Your browser doesn't support javascript.
loading
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 5 de 5
Filtrar
Mais filtros










Intervalo de ano de publicação
1.
Metabolites ; 10(8)2020 Aug 06.
Artigo em Inglês | MEDLINE | ID: mdl-32781584

RESUMO

The detection of salivary molecules associated with pathological and physiological alterations has encouraged the search of novel and non-invasive diagnostic biomarkers for oral health evaluation. While genomic, transcriptomic, and proteomic profiles of human saliva have been reported, its metabolic composition is a topic of research: metabolites in submandibular/sublingual saliva have never been analyzed systematically. In this study, samples of whole, parotid, and submandibular/sublingual saliva from 20 healthy donors, without dental or periodontal diseases, were examined by nuclear magnetic resonance. We identified metabolites which are differently distributed within the three saliva subtypes (54 in whole, 49 in parotid, and 36 in submandibular/sublingual saliva). Principal component analysis revealed a distinct cluster for whole saliva and a partial overlap for parotid and submandibular/sublingual metabolites. We found exclusive metabolites for each subtype: 2-hydroxy-3-methylvalerate, 3-methyl-glutarate, 3-phenylpropionate, 4-hydroxyphenylacetate, 4-hydroxyphenyllactate, galactose, and isocaproate in whole saliva; caprylate and glycolate in submandibular/sublingual saliva; arginine in parotid saliva. Salivary metabolites were classified into standard and non-proteinogenic amino acids and amines; simple carbohydrates; organic acids; bacterial-derived metabolites. The identification of a salivary gland-specific metabolic composition in healthy people provides the basis to invigorate the search for salivary biomarkers associated with oral and systemic diseases.

3.
Rev. Hosp. Clin. Fac. Med. Univ. Säo Paulo ; 44(5): 197-200, set.-out. 1989. tab
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-89049

RESUMO

Tendo em vista a grande freqüência mundial da hepatite crônica näo-A, näo-B (HCNANB) e a escassez de dados nacionais sobre a doença, realizamos estudo retrospectivo de 85 pacientes, atendidos até dezembro de1987. Foram divididos em quatro grupos: I: pós transfusional (PT), 35 pacientes (41,2%); II: de risco (GR), incluindo profissionais da saúde e toxicômanos, 11 (12,9%); III: esporádico com início bem definido (EBD), 19 (22,4%) e IV: esporádico com início näo definido (END), 20 (23,5%). A média de idade no grupo I foi significativamente maior que nos grupos II e III. O padräo polifásico das transaminases foi observado nos quatro grupos. Histologicamente, a freqüência das formas graves foi semelhante nos quatro grupos mas a HC lobular predominou no grupo III. Concluiu-se que a maneira como foi adquirida a infecçäo aguda näo tem implicaçöes prognósticas


Assuntos
Criança , Adolescente , Adulto , Pessoa de Meia-Idade , Humanos , Masculino , Feminino , Hepatite C/patologia , Doença Crônica , Estudos Retrospectivos
4.
Rev. paul. odontol ; 10(5): 47, 50-3, set.-out. 1988. tab, ilus
Artigo em Português | LILACS, BBO - Odontologia | ID: lil-73208

RESUMO

Este estudo clínico comparou a eficiência da remoçäo de placa bacteriana supragengival com taça, cone de borracha e uma mistura cremosa de pedra-pomes e água em motor de baixa velocidade, versus o sistema Profident com jato de bicarbonato de sódio, água e ar. Foram selecionados 100 pacientes com gengiva clinicamente saudável ou com gengivite leve. Em cada paciente foram feitos dois quadrantes para cada método. A eficiência dos dois métodos foi semelhante e a preferência dos pacientes foi para o sistema taça de borracha. O sistema Profident provocou mais queixa de dor, ou desconforto e sangramento gengival, sendo o método mais rápido


Assuntos
Criança , Adolescente , Adulto , Pessoa de Meia-Idade , Humanos , Masculino , Feminino , Placa Dentária/terapia , Gengivite/terapia , Profilaxia Dentária/métodos , Instrumentos Odontológicos , Higiene Bucal , Profilaxia Dentária/instrumentação
5.
Rev. Inst. Med. Trop. Säo Paulo ; 28(3): 174-80, maio-jun. 1986. tab
Artigo em Inglês | LILACS | ID: lil-35179

RESUMO

Com objetivo de se compararem a tolerabilidade e eficácia do praziquantel e oxamniquine, procedeu-se a um estudo prospectivo duplo-cego envolvendo 120 pacientes com esquistossomose intestinal ou hepatintestinal. Os pacientes foram randomizados em dois grupos. Um foi tratado com praziquantel, na dose de 55 mg/kg de peso, o outro com oxamniquine, 15 mg/kg de peso, sempre administrados em dose única por via oral. O diagnóstico e seguimento parasitológicos basearam-se no exame de fezes pelo método de Kato-Katz. Em 73 de 77 casos negativos após tratamento, executaram-se biopsias retais. Efeitos colaterais, principalmente tontura, sonolência, dores abdominais, cefaléia, náuseas e diarréia foram observados em 87% dos casos. Sua incidência, intensidade e duraçäo foram semelhantes em ambos os grupos, mas a dor abdominal foi significativamente mais freqüente após praziquantel, havendo maior tendência para tontura intensa após oxamniquine. Observou-se aumento significante de alamina-aminotransferase e gama-glutamiltransferase após oxamniquine e de bilirrubina total após praziquantel. Um total de 48 pacientes tratados com praziquantel e 46 com oxamniquine completaram os exames de controle até o sexto mês. As percentages de cura foram de 79,2% e de 84,8% respectivamente, diferença näo significativa. Os pacientes näo curados mostraram reduçäo média do número de ovos de 93,5% e de 84,1%, diferença näo significativa. Cinco pacientes retratados com praziquantel curaram-se, mas somente um de três retratados com oxamniquine. Estes resultados mostram que ambas as drogas-apesar de diferentes propriedades farmacológicas - provocam reaçöes colaterais semelhantes e apresentam eficácia terapêutica comparável


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Oxamniquine/uso terapêutico , Praziquantel/uso terapêutico , Esquistossomose mansoni/tratamento farmacológico , Ensaios Clínicos como Assunto , Método Duplo-Cego , Schistosoma mansoni/efeitos dos fármacos
SELEÇÃO DE REFERÊNCIAS
DETALHE DA PESQUISA
...