Your browser doesn't support javascript.
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 9 de 9
Filtrar
Mais filtros










Intervalo de ano de publicação
1.
Rev Bras Enferm ; 72(4): 1109-1113, 2019 Aug 19.
Artigo em Inglês, Português | MEDLINE | ID: mdl-31432972

RESUMO

OBJECTIVE: Reporting the experience of use of the PLISSIT model as tool for the nursing care of breast cancer survivors with sexual dysfunction. METHOD: case study developed from January to August 2017, in the outpatient mastology clinic and sexuality service of a maternity in Fortaleza, Ceará, Brazil, with 15 breast cancer survivors. RESULTS: sexual counseling sessions were conducted using the PLISSIT model to address sexual issues, highlighting the particularities of women who experience survival after the treatment of breast cancer. FINAL CONSIDERATIONS: the model used in the practice of nursing care is customary and allows identifying issues experienced by women, as it has easy availability and practicality for use by nursing professionals, helping to address sexual matters with greater tranquility.


Assuntos
Neoplasias da Mama/complicações , Neoplasias da Mama/enfermagem , Aconselhamento Sexual/métodos , Disfunções Sexuais Fisiológicas/terapia , Sobreviventes/psicologia , Adulto , Brasil , Neoplasias da Mama/psicologia , Feminino , Humanos , Pessoa de Meia-Idade , Qualidade de Vida/psicologia , Aconselhamento Sexual/tendências , Disfunções Sexuais Fisiológicas/psicologia , Inquéritos e Questionários , Sobreviventes/estatística & dados numéricos
2.
Rev. bras. enferm ; 72(4): 1109-1113, Jul.-Aug. 2019. graf
Artigo em Inglês | LILACS-Express | ID: biblio-1020547

RESUMO

ABSTRACT Objective: Reporting the experience of use of the PLISSIT model as tool for the nursing care of breast cancer survivors with sexual dysfunction. Method: case study developed from January to August 2017, in the outpatient mastology clinic and sexuality service of a maternity in Fortaleza, Ceará, Brazil, with 15 breast cancer survivors. Results: sexual counseling sessions were conducted using the PLISSIT model to address sexual issues, highlighting the particularities of women who experience survival after the treatment of breast cancer. Final considerations: the model used in the practice of nursing care is customary and allows identifying issues experienced by women, as it has easy availability and practicality for use by nursing professionals, helping to address sexual matters with greater tranquility.


RESUMEN Objetivo: Informar la experiencia del uso del modelo PILSET como herramienta de cuidado de enfermería para sobrevivientes de cáncer de mama con disfunción sexual. Método: relato de experiencia desarrollado de enero a agosto de 2017, realizado en el ambulatorio de mastología junto con el servicio de sexualidad de una maternidad-escuela de Fortaleza, Ceará, Brasil, con 15 sobrevivientes de cáncer de mama. Resultados: se realizaron sesiones de asesoramiento sexual, utilizando el modelo PILSET para trabajar cuestiones sexuales, destacando las particularidades de la mujer que vive la sobrevida tras el tratamiento del cáncer de mama. Consideraciones finales: el modelo utilizado en la práctica del cuidado de enfermería es usual y permite identificar cuestiones vivenciadas por la mujer, pues es una herramienta de fácil disponibilidad y practicidad para profesionales de enfermería, ayudando a abordar cuestiones sexuales con mayor tranquilidad.


RESUMO Objetivo: Relatar a experiência do uso do modelo PILSET como ferramenta de cuidado de enfermagem para sobreviventes de câncer de mama com disfunção sexual. Método: relato de experiência desenvolvido de janeiro a agosto de 2017, realizado no ambulatório de mastologia em conjunto com o serviço de sexualidade de uma maternidade-escola de Fortaleza, Ceará, Brasil, com 15 sobreviventes de câncer de mama. Resultados: realizaram-se sessões de aconselhamento sexual, utilizando o modelo PILSET para trabalhar questões sexuais, destacando as particularidades da mulher que vivencia a sobrevida após o tratamento de câncer de mama. Considerações finais: o modelo utilizado na prática de cuidado de enfermagem é usual e permite identificar questões vivenciadas pela mulher, pois é uma ferramenta de fácil disponibilidade e praticidade para profissionais de enfermagem, auxiliando abordar questões sexuais com maior tranquilidade.

3.
Ciênc. cuid. saúde ; 15(3): 452-459, Jul.-Set. 2016.
Artigo em Português | LILACS, Index Psicologia - Periódicos técnico-científicos | ID: biblio-974866

RESUMO

RESUMO A retirada da mama pode influenciar nas dimensões da qualidade de vida da mulher com câncer de mama. Objetivou-se desvelar fatores que influenciam a qualidade de vida de mulheres mastectomizadas. Estudo descritivo de abordagem qualitativa, realizado com 21 mulheres submetidas à cirurgia de mastectomia, no período de junho a setembro de 2013, em um ambulatório de mastologia em Fortaleza/CE, Brasil, por meio de entrevistas semiestruturadas. Da análise de conteúdo emergiram duas categorias: Influência positiva e Influência negativa na qualidade de vida. Fatores que influenciam positivamente surgiram: apoio familiar, social e profissional, condição financeira e assistência médica; negativamente: assistência médica, condição financeira, hábitos de vida não saudáveis, doença e medo de morrer. Conclui-se que conhecer fatores que influenciam na qualidade de vida da mulher mastectomizada favorece uma melhora na prática do cuidado por fortalecer ações específicas, colaborando com a qualidade de vida dessas mulheres.


RESUMEN La remoción de la mama puede influir en las dimensiones de la calidad de vida de la mujer con cáncer de mama. El objetivo del estudio fue aclarar los factores que influyen la calidad de vida de mujeres mastectomizadas. Estudio descriptivo de abordaje cualitativo, realizado con 21 mujeres sometidas a la cirugía de mastectomía, en el período de junio a septiembre de 2013, en un ambulatorio de mastología en Fortaleza/CE, Brasil, a través de entrevistas semiestructuradas. Del análisis de contenido surgieron dos categorías: Influencia positiva e Influencia negativa en la calidad de vida. Factores que influyen positivamente surgieron: apoyo familiar, social y profesional, condición financiera y atención médica; negativamente: atención médica, condición financiera, hábitos de vida no saludables, enfermedad y miedo de morir. Se concluye que conocer los factores que influyen en la calidad de vida de la mujer mastectomizada favorece la mejora en la práctica del cuidado por fortalecer acciones específicas, colaborando con la calidad de vida de estas mujeres.


ABSTRACT The breast removal can influence the dimensions of women's quality of life with breast cancer. This study aimed to uncover factors that influence the quality of life of mastectomized women. Descriptive study, with a qualitative approach, conducted with 21 women undergoing mastectomy surgery from June to September 2013, in a mastology clinic in Fortaleza/CE, Brazil, through semi-structured interviews. Two categories emerged from the content analysis: positive influence and negative influence on quality of life. Factors that positively influence emerged: family, social and professional support, financial condition and medical care; negatively: medical assistance, financial condition, unhealthy lifestyle habits, disease and fear of dying. One concludes that knowing factors that influence the quality of life of mastectomized women favors an improvement in care practices to strengthen specific actions, contributing to the quality of life of those women.


Assuntos
Humanos , Feminino , Qualidade de Vida , Neoplasias da Mama , Saúde da Mulher , Oncologia Cirúrgica , Mastectomia
4.
Rev. enferm. UFSM ; 5(4): 607-617, out.-dez. 2015.
Artigo em Português | BDENF - Enfermagem | ID: bde-27659

RESUMO

Objetivo: Descrever a percepção de mulheres mastectomizadas acerca dos cuidados de enfermagem recebidos e de sua qualidade de vida. Método:Estudo qualitativo, descritivo, realizado através de entrevistas semiestruturadas com 21 mulheres submetidas à mastectomia, acompanhadas de junho a setembro de 2013 em um ambulatório de mastologia de uma maternidade-escola em Fortaleza, Ceará, Brasil. Os dados foram analisados por meio da análise temática de Minayo. Resultados:Emergiram duas categorias: “Qualidade de vida da mulher mastectomizada” e “Cuidados de enfermagem à mulher mastectomizada”. Conclusões:Para a mastectomizada, qualidade de vida está ligada a ter saúde, alimentação saudável, paz, espiritualidade, trabalho e atividade física. Observou-se que o cuidado de enfermagem envolve técnica e teoria, sendo necessário cuidar de forma holística e ética, respeitando aspectos culturais e sociais. A pesquisa espera despertar e sensibilizar novas discussões, com ênfase,principalmente,no cuidado à mastectomizada, com a finalidade de melhorar a qualidade de vida. (AU)


Aim: To describe the perception of mastectomized women about the nursing care received and their own quality of life. Method: This is a qualitative, descriptive study performed through semi-structured interviews with 21 women who had undergone mastectomy, monitored from June to September 2013 in a mastology outpatient clinic at a maternity-school in Fortaleza, Ceará State, Brazil. Data were subjected to thematic analysis. Results: Two categories emerged: “Mastectomized women’s quality of life” and “Nursing care to mastectomized women”. Conclusions: For mastectomized women, quality of life is linked to having health, healthy eating, peace, spirituality, work and physical activity. They revealed that nursing care involves technique and theory, requiring care with total comprehension and ethics, respecting cultural and social aspects. The research hopes to encourage and sensitize new discussions, focusing mainly in the care of mastectomized women, in order to improve their quality of life. (AU)


Objetivo:Describir la percepción de mujeres con mastectomías sobre los cuidados de enfermería y su calidad de vida. Método:estudio cualitativo, descriptivo realizado mediante entrevistas semiestructuradas con 21 mujeres sometidas a la mastectomía, monitoreadas de junio a septiembre de 2013 en un ambulatorio de mastología de una maternidad-escuela en Fortaleza, Estado de Ceará, Brasil. Los datos fueron sometidos a un análisis temático. Resultados:Dos categorías han surgido: “Calidad de vida” y “Cuidados de enfermería” a la mujer con mastectomía. Conclusiones:Para mastectomizadas, calidad de vida está relacionada a tener salud, alimentación sana, paz, espiritualidad, trabajo y actividad física. Revelaron que cuidado de enfermería implica técnica y teoría, atención que requiere holisticidade y ética, respetando aspectos culturales y sociales. La investigación busca despertar y sensibilizar nuevas discusiones, centrándose en el cuidado de la mastectomía, con el fin de mejorar la calidad de vida. (AU)


Assuntos
Feminino , Enfermagem , Mastectomia , Qualidade de Vida
5.
Rev. RENE ; 16(3): 382-390, Maio-Jun.2015.
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-767420

RESUMO

Descrever a percepção de enfermeira docente sobre sua qualidade de vida. Métodos: estudo exploratório descritivo, com abordagem qualitativa, realizado em uma universidade pública, com 24 docentes de enfermagem, utilizando entrevista semiestruturada para obtenção dos dados. Falas gravadas, transcritas e analisadas pela técnica de Análise Categorial de Minayo, com as categorias: Definindo a qualidade de vida pela docente de enfermagem e Averiguando a existência da qualidade de vida. Resultados: as percepções se relacionaram ao equilíbrio na vida, boas condições de vida e redução de estresse. Revelou-se existência da qualidade de vida pela maioria, e quem não possuía ou a detinha de forma parcial relacionaram problemas ao ambiente ou carga horária do trabalho. Qualidade de vida foi relacionado à sensação de bem-estar e satisfação com a vida. Conclusão: qualidade de vida dos docentes de enfermagem tanto no ambiente laboral como pessoal, decorrem de inúmeros fatores, envolvendo ambiente e relações interpessoais...


Assuntos
Humanos , Educação Superior , Docentes de Enfermagem , Qualidade de Vida
6.
Rev. RENE ; 16(3): 382-390, Maio-Jun.2015.
Artigo em Português | BDENF - Enfermagem | ID: bde-27438

RESUMO

Descrever a percepção de enfermeira docente sobre sua qualidade de vida. Métodos: estudo exploratório descritivo, com abordagem qualitativa, realizado em uma universidade pública, com 24 docentes de enfermagem, utilizando entrevista semiestruturada para obtenção dos dados. Falas gravadas, transcritas e analisadas pela técnica de Análise Categorial de Minayo, com as categorias: Definindo a qualidade de vida pela docente de enfermagem e Averiguando a existência da qualidade de vida. Resultados: as percepções se relacionaram ao equilíbrio na vida, boas condições de vida e redução de estresse. Revelou-se existência da qualidade de vida pela maioria, e quem não possuía ou a detinha de forma parcial relacionaram problemas ao ambiente ou carga horária do trabalho. Qualidade de vida foi relacionado à sensação de bem-estar e satisfação com a vida. Conclusão: qualidade de vida dos docentes de enfermagem tanto no ambiente laboral como pessoal, decorrem de inúmeros fatores, envolvendo ambiente e relações interpessoais...(AU)


Assuntos
Humanos , Qualidade de Vida , Docentes de Enfermagem , Educação Superior
7.
Rev. enferm. UFPI ; 3(3): 26-31, Jul.-Set., 2014. Tabelas
Artigo em Português | BDENF - Enfermagem | ID: bde-30664

RESUMO

Objetivo: Identificar o perfil sociodemográfico e ginecológico e avaliar a Qualidade de Vida de mulheres vulneráveis ao câncer cérvico-uterino. Método: Estudo descritivo, realizado no Centro de Desenvolvimento Familiar (Fortaleza-Ce), envolvendo 50 mulheres. Resultado: A idade média foi 37,86 anos, casadas (54%), desempregadas (74%) e renda familiar de 1 a 2 salários mínimos (78%). A média da primeira relação sexual foi 17,53 anos. A Qualidade de Vida global foi boa e o grau de satisfação com a saúde foi de 40%. Discussão: A melhor percepção da Qualidade de Vida foi do domínio social. Muitos dos fatores de vulnerabilidade dispostos foram também apontados como fatores predisponentes para o desenvolvimento do Câncer de colo uterino, tornando esta população bastante vulnerável. Conclusões: Ressalta-se a necessidade de um histórico detalhado da mulher quando vai fazer a consulta ginecológica, uma vez que uma consulta adequada poderia detectar previamente essa patologia. A associação dos escores da Qualidade de Vida com os fatores de vulnerabilidade revelaram que em alguns domínios esses mostraram-se mais afetados. Por conseguinte, é importante o envolvimento dos profissionais, principalmente os de saúde, diante dessa temática, bem como a promoção de políticas públicas com medidas que colaborem para a Qualidade de Vida da mulher. (AU)


Objective: To identify the social, demographic and gynecological profile and to evaluate the Quality of life of women with vulnerability the uterine cervical cancer. Methods: Quantitative study, conducted at Center for Family Development (Fortaleza-Ce), involving 50 women. Findings: The sample had 37,86 years old (yo), married (54%), unemployed (74%) and family income from 1 to 2 minimum wages (78%). The average of the sexual activity initiation was 17,53 yo. The evaluation of the Quality of life was good, and the satisfaction degree with the health was 40%. Discussion: The better results were in the social domain. Many of the vulnerability factors had been shown as predisposition factors in regards to the development of the uterine cervical cancer, what it makes with what the studied population be vulnerable. Conclusion: The association of Quality of life scores with vulnerability factors revealed that in some areas these were more affected. It is therefore important to involve professionals, particularly in health, on this subject, as well as the promotion of public policy measures that work for a woman's Quality of life. (AU)


Assuntos
Feminino , Qualidade de Vida , Neoplasias do Colo do Útero , Neoplasias Uterinas
8.
Rev. enferm. UFPE on line ; 7(3): 713-721, mar.2013. ilus
Artigo em Português | BDENF - Enfermagem | ID: bde-33291

RESUMO

Objetivo: analisar o conhecimento do enfermeiro que atua em unidade de terapia intensiva (UTI) sobregasometria arterial (GA). Método: estudo descritivo, com abordagem quantitativa, realizado em um hospitalpúblico em Fortaleza-CE/Brasil. A coleta de dados foi realizada com 45 enfermeiros. Utilizou-se o programaSPSS (Statistic Package for Social Sciense) versão 19.0 para analisar os dados. O projeto foi encaminhado aoComitê de Ética em Pesquisa da instituição, aprovado com protocolo no. 091211/10. Resultados: ainterpretação dos resultados da GA era realizada por 53,3% dos enfermeiros, porém poucos participavam dasdiscussões após a interpretação do exame. Os enfermeiros demonstraram conhecimento sobre oprocedimento técnico da GA e as ações de enfermagem após a punção arterial, entretanto apresentarampouca atuação nas discussões das condutas clínicas com a equipe multiprofissional. Conclusão: ressalta-se anecessidade dos enfermeiros que atuam em UTI capacitarem-se continuamente, buscando atualizar-se,principalmente por lidarem com pacientes críticos e com quadro hemodinamicamente instável.(AU)


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Adulto Jovem , Adulto , Pessoa de Meia-Idade , Gasometria , Unidades de Terapia Intensiva , Enfermagem , Epidemiologia
9.
Rev. enferm. UFPE on line ; 6(2): 317-323, fev.2011. ilus
Artigo em Português | BDENF - Enfermagem | ID: bde-33884

RESUMO

Objetivo: analisar o perfil clínico-epidemiológico de pacientes com Insuficiência Renal Aguda (IRA). Método: estudodescritivo, retrospectivo, com abordagem quantitativa. A amostra foi composta por 106 pacientes portadores de IRA, querealizaram tratamento hemodialítico em uma instituição privada, durante o ano de 2009. Os dados foram coletados defevereiro a março de 2010, a partir dos prontuários dos pacientes. O projeto foi encaminhado ao Comitê de Ética emPesquisa da Universidade de Fortaleza, aprovado com protocolo no. 97/2010, CAAE 0726.0.000.037-10. Resultados: amaioria era do sexo masculino, casado e procedente da capital; 40,6% estavam na faixa etária de 61 a 80 anos. A dispnéiaconsistiu na manifestação clínica prevalente. O desequilíbrio hidroeletrolítico e a sepse destacaram-se como as principaiscausas da IRA e as doenças de base mais citadas foram hipertensão e diabetes; 66% evoluíram para óbito, principalmentepor falência de múltiplos órgãos; 34% saíram de alta hospitalar, sendo que 69,4% recuperaram a função renal e 30,6%tornaram-se renais crônicos. Conclusão: diante dos achados, é conveniente ressaltar a importância do conhecimento doperfil do paciente portador de IRA, com vistas a possibilidades de acompanhamento dessa população e prevenção decomplicações associadas à doença.(AU)


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Idoso , Idoso de 80 Anos ou mais , Insuficiência Renal Crônica , Cuidados de Enfermagem , Enfermagem em Nefrologia , Fatores Socioeconômicos , Epidemiologia , Insuficiência Renal/diagnóstico , Insuficiência Renal/mortalidade , Terapêutica , Epidemiologia Descritiva , Promoção da Saúde
SELEÇÃO DE REFERÊNCIAS
DETALHE DA PESQUISA