Your browser doesn't support javascript.
loading
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 5 de 5
Filtrar
Mais filtros










Tipo de estudo
Intervalo de ano de publicação
1.
Rev. bras. enferm ; 72(6): 1699-1706, Nov.-Dec. 2019. graf
Artigo em Inglês | LILACS-Express | ID: biblio-1042169

RESUMO

ABSTRACT Objective: to evaluate the relation between sociodemographics factors, stress and burden of care of family caregivers of patients at a psychiatric hospital admission. Method: quantitative study, with a cross-sectional correlation design. A total of 112 family caregivers participated, older than 18, in a Brazilian psychiatric hospital. A sociodemographic questionnaire was used to collect data, the Zarit Burden Interview and LIPP Adult Stress Symptom Inventory. Results: burden of care in family caregivers at a psychiatric hospital admission was significantly associated with stress (p=0.000). The psychological symptoms of stress predicted severe burden. Most caregivers presented a moderate or severe burden, with 52.7% in the resistance phase of stress; 66.1% presented psychological symptoms. Conclusion: results show the alarming situation of caregivers of patients from a psychiatric hospital, evidencing their own vulnerability to illness. Indeed, the during admission in a psychiatric hospital, not only patients need care, but also their caregivers.


RESUMO Objetivo: avaliar a relação entre fatores sociodemográficos, estresse e sobrecarga de cuidado de cuidadores familiares na internação de pacientes em um hospital psiquiátrico. Método: estudo quantitativo, com desenho de correlação transversal. Um total de 112 cuidadores familiares participaram do estudo, maiores de 18 anos, em um hospital psiquiátrico brasileiro. Um questionário sociodemográfico, o Zarit Burden Interview e o LIPP Adult Stress Symptom Inventory foram usados para a coleta de dados. Resultados: a carga de cuidado dos familiares cuidadores em internação no hospital psiquiátrico foi significativamente associada ao estresse (p=0,000). Os sintomas psicológicos do estresse previam uma sobrecarega. A maioria dos cuidadores apresentava sobrecarga moderada ou grave, com 52,7% na fase de resistência ao estresse, e 66,1% apresentavam sintomas psicológicos. Conclusión: os resultados mostram a situação alarmante dos cuidadores de pacientes na admissão ao hospital psiquiátrico, evidenciando sua própria vulnerabilidade à doença. De fato, a internação em um hospital psiquiátrico não requer cuidados apenas para o paciente, mas também para os cuidadores familiares.


RESUMEN Objetivo: evaluar la relación entre los factores sociodemográficos, el estrés y la carga de atención de los cuidadores familiares en el ingreso de pacientes en un hospital psiquiátrico. Método: estudio cuantitativo, con diseño de correlación transversal. Participaron 112 cuidadores familiares, mayores de 18 años, en un hospital psiquiátrico brasileño. Para la recolección de datos se utilizó un cuestionario sociodemográfico, el Zarit Burden Interview y el LIPP Adult Stress Symptom Inventory. Resultados: la carga de atención de los cuidadores familiares en el ingreso al hospital psiquiátrico se asoció significativamente con el estrés (p=0,000). Los síntomas psicológicos del estrés predijeron una carga severa. La gran parte de los cuidadores presentaron una carga moderada o grave, con un 52,7% en la fase de resistencia del estrés, y el 66,1% presentó síntomas psicológicos. Conclusión: los resultados muestran la situación alarmante de los cuidadores de pacientes en el ingreso al hospital psiquiátrico, evidenciando su propia vulnerabilidad a la enfermedad. De hecho, el ingreso al hospital psiquiátrico no requiere cuidado solamente al paciente, sino también a los cuidadores familiares.

2.
Cad. Bras. Ter. Ocup ; 27(4): 743-753, out.-dez. 2019. tab
Artigo em Português | LILACS-Express | ID: biblio-1055567

RESUMO

Resumo Introdução Mudanças geradas pela reforma psiquiátrica brasileira reaproximaram as pessoas com transtornos mentais de suas famílias, que passaram a ser responsáveis pela oferta de cuidados. Objetivo O objetivo deste estudo foi investigar a emoção expressa, o estresse precoce e os sintomas de estresse entre cuidadores informais de pessoas com transtornos mentais no momento da internação psiquiátrica. Método Participaram 112 cuidadores. Para coleta de dados foram utilizados quatro instrumentos: questionário sociodemográfico, Family Questionnaire - Versão Português do Brasil, Questionário sobre Traumas na Infância e Inventário de Sintomas de Estresse para adultos de Lipp. Foram realizadas análises estatísticas descritivas, bivariadas e de regressão logística. Os cuidadores foram avaliados com alta emoção expressa tanto no componente superenvolvimento emocional quanto no componente comentários críticos. Resultados O componente superenvolvimento emocional da emoção expressa foi significativamente associado com o estresse precoce e com a fase dos sintomas de estresse. O estresse precoce, a idade e a escolaridade dos cuidadores foram identificadas como variáveis preditoras de alta emoção expressa. Conclusão Esses resultados confirmam a relevância dessas variáveis para o planejamento de ações de assistência no contexto da saúde mental.


Abstract Introduction Changes resulting in Brazilian psychiatric reform brought people with mental disorders closer to their families, who became responsible for the offer of care. Objective The aim of this study was to investigate the expressed emotion, the early stress, and the stress symptoms among informal caregivers of people with mental disorders at the time of psychiatric hospitalization. Method 112 caregivers participated. Four instruments were used to collect data: socio-demographic questionnaire, Family Questionnaire - Brazilian Portuguese Version (FQ-BPV), Childhood Trauma Questionnaire (CTQ) and Lipp Adult Stress Symptom Inventory (ISLL). Descriptive, bivariate and logistic regression analyses were performed. Caregivers were assessed with high emotion expressed both in the emotional over-involvement component and in the critical comments component. Results The emotional over-involvement component of expressed emotion was significantly associated with early stress and stage of stress symptoms. Early stress, age, and the education level of caregivers were identified as predictive variables of high expressed emotion. Conclusion These results confirm the relevance of these variables for the planning of care actions in the context of mental health.

3.
Rev Bras Enferm ; 72(6): 1699-1706, 2019.
Artigo em Inglês | MEDLINE | ID: mdl-31644763

RESUMO

OBJECTIVE: to evaluate the relation between sociodemographics factors, stress and burden of care of family caregivers of patients at a psychiatric hospital admission. METHOD: quantitative study, with a cross-sectional correlation design. A total of 112 family caregivers participated, older than 18, in a Brazilian psychiatric hospital. A sociodemographic questionnaire was used to collect data, the Zarit Burden Interview and LIPP Adult Stress Symptom Inventory. RESULTS: burden of care in family caregivers at a psychiatric hospital admission was significantly associated with stress (p=0.000). The psychological symptoms of stress predicted severe burden. Most caregivers presented a moderate or severe burden, with 52.7% in the resistance phase of stress; 66.1% presented psychological symptoms. CONCLUSION: results show the alarming situation of caregivers of patients from a psychiatric hospital, evidencing their own vulnerability to illness. Indeed, the during admission in a psychiatric hospital, not only patients need care, but also their caregivers.


Assuntos
Cuidadores/psicologia , Efeitos Psicossociais da Doença , Serviços de Saúde Mental/normas , Estresse Psicológico/etiologia , Adaptação Psicológica , Adulto , Idoso , Brasil , Cuidadores/estatística & dados numéricos , Estudos Transversais , Feminino , Hospitalização/estatística & dados numéricos , Hospitais Psiquiátricos/organização & administração , Hospitais Psiquiátricos/estatística & dados numéricos , Humanos , Masculino , Serviços de Saúde Mental/estatística & dados numéricos , Pessoa de Meia-Idade , Psicometria/instrumentação , Psicometria/métodos , Estresse Psicológico/psicologia , Inquéritos e Questionários
4.
Artigo em Português | Index Psicologia - Periódicos técnico-científicos | ID: psi-68685

RESUMO

Objective: To know the main aspects featuring the experience of caring for a family member who is schizophrenic and discuss the possible therapeutic benefits which arise from the participation of caregivers in occupational therapy groups. Methodological procedures: Qualitative-descriptive study, performed in a mental health ambulatory at a general hospital in the state of São Paulo. Data was collected through audio-recording in occupational therapy groups which counted on the participation of 10 family-caregivers of schizophrenic patients with follow-up treatment at this ambulatory. The data were analyzed through the thematic content analysis of Lawrence Bardin. Results: Caregivers of schizophrenic patients face daily difficulties arising from living together with their beloved ones and coping with their behaviors. These caregivers stress the importance of groups as a possible opportunity to have contact with other experiences of people under similar conditions, which not only enables them to clear doubts concerning the illness and the provided care, but also to reflect on the importance of taking care of themselves. Conclusions: There is great need for new studies that address this issue and develop continuous herapeutic interventions that offer caregivers the possibility to be heard about their experiences and to share information, aiming to prepare them to offer a more effective care for the schizophrenic family member and others with mental disorders. The importance of evaluating such interventions is therefore highlighted.(AU)


Objetivos: Conhecer os principais aspectos da experiência de cuidar de um familiar com esquizofrenia e discutir possíveis benefícios terapêuticos advindos da participação dos cuidadores em grupos de terapia ocupacional. Procedimentos metodológicos: Estudo qualitativo-descritivo, realizado em um ambulatório de saúde mental de um hospital geral localizado no interior do estado de São Paulo. A coleta de dados deu-se através de sessões de grupos de terapia ocupacional audiogravadas, das quais participaram dez familiares cuidadores de pacientes com esquizofrenia que fazem acompanhamento no ambulatório. Os dados foram analisados por meio da análise temática de conteúdo de Lawrence Bardin. Resultados: Os cuidadores de familiares com esquizofrenia encontram-se diariamente diante de dificuldades resultantes da onvivência com o ente cuidado e dos comportamentos que ele apresenta. Os cuidadores ressaltaram a importância dos grupos como espaço em que foi possível entrar em contato com experiências de outras pessoas em situação similar, o que lhes possibilitou resolver dúvidas acerca da doença e dos cuidados oferecidos e também a oportunidade de refletirem sobre a importância de cuidarem de si mesmos. Conclusões: Há necessidade de novos estudos que tratem dessa temática e desenvolvam intervenções terapêuticas contínuas, oferecendo aos cuidadores escuta, compartilhamento de experiências e informações, visando instrumentalizá-los para que ofereçam um cuidado mais eficiente ao fam(AU)


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Adulto , Pessoa de Meia-Idade , Idoso , Grupos de Autoajuda , Terapia Ocupacional , Cuidadores , Esquizofrenia
5.
Cad. Ter. Ocup. UFSCar (Impr.) ; 22(1): 97-108, jan.-abr. 2014.
Artigo em Português | LILACS, Index Psicologia - Periódicos técnico-científicos | ID: lil-712113

RESUMO

OBJECTIVE: To know the main aspects featuring the experience of caring for a family member who is schizophrenic and discuss the possible therapeutic benefits which arise from the participation of caregivers in occupational therapy groups. METHODOLOGICAL PROCEDURES: Qualitative-descriptive study, performed in a mental health ambulatory at a general hospital in the state of São Paulo. Data was collected through audio-recording in occupational therapy groups which counted on the participation of 10 family-caregivers of schizophrenic patients with follow-up treatment at this ambulatory. The data were analyzed through the thematic content analysis of Lawrence Bardin. RESULTS: Caregivers of schizophrenic patients face daily difficulties arising from living together with their beloved ones and coping with their behaviors...


OBJETIVOS: Conhecer os principais aspectos da experiência de cuidar de um familiar com esquizofrenia e discutir possíveis benefícios terapêuticos advindos da participação dos cuidadores em grupos de terapia ocupacional. PROCEDIMENTOS METODOLÓGICOS: Estudo qualitativo-descritivo, realizado em um ambulatório de saúde mental de um hospital geral localizado no interior do estado de São Paulo. A coleta de dados deu-se através de sessões de grupos de terapia ocupacional audiogravadas, das quais participaram dez familiares cuidadores de pacientes com esquizofrenia que fazem acompanhamento no ambulatório. Os dados foram analisados por meio da análise temática de conteúdo de Lawrence Bardin. RESULTADOS: Os cuidadores de familiares com esquizofrenia encontram-se diariamente diante de dificuldades resultantes da convivência com o ente cuidado e dos comportamentos que ele apresenta...


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Adulto , Pessoa de Meia-Idade , Idoso , Esquizofrenia , Grupos de Autoajuda , Terapia Ocupacional , Cuidadores
SELEÇÃO DE REFERÊNCIAS
DETALHE DA PESQUISA