Your browser doesn't support javascript.
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 3 de 3
Filtrar
Mais filtros










Intervalo de ano de publicação
1.
Enferm. foco (Brasília) ; 9(3): 59-65, set. 2018. tab
Artigo em Português | BDENF - Enfermagem | ID: bde-34085

RESUMO

Objetivo: Caracterizar o perfil sociodemográfico, dos atendimentos e condições de alta das vítimas de queda atendidas no Pronto- Socorro Adulto de um hospital público de ensino. Método: Estudo transversal, retrospectivo através de análise documental no período de 2014-2015. Resultados: Prevaleceram os homens (63,1%), idade acima de 60 anos (39,5%), cor branca (65,6%) e baixa escolaridade (29,1%). A região corporal mais lesionada foi os membros superiores (37,9%). As admissões prevaleceram nos meses de maio e julho, ambos com (12,1%), o dia de quinta - feira (17,2%) e o período vespertino (37,6%). A maioria dos pacientes apresentou grau leve de incapacidade funcional (29,4%) na alta hospitalar. Conclusão: O perfil das vítimas foi de homens, idosos, brancos, baixa escolaridade e incapacidade funcional leve. Este estudo pode contribuir para a organização de serviços de saúde e de enfermagem e na elaboração de políticas públicas voltadas para prevenção e controle desses agravos na população idosa. (AU)


Objective: To characterize the sociodemographic profile, the attendance and discharge conditions of the victims of falls attended in the Adult Emergency Room of a public teaching hospital. Method: Cross-sectional, retrospective study through documentary analysis in the period 2014-2015. Results: Men (63.1%), age over 60 (39.5%), white (65.6%) and low schooling (29.1%) prevailed. The most injured body region was the upper limbs (37.9%). Admissions prevailed in May and July, both with (12.1%), Thursday (17.2%) and afternoon (37.6%). The majority of patients had a mild degree of functional disability (29.4%) at hospital discharge. Conclusion: The profile of the victims was of men, elderly, white, low schooling and mild functional disability. This study may contribute to the organization of health and nursing services and the elaboration of public policies aimed at prevention and control of these diseases in the elderly population. (AU)


Objetivo: Caracterizar el perfil sociodemográfico, de las atenciones y condiciones de alta de las víctimas de caída atendidas en el Pronto-Socorro Adulto de un hospital público de enseñanza. Método: Estudio transversal, retrospectivo a través de análisis documental en el período de 2014-2015. Resultados: Prevalecían los hombres (63,1%), edad superior a 60 años (39,5%), color blanco (65,6%) y baja escolaridad (29,1%). La región corporal más lesionada fue los miembros superiores (37,9%). Las admisiones prevalecieron en los meses de mayo y julio, ambos con (12,1%), el día de jueves (17,2%) y el período vespertino (37,6%). La mayoría de los pacientes presentó un grado leve de incapacidad funcional (29,4%) en el alta hospitalaria. Conclusión: El perfil de las víctimas fue de hombres, ancianos, blancos, baja escolaridad e incapacidad funcional leve. Este estudio puede contribuir a la organización de servicios de salud y de enfermería y en la elaboración de políticas públicas dirigidas a la prevención y control de esos agravios en la población anciana. (AU)


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Acidentes por Quedas , Enfermagem em Emergência , Serviço Hospitalar de Emergência , Causas Externas , Idoso
2.
REME rev. min. enferm ; 22maio.2018. tab
Artigo em Português | BDENF - Enfermagem | ID: bde-33242

RESUMO

As causas externas são definidas como traumatismos, lesões ou quaisquer outros agravos à saúde de natureza intencional ou não. O objetivo deste estudo foi caracterizar o perfil sociodemográfico das vítimas de trauma por acidente de motocicleta e identificar a frequência desses eventos. Tratou-se de estudo retrospectivo, quantitativo e descritivo-exploratório, desenvolvido no Hospital de Clínicas de uma universidade pública de Minas Gerais. A amostra foi composta de 64 prontuários de acidentes motociclísticos. Esses pacientes eram maiores de 14 anos, permaneceram internados até a alta hospitalar, transferência ou óbito. Foi utilizado um instrumento adaptado composto por variáveis sociodemográficas e aspectos relacionados ao evento traumático. Foi evidenciado que a maioria dos pacientes era procedente de Uberaba, com ensino fundamental completo, sexo masculino, na faixa etária de 20 a 29 anos, cor de pele branca. O principal diagnóstico médico foi o de fratura da diáfise da tíbia. A maioria das lesões anatômicas era localizada nos membros inferiores, sendo a permanência hospitalar média de 7,0 dias. Prevaleceu o período noturno e o domingo como de maior ocorrência de acidentes. Os meses de março e julho tiveram maior frequência de internação. De acordo com a Escala de Rankin, as vítimas tiveram alta com incapacidade moderada. Pode-se concluir que os acidentes motociclísticos são frequentes em nosso meio, caracterizando um problema de saúde pública, com risco de morte ou de sequelas incapacitantes. Estudos como este podem fornecer subsídio para elaboração de políticas públicas, para implementar medidas preventivas e de promoção à saúde.(AU)


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Acidentes de Trânsito , Motocicletas , Serviços Médicos de Emergência , Cuidados de Enfermagem , Causas Externas
3.
REME rev. min. enferm ; 22: e-1075, 2018.
Artigo em Português | LILACS, BDENF - Enfermagem | ID: biblio-914478

RESUMO

As causas externas são definidas como traumatismos, lesões ou quaisquer outros agravos à saúde de natureza intencional ou não. O objetivo deste estudo foi caracterizar o perfil sociodemográfico das vítimas de trauma por acidente de motocicleta e identificar a frequência desses eventos. Tratou-se de estudo retrospectivo, quantitativo e descritivo-exploratório, desenvolvido no Hospital de Clínicas de uma universidade pública de Minas Gerais. A amostra foi composta de 64 prontuários de acidentes motociclísticos. Esses pacientes eram maiores de 14 anos, permaneceram internados até a alta hospitalar, transferência ou óbito. Foi utilizado um instrumento adaptado composto por variáveis sociodemográficas e aspectos relacionados ao evento traumático. Foi evidenciado que a maioria dos pacientes era procedente de Uberaba, com ensino fundamental completo, sexo masculino, na faixa etária de 20 a 29 anos, cor de pele branca. O principal diagnóstico médico foi o de fratura da diáfise da tíbia. A maioria das lesões anatômicas era localizada nos membros inferiores, sendo a permanência hospitalar média de 7,0 dias. Prevaleceu o período noturno e o domingo como de maior ocorrência de acidentes. Os meses de março e julho tiveram maior frequência de internação. De acordo com a Escala de Rankin, as vítimas tiveram alta com incapacidade moderada. Pode-se concluir que os acidentes motociclísticos são frequentes em nosso meio, caracterizando um problema de saúde pública, com risco de morte ou de sequelas incapacitantes. Estudos como este podem fornecer subsídio para elaboração de políticas públicas, para implementar medidas preventivas e de promoção à saúde.(AU)


Assuntos
Humanos , Acidentes de Trânsito , Serviços Médicos de Emergência , Causas Externas , Motocicletas , Fatores de Risco , Fatores Socioeconômicos
SELEÇÃO DE REFERÊNCIAS
DETALHE DA PESQUISA