Your browser doesn't support javascript.
loading
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 20 de 71
Filtrar
1.
Rev. bras. odontol ; 77(1): 1-7, jan. 2020. ilus; tab
Artigo em Inglês | LILACS, BBO - Odontologia | ID: biblio-1102870

RESUMO

Objective: to evaluate the root canal treatment (RCT) and non-surgical root canal retreatment (NSRCR), associated with foraminal enlargement, performed on a singlevisit. Material and Methods: 125 teeth with apical periodontitis and follow-up period ranging from 6 to 12 months were included. The success was considered by the absence of signs and symptoms and complete or incomplete periapical repair. Logistic regression analyses were used to identify factors associated with the repair (p<0.05). Results: RCT showed 71.58% of complete healing and 23.16% of acceptable healing. NSRCR showed 80% of complete healing and 20% of acceptable healing. Age, gender, type of treatment and preoperative pain were not statistically significant for the healing process (p>0.05). Premolars showed the greatest chance of periapical repair. Pulp Canal Sealer showed a greater chance of periapical repair when compared to Sealapex (p<0.05). Conclusion: RCT and NSRCR using a foraminal enlargement protocol provided a favorable prognosis of periapical healing


Objetivo: avaliar o tratamento endodôntico (TE) e o retratamento não cirúrgico do canal radicular (RNCCR), associado a ampliação foraminal, realizado em sessão única. Material e Métodos: foram incluídos 125 dentes com periodontite apical e proservação de 6 a 12 meses. O sucesso foi considerado pela ausência de sinais e sintomas e reparo periapical completo ou incompleto. Análises de regressão logística foram utilizadas para identificar fatores associados ao reparo (p<0,05). Resultados: o TE mostrou 71,58% de cicatrização completa e 23,16% de cicatrização aceitável. O RNCCR mostrou 80% e 20% cicatrização completa e aceitável, respectivamente. Idade, sexo, tipo de tratamento e dor pré-operatória não foram estatisticamente significantes para o processo de cicatrização (p>0,05). Os pré-molares apresentaram a maior chance de reparo periapical. O cimento Pulp Canal Sealer mostrou maior chance de reparo periapical quando comparado ao Sealapex (p<0,05). Conclusão: o TE e RNCCR utilizando um protocolo de alargamento foraminal, proporcionaram um prognóstico favorável da cicatrização periapical


Assuntos
Periodontite Periapical , Tratamento do Canal Radicular/métodos , Preparo de Canal Radicular
2.
Rev. Salusvita (Online) ; 39(1): 153-168, 2020.
Artigo em Português | LILACS | ID: biblio-1140287

RESUMO

Objetivo: discutir sobre o diagnóstico e a conduta terapêutica em casos de urgência endodôntica em dentes que apresentam pulpite irreversível sintomática. Material e Métodos: realizou-se uma revisão bibliográfica de estudos publicados nos últimos 5 anos (2015- 2020) por meio de busca nas bases de dados: PubMED, BVS (Biblioteca Virtual em Saúde) e Scielo (Scientific Eletronic Library). Para a pesquisa, foram utilizados os seguintes descritores: Pulpite Irreversível (Irreversible Pulpitis), Tratamento (Treatment), Dor (Pain) e Endodontia (Endodontics). Resultados: O diagnóstico é um passo fundamental no tratamento das urgências e emergências de origem endodôntica, pois é a partir do correto diagnóstico que será instituído o tratamento correto, reestabelecendo o conforto do paciente. Quando o profissional dispõe de tempo suficiente para realizar a remoção do tecido pulpar e o preparo do canal radicular, esse é o tratamento de escolha para os casos de pulpite irreversível sintomática, o qual pode ser realizado em sessão única ou em múltiplas sessões. Quando o profissional não dispõe de tempo suficiente para realizar o tratamento endodôntico convencional, a opção de tratamento é realizar apenas o atendimento de urgência para retirar o paciente do quadro de dor aguda presente, e em um momento futuro realizar o tratamento endodôntico completo. Conclusão: As urgências endodônticas sempre estão presentes nos consultórios odontológicos, os profissionais devem estar sempre preparados para realizar um correto diagnóstico e tratamento para cada caso, trazendo assim conforto ao paciente.


Objective: to discuss the diagnosis and therapeutic management in cases of endodontic urgency in teeth with symptomatic irreversible pulpitis. Material and Methods: a bibliographic review of studies published in the last 5 years (2015-2020) was carried out by searching the databases: PubMED, BVS (Virtual Health Library) and Scielo (Scientific Electronic Library). For the research, the following descriptors were used: Irreversible Pulpitis, Treatment, Pain and Endodontics. Results: The diagnosis is a fundamental step in the treatment of urgencies and emergencies of endodontic origin, as it is from the correct diagnosis that the correct treatment will be instituted, reestablishing the patient's comfort. When the professional has enough time to remove the pulp tissue and prepare the root canal, this is the treatment of choice for cases of symptomatic irreversible pulpitis, which can be performed in a single session or in multiple sessions. When the professional does not have enough time to carry out the conventional endodontic treatment, the treatment option is to perform only emergency care to remove the patient from the present acute pain condition, and at a future time to carry out the complete endodontic treatment. Conclusion: Endodontic emergencies are always present in dental offices, professionals must always be prepared to carry out a correct diagnosis and treatment for each case, thus bringing comfort to the patient.


Assuntos
Pulpite , Odontologia , Endodontia
3.
Braz. dent. j ; 30(2): 123-132, Mar.-Apr. 2019. graf
Artigo em Inglês | LILACS-Express | LILACS | ID: biblio-1001434

RESUMO

Abstract The aim of this study was to evaluate the radiographic periapical repair and the synthesis of inflammatory mediators after endodontic treatment in a single session, using different irrigation protocols, in teeth with apical periodontitis. Experimental apical periodontitis were induced in dog's teeth randomly assigned into 4 groups: G1 - Irrigation by Negative Apical Pressure (n= 20); G2 - Passive Ultrasonic Irrigation (n= 20), G3 - Positive Pressure Irrigation (n= 20); G4 - apical periodontitis without treatment (n= 20). After 180 days, the animals were euthanized, the tissues removed and submitted to histotechnical processing for immunohistochemical analysis of osteopontin (OPN), tumor necrosis factor-a (TNF-a) and interleukin 1-a (IL-1a). Radiographic analysis was performed using the Periapical Index (PAI), obtained prior to and 180 days following endodontic treatment. Data were analyzed using Wilcoxon signed-rank test, Fisher's Exact test or Kruskal-Wallis test and Dunn's post-test (a = 5%). Radiographically, after endodontic treatment, apical periodontitis persisted in 35% of G1 specimens, 40% of G2 and 40% of G3 (p>0.05), although a PAI reduction was observed (p<0.05). By immunohistochemical evaluation, endodontic treatment resulted in lower synthesis of TNF-a and OPN in periapical region, compared to apical periodontitis without treatment (p<0.05). Production of IL-1 was not modulated by endodontic treatment (p>0.05). Periapical healing was observed in approximately 60% of the cases after endodontic treatment performed in a single session with lower synthesis of TNF-a and OPN in the periapical region, regardless of the irrigation protocol used.


Resumo O objetivo deste estudo foi avaliar o reparo periapical e a síntese de mediadores inflamatórios após tratamento endodôntico em dentes de cães com lesão periapical, em sessão única, utilizando diferentes protocolos de irrigação. Lesões periapicais foram induzidas experimentalmente em dentes de cães e aleatoriamente divididas em 4 grupos: G1 - Irrigação por Pressão Apical Negativa (n = 20); G2 - Irrigação Ultrassônica Passiva (n = 20), G3 - Irrigação por Pressão Positiva (n = 20); G4 - Lesão periapical sem tratamento (n = 20). Após 180 dias, os animais foram eutanasiados, as peças removidas e submetidas ao processamento histotécnico para análise imunohistoquímica para osteopontina (OPN), fator de necrose tumoral-a (TNF-a) e interleucina 1-a (IL-1a). A análise radiográfica do reparo das lesões periapicais foi realizada por meio do Índice Periapical, obtido antes e 180 dias após o tratamento endodôntico. Os resultados obtidos foram submetidos à análise estatística por meio dos testes de sinais de Wilcoxon, Exato de Fisher ou Kruskal-Wallis seguido pelo pós-teste de Dunn (a = 5%). O exame radiográfico após o tratamento endodôntico, mostrou a persistência de áreas radiolúcidas periapicais e descontinuidade da lâmina dura em 35% dos espécimes do G1, 40% do G2 e 40% do G3, embora uma redução no PAI tenha sido observada (p<0,05). Pela análise imuno-histoquímica, o tratamento endodôntico resultou na menor síntese de TNF-a e de OPN na região periapical, comparativamente à lesão periapical sem tratamento (p<0,05). A produção de IL-1a não foi modulada pelo tratamento endodôntico (p>0,05). Reparo da lesão periapical foi observado em cerca de 60% dos casos após tratamento endodôntico realizado em sessão única e menor síntese de TNF-a e de OPN na região periapical, independente do protocolo de irrigação utilizado.

4.
Belo Horizonte; s.n; 2019. 55 p. ilus, tab.
Tese em Inglês, Português | LILACS, BBO - Odontologia | ID: biblio-1102438

RESUMO

O tratamento endodôntico tem como objetivo eliminar a contaminação microbiana dos sistemas de canais radiculares (SCR) por meio da instrumentação mecânica e irrigação química (PMQ). Quando não for possível a resolução em uma única sessão, o SCR deverá ser preenchido com uma medicação intracanal para evitar a recolonização microbiana tardia. O presente estudo teve como objetivo avaliar a ação do hidróxido de cálcio, mundialmente utilizado como medicação intracanal, associado ao selênio (H.C + Se), em dentes portadores de necrose pulpar. A amostra foi composta por 60 pacientes que possuiam dentes com indicação de tratamento endodôntico, divididos em grupos (n=15): sem medicação intracanal (Empty); que foram medicados com hidróxido de cálcio (H.C), Selênio (Se) e hidróxido de cálcio + selênio (H.C + Se). Após a abertura coronária, 3 cones de papel absorvente foram inseridos no terço inicial do conduto e mantidos por 2 min para avaliação microbiana. Após o PMQ, novos cones foram introduzidos nos SCR, ultrapassando-se 2mm do ápice radicular, e mantidos no tecido perirradicular por 2min para a coleta do fluido intersticial periapical. A coleta foi novamente realizada 15 dias após o PMQ. A expressão gênica do mRNA do fragmento 16S de procariontes, das citocinas INF-γ, TNF-α, IL-1α, IL-17A, IL-10, IL-6 e MCP-1 foram quantificadas por PCR em tempo real. O mRNA 16S foi avaliado antes do PMQ e 15 dias após, nos grupos sem medicação e com medicação intracanal. A redução significativa da carga microbiana foi observada apenas no grupo com medicação intracanal (p<0,05). Observou-se um aumento da expressão gênica das citocinas (T15) TNF-α e IL-10 no grupo H.C+Se em comparação aos demais grupos (p<0,05). A expressão de mRNA de IFN-γ reduziu nos grupos tratados com as medicações (H.C, Se, H.C + Se). Conclui-se que o uso de medicação intracanal é imprescindível para se evitar a recolonização do SCR. A inclusão do selênio na pasta de hidróxido de cálcio resultou na potencialização da expressão de citocinas que permitirão o reparo dos tecidos perirradiculares.


Endodontic treatment aims to eliminate the microbial contamination of the root canal system (RCS) and is achieved with the use of mechanical instrumentation and chemical irrigation. When resolution in a single session is not possible, the RCS should be filled with intracanal medication to avoid subsequent recolonization. The present study aimed to evaluate the effect of calcium hydroxide, wich is used globally as an intracanal medication, in combination with selenium (CH + Se) as an intracanal medication in teeth with pulp necrosis. The sample consisted of 60 patients requiring endodontic treatment who were divided into groups: without intracanal medication (empty) and with medication; calcium hydroxide (CH), selenium (Se) and calcium hydroxide + selenium (CH + Se) (n = 15). After the coronary opening, three absorbent paper cones were inserted in the initial third of the RCS and maintained for 2min for microbial evaluation. After the cleaning and shaping procedures, new cones were introduced into the RCS, extending 2 mm from the root apex and were kept in the periradicular tissue for 2 min' to collect the periapical fluid. The collection was also performed 15 days later. Real time PCR was used to quantify the expression of the prokaryotic 16S ribosomal RNA gene. Additionally, the cytokines IFN-γ, TNF-α, IL-1α, IL-17A, IL-10, IL-6 and MCP-1 were also quantified by real-time PCR. The 16S mRNA was evaluated before the cleaning and shaping procedures and 15 days later in the groups treated with or without medication. A significant reduction in the microbial load was observed only in the intracanal group (p <0.05). There was an increase in the gene expression level of the cytokines (T15) TNF-α and IL-10 in the CH+ group compared to the other groups (p <0.05). The expression of IFN-γ mRNA was reduced in the groups treated with the medications (CH, Se, and CH + Se). The findings of the present study indicate that in the case of treatment over multiple sessions, the use of intracanal medication is essential to avoid the recolonization of the RCS. The inclusion of selenium with calcium hydroxide resulted in the potentiation of the anti-inflammatory phase of the periradicular tissues.


Assuntos
Tratamento do Canal Radicular , Selênio , Hidróxido de Cálcio , RNA Ribossômico 16S , Expressão Gênica , Citocinas , Quimiocinas , Irrigantes do Canal Radicular
5.
Full dent. sci ; 10(39): 138-142, 2019. ilus
Artigo em Português | BBO - Odontologia | ID: biblio-1046211

RESUMO

O tratamento endodôntico em sessão única tem sido alvo de inúmeras discussões entre a comunidade da Endodontia, isso pelo ponto de vista da eficiência do tratamento, biologia, conforto, dor e preferência do paciente. Este artigo tem como objetivo relatar um caso clínico de tratamento endodôntico não cirúrgico de lesão perirradicular extensa realizado em sessão única associado à terapia fotodinâmica em um incisivo lateral superior. Ao exame clínico, o teste de sensibilidade ao frio respondeu negativamente, enquanto o teste de percussão vertical respondeu positivamente. No exame radiográfico, foi observada restauração insatisfatória com sinais de infiltração e rarefação óssea periapical extensa envolvendo o ápice do dente 12. Procedeu-se ao tratamento endodôntico em sessão única com complementação de terapia fotodinâmica. O acesso ao canal radicular foi realizado com a broca esférica e refinamento. Realizou-se a instrumentação do canal fazendo uso de sistema convencional com limas tipo K-file, em técnica coroa-ápice. A cavidade recebeu o fotosensibilizador azul de metileno (0,01%) por 3 minutos, seguido por irradiação com laser de diodo (100 mW e 660 nm) por 3 minutos. Foi realizada proservação radiográfica por um período de 11 meses. Concluiu-se que o tratamento endodôntico não cirúrgico em sessão única, em dentes necrosados com lesão periapical extensa, em associação a PDT, foi satisfatório no caso relatado, tendo indícios satisfatórios de neoformação óssea, regressão da lesão e ausência de sintomatologia (AU).


Single session endodontic treatment has been subject of numerous discussions among the endodontic community, due to its efficiency, biology, comfort, pain, and patient preference. This paper aims to report a clinical case of non- surgical endodontic treatment of extensive periradicular lesion performed in a single session associated with photodynamic therapy in a upper lateral incisor. At clinical examination, cold sensitivity test responded negatively, while the vertical percussion test responded positively. At radiographic examination unsatisfactory restoration was observed with infiltration signs and extensive periapical bone rarefaction involving the apex tooth 12. Single session endodontic treatment was performed in addition to photodynamic therapy. Root canal access was performed with the spherical drill and refinement. The canal instrumentation was performed using a conventional K-file type system, with crown-apex technique. The cavity received methylene blue photosensitizer (0.01%) for 3 minutes, followed by diode laser irradiation (100 mW and 660 nm) for 3 minutes. Radiographic proservation was performed for a period of 11 months. It can be concluded that non-surgical endodontic treatment in a single session in necrotic teeth with extensive periapical lesion in association with PDT was satisfactory in the case reported, with satisfactory evidence of bone neoformation, lesion regression and absence of symptoms (AU).


Assuntos
Humanos , Masculino , Adulto , Periodontite Periapical , Fototerapia/métodos , Fotoquimioterapia/métodos , Tratamento do Canal Radicular/métodos , Preparo de Canal Radicular/instrumentação , Brasil , Radiografia Dentária/instrumentação
6.
RGO (Porto Alegre) ; 66(2): 117-121, Apr.-June 2018. tab
Artigo em Inglês | LILACS-Express | LILACS | ID: biblio-956206

RESUMO

ABSTRACT Objective: This study analyzed the influence of the irrigating solutions ultrasonic activation on the obturator cement penetration into lateral root canals. Methods: Fifty maxillary molars (palatine root) were randomly assigned to 5 experimental groups (Group 1 (EDTA 17% + manual agitation for 5 minutes), Group 2 (EDTA 17% + ultrasonic activation for 15 seconds), Group 3 (NaOCl 1% + Ultrasonic activation for 15 seconds), Group 4 (EDTA 17% + ultrasonic activation for 15 seconds and NaOCl 1% + ultrasonic activation for 15 seconds) and Group 5 (negative control). The lateral root canals were made in the apical and middle third. The obturation occurred in a single session. The radiographic and microscopic analyzes were performed to evaluate the sealant cement penetration degree. Data were analyzed by the Mann-Whitney and Wilcoxon tests. Results: Apical and middle third radiographic analysis showed that Groups 2 and 4 presented better penetration of the sealant cement. In the microscopic analysis, Group 4 presented superior results in relation to the other groups in both thirds. In the apical third, radiographic and microscopic analyzes showed significant differences in the comparisons between Group 4 and Groups 5 (p = 0.019) and 3 (p = 0.023) and between Group 5 and Groups 2 (p = 0.012), 3 (P = 0.038) and 4 (p = 0.019), respectively. Conclusion: It was concluded that the ultrasonic activation of the NaOCl 1% + EDTA 17% irrigation solution provides greater penetration of the endodontic cement in lateral root canals.


RESUMO Objetivo: Este trabalho analisou a influência da ativação ultrassônica de soluções irrigadoras na penetração do cimento obturador em canais laterais. Métodos: Cinquenta molares superiores (raiz palatina) foram distribuídos aleatoriamente em 5 grupos experimentais (n=10): Grupo 1 (EDTA 17% + agitação manual por 5 minutos), Grupo 2 (EDTA 17% + ativação ultrassônica por 15 segundos), Grupo 3 (NaOCl 1% + ativação ultrassônica por 15 segundos), Grupo 4 (EDTA 17% + ativação ultrassônica por 15 segundos e NaOCl 1% + ativação ultrassônica por 15 segundos) e Grupo 5 (controle negativo). Os canais laterais foram confeccionados nos terços médio e apical. A obturação ocorreu em sessão única e foram realizadas análises radiográficas e microscópicas para avaliar o grau de penetração do cimento obturador. Os dados foram analisados pelos testes de Mann-Whitney e Wilcoxon. Resultados: A análise radiográfica do terço apical e médio mostrou que os Grupos 2 e 4 apresentaram melhor penetração do cimento obturador. Já na análise microscópica, o Grupo 4 apresentou resultados superiores em relação aos demais grupos em ambos os terços. No terço apical, as análises radiográfica e microscópica exibiram diferenças significativas nas comparações entre o Grupo 4 com os Grupos 5 (p = 0,019) e 3 (p = 0,023) e entre o Grupo 5 com os Grupos 2 (p = 0,012), 3 (p = 0,038) e 4 (p = 0,019), respectivamente. Conclusão: Conclui-se que a ativação ultrassônica da solução irrigadora NaOCl 1% + EDTA 17% proporciona maior penetração do cimento endodôntico em canais laterais.

7.
Dent. press endod ; 7(3): 14-21, set.-dec. 2017. ilus
Artigo em Português | LILACS, BBO - Odontologia | ID: biblio-877425

RESUMO

Introdução: o tratamento endodôntico permite a descontaminação do sistema de canais radiculares por meio do preparo químico-mecânico, medicação curativa intracanal e obturação do sistema de canais radiculares. Porém, a literatura aponta que microrganismos podem ter desenvolvido meios de resistência às manobras do método tradicional. Como meio terapêutico adicional, a terapia fotodinâmica (também conhecida como PDT, ou Photodynamic therapy) foi incorporada no tratamento endodôntico convencional, para controle microbiano, sendo de fácil e rápida aplicação, podendo ser utilizada tanto em sessão única quanto em múltiplas sessões. Objetivo: esclarecer o uso da terapia fotodinâmica, bem como as vantagens do seu uso, por meio do relato de dois casos clínicos. Métodos: foram relatados dois casos que ­ segundo os exames clínicos, testes de sensibilidade pulpar e radiográficos realizados ­ apontaram para o diagnóstico pulpar de necrose pulpar e necrose periapical, respectivamente, sugestivo de abscesso perirradicular crônico, inclusive com presença de fístula extrabucal; e sugestivo de granuloma perirradicular. Após o estabelecimento do diagnóstico, foi indicada a terapia endodôntica convencional associada à terapia fotodinâmica. Resultados: as radiografias de um ano de acompanhamento demonstraram área de reparação. Conclusão: o plano de tratamento proposto e relatado demonstrou ser eficaz, uma vez que pôde-se observar cicatrização da fístula, regressão das lesões periapicais (radiograficamente) e restabelecimento de estrutura óssea.


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Endodontia/métodos , Lasers , Terapia com Luz de Baixa Intensidade , Fotoquimioterapia/estatística & dados numéricos , Preparo de Canal Radicular/instrumentação
8.
Dent. press endod ; 7(1): 32-42, Jan-Apr. 2017. ilus
Artigo em Português | LILACS, BBO - Odontologia | ID: biblio-846724

RESUMO

Introdução: a restauração do dente tratado endodonticamente apresenta-se como um fator que pode influenciar de forma significativa no sucesso do tratamento. Nesse contexto, a restauração simultânea tanto radicular quanto coronária se apresenta como uma possibilidade restauradora. Uma excelente alternativa é a utilização de pinos de fibra de vidro associados a restaurações diretas em resina composta, principalmente pelas propriedades mecânicas e estéticas dos pinos de fibra associados às resinas compostas atuais. Objetivo: o objetivo desse trabalho foi apresentar, por meio de casos clínicos, uma técnica de instrumentação e restauração simultânea do sistema de condutos radiculares, que engloba desde o diagnóstico endo-restaurador, o preparo mecanizado do canal radicular, preparo ultrassônico do espaço para retentor visando a cimentação intrarradicular do pino de fibra de vidro, concluindo com a restauração funcional do dente tratado, considerando aspectos clínicos, mecânicos e biológicos do dente tratado endodonticamente. Resultados: nos controles clínicos e radiográficos, foi possível observar que ambos os casos clínicos encontravam-se assintomáticos, em oclusão e com reparação das lesões perirradiculares. Conclusões: pode- se concluir que essa técnica permite uma adequada restauração do dente tratado endodonticamente de forma simultânea em uma única sessão de tratamento, como foi possível observar nos casos apresentados.


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Resinas Compostas , Pinos Dentários , Cavidade Pulpar , Endodontia , Técnica para Retentor Intrarradicular , Preparo de Canal Radicular/instrumentação
9.
Sâo José dos Campos; s.n; 2017; 20170000. f: 1 l: 127 p. (BR).
Tese em Português | LILACS, BBO - Odontologia | ID: biblio-846869

RESUMO

Os objetivos deste estudo foram: a) monitorar carga microbiana (UFC/mL) e níveis de endotoxinas (EU/mL) em dentes com infecção endodôntica primária submetidos a tratamento endodôntico em sessão única (SU) e múltipla sessões (SM); b) relacionar (EU/mL) e (UFC/mL) com sinais e sintomas clínicos, volume do canal radicular e da lesão periapical (mm³), através do uso de tomografia computadorizada de feixe cônico (TCFC); c) comparar o volume da lesão periapical (mm³) antes e após um ano de tratamento nos grupos SU e SM; d) comparar a redução do volume da lesão periapical (mm³) após um ano de tratamento com EU/mL e UFC/mL iniciais e antes da obturação; e) comparar taxa de sucesso encontrado após um ano de tratamento entre SU e SM. Foram selecionados vinte dentes com necrose pulpar e lesão periapical que foram submetidos à TCFC. Foram realizadas coletas do conteúdo do canal radicular: após abertura coronária (S1), após instrumentação com sistema reciprocante Reciproc® e irrigação com hipoclorito de sódio 2,5% (NaOCl) (S2), após uso de EDTA 17% (S3) e após medicação intracanal (MIC) a base de hidróxido de cálcio e solução salina fisiológica (S4). Os conteúdos foram avaliados quanto à atividade antimicrobiana por cultura microbiológica e quanto aos níveis de endotoxinas pelo teste Lisado Amebócito de Limulus. Foi realizada a volumetria dos canais radiculares e da destruição óssea periapical através da TCFC utilizando o software Nemotec®. Por fim, foi realizado controle do tratamento endodôntico, para comparar os tratamentos quanto ao processo de reparo da lesão periapical, relacionando o volume das lesões com os achados clínicos, radiográficos e da tomografia inicial. Os dados foram analisados estatísticamente. Os níveis de UFC/mL e EU/mL diminuíram após o PBM, porém a MIC e o EDTA 17% não interferiram nos resultados; UFC/mL e EU/mL não foram relacionadas a sinais/sintomas e volume da lesão periapical; porém houve correlação entre o volume da lesão periapical e os sinais e sintomas; não houve diferença estatística entre os tratamentos SU e SM na redução das lesões periapicais após um ano e não houve relação entre UFC/mL e EU/mL com a regressão da lesão. Conclue-se, portanto, que o tipo de intervenção (SU x SM) não influenciou no sucesso do tratamento endodôntico.


Assuntos
Humanos , Endotoxinas , Periodontite Periapical , Tomografia Computadorizada por Raios X
10.
São José dos Campos; s.n; 2017. 53 p. ^cgraf.53 il..
Tese em Português | BBO - Odontologia | ID: biblio-848119

RESUMO

O objetivo deste ensaio clínico foi avaliar a influência de dois comprimentos de trabalho foraminal diferentes na dor pós-operatória e alodinia mecânica após o tratamento endodôntico concluído em sessão única ou em duas sessões. Quarenta e oito pacientes adultos, indicados para tratamento endodôntico primário de dente com periodontite apical assintomática, foram randomizados em 4 grupos (n = 12): SV0 - tratamento em sessão única e instrumentação do canal radicular até o forame apical; SV+1 - tratamento em sessão única e instrumentação do canal radicular 1 mm além do forame apical; TV0 - tratamento em duas sessões e instrumentação do canal radicular até o forame apical; TV+1 - tratamento em duas sessões e instrumentação do canal radicular 1 mm além do forame apical. Todos os participantes receberam um questionário baseado em uma escala visual analógica para registrar sua avaliação da dor em 3 horas, 6 horas, 12 horas, 24 horas, 48 horas, 72 horas e 7 dias após o término do tratamento endodôntico. Para a avaliação mecânica da alodinia, a medição da força da mordida foi realizada utilizando um gnatodinanômetro digital imediatamente antes do tratamento e 7 dias após a sua conclusão. Não houve diferença estatisticamente significante entre os 4 grupos em relação a dor pós-operatória em todos os momentos avaliados (α = 5%, teste de Kruskal-Wallis). Os valores de força de mordida foram significativamente maiores 7 dias após o tratamento endodôntico, indicando que houve uma redução significativa da dor mecânica em todos os grupos, sem diferença significativa entre eles (α = 5%, ANOVA e teste de Tukey). Todos os grupos apresentaram a mesma taxa de dor pós-operatória nos momentos avaliados e efetivamente aumentaram os limiares mecânicos de dor(AU)


The objective of this clinical trial was to evaluate the influence of two different foraminal working lengths on postoperative pain and mechanical allodynia after endodontic treatment completed in single-visit or two-visit. Forty-eight adult patients indicated for primary endodontic treatment of tooth with asymptomatic apical periodontitis were randomly assigned to 4 groups (n = 12): SV0 ­ single-visit root canal treatment and instrumentation up to the apical foramen; SV+1 ­ single-visit root canal treatment and instrumentation 1 mm beyond the apical foramen; TV0 ­ twovisit root canal treatment and instrumentation up to the apical foramen; TV+1 ­ twovisit root canal treatment and instrumentation 1 mm beyond the apical foramen. All participants received a questionnaire based on a visual analog scale to record their assessment of pain at 3 hours, 6 hours, 12 hours, 24 hours, 48 hours, 72 hours and 7 days after the endodontic treatment concluded. For mechanical allodynia evaluation, bite force measurement was performed using a digital gnatodynanometer just before treatment and 7 days after its conclusion. No statistically significant difference was found among the 4 groups in relation to postoperative pain at all time points assessed (α= 5%, Kruskal-Wallis test). Bite force values were significantly higher 7 days after endodontic treatment, indicating that there was a significant reduction of mechanical pain in all groups, with no significant difference among them (α= 5%, ANOVA and Tukey?s test). All groups exhibited the same rate of postoperative pain at the time points assessed and effectively increased the mechanical pain thresholds(AU)


Assuntos
Humanos , Endodontia , Ensaio Clínico Controlado Aleatório
11.
São José dos Campos; s.n; 2016. 79 p. 79, ilus, tab., graf..
Tese em Português | BBO - Odontologia | ID: biblio-848862

RESUMO

Sabe-se que as endotoxinas provenientes das bactérias grã-negativas desempenham um importante papel nas infecções endodônticas se relacionando à sinais e sintomas clínicos/radiográficos. Sendo assim, a redução ou eliminação de endotoxinas é fundamental para a resolução da inflamação periapical. Os objetivos do presente estudo foram: Artigo 1 - realizar uma revisão sistemática com metanálise com o intuito de avaliar a relação entre níveis de endotoxinas e a presença de sinais e sintomas clínicos, bem como de sinais radiográficos em pacientes com infecção endodôntica primária; Artigo 2 - fazer um ensaio clínico randomizado para avaliarmos estratégias clínicas para otimizar a eliminação microbianana e de lipopolissacarídeos (LPS) utilizando a Terapia Fotodinâmica (PDT) como tratamento suplementar ao PQM nas modalidades de terapia endodôntica em única e múltiplas sessões. Métodos: Artigo 1 - para a revisão sistemática uma busca eletrônica foi realizada por dois autores, no idioma inglês, nas bases de dados Medline/PubMed, Embase, Cochrane Library, Scielo, Science Direct, Web of Knowledge e Scopus. Após seleção dos artigos foi realizado uma metanálise com análises de sinais e sintomas clínicos/radiográficos. Artigo 2 - Selecionou-se 24 casos de dentes com infecção endodôntica primária que foram aleatoriamente divididos em 2 grupos (n=12): SU - sessão única e SM ­ sessão múltipla. Foram realizadas coletas microbiológica e de endotoxinas dos canais radiculares utilizando cone de papel estéril/ apirogênico em diferentes momentos operatórios. Foi realizado cultura microbiana para determinar a carga bacteriana em UFC/mL (Unidades Formadoras de Colônias/mL) e para quantificação de endotoxinas foi realizado o teste KQCL de "Lisado de Amebócito Limulus" (LAL). Resultados: Artigo 1 - A metanálise revelou que individuos com dor à percussão (TTP) (P=0,04; I2 57%) e episódio de dor prévio (PEP) (P=0,001; I2 81%) apresentaram maior nível de endotoxina que os casos que não apresentaram nenhum destes sintomas. O tamanho da área radiolucente (SRL) > 2 mm (P=0,02; I2 68%) e presença de exudação (EX) (P=0,0007; I2 0%) estavam associados com maior nível de endotoxinas. Artigo 2 - Para carga microbiana, a suplementação do tratamento em sessão única com PDT reduziu significativamente os níveis bacterianos (p<0,05), mas não nos casos de duas sessões (p>0,05). Para os níveis de endotoxinas, na sessão única e de duas sessões, não houve diferença significativa após uso de PDT (p>0,05). Foi possível concluir que Artigo 1 ­ A metanálise mostrou forte evidência que endotoxina está relacionada com a presence de sinais e sintomas clínicos/radiográficos em pacientes com infecção endodôntica. Artigo 2 - A terapia fotodinâmica melhorou o desempenho da desinfecção bacteriana dos canais radiculares em uma visita, mas não para a modadilidade de 2 visitas após uso de medicação à base de Ca(OH)2. PDT não foi efetivo contra endotoxinas(AU)


Endotoxins originating from gram negatives bacterias are related to signals and clinical/radiographic symptoms. Therefore, reduction or elimination of endotoxins is essential to solve periapical inflammation. The aim of this dissertation was: Article 1 - To relate endotoxin levels and presence of clinical signs/symptoms and radiographic features in endodontic infection. Article 2 - To evaluate the effectiveness of supplemental photodynamic therapy (PDT) in optimizing the removal of bacteria and endotoxins from primarily infected root canals after one-visit and twovisit treatments. Methodology: Article 1 - Electronic searches were performed on Medline/PubMed, Embase, Cochrane Library, Scielo, Science Direct, Web of Knowledge and Scopus databases for identification of relevant studies published up to July 2016. Only reports in English were included. The selected literature was reviewed by two authors and classified as either suitable or unsuitable for inclusion in this review. The relationship between endotoxin levels and presence of clinical signs/symptoms and radiographic features were determined. Additionally, a metaanalysis was performed. Article 2 - 24 primarily infected root canals with apical periodontitis were selected and randomly divided into one-visit (n=12) and two-visit (n=12). Samples were collected before and after root canal procedures. Endotoxins were quantified by chromogenic limulus amebocyte lysate assay. Culture techniques were used to determine bacterial colony-forming unit counts. The systematic review and meta-analysis aimed to evaluate the relationship between endotoxin levels and presence of clinical signs/symptoms and radiographic features in patients with endodontic infection. Results: Article 1 - Among the 285 articles identified in the initial search, 29 were included for full-text appraisal and only eight studies met the inclusion criteria for this systematic review. Meta-analysis revealed that individuals having teeth with tenderness to percussion (TTP) (P=0.04; I2 57%) and previous episode of pain (PEP) (P=0.001; I2 81%) had higher levels of endotoxin than their counterparts. Size of radiographic lesion (SRL) > 2 mm (P=0.02; I2 68%) and presence of root canal exudation (EX) (P=0.0007; I2 0%) were associated with higher levels of endotoxin. Article 2 - Bacteria and endotoxins were detected in 100% of the initial samples, with median values of 1.97 x 105 CFU/mL and 24.983 EU/mL, respectively. The CMP using single-file reciprocating technique was effective in the reduction of bacteria and endotoxins (All, p < .05). The supplemental PDT was effective in reducing bacterial load in the one-visit (p < .05) but not in the two-visit treatment after use of Ca(OH)2 medication for 14 days (p>.05). In the two-visit group, after 14 days of inter- appointment medication with Ca(OH)2, a significant reduction in the median levels of endotoxins was found in comparison to CMP alone (from 1.041 to 0.094 EU/mL)(p < .05). Despite the type of treatment, the supplemental PDT was not effective against endotoxins (p>.05). Conclusion: Article 1 - This meta-analysis provides strong evidence that endotoxin are related with the presence of clinical signs/symptoms and radiographic features in patients with endodontic infection. Article 2 - The photodynamic therapy optimized the disinfection of bacteria from root canals in one-visit but not for two visit treatment modality with the accomplishment of calcium hydroxide medication. Thus, PDT is not effective against endotoxins(AU)


Assuntos
Humanos , Periodontite Periapical , Desinfecção , Endotoxinas , Metanálise , Revisão , Tratamento do Canal Radicular
12.
RFO UPF ; 20(3): 408-413, set./dez.2015.
Artigo em Português | LILACS-Express | LILACS | ID: biblio-500

RESUMO

Atualmente, com os avanços tecnológicos e o aperfeiçoamento do preparo químico-mecânico durante a limpeza e modelagem do canal radicular, o tempo para concretização desse procedimento foi reduzido, possibilitando a realização do tratamento em sessão única. Objetivo: discutir e confrontar, a partir de evidências científicas, os achados sobre dor pós-operatória e taxa de reparação em tratamentos endodônticos realizados em sessão única ou múltipla. Métodos: essa revisão da literatura baseou-se na pesquisa de trabalhos nas bases de dados PubMed, Science Direct, Scopus, Scielo e Medline. Revisão da literatura: o tratamento endodôntico em sessão única pode ser realizado nos casos diagnosticados como pulpite irreversível. No entanto, em casos de necrose pulpar, com ou sem periodontite apical, a literatura é controversa e as opiniões variam quanto aos riscos e benefícios da sessão única e da múltipla. Aliando-se a outras vantagens, como economia de tempo, custo-benefício, melhor aceitação do paciente e redução dos riscos de infecção entre as sessões, a sessão única pode ser indicada, com exceção de alguns casos, como na presença de exsudato. Considerações finais: o tratamento em sessão única e em sessão múltipla mostrou resultados semelhantes considerando a taxa de reparação e a dor pós-operatória. Assim, a tomada de decisão clínica em optar por um tratamento endodôntico em sessão única ou múltipla deve ser baseada em evidências clínico-científicas.

13.
Dent. press endod ; 5(2): 61-66, maio-aug. 2015. ilus
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-775304

RESUMO

O presente trabalho tem como objetivo relatar o tratamento endodôntico de uma lesão periapical em sessão única, ressaltando a eficácia e segurança da técnica. O paciente apresentou-se, sem sintomatologia dolorosa, para exame da bateria anterossuperior, em decorrência de trauma sofrido dois anos antes. Ao exame radiográfico, notou-se uma lesão no periodonto apical, estendendo-se da região do dente 13 ao dente 23. Os dentes foram isolados e procedeu-se à cirurgia de acesso em todas as coroas. Realizou-se limpeza e modelagem (NaOCl 6%) com brocas Gattes-Glidden, com recuo progressivo do número 2 ao número 4. Em seguida, cateterismo com limas manuais #25 até o comprimento de trabalho (NaOCl 6%), confirmado com o localizador foraminal, e limpeza e modelagem de todos os canais, utilizando-se os instrumentos ProTapers F4 e F5 (Dentsply/Maillefer) (NaOCl 6%). Irrigação passiva ultrassônica por 3 minutos, em cada dente, com irrigação contínua de EDTA a 17% e inserto ultrassônico Irrisonic (Helse). Irrigação final com NaOCl 6% e secagem com cones de papel. Colocação de azul de metileno a 0,05% por 5 minutos em cada dente, seguida de uma descarga de laser (terapia fotodinâmica) por 80 segundos, em cada dente. Nova irrigação com NaOCl a 6%, para remoção do restante de azul de metileno. Nova secagem com cones de papel e obturação com cones de guta-percha ProTapers F5, termoplastificados com condensador de guta-percha # 60 e pasta AHPlus. Acompanhamento realizado após dois anos constatou a integridade do procedimento realizado, confirmando o sucesso do tratamento endodôntico, em sessão única, de canais radiculares infectados.


Assuntos
Humanos , Masculino , Adulto Jovem , Endodontia , Preparo de Canal Radicular , Tratamento do Canal Radicular , Doenças Dentárias
14.
Dent. press endod ; 5(2): 67-73, maio-aug. 2015. ilus
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-775305

RESUMO

Um dos desafios da Endodontia é a localização dos canais radiculares, para que esses possam ser limpos, remodelados e obturados adequadamente. O uso do ultrassom e da visualização do campo operatório sob magnificação tem aumentado a segurança em determinados tratamentos endodônticos, garantindo resultados ótimos. O objetivo deste trabalho é mostrar uma abordagem clínica de tratamento de um dente com calcificação na entrada dos condutos, no qual realizou-se o acesso à câmera pulpar e, em seguida, a remoção da calcificação e a localização dos condutos foram feitas por meio de pontas ultrassônicas sob magnificação, concluindo-se o caso com a blindagem corono-radicular definitiva em sessão única. Pode-se concluir que a associação do uso do ultrassom sob magnificação é uma estratégia clínica viável para acessar áreas de calcificação.


Assuntos
Calcificações da Polpa Dentária , Endodontia , Tratamento do Canal Radicular , Ultrassonografia
15.
Braz. dent. j ; 26(3): 228-233, May-Jun/2015. tab, graf
Artigo em Inglês | LILACS | ID: lil-751863

RESUMO

This study aimed to evaluate histologically the effect of irrigation with 400 ppm Sterilox, 2% and 5% sodium hypochlorite (NaOCl), with and without photo-activated therapy (PAD), in a single-visit root canal treatment of dog's teeth with apical periodontitis (AP). Ten dogs were randomly divided into two groups (n=5): with and without PAD, and the root canals into four subgroups, according to the irrigating solution: SX (400 ppm Sterilox), SH2 (2% NaOCl), SH5 (5% NaOCl) and SS (saline solution) as positive control. A total of 134 root canals were opened and left exposed to the oral environment for 14 days and then sealed for 60 days for AP induction. Then, root canals were treated according to each proposed disinfecting protocol and filled in the same session. After 120 days, the dogs were euthanized and the periapical inflammatory events were evaluated under light microscopy. Qualitative data were submitted to Kruskal-Wallis and Mann-Whitney tests (α=0.05). PAD did not produce significant differences in the scores for apical inflammation when used after chemo-mechanical preparation (p>0.05). The irrigating solutions SX, SH2 and SH5 without PAD were statistically different from SS (p<0.05) that presented the greatest scores for apical inflammation. PAD did not show any additional effect for the treatment of root canals with pulp necrosis and AP in a single visit and 400 ppm Sterilox may be considered an alternative to NaOCl in root canal treatment.


Este estudo realizou uma avaliação histológica do efeito das soluções irrigadoras Sterilox 400 ppm e hipoclorito de sódio (NaOCl) a 2% e 5%, com e sem a terapia fotodinâmica (PAD), na endodontia em sessão única de dentes de cães associados a lesões periapicais (APs). Dez cães foram divididos de forma randomizada em dois grupos (n=5): com e sem PAD, e os canais radiculares em quatro subgrupos, de acordo com a solução irrigadora utilizada: SX (Sterilox 400 ppm), SH2 (NaOCl 2%), SH5 (NaOCl 5%) e SS (solução salina) como controle positivo. Cento e trinta e quatro canais foram abertos e deixados expostos ao meio oral por 14 dias e depois selados por 60 dias para a indução de APs. Na sequência, os canais foram tratados de acordo com cada protocolo de desinfecção proposto e obturados na mesma sessão. Após 120 dias, os cães foram mortos e os eventos inflamatórios periapicais foram avaliados em microscopia óptica. Os dados qualitativos foram analisados estatisticamente pelos testes Kruskal-Wallis e Mann-Whitney (α=0,05). A PAD, quando empregada após o preparo químico-mecânico, não promoveu diferenças significativas nos escores para inflamação apical (p>0,05). As soluções irrigadoras SX, SH2 e SH5 sem PAD apresentaram diferenças estatísticas do grupo SS (p<0,05) que apresentou os maiores escores para inflamação apical. A PAD não apresentou efeito adicional na endodontia em sessão única dos canais com necrose pulpar associados a lesão apical e a solução irrigadora Sterilox 400 ppm pode ser considerada uma alternativa ao NaOCl na terapia endodôntica.


Assuntos
Animais , Cães , Peróxido de Hidrogênio , Fototerapia , Irrigantes do Canal Radicular , Tratamento do Canal Radicular , Hipoclorito de Sódio
16.
Rev. odontol. UNESP (Online) ; 44(3): 157-162, May-Jun/2015. tab, graf
Artigo em Inglês | LILACS-Express | LILACS | ID: lil-749890

RESUMO

Aim This prospective randomized clinical study examined the influence of two different auxiliary chemical substances on postoperative pain in 301 single-visit endodontic treatments, with enlargement of the apical foramen and extrusion of cement into the periapical region. Material and method The two auxiliary chemicals used were 2% chlorhexidine (2% CHX gel; n = 145) and 5.25% sodium hypochlorite (5.25% NaOCl; n = 156). The incidence of postoperative pain and discomfort was assessed at 24 hours and expressed as percentages. The Fisher exact test and the Chi-square test were used to compare variation in postoperative pain. The variables analyzed were previous pain, pulp status, age, and number of root canals. Result In teeth with previous pain instrumented with 2% CHX gel, the incidence of postoperative pain was 22.22% (6/27) versus 11.11% (3/22) in teeth instrumented with 5.25% NaOCl. In teeth without previous pain instrumented with 2% CHX gel, the incidence of postoperative pain was 8.5% (6/118) versus 2.33% (3/129) in teeth instrumented with 5.25% NaOCl, with no statistically significant difference between the groups. Results showed that previous pain had a significant influence on postoperative status (p < 0.001). After 24 hours postoperatively, 93.7% (282/301) of the teeth had no pain and 6.3% (19/301) had some level of pain, and used one or two doses of medication. Conclusion Based on the results, it can be concluded that the auxiliary chemical substances had no influence on postoperative pain. .


Objetivo Este estudo clínico prospectivo randomizado analisou a influência de duas substâncias químicas auxiliares, com diferentes potenciais de toxicidade, na dor pós-operatória observada em 301 tratamentos endodônticos concluídos em uma única sessão, com ampliação do forame apical e sobre-extensão de cimento para o periápice. Material e método Foram usados gel de clorexidina a 2% (CHX 2% gel; n = 145) e hipoclorito de sódio a 5,25% (NaOCl 5,25%; n = 156). A incidência de dor pós-operatória e desconforto foi avaliada em 24 horas, e foi expressa em porcentagem. O teste exato de Fischer e o teste de Qui Quadrado foram utilizados para comparar a variação da dor pós-operatória. Os fatores analisados foram dor prévia, estado pulpar, idade e número de canais radiculares. Resultado Nos dentes com dor prévia e instrumentados com CHX 2% gel, a incidência de dor pós-operatória foi 22.22% (6/27), contra 11.11% (3/22) nos dentes instrumentados com NaOCl 5,25%. Nos dentes sem dor prévia e instrumentados com CHX 2% gel, a incidência de dor pós-operatória foi 5.08% (6/118), contra 2.33% (3/129) nos dentes instrumentados com NaOCl 5,25%, sem diferenças estatisticamente significativas entre os grupos. Os resultados mostraram que a dor prévia exerceu uma influência significativa no estado pós-operatório (p < 0,001). Após 24 horas, 93,7% (282/301) dos dentes não apresentaram dor, ao passo que 6,3% (19/301) tiveram algum nível de dor pós-operatória e fizeram uso de uma ou duas doses da medicação. Conclusão Diante dos resultados, podemos concluir que a substância química auxiliar não está associada à dor pós-operatória. .

17.
Dent. press endod ; 4(1): 71-77, jan.-abr. 2014. ilus
Artigo em Português | LILACS, BBO - Odontologia | ID: lil-722804

RESUMO

Introdução: o presente Caso Clínico se refere a dois dentes, de um único paciente, que foram, inicialmente, apenas imobilizados com uma contenção semirrígida por 15 dias e sem intervenção endodôntica. Objetivo: descrever o caso de dois dentes acometidos por luxação extrusiva e tratados por meio de uma pasta obturadora composta por hidróxido de cálcio, clorexidina gel a 2% e óxido de zinco. Métodos: após o acompanhamento de um mês, notou-se que os dentes não apresentavam vitalidade pulpar e que, radiograficamente, demonstravam sinais de reabsorção externa. Foi realizado o tratamento endodôntico e a utilização desse novo protocolo terapêutico de medicação intracanal, que pode ser concluído em uma única sessão, e com possibilidade de permanência por até quatro anos no conduto radicular. Resultados: no presente relato, a pasta obturadora permaneceu no canal radicular, sem necessidade de troca, por 24 meses, com regressão das lesões periapicais e paralisação das reabsorções inflamatórias. Conclusão: diante disso, pode-se concluir que essa pasta obturadora pode demonstrar sucesso e efetividade para o tratamento de dentes traumatizados com reabsorção radicular.


Assuntos
Humanos , Masculino , Adolescente , Hidróxido de Cálcio , Clorexidina , Tratamento do Canal Radicular , Reabsorção da Raiz , Avulsão Dentária , Dente não Vital , Tecido Periapical/lesões , Traumatismos Dentários/terapia , Óxido de Zinco
18.
J. coloproctol. (Rio J., Impr.) ; 33(3): 145-150, July-Sept/2013. graf
Artigo em Inglês | LILACS-Express | LILACS | ID: lil-695205

RESUMO

PURPOSE: The goal of a rubber band ligature is to promote fibrosis of the submucosa with subsequent fixation of the anal epithelium to the underlying sphincter. Following this principle, a new technique of ligature was developed based on two aspects: 1. macro banding: to have a better fibrosis and fixation by banding a bigger volume of mucosa and 2. higher ligature: to have this fixation at the origin of the hemorrhoidal cushion displacement. METHODS: 1634 patients with internal hemorrhoidal disease grade II or III were treated by the technique called high macro rubber band. There was no distinction as to age, gender or race. To perform this technique a new hemorrhoidal device was specially designed with a larger diameter and a bigger capacity for mucosal volume aspiration. It is recommended to utilize a longer and wider anoscope to obtain a better view of the anal canal, which will facilitate the injection of submucosa higher in the anal canal and the insertion of the rubber band device. The hemorrhoidal cushion must be banded higher in the anal canal (4 cm above the pectinate line). It is preferable to treat all the hemorrhoids in one single session (maximum of three areas banded). RESULTS: The analysis was retrospective without any comparison with conventional banding. The period of evaluation extended from one to twelve years. The analysis of the results showed perianal edema in 1.6% of the patients, immediate tenesmus in 0.8%, intense pain (need for parenteral analgesia) in 1.6 %, urinary retention in 0.1% of the patients and a symptomatic recurrence rate of 4.2%. All patients with symptomatic recurrence were treated with a new session of macro rubber banding. None of the patients developed anal or rectal sepsis. Small post-ligature bleeding was observed only in 0.8% of the patients. CONCLUSIONS: The high macro rubber banding technique represents an alternative method for the treatment of hemorrhoidal disease grades ...


OBJETIVO: o objetivo de uma ligadura com banda de borracha é promover a fibrose da submucosa com subsequente fixação do epitélio ao esfíncter anal subjacente. Seguindo esse princípio, uma nova técnica de ligadura foi desenvolvida baseada em dois aspectos: 1. macro bandas: para obter uma melhor fibrose e fixação ao atingir um volume maior de mucosa e 2. ligadura alta: para obter essa fixação na origem do deslocamento do coxim hemorroidal. MÉTODOS: 1634 pacientes com doença hemorroidária interna de grau II ou III foram tratados pela técnica de macro ligadura elástica alta. Não houve distinção de idade, sexo ou etnia. Para executar essa técnica, um novo dispositivo hemorroidário foi especialmente projetado com um diâmetro maior e uma maior capacidade de aspiração de volume da mucosa. Recomenda-se utilizar um anoscópio mais longo e largo para obter uma melhor vista do canal anal, o que facilitará a injeção da submucosa a nível mais alto no canal anal e a inserção do dispositivo elástico. O coxim hemorroidal deve ser ligado a um nível mais alto no canal anal (4 cm acima da linha de pectinato). É preferível o tratamento de todas as hemorróidas em uma única sessão (máximo de três zonas submetidas à ligadura). RESULTADOS: a análise foi retrospectiva, sem qualquer comparação com a ligadura convencional. O período de avaliação variou de de um a doze anos. A análise dos resultados mostrou edema perianal em 1,6% dos pacientes, tenesmo imediato em 0,8%, dor intensa (necessidade de analgesia parenteral) em 1,6%, retenção urinária em 0,1 % dos pacientes e uma taxa de recorrência sintomática de 4,2%. Todos os pacientes com recorrência sintomática foram tratados com uma nova ...

19.
Dent. press endod ; 3(3): 62-68, sep.-dec. 2013. ilus
Artigo em Português | LILACS, BBO - Odontologia | ID: lil-707993

RESUMO

Introdução: o diagnóstico e o planejamento das reintervenções são fundamentais na execução de um tratamento. Um método rotineiramente usado para auxiliar no diagnóstico é a radiografia periapical, porém, com esse recurso, estruturas anatômicas são comprimidas em imagens bidimensionais. Objetivo: mostrar a importância da tomografia computadorizada cone beam (TCCB) no diagnóstico antes da reintervenção endodôntica de perfuração vestibular, cuja resolução clínica foi planejada, guiada e executada após a visualização de imagens de TCCB. Após a decisão diagnóstica, foi realizada a abordagem clinica imediata, que consistiu em retratamento por via canal, selamento da perfuração com MTA, reabilitação radicular com pino de fibra de vidro e blindagem coronária com resina composta em sessão única.


Assuntos
Humanos , Masculino , Adulto , Terapia Combinada , Tomografia Computadorizada de Feixe Cônico , Diagnóstico por Imagem , Endodontia , Planejamento de Assistência ao Paciente
20.
Bauru; s.n; 2013. 151 p. ilus, tab.
Tese em Português | LILACS, BBO - Odontologia | ID: biblio-866670

RESUMO

O objetivo deste estudo foi avaliar: 1) a resposta pulpar de dentes decíduos humanos após pulpotomia com diferentes materiais capeadores por meio de análise clínica, radiográfica e histológica; e 2) a expressão da Proteína 1 da Matriz Dentinária (DMP-1) na resposta pulpar. Vinte e cinco molares decíduos inferiores de 22 crianças com idade entre 6 e 9 anos foram criteriosamente selecionados. Os dentes foram randomicamente divididos nos grupos Formocresol de Buckley diluído a 1/5 (Grupo I - FC), Hidróxido de Cálcio (Grupo II HC), Agregado Trióxido Mineral (Grupo III MTA), Otosporin® + Hidróxido de Cálcio (Grupo IV OTO+HC) e Cimento Portland (Grupo V PC), e tratados pela técnica convencional de pulpotomia em sessão única. As avaliações clínicas e radiográficas foram realizadas até o período normal de esfoliação. Os dentes foram extraídos e processados para análise histológica e imuno-histoquímica. Os resultados clínicos e radiográficos não mostraram diferença estatisticamente significativa nos grupos estudados (p>0,05). A análise estatística da avaliação histológica revelou diferença estatisticamente significativa para presença de barreira dentinária e camada odontoblástica entre o Grupo I(FC) e os Grupos II(HC), III(MTA), IV(OTO+HC) e V(PC) visto que o Grupo I(FC) não apresentou barreira dentinária e camada odontoblástica em nenhuma das lâminas observadas. Não houve diferença estatisticamente significativa entre os grupos estudados quando da avaliação da calcificação pulpar. Para o item reabsorção interna observou-se diferença estatisticamente significativa entre o Grupo I(FC), II(HC) e os Grupos III(MTA), IV(OTO+HC) e V(PC) onde não se observaram reabsorções internas nas análises histológicas. A análise da expressão da DMP-1 demonstrou para o Grupo I(FC) imunomarcação localizada na região de calcificações pulpares localizadas nas raízes dos dentes avaliados, não havendo camada odontoblástica nem formação de barreira dentinária. Os Grupos II(HC), III...


The aim of this study was to evaluate: 1) the pulpal response of human primary teeth after pulpotomies with different pulp capping materials through clinical, radiographic and histological analysis; and 2) the expression of Dentin Matrix Protein 1 (DMP-1) in the pulpal response. Twenty-five primary molars of 22 children aged 6-9 years-old were criteriously selected. The teeth were randomly divided into the following groups: Buckleys Formocresol (diluted 1:5) (Group I - FC), Calcium Hydroxide - (Group II CH), Mineral Trioxide Aggregate (Group III MTA), Otosporin® + Calcium Hydroxide (Group IV OTO+CH) and Portland cement (Group V PC); and treated by the conventional technique of pulpotomy at a single appointment. The clinical and radiographic evaluations were performed until the teeth underwent normal exfoliation. The teeth were extracted and processed for histological and immunohistochemical analyses. The clinical and radiographic studies did not show statistically significant difference among the groups studied (p>0.05). The statistical analysis of the histological evaluation revealed statistically significant difference relating to the presence of the dentine barrier and odontoblastic layer between Group I(FC) and Groups II(CH), III(MTA), IV(OTO+CH) and V(PC) since the Group I(FC) did not exhibited dentine barrier and odontoblastic layer in any of the cuts observed. There was no statistically significant difference among the groups studied regarding to the evaluation of pulpal calcification. Concerning to internal resorption, there was a statistically significant difference among Group I(FC), II(CH) and Groups III(MTA), IV(OTO+CH) and V(PC) where internal resorption was not seen in the histological analyses. The analysis of the expression DMP-1 demonstrated for Group I(FC) immunostaining located in the area of pulpal calcifications within the roots of the teeth evaluated; however, neither odontoblastic layer nor dentine barrier were seen...


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Criança , Dente Decíduo , Dente Decíduo , Irrigantes do Canal Radicular/uso terapêutico , Polpa Dentária , Polpa Dentária , Pulpotomia/métodos , Cimentos Dentários/uso terapêutico , Cimentos para Ossos/uso terapêutico , Formocresóis/uso terapêutico , Hidróxido de Cálcio/uso terapêutico , Imuno-Histoquímica , Resultado do Tratamento
SELEÇÃO DE REFERÊNCIAS
DETALHE DA PESQUISA
...