Your browser doesn't support javascript.
loading
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 20 de 566
Filtrar
2.
Hansen. int ; 44(único): 1-14, 2019. ilus, tab
Artigo em Português | LILACS, Sec. Est. Saúde SP, CONASS, HANSEN, SESSP-ILSLPROD, Sec. Est. Saúde SP, SESSP-ILSLACERVO, Sec. Est. Saúde SP | ID: biblio-1224203

RESUMO

A hanseníase afeta os nervos periféri-cos e a pele levando a ocorrência de incapacidades na ausência de tratamento específico oportuno. Portanto, parâmetros sorológicos são necessários para intervenções terapêuticas precoces. A detecção de anticorpos contra o glicolipídio fenólico I (PGL-I) é amplamente empregada no diagnóstico e classificação clínica, enquanto a proteína Leprosy IDRI Diagnostic (LID)-1 foi desenhada com a intenção de melhorar o diagnóstico de pacien-tes paucibacilares. Posteriormente, este antígeno foi conjugado com o na-tural dissacarídeo ligado ao radical oc-til (ND-O) do PGL-I, originando o NDO--LID, para aumentar sua sensibilidade. Nesta revisão, avaliamos 16 estudos, comparando a performance desses três antígenos (PGL-I, LID-1 e NDO--LID) para diagnóstico da hanseníase e avaliação de contatos domiciliares. Verificamos grande variação quanto às populações envolvidas, tamanho das amostras, classificação clínica dos pacientes e metodologia utilizada, dificultando a comparação. Entre os pacientes multibacilares, a positividade anti-PGL-I variou de 54,0 a 96,0%, en-quanto para LID-1 foi de 47,4 a 94,8% e para NDO-LID apresentou níveis de 60,0 a 98,9%. Nos pacientes paucibacilares, a positividade variou de 6,4 a 52,9% quando PGL-I foi utilizado, 4,0 a 60% contra LID-1 e 16,0 a 63,6% frente ao NDO-LID. Para os contatos domiciliares, as respostas anti-PGL-I, LID-1 e NDO-LID foram 13,2%, 21,7% e 22,9%, respectivamente. O antígeno NDO-LID apresentou maior sensibilidade na maioria dos estudos refletindo seu potencial como ferramenta para o diagnóstico da hanseníase, principalmente em pacientes MB, entretanto, o reconhecimento desse antígeno por contatos domiciliares saudáveis reforça o valor da avaliação clínica para o diagnóstico da hanseníase.(au)


Leprosy affects skin and peripheral nerves bringing several disabilities in absence of specific treatment. So that, effective diagnostic tools are required for early therapeutic interventions. Detection of antibodies against phenolic glycolipid I (PGL-I) is widely employed in the diagnosis and clinical classification while the leprosy IDRI diagnostic (LID-1) protein was designed to improve the diagnosis of paucibacillary patients. More recently, this synthetic antigen was conjugated with the natural octyl disaccharide (ND-O) of PGL-I, originating the NDO-LID in order to increase its sensitivity. Here, we evaluate 16 studies, comparing the performance of these three antigens (PGL-I, LID-1 and NDO-LID) for leprosy diagnosis and evaluation of the household contacts. We verified among the different studies high variation regarding to population involved, sample size, clinical classification of patients and methodology used, making difficult the comparison. Among multibacillary patients, anti-PGL-I positivity ranged from 54.0 to 96.0%, while for LID-1 it was between 47.4 to 94.8% and for NDO-LID presented levels from 60 to 98.9%. In paucibacillary patients, responsiveness ranged from 6.4 to 52.9% when PGL-I was used, 4.0 to 60% against LID-1 and 16.0 to 63.6% if NDO-LID was employed. For household contacts, the responseanti-PGL-I, LID-1 and NDO-LID was13.2%, 21.7% and 22.9%, respectively.NDO-LID antigen showed higher sensitivity in most studies reflecting its potential as tool for leprosy diagnosis, mainly of MB patients, however, the recognition of this antigen by healthy household contact reinforces the value of the clinical evaluation to leprosy diagnosis.(au)


Assuntos
Hanseníase/diagnóstico , Testes Sorológicos , Busca de Comunicante , Antígenos
3.
Hansen. int ; 43(único): 2362, 2018.
Artigo em Inglês, Português | LILACS, Sec. Est. Saúde SP, HANSEN, SESSP-ILSLPROD, Sec. Est. Saúde SP, SESSP-ILSLACERVO, Sec. Est. Saúde SP | ID: biblio-1145827
4.
Hansen. int ; 43(único): 2364, 2018. ilus, tab
Artigo em Português | LILACS, Sec. Est. Saúde SP, HANSEN, SESSP-ILSLPROD, Sec. Est. Saúde SP, SESSP-ILSLACERVO, Sec. Est. Saúde SP | ID: biblio-1145834

RESUMO

Palmas é a capital mais hiperendêmica para hanseníase no Brasil, com transmissão ativa e persistência de focos de transmissão. O objetivo do estudo foi descrever o perfil clínico e epidemiológico da hanseníase em menores de 15 anos avaliados pelo Protocolo Complementar de Investigação Diagnóstico para menores de 15 anos de idade (PCID < 15 anos) em Palmas, Tocantins. Realizou-se um estudo descritivo dos casos diagnosticados e avaliados pelo PCID < 15 anos entre 2016 e 2017. Foram avaliados 71 casos pelo protocolo. Desses, 83,10% tinham nervos acometidos, 92,96% multibacilares, 38,03% com grau 1 ou 2 de incapacidade. O escore OMP variou entre 1 e 6 em 22,54% dos casos. O tempo de aparecimento dos sinais e sintomas foi de 6 meses a 1 ano em 35,21% dos casos. 73,24% tinham pessoas com problema de pele na família; 87,32% tinham pessoas com hanseníase na família. Entre 1 e 26 lesões/manchas de pele foi constatada em 88,73% com perda de sensibilidade. A presença de 1 ou 2 cicatrizes de BCG foi registrada em 90,14% dos casos. A busca dos contatos de casos confirmados e a avaliação em tempo oportuno é crucial para o diagnóstico precoce da hanseníase em crianças e adolescentes, pois só assim será possível diminuir as fontes de infecção, interromper a cadeia de transmissão, prevenir incapacidades físicas, psicológicas e sociais(AU).


Palmas is the most hyperendemic capital for leprosy in Brazil, with active transmission and persistence of transmission focus. The objective of this study was to describe the clinical and epidemiological profile of leprosy in children younger than 15 years evaluated by Complementary Diagnostic Investigation Protocol for children under 15 years of age (PCID<15 years) in Palmas, Tocantins. A descriptive study of the cases diagnosed and evaluated by PCID <15 years between 2016 and 2017 was carried out. A total of 71 cases were evaluated by protocol. Of these, 83.10% had affected nerves, 92.96% multibacillary, 38.03% with degree 1 or 2 of disability. The OMP score ranged from 1 to 6 in 22.54% of the cases. The time of onset of the signs and symptoms was from 6 months to 1 year in 35.21% of the cases. 73.24% had people with skin problems in the family; 87.32% people with leprosy in the family. Between 1 and 26 lesions / skin patches were observed in 88.73% with loss of sensitivity. The presence of 1 or 2 BCG scars was recorded in 90.14% of the cases. The search for confirmed case contacts and timely evaluation is crucial for the early diagnosis of leprosy in children and adolescents, since only then it will be possible to reduce the sources of infection, interrupt the transmission chain, prevent physical, psychological and social disabilities(AU).


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Criança , Adolescente , Hanseníase/diagnóstico , Hanseníase/epidemiologia , Brasil/epidemiologia
5.
Hansen. int ; 43(único): 2365, 2018. tab
Artigo em Português | LILACS, Sec. Est. Saúde SP, HANSEN, SESSP-ILSLPROD, Sec. Est. Saúde SP, SESSP-ILSLACERVO, Sec. Est. Saúde SP | ID: biblio-1145838

RESUMO

A hanseníase é uma doença infectocontagiosa que persiste como problema de saúde pública. Este estudo objetiva identificar manifestações clínicas, sorológicas e fatores de risco de adoecimento em contatos de hanseníase menores de 15 anos, residentes em área endêmica. Trata-se de um estudo descritivo transversal com abordagem quantitativa. Foram realizadas avaliações dermatoneurológicas e sorológicas em contatos intradomiciliares de hanseníase menores de quinze anos. As características sociodemográficas dos 15 participantes, mostraram que a maioria pertence ao sexo feminino (66,67%), as faixas etárias predominantes foram de 7 a 9 e 10 a 12 anos, ambas com percentual de 46,67%. A renda familiar predominante foi de mais de 3 salários mínimos (40%). O resultado do exame dermatoneurológico mostrou que 13,33% dos contatos apresentaram manchas sugestivas de hanseníase e em 6,67% foi identificado espessamento de nervo periférico. Em todas as situações vacinais dos menores avaliados, os níveis de anticorpos anti-PGL-1 apresentam densidade óptica bem abaixo dos pontos de corte 0.2 e 0.13. As avaliações dermatoneurológicas apresentaram poucas alterações. Neste estudo não foram identificados casos novos de hanseníase, contudo, seu desenvolvimento promoveu como benefício a educação em saúde a toda a população participante, além do encaminhamento adequado para imunoprofilaxia. O estudo enfatiza a relevância e a necessidade da avaliação dos comunicantes de hanseníase, sobretudo os menores de quinze anos, devido sua importância epidemiológica e a relação direta com o controle da patologia(AU).


Leprosy is an infectious disease that persists as a public health problem. This study aims to identify clinical, serological manifestations and risk factors for illness in leprosy contacts younger than 15 years old, living in an endemic area. This is a cross-sectional descriptive study with a quantitative approach. Dermatoneurological and serological evaluations were carried out in household contacts of leprosy under the age of fifteen. The sociodemographic characteristics of the 15 participants showed that the majority belong to the female sex (66.67%), the predominant age groups were 7 to 9 and 10 to 12 years, both with a percentage of 46.67%. The predominant family income was more than 3 minimum wages (40%). The result of the dermatoneurological examination showed that 13.33% of the contacts had spots suggestive of leprosy and in 6.67% a thickening of the peripheral nerve was identified. In all vaccine situations of the children evaluated, the levels of antiPGL-1 antibodies show an optical density well below the cutoff points 0.2 and 0.13. Dermatoneurological evaluations showed few changes. In this study, no new cases of leprosy were identified, however, its development promoted health education to the entire participating population as a benefit, in addition to adequate referral for immunoprophylaxis. The study emphasizes the relevance and the need to assess leprosy communicants, especially those under the age of fifteen, due to its epidemiological importance and the direct relationship with the control of pathology(AU).


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Criança , Adolescente , Fatores de Risco , Hanseníase/diagnóstico , Hanseníase/epidemiologia , Brasil/epidemiologia , Testes Sorológicos
6.
Hansen. int ; 43(único): 2366, 2018. tab
Artigo em Português | LILACS, Sec. Est. Saúde SP, HANSEN, SESSP-ILSLPROD, Sec. Est. Saúde SP, SESSP-ILSLACERVO, Sec. Est. Saúde SP | ID: biblio-1146536

RESUMO

Introdução: A Hanseníase (Doença de Hansen) é uma doença infectocontagiosa, que apresenta tropismo pela pele e nervos periféricos, cujo diagnóstico tardio pode causar sequelas físicas e emocionais. A Hanseníase em crianças é considerada um dos principais indicadores da tendência da doença e sugere intensa circulação do Mycobacterium leprae. Métodos: Um estudo retrospectivo, observacional e analítico foi conduzido com dezoito crianças diagnosticadas e tratadas no Ambulatório de Dermatologia Sanitária de Porto Alegre, Brasil. As informações clínicas e sociodemográficas foram obtidas através do Sistema de Informação de Agravos de Notificação (SINAN). Resultados: Durante o período de 2007-2017, 478 indivíduos foram diagnosticados como novos casos de Hanseníase em nosso Serviço; dentre esses, 18 (3,76%) eram crianças menores de 15 anos de idade, e sete foram diagnosticadas somente no ano de 2017. Dentre as 18 crianças, 15 (83,3%) eram multibacilares, e somente uma apresentou grau 2 de incapacidade. Aproximadamente 11% da amostra desenvolveram reações hansênicas durante o período de acompanhamento; 61,1% tinham entre 10 e 14 anos de idade. Contatos domiciliares foram identificados em 77,8% dos pacientes. Conclusão: Este estudo mostra que, apesar da situação endêmica ser menos preocupante no Sul do Brasil em relação às demais regiões brasileiras, o aumento da incidência de casos de Hanseníase em 2017 em indivíduos menores de 15 anos pode indicar uma mudança na tendência da doença e do indicador de detecção de casos novos da Hanseníase no Rio Grande do Sul, Brasil(AU).


Setting: Leprosy (Hansen's disease) is an infectious and contagious disease, which presents tropism on the skin and peripheral nerves, and its late diagnosis can lead to serious physical and emotional disabilities. Leprosy in children is considered one of the main indicators of the disease trend and suggests intense circulation of Mycobacterium leprae. Methods: A retrospective, observational and analytical study was conducted of 18 children, diagnosed as new cases of Leprosy and registered for treatment at the Ambulatory of Sanitary Dermatology, Porto Alegre, Brazil. The medical and socio-demographic details were obtained from the Information System for Notificable Diseases. Results: During 2007-2017, 478 people were diagnosed as new active cases of Leprosy at our referral center; among the registered patients, 18 (3,76%) were children aged under 15 years, of whom 15 (83,3%) were diagnosed with multibacillary disease and just one was reported with grade 2 of disability (G2D). Between new cases under 15 years of age, seven were detected in 2017. Nearly 11% of the sample developed reactions during the follow-up period; 61,1% were between 10 to 14 years old. Household contacts were identified in 77,7% of the patients. Conclusion: This study shows that despite the more favourable situation in the South of Brazil, the increase in Leprosy incidence in 2017 in individuals under 15 years may reveal a change in the trend of the disease and in the detection of the new cases of the Hansen's disease in Rio Grande do Sul, Brazil(AU).


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Pré-Escolar , Criança , Adolescente , Hanseníase/diagnóstico , Hanseníase/epidemiologia , Brasil/epidemiologia , Estudos Retrospectivos
7.
Hansen. int ; 43(único): 2367, 2018. ilus
Artigo em Inglês | LILACS, Sec. Est. Saúde SP, HANSEN, SESSP-ILSLPROD, Sec. Est. Saúde SP, SESSP-ILSLACERVO, Sec. Est. Saúde SP | ID: biblio-1148514

RESUMO

From December 1999 to May 2015, five patients with nerve tumors were sent to Lauro de Souza Lima Institute. It was suspected that they suffered from primary neural leprosy towards the tuberculoid clinical form, a prevalence of 4.5:10000 among the new patients assessed during the study period. All of the patients had similar clinical conditions characterized by mononeuropathy with nerve tumor associated with pain, absence of skin lesions and positive Mitsuda reaction. The authors report the main clinical characteristics and complementary tests: immunologic investigation of Mitsuda's reaction and the antigen Phenolic GlicoLipid-1 test (PGL-1), bacilloscopic index, neurophysiologic study and image procedures. All patients were submitted to tumor resection and anatomopathological study. Four out of the five patients were diagnosed with peripheral nerve tumor (one of them with malignant schwannoma, two of them with benign schwannomas and the other with neural fibrolipoma), whereas the fifth patient was diagnosed with tuberculoid leprosy.


No período de dezembro de 1999 a maio de 2015, foram encaminhados ao Instituto Lauro de Souza Lima (ILSL) cinco pacientes com tumoração em nervos suspeitos de hanseníase neural primária (HPN) da forma clinica tuberculoide, uma prevalência de 4,5/10000 entre os casos novos atendidos nesse período. Todos os pacientes apresentavam quadro clínico semelhante caracterizado por mononeuropatia com tumoração do nervo associada à dor, ausência de lesões de pele e reação de Mitsuda positiva. Os autores relatam as principais características clinicas e os exames complementares: investigação imunológica da reação de Mitsuda e o teste do antigeno Glicolipídeo-Fenólico-1, índice baciloscópico, avaliação neurofisiológica e estudos de imagem. Todos os pacientes foram submetidos a ressecção cirúrgica do tumor e estudo anatomopatológico. Dentre os cinco pacientes, quatro foram diagnosticados como tumor de nervo periférico (um Schwannoma maligno, dois Schwannomas benignos e um fibrolipoma neural) e um como hanseníase tuberculoide.


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Adolescente , Adulto , Pessoa de Meia-Idade , Neoplasias do Sistema Nervoso Periférico/diagnóstico , Hanseníase Tuberculoide/diagnóstico , Neurilemoma , Diagnóstico Diferencial
8.
Hansen. int ; 42(1-2): 37-42, 2017. ilus
Artigo em Português | LILACS, Sec. Est. Saúde SP, CONASS, HANSEN, SESSP-ILSLPROD, Sec. Est. Saúde SP, SESSP-ILSLACERVO, Sec. Est. Saúde SP | ID: biblio-1150393

RESUMO

Hanseníase é doença infectocontagiosa de grande relevância para o Brasil. País que juntamente com a Índia e a Indonésia, notificam 81% dos novos casos mundialmente. Provocam desde lesões em pele até graves lesões em olhos, nervos periféricos, endotélio vascular, ossos e articulações, implicando em importantes sequelas e consequências psicossociais. O diagnóstico precoce dos casos interrompe a cadeia epidemiológica de transmissão da doença e diminui consideravelmente o risco de incapacidade. Relataremos 2 casos de hanseníase em fases avançadas, incapacitantes e transmissíveis, cujo estigma das deformidades, levou ao autoisolamento retardando a procura por diagnóstico(AU).


Leprosy is an infectious contagious disease of great relevance to Brazil, which together with India and Indonesia, report 81% of new cases worldwide. They cause from skin lesions to severe lesions in eyes, peripheral nerves, vascular endothelium, bones, and joints, implying important sequelae and psychosocial consequences. Early diagnosis of cases interrupts the epidemiological transmission chain of the disease and decreases considerably the risk of incapacity. We will report two cases of leprosy in advanced stages, incapacitating and transmissible, whose stigma of deformities led to self-isolation, delaying the search for diagnosis(AU).


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Adulto , Idoso , Diagnóstico Tardio , Hanseníase/complicações , Hanseníase/diagnóstico , Traumatismos dos Nervos Periféricos , Hanseníase/transmissão
9.
Hansen. int ; 42(1-2): 28-36, 2017.
Artigo em Português | LILACS, Sec. Est. Saúde SP, CONASS, HANSEN, SESSP-ILSLPROD, Sec. Est. Saúde SP, SESSP-ILSLACERVO, Sec. Est. Saúde SP | ID: biblio-1150318

RESUMO

A hanseníase é uma doença infecto contagiosa que provoca alterações neurológicas e dermatológicas que modificam de maneira significativa a vida do paciente, além disso, também geram muitas repercussões psicossociais. Com isso, o objetivo dessa pesquisa foi analisar a atuação da Fisioterapia na prevenção, tratamento e reabilitação do paciente com hanseníase. Trata-se de um estudo realizado na Unidade de Referência Especializada em Dermatologia Sanitária Dr. Marcelo Cândia, localizada na região metropolitana de Belém, tendo como público -alvo os usuários atendidos pela instituição que estavam em acompanhamento fisioterápico, assim como os fisioterapeutas que atuavam na instituição. Notou-se que a humanização em saúde, no contexto da hanseníase, demanda uma atitude ética transversal e não mais unidirecional, considerando a necessidade de interação entre os diversos atores envolvidos no processo terapêutico(AU).


Leprosy is a contagious infectious disease that causes neurological and dermatological changes that significantly modify the patient's life. In addition, they also generate many psychosocial repercussions. Thus, the objective of this research was to analyze the role of Physiotherapy in the prevention, treatment and rehabilitation of patients with leprosy. This is a study conducted at the Specialized Reference Unit in Sanitary Dermatology Dr. Marcelo Cândia, located in the metropolitan region of Belém, targeting users served by the institution who were undergoing physical therapy, as well as physiotherapists who worked at institution. It was noted that humanization in health, in the context of leprosy, demands a transversal and no longer unidirectional ethical attitude, considering the need for interaction between the various actors involved in the therapeutic process(AU).


Assuntos
Modalidades de Fisioterapia , Humanização da Assistência , Hanseníase/reabilitação , Impacto Psicossocial , Fisioterapeutas , Hanseníase/prevenção & controle , Hanseníase/terapia
10.
Hansen. int ; 42(1-2): 19-27, 2017. tab
Artigo em Português | LILACS, Sec. Est. Saúde SP, CONASS, HANSEN, SESSP-ILSLPROD, Sec. Est. Saúde SP, SESSP-ILSLACERVO, Sec. Est. Saúde SP | ID: biblio-1150307

RESUMO

Esse estudo tem por objetivo avaliar a capacidade funcional da mão das pessoas atingidas pela hanseníase na realização das atividades básicas e instrumentais da vida diária. A amostra foi constituída por 50 pacientes, maiores de 18 anos, que estavam sendo acompanhados no ambulatório do Instituto Lauro de Souza Lima. Para avaliação das características sociodemográficas e clínicas foi elaborado um questionário próprio. As dificuldades manuais para realizar atividades nas áreas de vestuário, alimentação, higiene pessoal, cuidados com a casa, escrita e outros foram avaliados por meio da Avaliação Funcional das Mãos em Hanseníase. Os resultados demonstram que em todas as atividades houve algum grau de dificuldade, porém, a maioria dos pacientes as realiza com independência. As atividades consideradas mais difíceis de serem executadas pelos pacientes com garra ulnar foram: pegar objetos pequenos em superfície plana, abrir/fechar fecho de corrente e cortar unhas. Na população de pacientes com garra ulnar/mediano foram: pegar objetos pequenos em superfície plana, abotoar/desabotoar, dar laço/ amarrar cadarço e abrir/fechar fecho de corrente. As atividades são realizadas com algum grau de dificuldade, porém, com independência pela maioria dos indivíduos que tem ou tiveram hanseníase e apresentam deformidades visíveis. Muitas dessas dificuldades podem ser minimizadas por meio de transferências tendinosas ou pela indicação, confecção e uso de tecnologia assistiva(AU).


This study aims to assess the functional capacity of the hand of people affected by leprosy in carrying out basic and instrumental activities of daily living. The sample consisted of 50 patients, aged over 18, who were being followed up at the outpatient clinic of the Instituto Lauro de Souza Lima. A questionnaire was developed to assess sociodemographic and clinical characteristics. Manual difficulties in carrying out activities in the areas of clothing, food, personal hygiene, home care, writing and others were assessed through the Functional Hand Assessment in Leprosy. The results show that in all activities there was some degree of difficulty, however, most patients perform them independently. The activities considered most difficult to be performed by patients with an ulnar claw were: picking up small objects on a flat surface, opening / closing the chain clasp and cutting nails. In the population of patients with an ulnar / median claw were: picking up small objects on a flat surface, buttoning / unbuttoning, looping / tying shoelaces and opening / closing chain fastening. The activities are performed with some degree of difficulty, however, independently by the majority of individuals who have or have had leprosy and have visible deformities. Many of these difficulties can be minimized by means of tendon transfers or by the indication, preparation and use of assistive technology(AU).


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Atividades Cotidianas , Pessoas com Deficiência/reabilitação , Hanseníase/reabilitação , Equipamentos de Autoajuda , Transferência Tendinosa , Nervo Ulnar/lesões , Traumatismos da Mão/reabilitação , Nervo Mediano/lesões
11.
Hansen. int ; 42(1-2): 12-18, 2017. tab
Artigo em Português | LILACS, Sec. Est. Saúde SP, CONASS, HANSEN, SESSP-ILSLPROD, Sec. Est. Saúde SP, SESSP-ILSLACERVO, Sec. Est. Saúde SP | ID: biblio-1150293

RESUMO

O estudo objetiva caracterizar o perfil sociodemográfico, clínico e epidemiológico da hanseníase em menores de quinze anos registrados em Mato Grosso, no período de 2001 a 2013, por meio de um estudo transversal. Houve uma incidência média de 22,7 casos por 100 mil habitantes no período. A maior proporção de entradas foi do sexo masculino (51,6%), da faixa etária de 10 a 14 anos (65%). Dentre as características clínicas, 67,3% foram classificados como paucibacilares e 45,8% com lesão única. Quanto ao modo de detecção, 46,2% das entradas foram por demanda espontânea. A hanseníase em menores de quinze anos foi hiperendêmica no estado(AU).


The study aims to characterize the socio-demographic, clinical and epidemiological profile of leprosy in individuals under fifteen years old registered in Mato Grosso, from 2001 to 2013, through a cross-sectional study. There was an average incidence of 22.7 cases per 100,000 inhabitants in the period. The highest proportion of inputs was male (51.6%), from 10 to 14 years old (65%). Among the clinical characteristics, 67.3% have been classified as paucibacillary and 45.8% with a single lesion. As for the detection mode, 46.2% of inputs were on spontaneous request. Leprosy in individuals under fifteen years oldwas hyperendemic in the state(AU).


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Lactente , Pré-Escolar , Criança , Adolescente , Hanseníase/epidemiologia , Fatores Socioeconômicos , Perfil de Saúde , Brasil/epidemiologia , Incidência , Estudos Transversais , Hanseníase/classificação
12.
Hansen. int ; 42(1-2): 2-11, 2017. ilus, tab
Artigo em Português | LILACS, Sec. Est. Saúde SP, CONASS, HANSEN, SESSP-ILSLPROD, Sec. Est. Saúde SP, SESSP-ILSLACERVO, Sec. Est. Saúde SP | ID: biblio-1150288

RESUMO

Modelo do estudo: estudo observacional transversal seriado descritivo de retro-análise comparativo multifásico. Objetivos do estudo: verificar características clínicas de casos de recidiva em hanseníase, identificados no momento da notificação. Metodologia: estudo realizado a partir da Unidade de Vigilância em Saúde (VISA) do Hospital e Maternidade Celso Pierro (HMCP), através da coleta de dados de 110 fichas de notificação / investigação de hanseníase do Sistema de Informação de Agravos de Notificação (SINAN) referentes a período de oito anos consecutivos, complementados com registros clínicos viáveis, em serviço médico-hospitalar universitário. Resultados descritivos, relativos às medidas de posição e variabilidade, apresentados sob forma tabular. Para os estudos das associações entre os atributos e as categorias de respostas, aplicação do teste de Goodman intra e inter proporções multinomiais. Todas as inferências estatísticas foram realizadas ao nível de 5% de significância. Resultados: apurou-se que, diante de casos novos para diagnóstico, são mais provavelmente não recidivantes aqueles detectados por encaminhamento que apresentam lesão única, um ou dois nervos afetados e sem incapacidades físicas. Já os recidivantes se classificam predominantemente como multibacilares, embora com baciloscopia negativa. Conclusões: Tais características divergem em alguns aspectos do encontrado na literatura técnica, cogitando-se como fatores explicativos possíveis a forma como são coletados e processados os dados do SINAN, o preparo dos médicos em detectar e a própria dificuldade do diagnóstico mediante a dinâmica das unidades básicas de saúde.


Type of study: comparative, observational, crosssectional, descriptive study. Objectives: to verify characteristics of leprosy relapsing cases; to clarify peculiarities of such people; to compare results with pertinent technical literature information; to try to understand respective convergences and divergences. Methods: study carried out on data from Health Surveillance Unit of Hospital and Maternity Celso Pierro, Campinas, Brazil, on 110 epidemiological notification information forms have been recorded from the National System on Diseases (SINAN) during eight consecutive years. Descriptive results, referring to position and variability measures are presented on table configuration. Associations have been searched by Goodman's tests intra and inter multinomial proportions. Results: it was observed that, in the diagnosis process, no relapse cases are more probably referred by other services, affected only by one lesion, with one or two nerves impaired and no physical disabilities. Otherwise, relapsed patients are classified as multibacillary, even if with negative bacilloscopy. Conclusions: such characteristics differ in some aspects in relation to what is mentioned on the literature. This can be explained by the way SINAN data are collected and processed, as well as by medical experience on detecting relapses and by operational difficulties presented in the Basic Health Units.


Assuntos
Humanos , Recidiva , Hanseníase/diagnóstico , Hanseníase/epidemiologia , Brasil/epidemiologia , Notificação de Doenças/estatística & dados numéricos , Vigilância em Saúde Pública , Sistemas de Informação em Saúde
13.
Hansen. int ; 42(1-2): 1-1, 2017.
Artigo em Português | LILACS, Sec. Est. Saúde SP, CONASS, HANSEN, SESSP-ILSLPROD, Sec. Est. Saúde SP, SESSP-ILSLACERVO, Sec. Est. Saúde SP | ID: biblio-1150283
15.
Hansen. int ; 41(1/2): 4-13, 2016. graf
Artigo em Português | LILACS, Sec. Est. Saúde SP, SESSP-ILSLPROD, Sec. Est. Saúde SP, SESSP-ILSLACERVO, Sec. Est. Saúde SP | ID: biblio-972891

RESUMO

OBJETIVO: Analisar a série histórica dos casos de hanseníase em menores de 15 anos em Alagoas, no período de 1995 a 2013. MATERIAIS E MÉTODOS: Trata-se de estudo descritivo com abordagem quantitativa, no qual foram utilizados dados secundários a partir do Sistema de Informação de Agravos de Notificação (SINAN). As análises foram trabalhadas através do programa estatístico Bioestat 5.0 e utilizado o Teste estatístico Qui-Quadrado. RESULTADOS: Foram notificados 534 casos de hanseníase em menores de 15 anos, sendo, a maioria do sexo feminino (53,74%). Os dados nos revelam que em 1995 o coeficiente de detecção da hanseníase em menores de 15 anos foi de 2,31 por 100.000/hab, ao comparar com o ano de 2003 foi encontrado um coeficiente de 4,1 por 100.000/hab, após este período pode ser visto oscilações na detecção dos casos, e em 2008 houve uma queda significativa para 2,0 por 100.000/hab. Ao relacionar o percentual das formas clínicas, mereceu destaque a forma tuberculóide com 35%. CONCLUSÕES: As crianças e adolescentes com hanseníase constituem um grupo significativo na cadeia epidemiológica, visto que, os contatos intradomiciliares representam um rol importante no desenvolvimento da doença.


OBJECTIVE: To analyze the historical series of leprosy or Hansen’s disease cases in children under 15 years of age in Alagoas, from 1995 to 2013. MATERIALS AND METHODS: This is a descriptive study with a quantitative approach, with secondary data from the Information System on Diseases of Compulsory Declaration (SINAN), which were processed in the BioEstat Program and applied the Chi-Square statistical test. RESULTS: 534 cases of leprosy were reported in children younger than 15 years of age, most of them female (53.74%). The data show that in the year of 1995, the coefficient of detection of leprosy in this age was 2,31 per 100.000/inhab, when comparing with 2003 a coefficient of 4,1 per 100,000/inhab was found. After this period, oscillations can occur in the cases detection, and in 2008 there was a significant drop to 2,0 per 100.000/inhab. When relating the percentage of clinical forms, the tuberculoid one stood out with 35%. CONCLUSIONS: Children and adolescents with leprosy are a significant group in the epidemiological chain, since household contacts play an important role in the disease development.


Assuntos
Masculino , Feminino , Humanos , Lactente , Pré-Escolar , Criança , Adolescente , Hanseníase/diagnóstico , Hanseníase/epidemiologia , Hanseníase/prevenção & controle , Brasil/epidemiologia , Busca de Comunicante , Diagnóstico Precoce , Sistemas de Informação em Saúde , Estudos de Séries Temporais
16.
Hansen. int ; 41(1/2): 14-24, 2016. ilus
Artigo em Português | LILACS, Sec. Est. Saúde SP, SESSP-ILSLPROD, Sec. Est. Saúde SP, SESSP-ILSLACERVO, Sec. Est. Saúde SP | ID: biblio-972892

RESUMO

O objetivo deste artigo é analisar o conhecimento teórico sobre hanseníase por estudantes universitários da área da saúde em município do Nordeste brasileiro. Os dados foram coletados por meio de questionários validados, aplicados por entrevistadores treinados. A população foi constituída por universitários do último período teórico dos cursos da área da saúde. Os dados foram analisados por meio de estatística descritiva e inferencial. Fixou-se erro tipo I em 5% (p<0,05) como estatisticamente significativo. No que se refere ao contato de alunos com pessoas que tem ou tiveram hanseníase hanseníase, o curso de medicina teve o maior percentual, com 18 discentes (90%); nos cursos de nutrição, odontologia e farmácia, os estudantes que nunca tiveram contato representaram 8 (100%), 15 (83,33%) e 19 (90,48%), respectivamente. Quando questionados quanto à cura da hanseníase, 18 alunos de enfermagem (94,74%) e 19 de medicina (95%) afirmaram ser possível. Contudo, no curso de enfermagem, 1 5,26%), odontologia, 3 (16,67%), farmácia, 3 (14,29%) e nutrição, 4 (50%) alunos afirmaram não saber. Apresentou-se diferença estatisticamente significativa (p-valor<0,036), mostrando que a frequência esperada é equivalente à observada. Quanto ao conhecimento do período de incubação do agente etiológico, revelou-se que 12 (63,16%) alunos de enfermagem, 8 (100%) de nutrição, 16 (88,89%) de odontologia e 15 (71,43%) de farmácia não sabiam o período de incubação do bacilo. O p-valor = 0,010 apresentou significância, mostrando que nenhum dos entrevistados do curso de nutrição assinalou a resposta correta. O estudo mostra que os alunos dos cursos de nutrição, farmácia e odontologia apresentam conhecimento não satisfatório sobre a hanseníase.


This paper’s goal is analyzing the knowledge about leprosy by health undergraduate students at the public university in county Brazilian northeast. The population was constituted of undergraduate health students on the last term. The data were analyzed by means of the descriptive and inferential statistics. A type I error was fixated at 5% (p<0,05) as statistically significant. In what refers to the contact of students with carriers and ex-carriers of leprosy, the Medical School had the bigger percentage of contact, 18(90%); in the schools of nutrition, odontology and pharmacy the students that never got in contact represented 8 (100%), 15 (83,33%) and 19 (90,48%), respectively. When questioned on how to cure the leprosy, 18 nursing undergrads (94,74%) and 19 of the Medical School (95%) affirmed that it was possible. However, in the nursing course, 1(5,26%), odontology, 3 (16,67%), pharmacy, 3 (16,67%) and nutrition, 4 (50%) students affirmed not knowing how. A statistically significant difference was presented (p-value<0,036), showing that the expected frequency is equivalent to the observed one. About the knowledge of the incubation period of the etiologic agent, it was revealed that 12 (63,16%) nursing students, 8 (100%) nutrition, 16 (88,89%) odontology and 15 (71,43%) pharmacy students did not know the bacillus’ incubation period. The p-value = 0,010 showed significance, showing that none of the interviewed nutrition students signed the correct answer. The study shows that the undergraduate students of nutrition, pharmacy and odontology present unsatisfactory knowledge on leprosy.


Assuntos
Hanseníase/diagnóstico , Hanseníase/prevenção & controle , Estudantes de Ciências da Saúde , Brasil , Conhecimentos, Atitudes e Prática em Saúde
17.
Hansen. int ; 41(1/2): 25-36, 2016. tab
Artigo em Português | LILACS, Sec. Est. Saúde SP, SESSP-IIERPROD, Sec. Est. Saúde SP, SESSP-ILSLACERVO, Sec. Est. Saúde SP | ID: biblio-972893

RESUMO

Objetivou-se descrever sobre a consulta de enfermagem no contexto de cuidado do paciente com hanseníase. Trata-se de um estudo exploratório-descritivo, qualitativo, desenvolvido em uma instituição pública de saúde de Fortaleza-CE. Os dados foram coletados no período de fevereiro a abril de 2013, com sete enfermeiros, por meio de entrevista em profundidade. A análise dos dados seguiu as etapas da análise de conteúdo, elencando-se a categoria: Assistência de enfermagem à pessoa com hanseníase, e três subcategorias: Aspectos básicos da consulta de enfermagem dos casos novos; Condução da consulta de enfermagem subsequente; e Sistematização da Assistência de Enfermagem. Os enfermeiros se mostraram dispostos a perceber o outro em sua singularidade e na particularidade do adoecimento pela hanseníase. Os relatos dos profissionais revelaram a prestação de um cuidado humanizado e pautado no saber-fazer, caracterizado pelo relacionamento terapêutico, orientações ao paciente, reforço ao autocuidado, identificação das queixas, exame dos troncos nervosos, administração da dose supervisionada, convocação dos contatos domiciliares e utilização da Sistematização da Assistência de Enfermagem como ferramenta norteadora do cuidado. A consulta de enfermagem como instrumento de cuidado à pessoa com hanseníase demonstrou seu potencial no manejo terapêutico da doença, constituindo-se como estratégia de aproximação, avaliação, orientação e valorização do outro em seu contexto de enfrentamento e superação do estigma dessa condição de adoecimento.


This study aimed to describe about nursing consultation in the care context of patient with leprosy. It is a descriptive and exploratory study with a qualitative approach, developed in a public health institution in Fortaleza-CE. Data were collected from February to April 2013, with seven nurses, using a deep interview. Data analysis was made by content analysis method, identifying as main category: Nursing care to the person with leprosy, and three subcategories: Basic aspects in the nursing consultation of new cases; Conducting of subsequent nursing consultation; and Nursing Care Systematization. Nurses were willing to see the patient as an unique person, respecting the particularity of illness by leprosy. Professionals revealed an humanized, technical and scientific care, characterized by therapeutic relationship, informational support, reinforce to self-care, identification of complaints, examination of the nerves, administration of supervised dose, convocation of leprosy contacts and use of nursing care systematization as a guide to the care. We conclude that nursing consultation as an instrument in the care context to the person with leprosy showed its potential in the therapeutic management of disease, constituting an strategy of approach, evaluation, guidance and appreciation of the patient’s coping context and overcome the stigma implied in this sick condition.


Assuntos
Masculino , Feminino , Humanos , Hanseníase/enfermagem , Cuidados de Enfermagem/métodos , Cuidados de Enfermagem , Enfermagem no Consultório , Planejamento de Assistência ao Paciente
18.
Hansen. int ; 41(1/2): 37-45, 2016. ilus
Artigo em Português | LILACS, Sec. Est. Saúde SP, SESSP-ILSLPROD, Sec. Est. Saúde SP, SESSP-ILSLACERVO, Sec. Est. Saúde SP | ID: biblio-972894

RESUMO

O objetivo deste estudo foi verificar se indivíduos acometidos pela hanseníase realizavam adequadamente a prática do autocuidado e possíveis fatores interferentes. Trata-se de um estudo documental, observacional e descritivo de inquérito domiciliar. A amostra abrangeu todos os onze pacientes detectados durante um ano, em um município com 120.000 habitantes no interior do estado de SP. Foram coletados os dados clínicos e cuidados prescritos dos prontuários. A entrevista e a observação das práticas de autocuidado foram realizadas no domicílio. Foi solicitado aos participantes para identificarem os problemas decorrentes da doença, descreverem quais, como e quando faziam o autocuidado, o qual foi classificado como: realizado adequadamente, parcialmente ou não realizado. O estudo foi aprovado pelo Comitê de Ética em Pesquisa (Nº 06/2007). Dos cinco que apresentavam grau 2 de incapacidades, três realizavam parcialmente e dois não realizavam o autocuidado. Demonstraram dificuldades em aceitar o comprometimento físico e de incorporar as práticas diárias por fatores multicausal o mesmo aconteceu com aqueles com grau 1. A necessidade da manutenção do trabalho laboral, com exposição a traumas físicos e em período integral, pode levar a ocultação da doença, seja para si ou para a sociedade, e dificultar as ações de autocuidado, tanto pela falta de tempo quanto pela não aceitação da doença. O modelo paternalista, fragmentador e mecânico da assistência em saúde, sugere uma tendência à dependência dos serviços institucionais, desconstruindo a autonomia e a responsabilidade individual sobre seu estado de saúde, desmotivando as ações do autocuidado domiciliar.


This study aimed to determine whether individuals affected by leprosy properly performed self-carepractice and possible interfering factors. It is a documentary, observational and descriptive study of household survey.The sample covered all the eleven patients during one year, of a municipality with120.000 inhabitants in SP state. Clinical data and prescription care records were obtained from the medical forms. The interview and observation of self-care practices were held at home.The participants were asked to identify the problems resulting from the disease, describing which, how and when theydid the necessary self-care, being classified as: held properly, partially or not performed. The study was approved by the Committee of Ethics in Research (Nº 06/2007). Of the five who presented level 2 disabilities, three partially performed; two did not perform self-care. They demonstrated difficulties in accepting the physical commitment and incorporate the daily practices for multiple causes factors, sodid those with level 1. The need for maintaining labor work, with full-time exposure to physical trauma, can lead to concealment of disease, either for themselves or for society, and hinder self-careactions, either by lack of time as for not accepting the disease.The paternalistic model, fragmenting andmechanical of health care, suggests a tendency by leading to rely on institutional services, deconstructing the autonomy and individual responsibility for their health status, discouraging self-careactions at home.


Assuntos
Masculino , Feminino , Humanos , Educação em Saúde , Hanseníase/complicações , Autocuidado/estatística & dados numéricos , Autocuidado , Pessoas com Deficiência/reabilitação , Hanseníase/reabilitação
19.
Hansen. int ; 41(1/2): 46-54, 2016. ilus
Artigo em Português | LILACS, Sec. Est. Saúde SP, SESSP-ILSLPROD, Sec. Est. Saúde SP, SESSP-ILSLACERVO, Sec. Est. Saúde SP | ID: biblio-972895

RESUMO

INTRODUÇÃO: A Organização Mundial da Saúde preconiza o grau de incapacidade como instrumento de avaliação, para propor ações de prevenção, monitoramento e tratamento do dano físico causado pela Hanseníase. OBJETIVO: comparar o grau de deficiência física no diagnóstico, alta e pós-alta de indivíduos que tiveram hanseníase. MÉTODOS: Estudo ecológico, analítico com 126 indivíduos, diagnosticados no período 2004-2013, utilizando: formulário de avaliação neurológica simplificada, classificação do grau de incapacidades físicas e formulário elaborado pela pesquisadora. RESULTADOS: Média de idade 56,02 anos, sendo 73,01% multibacilares, com predomínio da forma dimorfa (36,80%). Verificou-se, no diagnóstico, percentual elevado (63,49%) de indivíduos que já apresentavam deficiência física (grau 1 e 2). A comparação entre diagnóstico e pós-alta demonstrou piora das deficiências físicas, principalmente nos multibacilares, com percentual (51,59%) de reação hansênica durante o tratamento. Do total da amostra, 61 (48,41%) mantiveram o mesmo grau de incapacidade, 44 (34,92%) pioraram e 21 (16,67%) melhoraram. Membros inferiores foram os mais acometidos (58%). CONCLUSÃO: O estudo permite concluir que, ao realizar a comparação nos momentos do diagnóstico e pós-alta, houve piora das deficiências físicas, principalmente na forma multibacilar, sendo os membros inferiores os segmentos que mais apresentam evolução expressiva do grau de deficiência.


INTRODUCTION: The World Health Organization recommends the degree of disability as an evaluation tool, to propose actions for prevention, monitoring and treatment of physical harm caused by leprosy. OBJECTIVE: This study aimed to compare the degree of disability at diagnosis, discharge and post-discharge of individuals who have had leprosy. METHODS: ecological, analytical study of 126 individuals diagnosed in the period 2004-2013 using: simplified neurological assessment form and classification of the degree of physical disability and form prepared by researcher. In the data analysis. RESULTS: Mean age 56.02 years, and 73.01% multibacillary, with a predominance of form dimorphic (36.80%). It was, in the diagnosis, high percentage (63.49%) of individuals who have had disability (grade 1 and 2).The comparison between diagnosis and post-discharge showed worsening physical, especially in multibacillary, with percentage (51.59%) of leprosy reactions during treatment. Of the total sample, 61 (48.41%) maintained the same level of disability, 44 (34.92%) got worse and 21 (16.67%) improved. Lower limbs were the most affected (58%). CONCLUSION: The study shows that, when making the comparison in the diagnosis and post-discharge, worsening of disabilities, especially in multibacillary, and the lower limbs segments that have most significant evolution of the degree of disability.


Assuntos
Humanos , Pessoas com Deficiência/estatística & dados numéricos , Hanseníase/complicações , Hanseníase/epidemiologia , Hanseníase/terapia , Estudos Transversais , Prevenção de Doenças , Intervalo Livre de Doença
20.
Hansen. int ; 41(1/2): 55-63, 2016. map, ilus
Artigo em Português | LILACS, Sec. Est. Saúde SP, SESSP-ILSLPROD, Sec. Est. Saúde SP, SESSP-ILSLACERVO, Sec. Est. Saúde SP | ID: biblio-972896

RESUMO

De acordo com a literatura, contatos de casos de hanseníase apresentam maior risco de adoecimento e, nesse sentido, é primordial fortalecer e ampliar as ações de busca ativa de casos no âmbito da atenção primária de saúde, potencializando a ampliação do diagnóstico precoce, tratamento oportuno e demais medidas de vigilância, controle e reabilitação necessárias. Neste cenário, objetivou-se realizar a busca ativa de novos casos de hanseníase em um distrito rural do município de Mantena, MG, e caracterizar a situação socioeconômica e epidemiológica da doença na região. Foram realizadas visitas aos residentes do distrito e palestras informativas sobre a doença, sendo os moradores convidados a participar da pesquisa. Um total de 292 indivíduos foi examinado no período de julho de 2016 a fevereiro de 2017. Foram diagnosticados 27 casos novos, 22 dos quais eram multibacilares. Os graus de incapacidade 1 e 2 foram identificados em 74% da amostra. Sobre as variáveis socioeconômicas, a maioria dos casos possui baixa escolaridade e baixa renda familiar, além de todos os casos terem tido contato com a doença em algum momento. A busca ativa foi eficiente para a detecção de casos novos de hanseníase na população estudada e contribuiu para o controle da doença que é endêmica na região. Ademais, a busca ativa foi relevante, especialmente considerando a baixa instrução dos indivíduos e, portanto, menor acesso à informação.


Contacts of leprosy cases present a higher risk of illness and, therefore it is essential to strengthen and expand actions to actively search for cases in primary health care, thus intensifying early diagnosis, timely treatment and other surveillance measures, and improve control and rehabilitation. In this setting, we aimed to perform the active search of new cases of leprosy in the rural area of Mantena, MG, and to characterize the socioeconomic and epidemiological situation related to the disease in the region. For this purpose, visits were made to the residents of the region with informative talks about the disease, and subsequently inhabitants were invited to participate in the research. A total of 292 individuals were examined from July 2016 to February 2017. Twenty-seven new cases were diagnosed, 22 of which were multibacillary. Grade 1 and 2 physical disabilities were identified in 74% of the new cases. Regarding socioeconomic variables, the majority of the cases had little schooling and low family income. In addition, all cases had had contact with the illness, at some point. We conclude that the active search was efficient to detect new leprosy cases in the population, and it contributed to the control of the disease, which is endemic in the region. In addition, active search is an important methodology, especially when the population involved has little schooling and thus less access to information.


Assuntos
Masculino , Feminino , Humanos , Busca de Comunicante/estatística & dados numéricos , Busca de Comunicante , Hanseníase/diagnóstico , Hanseníase/epidemiologia , Hanseníase/prevenção & controle , Brasil/epidemiologia , Doenças Endêmicas/prevenção & controle , Educação em Saúde
SELEÇÃO DE REFERÊNCIAS
DETALHE DA PESQUISA
...