Your browser doesn't support javascript.
loading
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 8 de 8
Filtrar
Mais filtros










Intervalo de ano de publicação
1.
Rev. bras. med. fam. comunidade ; 7(Suplemento 1): 75-75, jun. 2012.
Artigo em Português | LILACS | ID: biblio-880853

RESUMO

Introdução: Estudou-se a possibilidade do uso de Ultra-Diluições/Medicamento Homeopático(MH) em neoplasia experimental. Objetivo: Avaliar a eficácia do MH no tratamento de tumor sólido de Ehrlich. Método: Foram utilizados 20 camundongos machos Swiss,com 8 semanas,pesando em torno 35g,com um padrão de 4mm de espessura(E) e largura(L) no membro posterior esquerdo.Os animais foram inoculados com 0,02mL(1,75x105 células) no subcutâneo do coxim plantar, e foram distribuídos em dois grupos A ( controle) e B (tratado) com n=10.O grupo B recebeu como tratamento MH,na forma de complexo FAO (Fatores de Auto Organização):Antimoniumcrudum,Kalicarbonicum,Mercuriussolubis,Sulphur,Natrummuriaticum,Aurummetallicum,Ammoniummuriaticum,nasultra-diluições 10DH/11DHe12DH.Para a avaliação da curva de crescimento tumoral foram feitas mensurações com o uso de paquímetroa cada 7 dias, após a inoculação do tumor,além de serem pesados e inspecionados semanalmente.Foram também observados quanto ao tempo de sobrevida, desde a inoculação do tumor até a eutanásia em câmara de CO2 (9 semanas).Resultados:O controle apresentou crescimento contínuo e acentuado ao longo do experimento,na quinta semana 5 animais apresentaram valores de E e L maiores que o dobro do padrão inicial, ocorrendo esse mesmo crescimento com o grupo tratado apenas na nona semana, ao final do experimento todos do controle apresentavam mais que o triplo do padrão inicial, além de lesão e necrose.Nos tratados 5 animais não ultrapassaram o dobro do padrão inicial, destes, em 3 observou-se regressão das medidas ao padrão inicial no término do experimento e os 5 restantes do tratado apresentaram crescimento acentuado.Ocorreu o óbito de dois animais no controle e nenhum no tratado..A diferença entre o controle e tratados,obteve significado estatístico com p<0,05. Conclusão: A terapêutica com ocomplexo FAO na DH foi efetiva,regredindo em 30% as medidas da massa tumoral,além de controlar o crescimento do tumor impedindo sua expansão.Este trabalho com resultados tão impactantes abre a possibilidade para novos estudos relacionados à utilização de ultra-diluições em neoplasias.


Assuntos
Carcinoma de Ehrlich , Medicamento Homeopático
2.
Rio de Janeiro; s.n; 2003. xiv,110 p. tab.
Tese em Português | LILACS | ID: lil-392471

RESUMO

Trata-se de um estudo epidemiológico descritivo, que avalia a prevalência de sinais e sintomas de 39 profissionais - Engenheiros Agrônomos e técnicos agrícolas da região serrana do estado do Rio de Janeiro - através da aplicação de um questionário de dados ocupacionais e de condições de vida, bem como das avaliações clínica e neurológica, seguidas de exames laboratoriais, visando estabelecer o possível nexo entre a exposição ocupacional e os sintomas encontrados nos trabalhadores expostos da população em estudo. Os indivíduos integrantes do estudo tem entre 19 e 56 anos, com predominância do sexo masculino (95 porcento), residentes nos municípios de Teresópolis, Nova Friburgo, Bom Jardim, Cordeiro, Sumidouro, São Sebastião do Alto, Santa Maria Madalena, Cantagalo e Duas Barras. Foram observados nessa população os seguintes sintomas e sinais: cefaléia (35,8 por cento), hipertensão arterial (28,2 por cento), diminuição da memória (23 por cento), tosse, irritação nasal e secreção brônquica (18 porcento), câimbras, agitação e irritabilidade (15,3 por cento), labilidade emocional, formigamentos, diminuição da força muscular e agressividade (7,7 por cento) e visão turva (5,2 por cento). Os níveis da enzima acetilcolinesterase plástica mantiveram-se dentro de parâmetros normais com um média de 10.380 U/L. Destacou-se, também, a observação dos profissão em relação à crise da assistência técnica no campo e a percepção de mudança do padrão ambiental e do perfil epidemiológico na população de agricultores no último ano, com dados que, ao mesmo tempo em que apontam para uma redução dos quadros de intoxicação aguda, ressaltam, em contrapartida, um aumento da gravidade em relação às intoxicações crônicas. Concluiu-se que o problema da exposição ocupacional aos agrotóxicos adquire uma dimensão de forte impacto, pois, além da população de agricultores diretamente expostos, atinge também, de forma indireta, populações bem informadas em relação ao problema. Nesse contexto, este estudo articula-se a outros, visando inserir a utilização da homeopatia na prevenção das doenças de origem ambiental, com o objetivo de contribuir com estas questões na área de produção, ambiente e saúde


Assuntos
Doença Ambiental/epidemiologia , Homeopatia , Exposição Ocupacional , Prevenção Primária , Praguicidas
3.
Rio de Janeiro; s.n; 2003. 111 p.
Tese em Português | HomeoIndex - Homeopatia | ID: hom-7406

RESUMO

Trata-se de um estudo epidemiologico descritivo, que avalia a prevalencia de sinais e sintomas de 39 profissionais, engenheiros agronomos e tecnicos agricolas da Região Serrana do Estado do Rio de Janeiro, atraves da aplicacao... (AU)


Assuntos
Exposição Ocupacional , Riscos Ocupacionais , Inseticidas Organofosforados/toxicidade , Sintomas Toxicológicos , Praguicidas/toxicidade , Terapêutica Homeopática
4.
Rio de Janeiro; s.n; 2003. xiv,110 p. tab.
Tese em Português | HomeoIndex - Homeopatia | ID: hom-8116

RESUMO

Trata-se de um estudo epidemiológico descritivo, que avalia a prevalência de sinais e sintomas de 39 profissionais û Engenheiros Agrônomos e técnicos agrícolas da região serrana do estado do Rio de Janeiro û através da aplicação de um questionário de dados ocupacionais e de condições de vida, bem como das avaliações clínica e neurológica, seguidas de exames laboratoriais, visando estabelecer o possível nexo entre a exposição ocupacional e os sintomas encontrados nos trabalhadores expostos da população em estudo. Os indivíduos integrantes do estudo tem entre 19 e 56 anos, com predominância do sexo masculino (95 porcento), residentes nos municípios de Teresópolis, Nova Friburgo, Bom Jardim, Cordeiro, Sumidouro, São Sebastião do Alto, Santa Maria Madalena, Cantagalo e Duas Barras. Foram observados nessa população os seguintes sintomas e sinais: cefaléia (35,8 por cento), hipertensão arterial (28,2 por cento), diminuição da memória (23 por cento), tosse, irritação nasal e secreção brônquica (18 porcento), câimbras, agitação e irritabilidade (15,3 por cento), labilidade emocional, formigamentos, diminuição da força muscular e agressividade (7,7 por cento) e visão turva (5,2 por cento). Os níveis da enzima acetilcolinesterase plástica mantiveram-se dentro de parâmetros normais com um média de 10.380 U/L. Destacou-se, também, a observação dos profissão em relação à crise da assistência técnica no campo e a percepção de mudança do padrão ambiental e do perfil epidemiológico na população de agricultores no último ano, com dados que, ao mesmo tempo em que apontam para uma redução dos quadros de intoxicação aguda, ressaltam, em contrapartida, um aumento da gravidade em relação às intoxicações crônicas. Concluiu-se que o problema da exposição ocupacional aos agrotóxicos adquire uma dimensão de forte impacto, pois, além da população de agricultores diretamente expostos, atinge também, de forma indireta, populações bem informadas em relação ao problema... (AU)


Assuntos
Homeopatia , Prevenção Primária , Doença Ambiental/epidemiologia , Exposição Ocupacional , Praguicidas
8.
Rio de Janeiro; Caravansarai; 2 ed; 2000. 239 p.
Monografia em Português | HomeoIndex - Homeopatia | ID: hom-11321
SELEÇÃO DE REFERÊNCIAS
DETALHE DA PESQUISA