Your browser doesn't support javascript.
loading
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 3 de 3
Filtrar
Mais filtros










Intervalo de ano de publicação
1.
Rio de Janeiro; s.n; 2019. 93 p. ilus..
Tese em Português | LILACS, BDENF - Enfermagem | ID: biblio-1024239

RESUMO

O atendimento pelo enfermeiro à demanda espontânea indica um caminho para a garantia do acesso e integralidade de cuidado, contribuindo para consolidação do modelo da Estratégia de Saúde da Família (ESF) e para a desconstrução da dicotomia entre demanda programada e demanda espontânea. Desse modo, é possível favorecer a organização do serviço de saúde pautando-o nas necessidades de saúde dos usuários. A presente dissertação utilizou a abordagem qualitativa como método de pesquisa. Os dados foram coletados através da observação simples e grupo focal, com a participação de vinte enfermeiros. Para o tratamento dos dados, foi utilizada a análise de conteúdo de Bardin, sendo construídas três categorias: Visões e sentidos da prática profissional no atendimento à demanda espontânea; Limites da prática profissional no atendimento à demanda espontânea; Transformações da prática profissional: acesso e demanda espontânea como direcionador da prática do enfermeiro. A partir deste estudo, encontraram-se diversos sentidos atribuídos pelos enfermeiros para o atendimento à demanda espontânea, bem como os limites desta prática para a garantia do acesso nas UAPS. Pode-se identificar como práticas dos enfermeiros voltadas ao atendimento à demanda espontânea: a primeira escuta/acolhimento, triagem, classificação de risco clínico-social e consulta de enfermagem à demanda espontânea. Acredita-se que as práticas dos enfermeiros no atendimento à demanda espontânea necessitam estar interligadas e sistematizadas, visto a oportunidade e pontencialidade do encontro clínico na identificação das necessidades de saúde. A ampliação da prática clínica dos enfermeiros na ESF deve ser feita com a aplicação de métodos que respaldem científica e legalmente as mudanças nos marcos da profissão, de forma a permitir a consolidação de práticas profissionais já executadas no cotidiano do atendimento à demanda espontânea.


The objective of this study was the nurses' practices in delivering day access in primary health care units (PHCUs). Nursing care to day access indicates a path to guarantee access and comprehensive care, contributing to the consolidation of the Family Health Strategy (FHS) model and to deconstructing the dichotomy between programmed demand and spontaneous demand, thus supporting the organization of the health service based on the users' health needs. The present dissertation used the qualitative approach as a research method. Data were collected through simple observation and focal group with the participation of twenty nurses. For data treatment, the content analysis of Bardin was used, being constructed 3 categories: Visions and senses of the professional practice in the service to the day access; Limits of professional practice in delivering day access; Transformations of the professional practice: access and spontaneous demand as driver of the practice of the nurse.From this study we found several meanings attributed by nurses to deliver day access, as well as the limits of this practice to guarantee access in the PHCUs. It is possible to identify as day access nurses' practices: first listening / contact, screening, clinical-social risk assesment and nursing consultation. It is believed that nurses' practices in responding to day access need to be interconnected and systematized, given the timeliness and relevance of the clinical encounter in the identification of health needs. The expansion of the nurses' clinical practice in the FHS should be done with the application of methods that scientifically and legally support the changes in the professional milestones, in order to allow the consolidation of professional practices already performed in the routine of attending spontaneous demand.


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Conhecimentos, Atitudes e Prática em Saúde , Estratégia Saúde da Família , Enfermagem de Atenção Primária , Necessidades e Demandas de Serviços de Saúde , Pesquisa Metodológica em Enfermagem , Padrões de Prática em Enfermagem
2.
Artigo em Português | LILACS-Express | LILACS, BDENF - Enfermagem | ID: lil-759541

RESUMO

Objetivou-se analisar o perfil dos usuários Portadores de Necessidades Especiais (PNE) domiciliados na área de adscrição de uma Unidade Básica de Saúde (UBS). Utilizou-se como método o estudo de caso, com base em pesquisa em prontuários e entrevistas individuais. Foram identificados 31 usuários portadores de deficiência, dos quais 7 foram entrevistados. Entre esses, a maioria eram mulheres idosas, tinham níveis baixos de escolaridade e renda e possuíam comorbidades. Todos apresentavam dificuldades de locomoção e dependência de terceiros para a realização de atividades da vida diária e os cuidadores eram predominantemente familiares. Das entrevistadas, duas conseguiam acessar a UBS para consultas locais e os demais recebiam atendimento de saúde apenas em casos de emergência. Concluiu-se que a falta de estrutura adequada às limitações dos usuários PNE dificulta, e muitas vezes impossibilita seu acesso aos serviços de saúde, ferindo assim o princípio constitucional de justiça social nesses serviços.


This study is aimed towards analyzing the profile of the users with disabilities domiciled in the area of adscription of a Basic Health Unit (BHU). The method used was a case study based on researches on patient records and individual interviews. We identified 31 users with disabilities, of which 7 were interviewed. Among these, the majority was of elderly women, with low levels of education and income and presented comorbidities. They all had walking difficulties and dependence on others to perform daily activities and the caregivers were predominantly family members. Only two respondents were able to access the Basic Health Unit for local consultations and the others received health care only in emergency cases. One can conclude that the lack of adequate structures for the limitations of the users with disabilities, hinders, and many times makes accessibility to health services impossible, going against the constitutional principle of social justice in these services.


Este estudio tuvo como objetivo analizar el perfil de los usuarios portadores de discapacidad con domicilio en la zona de adscripción de una Unidad Básica de Salud (UBS). El método utilizado fue un estudio de caso, a partir de un registro de archivos y entrevistas individuales. Fueron identificados 31 usuarios portadores de discapacidad de los cuales 7 fueron entrevistados. Entre estos, la mayoría eran mujeres de edad avanzada, tenían bajos niveles de educación e ingresos y comorbilidades. Todos presentaban dificultades de locomoción y dependencia de terceros para realizar las actividades de la vida diaria y los cuidadores eran predominantemente familiares. Únicamente dos de los encuestados podían acceder a una UBS para consultas locales y los otros recibían atención de salud solamente en casos de emergencia. Se concluyó que falta la falta de estructura adecuada a las limitaciones de los usuarios portadores de discapacidad, dificulta, y muchas veces imposibilita su acceso a los servicios de salud, hiriendo, en esta manera, el principio constitucional de justicia social en estos servicios.

3.
Porto Alegre; s.n; 2014. 15 p.
Tese em Português | Coleciona SUS | ID: biblio-942371

RESUMO

Trata-se de um estudo qualitativo orientado pelo método dialético-crítico, fundamentado no materialismo histórico. Objetivou - se identificar os entraves que dificultam a interlocução entre as Políticas de Saúde e de Assistência Social e que restringem o trabalho intersetorial no âmbito da Unidade Jardim Itu do Grupo Hospitalar Conceição (GHC) no município de Porto Alegre. Evidencio-se que diante da (des) responsabilização do Estado na proteção ao idoso, o mercado privado tem espaço para atuar, sem efetiva regulaçãoes total dos serviços prestados. O idoso, sem condições financeiras de pagar estes serviços, recorre aos restritos recursos oferecidos pela assistência social, que muitas vezes deixa-os desassistidos pela falta de critérios de inclusão nos programas governamentais.


Assuntos
Masculino , Feminino , Humanos , Idoso , Brasil , Saúde do Idoso , Saúde Pública , Sistema Único de Saúde
SELEÇÃO DE REFERÊNCIAS
DETALHE DA PESQUISA