Your browser doesn't support javascript.
loading
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 20 de 50
Filtrar
1.
Rev Saude Publica ; 56: 105, 2022.
Artigo em Inglês, Português | MEDLINE | ID: mdl-36515307

RESUMO

OBJECTIVE: Describe the temporal evolution of morbimortality due to Covid-19 and vaccination coverage during the health emergency in Brazil. METHODS: Number of cases and deaths due to Covid-19 were extracted from the public panel of the Brazilian Ministry of Health, according to epidemiological week (EW) and geographic region. Data on vaccines and variants were obtained, respectively, from the Information System of the National Immunization Program and the Genomic Surveillance System of SARS-CoV-2. RESULTS: Three peaks of deaths characterized the evolution of the Covid-19 pandemic: in EW 30 of 2020, in the EW 14 of 2021 and in the EW six of 2022; three case waves, starting in the North and Northeast regions, with higher rates in the third wave, mainly in the South region. Vaccination started in the epidemiological week three of 2021, rapidly reaching most of the population, particularly in the Southeast and South regions, coinciding with a reduction exclusively in the mortality rate in the third wave. Only from the beginning of the second wave, when Gama was the dominant variant, 146,718 genomes were sequenced. From the last EW of 2021, with vaccination coverage already approaching 70%, the Omicron variant caused an avalanche of cases, but with fewer deaths. CONCLUSIONS: We noticed the presence of three waves of Covid-19, as well as the effect of immunization on the reduction of mortality in the second and third waves, attributed to the Delta and Omicron variants, respectively. However, the reduction of morbidity, which peaked in the third wave during the domination of the Omicron variant, remained the same. The national and centralized command of the pandemic confrontation did not occur; thus, public administrators took the lead in their territories. The overwhelming effect of the pandemic could have been minimized, if there had been a coordinated participation of three spheres of the Brazilian Unified Health System administration, in the joint governance of the pandemic fight.


Assuntos
COVID-19 , Humanos , COVID-19/epidemiologia , COVID-19/prevenção & controle , Pandemias/prevenção & controle , SARS-CoV-2 , Brasil/epidemiologia , Imunização , Vacinação
2.
Disaster Med Public Health Prep ; : 1-8, 2022 Aug 22.
Artigo em Inglês | MEDLINE | ID: mdl-35993500

RESUMO

OBJECTIVE: The article seeks to assess the Brazilian health system ability to respond to the challenges imposed by the coronavirus disease 2019 (COVID-19) pandemic by measuring the capacity of Brazilian hospitals to care for COVID-19 cases in the 450 Health Regions of the country during the year 2020. Hospital capacity refers to the availability of hospital beds, equipment, and human resources. METHODS: We used longitudinal data from the National Register of Health Facilities (CNES) regarding the availability of resources necessary to care for patients with COVID-19 in inpatient facilities (public or private) from January to December 2020. Among the assessed resources are health professionals (certified nursing assistants, nurses, physical therapists, and doctors), hospital beds (clinical, intermediate care, and intensive care units), and medical equipment (computed tomography scanners, defibrillators, electrocardiograph monitors, ventilators, and resuscitators). In addition to conducting a descriptive analysis of absolute and relative data (per 10,000 users), a synthetic indicator named Installed Capacity Index (ICI) was calculated using the multivariate principal component analysis technique to assess hospital capacity. The indicator was further stratified into value ranges to understand its evolution. RESULTS: There was an increase in all selected indicators between January and December 2020. It was possible to observe differences between the Northeast and North regions and the other regions of the country; most Health Regions presented low ICI. The ICI increased between the beginning and the end of 2020, but this evolution differed among Health Regions. The average increase in the ICI was more evident in the groups that already had considerably high baseline capacity in January 2020. CONCLUSIONS: It was possible to identify inequalities in the hospital capacity to care for patients affected by COVID -19 in the Health Regions of Brazil, with a concentration of low index values in the Northeast and North of the country. As the indicator increased throughout the year 2020, inequalities were also observed. The information here provided may be used by health authorities, providers, and managers in planning and adjusting for future COVID-19 care and in dimensioning the adequate supply of hospital beds, health-care professionals, and devices in Health Regions to reduce associated morbidity and mortality. We recommend that the ICI continue to be calculated in the coming months of the pandemic to monitor the capacity in the country's Health Regions.

3.
Rev. saúde pública (Online) ; 56: 105, 2022. tab, graf
Artigo em Inglês | LILACS-Express | LILACS, BBO - Odontologia | ID: biblio-1410046

RESUMO

ABSTRACT OBJECTIVE Describe the temporal evolution of morbimortality due to Covid-19 and vaccination coverage during the health emergency in Brazil. METHODS Number of cases and deaths due to Covid-19 were extracted from the public panel of the Brazilian Ministry of Health, according to epidemiological week (EW) and geographic region. Data on vaccines and variants were obtained, respectively, from the Information System of the National Immunization Program and the Genomic Surveillance System of SARS-CoV-2. RESULTS Three peaks of deaths characterized the evolution of the Covid-19 pandemic: in EW 30 of 2020, in the EW 14 of 2021 and in the EW six of 2022; three case waves, starting in the North and Northeast regions, with higher rates in the third wave, mainly in the South region. Vaccination started in the epidemiological week three of 2021, rapidly reaching most of the population, particularly in the Southeast and South regions, coinciding with a reduction exclusively in the mortality rate in the third wave. Only from the beginning of the second wave, when Gama was the dominant variant, 146,718 genomes were sequenced. From the last EW of 2021, with vaccination coverage already approaching 70%, the Omicron variant caused an avalanche of cases, but with fewer deaths. CONCLUSIONS We noticed the presence of three waves of Covid-19, as well as the effect of immunization on the reduction of mortality in the second and third waves, attributed to the Delta and Omicron variants, respectively. However, the reduction of morbidity, which peaked in the third wave during the domination of the Omicron variant, remained the same. The national and centralized command of the pandemic confrontation did not occur; thus, public administrators took the lead in their territories. The overwhelming effect of the pandemic could have been minimized, if there had been a coordinated participation of three spheres of the Brazilian Unified Health System administration, in the joint governance of the pandemic fight.


RESUMO OBJETIVO Descrever a evolução temporal da morbimortalidade por covid-19 e da cobertura vacinal no período da emergência sanitária no Brasil. MÉTODOS Número de casos e óbitos por covid-19 foram extraídos do painel público do Ministério da Saúde, conforme semana epidemiológica (SE) e região geográfica. Dados sobre vacinas e variantes foram obtidos, respectivamente, do Sistema de Informação do Programa Nacional de Imunizações e do Sistema de Vigilância Genômica do SARS-CoV-2. RESULTADOS A evolução da pandemia de covid-19 caracterizou-se por três picos de óbitos: na 30ᵃ semana epidemiológica de 2020, na 14ᵃ de 2021 e na sexta de 2022; três ondas de casos, iniciando-se nas regiões Norte e Nordeste, com maiores taxas na terceira onda, principalmente na região Sul. A vacinação teve início na terceira semana epidemiológica de 2021, atingindo rapidamente a maior parte da população, particularmente nas regiões Sudeste e Sul, coincidindo com redução da taxa de mortalidade, mas não de morbidade na terceira onda. No total, 146.718 genomas foram sequenciados, mas somente a partir do início da segunda onda, na qual a variante dominante foi a Gama. A partir da última SE de 2021, quando a cobertura vacinal já se aproximava de 70%, a variante Ômicron causou uma avalanche de casos, porém com menos óbitos. CONCLUSÕES É nítida a presença de três ondas de covid-19, bem como o efeito da imunização na redução da mortalidade na segunda e na terceira ondas, atribuídas às variantes Delta e Ômicron, respectivamente. Contudo não houve efeito na redução da morbidade, que atingiu o pico na terceira onda, na qual dominou a variante Ômicron. O comando nacional e centralizado do enfrentamento à pandemia não ocorreu; assim, os gestores locais assumiram a liderança em seus territórios. O efeito avassalador da pandemia poderia ter sido minimizado, caso houvesse a participação coordenada das três esferas de governo no SUS.

4.
Saúde Soc ; 31(4): e210601pt, 2022. tab
Artigo em Português | LILACS-Express | LILACS | ID: biblio-1410132

RESUMO

Resumo Paralelamente à pandemia de covid-19, a Organização Mundial da Saúde alerta para uma infodemia de fake news relacionadas à doença. Objetiva-se, neste trabalho, conhecer a dimensão do fenômeno e alguns caminhos já identificados pela ciência para enfrentá-lo. Trata-se de uma revisão integrativa da literatura, realizada nas bases Scopus/Elsevier e Medline/PubMed, que incluiu 23 artigos. Por meio de análise da literatura, identificou-se que fake news oferecem falso suporte social e mobilizam sentimentos capazes de torná-las mais aceitáveis do que notícias verdadeiras. Dessa forma, as redes sociais e a internet despontam como plataformas disseminadoras de informações falsas. As pesquisas sugerem que instituições governamentais e midiáticas podem utilizar os canais de comunicação como aliados, com tecnologias de monitoramento e infovigilância para alertar, esclarecer e remover conteúdo enganoso. Também deve haver investimentos em ações de alfabetização científica e digital, de forma que as pessoas tenham condições de avaliar a qualidade das informações recebidas. Propõe-se a adoção de estratégias criativas, que despertem a capacidade de raciocínio, aliadas a informações científicas traduzidas em linguagem acessível, de preferência com aprovação de autoridades sanitárias e institucionais.


Abstract Parallel to the covid-19 pandemic, the World Health Organization warns of an infodemic of fake news related to the disease. This integrative review investigates the dimension of this phenomenon and how science found ways to confront it. A bibliographic search was conducted on the Scopus/Elsevier and Medline/PubMed databases, retrieving 23 articles. Literature analysis found that fake news provide false social support and mobilize feelings which make them more acceptable than the truth. Hence, social media and the internet emerge as platforms to spread false information. Research suggests that government and media institutions can use communication channels and monitoring and infoveillance technologies as allies to alert, elucidate, and remove misleading content. We find the need of investments in scientific and digital literacy actions so people may assess the quality of the information they receive. Finally, this study proposes the adoption of creative strategies to foster reasoning skills together with scientific information translated into an accessible language, preferably approved by health and institutional authorities.

5.
Saúde debate ; 46(134): 682-692, 2022. graf
Artigo em Português | LILACS-Express | LILACS | ID: biblio-1410154

RESUMO

RESUMO Este estudo descreve aspectos epidemiológicos da Síndrome Inflamatória Multissistêmica Pediátrica (SIM-P) associada à Covid-19 e óbitos por Covid-19 em crianças (0-9 anos de idade) e adolescentes (10-19 anos de idade). As fontes de dados, de 2020-2021, foram os Sistemas de Vigilância Epidemiológica para SIM-P e de Informação sobre Mortalidade para Covid-19, gerenciados pelo Ministério da Saúde. Foram notificados 1.503 casos, mais frequentes em crianças (77%) do que em adolescentes (23%); e 93 óbitos por SIM-P em 26 das 27 Unidades da Federação. O maior número de casos em crianças foi notificado em São Paulo (268), contudo, a maior incidência ocorreu no Distrito Federal (7,8/100 mil habitantes). A proporção de óbitos por SIM-P foi 5,4% em crianças e 8,7% em adolescentes. No período avaliado, houve 2.329 óbitos por Covid-19 em menores de 20 anos de idade, com maior taxa em adolescentes (4,4/100 mil habitantes) do que em crianças (2,7/100 mil habitantes), com maiores taxas em Roraima. Recomenda-se intensificação da imunização contra Covid-19 nessa população, aumentando a proteção contra os efeitos negativos dessa doença e da SIM-P, que podem apresentar consequências em curto, médio e/ou longo prazo, de modo a não comprometer a inserção plena destes cidadãos na sociedade.


ABSTRACT This study describes epidemiological aspects of the Multisystemic Inflammatory Syndrome in Children (MIS-C) associated with COVID-19 and mortality by COVID-19 in children (0-9 years old) and adolescents (10-19 years old). The data sources, for 2020-2021, were the Epidemiological Surveillance System for MIS-C and Mortality Information System for COVID-19, both managed by the Ministry of Health. There were 1,503 cases, more frequent in children (77%) than in adolescents (23%), and 93 reported deaths due to MIS-C in 26 of the 27 States of the Country. The highest number of cases in children was reported in São Paulo (268), but the highest incidence took place in the Federal District (7.8 per 100,000 inhabitants). The rate of deaths due to MIS-C was 5.4% in children and 8.7% in adolescents. There were 2,329 deaths due to COVID-19 in the population under 20 years old, with a higher rate in adolescents (4.4 per 100,000 inhabitants) than in children (2.7); the highest rate occurred in Roraima. We recommend intensifying immunization against COVID-19 in such population, increasing protection against the negative effects of COVID-19 and MIS-C, which may have short, medium and/or long-term consequences, so as not to compromise the full integration of these citizens into society.

6.
Cien Saude Colet ; 26(5): 1637-1646, 2021 May.
Artigo em Português, Inglês | MEDLINE | ID: mdl-34076106

RESUMO

The work of Community Health Workers (ACS) was analyzed in light of Communities of Practice (CP) theory. This is a qualitative cross-sectional study carried out in four municipalities in Ceará. Six focus groups and six interviews were carried out with 45 Community Health Workers (ACS), observing ethical aspects. The data corpus was analyzed using the content analysis technique. The results show that ACS participation in the ESF is marked by experience in the community, and the main focus is monitoring priority groups. The practices put them before the diverse social and family complexities, generating reflections and building new meanings for themselves and their work process. The ACS CPs engage and share challenges and unique learning from work, characterized by close contact and relationships with the families of the territory, which reveals needs hardly perceived by other ESF professionals. The meaning of being ACS as one who listens, embraces, and perceives the needs of families invisible to services, is evident in the reification processes. The ACS better exercise their role as ESF articulators in the territories the greater the spaces for dialogue between them, the other team members, and management.


Analisou-se o trabalho dos Agentes Comunitários de Saúde (ACS), à luz da teoria das Comunidades de Prática (CdP). Estudo qualitativo transversal, realizado em quatro municípios do Ceará. Realizaram-se seis grupos focais e seis entrevistas com 45 ACS, respeitando os aspectos éticos. O corpus de dados foi analisado pela técnica de análise de conteúdo. Os resultados apontaram que a participação dos ACS na ESF é marcada pela vivência na comunidade, sendo o foco principal o acompanhamento dos grupos prioritários. As práticas os colocam diante das diversas complexidades sociais e familiares, gerando reflexões e construções de novos significados para si e o processo de trabalho. As CdP dos ACS se engajam e compartilham desafios e aprendizados singulares do trabalho, caracterizado pelo contato e relacionamento íntimo com as famílias do território, que revelam necessidades pouco percebidas pelos demais profissionais da ESF. Quanto aos processos de reificação, evidenciou-se o significado de ser ACS como aquele que escuta e acolhe, além do que, percebe as necessidades das famílias invisíveis aos serviços. Os ACS exercem melhor o papel de articulador da ESF nos territórios, quanto maior forem os espaços de diálogo entre eles, os demais membros da equipe e a gestão.


Assuntos
Serviços de Saúde Comunitária , Agentes Comunitários de Saúde , Brasil , Estudos Transversais , Grupos Focais , Humanos , Pesquisa Qualitativa
7.
Cien Saude Colet ; 26(5): 1657-1668, 2021 May.
Artigo em Português, Inglês | MEDLINE | ID: mdl-34076108

RESUMO

The study aimed to investigate the perception of doctors about the different hiring methods and their influence on the performance of the PHC essential attributes to analyze the formats that best contribute to its implementation and strengthening. This is a quantitative, cross-sectional research using a semi-structured form with 268 doctors from the ESF in Fortaleza, Ceará, Brazil. A unique sociodemographic profile was identified for each group evaluated, influencing the work process and opinions about hiring formats. The development of the essential PHC attributes was positively evaluated, but different perceptions were observed by professional hiring method assessed. The work performed by doctors in the ESF is influenced by how they are hired (p<0.001). Better performance of the statutory (4.4) was noted, followed by scholarship holders of the Mais Médicos Program/Primary Care Valorization Program (3.7), Consolidated Labor Laws (3.5), and, finally, those working with Self-Employed Payment Receipt (RPA) (2.4). We analyzed that hiring through the Brazilian Statutory Regime and RPA are, respectively, the best (85%) and the worst (96.6%) hiring formats.


O estudo tem o objetivo de investigar a percepção dos médicos sobre as diversas formas de contratação e sua influência sobre o desempenho dos atributos essenciais da APS, afim de analisar as formas de vínculo que melhor contribuem à sua implantação e fortalecimento. Pesquisa quantitativa e transversal, utilizando-se da aplicação de formulário semiestruturado junto a 268 médicos da ESF de Fortaleza, Ceará. Verificou-se perfil sociodemográfico singular para cada grupo avaliado, que podem influenciar o processo de trabalho e opiniões sobre as formas de contratação. O desenvolvimento dos atributos essenciais da APS foi avaliado positivamente, mas houve diferença nesta percepção de acordo com o vínculo avaliado. O trabalho realizado pelos médicos na ESF é influenciado pela forma de contratação destes (p<0,001). Percebeu-se melhor desempenho dos estatutários (4,4), seguidos dos bolsistas do Programa Mais Médicos/Programa de Valorização da Atenção Básica (3,7), Consolidação das Leis do Trabalho (3,5) e, por último, os atuantes por Recibo de Pagamento Autônomo-RPA (2,4). Analisou-se que a contratação via Regime Estatutário e RPA, são, respectivamente, a melhor (85%) e a pior (96,6%) forma de contratação.


Assuntos
Saúde da Família , Programas Governamentais , Brasil , Estudos Transversais , Humanos , Recursos Humanos
8.
Cien Saude Colet ; 26(5): 1679-1690, 2021 May.
Artigo em Português, Inglês | MEDLINE | ID: mdl-34076110

RESUMO

This study aimed to develop a prototype of the GISSA Mother-Baby ChatBot Application (GCBMB), a conversational agent to promote child health and evaluate the experience of use and satisfaction with this technological solution. This is a two-stage cross-sectional research with a mixed methodology. The first stage develops the settings of dialogue and the GCBMB prototype. The second stage evaluates the experience of using the ChatBot through a structured questionnaire where statements are used to assess the respondent's level of agreement using the Likert Scale and analyzes the application's use path through its database. The sample consisted of 142 puerperae, with a mean age of 25.4 years, where 38.1% were primiparous. The level of agreement of women with simplicity, good quality of information, clarity of content, usefulness, and satisfaction with the application was above 90%. Women between 26 and 30 years of age had a higher mean number of hits (5.21), settings accessed (9.26), and usage time (272 seconds) comparing younger and older women. The use of ChatBots on smartphones is encouraging to promote the health of children in Brazil. However, more investments are required to improve technological solutions and research with robust methodologies to evaluate their effectiveness.


O estudo objetivou desenvolver um protótipo da Aplicação GISSA ChatBot Mamãe-Bebê (GCBMB), um agente conversacional voltado à promoção da saúde infantil, assim como avaliar a experiência de uso e a satisfação com a referida solução tecnológica. Trata-se de uma pesquisa transversal, de metodologia mista, em duas etapas: a 1ª de desenvolvimento dos cenários de diálogo e do protótipo do GCBMB, e, a 2ª, de avaliação da experiência do uso do ChatBot por meio de um questionário estruturado, e análise do percurso de uso da Aplicação através de seu banco de dados. A amostra foi de 142 mulheres puérperas, com idade média de 25,4 anos, onde 38,1% eram primíparas. O nível de concordância das mulheres com a simplicidade, boa qualidade da informação, clareza do conteúdo, utilidade e satisfação com a aplicação, estiveram acima de 90%. Mulheres entre 26 a 30 anos apresentaram maiores médias de quantidade de acessos (5,21), quantidade de cenários acessados (9,26) e tempo de uso (272 segundos) comparando-se as mais jovens e as mais velhas. O uso de ChatBots em smartphones é animador para promoção da saúde das crianças, porém são necessários mais investimentos para o aperfeiçoamento de soluções tecnológicas e pesquisas com metodologias robustas para avaliar a sua efetividade.


Assuntos
Saúde da Criança , Mães , Adulto , Idoso , Brasil , Criança , Comunicação , Estudos Transversais , Feminino , Humanos
9.
Ciênc. Saúde Colet. (Impr.) ; 26(5): 1679-1690, maio 2021. tab, graf
Artigo em Inglês, Português | LILACS | ID: biblio-1249507

RESUMO

Resumo O estudo objetivou desenvolver um protótipo da Aplicação GISSA ChatBot Mamãe-Bebê (GCBMB), um agente conversacional voltado à promoção da saúde infantil, assim como avaliar a experiência de uso e a satisfação com a referida solução tecnológica. Trata-se de uma pesquisa transversal, de metodologia mista, em duas etapas: a 1ª de desenvolvimento dos cenários de diálogo e do protótipo do GCBMB, e, a 2ª, de avaliação da experiência do uso do ChatBot por meio de um questionário estruturado, e análise do percurso de uso da Aplicação através de seu banco de dados. A amostra foi de 142 mulheres puérperas, com idade média de 25,4 anos, onde 38,1% eram primíparas. O nível de concordância das mulheres com a simplicidade, boa qualidade da informação, clareza do conteúdo, utilidade e satisfação com a aplicação, estiveram acima de 90%. Mulheres entre 26 a 30 anos apresentaram maiores médias de quantidade de acessos (5,21), quantidade de cenários acessados (9,26) e tempo de uso (272 segundos) comparando-se as mais jovens e as mais velhas. O uso de ChatBots em smartphones é animador para promoção da saúde das crianças, porém são necessários mais investimentos para o aperfeiçoamento de soluções tecnológicas e pesquisas com metodologias robustas para avaliar a sua efetividade.


Abstract This study aimed to develop a prototype of the GISSA Mother-Baby ChatBot Application (GCBMB), a conversational agent to promote child health and evaluate the experience of use and satisfaction with this technological solution. This is a two-stage cross-sectional research with a mixed methodology. The first stage develops the settings of dialogue and the GCBMB prototype. The second stage evaluates the experience of using the ChatBot through a structured questionnaire where statements are used to assess the respondent's level of agreement using the Likert Scale and analyzes the application's use path through its database. The sample consisted of 142 puerperae, with a mean age of 25.4 years, where 38.1% were primiparous. The level of agreement of women with simplicity, good quality of information, clarity of content, usefulness, and satisfaction with the application was above 90%. Women between 26 and 30 years of age had a higher mean number of hits (5.21), settings accessed (9.26), and usage time (272 seconds) comparing younger and older women. The use of ChatBots on smartphones is encouraging to promote the health of children in Brazil. However, more investments are required to improve technological solutions and research with robust methodologies to evaluate their effectiveness.


Assuntos
Humanos , Feminino , Criança , Adulto , Idoso , Saúde da Criança , Brasil , Estudos Transversais , Mães
10.
Ciênc. Saúde Colet. (Impr.) ; 26(5): 1637-1646, maio 2021. tab, graf
Artigo em Inglês, Português | LILACS | ID: biblio-1249516

RESUMO

Resumo Analisou-se o trabalho dos Agentes Comunitários de Saúde (ACS), à luz da teoria das Comunidades de Prática (CdP). Estudo qualitativo transversal, realizado em quatro municípios do Ceará. Realizaram-se seis grupos focais e seis entrevistas com 45 ACS, respeitando os aspectos éticos. O corpus de dados foi analisado pela técnica de análise de conteúdo. Os resultados apontaram que a participação dos ACS na ESF é marcada pela vivência na comunidade, sendo o foco principal o acompanhamento dos grupos prioritários. As práticas os colocam diante das diversas complexidades sociais e familiares, gerando reflexões e construções de novos significados para si e o processo de trabalho. As CdP dos ACS se engajam e compartilham desafios e aprendizados singulares do trabalho, caracterizado pelo contato e relacionamento íntimo com as famílias do território, que revelam necessidades pouco percebidas pelos demais profissionais da ESF. Quanto aos processos de reificação, evidenciou-se o significado de ser ACS como aquele que escuta e acolhe, além do que, percebe as necessidades das famílias invisíveis aos serviços. Os ACS exercem melhor o papel de articulador da ESF nos territórios, quanto maior forem os espaços de diálogo entre eles, os demais membros da equipe e a gestão.


Abstract The work of Community Health Workers (ACS) was analyzed in light of Communities of Practice (CP) theory. This is a qualitative cross-sectional study carried out in four municipalities in Ceará. Six focus groups and six interviews were carried out with 45 Community Health Workers (ACS), observing ethical aspects. The data corpus was analyzed using the content analysis technique. The results show that ACS participation in the ESF is marked by experience in the community, and the main focus is monitoring priority groups. The practices put them before the diverse social and family complexities, generating reflections and building new meanings for themselves and their work process. The ACS CPs engage and share challenges and unique learning from work, characterized by close contact and relationships with the families of the territory, which reveals needs hardly perceived by other ESF professionals. The meaning of being ACS as one who listens, embraces, and perceives the needs of families invisible to services, is evident in the reification processes. The ACS better exercise their role as ESF articulators in the territories the greater the spaces for dialogue between them, the other team members, and management.


Assuntos
Humanos , Agentes Comunitários de Saúde , Serviços de Saúde Comunitária , Brasil , Estudos Transversais , Grupos Focais , Pesquisa Qualitativa
11.
Ciênc. Saúde Colet. (Impr.) ; 26(5): 1657-1668, maio 2021. tab
Artigo em Inglês, Português | LILACS | ID: biblio-1249519

RESUMO

Resumo O estudo tem o objetivo de investigar a percepção dos médicos sobre as diversas formas de contratação e sua influência sobre o desempenho dos atributos essenciais da APS, afim de analisar as formas de vínculo que melhor contribuem à sua implantação e fortalecimento. Pesquisa quantitativa e transversal, utilizando-se da aplicação de formulário semiestruturado junto a 268 médicos da ESF de Fortaleza, Ceará. Verificou-se perfil sociodemográfico singular para cada grupo avaliado, que podem influenciar o processo de trabalho e opiniões sobre as formas de contratação. O desenvolvimento dos atributos essenciais da APS foi avaliado positivamente, mas houve diferença nesta percepção de acordo com o vínculo avaliado. O trabalho realizado pelos médicos na ESF é influenciado pela forma de contratação destes (p<0,001). Percebeu-se melhor desempenho dos estatutários (4,4), seguidos dos bolsistas do Programa Mais Médicos/Programa de Valorização da Atenção Básica (3,7), Consolidação das Leis do Trabalho (3,5) e, por último, os atuantes por Recibo de Pagamento Autônomo-RPA (2,4). Analisou-se que a contratação via Regime Estatutário e RPA, são, respectivamente, a melhor (85%) e a pior (96,6%) forma de contratação.


Abstract The study aimed to investigate the perception of doctors about the different hiring methods and their influence on the performance of the PHC essential attributes to analyze the formats that best contribute to its implementation and strengthening. This is a quantitative, cross-sectional research using a semi-structured form with 268 doctors from the ESF in Fortaleza, Ceará, Brazil. A unique sociodemographic profile was identified for each group evaluated, influencing the work process and opinions about hiring formats. The development of the essential PHC attributes was positively evaluated, but different perceptions were observed by professional hiring method assessed. The work performed by doctors in the ESF is influenced by how they are hired (p<0.001). Better performance of the statutory (4.4) was noted, followed by scholarship holders of the Mais Médicos Program/Primary Care Valorization Program (3.7), Consolidated Labor Laws (3.5), and, finally, those working with Self-Employed Payment Receipt (RPA) (2.4). We analyzed that hiring through the Brazilian Statutory Regime and RPA are, respectively, the best (85%) and the worst (96.6%) hiring formats.


Assuntos
Humanos , Saúde da Família , Programas Governamentais , Brasil , Estudos Transversais , Recursos Humanos
12.
Preprint em Português | SciELO Preprints | ID: pps-2309

RESUMO

Media coverage about science and the Unified Health System (SUS) during COVID-19 is analyzed, in the light of the computerized society. These subjects are daily in the media, justified by the population's interest in the exploration of scientific themes and in SUS-s actions to tackle the pandemic. Today the Information and Communication Technologies are new actors providing space for debate; the need to propose quick responses to an increasingly connected society are emerging. The growing presence and appreciation of scientific evidence, the importance and challenges of SUS in the media are highlighted, despite the interest of part of society in spreading false news that generate misinformation on the network. In addition to reporting on actions to prevent the spread of COVID-19, scientists are daily demanded by the media, to produce robust narratives, to disseminate scientific knowledge that prove successful sanitary measures, to offer clarifications regarding distorted or fanciful information and to disseminate SUS´s responses to face this health and humanitarian crisis. Staying present in the media should be a goal for scientists, scientific societies and SUS leaders, with the clarity of the importance of disseminating science, combating obscurantism and expanding popular support for our universal health system.


Analisa-se a cobertura midiática sobre ciência e Sistema Único de Saúde (SUS) durante a COVID- 19, à luz da sociedade informatizada. Nota-se a presença dessas pautas no cotidiano, justificada pelo interesse da população na exploração dos temas científicos e na atuação do SUS no enfrentamento à pandemia. Hoje, diante do grande espaço de debates proporcionado pelas Tecnologias da Informação e Comunicação, surgem novos atores e necessidades de proposição de respostas rápidas a uma sociedade cada vez mais conectada. Ressalta-se a crescente presença e valorização de evidências científicas, da importância e dos desafios do SUS na mídia, apesar do interesse de parcela da sociedade em difundir notícias falsas que geram desinformação na rede. Ademais de informar sobre ações para evitar a propagação da COVID-19, cientistas cotidianamente são demandados pela mídia, para produzir narrativas robustas, divulgar conhecimentos científicos que comprovam medidas sanitárias exitosas, oferecer esclarecimentos a respeito de informações distorcidas ou fantasiosas e divulgar as respostas do SUS diante desta crise sanitária e humanitária. Manter-se presente na mídia deve ser uma meta para cientistas, sociedades científicas e lideranças do SUS, com a clareza da importância de disseminar a ciência, combater o obscurantismo e ampliar a sustentação popular ao nosso sistema universal de saúde.

13.
Preprint em Português | SciELO Preprints | ID: pps-2069

RESUMO

Objetivos: descrever a evolução temporal da morbidade e mortalidade por COVID-19 e síndrome inflamatória multissistêmica pediátrica temporalmente associada à COVID-19, a SIM-P, em crianças e adolescentes brasileiros.   Métodos: Trata-se de estudo descritivo, baseado em dados secundários oficiais. A mortalidade por COVID-19 foi analisada de acordo com os dados do Portal da Transparência do Registro Civil. A morbimortalidade por SIM-P foi verificada a partir de boletins epidemiológicos estaduais e federal. Resultados: no período de um ano registraram-se 2.346 óbitos por COVID-19 em crianças e adolescente. Do total, 78% são óbitos entre adolescentes, que vem aumentando exponencialmente em 2021, na segunda onda da epidemia. A taxa de mortalidade por COVID-19 nas crianças foi de 1,8 por 100 mil habitantes, enquanto em adolescentes foi três vezes maior (5,6 por 100 mil habitantes). A SIM-P foi notificada em 26 das 27 Unidade da Federação e 77% dos casos incidem em menores de 10 anos. Conclusões: o aumento da morbimortalidade por COVID-19 em crianças e adolescentes   reforça a necessidade de medidas drásticas de contenção da epidemia. A COVID-19 apresenta consequências a curto e longo prazo, podendo comprometer a saúde de crianças e adolescentes, além de interferir no seu desenvolvimento integral, atividade física, socialização adequada, desempenho escolar e, futuramente, na sua inserção plena na sociedade.


O objetivo do estudo é caracterizar o perfil de morbimortalidade por COVID-19 e síndrome inflamatória multissistêmica pediátrica temporalmente associada à COVID-19 (SIM-P) em crianças e adolescentes. Foram analisadas bases de dados e documentos oficiais de 2019 a 2021. O número de óbitos foi obtido do Portal da Transparência do Registro Civil (2020-2021) e do Departamento de Informática do Sistema Único de Saúde (2019). A taxa de mortalidade geral e por COVID-19 padronizada por sexo e faixa etária para cada Unidade da Federação (UF) foi calculada. Os dados sobre a SIM-P foram obtidos a partir de boletins epidemiológicos das UF e do governo federal (2020-2021). No período analisado foram registrados 2.190 óbitos por COVID-19, sendo 77,7% em adolescentes. A taxa de mortalidade geral nas crianças e adolescentes foi de 16,6 por 10 mil habitantes e a de COVID-19 foi 0,3 por 100 mil habitantes; a taxa de mortalidade diferiu entre as UFs e grupos etários. A SIM-P foi notificada em 24 das 27 UFs em 2020-2021, com maior incidência no Distrito Federal. Discute-se a recomendação de qualificação profissional para o diagnóstico e assistência de casos de SIM-P no Brasil. Urgem medidas drásticas de contenção da epidemia, especialmente em adolescentes, cujo número de mortes vem se sobrepondo a cada dia. Há divergência sobre a segurança de aulas presenciais, pois com epidemia fora de controle a aglomeração de jovens deve ser evitada. A COVID-19 tem consequências a curto e longo prazo, podendo comprometer a saúde de crianças e adolescentes, interferindo no seu desenvolvimento integral, na socialização adequada, no desempenho escolar e, futuramente, na sua inserção plena na sociedade.

14.
Preprint em Português | SciELO Preprints | ID: pps-1862

RESUMO

The purpose of this article is to compare the evolution of COVID-19 in Manaus and Fortaleza, two epicenters of the pandemic in 2020, analyzing legal measures by local governments and levels of social isolation. An algorithm was defined to calculate the Homestay Index (HSI), using data from the Google Mobility Report. The Decree's timeline, the HSI evolution, the incidence of COVID-19 and the number of deaths from March/2020 to January/2021 were analyzed. The population of Fortaleza was exposed to more consistent measures of social distance, than those of Manaus. Longer homestay was observed from March to May 2020 and Fortaleza achieved higher and more lasting levels. As of June 2020, the HSI fell, notably in Manaus, reaching levels below zero in late December. As an aggravating factor, the government decreed ample isolation in Manaus on December 23/2020, but after protests, it repeals it on December 26/2020. A Judicial Decision determines the complete closure in Manaus on January 02/2021, but it was too late: SUS collapses with an exponential increase in deaths. In Fortaleza, the demand for health services is high, but under control. We consider that only the strict application of non-pharmacological measures and mass immunization can prevent further deaths.


O objetivo desse artigo é comparar o comportamento do COVID-19 em Manaus e Fortaleza, dois epicentros da pandemia em 2020, analisando medidas legais dos governos locais e níveis de isolamento social. Definiu-se um algoritmo para calcular o Índice de Permanência Domiciliar (IPD), com dados do Google Mobility Report. Analisou-se a linha do tempo dos Decretos, a evolução do IPD, da incidência de COVID-19 e do número de óbitos de março / 2020 a janeiro / 2021. A população de Fortaleza esteve exposta a medidas de distanciamento social mais consistentes que as de Manaus. Maior permanência domiciliar foi observada de março a maio de 2020 e Fortaleza atingiu níveis mais elevados e duradouros. A partir de junho o IPD caiu, sobretudo em Manaus, atingindo níveis abaixo de zero no final de dezembro. Como agravante, o governo decreta amplo isolamento em Manaus em 23/12/2020, mas após protestos, revoga-o em 26/12/2020. Uma Decisão Judicial determina o fechamento completo em Manaus em 01/02/2021, mas foi tarde demais: o SUS entra em colapso com aumento exponencial dos óbitos. Em Fortaleza a demanda por serviços de saúde está elevada, mas sob controle.

15.
Preprint em Português | SciELO Preprints | ID: pps-1849

RESUMO

Objective: To investigate the flows of hospitalizations for COVID-19 in the 450 regions and 117 Brazilian health macro-regions between March and October 2020. Method: Descriptive study, comprising all hospitalizations due to COVID-19 registered in the Flu Epidemiological Surveillance Information System (SIVEP-Gripe) between the 8th and 44th epidemiological weeks of 2020. The proportion of hospitalizations for COVID-19 occurred within same health region of residency was calculated, stratified according to periods of greater and lesser demand for health care, according to the population size of health regions. The indicator of migratory efficacy was calculated, which takes into account the evasion and invasion of patients, by crossing the data of origin of the patients (health region of residence) with the data of the place of hospitalization (health region of attendance). Results: 397,830 admissions were identified for COVID-19 in the period. Evasion was 11.9% of residents in health regions and 6.8% in macro-regions, pattern that was maintained during the peak period of hospitalizations for COVID-19. There was an average of 17.6% of evasion of residents of health regions in the Northeast and of 8.8% in health regions of the South. Evasion was more accentuated in health regions with up to 100 thousand / inhabitants (36.9%), which was 7 times greater than that observed in health regions with more than 2 million / inhabitants (5.2%). The negative migratory efficacy indicator (-0.39) indicated a predominance of evasion. Of the 450 Brazilian health regions, 117 (39.3%) had a coefficient of migratory efficacy between -1 and -0.75 and 113 (25.1%) between -0.75 and -0.25. Conclusion: The results indicate that the regionalization of the health system proved to be adequate in the organization of care in the territory, however the long distances traveled are still worrying.


Objetivo: Investigar os fluxos de internações por COVID-19 nas 450 regiões e 117 macrorregiões de saúde brasileiras no período de março a outubro de 2020. Método: Estudo descritivo, compreendendo todas as internações por COVID-19 registradas no Sistema de Informação de Vigilância Epidemiológica da Gripe (SIVEP-Gripe) entre a 8ª e a 44ª semanas epidemiológicas de 2020. Foi calculada a proporção das internações por COVID-19 realizadas pelos residentes que ocorreram dentro da sua respectiva região de saúde, estratificado segundo períodos de maior e menor demanda de internações e segundo o porte populacional das regiões de saúde. Foi calculado o indicador de eficácia migratória, que leva em consideração a evasão e invasão de pacientes, por meio do cruzamento dos dados de origem dos pacientes (região de saúde de residência) com os dados do local da realização das internações (região de saúde de atendimento). Resultados: Foram identificadas 397.830 internações por COVID-19 no Brasil. A evasão foi de 11,9% dos residentes nas regiões de saúde e de 6,8% nas macrorregiões; o padrão que se manteve também no período de pico das internações por COVID-19. Houve em média 17,6% de evasão dos residentes das regiões de saúde do Nordeste e de 8,8% nas regiões de saúde do Sul. A evasão foi mais acentuada nas regiões de saúde com até 100 mil/hab. (36,9%), a qual foi 7 vezes maior que a verificada nas regiões de saúde com mais de 2 milhões/habitantes (5,2%). O indicador de eficácia migratória negativo (-0,39) indicou predomínio da evasão. Das 450 regiões de saúde brasileiras, 117 (39,3%) apresentaram coeficiente de eficácia migratória entre -1 e -0,75 e 113 (25,1%) entre -0,75 e -0,25. Conclusão: Os resultados indicam que a regionalização do sistema de saúde mostrou-se adequada na organização do atendimento no território, porém as longas distâncias percorridas ainda são preocupantes

16.
Preprint | Fiocruz Preprints | ID: ppf-55345

RESUMO

Objetivo: Investigar os fluxos de internações por COVID-19 nas 450 regiões e 117 macrorregiões de saúde brasileiras no período de março a outubro de 2020. Método: Estudo descritivo, compreendendo todas as internações por COVID-19 registradas no Sistema de Informação de Vigilância Epidemiológica da Gripe (SIVEP-Gripe) entre a 8ª e a 44ª semanas epidemiológicas de 2020. Foi calculada a proporção das internações por COVID-19 realizadas pelos residentes que ocorreram dentro da sua respectiva região de saúde, estratificado segundo períodos de maior e menor demanda de internações e segundo o porte populacional das regiões de saúde. Foi calculado o indicador de eficácia migratória, que leva em consideração a evasão e invasão de pacientes, por meio do cruzamento dos dados de origem dos pacientes (região de saúde de residência) com os dados do local da realização das internações (região de saúde de atendimento). Resultados: Foram identificadas 397.830 internações por COVID-19 no período. A evasão foi de 11,9% dos residentes nas regiões de saúde e de 6,8% nas macrorregiões; o padrão que se manteve também no período de pico das internações por COVID-19. Houve em média 17,6% de evasão dos residentes das regiões de saúde do Nordeste e de 8,8% nas regiões de saúde do Sul. A evasão foi mais acentuada nas regiões de saúde com até 100 mil/hab. (36,9%), a qual foi 7 vezes maior que a verificada nas regiões de saúde com mais de 2 milhões/habitantes (5,2%). O indicador de eficácia migratória negativo (-0,39) indicou predomínio da evasão. Das 450 regiões de saúde brasileiras, 117 (39,3%) apresentaram coeficiente de eficácia migratória entre -1 e -0,75 e 113 (25,1%) entre -0,75 e -0,25. Conclusão: Os resultados indicam que a regionalização do sistema de saúde mostrou-se adequada na organização do atendimento no território, porém as longas distâncias percorridas ainda são preocupantes.


Assuntos
COVID-19 , Hospitalização , Transferência de Pacientes , Regionalização da Saúde
17.
Interface (Botucatu, Online) ; 24(supl.1): e190640, 2020. tab, graf
Artigo em Português | LILACS-Express | LILACS, Sec. Est. Saúde SP | ID: biblio-1134600

RESUMO

O objetivo desta pesquisa foi analisar o escopo de prática dos médicos atuantes na Estratégia Saúde da Família (ESF) em Fortaleza-Ceará e suas relações com a formação e titulação em Medicina de Família e Comunidade (MFC). Foi realizado um estudo transversal de abril a novembro de 2018, aplicando-se formulário semiestruturado para 263 médicos, contendo 38 atribuições entre ações, atividades e procedimentos da Medicina. Destacou-se uma maior abrangência dos escopos entre médicos com formação no exterior e com formação específica em MFC, sendo a dupla qualificação da residência médica com a titulação fator de maior impacto. Os médicos declaram saber fazer um número de atividades, ações e procedimentos superior ao que de fato realizam.(AU)


The objective of this research was to analyze the scope of practice of doctors who work in the Family Health Strategy in the Brazilian city of Fortaleza, state of Ceará, and its relations with Family and Community Medicine education and title. A transversal study was conducted from April to November 2018 applying a semistructured form to 263 doctors with 38 attributions among medical actions, activities, and procedures. The scopes had a greater coverage among doctors with overseas education and specific Family and Community Medicine education. The double qualification of medical residency and title was the factor with the greatest impact. Doctors declared knowing how to work with a higher number of activities, actions, and procedures than the one they indeed knew how to do.(AU)


El objetivo de esta encuesta fue evaluar el alcance de la práctica de los médicos que actúan en la Estrategia Salud de la Familia en Fortaleza (Estado de Ceará) y sus relaciones con la formación y titulación en Medicina de Familia y Comunidad (MFC). Se realizó un estudio transversal de abril a noviembre de 2018, aplicándose un formulario semiestructurado a 263 médicos, conteniendo 38 atribuciones entre acciones, actividades y procedimientos de la medicina. Se subrayó una mayor amplitud de los alcances entre médicos con formación en el exterior y con formación específica en MFC, siendo la doble calificación de la residencia médica con la titulación el factor de mayor impacto. Los médicos declaran que saben hacer una serie de actividades, acciones y procedimientos superior al que de hecho realizan.(AU)

18.
Interface (Botucatu, Online) ; 24(supl.1): e190640, 2020. tab, ilus
Artigo em Português | LILACS | ID: biblio-1124961

RESUMO

O objetivo desta pesquisa foi analisar o escopo de prática dos médicos atuantes na Estratégia Saúde da Família (ESF) em Fortaleza-Ceará e suas relações com a formação e titulação em Medicina de Família e Comunidade (MFC). Foi realizado um estudo transversal de abril a novembro de 2018, aplicando-se formulário semiestruturado para 263 médicos, contendo 38 atribuições entre ações, atividades e procedimentos da Medicina. Destacou-se uma maior abrangência dos escopos entre médicos com formação no exterior e com formação específica em MFC, sendo a dupla qualificação da residência médica com a titulação fator de maior impacto. Os médicos declaram saber fazer um número de atividades, ações e procedimentos superior ao que de fato realizam.(AU)


The objective of this research was to analyze the scope of practice of doctors who work in the Family Health Strategy in the Brazilian city of Fortaleza, state of Ceará, and its relations with Family and Community Medicine education and title. A transversal study was conducted from April to November 2018 applying a semistructured form to 263 doctors with 38 attributions among medical actions, activities, and procedures. The scopes had a greater coverage among doctors with overseas education and specific Family and Community Medicine education. The double qualification of medical residency and title was the factor with the greatest impact. Doctors declared knowing how to work with a higher number of activities, actions, and procedures than the one they indeed knew how to do.(AU)


El objetivo de esta encuesta fue evaluar el alcance de la práctica de los médicos que actúan en la Estrategia Salud de la Familia en Fortaleza (Estado de Ceará) y sus relaciones con la formación y titulación en Medicina de Familia y Comunidad (MFC). Se realizó un estudio transversal de abril a noviembre de 2018, aplicándose un formulario semiestructurado a 263 médicos, conteniendo 38 atribuciones entre acciones, actividades y procedimientos de la medicina. Se subrayó una mayor amplitud de los alcances entre médicos con formación en el exterior y con formación específica en MFC, siendo la doble calificación de la residencia médica con la titulación el factor de mayor impacto. Los médicos declaran que saben hacer una serie de actividades, acciones y procedimientos superior al que de hecho realizan.(AU)


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Adulto , Pessoa de Meia-Idade , Idoso , Médicos de Família/educação , Prática Profissional/organização & administração , Educação Médica Continuada/estatística & dados numéricos , Medicina de Família e Comunidade/educação , Brasil , Certificação
19.
Interface (Botucatu, Online) ; 23: e170691, 2019.
Artigo em Inglês | LILACS | ID: biblio-975842

RESUMO

The objective of this research was to analyze the state of the art on integrated, multiprofessional and professional Health area residencies through an integrative bibliographical review, from 2006 to 2016, in Portuguese, English and Spanish. 109 articles from Brazil, Canada, USA, Spain and Africa were analyzed. Among the results, it was showed that the main motivation to perform the residency is the need for specialization required by the labor market. The residency experiences in the United States and Canada are in the professional area, having a complementary character to the undergraduation and they emphasize training for research and teaching. In Brazil, the residencies in health represent projects of education through work to overcome limitations of the undergraduation. The purpose of a multiprofessional residency is to train qualified professionals for collaborative interprofessional practice, consistent with the Brazilian National Health System (SUS) guidelines.(AU)


Assuntos
Educação de Pós-Graduação , Internato e Residência , Internato não Médico , Relações Interpessoais
20.
Rev. bras. promoç. saúde (Impr.) ; 31(4): 1-11, 21/12/2018.
Artigo em Português | LILACS | ID: biblio-996907

RESUMO

OBJETIVO: Compreender o contexto histórico e político-pedagógico da implementação da Residência Integrada em Saúde Mental Coletiva da Escola de Saúde Pública do Ceará (RISMC-ESP/CE) e a percepção dos atores sociais envolvidos na implementação desta sobre os seus reflexos na organização da atenção psicossocial de quatro municípios do Ceará, Brasil. MÉTODOS: Estudo qualitativo descritivo, exploratório e analítico, com análise documental, entrevistas semiestruturadas e análise de conteúdo temática. RESULTADOS: Quatro categorias emergiram, a saber, Contexto histórico e político-pedagógico da implementação da RISMC-ESP/CE; Educação permanente interprofissional em Saúde Mental (EPISM) nas redes de atenção e no território; Fortalecimento da participação popular e luta antimanicomial; e Desafios da saúde mental. Apesar do subfinanciamento do SUS e das políticas que favorecem o desmonte da Rede de Atenção Psicossocial (RAPS), houve promoção da saúde mental através da EPISM, gerando ações intersetoriais, utilização de tecnologias avançadas de cuidado e estímulo à participação social no território. Os principais desafios são o estigma social da loucura, a consolidação de estratégias de cuidado que superem as instituições asilares e invistam na redução de danos e a estabilidade das equipes de saúde para continuidade das ações construídas. CONCLUSÃO: A RISMC-ESP/CE é um dispositivo de resistência ao desmonte da RAPS e sua continuidade depende da apropriação técnico-científica e defesa da RAPS pelos trabalhadores e usuários.


OBJECTIVE: To understand the historical, political and pedagogical context of the implementation of the Integrated Residency in Collective Mental Health of the School of Public Health of Ceará (RISMC-ESP/CE), and the way the social actors involved in its implementation perceive the reflection of this implementation on the organization of psychosocial care in four municipalities of Ceará, Brazil. METHODS: Qualitative, descriptive, exploratory and analytical study, using document analysis, semi-structured interviews and thematic analysis. RESULTS: Four categories have emerged, namely, Historical, political and pedagogical context of the implementation of RISMC-ESP/CE; Continuing interprofessional education in Mental Health (EPISM) in care networks and in the territory; Strengthening of popular participation and anti-asylum fight; and Mental health challenges. Despite the underfunding of SUS and policies that favor the dismantling of the Psychosocial Care Network (RAPS), mental health has been promoted by means of the EPISM, generating intersectoral actions, use of advanced care technologies, and stimulation of social participation in the territory. The main challenges are the social stigma of insanity, the consolidation of care strategies aimed at overcoming the mental institutions and investing in harm reduction, and the stability of health teams for continuity of the implemented actions. CONCLUSION: RISMC-ESP/CE is a feature to resist RAPS dismantling, and its continuity depends on the technical and scientific appropriation and defense of RAPS by workers and users.


OBJETIVO: Comprender el contexto histórico y politico-pedagogico de la implementación de la Residencia Integrada en Salud Mental Colectiva de la Escuela de Salud Pública de Ceará (RISMC-ESP/CE) y la percepción de los actores sociales involucrados en su implementación sobre sus reflejos en la organización de la atención psicosocial de cuatro municipios de Ceará, Brasil. MÉTODOS: Estudio cualitativo descriptivo, exploratorio y analítico, con análisis documental, entrevistas semiestructuradas y análisis de contenido temático. RESULTADOS: Emergieron cuatro categorías que fueron el Contexto histórico y politico-pedagogico de la implementación de la RISMC-ESP/CE; la Educación permanente interprofesional en Salud Mental (EPISM) de las redes de atención y del territorio; el Fortalecimiento de la participación popular y la lucha contra el manicomio; y los Desafíos de la salud mental. Pese la subfinanciación del SUS y de las políticas que favorecen el término de la Red de Atención Psicosocial (RAPS), hubo la promoción de la salud mental a través de la EPISM generando acciones intersectoriales, la utilización de tecnologías avanzadas de cuidado y el estímulo para la participación social en el territorio. Los principales desafíos son el estigma social de la locura, la consolidación de estrategias de cuidado que superan las instituciones de asilo e invistan en la reducción de daños y la estabilidad de los equipos de salud para el seguimiento de las acciones construidas. CONCLUSIÓN: La RISMC-ESP/CE es un dispositivo de resistencia para el término de la RAPS y su seguimiento depende de la apropiación técnico-científica y la defensa de la RAPS por trabajadores y usuarios.


Assuntos
Saúde Mental , Educação Continuada , Internato e Residência , Serviços de Saúde Mental
SELEÇÃO DE REFERÊNCIAS
DETALHE DA PESQUISA
...