Your browser doesn't support javascript.
loading
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 20 de 104
Filtrar
Mais filtros










Intervalo de ano de publicação
1.
Rev Bras Enferm ; 73(6): e20190393, 2020 Sep 07.
Artigo em Inglês, Português | MEDLINE | ID: mdl-32901735

RESUMO

OBJECTIVE: To evaluate the family relationships in the social network for young male homosexuals. METHODS: this is a qualitative, descriptive, exploratory study anchored in the theoretical framework Social Network and including 20 male homosexuals selected by the Snowball technique through semi-structured script interview. The IRaMuTeQ software was analyzed by Similitude Analysis. RESULTS: the primary social network was configured in the elements: 1 - Family affective ties: the center of the social network, 2 - Binding family relationship and religiosity. FINAL CONSIDERATIONS: it was evaluated that the primary social network has been rooted to fragile relationships of socialization and solidarity, and that the social dimension is also rooted on conservatism, sexism/bigotry, and violence. When it comes to address this issue creates the contribution to the visibility of the homosexual youth family dynamics, since it represents the central core and first learning experience that will determine the development and ability to deal with adversities.

2.
Rev Bras Enferm ; 73(5): e20190046, 2020.
Artigo em Português, Inglês | MEDLINE | ID: mdl-32638933

RESUMO

OBJECTIVES: to analyze the health vulnerability of young female transgender living with HIV/AIDS. METHODS: qualitative, descriptive, and exploratory study, based on the theoretical reference of Social Representation and concept of vulnerability; developed with six transgender women in a reference Hospital for HIV/AIDS. We analyzed the individual interviews, recorded, and transcribed in full, in the IRaMuTeQ software by Similitude Analysis. RESULTS: the thematic categories are listed based on the Ayres reference: 1) Individual dimension of vulnerability to HIV/AIDS; 2) Social dimension of vulnerability to HIV/AIDS; 3) Programmatic dimension of the vulnerability. Final Considerations: the young female transsexual living with HIV/AIDS experience a context of vulnerability in health associated with a lack of knowledge and difficulties for the realization of self-care. The study evidenced the representations of social abjection and unpreparedness of the health team that compose the Primary Attention in Health in promoting qualified assistance for the execution of the effective and humanized care.

3.
Rev Bras Enferm ; 73(3): e20180390, 2020.
Artigo em Inglês, Português | MEDLINE | ID: mdl-32267412

RESUMO

OBJECTIVES: identify the social representations of transsexual women living with HIV/AIDS. METHODS: this is a qualitative descriptive exploratory study, based on the theory of social representations, conducted with six HIV/AIDS seropositive transsexual women from a hospital for patients with HIV/AIDS. For data collection, semi-structured interviews were conducted and later transcribed and analyzed with the help of Iramuteq (version 0.7) to produce a dendrogram of the descending hierarchical classification. RESULTS: data were grouped into three classes: social thought and health/disease process; subjectivity and identity coping; and social determination and the context of vulnerability. FINAL CONSIDERATIONS: the elements of social representations were identified, based on commonsense knowledge, resulting from the way of thinking and acting and associated with the syndrome and social actors and sectors of the daily life of transsexual women. This study highlights the relevance of representational processes for humanized health care.

4.
Rev. bras. enferm ; 73(3): e20180390, 2020. graf
Artigo em Inglês | LILACS-Express | LILACS | ID: biblio-1092582

RESUMO

ABSTRACT Objectives: identify the social representations of transsexual women living with HIV/AIDS. Methods: this is a qualitative descriptive exploratory study, based on the theory of social representations, conducted with six HIV/AIDS seropositive transsexual women from a hospital for patients with HIV/AIDS. For data collection, semi-structured interviews were conducted and later transcribed and analyzed with the help of Iramuteq (version 0.7) to produce a dendrogram of the descending hierarchical classification. Results: data were grouped into three classes: social thought and health/disease process; subjectivity and identity coping; and social determination and the context of vulnerability. Final Considerations: the elements of social representations were identified, based on commonsense knowledge, resulting from the way of thinking and acting and associated with the syndrome and social actors and sectors of the daily life of transsexual women. This study highlights the relevance of representational processes for humanized health care.


RESUMEN Objetivos: identificar las representaciones sociales de las mujeres transexuales que viven con el VIH/Sida. Métodos: estudio cualitativo, descriptivo y exploratorio, basándose en la teoría de las representaciones sociales, en el cual participaron seis mujeres transexuales seropositivas, en un hospital de referencia a personas con el VIH/Sida. En la recolección de datos, se hizo entrevistas semiestructuradas, siendo posteriormente transcriptas y analizadas con el auxilio del software Iramuteq (versión 0.7) para componer el dendograma a partir de la clasificación jerárquica descendente. Resultados: se agruparon los datos en tres clases: pensamiento social y el proceso salud/enfermedad; subjetividad y el enfrentamiento identitario; y determinación social y contexto de vulnerabilidad. Consideraciones Finales: se identificaron los elementos que componen las representaciones sociales, que buscan construir un conocimiento mediante el sentido común, siendo provenientes del modo de pensar y de actuar, asociados al síndrome y a los actores y sectores sociales en el cotidiano de las mujeres transexuales. Se pone en relieve la relevancia de los procesos representacionales para el cuidado de la salud de forma humanizada.


RESUMO Objetivos: identificar as representações sociais de mulheres transexuais vivendo com HIV/Aids. Métodos: estudo qualitativo, descritivo e exploratório, ancorado à teoria das representações sociais, realizado com seis mulheres transexuais soropositivas, num hospital de referência para pessoas com HIV/Aids. Realizaram-se, para a produção dos dados, entrevistas semiestruturadas, posteriormente transcritas e analisadas com o auxílio do software Iramuteq (versão 0.7) para compor o dendograma a partir da classificação hierárquica descendente. Resultados: obteve-se o agrupamento dos dados em três classes: pensamento social e o processo saúde/doença; subjetividade e o enfrentamento identitário; e determinação social e o contexto de vulnerabilidade. Considerações Finais: identificaram-se os elementos que compõem as representações sociais, objetivadas no conhecimento construído pelo senso comum, oriundos do modo de pensar e agir, associados à síndrome e aos atores e setores sociais no cotidiano das mulheres transexuais. Enaltece-se a relevância dos processos representacionais para o cuidado em saúde de forma humanizada.

5.
Rev. bras. enferm ; 73(5): e20190046, 2020.
Artigo em Inglês | LILACS-Express | LILACS, BDENF - Enfermagem | ID: biblio-1115373

RESUMO

ABSTRACT Objectives: to analyze the health vulnerability of young female transgender living with HIV/AIDS. Methods: qualitative, descriptive, and exploratory study, based on the theoretical reference of Social Representation and concept of vulnerability; developed with six transgender women in a reference Hospital for HIV/AIDS. We analyzed the individual interviews, recorded, and transcribed in full, in the IRaMuTeQ software by Similitude Analysis. Results: the thematic categories are listed based on the Ayres reference: 1) Individual dimension of vulnerability to HIV/AIDS; 2) Social dimension of vulnerability to HIV/AIDS; 3) Programmatic dimension of the vulnerability. Final Considerations: the young female transsexual living with HIV/AIDS experience a context of vulnerability in health associated with a lack of knowledge and difficulties for the realization of self-care. The study evidenced the representations of social abjection and unpreparedness of the health team that compose the Primary Attention in Health in promoting qualified assistance for the execution of the effective and humanized care.


RESUMEN Objetivos: analizar la vulnerabilidad en salud de las jóvenes transexuales femeninas que viven con VIH/sida. Métodos: estudio cualitativo, descriptivo y exploratorio, fundamentado en el referencial teórico de Representación Social y concepto de vulnerabilidad; desarrollado con seis mujeres transexuales en un hospital de referencia para VIH/SIDA. Se ha analizado las entrevistas individuales, grabadas y transcritas en su totalidad, en el software IRaMuTeQ por el Análisis de Similitud. Resultados: se ha seleccionadas las categorías temáticas a partir del referencial de Ayres: 1) Procesos relacionales que operan en la vulnerabilidad individual al VIH/sida; 2) Producción y reproducción de la dimensión social de la vulnerabilidad al VIH/sida; 3) Condiciones dadas de precarización del cuidado y el impacto de la vulnerabilidad programática. Conclusiones: las jóvenes transexuales femeninas que viven con VIH/SIDA experimentan un contexto de vulnerabilidad en salud relacionado a la falta de conocimiento y dificultades para la efectuación del autocuidado. Ha sido evidenciadas representaciones de abyección social y falta de preparación del equipo de salud que compone la Atención Primaria en Salud en promover asistencia calificada para la ejecución del cuidado efectivo y humanizado.


RESUMO Objetivos: analisar a vulnerabilidade em saúde das jovens transexuais femininas que vivem com HIV/aids. Métodos: estudo qualitativo, descritivo e exploratório, fundamentado no referencial teórico de Representação Social e conceito de vulnerabilidade; desenvolvido com seis mulheres transexuais em um hospital de referência para HIV/aids. Analisaram-se as entrevistas individuais, gravadas e transcritas na íntegra, no software IRaMuTeQ, pela Análise de Similitude. Resultados: elencaram-se as categorias temáticas a partir do referencial de Ayres: 1) Processos relacionais que operam na vulnerabilidade individual ao HIV/aids; 2) Produção e reprodução da dimensão social da vulnerabilidade ao HIV/Aids; 3) Condições dadas de precarização do cuidado e o impacto da vulnerabilidade programática. Considerações Finais: as jovens transexuais femininas que vivem com HIV/aids vivenciam contexto de vulnerabilidade em saúde associado a falta de conhecimento e dificuldades para a efetivação do autocuidado. Evidenciaram-se representações de abjeção social e despreparo da equipe da saúde que compõe a Atenção Primária em Saúde em promover assistência qualificada para a execução do cuidado efetivo e humanizado.

6.
Rev. enferm. UFPE on line ; 14: [1-9], 2020. ilus, mapas
Artigo em Português | BDENF - Enfermagem | ID: biblio-1096338

RESUMO

Objetivo: analisar o padrão espaço-temporal dos casos notificados de tuberculose em adolescentes. Método: trata-se de um estudo ecológico desenvolvido a partir dos casos de tuberculose em adolescentes. Obtiveram-se a correlação temporal entre as taxas brutas de incidência da tuberculose e o ano de ocorrência segundo o coeficiente de correlação linear de Pearson e a autocorrelação espacial pelo índice de Moran. Realizou-se a análise no programa TerraView, versão 4.2.2. Resultados: revela-se que o Índice de Moran apresentou associação espacial. Levantaram-se correlação linear negativa moderada e baixa entre as variáveis representadas pelas taxas brutas e ano de ocorrência, segundo faixas etárias, dos dez aos 14 e dos 15 aos 19 anos, respectivamente. Conclusão: indica-se, pela autocorrelação espacial, a existência de municípios prioritários para intervenção e planejamento de ações da Enfermagem.(AU)


Objective: to analyze the spatial-temporal pattern of notified cases of tuberculosis in adolescents. Method: this is an ecological study developed from tuberculosis cases in adolescents. The temporal correlation between the crude tuberculosis incidence rates and the year of occurrence was obtained according to Pearson's linear correlation coefficient and the spatial autocorrelation by the Moran index. The analysis was performed using the TerraView program, version 4.2.2. Results: it is revealed that the Moran Index showed a spatial association. A moderate and low negative linear correlation was found between the variables represented by the gross rates and year of occurrence, according to age groups, from 10 to 14 and from 15 to 19 years, respectively. Conclusion: the existence of priority municipalities for nursing intervention planning and actions is indicated by spatial autocorrelation.(AU)


Objetivo: analizar el patrón espacio-temporal de casos notificados de tuberculosis en adolescentes. Método: estudio ecológico, desarrollado a partir de casos de tuberculosis en adolescentes. La correlación temporal entre las tasas brutas de incidencia de tuberculosis y el año de ocurrencia se obtuvo de acuerdo con el coeficiente de correlación lineal de Pearson y la autocorrelación espacial utilizando el índice de Moran. El análisis se realizó con el programa TerraView, versión 4.2.2. Resultados: el Índice de Moran mostró una asociación espacial. Se obtuvo una correlación lineal negativa moderada y baja entre las variables representadas por las tasas brutas y el año de ocurrencia, según los grupos de edad, 10 a 14 y 15 a 19 años, respectivamente. Conclusión: la autocorrelación espacial indica la existencia de municipios prioritarios para la intervención y la planificación de acciones de enfermería.(AU)


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Criança , Adolescente , Tuberculose Pulmonar , Tuberculose Pulmonar/epidemiologia , Adolescente , Saúde do Adolescente , Vulnerabilidade em Saúde , Análise Espacial , Análise Espaço-Temporal , Educação em Saúde , Estudos Ecológicos
7.
Rev. enferm. UFPE on line ; 14: [1-12], 2020. ilus, tab, graf
Artigo em Português | BDENF - Enfermagem | ID: biblio-1096982

RESUMO

Objetivo: analisar as dificuldades de acesso aos serviços de saúde pelas pessoas LGBT. Método: trata-se de um estudo bibliográfico, descritivo, do tipo revisão integrativa da literatura. Realizou-se a busca em janeiro de 2019 nas bases de dados: MEDLINE, Web of Science e SCOPUS. Pesquisaram-se artigos com delimitação atemporal. Avaliaram-se os artigos segundo o critério AHRQ e sua elegibilidade pelo CASP. Analisaram-se os dados no software IRAMUTEQ a partir da Classificação Hierárquica Descendente. Resultados: destaca-se que a amostra final foi composta por dez artigos, entre eles, 70% encontraram-se disponíveis na SCOPUS; 10%, na Web of Science e 20%, na MEDLINE. Notou-se que, referente à nacionalidade dos estudos, 10% foram da Alemanha; 10%, do Brasil; 10%, da Argentina; 20%, do Canadá; 20%, da África do Sul e 30%, dos Estados Unidos da América. Verificou-se que os anos de publicação dos estudos foram entre 2013 e 2018. Conclusão: evidencia-se que o acesso aos serviços de saúde pela população LGBT é permeado por constrangimentos e preconceitos. Ressalta-se que a exclusão, desamparo, omissão e indiferença ao acesso são sentimentos expressados por este público, mesmo existindo políticas públicas específicas.(AU)


Objective: to analyze the difficulties of access to health services by LGBT people. Method: this is a descriptive bibliographic study of the integrative literature review type. The search was performed in January 2019 in the databases: MEDLINE, Web of Science and SCOPUS. We searched for articles with timeless delimitation. The articles were evaluated according to the AHRQ criteria and their eligibility by CASP. Data was analyzed in the IRAMUTEQ software from the Descending Hierarchical Classification. Results: it is noteworthy that the final sample consisted of ten articles, among them, 70% were available at SCOPUS; 10% on Web of Science and 20% on MEDLINE. Regarding the nationality of the studies, 10% were from Germany; 10% from Brazil; 10% from Argentina; 20% from Canada; 20% from South Africa and 30% from the United States of America. It was found that the years of publication of the studies were between 2013 and 2018. Conclusion: it is evident that access to health services by the LGBT population is permeated by constraints and prejudices. It is emphasized that exclusion, helplessness, omission and indifference to access are feelings expressed by this public, even though there are specific public policies.(AU)


Objetivo: analizar las dificultades de acceso a los servicios de salud por parte de las personas LGBT. Método: este es un estudio bibliográfico descriptivo del tipo revisión integradora de literatura. La búsqueda se realizó en enero de 2019 en las bases de datos MEDLINE, Web of Science y SCOPUS. Buscamos artículos con delimitación atemporal. Los artículos fueron evaluados de acuerdo con los criterios AHRQ y su elegibilidad por CASP. Los datos se analizaron en el software IRAMUTEQ de la Clasificación Jerárquica Descendente. Resultados: cabe destacar que la muestra final consistió en 10 artículos, entre ellos, 70% estaban disponibles en SCOPUS, 10% en Web of Science y 20% en Medline. Con respecto a la nacionalidad de los estudios, el 10% provino de Alemania, el 10% de Brasil, el 10% de Argentina, el 20% de Canadá, el 20% de Sudáfrica y el 30% de los Estados Unidos de América. Se descubrió que los años de publicación de los estudios fueron entre 2013 y 2018. Conclusión: es evidente que el acceso a los servicios de salud por parte de la población LGBT está impregnado de restricciones y prejuicios. Es de destacar que la exclusión, la impotencia, la omisión y la indiferencia al acceso son sentimientos expresados por este público, a pesar de que existen políticas públicas específicas.(AU)


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Vulnerabilidade em Saúde , Minorias Sexuais e de Gênero , Barreiras ao Acesso aos Cuidados de Saúde , Política de Saúde , Serviços de Saúde , Acesso aos Serviços de Saúde , Epidemiologia Descritiva , MEDLINE
8.
Rev. bras. enferm ; 72(5): 1251-1257, Sep.-Oct. 2019. graf
Artigo em Inglês | LILACS-Express | LILACS | ID: biblio-1042136

RESUMO

ABSTRACT Objective: to analyze the social network of young female transsexuals who live with HIV/AIDS. Method: descriptive and exploratory study of qualitative approach, based on the Social Network Theory, developed in a Brazilian reference hospital for HIV/AIDS, with six transsexual women. Individual interviews were recorded and transcribed, and the data were subjected to analysis of similarities through the software program IRaMuTeQ. Results: the categories observed were: 1) dynamics of primary social network and social challenges; 2) dynamics of secondary social network and the institutional prejudice. Final considerations: the dynamics of the social network is based on the lack of support of primary and secondary networks, and the containment process limits the reach of quality of life and social emancipation. To deal with this theme will provide the visibility of young female transsexuals in confronting vulnerabilities and guaranteeing human rights.


RESUMEN Objetivo: analizar la red social de jóvenes transexuales femeninas que conviven con VIH/sida. Método: estudio descriptivo, exploratorio, de enfoque cualitativo, fundamentado en la Teoría de Red Social, desarrollado en un hospital de referencia para VIH/sida, con seis mujeres transexuales. Las entrevistas individuales fueron grabadas y transcriptas, y los da tos se sometieron a análisis de similitud por medio del programa informático IRaMuTeQ. Resultados: se observaron las siguientes categorías: 1) dinámicas de la red social primaria y los desafíos sociales; 2) dinámicas de la red social secundaria y el prejuicio institucional. Consideraciones finales: la dinámica de la red social está fundamentada en la falta de soporte de las redes primarias y secundarias, y el proceso de contención limita el alcance de la calidad de vida y la emancipación social. Tratar de este tema favorecerá la visibilidad de las jóvenes transexuales para el enfrentamiento de las vulnerabilidades y para la garantía de los derechos humanos.


RESUMO Objetivo: analisar a rede social de jovens transexuais femininas que convivem com HIV/aids. Método: estudo descritivo, exploratório, de abordagem qualitativa, fundamentado na Teoria de Rede Social, desenvolvido em um hospital de referência para HIV/aids, com seis mulheres transexuais. As entrevistas individuais foram gravadas e transcritas, e os dados foram submetidos a análise de similitude pelo software IRaMuTeQ. Resultados: observaram-se as seguintes categorias: 1) dinâmicas da rede social primária e os desafios sociais; 2) dinâmicas da rede social secundária e o preconceito institucional. Considerações finais: a dinâmica da rede social está alicerçada na falta de suporte das redes primárias e secundárias, e o processo de contenção limita o alcance da qualidade de vida e a emancipação social. Tratar deste tema irá oportunizar a visibilidade das jovens transexuais para o enfrentamento das vulnerabilidades e para garantia dos direitos humanos.

9.
Rev Bras Enferm ; 72(5): 1251-1257, 2019 Sep 16.
Artigo em Inglês, Português | MEDLINE | ID: mdl-31531648

RESUMO

OBJECTIVE: to analyze the social network of young female transsexuals who live with HIV/AIDS. METHOD: descriptive and exploratory study of qualitative approach, based on the Social Network Theory, developed in a Brazilian reference hospital for HIV/AIDS, with six transsexual women. Individual interviews were recorded and transcribed, and the data were subjected to analysis of similarities through the software program IRaMuTeQ. RESULTS: the categories observed were: 1) dynamics of primary social network and social challenges; 2) dynamics of secondary social network and the institutional prejudice. FINAL CONSIDERATIONS: the dynamics of the social network is based on the lack of support of primary and secondary networks, and the containment process limits the reach of quality of life and social emancipation. To deal with this theme will provide the visibility of young female transsexuals in confronting vulnerabilities and guaranteeing human rights.


Assuntos
Infecções por HIV/psicologia , Rede Social , Pessoas Transgênero/psicologia , Adolescente , Brasil , Feminino , Infecções por HIV/complicações , Humanos , Masculino , Pesquisa Qualitativa , Estigma Social , Adulto Jovem
10.
Cogitare enferm ; 24: e59743, 2019. graf
Artigo em Português | LILACS, BDENF - Enfermagem | ID: biblio-1055968

RESUMO

RESUMO OBJETIVO: analisar a correlação entre as taxas brutas de violência por estupro e ano de ocorrência e o padrão espacial da ocorrência dos casos notificados de violência por estupro contra adolescentes. MÉTODO: estudo ecológico com tendência temporal, constituído a partir das notificações no período de 2009 a 2014, referentes aos casos de violência por estupro contra adolescentes residentes no estado de Pernambuco, coletados por município pelo Sistema de Informação de Agravos de Notificação. Os dados foram analisados com o auxílio do programa TerraView versão 4.2.2, por meio das bases cartográficas digitais dos municipais de Pernambuco e quantitativo populacional disponibilizado pelo Instituto Brasileiro de Geografia de Estatística. RESULTADOS: constatou-se a correlação linear positiva em relação às variáveis representadas pelas taxas brutas e ano de ocorrência e associação espacial entre os municípios. Conclusão: o enfrentamento deste agravo requer mudanças de concepções culturais e suporte governamental para efetivação de ações intersetoriais de saúde.


RESUMEN OBJETIVO: Analizar la correlación entre tasas brutas de violencia por violación, año de ocurrencia y estándar espacial de ocurrencia de los casos notificados de violencia por violación contra adolescentes. MÉTODO: Estudio ecológico con tendencia temporal, constituido por las notificaciones entre 2009 y 2014 referentes a casos de violencia por violación contra adolescentes residentes en Pernambuco, Brasil, divididos por municipio, recolectados del Sistema de Información de Enfermedades de Notificación. Datos analizados utilizando el programa TerraView versión 4.2.2, además de bases cartográficas digitales de los municipios de Pernambuco y cuantificación poblacional brindada por el Instituto Brasileño de Geografía y Estadística. RESULTADOS: Se constató correlación lineal positiva respecto de las variables representadas por las tasas brutas y año de ocurrencia, y asociación espacial entre los municipios. Conclusión: Para enfrentar este estigma se requieren cambios en las concepciones culturales y soporte gubernamental que garantice la ejecución de acciones intersectoriales de salud.


ABSTRACT OBJECTIVE: To analyze the correlation between raw rates of rape and year of occurrence, and spatial patterns of notified cases of rape against adolescents. METHOD: This was an ecological study, with a temporal trend, carried out based on notifications made between 2009 and 2014 of cases of rape against adolescents residing in the state of Pernambuco, Brazil, collected by the municipality through the Violent Crimes Notification Information System. The data were analyzed using TerraView software version 4.2.2. based on the municipal digital cartographic databases of Pernambuco and the population size provided by the Brazilian Institute of Geography and Statistics. Results: There was a positive linear correlation between raw rates and year of occurrence and spatial association among municipalities. CONCLUSION: Combating this violent crime requires changes in cultural conceptions and government support to effectively implement intersectoral health actions.


Assuntos
Criança , Adolescente , Estupro , Saúde Pública , Análise Espacial , Delitos Sexuais , Abuso Físico
11.
Cogitare enferm ; 24: e59749, 2019. graf
Artigo em Português | LILACS, BDENF - Enfermagem | ID: biblio-1019762

RESUMO

RESUMO Objetivo: compreender a qualidade de vida de mulheres transexuais que vivem com HIV/AIDS. Método: estudo qualitativo, descritivo, exploratório, realizado em 2017 com seis mulheres transexuais, em um hospital de referência para HIV/AIDS em Pernambuco, Brasil. Gravaram-se e se transcreveram as entrevistas com programa Interface de R pour les Analyses Multidimensionnelles de Textes et de Questionnaires, pela técnica da Análise de Similitude. Resultados: obtiveram-se as classes: "Vulnerabilidade ao HIV/AIDS e as implicações para o enfrentamento"; "Adesão ao tratamento do HIV/AIDS e o contexto programático". Considerações finais: considera-se que a condição de viver com o HIV/AIDS para as mulheres transexuais vai muito além da doença, envolve o sofrimento íntimo mediante a violência social, negação dos direitos humanos e vulnerabilidade, o que limita seu desenvolvimento pessoal e social e impacta no conjunto de condições humanas para o alcance da qualidade de vida.


RESUMEN: Objetivo: Comprender la calidad de vida de mujeres transexuales portadoras de VIH/SIDA. Métodos: Estudio cualitativo, descriptivo, exploratorio, realizado en 2017 con seis mujeres transexuales en hospital de referencia en VIH/SIDA de Pernambuco, Brasil. Se grabaron y transcribieron las entrevistas utilizando el programa Interface de R pour les Analyses Multidimensionnelles de Textes et de Questionnaires, aplicando la técnica de análisis de similitud. Resultados: Se obtuvieron las clases: "Vulnerabilidad al VIH/SIDA e implicancias de su tratamiento"; "Adhesión al tratamiento del VIH/SIDA y el contexto programático". Consideraciones finales: Se considera que, para las mujeres transexuales, ser portador de VIH/SIDA va mucho más allá de la enfermedad, involucra al sufrimiento íntimo a través de la violencia social, denegación de los derechos humanos y vulnerabilidad, limitando ello el desarrollo personal y social, e impactando en el conjunto de condiciones humanas para el alcance de la calidad de vida.


ABSTRACT Objective: To understand the quality of life of transsexual women living with HIV/AIDS. Methods: This was a qualitative, descriptive, exploratory study, carried out in 2017 with six transsexual women at a reference hospital for HIV/AIDS in Pernambuco, Brazil. The interviews were recorded and transcribed using the Interface de R pour les Analyses Multidimensionnelles de Textes et de Questionnaires, using the similitude analysis technique. Results: The following classes emerged: "Vulnerability to HIV/AIDS and implications for coping"; and "HIV/AIDS treatment adherence and the programming context". Final considerations: The condition of living with HIV/AIDS for transsexual women goes beyond the disease, involving intimate suffering in terms of social violence, denied human rights, and vulnerability, which limits their personal and social development and impacts the totality of human conditions to reach a high quality of life.


Assuntos
Feminino , Qualidade de Vida , Síndrome de Imunodeficiência Adquirida , HIV , Enfermagem
12.
Texto & contexto enferm ; 28: e20180294, 2019. graf
Artigo em Inglês | LILACS-Express | LILACS | ID: biblio-1014670

RESUMO

ABSTRACT Objective: to analyze the female transsexual identity and the emergence of transfeminism through the context of vulnerability to HIV / AIDS in light of the Queer Theory. Method: a qualitative, descriptive, exploratory study based on the Queer Theory, carried out in a reference hospital for HIV/AIDS in the State of Pernambuco (Brazil), developed with six young transsexual women. The interviews were analyzed in the IRaMuTeQ software via the similarity analysis method. Results: the relation of male domination through the subordination of the transsexual woman, which originates in the binary, sexist and male chauvinistic heteronormative model, is emphasized. The context of vulnerability to HIV / AIDS is evidenced as a naturalized phenomenon of violence to the young "queer" woman, especially with precarious living conditions, history of family rejection, sexual violence and informal prostitution work. Lack of support from the social network and the imminent risk of transphobic violence result in damage to their physical and mental integrity. The following categories were observed: Emergence of transfeminism through symbolic violence and female transsexual identity and the context of vulnerability. Conclusion: the social impacts of the minimal state policy, social class cohesion (binarism, sexism, racism and male chauvinism), unequal social capital and culture of abjection of transsexual women reflect the context of the HIV / AIDS epidemic and inequalities that result in individual, contextual and programmatic vulnerability and in factors which limit the attainment of a healthy life.


RESUMEN Objetivo: analizar la identidad transexual femenina y la emergencia por el transfeminismo mediante el contexto de vulnerabilidad al HIV/SIDA a la luz de la Teoría Queer. Métodos: estudio cualitativo, descriptivo, exploratorio, fundamentado en la Teoría Queer, realizado en un hospital de referencia para el HIV/SIDA del estado de Pernambuco (Brazil), desarrollado con seis mujeres transexuales jóvenes. Las entrevistas realizadas se analizaron en el software IRaMuTeQ a través del método de análisis de similitud. Resultados: se destaca la relación de dominación masculina mediante la subordinación de la mujer transexual, que tiene su origen en el modelo de heteronormatividad binaria, sexista y machista. Se evidencia un contexto de vulnerabilidad hacia el HIV/SIDA como un fenómeno naturalizado de violencia a la mujer "queer" joven, principalmente en condiciones precarias de vida, con un historial de rechazo familiar, violencia sexual y trabajo informal en la prostitución. La falta de soporte de la red social y el riesgo inminente a la violencia transfóbica resultan en daños a su integridad física y psíquica. Se pudieron observar las siguientes categorías: Emergencia por transfeminismo mediante la violencia simbólica, e Identidad transexual femenina y el contexto de vulnerabilidad. Conclusión: los impactos sociales de la política de estado mínimo, la cohesión de las clases sociales (binarismo, sexismo, racismo y machismo), el capital social desigual y la cultura de abyección a la mujer transexual, refleja el contexto de acometimiento por la epidemia del HIV/SIDA y las desigualdades que derivan en la vulnerabilidad individual, contextual y programática y en los factores limitantes para el alcance de una vida saludable.


RESUMO Objetivo: analisar a identidade transexual feminina e a emergência pelo transfeminismo mediante o contexto de vulnerabilidade ao HIV/aids à luz da Teoria Queer. Método: estudo qualitativo, descritivo, exploratório, fundamentado na Teoria Queer, realizado em um Hospital de referência para HIV/aids do estado de Pernambuco, desenvolvido com seis mulheres transexuais jovens. As entrevistas realizadas foram analisadas no software IRaMuTeQ pelo método da análise de similitude. Resultados: ressalta-se a relação de dominação masculina mediante a subordinação da mulher transexual, que tem origem no modelo heteronormativo binário, sexista e machista. Evidencia-se o contexto de vulnerabilidade ao HIV/aids como um fenômeno naturalizado de violência à mulher "queer" jovem, sobretudo com condições precárias de vida, histórico de rejeição familiar, violência sexual e trabalho informal na prostituição. A falta de suporte da rede social e o risco iminente à violência transfóbica resultam em danos à sua integridade física e psíquica. Observou-se as seguintes categorias: Emergência por Transfeminismo mediante a violência simbólica e Identidade transexual feminina e o contexto de vulnerabilidade. Conclusão: os impactos sociais da política de estado mínimo, coesão das classes sociais (binarismo, sexismo, racismo e machismo), capital social desigual e cultura de abjeção à mulher transexual, reflete o contexto de acometimento pela epidemia do HIV/aids e desigualdades que resultam na vulnerabilidade individual, contextual e programática e nos fatores limitantes para o alcance da vida saudável.

13.
Rev. enferm. UFPE on line ; 12(10): 2803-2815, out. 2018. ilus, graf, tab
Artigo em Português | BDENF - Enfermagem | ID: biblio-996980

RESUMO

Objetivo: identificar os tipos de intervenções educativas na promoção da alimentação saudável em escolares. Método: revisão integrativa, entre janeiro de 2010 a maio de 2018, em que se selecionaram artigos em português, inglês e espanhol nas bases de dados PUBMED/MEDLINE, CINAHL, LILACS, BDENF, SCOPUS, CUIDEN, COCHRANE, WEB of SCIENCE, IBECS e na biblioteca virtual SciELO. Categorizaram-se os dados em relação aos tipos de tecnologias e às temáticas abordadas. Resultados: constituiu-se a amostra por 17 artigos, sendo que cinco abordavam práticas alimentares saudáveis; quatro, prevenção do excesso de peso e obesidade e oito, segurança alimentar e nutricional. Todos utilizaram as tecnologias leve e leve-dura e seis, a tecnologia dura. Diversas intervenções educativas foram utilizadas. Conclusão: para a realização de intervenções educativas, utilizam-se diversos recursos, dos mais simples aos mais sofisticados, e sua efetividade dar-se-á a partir do envolvimento da comunidade escolar e pela participação efetiva dos pais ou responsáveis. Pode-se considerar o ambiente escolar o local importante para a promoção da saúde a partir da aquisição de bons hábitos alimentares.(AU)


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Criança , Serviços de Saúde Escolar , Educação Alimentar e Nutricional , Saúde da Criança , Educação em Saúde , Dieta Saudável , Materiais de Ensino , MEDLINE , Tecnologia Educacional , LILACS
14.
Rev. enferm. UFPE on line ; 12(6): 1772-1780, jun. 2018. ilus, tab
Artigo em Português | BDENF - Enfermagem | ID: biblio-986233

RESUMO

Objetivo: identificar as implicações da vivência da homofobia sobre a saúde dos adolescentes. Método: revisão integrativa com os artigos originais em português/inglês/espanhol, de 2012 a agosto 2017, nas Bases de dados MEDLINE, Scopus, LILACS e BDENF. Os dados foram apresentados em figura. Resultados: incluíramse 11 artigos com maioria de publicações em 2015. Após a comparação e análise, os classificaram em 3 subgrupos de temáticas com foco integrado << Características e manifestações homofobia entre adolescentes >>; << Implicações da homofobia sobre a saúde do adolescente >> e << Enfrentamento à homofobia e promoção da saúde >>. Conclusão: a vivência da homofobia durante a adolescência possui implicações à saúde do adolescente como ansiedade, depressão, ideação e tentativa de suicídio; entretanto, é necessária a assistência livre de preconceitos, permitindo à população o usufruto do direito à saúde, além de parcerias intersetoriais para ações de enfrentamento à homofobia e promoção da saúde em ambientes escolares.(AU)


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Adolescente , Adolescente , Saúde do Adolescente , Vulnerabilidade em Saúde , Homofobia , Minorias Sexuais e de Gênero , Promoção da Saúde , Violência , MEDLINE , Saúde Sexual
15.
Rev. enferm. UFPE on line ; 12(6): 1817-1823, jun. 2018. ilus, tab
Artigo em Português | BDENF - Enfermagem | ID: biblio-986247

RESUMO

Objetivo: relatar a experiência de uma intervenção educativa para o enfrentamento à homofobia realizada com adolescentes numa escola de referência em ensino médio. Método: estudo descritivo, do tipo relato de experiência, sobre uma intervenção educativa no formato de oficina para o enfrentamento à homofobia construída com adolescentes a partir de uma Pesquisa-ação numa escola de referência em ensino médio. Os participantes avaliaram a intervenção por meio de um questionário. Resultados: a oficina compôs-se de 5 encontros que abordaram desde conteúdos sobre gênero, diversidade sexual, homofobia na escola, violência homofóbica e direitos humanos. Conclusão: a oficina constituiu-se como espaço de participação e diálogo para o enfrentamento à homofobia na escola. Esta atividade intersetorial obteve sua relevância para a promoção da saúde e formação integral e cidadã de adolescentes no que tange ao enfrentamento da vulnerabilidade social e violência, considerando-se pelo grupo como um projeto de conscientização social.(AU)


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Adolescente , Serviços de Saúde Escolar , Violência , Educação em Saúde , Adolescente , Saúde do Adolescente , Saúde Sexual , Homofobia , Minorias Sexuais e de Gênero , Epidemiologia Descritiva
17.
Rev. enferm. UFPE on line ; 12(4): 1122-1132, abr. 2018. ilus
Artigo em Português | BDENF - Enfermagem | ID: biblio-970815

RESUMO

Objetivo: descrever propriedades e aplicações potenciais da quitosana, óxido de zinco e óleo essencial de pimenta rosa. Método: estudo descritivo, tipo informativo, mediante o levantamento do universo da produção científica. Resultados: a quitosana é um polímero que possui características tais como biodegrabilidade, biocompatibilidade, atoxicidade, baixo custo, produto natural e existe em grande quantidade na natureza. É suscetível de ser manipulada nos formatos de lâminas, filmes, fibras e géis. É uma molécula extremamente funcional exercendo ação mucoadesiva, anticoagulante, imunoestimulante, cicatrizante, antitumoral, hemostática, hipolipêmica, antimicrobiana, dentre outras. O óxido de zinco é um antimicrobiano com extraordinária eficácia bactericida e fungicida. Estudos têm investigado o óleo essencial da pimenta rosa e identificado que ele possui atividade diurética, adstringente, antidiarreica, anti-inflamatória, cicatrizante, bactericida, antiviral, analgésica, sedativa, expectorante, antipirética, vermífuga e antisséptica. Conclusão: a quitosana, o óxido de zinco e o óleo essencial de pimenta rosa apresentam, individualmente ou em conjunto, potencialidades para aplicações em áreas tais como embalagens ativas, tratamento de água, curativos e outras, em consequência da competência para minimizar ou erradicar a proliferação de micro-organismos patógenos.(AU)


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Óxido de Zinco , Produtos Biológicos , Óleos Voláteis , Hidrogéis , Anacardiaceae , Quitosana , Anti-Infecciosos , Epidemiologia Descritiva
18.
Rev Bras Enferm ; 71(suppl 1): 490-495, 2018.
Artigo em Inglês, Português | MEDLINE | ID: mdl-29562003

RESUMO

OBJECTIVE: To evaluate the social network of lesbian mothers, from the social contexts of support or restraint. METHOD: Descriptive, exploratory study, of qualitative approach, based on the theoretical reference of Social Network, with eight lesbian mothers selected through Snowball technique, using semi-structured interview. Data analysis was performed with IRAMUTEQ software, through Similarity Analysis. RESULTS: The social network is configured as: 1) Emotional distance and non-acceptance of motherhood by the family members - primary network elements; 2) Interference in the socio-cultural medium for the effectiveness of the mother-child bond - secondary network elements. FINAL CONSIDERATIONS: Social network is grounded on trivialized and negative conceptions that highlight prejudice and disrespect. The discussion of this theme contributes to a greater visibility of those new family arrangements as well as to reduce stigmas e prejudices that pervade the social network components of these women.


Assuntos
Mães/psicologia , Sistemas de Apoio Psicossocial , Minorias Sexuais e de Gênero/psicologia , Adaptação Psicológica , Adulto , Feminino , Humanos , Entrevistas como Assunto , Pessoa de Meia-Idade , Pesquisa Qualitativa
19.
Rev. enferm. UFPE on line ; 12(3): 801-804, mar. 2018.
Artigo em Português | BDENF - Enfermagem | ID: biblio-968476

RESUMO

Objetivo: analisar a organização da família de mulheres jovens transexuais, com HIV/AIDS à luz do Modelo Calgary. Método: pesquisa qualitativa, descritiva, exploratória. A população do estudo será composta por mulheres transexuais, jovens, tendo por cenário um ambulatório de HIV/AIDS de um hospital de referência. A coleta de dados será por intermédio de entrevistas individuais, a partir de um roteiro semiestruturado contendo questões pertinentes aos objetivos do estudo. As entrevistas serão submetidas à análise no software Interface de R pour les Analyses Multidimensionnelles de Textes et de Questionnaires (IRAMUTEQ) versão 0.7 e software Genoprol para visualização gráfica da estrutura e relações familiares. Resultados esperados: contribuir com a atenção integral a saúde das mulheres transexuais, além de oferecer embasamento para a prática de promoção da saúde no âmbito da Enfermagem.(AU)


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Adolescente , Adulto Jovem , Família , Saúde Pública , Síndrome de Imunodeficiência Adquirida , HIV , Assistência Integral à Saúde , Pessoas Transgênero , Promoção da Saúde , Epidemiologia Descritiva , Pesquisa Qualitativa
20.
Rev. enferm. UFPE on line ; 12(3): 805-807, mar. 2018.
Artigo em Português | BDENF - Enfermagem | ID: biblio-968489

RESUMO

Objetivo: identificar as representações sociais de mulheres transexuais jovens, acometidas por HIV/aids, na construção das condutas preventivas. Método: estudo qualitativo, descritivo, exploratório. A população será composta por mulheres transexuais. O cenário do estudo será um hospital de referência para pessoas com HIV/Aids, localizado na cidade do Recife (PE), Brasil. Para a produção dos dados serão realizadas entrevistas semiestruturadas, que serão analisadas com o auxílio do software Iramuteq. Resultados esperados: as mulheres transexuais vivenciam contexto de vulnerabilidade ao HIV/aids resultante da exclusão social, marginalização e estigma. Neste contexto a representação social está associada a ideia de morte desmerecedora, intenções e possibilidades subjacentes às condutas preventivas.(AU)


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Adolescente , Adulto Jovem , Síndrome de Imunodeficiência Adquirida , Síndrome de Imunodeficiência Adquirida/prevenção & controle , HIV , Vulnerabilidade em Saúde , Pessoas Transgênero , Teoria Social , Epidemiologia Descritiva , Pesquisa Qualitativa
SELEÇÃO DE REFERÊNCIAS
DETALHE DA PESQUISA