Your browser doesn't support javascript.
loading
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 20 de 34
Filtrar
Mais filtros










Intervalo de ano de publicação
1.
Cad. Ter. Ocup. UFSCar (Impr.) ; 24(4): [859-868], out.-dez. 2016.
Artigo em Português | LILACS-Express | LILACS | ID: biblio-832142

RESUMO

Discutem-se os exercícios etnográficos − realizados em propostas do Projeto Metuia/USP, entre 2007 e 2013 − como atividade capaz de potencializar o reconhecimento do saber composto, plural e, por vezes, contraditório, mas produzido criativamente no fazer intelectual e social, na interação entre estudantes, terapeutas ocupacionais, pesquisadores e pessoas em situação de rua. Parte-se da necessidade de se desenvolver a compreensão sobre as atividades significativas de artistas que trabalham nos espaços públicos da cidade de São Paulo, pois persiste uma pluralidade de significados que a rua adquire em meio a disputas de interesses e tensões culturais, mas, também, de interconexões e criatividade. A vida itinerante e as características dos espaços de sociabilidade, aliadas às reflexões da antropologia urbana e da pesquisa etnográfica, favoreceram o ensino teórico-prático em ações territoriais dialógicas da terapia ocupacional social. Este artigo é resultado de reflexões construídas a partir da pesquisa Circuitos e práticas religiosas nas trajetórias de vida de adultos em situação de rua na cidade de São Paulo, associado ao projeto de extensão universitária vinculada ao Projeto Metuia/Terapia Ocupacional/USP, denominado Ponto de encontro e cultura: redes sociais, cultura e terapia ocupacional social. Conclui-se, por um lado, que há necessidade da reflexão renovada sobre o lugar do terapeuta ocupacional, considerando as assimetrias das relações na construção do conhecimento. Por outro lado, indica-se que as atividades produzidas em relações dialógicas adquirem sentidos partilhados apenas quando desenhadas na experiência da diferença, em propostas coerentes com sua plasticidade própria e no bojo de contextos sociais e culturais específicos.


Ethnographic exercises are discussed - as proposed by the Metuia Project/ USP between 2007 and 2013 - as an activity able to enhance the recognition of the compound, plural and sometimes contradictory knowledge, but produced creatively in the intellectual and social do, in the interaction among students, occupational therapists, researchers and homeless people. It starts from the need to develop an understanding of the significant activities of artists working in the public spaces in São Paulo, as it persists as a plurality of meanings that the street acquires amid disputes of interests and cultural tensions, but also interconnections and creativity. The itinerant life and social areas' characteristics, combined with reflections of urban anthropology and ethnographic research favored the theoretical and practical teaching in dialogic territorial shares of social occupational therapy. This article is the result of reflections built from the research Circuits and religious practices in life trajectories of adult homeless people in city of São Paulo, associated with university extension project linked to Metuia Project/USP, called Point meeting and culture: social networks, culture and social occupational therapy. In conclusion, on the one hand, there is need for renewed reflection about the occupational therapist's place, considering the asymmetries of the relations in the construction of knowledge. On the other hand, it indicates that the produced activities, necessarily, in dialogical relations, only share meanings when inserted into the experience of the difference in consistent proposals with its own plasticity and in the middle of specific social and cultural contexts.

2.
Cad. Ter. Ocup. UFSCar (Impr.) ; 24(1): [91-103], jan.-mar. 2016.
Artigo em Português | LILACS-Express | LILACS | ID: biblio-2402

RESUMO

O objetivo do presente artigo é problematizar a necessidade de revisão da formação e da ação profissional, no contexto da terapia ocupacional social, diante do fenômeno crescente da migração internacional, particularmente na atual construção da política municipal para populações imigrantes na cidade de São Paulo, SP. Metodologicamente, a discussão articula-se em três eixos complementares de resultados de análise a partir de pesquisa documental acompanhada de estudo de campo, visitas, participação em reuniões, fóruns interinstitucionais, audiências públicas, debates temáticos, além de revisão da literatura. No primeiro eixo de análise, contextualiza-se a legislação vigente no Brasil, a construção da política de migração em âmbito municipal e as articulações da sociedade civil frente à mobilidade humana, compreendida como direito fundamental. No segundo, discutem-se serviços de atenção a pessoas, famílias e grupos em situação migratória no município de São Paulo, SP. Finalmente, no terceiro eixo, discutem-se os desdobramentos da cultura na terapia ocupacional social para a ação profissional e formação no campo da mobilidade humana. Como resultado, observou-se que esse panorama atual coloca novos desafios profissionais, obrigando o terapeuta ocupacional a rever sua posição técnico-política diante novas realidades da contemporaneidade.


This article aims to discuss the need to revise education and professional action, in the context of social occupational therapy, facing the growing phenomenon of international migration, especially in the current construction of the municipal policy for immigrant populations in São Paulo, SP. The discussion is methodologically structured into three complementary lines of analysis results from documentary research accompanied by field study, visits, participations in meetings, inter-institutional forums, public hearings, thematic debates, in addition to literature review. In the first analysis axis, we discuss the current legislation in Brazil, the construction of migration policy at the municipal level and civil society articulations about human mobility, understood as a fundamental right. In the second, we discuss people care services, families and groups in migratory situation in São Paulo, SP. Finally, on the third axis, we discuss the cultural developments in social occupational therapy for professional action and training in the field of human mobility. As a result it was observed that the current panorama poses new professional challenges, forcing the occupational therapist to review its technical-political position face to the new realities of the contemporary world.

3.
Cad. Ter. Ocup. UFSCar (Impr.) ; 23(4): [803-814], 20151220.
Artigo em Português | LILACS-Express | LILACS | ID: biblio-859501

RESUMO

A moradia estudantil tem sido pouco abordada em estudos acadêmicos, embora seja experiência fundamental e incontornável para muitos/as estudantes brasileiros/as. Este texto objetiva abrir um diálogo sobre esta dimensão da vida universitária, focando o Conjunto Residencial da Universidade de São Paulo (CRUSP). Os/as moradores/as deste lugar enfrentam desafios cotidianos, como a distância da terra natal, o sentimento de precariedade e de pobreza, a solidão e as dificuldades diante da própria organização institucional. Neste cenário, a questão da autoestima revela-se tema recorrente no entendimento da experiência da moradia universitária. Para a construção dos dados deste trabalho, recorremos à etnografia e à pesquisa documental. Apoiamo-nos na análise antropológica e em reflexões da terapia ocupacional social para descrever, de forma densa e detalhada, o cotidiano vivido no lugar, além de desenvolver compreensões das expressões de sofrimento que emergem do contexto. Como resultados, relatos e situações foram discutidos a partir de diferentes categorias de análise: controle e medicalização; desqualificação e criminalização; construção de redes de suporte e expressões de criatividade, e produção de vida. Como conclusão, ressalta-se a importância de estudos e trabalhos específicos, a fim de aumentar o interesse pelo lugar e pelas condições de estadia, viabilizando uma política integral de apoio à formação estudantil. Acredita-se que as abordagens da terapia ocupacional possam contribuir neste sentido.

4.
Cad. Ter. Ocup. UFSCar (Impr.) ; 23(3): [599-609], 20150920.
Artigo em Português | LILACS-Express | LILACS | ID: biblio-859472

RESUMO

Introdução: Os estudos envolvendo as crianças e seus modos de vida têm crescido progressivamente, embora ainda insuficientes. Estudiosos da infância buscam compreender os modos de ser criança através do cotidiano e dos contextos específicos das culturas às quais pertencem, buscando a desuniversalização da infância como normativa. As crianças africanas, por sua vez, são postas como "fora do lugar", por não seguirem os padrões e normas das crianças europeias e norte-americanas. No intuito de contribuir para a mudança deste paradigma, o presente artigo consiste em trazer para a discussão o ser criança em uma comunidade localizada na periferia de uma cidade de Moçambique, sul do continente africano. Objetivos: descrever e discutir as relações e dinâmicas de socialização infantis. Método: etnografia com duração de cinco meses na Cidade da Matola, Moçambique; para o presente artigo, será apresentada uma narrativa para discussão e análise. Discussão: as crianças moçambicanas possuem tarefas e responsabilidades pautadas na divisão social do trabalho. Entre suas atividades, sejam estas domésticas, comunitárias ou escolares, há o espaço para o brincar. O lúdico e o riso permeiam o imaginário e os mundos infantis, produzindo formas de ser, estar e atuar no mundo que partilham e ao qual pertencem. O brincar aparece nesta narrativa como fundamental para o desenvolvimento e a construção de saberes e conhecimentos, agregados a valores culturais e sociais, além das responsabilizações e relações que as crianças estabelecem entre pares e com os adultos. Considerações: desconstruir os modos como as infâncias são impostas e propiciar rupturas em sua universalização são os desafios encontrados.

5.
Artigo em Português | Index Psicologia - Periódicos | ID: psi-68653

RESUMO

This article describes and analyzes the "Ponto de Encontro e Cultura - PEC", an experience developed by METUIA - University of São Paulo (USP-SP) in São Paulo from 2007 to 2011 which linked occupational therapy to areas of cultural production. It was attended by the homeless, occupational therapists and students of occupational therapy. To perform the analysis of the different dimensions of the experience we were guided by the meaning-space notion. We took the space as an organizer to understand a reality in which relationships and actions are being empowered in four different spheres: culture, economics, politics and knowledge. We noted that this practice showed that there was an ongoing collective effort to build what may be called piece. This characterizes a process where the space is a common reference point which brings into play different modes of sociability that are created by the management of common symbols and codes. It was important to recognize and appreciate the plurality of modes of knowledge. Thus, we observed that, from the cultural sphere, it is possible to articulate economics, health, social assistance, politics, and knowledge production.(AU)


Trata-se da descrição e análise da experiência do Ponto de Encontro e Cultura - PEC, desenvolvido pelo Projeto Metuia - Universidade de São Paulo (USP-SP) entre 2007 e 2011, em São Paulo, SP, articulando a Terapia Ocupacional às áreas de produção cultural. Ela envolveu pessoas em situação de rua, terapeutas ocupacionais e estudantes de Terapia Ocupacional. A leitura de diferentes dimensões da experiência foi conduzida pela noção de espaço de significação. Tomamos o espaço enquanto campo capaz de servir de articulador e de interpretação do real, em que relações e ações potencializam as quatro esferas da ação em Terapia Ocupacional que focalizamos: a cultura, a economia, a política e o saber. Compreendemos que o esforço coletivo de construção permanente do PEC foi o de evidenciar suas características como pedaço, ou seja, transformando-se em um ponto de referência comum no qual estão em jogo sociabilidades que se estabelecem pelo manejo de símbolos e códigos comuns. Assim, notamos que, partindo do espaço da cultura, é possível tecer articulações com a economia, a saúde, a assistência social, a política e a produção de conhecimentos.(AU)


Assuntos
Cultura , Política , Atividades Humanas , Pessoas em Situação de Rua
6.
Cad. Ter. Ocup. UFSCar (Impr.) ; 21(3)set.-dez. 2013.
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-712138

RESUMO

Trata-se da descrição e análise da experiência do Ponto de Encontro e Cultura - PEC, desenvolvido pelo Projeto Metuia - Universidade de São Paulo (USP-SP) entre 2007 e 2011, em São Paulo, SP, articulando a Terapia Ocupacional às áreas de produção cultural. Ela envolveu pessoas em situação de rua, terapeutas ocupacionais e estudantes de Terapia Ocupacional. A leitura de diferentes dimensões da experiência foi conduzida pela noção de espaço de significação. Tomamos o espaço enquanto campo capaz de servir de articulador e de interpretação do real, em que relações e ações potencializam as quatro esferas da ação em Terapia Ocupacional que focalizamos: a cultura, a economia, a política e o saber. Compreendemos que o esforço coletivo de construção permanente do PEC foi o de evidenciar suas características como pedaço, ou seja, transformando-se em um ponto de referência comum no qual estão em jogo sociabilidades que se estabelecem pelo manejo de símbolos e códigos comuns. Assim, notamos que, partindo do espaço da cultura, é possível tecer articulações com a economia, a saúde, a assistência social, a política e a produção de conhecimentos.


This article describes and analyzes the "Ponto de Encontro e Cultura - PEC", an experience developed by METUIA - University of São Paulo (USP-SP) in São Paulo from 2007 to 2011 which linked occupational therapy to areas of cultural production. It was attended by the homeless, occupational therapists and students of occupational therapy. To perform the analysis of the different dimensions of the experience we were guided by the meaning-space notion. We took the space as an organizer to understand a reality in which relationships and actions are being empowered in four different spheres: culture, economics, politics and knowledge. We noted that this practice showed that there was an ongoing collective effort to build what may be called piece. This characterizes a process where the space is a common reference point which brings into play different modes of sociability that are created by the management of common symbols and codes. It was important to recognize and appreciate the plurality of modes of knowledge. Thus, we observed that, from the cultural sphere, it is possible to articulate economics, health, social assistance, politics, and knowledge production.


Assuntos
Humanos , Cultura , Pessoas em Situação de Rua , Atividades Humanas , Política
7.
Rev. ter. ocup ; 21(3): 182-188, set.-dez. 2010.
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-657258

RESUMO

E entre modos de vida e a percepção dos processos de saúde/doença ancorados em seu contexto, o artigo propõe apreender a maneira como os jovens da comunidade Guarani de Boa Vista (Ubatuba, SP) percebem e se relacionam com a atenção à saúde que se inscreve em suas vidas e na dinâmica de suas comunidades. Estudo de caso realizado com quatro jovens adultos Guarani-Mbyá, com idade entre 13 e 29 anos, por meio de entrevistas abertas, gravadas, transcritas e textualizadas entre 2007 e 2009. As histórias de vida evidenciaram a importância da saúde como um dos espaços de mediação cultural entre as dinâmicas urbanas e aquelas constituídas na aldeia. O modo de vida na aldeia - com seus valores, mitos, processos rituais e concepção de relações entre os seres - ancoram-se em um conjunto de saberes que são conflitantes e concorrentes aos saberes técnico-científicos vinculados à saúde, mas complementam em diferentes momentos ou situações. Indaga-se sobre as condições de coabitação de tais saberes e sobre os contornos do diálogo que se estabelece nos serviços de saúde - na percepção dos jovens - entre culturas tanto singularmente como coletivamente. Nota-se a coexistência de dois mundos de lógicas diferenciadas de concepção de saúde e a necessidade do diálogo entre as diferentes concepções. Observou-se forte presença do uso das terapêuticas Guarani (ervas, banhos, dietas, pajelanças e/ou ritos de iniciação), em associação com terapêuticas e procedimentos propostos pelo Sistema Único de Saúde (SUS).


As between modes of life and the perception of the processes of health/disease anchored in their context, this article compels to present how the young in the Guarani indigenous community of Boa Vista in Ubatuba/SP, notices and gives great attention to health services embedded in their lives and in their community dynamics. The qualitative research and case study accomplished including the participation of four 13 to 29 years old Guarani-Mbyá youngsters, were openly submitted to interviews. Recorded and subsequently transcribed into texts, between 2007 and 2009. Histories of life evidenced the importance of health as cultural mediation space between a city and a village and it's way of life also the perception of health and disease processes. The way of life in the village, its values, myths, ritual processes and conception of relationship among beings - constitutes a context based knowledge, which sometimes conflict with the technical-scientific knowledge, seeing it's complements of life in different aspects. The article questions the conditions of cohabitation of such knowledge also the outlines of dialog that it life establishes in the area of health services and the perception of the young within cultures, both uniquely being collective, denoting the coexistence of two worlds of logical differentiated conception in health. Dialogue among different culture and it's concepts is essential. Therefore, the relevant challenge is to value the integration of knowledge and dialog among cultures for the improvement of our health services and its practical association. Strong presence in the use of Guarani therapeutics such as baths, herbs, diets, pajelanças and/or rites initiation were also observed in association with therapeutics and procedures proposed by the General Health System (SUS).


Assuntos
Humanos , Masculino , Adolescente , Adulto Jovem , Colaboração Intersetorial , Saúde de Populações Indígenas , Serviços de Saúde , Grupos Populacionais , Atenção Primária à Saúde
8.
Interface comun. saúde educ ; 14(35): 767-779, out.-dez. 2010.
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-567373

RESUMO

Trata-se de estudo de caso, com base na reconstituição da história de vida de um adulto em situação de rua na cidade de São Paulo. A pesquisa etnográfica e a história de vida compuseram as estratégias para coleta de dados, realizada durante 12 meses. Na análise, buscou-se desvendar singularidades no processo de construção de identidades capazes de redimensionar e conferir historicidade à experiência da situação de rua. Na discussão da trajetória de Pedro, a análise da religiosidade é fundamental para releitura da sua história de rua. Aliada a outras redes, mostrou possibilidades distintas de construção de redes de interdependência, caracterizando movimentos de ressignificação e de reconstrução de sentidos, afastando-se dos processos de desfiliação. A identidade socialmente negativa vinculada à situação de rua pode ser descentrada, adquirindo contornos e dinâmicas mais elucidativos. No entanto, ocorrem a necessidade e o desafio de construção de alternativas coletivas à precariedade da experiência de rua.


This is a case study based on the reconstitution of the life history of a homeless adult in the city of São Paulo. Ethnographic research and life history were the strategies in a 12-month long data collection. The analysis tried to reveal, in the process of identity construction, singularities able to re-signify and grant historicity to the homelessness experience. To discuss Pedro's path, religiosity analysis is a crucial element for re-assessing his homelessness history. Allied to other nets, religiosity showed different possibilities of constructing interdependence nets, thus characterizing re-signification and sense reconstruction movements, and eluding disaffiliation processes so frequent in the case of people that experience rupture conducting to homelessness. In those processes, the socially negative identity linked to homelessness can be dislodged and widened, acquiring more elucidative delineations and dynamics. Nonetheless, there is always the need and the challenge of constructing collective alternatives to the precarious homelessness experience.


Se trata de estudio de caso con base en la reconstitución de la historia de vida de un adulto en situación de calle en la ciudad de São Paulo. La investigación etnográfica y la historia de vida han compuesto las estrategias para colecta de datos realizada durante 12 meses. En el análisis se busca exponer singularidades en el proceso de construcción de identidades capaces de obtener nueva dimensión y conferir historicidad a la experiencia de la situación de calle. En la discusión de la trayectoria de Pedro es fundamental el análisis de religiosidad para releer su historia de calle. Aliada a otras redes, muestra posibilidades distintas de construcción de redes de inter-dependencia, caracterizando movimientos de nuevos significados. La identidad socialmente negativa vinculada a la situación de calle se puede descentrar, adquiriendo contornos y dinámicas más elucidativos. Aún así se presenta la necesidad y el desafío de construcción de alternativas colectivas a la precariedad de la experiencia de calle.


Assuntos
Humanos , Masculino , Adulto , Antropologia Cultural , Pessoas em Situação de Rua , Acontecimentos que Mudam a Vida , Ajustamento Social , Condições Sociais
9.
Rev. ter. ocup ; 21(2): 111-120, maio-ago. 2010. tab, graf
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-657249

RESUMO

Neste artigo, busca-se demonstrar o desenvolvimento e o crescimento da Terapia Ocupacional Social como campo de atuação e de pesquisa no cenário profissional e acadêmico brasileiro. Para tal realizou-se levantamento e análise - qualitativa e quantitativa - de trabalhos apresentados nos congressos nacionais entre os anos de 1997 e 2007. O desenvolvimento da Terapia Ocupacional Social permite apreender, ainda que parcialmente, as maneiras pelas quais questões relativas V4aos processos sociais da sociedade brasileira vêm sendo abordadas por terapeutas ocupacionais em seu cotidiano de trabalho ou nos contextos de formação profissional. A partir da análise dos trabalhos em cada congresso foi possível observar as inovações e diferenciações metodológicas surgidas na Terapia Ocupacional que se diferenciam de abordagens de caráter clínico. Trata-se de perceber a diferença nem sempre evidente, que separa uma abordagem de saúde em contextos marcados por problemáticas sociais de uma abordagem que focaliza as próprias questões sociais vivenciadas por grupos sociais definidos, desenvolvendo metodologias e bases teóricas pertinentes.


The aim of this work is to demonstrate the development and growth of social Occupational Therapy as a field of research and activity in the Brazilian academic and professional scenery. To reach this goal some research and analysis - both qualitative and quantitative - of several works presented in national congresses, between 1997 and 2007, took place. The development of Social Occupational Therapy allows, although partially, to understand the ways by which issues related to Brazilian society social processes are being approached by occupational therapists in their daily working activities and professional graduation context. The analysis of each work collected provided abundant information concerning the innovations and methodological differentiation aroused in Occupational Therapy, which differ from clinical approaches. The goal of this observation is also to evidence the difference, not always visible, between a health approach to contexts socially marked by severe problems and a specifically social one, focused on the social issues experienced by certain social groups, with the development of pertinent theoretical methodology and basis.


Assuntos
Congresso , Vulnerabilidade Social , Terapia Ocupacional/história , Terapia Ocupacional/métodos , Terapia Ocupacional/tendências
10.
Rev. ter. ocup ; 21(1): 68-73, jan.-abr. 2010.
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-657243

RESUMO

A história oral de vida é uma dos métodos que compõem o campo da pesquisa qualitativa, a qual se preocupa com significados e sentidos das ações e relações entre pessoas ou grupos. Este artigo trata de descrever e analisar os aportes que este método, sistematizado no Brasil principalmente pelo historiador José Carlos Sebe Bom Meihy e seus colaboradores, pode fornecer às pesquisas em Terapia Ocupacional e aos campos afins. Para tanto, realiza-se uma discussão sobre memória para, então, descrever o referido método e, finalmente, discutir a história oral de vida no âmbito da pesquisa em Terapia Ocupacional.


Oral history of life is one of the methods that constitute the qualitative research field, witch is concerned with the meanings and the senses of actions and relationships between people or groups. This article describes and analyses the contributions that this method - systematized in Brazil manly by the historian Jose Carlos Sebe Bom Meihy and colleagues - can provide to the research in occupational therapy and related fields. Thus, this study presents a discussion about memory, a description of that method, to finally discuss links between the research in Occupational Therapy and the oral history of life.


Assuntos
Experimentação Humana Terapêutica/história , Memória , Narração , Pesquisa Qualitativa
11.
Rev. ter. ocup ; 17(2): 48-56, 2006. tab, graf
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-468243

RESUMO

São discutidos os resultados de pesquisa realizada entre 2002 e 2003 na casa de convivência e centro de serviços Associação Minha Rua Minha Casa (AMRMC), local de atendimento a população adulta em situação de rua na cidade de São Paulo. A partir de entrevistas abertas e semi-estruturadas, a pesquisa buscou compreender o perfil de São Paulo...


This paper discusses the results of a research developed between 2002 and 2003 in the center of services Associação Minha Rua Minha Casa (AMRMC), attendance place to homeless people in the city of São Paulo...


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Adulto , Pessoa de Meia-Idade , Pessoas em Situação de Rua , Terapia Ocupacional , Abrigo , Vulnerabilidade a Desastres , Grupo Social
12.
Imaginário ; 11(11): 337-362, jul.-dez. 2005.
Artigo em Português, Inglês | Index Psicologia - Periódicos | ID: psi-44526

RESUMO

O artigo relata a experiência de uma oficina de fotografia com jovens do bairro rural da Pedra do Papagaio, em Aiuruoca – MG. A iniciativa partiu do Núcleo Interdisciplinar do Imaginário e Memória – NIME da Universidade de São Paulo – USP e do Projeto Casa Rosa (Associação Bem Comum). O objetivo central for de viabilizar um contato ainda inicial com o universo da fotografia e como forma de provocar um olhar novo, de lugares e relações próximas. Favorecer, portanto, uma forma de expressão dos jovens, além de possibilitar discussões e reflexões sobre o lugar onde vivem. Foi feito convite a quatro jovens que participam das atividades do Projeto Casa Rosa. Em um encontro foram dadas explicações e, durante uma semana, permaneceram com as máquinas fotográficas. Depois da revelação, as fotos foram analisadas em grupo. As temáticas que emergiram foram: natureza e principais pontos turísticos, redes de sociabilidade, experiências entre campo e cidade. A fotografia constituiu uma linguagem e instrumento importante para apreensão do sentimento de pertencimento, assim como para favorecer discussões, facilitando a aproximação dos jovens de temas polêmicos(AU)


This article describes the experience in a photography workshop, in which the participants were the young people of a rural neighborhood called Pedra do Papagaio, in Aiuruoca, MG. The project initiative was developed by Núcleo Interdisciplinar do Imaginário e Memória – NIME of University of São Paulo – USP and Projeto Casa Rosa (Associação Bem Comum). The main objective was to get in touch with the photography universe in order to stimulate a new look at places and close relations, and develop a form of expression, generating discussions and reflections about the place, where they live. Four adolescents, who had taken part in Projeto Casa Rosa activities, were invited to participate in this study. In the first meeting, they had explanations about the project, and, for a week, they kept a photographic camera. After the photos developing, they are analyzed by the group, and the themes emerged were: nature and main tourism places, forms of sociability, experiences between countryside and city. The photography established a language, an important tool for developing the feeling of belonging and discussions, bringing the adolescents close to polemic themes(AU)


Assuntos
Humanos , Adolescente , Fotografia , População Rural , Participação da Comunidade , Adolescente , Emoções
13.
Interface comun. saúde educ ; 9(18): 601-610, set. -dez. 2005.
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-420501

RESUMO

Este artigo pretende discutir a possibilidade de reverter a situação de desfiliação a que está submetida à população das ruas dos grandes centros urbanos. Para tanto relata-se a intervenção feita por profissionais de terapia ocupacional que, a partir de uma intervenção que se constitui sob a perspectiva da saúde, entendida como um estado de produção de vida, buscam incubar uma cooperativa de trabalho com moradores de rua. A intervenção, que se deu sob a forma de pesquisa-ação, permitiu que se elaborasse algumas reflexões que podem contribuir para a discussão e para a ação de profissionais de diversas áreas do conhecimento que estão comprometidos com o resgate da condição de sujeitos e com a construção de políticas públicas voltadas para a população de rua.


Assuntos
Humanos , Comportamento Cooperativo , Pobreza , Serviços Urbanos de Saúde
14.
Imaginário ; 11(11): 337-362, jul.-dez. 2005.
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-534434

RESUMO

O artigo relata a experiência de uma oficina de fotografia com jovens do bairro rural da Pedra do Papagaio, em Aiuruoca – MG. A iniciativa partiu do Núcleo Interdisciplinar do Imaginário e Memória – NIME da Universidade de São Paulo – USP e do Projeto Casa Rosa (Associação Bem Comum). O objetivo central foi de viabilizar um contato ainda inicial com o universo da fotografia e como forma de provocar um olhar novo, de lugares e relações próximas. Favorecer, portanto, uma forma de expressão dos jovens, além de possibilitar discussões e reflexões sobre o lugar onde vivem. Foi feito convite a quatro jovens que participam das atividades do Projeto Casa Rosa. Em um encontro foram dadas explicações e, durante uma semana, permaneceram com as máquinas fotográficas. Depois da revelação, as fotos foram analisadas em grupo. As temáticas que emergiram foram: natureza e principais pontos turísticos, redes de sociabilidade, experiências entre campo e cidade. A fotografia constituiu uma linguagem e instrumento importante para apreensão do sentimento de pertencimento, assim como para favorecer discussões, facilitando a aproximação dos jovens de temas polêmicos.


This article describes the experience in a photography workshop, in which the participants were the young people of a rural neighborhood called Pedra do Papagaio, in Aiuruoca, MG. The project initiative was developed by Núcleo Interdisciplinar do Imaginário e Memória – NIME of University of São Paulo – USP and Projeto Casa Rosa (Associação Bem Comum). The main objective was to get in touch with the photography universe in order to stimulate a new look at places and close relations, and develop a form of expression, generating discussions and reflections about the place, where they live. Four adolescents, who had taken part in Projeto Casa Rosa activities, were invited to participate in this study. In the first meeting, they had explanations about the project, and, for a week, they kept a photographic camera. After the photos developing, they are analyzed by the group, and the themes emerged were: nature and main tourism places, forms of sociability, experiences between countryside and city. The photography established a language, an important tool for developing the feeling of belonging and discussions, bringing the adolescents close to polemic themes.


Assuntos
Humanos , Adolescente , Adolescente , Emoções , Fotografação , População Rural
15.
Rev. ter. ocup ; 16(1): 31-39, 2005. ilus
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-438275

RESUMO

Trata-se de estudo que discute a incorporação de terapeutas ocupacionais na assistência em saúde mental e saúde da pessoa com deficiência nos serviços públicos municipais de saúde em São Paulo (1989-1993). Trabalhou-se a partir de entrevistas com profissionais que desenvolviam assistência e/ou planejamento e gestão de serviços, bem como com pesquisa documental e aplicação de questionários para caracterização dos terapeutas ocupacionais(formação e experiência profissional) e das atividades assistenciais...


Assuntos
Atenção à Saúde , Política de Saúde , Terapia Ocupacional/tendências , Pessoas com Deficiência , Saúde Mental , Sistema Único de Saúde
16.
Rio de Janeiro; Editora FIOCRUZ; 2004. 259 p. ilus.(ColeçAo loucura e civilizaçAo).
Monografia em Português | LILACS | ID: lil-387818
17.
Rev. ter. ocup ; 15(3): 90-97, 2004.
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-439175

RESUMO

Trata-se de uma análise teórica ta terapia ocupacional social, considerando duas perspectivas. Na primeira, parte-se do entendimento de que o adoecimento é um fenômeno social e iandividual, médico e existencial ao qual são atribuídos significados diversos. Constitui uma visão crítica - desenvolvida a partir da década de 80 do século XX - das dicotomias entre indivíduo-sociedade, homem-natureza, homem-cultura as quais permitem pensar um sujeito em descontinuidade absoluta, separado do meio e da sociedade, isto é, como partes destacadas ou ligadas mecanicamente ao todo...


Assuntos
Diversidade Cultural , Apoio Social , Terapia Ocupacional/tendências , Terapia Ocupacional/métodos , Terapia Ocupacional
18.
Rio de Janeiro; Fiocruz; 2004. 260 p. ilus.((Coleção Loucura e Civilização)).
Monografia em Português | LILACS | ID: lil-524299

RESUMO

Nesta obra a autora procura tratar das interpretações acerca da loucura a partir da ótica da sociedade Dogon, uma sociedade negro-africana da África do Oeste. Através de contos que foram transmitidos por várias gerações, temos um conjunto de histórias que mostram como esta sociedade procura resolver uma situação que, muitas vezes, traz consigo uma dor emergente que precisa ser explicada e tratada. Em Itinerários da Loucura em Territórios Dogon, podemos perceber como uma sociedade lida com um assunto tão delicado de maneira tão singular. Desta forma, ao trazer questões relativas à saúde mental de seus indivíduos, a obra contribui, mostrando-nos diversos apontamentos que visam à reflexão a respeito de um assunto tão difícil de ser abordado como a loucura e suas implicações na vida individual e social.


Assuntos
Cultura , Etnopsicologia , Saúde Mental , Transtornos Mentais/etnologia
19.
Rio de Janeiro; Ed. FIOCRUZ; 2004. 260 p. ilus.((Coleção Loucura e Civilização)).
Monografia em Português | Coleciona SUS, Coleciona SUS | ID: biblio-932864

RESUMO

Nesta obra a autora procura tratar das interpretações acerca da loucura a partir da ótica da sociedade Dogon, uma sociedade negro-africana da África do Oeste. Através de contos que foram transmitidos por várias gerações, temos um conjunto de histórias que mostram como esta sociedade procura resolver uma situação que, muitas vezes, traz consigo uma dor emergente que precisa ser explicada e tratada.Em Itinerários da Loucura em Territórios Dogon, podemos perceber como uma sociedade lida com um assunto tão delicado de maneira tão singular. Desta forma, ao trazer questões relativas à saúde mental de seus indivíduos, a obra contribui, mostrando-nos diversos apontamentos que visam à reflexão a respeito de um assunto tão difícil de ser abordado como a loucura e suas implicações na vida individual e social.


Assuntos
Cultura , Etnopsicologia , Saúde Mental , Transtornos Mentais/etnologia
20.
Rev. ter. ocup ; 14(2): 52-63, 2003. ilus, tab, graf
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-394411

RESUMO

Objetivo: Caracterizar a produção bibliográfica de pesquisadores terapeutas ocupacionais pertencentes a grupos de pesquisa coordenados por terapeutas ocupacionaiscredenciados junto ao CNPq (Diretório de Grupos de Pesuisa, versão 4.1). Estes representam a maior parte daquelas diretamente envolvidos em atividades de pesquisano país...


Assuntos
Educação de Pós-Graduação , Terapia Ocupacional/educação , Estratégias de Saúde
SELEÇÃO DE REFERÊNCIAS
DETALHE DA PESQUISA
...