Your browser doesn't support javascript.
loading
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 2 de 2
Filtrar
Mais filtros










Base de dados
Tipo de estudo
Intervalo de ano de publicação
1.
Rev. bras. med. fam. comunidade ; 15(42): 2509, 20200210.
Artigo em Português | LILACS-Express | LILACS | ID: biblio-1117134

RESUMO

Diante de mudanças recentes no panorama nacional de programas de incentivos para provimento e formação médica em Atenção Primária à Saúde (APS), o Grupo de Trabalho de Ensinagem da SBMFC organizou um Encontro Nacional entre os dias 29 de novembro e 1º de dezembro de 2019, na cidade do Rio de Janeiro/RJ. O evento reuniu professores, supervisores, preceptores e residentes de Medicina de Família e Comunidade de diferentes regiões do país, e teve como objetivos discutir o atual cenário, além de elencar recomendações para qualidade dos PRMFC e caminhos para o fortalecimento da formação de médicas e médicos de família e comunidade via Residência Médica. Essas recomendações buscaram considerar a diversidade dos PRMFC em um país tão vasto quanto o Brasil e, principalmente, a necessidade de se estabelecer parâmetros mínimos de organização para os programas das mais variadas configurações, como PRMFC vinculados a Instituições de Ensino Superior (IES), secretarias estaduais ou municipais de saúde. As recomendações foram então organizadas em três eixos: 1) recomendações para supervisores e coordenadores de PRMFC e modelos possíveis de preceptoria; 2) recomendações para formuladores e executores de políticas públicas; e 3) recomendações para lideranças da medicina de família e comunidade.


Facing recent changes in the national panorama of incentive programs for provision and medical training in Primary Health Care, the Education Work Group of the SBMFC organized a National Meeting between November 29th and December 1st, 2019, in the city of Rio de Janeiro-RJ. The event brought together professors, supervisors, tutors and residents of Family and Community Medicine from different regions of the country, to discuss the current scenario, in addition to listing both benchmark recommendations for the quality of Residency Programs in Family and Community Medicine (RPFCM) and paths for strengthening the training of family and community doctors through Medical Residency. These recommendations sought to consider the diversity of RPFCM in a country as vast as Brazil and, mainly, the urge to establish the minimum organizational parameters for programs of the most varied configurations, such as: RPFCMs linked to higher education institutions (HEIs), state or municipal health departments. The recommendations were then organized into three axes: 1) recommendations for supervisors and coordinators and possible models of preceptorship; 2) recommendations for public policy makers and executors; and 3) recommendations for family medicine community leaders.


Primaria de Salud, el Grupo de Trabajo Docente de la SBMFC organizó una Reunión Nacional entre el 29 de noviembre y el 1 de diciembre de 2019, en la ciudad de Río de Janeiro - RJ. El evento reunió a profesores, supervisores, preceptores y residentes de medicina familiar y comunitaria de diferentes regiones del país, y tuvo como objetivo discutir el escenario actual, además de enumerar recomendaciones para la calidad de los programas de residencia médica en medicina familiar y comunitaria (PRMFC) y formas de fortalecer la formación de médicas y médicos de familia y comunidad través de residencia médica. Estas recomendaciones buscaron considerar la diversidad de PRMFC en un país tan vasto como Brasil y, principalmente, la necesidad de establecer parámetros organizacionales mínimos para programas de las más variadas configuraciones, tales como PRMFC vinculados a instituciones de educación superior (IES), departamentos de salud estatales o municipales. Las recomendaciones se organizaron en tres ejes: 1) recomendaciones para supervisores y coordinadores de PRMFC y posibles modelos de preceptoría; 2) recomendaciones para encargados de la formulación de políticas públicas y ejecutores; y 3) recomendaciones para los líderes de la medicina familiar y comunitaria.

SELEÇÃO DE REFERÊNCIAS
DETALHE DA PESQUISA