self-esteem and give back the right to voice to subjects who, for a long time, were silenced and concealed by diagnoses of mental disorder. Operative groups enrich the patients' daily lives and strengthen the union, promoting identifications and learning that, in turn, enable changes and transformations.


Este artículo tiene como objetivo compartir una experiencia laboral con un grupo operativo que tiene lugar en un servicio público de salud mental, a saber, un Centro de Atención Psicosocial. Ese grupo está compuesto por sujetos que tienen condiciones psicopatológicas consideradas graves y que se encuentran en una situación de vulnerabilidad social. En base a esta comprensión, se pretende, en este escrito, producir un análisis de los aspectos considerados avances y logros alcanzados durante el desarrollo del grupo, así como discutir los desafíos de mantener un colectivo como este en una institución de salud pública. Así, se abordarán las particularidades del proceso grupal con usuarios de salud mental, promoviendo una reflexión sobre las posibilidades de obtener alguna mejora, a pesar de la gravedad de los síntomas. Tal experiencia revela el poder que tiene un trabajo grupal para rescatar y favorecer las singularidades, elevar la autoestima y devolver el derecho de voz a los sujetos que, durante mucho tiempo, fueron silenciados y abrumados por los diagnósticos de trastorno mental. Los grupos operativos enriquecen la vida cotidiana de los pacientes y fortalecen la unión, promoviendo identificaciones y aprendiendo que, a su vez, permiten cambios y transformaciones.


Asunto(s)
Humanos , Autoimagen , Poder Psicológico , Vulnerabilidad Social , Rehabilitación Psiquiátrica , Procesos de Grupo , Trastornos Mentales , Servicios de Salud Mental
4.
Multimedia | Recursos Multimedia | ID: multimedia-9473

RESUMEN

Nos dias 29 e 30 de setembro de 2021, foi realizado o seminário virtual “Guias Alimentares baseados no nível de processamento dos alimentos: evidências científicas e implementação”, uma iniciativa da Coordenação Geral de Alimentação e Nutrição (CGAN) do Ministério da Saúde em parceria com a Organização Pan-Americana da Saúde/ Organização Mundial da Saúde (OPAS/OMS). O objetivo do seminário virtual foi disseminar evidências científicas recentes sobre o impacto do nível de processamento dos alimentos na saúde, na obesidade e outras doenças crônicas, bem como discutir estratégias de implementação e disseminação de Guias Alimentares baseados no nível de processamento dos alimentos nas Américas. O seminário faz parte das atividades da Rede de Ação sobre Guias Alimentares baseados no nível de processamento dos alimentos nas Américas, liderada pelo Ministério da Saúde do Brasil, desde 2018, com o apoio da OPAS/OMS e da Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação (FAO). Em 2017, o Brasil foi o primeiro país a assumir compromissos para enfrentar todas as formas de desnutrição, considerando o papel dos sistemas alimentares, no âmbito da Década de Ação pela Nutrição das Nações Unidas (2016-2015).


Asunto(s)
Dieta Saludable , Guías Alimentarias , Desnutrición/prevención & control , Seguridad Alimentaria , Vulnerabilidad Social , Conducta Alimentaria , Defensa de la Salud
5.
Multimedia | Recursos Multimedia | ID: multimedia-9474

RESUMEN

Nos dias 29 e 30 de setembro de 2021, foi realizado o seminário virtual “Guias Alimentares baseados no nível de processamento dos alimentos: evidências científicas e implementação”, uma iniciativa da Coordenação Geral de Alimentação e Nutrição (CGAN) do Ministério da Saúde em parceria com a Organização Pan-Americana da Saúde/ Organização Mundial da Saúde (OPAS/OMS). O objetivo do seminário virtual foi disseminar evidências científicas recentes sobre o impacto do nível de processamento dos alimentos na saúde, na obesidade e outras doenças crônicas, bem como discutir estratégias de implementação e disseminação de Guias Alimentares baseados no nível de processamento dos alimentos nas Américas. O seminário faz parte das atividades da Rede de Ação sobre Guias Alimentares baseados no nível de processamento dos alimentos nas Américas, liderada pelo Ministério da Saúde do Brasil, desde 2018, com o apoio da OPAS/OMS e da Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação (FAO). Em 2017, o Brasil foi o primeiro país a assumir compromissos para enfrentar todas as formas de desnutrição, considerando o papel dos sistemas alimentares, no âmbito da Década de Ação pela Nutrição das Nações Unidas (2016-2015).


Asunto(s)
Dieta Saludable , Guías Alimentarias , Seguridad Alimentaria , Conducta Alimentaria , Alimentos Integrales , Alimentos Industrializados , América Latina , Región del Caribe , Vulnerabilidad Social , Obesidad/prevención & control , Estilo de Vida Saludable
6.
Multimedia | Recursos Multimedia | ID: multimedia-9476

RESUMEN

Nos dias 29 e 30 de setembro de 2021, foi realizado o seminário virtual “Guias Alimentares baseados no nível de processamento dos alimentos: evidências científicas e implementação”, uma iniciativa da Coordenação Geral de Alimentação e Nutrição (CGAN) do Ministério da Saúde em parceria com a Organização Pan-Americana da Saúde/ Organização Mundial da Saúde (OPAS/OMS). O objetivo do seminário virtual foi disseminar evidências científicas recentes sobre o impacto do nível de processamento dos alimentos na saúde, na obesidade e outras doenças crônicas, bem como discutir estratégias de implementação e disseminação de Guias Alimentares baseados no nível de processamento dos alimentos nas Américas. O seminário faz parte das atividades da Rede de Ação sobre Guias Alimentares baseados no nível de processamento dos alimentos nas Américas, liderada pelo Ministério da Saúde do Brasil, desde 2018, com o apoio da OPAS/OMS e da Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação (FAO). Em 2017, o Brasil foi o primeiro país a assumir compromissos para enfrentar todas as formas de desnutrição, considerando o papel dos sistemas alimentares, no âmbito da Década de Ação pela Nutrição das Nações Unidas (2016-2015).


Asunto(s)
Dieta Saludable , Guías Alimentarias , Seguridad Alimentaria , Obesidad/prevención & control , Conducta Alimentaria , América Latina , Alimentos Industrializados , Vulnerabilidad Social , Nutrición del Niño , Desnutrición/prevención & control , Bebidas Azucaradas
7.
Multimedia | Recursos Multimedia | ID: multimedia-9478

RESUMEN

Nos dias 29 e 30 de setembro de 2021, foi realizado o seminário virtual “Guias Alimentares baseados no nível de processamento dos alimentos: evidências científicas e implementação”, uma iniciativa da Coordenação Geral de Alimentação e Nutrição (CGAN) do Ministério da Saúde em parceria com a Organização Pan-Americana da Saúde/ Organização Mundial da Saúde (OPAS/OMS). O objetivo do seminário virtual foi disseminar evidências científicas recentes sobre o impacto do nível de processamento dos alimentos na saúde, na obesidade e outras doenças crônicas, bem como discutir estratégias de implementação e disseminação de Guias Alimentares baseados no nível de processamento dos alimentos nas Américas. O seminário faz parte das atividades da Rede de Ação sobre Guias Alimentares baseados no nível de processamento dos alimentos nas Américas, liderada pelo Ministério da Saúde do Brasil, desde 2018, com o apoio da OPAS/OMS e da Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação (FAO). Em 2017, o Brasil foi o primeiro país a assumir compromissos para enfrentar todas as formas de desnutrição, considerando o papel dos sistemas alimentares, no âmbito da Década de Ação pela Nutrição das Nações Unidas (2016-2015).


Asunto(s)
Dieta Saludable , Guías Alimentarias , Conducta Alimentaria , Alimentos Industrializados , Seguridad Alimentaria , Promoción de la Salud , Desarrollo Sostenible , Desnutrición/prevención & control , Vulnerabilidad Social
8.
Multimedia | Recursos Multimedia | ID: multimedia-9400

RESUMEN

Com o objetivo de construir um arcabouço conceitual de Nutrição na Atenção Primária em Saúde (APS) e apontar cenários futuros, estão sendo elaborados dois documentos que subsidiarão a atualização da Matriz de ações de alimentação e nutrição na APS. Este Webinário traz para o debate as recomendações e possibilidades para avançar nas ações de A&N e apresenta algumas experiências empiricamente qualificadas como exitosas no intuito de que o compartilhamento das mesmas possa fortalecer a qualificação e efetividade desse cuidado.


Asunto(s)
Atención Primaria de Salud/organización & administración , Sistema Único de Salud/organización & administración , Programas y Políticas de Nutrición y Alimentación , Control Social Formal , Estrategia de Salud Familiar , Nutricionistas/provisión & distribución , Suplementos Dietéticos/provisión & distribución , COVID-19/prevención & control , Vulnerabilidad Social , Registros Electrónicos de Salud/estadística & datos numéricos
10.
Multimedia | Recursos Multimedia | ID: multimedia-9405

RESUMEN

Primeiro Webinário do ciclo de debates sobre prevenção e controle da obesidade infantil. Nesta edição, teremos as participações especiais da Dr.a Gisele Bortolini (CGAN/MS), Dr.a Letícia Cardoso (ENSP/Fiocruz) e da Dr.a Inês Rugani (INU/UERJ). Este projeto é organizado pela Faculdade de Nutrição da Universidade Federal de Alagoas com apoio da Coordenação-Geral de Alimentação e Nutrição do Ministério da Saúde.


Asunto(s)
Obesidad Pediátrica/epidemiología , Obesidad Pediátrica/complicaciones , Obesidad Pediátrica/prevención & control , Atención Primaria de Salud , Conducta Alimentaria , Dieta Saludable , Alimentos Industrializados , Vulnerabilidad Social , Brasil/epidemiología
11.
Multimedia | Recursos Multimedia | ID: multimedia-9329

RESUMEN

Preparadas com vegetais frescos cultivados por produtores locais, as cestas verdes podem ser a base de uma alimentação saudável. Higienizar corretamente as folhas, frutas, legumes e verduras é fundamental para aproveitar cada alimento sem riscos para saúde e prevenindo o contágio pelo Coronavírus. A limpeza pode começar pela retirada das partes danificadas. Em seguida pela lavagem em água corrente. Se forem folhas, lavar cada uma separadamente. Para completar, confira abaixo a receita da solução clorada que deve ser usada para finalizar a higienização: - Para água sanitária (sem alvejante e perfume) com 1% de hipoclorito de sódio ou hipoclorito de sódio a 1%: diluir 2 colheres de sopa para cada litro de água. - Para água sanitária (sem alvejante e perfume) com 2,5% de hipoclorito de sódio ou hipoclorito de sódio a 2,5%: diluir 1 colher de sopa para cada litro de água. Com a mistura pronta, colocar frutas, legumes e verduras de molho por 15 minutos. Em seguida, enxaguar na torneira, deixar secar e guardar na geladeira em recipiente fechado. Lembre-se sempre de conferir as orientações do fabricante no rótulo do produto


Asunto(s)
Manipulación de Alimentos , Hipoclorito de Sodio , COVID-19/prevención & control , Higiene Alimentaria , Dieta Saludable , Vulnerabilidad Social , Distanciamiento Físico
12.
Multimedia | Recursos Multimedia | ID: multimedia-9316

RESUMEN

The Coca-Cola Effect: In Mexico, Coca Cola is more than just a brand. Its factories deplete water supplies for vast areas, whilst its products contribute to a burgeoning obesity epidemic. In one small Mexican village, residents are praying for rain. The ceremony appears traditional, apart from one element: a dozen or so bottles of Coca Cola. ”It’s seen as a sacred drink now", explains one resident. ”It allows you to purify your soul. That’s the power of Coca Cola.” Ironically, it is the presence of Coca Cola’s nearby factory that is partly to blame for the dearth in drinking water. The factory uses six litres of water for every litre of cola and draws it from the area’s dwindling groundwater supply. Now residents have to buy water from tankers. “I spend a quarter of my salary on getting water", says resident Rodolfo. In fact, it can be cheaper to drink solely Coca Cola: Mexico has become the biggest consumer of the soft drink in the world, to the detriment of the population’s health. The extent to which a single corporation can affect a nation is nowhere more pertinent than here.


Asunto(s)
Bebidas Azucaradas , Industria de Bebidas Gasificadas , Obesidad/epidemiología , Recursos Naturales , Agua Potable , Vulnerabilidad Social , Pobreza , Documentarios Cinematográficos , México/epidemiología
14.
Enferm. foco (Brasília) ; 12(2): 297-304, set. 2021. tab, ilus
Artículo en Portugués | LILACS, BDENF - Enfermería | ID: biblio-1291403

RESUMEN

Objetivo: aplicar o Índice de Vulnerabilidade Social para o Distrito Federal e compará-lo com a distribuição espacial da cobertura dos Núcleos Ampliados de Saúde da Família e Atenção Básica. Método: trata-se de estudo ecológico com base nos dados do censo demográfico, da Secretaria de Estado de Saúde do Distrito Federal, bem como de outros disponibilizados pela Gerência de Apoio à Saúde da Família. Resultados: verificou-se que 31,4% dos setores censitários do Distrito Federal foram classificados com baixo nível de vulnerabilidade social, 47,8% médio, 12,2% elevado e 8,3% muito elevado. Apenas 37,17% do território do cenário de estudo apresentavam cobertura Núcleo Ampliado de Saúde da Família e Atenção Básica. Ao comparar a distribuição espacial desses desfechos, observou-se elevada extensão de vazios assistenciais de cobertura desse serviço, tanto em setores rurais quanto urbanos, e estes frequentemente classificados em maior estrato de vulnerabilidade. Conclusão: Recomenda-se a utilização de ferramentas de gestão de políticas públicas, como o Índice de Vulnerabilidade Social, para o redesenho da Rede de Atenção à Saúde, tendo em vista o enfrentamento das iniquidades sociais. (AU)


Objective: Apply the Social Vulnerability Index for the Federal District and compare it with the spatial distribution of coverage of the Extended Family Health and Primary Care Centers. Methods: This is an ecological study based on data from the demographic census, from the State Department of Health of the Federal District, as well as others made available by the Family Health Support Management. Results: It was found that 31.4% of the census sectors in the Federal District were classified as having a low level of social vulnerability, 47.8% medium, 12.2% high and 8.3% very high. Only 37.17% of the territory in the study scenario had coverage of the Extended Family Health and Primary Care coverage. When comparing the spatial distribution of these outcomes, a high extent of care gaps in the coverage of this service was observed, both in rural and urban sectors, and these are often classified into a greater stratum of vulnerability. Conclusion: It is recommended to use public policy management tools, such as the Social Vulnerability Index, for the redesign of the Health Care Network, with a view to tackling social inequities. (AU)


Objetivo: Aplicar el Índice de Vulnerabilidad Social del Distrito Federal y compararlo con la distribución espacial de cobertura de los Centros de Salud Familiar Extendida y Atención Primaria. Método: Se trata de un estudio ecológico basado en datos del censo demográfico, del Departamento de Salud del Estado del Distrito Federal, así como otros puestos a disposición por la Gerencia de Apoyo a la Salud de la Familia. Resultados: Se encontró que 31.4% de los sectores censales del Distrito Federal fueron clasificados como de bajo nivel de vulnerabilidad social, 47.8% medio, 12.2% alto y 8.3% muy alto. Solo el 37,17% del territorio en el escenario de estudio tenía cobertura de la cobertura de Salud Familiar Extendida y Atención Primaria. Al comparar la distribución espacial de estos resultados, se observó un alto grado de brechas de atención en la cobertura de este servicio, tanto en el sector rural como en el urbano, y estos suelen ser clasificados como de mayor nivel de vulnerabilidad. Conclusión: Se recomienda utilizar herramientas de gestión de políticas públicas, como el Índice de Vulnerabilidad Social, para el rediseño de la Red de Atención de Salud, con miras a abordar las inequidades sociales. (AU)


Asunto(s)
Vulnerabilidad Social , Atención Primaria de Salud , Salud de la Familia , Enfermería , Sistemas de Información Geográfica
15.
Rev. Saúde Pública Paraná (Online) ; 4(2): 67-74, Ago 18, 2021.
Artículo en Portugués | Coleciona SUS, CONASS, SESA-PR | ID: biblio-1290555

RESUMEN

O presente trabalho relata o impacto social e o papel do cirurgião--dentista nas ações do Projeto Pró-Riso por meio de análise descritiva das ações. O projeto Pró-Riso é uma iniciativa voluntária, sem fins políticos, religiosos ou lucrativos, que leva atendimento odontológico, assistência médica e educação em saúde a comunidades em vulnerabilidade social. Foi realizada a análise dos prontuários dos pacientes atendidos pelo projeto em 2019. As ações ocorreram nas comunidades do Pilarzinho e Caximba (Bairros do município de Curitiba) e Amparo (comunidade isolada em Área de Proteção Ambiental no município litorâneo de Paranaguá), locais de elevada prevalência de doenças bucais. Tal situação reflete uma importante questão de Saúde Pública para o país. Os resultados mostram que foram atendidos 260 pacientes, com diversas necessidades de tratamento bucal. Destes, 63% tiveram seus tratamentos concluídos nas ações. Ressalta-se, assim, a importância de trabalhos sociais que proporcionem melhor qualidade de vida e saúde a comunidades em vulnerabilidade social. (AU)


This paper reports the social impact and role of the dentist in the actions of the Pró-Riso Project through descriptive actions analysis. The Pró-Riso project is a voluntary, non-political, religious or for profit initiative that takes dental care, medical assistance and health education to communities in social vulnerability. An analysis of the medical patients records assisted by the project in 2019 was carried out. The actions took place in the communities of Pilarzinho and Caximba (Curitiba Municipality neighborhoods) and Amparo (isolated community in an Environmental Protection Area in the coastal municipality of Paranaguá), places of high prevalence of oral diseases. This situation reflects an important Public Health issue for the country. The results show that 260 patients were treated, with different needs for oral treatment. Of these, 63% had their treatments completed in the actions. Thus, the importance of social work that provides better health life quality to communities in social vulnerability is highlighted. (AU)


Asunto(s)
Humanos , Servicio Social , Voluntarios , Salud Bucal , Atención Odontológica Integral , Odontólogos , Calidad de Vida , Educación en Salud , Vulnerabilidad Social , Necesidades y Demandas de Servicios de Salud
16.
Rev. enferm. UFPE on line ; 15(2): [1-17], jul. 2021. ilus, tab, graf
Artículo en Portugués | BDENF - Enfermería | ID: biblio-1283404

RESUMEN

Objetivo: Abordar, frente à literatura, a vulnerabilidade do trabalhador rural em tempos de pandemia da COVID-19. Método: trata-se de uma análise qualitativa, através de revisão integrativa realizada no período de maio de 2020, a partir da seguinte questão norteadora: "Quão vulneráveis estão os trabalhadores rurais em tempos de pandemia?". A pesquisa foi realizada nas bases de dados Literatura Latino-americana e do Caribe em Ciências da Saúde (LILACS), Medical Literature Analysis and Retrieval System Online (MEDLINE) e Scientific Electronic Library Online (SciELO). Resultados: foram encontrados 129 artigos, mas apenas oito foram pertinentes ao estudo. Um dos setores mais afetados com o distanciamento social foi a agricultura familiar, assim como o setor pesqueiro. Conclusão: o distanciamento social é uma medida de saúde pública indispensável, mas afeta os determinantes e condicionantes de saúde atrelados aos pequenos agricultores, pescadores e marisqueiros, uma vez que ocorre drástica redução ou nulidade de obtenção de renda das famílias. Portanto, são necessárias políticas públicas de assistência para essa população.(AU)


Objective: To approach the content in the literature regarding the vulnerability of rural workers in times ofthe COVID-19 pandemic. Method: This qualitative analysis was developed as an integrative review carried outin May 2020, based on the following research question: "How vulnerable are rural workers in times ofthe pandemic?". We searched the databases ofthe Latin American and Caribbean Health Sciences Literature (LILACS), Medical Literature Analysis and Retrieval System Online (MEDLINE), and Scientific Electronic Library Online (SciELO). Results: We found 129 articles, but only eight were relevant to the study. Family farming, along with fishing, was one ofthe most affected sectors by social distancing. Conclusion: Social distancing is an indispensable public health measure. However, it affects the health determinants and conditioning factors related to small-scale farmers, fishers, and shellfishers, as their family income is drastically reduced or altogether lost. Therefore, there is a need for public policies to aid this population.(AU)


Objetivo: abordarla vulnerabilidad de los trabajadores rurales en tiempos de la pandemia COVID-19 en la literatura. Método: se trata de un análisis cualitativo, a través de una revisión integradora realizada en el período de mayo de 2020, a partir de la siguiente pregunta orientadora: "¿Hubo un aumento de la vulnerabilidad de los trabajadores rurales en tiempos de pandemia" ?. La búsqueda se realizó en las bases de datos Medical Literature Analysis and Retrieval System Online (MEDLINE) y Scientific Electronic Library Online (SciELO). Resultados: se encontraron catorce artículos, pero solo cuatro fueron relevantes para el estudio. Uno de los sectores más afectados por el distanciamiento socialfue la agricultura familiar, así como el sector pesquero. Conclusión: el distanciamiento social es una medida de salud pública indispensable, pero afecta los determinantes y condiciones de salud vinculados a los pequeños agricultores, pescadores y marisqueros, ya que existe una drástica reducción o nulidad en la obtención de ingresos para las familias, requiriendo de políticas públicas asistenciales para esa población.(AU)


Asunto(s)
Humanos , Masculino , Femenino , Trabajadores Rurales , Salud Rural , Vulnerabilidad Social , Vulnerabilidad en Salud , Agricultores , COVID-19 , MEDLINE , Investigación Cualitativa , LILACS
17.
Washington, D.C.; OPS; 2021-06-18. (OPAS/IMS/FPL/COVID-19/21-0011).
en Portugués | PAHO-IRIS | ID: phr-54331

RESUMEN

Este documento aborda as consequências sociais, econômicas e referentes à saúde, das medidas adotadas para controlar a pandemia relacionadas ao fechamento das escolas, bem como os elementos que devem ser considerados para na reabertura e fechamento, com foco nas crianças e adolescentes em situação de vulnerabilidade. Fornece ainda considerações adicionais para que os planos de reabertura das escolas incluam medidas especialmente formuladas para beneficiar as crianças e os adolescentes com maior risco de terem resultados desfavoráveis em relação à educação e à saúde devido ao impacto negativo direto e indireto da pandemia de COVID-19.


Asunto(s)
COVID-19 , Coronavirus , Infecciones por Coronavirus , Betacoronavirus , Promoción de la Salud , Determinantes Sociales de la Salud , Salud Pública , Vulnerabilidad Social , Instituciones Académicas , Pandemias
18.
Artículo en Español | PAHO-IRIS | ID: phr-53849

RESUMEN

[RESUMEN]. La provisión de información oportuna, clara y correcta constituye una importante estrategia de control del pánico y de contención de un brote pandémico; sin embargo, al no ser una de las tareas prioritarias, da lugar a otro de los enemigos letales, que hoy en día enmarca otra crisis dentro de la pandemia por SARS-CoV-2 como lo es la infodemia, cuyas consecuencias han afectado a toda la población a nivel mundial, vulnerando especialmente a un grupo del que poco se habla, y que constituye nuestra población de estudio, los niños. En este artículo se propone un análisis reflexivo que desmitifique falsos constructos acerca del bajo impacto de la pandemia por COVID-19, a través de una descripción cronológica de los diferentes eventos alrededor de la población infantil, que fueron construyendo los pilares de la infodemia en esta población, planteando tres momentos: el primero, al inicio de la pandemia, con una invisibilización de los niños ante el virus; el segundo momento de estigma bajo la figura de “super contagiadores” y el tercer momento donde se evidencia la crisis consecuencia del fracaso en la comunicación de información en este grupo poblacional. El mundo se enfrenta a la pandemia y además a la necesidad actual de una justicia comunicativa, que incluya a los niños como grupo primario de atención. Con un abordaje desde la determinación social, se plantea una nueva normalidad que incluya el empoderamiento de los niños con información real y clara para combatir, desde su corta edad, el virus de la infodemia.


[ABSTRACT]. The provision of timely, clear, correct information is an important strategy for controlling panic and containing a pandemic outbreak. However, as this task has not been prioritized in the context of the SARS-CoV-2 pandemic, a new lethal enemy has emerged that now poses another crisis, namely, the "infodemic", with consequences that have affected the entire population worldwide. In particular, it has increased the vulnerability of a group that is not often discussed: children, who constitute our study population. This article provides an analysis aimed at demystifying false constructs about the low impact of the COVID-19 pandemic on the child population. It gives a chronological description of the different events that were the building blocks of the infodemic, affecting this population in three phases: first, at the onset of the pandemic, when its effects on children were ignored altogether; second, when children were stigmatized as "superspreaders"; and third, when the crisis resulting from a failure to transmit information to this population group became evident. The world is facing both the pandemic and a pressing need for communicative justice, which includes children as a primary target group. Taking a social determinants approach, this article proposes a new normal that includes using accurate and clear information to empower children to combat the infodemic virus from an early age.


[RESUMO]. Fornecer informações claras, corretas e oportunas constitui uma importante estratégia para controlar o pânico e conter uma pandemia. Porém, por não ser prioritário, dá origem a mais um inimigo mortal que atualmente configura outra crise dentro da pandemia de SARS-CoV-2, a infodemia. A infodemia tem consequências que repercutem em toda a população mundial, prejudicando sobretudo um grupo pouco falado e que é a nossa população de estudo: as crianças. Este artigo propõe uma análise reflexiva para desmitificar falsos constructos sobre o baixo impacto da pandemia de COVID-19, com a descrição cronológica dos diferentes eventos ocorridos que foram edificando os pilares da infodemia na população infantil. São considerados três momentos: o primeiro, no início da pandemia, com a invisibilização das crianças diante do vírus; o segundo, a estigmatização das crianças como “supertransmissores”; e o terceiro momento em que se evidencia a crise decorrente da falha em comunicar informações sobre este grupo populacional. O mundo enfrenta a pandemia e também uma necessidade atual de justiça comunicativa que englobe as crianças como grupo primário de atenção. Com uma abordagem de uma perspectiva de determinação social, propõe-se uma nova normalidade que inclua o empoderamento infantil com a divulgação de fatos claros para combater, desde a tenra idade, o vírus da infodemia.


Asunto(s)
Infecciones por Coronavirus , COVID-19 , Betacoronavirus , Salud del Niño , Vulnerabilidad Social , Salud Mental , Comunicación , Información , Gestión de la Información , Infecciones por Coronavirus , Salud del Niño , Vulnerabilidad Social , Salud Mental , Comunicación , Información , Gestión de la Información , Infecciones por Coronavirus , Salud del Niño , Vulnerabilidad Social , Salud Mental , Comunicación , Información , Gestión de la Información
19.
Multimedia | Recursos Multimedia | ID: multimedia-8777

RESUMEN

Cities were at the epicentre of the COVID-19 outbreak and have mounted a remarkable response. Urban centres now face the challenge of vaccine distribution. Speakers will highlight their response to the pandemic, steps to ensure equitable vaccine distribution and recovery, and how their policies can serve as models for governments and regions worldwide.


Asunto(s)
Infecciones por Coronavirus/prevención & control , Neumonía Viral/prevención & control , Pandemias/prevención & control , Programas de Inmunización/organización & administración , Vacunas Virales/provisión & distribución , Betacoronavirus/inmunología , Infecciones por Coronavirus/epidemiología , Neumonía Viral/epidemiología , Monitoreo Epidemiológico , Sistemas Locales de Salud/organización & administración , Acceso a Medicamentos Esenciales y Tecnologías Sanitarias , Equidad en Salud , Salud Urbana , Vulnerabilidad Social , Grupos de Riesgo , Comunicación en Salud
20.
Multimedia | Recursos Multimedia | ID: multimedia-8702

RESUMEN

O Governador João Doria anunciou nesta quarta-feira (7) a ampliação da campanha de vacinação contra COVID-19 para idosos com idade entre 65 e 67 anos ainda em abril. O novo grupo totaliza 1,11 milhão de pessoas. O avanço da campanha depende da chegada das vacinas da Fiocruz ainda nesta semana para êxito no cronograma definido pelo PEI (Plano Estadual de Imunização). O objetivo é iniciar a vacinação de pessoas de 67 anos (350 mil pessoas) no próximo dia 14. Uma semana depois, no dia 21, outras 760 mil pessoas com 65 e 66 anos poderão receber a primeira dose. “Tenho visitado postos de vacinação pela manhã, logo na abertura, e a cada vez fico mais sensibilizado ao ver pessoas de mais idade sendo vacinadas, felizes e alegres. São pessoas que querem viver e estar protegidas com a vacina”, afirmou o Governador. “Agora a vacinação está avançando para as pessoas de 65, 66 e 67 anos e vamos continuar impulsionando o máximo possível, com a vacina do Butantan e outras que puderem ser adquiridas pelo Ministério da Saúde”, reforçou Doria. Nesta quarta, São Paulo ultrapassou a marca de 7 milhões de doses já aplicadas na população do estado. Às 12h45, o Vacinômetro marcou 7.026.192 doses, somando 5.157.980 de primeira dose e 1.868.212 da segunda, o que significa que mais de 1,8 milhão de pessoas já estão com o esquema vacinal completo. Os resultados incluem novos públicos integrados à campanha em abril: os idosos de 68 anos, desde o dia 2, além dos profissionais das forças de segurança que atuam em São Paulo e começaram a ser vacinados na última segunda (5). Na próxima segunda (12), o cronograma inclui os trabalhadores da educação básica de escolas públicas e privadas a partir de 47 anos. ”Como disse o Governador, é a vacinação chegando ao braço de quem realmente precisa e da população mais vulnerável à doença”, declarou a Coordenadora Geral do Programa Estadual e Imunização, Regiane de Paula. Todas as pessoas que integram os públicos da campanha podem acessar o site Vacina Já (vacinaja.sp.gov.br) para confirmar o pré-cadastro. O preenchimento do formulário leva de um a três minutos e economiza até 90% do tempo de atendimento nos postos de vacinação. O pré-cadastro não é obrigatório, mas facilita o trabalho dos profissionais da saúde e beneficia a população atendida. Na manhã desta quarta, Doria participou da entrega de mais 1 milhão de doses da vacina do Instituto Butantan contra o coronavírus para o Brasil, totalizando 38,2 milhões fornecidas ao PNI (Programa Nacional de Imunizações). A cada dez vacinas utilizadas no país, pelo menos oito são do Butantan. O montante já distribuído representa 83% das 46 milhões de doses contratadas pelo Ministério da Saúde até o final de abril. O Butantan trabalha para entregar outras 54 milhões de doses até o dia 30 de agosto, totalizando 100 milhões de vacinas.


Asunto(s)
Betacoronavirus/inmunología , Infecciones por Coronavirus/prevención & control , Neumonía Viral/prevención & control , Programas de Inmunización/organización & administración , Vacunas Virales/provisión & distribución , Pandemias/prevención & control , Monitoreo Epidemiológico , Grupos de Riesgo , Capacidad de Camas en Hospitales/estadística & datos numéricos , Unidades de Cuidados Intensivos/estadística & datos numéricos , Programas Sociales/políticas , Sistemas Locales de Salud/organización & administración , Oxígeno/provisión & distribución , Vulnerabilidad Social
SELECCIÓN DE REFERENCIAS
DETALLE DE LA BÚSQUEDA
...