Your browser doesn't support javascript.
loading
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 18 de 18
Filtrar
1.
Artigo em Inglês | LILACS, Index Psicologia - Periódicos técnico-científicos | ID: biblio-1135436

RESUMO

Abstract Emotional regulation is a recent construct with few adapted instruments in Brazil capable of measuring it. This study aimed to find evidences of content validity, internal consistency and reliability of the Difficulties in Emotion Regulation Scale (DERS) for the Brazilian context. The participants were 402 adults (78.1% women) aged between 18 to 71 years, of which 86.8% resided in Rio Grande do Sul. We revised an adaptation of the referred instrument to facilitate the understanding of the items. In order to test the most appropriate structure to the Brazilian context, we performed a confirmatory factor analysis, comparing the original instrument structure to that validated to Portuguese. The results showed that DERS had good psychometric properties, exhibiting validity and reliability for the Brazilian sample. The factorial structure was equivalent to the original version, containing six dimensions.


Resumo A regulação emocional é um construto recente com poucos instrumentos adaptados no Brasil capazes de mensurá-la. Este estudo teve por objetivo buscar evidências de validade de conteúdo, consistência interna e fidedignidade da Escala de Dificuldades de Regulação Emocional (DERS) para o contexto brasileiro. Os participantes foram 402 adultos (78,1% mulheres), com idade entre 18 e 71 anos, sendo 86,8% residentes do Rio Grande do Sul. Para isso, revisou-se uma adaptação do referido instrumento com a finalidade de facilitar a compreensão dos itens. A fim de testar a estrutura mais adequada ao contexto brasileiro, realizou-se uma análise fatorial confirmatória, comparando-se a estrutura do instrumento original com outro validado para o contexto português. Os resultados apontaram que a DERS apresentou boas propriedades psicométricas, com evidências de validade e fidedignidade do instrumento para a amostra brasileira. A estrutura fatorial foi equivalente à da versão original, com seis dimensões.


Resumen La regulación emocional es una construcción reciente y hay pocos instrumentos adaptados en Brasil capaces de medirla. Este estudio tuvo como objetivo encontrar evidencia de validez de contenido, consistencia interna y confiabilidad de la Escala de Dificultades en la Regulación Emocional (DERS) para el contexto brasileño. Los participantes fueron 402 adultos (78.1% mujeres), con edades comprendidas entre 18 y 71 años, siendo el 86.8% residentes de Rio Grande do Sul. Para ello, se revisó una adaptación del instrumento para facilitar la comprensión de los ítems. Para probar la estructura más apropiada para el contexto brasileño, se realizó un análisis factorial confirmatorio, comparando la estructura del instrumento original con otro validado para el contexto portugués. Los resultados mostraron que la DERS tenía buenas propiedades psicométricas, con evidencia de validez y confiabilidad del instrumento para la muestra brasileña. La estructura factorial era equivalente a la de la versión original, con seis dimensiones.


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Adolescente , Adulto , Pessoa de Meia-Idade , Idoso , Psicometria , Reprodutibilidade dos Testes , Adaptação , Compreensão , Regulação Emocional
2.
J Interpers Violence ; 32(7): 1127-1142, 2017 04.
Artigo em Inglês | MEDLINE | ID: mdl-26021861

RESUMO

The quality of the maternal bond can be disrupted in women exposed to intimate partner violence (IPV), causing them to be less available to their children. The aim of this study was to examine difficulties in emotional regulation in women exposed to IPV and the impact of IPV on both the maternal bond and posttraumatic symptoms among children. A cross-sectional study was carried out with two groups: IPV dyads ( n = 36) comprising mothers who had been exposed to IPV and their children, and control dyads ( n = 27) comprising non-abused mothers and their children. Information was obtained via structured interviews including scales regarding IPV, posttraumatic stress disorder (PTSD) symptoms, maternal bond, and difficulties in emotional regulation. Correlation analyses showed a positive association between the severity of IPV, PTSD symptom severity in children, and difficulties of emotional regulation in mothers. They also showed a negative association between IPV and the quality of the maternal bond. Regression models demonstrated that exposure to sexual IPV, maternal difficulties in emotion regulation, and younger age of the mother are important predictors of lower quality of the maternal bond. Difficulties in emotional regulation and sexual IPV disrupted the quality of the maternal bond among women and their children. In addition, lower quality of maternal bond was associated with higher PSTD symptoms among children.


Assuntos
Violência por Parceiro Íntimo/psicologia , Relações Mãe-Filho/psicologia , Mães/psicologia , Transtornos de Estresse Pós-Traumáticos/psicologia , Adulto , Brasil , Criança , Estudos Transversais , Feminino , Humanos , Entrevistas como Assunto , Masculino , Mães/estatística & dados numéricos , Índice de Gravidade de Doença
3.
Psico (Porto Alegre) ; 48(2): 120-129, 2017.
Artigo em Português | LILACS | ID: biblio-968337

RESUMO

Os dados sobre violência conjugal costumam ser imprecisos devido a diversos fatores. Entre eles, o fato de retratarem, preponderantemente, a violência visível (física ou sexual), serem obtidos em delegacias e basearem-se na visão de apenas um dos parceiros; sendo que muitos casos não são denunciados. O objetivo deste estudo foi mapear a violência conjugal no Rio Grande do Sul, em relação à presença de coerção sexual, agressão física e psicológica. Participaram 751 casais de distintas regiões do Estado. Os instrumentos foram: questionário de dados sociodemográficos e Revised Conflict Tactics Scales (CTS2). Os resultados evidenciaram índices elevados de violência mútua e simétrica entre os casais, ou seja, cometida por ambos os parceiros. Identificou-se que a idade, a escolaridade, a renda e o tempo de relacionamento estiveram associados aos níveis de violência conjugal em suas diferentes dimensões (p<0,05). Ressalta-se a necessidade de se repensar as intervenções com casais em situação de violência.


Data on intimate partner violence are often inaccurate due to several factors. Among them, there are the facts that they portray mainly the visible violence (physical or sexual), are obtained in police stations and are based on the view of only one of the partners; considering that many cases are not reported. The aim of this study was to map domestic violence in the state of Rio Grande do Sul, in relation to the presence of sexual coercion, physical and psychological aggression. 751 couples from different geographical areas of the state participated. The instruments used were: a socio-demographic questionnaire and Revised Conflict Tactics Scales (CTS2). Level of education, income, length and situation of the relationship were associated with conjugal violence in its different dimensions (p<0,05). The results highlighted the existence of mutual and symmetrical aggressions between couples, differently from the traditional gender studies, pointing the importance to rethink the interventions with couples in situations of violence.


Los datos sobre la violencia de la pareja son a menudo inexactos debido a varios factores. Entre ellos, el hecho de retratar principalmente a la violencia visible (física o sexual), seren obtenidos en las comisarías y considerar la opinión de uno solo de los cónyuges. También demasiados casos no se notifican. El objetivo de este estudio fue mapear la violencia doméstica en Rio Grande do Sul, por la presencia de la coerción sexual, violencia física y agresión psicológica. Participaron 751 parejas de diferentes regiones del estado. Los instrumentos fueran cuestionario de datos sociodemográficos y Revised Conflict Tactics Scales (CTS2). Los resultados mostraron altos índices de violencia cometidos por los cónyuges. Se encontró que la edad, la educación, los ingresos y la duración de la relación se asociaron con niveles de violencia doméstica en sus distintas dimensiones (p<0,05). Se hace hincapié en la necesidad de replantear las intervenciones con las parejas en situación de violencia.


Assuntos
Casamento/psicologia , Conflito Psicológico , Relações Familiares
4.
Artigo em Português | Index Psicologia - Periódicos técnico-científicos | ID: psi-69746

RESUMO

A violência intrafamiliar precoce, crônica e recorrente pode levar ao desenvolvimento de transtornos mentais, incluindo o Transtorno de Estresse Pós- Traumático (TEPT) e o Trauma Complexo. Os efeitos da exposição à violência intrafamiliar comumente não são limitados à infância e à adolescência, podendo impactar o funcionamento psicológico, social e ocupacional na vida adulta. As intervenções com maior eficácia para esses casos envolvem psicoterapia individual (psicoterapia cognitivo-comportamental) e psicoterapia familiar (sistêmica e cognitivo-comportamental). Na abordagem cognitivo-comportamental-sistêmica, a técnica da linha de vida pode se caracterizar como uma estratégia útil na avaliação do curso temporal da exposição a eventos estressores, bem como das respostas adaptativas e desadaptativas dos diferentes membros do sistema familiar. O objetivo deste trabalho é apresentar um processo de psicoterapia familiar breve com o uso da técnica da linha de vida em uma família exposta a múltiplas situações de violência intrafamiliar como estratégia terapêutica.(AU)


Intrafamily violence when precocious, chronic and recurrent may lead to the development of mental disorders, including Posttraumatic Stress Disorder (PTSD) and Complex Trauma. The effects of exposure to intrafamily violence commonly are not limited to childhood and adolescence, and may impact psychological, social and occupational functioning in adulthood. The most effortful intervention to these cases involves individual psychotherapy (cognitive-behavioral psychotherapy) and family psychotherapy (systemic and cognitive-behavioral). In the cognitive-behavioral-systemic approach, the lifeline technique can be characterized as a useful strategy in the evaluation of the temporal course of the exposure to stressor events, as well as the adaptive and maladaptive answers from the members of the family system. The aim of this paper is to present a brief family psychotherapy process with a family exposed to multiple situations of intrafamily violence with the use of lifeline’s technique as a therapeutic approach.(AU)


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Adulto , Transtornos de Estresse Pós-Traumáticos , Terapia Cognitivo-Comportamental , Terapia Comportamental , Terapia Familiar
5.
Artigo em Inglês | Index Psicologia - Periódicos técnico-científicos | ID: psi-69747

RESUMO

Intrafamily violence when precocious, chronic and recurrent may lead to the development of mental disorders, including Posttraumatic Stress Disorder (PTSD) and Complex Trauma. The effects of exposure to intrafamily violence commonly are not limited to childhood and adolescence, and may impact psychological, social and occupational functioning in adulthood. The most effortful intervention to these cases involves individual psychotherapy (cognitive-behavioral psychotherapy) and family psychotherapy (systemic and cognitive-behavioral). In the cognitive-behavioral-systemic approach, the lifeline technique can be characterized as a useful strategy in the evaluation of the temporal course of the exposure to stressor events, as well as the adaptive and maladaptive answers from the members of the family system. The aim of this paper is to present a brief family psychotherapy process with a family exposed to multiple situations of intrafamily violence with the use of lifeline’s technique as a therapeutic approach.(AU)


A violência intrafamiliar precoce, crônica e recorrente pode levar ao desenvolvimento de transtornos mentais, incluindo o Transtorno de Estresse Pós- Traumático (TEPT) e o Trauma Complexo. Os efeitos da exposição à violência intrafamiliar comumente não são limitados à infância e à adolescência, podendo impactar o funcionamento psicológico, social e ocupacional na vida adulta. As intervenções com maior eficácia para esses casos envolvem psicoterapia individual (psicoterapia cognitivo-comportamental) e psicoterapia familiar (sistêmica e cognitivo-comportamental). Na abordagem cognitivo-comportamental-sistêmica, a técnica da linha de vida pode se caracterizar como uma estratégia útil na avaliação do curso temporal da exposição a eventos estressores, bem como das respostas adaptativas e desadaptativas dos diferentes membros do sistema familiar. O objetivo deste trabalho é apresentar um processo de psicoterapia familiar breve com o uso da técnica da linha de vida em uma família exposta a múltiplas situações de violência intrafamiliar como estratégia terapêutica.(AU)


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Adulto , Transtornos de Estresse Pós-Traumáticos , Terapia Cognitivo-Comportamental , Terapia Comportamental , Terapia Familiar
6.
Rev. bras. ter. comport. cogn ; 17(1): 68-80, 2015.
Artigo em Português | LILACS | ID: biblio-869606

RESUMO

A violência intrafamiliar precoce, crônica e recorrente pode levar ao desenvolvimento de transtornos mentais, incluindo o Transtorno de Estresse Pós- Traumático (TEPT) e o Trauma Complexo. Os efeitos da exposição à violência intrafamiliar comumente não são limitados à infância e à adolescência, podendo impactar o funcionamento psicológico, social e ocupacional na vida adulta. As intervenções com maior eficácia para esses casos envolvem psicoterapia individual (psicoterapia cognitivo-comportamental) e psicoterapia familiar (sistêmica e cognitivo-comportamental). Na abordagem cognitivo-comportamental-sistêmica, a técnica da linha de vida pode se caracterizar como uma estratégia útil na avaliação do curso temporal da exposição a eventos estressores, bem como das respostas adaptativas e desadaptativas dos diferentes membros do sistema familiar. O objetivo deste trabalho é apresentar um processo de psicoterapia familiar breve com o uso da técnica da linha de vida em uma família exposta a múltiplas situações de violência intrafamiliar como estratégia terapêutica.


Intrafamily violence when precocious, chronic and recurrent may lead to the development of mental disorders, including Posttraumatic Stress Disorder (PTSD) and Complex Trauma. The effects of exposure to intrafamily violence commonly are not limited to childhood and adolescence, and may impact psychological, social and occupational functioning in adulthood. The most effortful intervention to these cases involves individual psychotherapy (cognitive-behavioral psychotherapy) and family psychotherapy (systemic and cognitive-behavioral). In the cognitive-behavioral-systemic approach, the lifeline technique can be characterized as a useful strategy in the evaluation of the temporal course of the exposure to stressor events, as well as the adaptive and maladaptive answers from the members of the family system. The aim of this paper is to present a brief family psychotherapy process with a family exposed to multiple situations of intrafamily violence with the use of lifeline’s technique as a therapeutic approach.


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Adulto , Terapia Comportamental , Terapia Cognitivo-Comportamental , Terapia Familiar , Transtornos de Estresse Pós-Traumáticos
7.
Rev. bras. ter. comport. cogn ; 17(1): 81-92, 2015.
Artigo em Inglês | LILACS | ID: biblio-869607

RESUMO

Intrafamily violence when precocious, chronic and recurrent may lead to the development of mental disorders, including Posttraumatic Stress Disorder (PTSD) and Complex Trauma. The effects of exposure to intrafamily violence commonly are not limited to childhood and adolescence, and may impact psychological, social and occupational functioning in adulthood. The most effortful intervention to these cases involves individual psychotherapy (cognitive-behavioral psychotherapy) and family psychotherapy (systemic and cognitive-behavioral). In the cognitive-behavioral-systemic approach, the lifeline technique can be characterized as a useful strategy in the evaluation of the temporal course of the exposure to stressor events, as well as the adaptive and maladaptive answers from the members of the family system. The aim of this paper is to present a brief family psychotherapy process with a family exposed to multiple situations of intrafamily violence with the use of lifeline’s technique as a therapeutic approach.


A violência intrafamiliar precoce, crônica e recorrente pode levar ao desenvolvimento de transtornos mentais, incluindo o Transtorno de Estresse Pós- Traumático (TEPT) e o Trauma Complexo. Os efeitos da exposição à violência intrafamiliar comumente não são limitados à infância e à adolescência, podendo impactar o funcionamento psicológico, social e ocupacional na vida adulta. As intervenções com maior eficácia para esses casos envolvem psicoterapia individual (psicoterapia cognitivo-comportamental) e psicoterapia familiar (sistêmica e cognitivo-comportamental). Na abordagem cognitivo-comportamental-sistêmica, a técnica da linha de vida pode se caracterizar como uma estratégia útil na avaliação do curso temporal da exposição a eventos estressores, bem como das respostas adaptativas e desadaptativas dos diferentes membros do sistema familiar. O objetivo deste trabalho é apresentar um processo de psicoterapia familiar breve com o uso da técnica da linha de vida em uma família exposta a múltiplas situações de violência intrafamiliar como estratégia terapêutica.


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Adulto , Terapia Comportamental , Terapia Cognitivo-Comportamental , Terapia Familiar , Transtornos de Estresse Pós-Traumáticos
8.
Temas psicol. (Online) ; 22(4): 917-958, dez. 2014. ilus, tab
Artigo em Português | Index Psicologia - Periódicos técnico-científicos | ID: psi-62486

RESUMO

A mulher atual assumiu muitos papéis antes desempenhados pelos homens, o que trouxe mudanças não apenas para sua rotina, mas também para seus projetos de vida. A maternidade tem sofrido o impacto dessas mudanças. Investigaram-se os múltiplos papéis exercidos pela mulher contemporânea e a relação dessa multiplicidade de papéis com a maternidade tardia. Utilizaram-se dois instrumentos: ficha de dados sociodemográficos e entrevista semiestruturada sobre a multiplicidade de papéis da mulher e sobre maternidade. Construíram-se três categorias a partir da análise de conteúdo: multiplicidade de papéis da mulher contemporânea, reflexões sobre maternidade e maternidade tardia versus rotina atual. Se por um lado, as mulheres sofrem prejuízos em função do excesso de tarefas, por outro, elas se sentem felizes por ocuparem seus postos de trabalho. A maternidade tardia é uma opção para mulheres que trabalham e que mantém relações estáveis com seus companheiros. Entretanto, observaram-se sentimentos como medo, insegurança e ambivalência em relação à maternidade tardia.(AU).


Women currently have taken on many roles, previously filled by men, which not only changed their everyday lives but also impacted their life projects. Motherhood has been impacted in important ways by this change. We investigated the multiple roles played by contemporary woman and the relation between this multiplicity of roles and late motherhood. Two instruments were used: a socio-demographic profile and a semi-structured interview about the multiple roles of women and motherhood. We constructed three categories based on content analysis of the interviews: the multiple roles of contemporary women; reflections on motherhood; and late motherhood's impact on current routine. If, on one hand, women are negatively affected due to the additional workload, on the other they feel happy to have developed a career. Late motherhood is an option for women who intend to develop their careers and maintain stable relationships with their partners. However, the women also reported feelings such as fear, insecurity and ambivalence related to late motherhood.(AU).


La mujer actual adoptó muchos papeles que antes eran realizados por los hombres; esto produjo cambios no solamente en su rutina, sino proporcionó cambios en sus proyectos de vida. La maternidad ha sufrido el impacto de esos cambios. Fueron investigados los múltiples papeles que ejercen la mujer contemporánea y la relación de esa multiplicidad de papeles con la maternidad tardía. Se utilizaron dos instrumentos: una ficha de datos sociodemográficos y una entrevista semiestructurada sobre la multiplicidad de los papeles de la mujer y sobre la maternidad. Fueron construidas tres categorías a partir del análisis de contenido: multiplicidad de papeles de la mujer contemporánea, reflexiones sobre la maternidad y maternidad tardía versus rutina actual. Si, de un lado, las mujeres sufren pérdidas en función del exceso de tareas, de otro, ellas se sienten felices por ocupar sus puestos de trabajo. La maternidad tardía es una opción para mujeres que trabajan y que mantienen relaciones estables con sus compañeros. Sin embargo, se observaron sentimientos como miedo, inseguridad y ambivalencia en relación a la maternidad tardía.(AU).


Assuntos
Humanos , Feminino , Adulto , Poder Familiar , Família
9.
Temas psicol. (Online) ; 22(4): 917-958, dez. 2014. ilus, tab
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-751611

RESUMO

A mulher atual assumiu muitos papéis antes desempenhados pelos homens, o que trouxe mudanças não apenas para sua rotina, mas também para seus projetos de vida. A maternidade tem sofrido o impacto dessas mudanças. Investigaram-se os múltiplos papéis exercidos pela mulher contemporânea e a relação dessa multiplicidade de papéis com a maternidade tardia. Utilizaram-se dois instrumentos: ficha de dados sociodemográficos e entrevista semiestruturada sobre a multiplicidade de papéis da mulher e sobre maternidade. Construíram-se três categorias a partir da análise de conteúdo: multiplicidade de papéis da mulher contemporânea, reflexões sobre maternidade e maternidade tardia versus rotina atual. Se por um lado, as mulheres sofrem prejuízos em função do excesso de tarefas, por outro, elas se sentem felizes por ocuparem seus postos de trabalho. A maternidade tardia é uma opção para mulheres que trabalham e que mantém relações estáveis com seus companheiros. Entretanto, observaram-se sentimentos como medo, insegurança e ambivalência em relação à maternidade tardia.


Women currently have taken on many roles, previously filled by men, which not only changed their everyday lives but also impacted their life projects. Motherhood has been impacted in important ways by this change. We investigated the multiple roles played by contemporary woman and the relation between this multiplicity of roles and late motherhood. Two instruments were used: a socio-demographic profile and a semi-structured interview about the multiple roles of women and motherhood. We constructed three categories based on content analysis of the interviews: the multiple roles of contemporary women; reflections on motherhood; and late motherhood's impact on current routine. If, on one hand, women are negatively affected due to the additional workload, on the other they feel happy to have developed a career. Late motherhood is an option for women who intend to develop their careers and maintain stable relationships with their partners. However, the women also reported feelings such as fear, insecurity and ambivalence related to late motherhood.


La mujer actual adoptó muchos papeles que antes eran realizados por los hombres; esto produjo cambios no solamente en su rutina, sino proporcionó cambios en sus proyectos de vida. La maternidad ha sufrido el impacto de esos cambios. Fueron investigados los múltiples papeles que ejercen la mujer contemporánea y la relación de esa multiplicidad de papeles con la maternidad tardía. Se utilizaron dos instrumentos: una ficha de datos sociodemográficos y una entrevista semiestructurada sobre la multiplicidad de los papeles de la mujer y sobre la maternidad. Fueron construidas tres categorías a partir del análisis de contenido: multiplicidad de papeles de la mujer contemporánea, reflexiones sobre la maternidad y maternidad tardía versus rutina actual. Si, de un lado, las mujeres sufren pérdidas en función del exceso de tareas, de otro, ellas se sienten felices por ocupar sus puestos de trabajo. La maternidad tardía es una opción para mujeres que trabajan y que mantienen relaciones estables con sus compañeros. Sin embargo, se observaron sentimientos como miedo, inseguridad y ambivalencia en relación a la maternidad tardía.


Assuntos
Humanos , Feminino , Adulto , Família , Poder Familiar
10.
Pensando fam ; 18(2): 108-123, dez. 2014. tab
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-747835

RESUMO

Sabe-se que as redes sociais pessoais são essenciais na construção da subjetividade e da identidade, além de enriquecerem a percepção de cada indivíduo, enquanto ser social. Partindo disso, o presente artigo apresenta resultados de uma investigação qualitativa sobre a percepção de quatro psicólogas e terapeutas de família acerca do uso da rede social pessoal na prática profissional. As informações foram coletadas através de entrevista semiestruturada e, analisadas conforme a Análise de Conteúdo. Dentre os resultados, salienta-se o fato das participantes relacionarem a temática das redes sociais pessoais com sua prática clínica, bem como definirem suas próprias redes sociais como depositárias de identidade, de cuidado e de responsabilidade pelo outro. Os conceitos e percepções trazidas compreendem as redes sociais pessoais como favorecedoras de habilidades geradoras das práticas sociais, da visão de mundo e de cada indivíduo, sendo compreendidas como ferramenta na prática clínica na contemporaneidade.(AU)


The relationships which give meaning to our lives, and which we name personal social networks, compose an essential part of our identity, at the same time as they enrich our perception of ourselves as social beings. Parting from this point, the present qualitative research has focused on the perception of the importance of the personal social network. Four psychologists and family therapists have taken part in the research. The information was collected from semi-structured interviews and has been analyzed according to Content Analysis. Among the discussions, special emphasis has been given to the relation of the theme with their clinical practice. The process gave us a clear idea of how much our social networks contribute to our social practice, to our vision of the world and of ourselves.(AU)


Assuntos
Humanos , Feminino , Adulto , Pessoa de Meia-Idade , Identificação Social , Terapia Familiar/métodos , Rede Social , Psicologia/educação , Currículo/tendências
11.
Estud. interdiscip. envelhec ; 17(1): 183-199, jun. 2012.
Artigo em Português | Index Psicologia - Periódicos técnico-científicos | ID: psi-56035

RESUMO

O presente relato de experiência narra a trajetória de um grupo terapêutico com mulheres da terceira idade em um Serviço-escola de Psicologia. O objetivo geral foi proporcionar um espaço para abordar suas vivências, dúvidas e angústias concernentes à fase do ciclo vital individual (terceira idade) e transições na vida familiar (ninho vazio), assim como traçar alternativas para melhoria da qualidade de vida das participantes. Foram realizados nove encontros, com periodicidade semanal, envolvendo atividades que propiciaram reflexão e debate sobre questões relacionadas à demanda trazida pelas pacientes. O trabalho em grupo desenvolveu-se através de recursos variados e oportunizou o compartilhamento de experiências, trazendo à tona temas como: autoestima, perdas e lutos, questões de gênero, estabelecimento de limites e dificuldades familiares (conflito de gerações). Ademais, trabalhou-se no grupo a criação de estratégias alternativas no manejo das dificuldades e ampliação dos recursos pessoais das participantes.(AU)


This paper is an experience report that describes the trajectory of a therapeutic group, with elderly women in a Psychology School-Service. The main objective was to provide space to address their experiences, anxieties and doubts concerning the individual life cycle and family life cycle, as well as outline alternatives to improve the participants’ life quality. Nine meetings were held, on a weekly basis, involving activities that have led to reflection and discussion on questions related to the topics referred by patients. The group intervention was developed through various methodological resources and provided an opportunity to share experiences, bringing up themes such as: self-esteem, life losses, gender issues, family difficulties (conflict of generations). In addition, it was developed alternatives strategies in the management of difficulties and increased the participants’ personal resources.(AU)


Assuntos
Humanos , Feminino , Pessoa de Meia-Idade , Idoso , Psicologia , Saúde do Idoso , Qualidade de Vida/psicologia , Grupos de Treinamento de Sensibilização
12.
Estud. interdiscip. envelhec ; 17(1): 183-199, jun. 2012.
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-670826

RESUMO

O presente relato de experiência narra a trajetória de um grupo terapêutico com mulheres da terceira idade em um Serviço-escola de Psicologia. O objetivo geral foi proporcionar um espaço para abordar suas vivências, dúvidas e angústias concernentes à fase do ciclo vital individual (terceira idade) e transições na vida familiar (ninho vazio), assim como traçar alternativas para melhoria da qualidade de vida das participantes. Foram realizados nove encontros, com periodicidade semanal, envolvendo atividades que propiciaram reflexão e debate sobre questões relacionadas à demanda trazida pelas pacientes. O trabalho em grupo desenvolveu-se através de recursos variados e oportunizou o compartilhamento de experiências, trazendo à tona temas como: autoestima, perdas e lutos, questões de gênero, estabelecimento de limites e dificuldades familiares (conflito de gerações). Ademais, trabalhou-se no grupo a criação de estratégias alternativas no manejo das dificuldades e ampliação dos recursos pessoais das participantes.


This paper is an experience report that describes the trajectory of a therapeutic group, with elderly women in a Psychology School-Service. The main objective was to provide space to address their experiences, anxieties and doubts concerning the individual life cycle and family life cycle, as well as outline alternatives to improve the participants’ life quality. Nine meetings were held, on a weekly basis, involving activities that have led to reflection and discussion on questions related to the topics referred by patients. The group intervention was developed through various methodological resources and provided an opportunity to share experiences, bringing up themes such as: self-esteem, life losses, gender issues, family difficulties (conflict of generations). In addition, it was developed alternatives strategies in the management of difficulties and increased the participants’ personal resources.


Assuntos
Humanos , Feminino , Pessoa de Meia-Idade , Saúde do Idoso , Psicologia , Qualidade de Vida/psicologia , Grupos de Treinamento de Sensibilização
13.
Contextos clín ; 1(2): 79-92, jul.-dez. 2008. tab
Artigo em Português, Inglês | Index Psicologia - Periódicos técnico-científicos | ID: psi-44377

RESUMO

O termo Representação Social (RS) é designado como um conjunto de conceitos, afirmações e explicações originadas no cotidiano, reconhecidoscomo o conhecimento do senso comum, partilhado nas relações entre as pessoas.A partir dessa definição, este estudo teve como objetivo identificar asRepresentações Sociais do profissional de Psicologia por pacientes da áreaClínica de um Centro de Serviço-Escola do município de Taquara/RS. Pararealização do estudo foi utilizada uma abordagem de natureza qualitativa,já que se buscou focalizar o fenômeno mediante a metodologia da Análisede Conteúdo, com a aplicação de 22 questionários junto aos pacientes querealizaram triagem no Centro de Serviços em Psicologia – CESEP. O questionário usado na coleta de dados compreende questões abertas que indagam sobre a significação do papel do(a) psicólogo(a), com o objetivo de reunir informações acerca das concepções sobre esse profissional e seu trabalho. As informações coletadas foram analisadas por meio de leitura flutuante e apreciação do material, do qual se extraíram elementos que configuraram as categorias correspondentes às representações sociais do(a) psicólogo(a) nesse contexto. Os resultados evidenciaram aspectos relacionados à funçãode entender, ajudar, orientar, escutar e auxiliar na resolução de problemas/conflitos em diferentes âmbitos da vida dos indivíduos. Essas considerações,relacionadas a aspectos positivos, corroboram com os achados de estudosanteriores e servirão de mote para estudos posteriores no âmbito das Representações Sociais (RS) em diferentes contextos. (AU)


The term Social Representation is defined as a set of concepts,assertions and explanations originally taken from a daily routine, seen ascommon sense knowledge, shared among human relationships. Based on this definition the present study aims to identify the Social Representationof Psychology professionals from the patient’s perspective, having ascontributors the users of a University Clinic, in the city of Taquara/RS. Aqualitative approach research was used adlouring to a deep compreensionof the phenomenon. For this study, a content analisys was conducted in 22questionaires completed by people that arrived for the first interview atthe center of psychology services - CESEP. The applied questionnaire wascomposed of open questions inquiring about the meaning of the Psychologistrole, targeting a compilation of issues concerning the professional ofPsychology field and their work. Both float reading and appreciation wereapplied over all the gathered information to extract elements that would join a set of categories corresponding to the Social Representation of the psychologist professional in this context. Results evidenced aspects related to understanding, guiding, listening, and orientation in the resolution ofproblems or conflicts over different arenas of ones lives. These considerations, regarding positive aspects, corroborate previous findings and will be used to guide future studies in various contexts of Social Representation. (AU)

14.
Rev. bras. crescimento desenvolv. hum ; 16(3): 53-65, dez. 2006. tab
Artigo em Português | Index Psicologia - Periódicos técnico-científicos | ID: psi-54545

RESUMO

Partindo da premissa de que a família possui tarefas essenciais para a formação e o desenvolvimento dos seus membros, o presente estudo buscou identificar as correlações existentes entre as estratégias educacionais, estilos atribucionais e bem-estar psicológico em adultos jovens universitários. Foram realizadas análises correlacionais e de regressão múltipla. Os resultados apontam que o estilo parental autorizante, de forma geral, tem desdobramentos que se expressam em elevados níveis de bem-estar. Quanto ao estilo parental autoritário, notou-se que à maior intensidade do autoritarismo no estilo, há correspondência de maiores níveis de estabilidade na atribuição causal. Concernente aos estilos atribucionais, percebeu-se que as dimensões globalidade e estabilidade corresponderam a piores níveis de bem-estar psicológico. Esses achados salientam a importância dos efeitos dos estilos parentais e estilos atribucionais no bem-estar psicológico para futuras ações psico-educativas.(AU)


The family has some essential tasks concerning the person’s development. Therefore, the present study searched for correlations between educational strategies, attributional styles and psychological wellbeing among young adults attending universities. Correlation and multiple regression analyses were conducted. Results showed that the authoritative parental style correlates with high wellbeing scores. On the other hand, the more intense authoritarian parental styles were related to higher levels of stability in causal attribution. Concerning attributional styles, it was possible to note that the dimensions globality and stability corresponded to lower psychological wellbeing levels. These outcomes emphasize the importance of the effects of parental styles and attributional styles on the psychological wellbeing, focusing on future psychoeducational actions.(AU)

15.
Rev. bras. crescimento desenvolv. hum ; 16(3): 53-65, set.-dez. 2006. tab
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-446471

RESUMO

Partindo da premissa de que a família possui tarefas essenciais para a formação e o desenvolvimento dos seus membros, o presente estudo buscou identificar as correlações existentes entre as estratégias educacionais, estilos atribucionais e bem estar psicológico em adultos jovens universitários. Foram realizadas análises correlacionais e de regressão múltipla. Os resultados apontam que o estilo parental autorizante, de forma geral, tem desdobramentos que se expressam em elevados níveis de bem estar. Quanto ao estilo parental autoritário, notou-se que à maior intensidade do autoritarismo no estilo, há correspondência de maiores níveis de estabilidade na atribuição causal. Concernente aos estilos atribucionais, percebeu-se que as dimensões globalidade e estabilidade corresponderam a piores níveis de bem estar psicológico. Esses achados salientam a importância dos efeitos dos estilos parentais e estilos atribucionais no bem estar psicológico para futuras ações psico-educativas.


Assuntos
Adolescente , Humanos , Autoritarismo , Relações Familiares , Permissividade , Psicologia do Adolescente
16.
Psico USF ; 10(1): 1-9, jan.-jun. 2005. tab, graf
Artigo em Português | Index Psicologia - Periódicos técnico-científicos | ID: psi-28108

RESUMO

O objetivo deste estudo é investigar a estrutura fatorial do questionário de estilos parentais (PAQ) desenvolvido por John Buri. A amostra estratificada foi composta por 323 estudantes de ambos os sexos que cursam uma universidade particular. Foi utilizada a análise de componentes principais, com rotação oblimin, empregando a regra de Kaiser (retenção dos autovalores maiores que 1). A análise demonstrou a presença de três fatores com autovalores superiores a 1. O total dos fatores explica 43,96 porcento da variância total do construto estilos parentais. O primeiro fator explica 25,70 porcento; o segundo, 11,77 porcento; e o terceiro, 6,49 porcento. Os três fatores alcançaram um nível de consistência interna satisfatório. Os resultados sugerem possibilidades positivas de aplicação do instrumento em nossa realidade, mas faz-se necessário o desenvolvimento de futuros estudos sobre o instrumento em amostras diversificadas (AU)


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Adulto , Adolescente , Análise Fatorial , Socialização , Relações Familiares , Relações Pais-Filho , Psicometria , Inquéritos e Questionários
17.
Psico USF ; 10(1): 1-9, jan.-jun. 2005. tab, graf
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-425623

RESUMO

O objetivo deste estudo é investigar a estrutura fatorial do questionário de estilos parentais (PAQ) desenvolvido por John Buri. A amostra estratificada foi composta por 323 estudantes de ambos os sexos que cursam uma universidade particular. Foi utilizada a análise de componentes principais, com rotação oblimin, empregando a regra de Kaiser (retenção dos autovalores maiores que 1). A análise demonstrou a presença de três fatores com autovalores superiores a 1. O total dos fatores explica 43,96 porcento da variância total do construto estilos parentais. O primeiro fator explica 25,70 porcento; o segundo, 11,77 porcento; e o terceiro, 6,49 porcento. Os três fatores alcançaram um nível de consistência interna satisfatório. Os resultados sugerem possibilidades positivas de aplicação do instrumento em nossa realidade, mas faz-se necessário o desenvolvimento de futuros estudos sobre o instrumento em amostras diversificadas


Assuntos
Adolescente , Adulto , Masculino , Feminino , Humanos , Análise Fatorial , Relações Familiares , Relações Pais-Filho , Psicometria , Inquéritos e Questionários , Reprodutibilidade dos Testes , Socialização
18.
Porto Alegre; s.n; 2004. 128 p.
Tese em Português | Index Psicologia - Teses | ID: pte-29388

RESUMO

A contemporaneidade trouxe mudanças importantes nas configurações familiares, assim como na organização da família no que tange à educação dos filhos. Perdura, porém, a expectativa social de que a família seja o primeiro ambiente socializador da criança, assim como tenha condições de proporcionar um desenvolvimento físico e psíquico saudável. Partindo dessas premissas, este estudo objetivou entender de que forma as estratégias educativas intrafamiliares, mensuradas através do estilo parental, estão relacionadas com os comportamentos de adultos jovens universitários. Com a finalidade de compreender as estratégias educacionais nos comportamentos dos jovens, foram considerados seus estilos atribucionais e o bem estar psicológico. Para tanto, realizou se um levantamento teórico e de literatura empírica acerca do tema. Assim como, uma pesquisa correlacional e de regressão para compreender o fenômeno. Dentre os resultados, salienta se a relação entre estilos parentais autoritários e maiores níveis de estilos atribucionais internos. Por outro lado, o estilo parental autorizante foi identificado como relacionado com elevados índices de bem estar psicológico. Concernente às atribuições causais, notou se que as dimensões globalidade e estabilidade foram encontradas relacionadas com piores níveis de bem estar psicológico. Percebe se a relevância da família no desenvolvimento humano, fortificando a importância de pesquisas futuras sobre o tema. Foi desenvolvido, também, um estudo complementar com o intuito de analisar a estrutura fatorial do Questionário de Estilos Parentais elabora por Buri. Os resultados sugerem possibilidades positivas de aplicação desse instrumento em nossa realidade (AU)

SELEÇÃO DE REFERÊNCIAS
DETALHE DA PESQUISA