Your browser doesn't support javascript.
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 1 de 1
Filtrar
Mais filtros










Intervalo de ano de publicação
1.
Estud. interdiscip. envelhec ; 24(1): 63-74, abr. 2019. ilus
Artigo em Português | LILACS, Index Psicologia - Periódicos técnico-científicos | ID: biblio-1046485

RESUMO

Este estudo trata do sistema de informação (SI) como recurso que visa garantir a disponibilidade e a distribuição de informações imprescindíveis para orientar os profissionais na continuidade dos diferentes cuidados prestados por uma Instituição de Longa Permanência para Idosos (ILPI) do interior de São Paulo. A partir de entrevistas realizadas foi possível analisar as percepções dos profissionais responsáveis pelo cuidado sobre o processo de comunicação vigente. Objetivou- -se compreender como se estabelece o auxílio proveniente do SI mantido na instituição quanto a comunicação entre os serviços e identificar fatores que possam promover uma melhor qualidade do processo comunicacional entre os membros da equipe gestora do cuidado do ponto de vista da disponibilidade, acessibilidade e confiabilidade. Os resultados demonstraram que a ausência de um SI fundamentado em recursos tecnológicos não impediu que a gestão da ILPI sistematizasse as informações inerentes aos cuidados prestados como previsto na legislação. As conclusões indicam que o auxílio do sistema de informação se estabelece por processos de comunicação que perpassam a estrutura hierárquica vertical e horizontalmente. Tais processos procuram gerenciar e suportar as ações individuais e coletivas de trabalho da gestão do cuidado por meio de relatórios, diários de bordo, prontuários e recursos informais como lembretes e cadernetas. Os fatores identificados que podem fomentar melhorias no processo comunicacional são: padronização dos meios de comunicação, rotinização dos registros, avaliação periódica que subsidiem intervenções, conscientização dos riscos de um processo deficiente e a inteligibilidade das informações transmitidas de modo a coibir mal-entendidos que possam afetar a segurança dos residentes. (AU)


This present study deals with the information system (IS) as a resource for ensuring availability and the distribution of essential information to orientate and guide practitioners in the continuity of the various care provided by a home for the aged located in the interior of São Paulo State. Based on interviews, it was possible to analyze the perceptions of professionals responsible for care about the current communication process. The objective was to understand how to establish the assistance provided by the IS maintained in the home for the communication between the services and identify factors that can promote a better quality of the communication process between the members of the care management team, considering availability, accessibility and reliability. The results showed that the absence of an IS based on technological resources did not prevent the home management from systematizing the information inherent to the care provided as determined by the legislation. The conclusions indicate that the support of the information system is established by communication processes that cross the hierarchical structure vertically and horizontally. These processes manage and support the individual and collective work actions of care management through reports, logbooks, medical records and informal resources such as reminders and passbooks. The identified factors that can foster improvements in communication are: standardization of communication media, routinization of records, periodic evaluation that subsidize interventions, awareness of the risks of a poor process and the intelligibility of the information transmitted in order to prevent misunderstandings that may affect the safety of residents. (AU)


Assuntos
Humanos , Pessoal de Saúde , Comunicação em Saúde , Sistemas de Informação em Saúde , Instituição de Longa Permanência para Idosos , Gestão em Saúde
SELEÇÃO DE REFERÊNCIAS
DETALHE DA PESQUISA