Your browser doesn't support javascript.
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 2 de 2
Filtrar
Mais filtros










Intervalo de ano de publicação
1.
Rev. baiana saúde pública ; 38(2)abr.-jun. 2014. tab, ilus
Artigo em Português | LILACS-Express | ID: lil-729052

RESUMO

Este estudo tem por objetivo mensurar a equidade na atenção primária à saúde da mulher a partir da avaliação de quatro marcadores de utilização de serviços: mamografia, exame preventivo de câncer de colo do útero, exame clínico de palpação de mamas e estado de saúde autodeclarado. Os marcadores são avaliados segundo renda familiar e localização geográfica. Para a análise de equidade, foram utilizados dados secundários da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (PNAD) do ano de 2008. Esse levantamento embasou a análise de equidade por método gráfico através da construção de curvas de concentração para o Brasil e para as regiões Norte, Nordeste, Centro-Oeste, Sudeste e Sul. Os resultados destacam que, de maneira geral, a realização dos marcadores escolhidos apresentou um padrão de iniquidade, tanto por renda, quanto por distribuição geográfica. Entretanto, para as regiões Norte e Nordeste, alguns marcadores exibiram um padrão de distribuição equitativo ou que favorecia a população de menor renda. Apesar dos avanços para buscar melhorias na oferta de serviços de saúde dedicados à mulher, ainda pesa a necessidade de melhorar o acesso a serviços preventivos básicos.


This study aims to measure equity in primary health care of women through the evaluation of four using services markers: mammography, Pap cervical cancer, clinical examination and palpation of breast and health self-stated. The markers are evaluated according to family income and geographic location. For the analysis we used secondary data from the National Household Sample Survey (PNAD) of 2008. That study supported the analysis of equity by graphical method by constructing concentration curves for Brazil and for the North, Northeast, Midwest, Southeast and South regions. The results highlight that in general the performance of the chosen markers showed a pattern of inequity by income, and by geographic distribution. However, for the North and Northeast regions, some markers exhibited a pattern of equitable distribution or favoring the lower-income population. Despite advances to seek improvements in the provision of health services dedicated to women, there is still a necessity to improve access to basic preventive services.Keywords: Coverage equity. Primary health care. Women’s health.


Este estudio tiene como objetivo medir la equidad en la atención primaria de la salud de las mujeres utilizando la evaluación de cuatro marcadores de utilización de servicios: mamografía, el examen de Papanicolaou, la palpación clínica de los senos y el estado de salud auto declarado. Los marcadores son evaluados de acuerdo a los ingresos familiares y la localización geográfica. Para el análisis de equidad se utilizaron los datos secundarios de la Encuesta Nacional de Hogares (PNAD) de 2008, que apoyó el análisis de la equidad por método gráfico mediante la construcción de curvas de concentración para Brasil y sus regiones. Los resultados mostraron que, en general, la realización de los marcadores elegidos presentaron un patrón de iniquidad tanto por ingreso, como por distribución geográfica. Sin embargo, para las regiones Norte y Nordeste, algunos marcadores mostraron un patrón de distribución equitativo o que favorecía a la población de menores ingresos. A pesar de los avances de buscar mejoras en la prestación de servicios de salud dedicados a la mujer, todavía pesa la necesidad de mejorar el acceso a servicios básicos de prevención.

2.
s.l; s.n; s.f. 16 p. tab.
Monografia em Português | Repositório RHS | ID: biblio-981962

RESUMO

A gestão de recursos humanos, envolta em um debate que, de um lado privilegia sua posição estratégica nas organizações e, de outro, se atém à multifacetada composição de suas variáveis ditas operacionais, normalmente expressas nos clássicos subsistemas organizacionais, encontra no campo da saúde um espaço privilegiado de discussão e aplicabilidade. No caso brasileiro, a complexidade do Sistema Único de Saúde, que tem na Atenção Primária à Saúde sua estratégia central e na Saúde da Família sua expressão mais visível de atuação, aumenta sua relevância, considerando o perfil do atendimento priorizado e a necessidade de se alinhar ações públicas àquelas voltadas à prática cotidiana de gerenciamento de pessoas. Nesta perspectiva, o presente ensaio, de natureza teórica, procura ampliar o olhar da gestão de recursos humanos na saúde, expandindo o debate para além de estereótipos usuais neste campo associados a dimensões como capacitação e quantidade de profissionais. Para tanto, foi feita uma reflexão que procura aproximar gestão de recursos humanos e saúde, o que permitiu a sistematização de múltiplos indicadores que servem como elementos de análise e atuação que podem ampliar o entendimento deste campo do conhecimento em suas especificidades dadas pelo contexto da saúde. (AU)


Assuntos
Humanos , Administração de Recursos Humanos , Mão de Obra em Saúde/tendências , Atenção Primária à Saúde , Sistema Único de Saúde , Brasil , Saúde da Família , Capacitação de Recursos Humanos em Saúde
SELEÇÃO DE REFERÊNCIAS
DETALHE DA PESQUISA