Your browser doesn't support javascript.
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 12 de 12
Filtrar
Mais filtros










Intervalo de ano de publicação
1.
Licere (Online) ; 22(4): 285-316, dez.2019. tab, graf
Artigo em Português | LILACS | ID: biblio-1050768

RESUMO

Esse estudo teve o objetivo de analisar as concepções de lazer sob a perspectiva dos adultos. Foi adotada uma abordagem qualitativa, realizada através de um questionário aberto online na plataforma Google Forms, por meio da técnica metodológica snowball. Os sujeitos que compuseram a pesquisa foram 21 adultos, na faixa etária dos 25 aos 38 anos. A análise dos dados pautou-se na modalidade de análise hermenêutica-dialética. Foram identificados 3 núcleos de sentidos que possibilitaram compreender a concepção do lazer para os adultos: compreensão de lazer: "tempo e atitude", a idade e atividades consideradas como lazer, e "produtos" de lazer. Os resultados mostraram a associação entre lazer e satisfação pessoal/descanso, e o paradoxo entre lazer e trabalho, com mudanças na percepção dos sujeitos mais notórias nas faixas etárias dos 25 aos 29 anos e dos 30 aos 38 anos.


This study aimed to analyze the recreation conceptions on adults' opinion. The type of approach used was the qualitative approach, trough an open online questionnaire on Google Forms platform, using the snowball sampling technique. The individuals that participated in the research were twenty one adults, in the 25-38 age group. The data analysis was based on the hermeneutic dynamic method of analysis. Three nucleus were identified that allows to understand the conception of recreation for adults: comprehension of recreation: time and behavior, the age, activities considered as recreation and recreation "products". The results showed that people often associate recreation and personal satisfaction/repose, and the paradox between recreation and work, with changes of the individual's perception been more considerable between the 25-29 age group and the 30-38 age group.


Assuntos
Humanos , Adulto , Satisfação Pessoal , Qualidade de Vida , Fatores Socioeconômicos , Comportamento do Consumidor , Adulto , Cultura , Fatores Culturais , Equilíbrio Trabalho-Vida , Atividades de Lazer
2.
Cad. saúde colet., (Rio J.) ; 27(2): 158-165, abr.-jun. 2019. tab
Artigo em Português | LILACS-Express | ID: biblio-1011740

RESUMO

Resumo Introdução O bullying escolar representa um fenômeno expressivo no Brasil e no mundo, impactando na saúde e no desenvolvimento de crianças e adolescentes. Objetivo Analisar as relações entre as percepções de estudantes sobre bullying escolar e interações familiares. Método Trata-se de um estudo qualitativo, do qual participaram 55 estudantes. Entrevistas semiestruturadas foram utilizadas na coleta de dados e analisadas segundo a análise de conteúdo, em sua modalidade temática, no software Atlas.Ti. O referencial teórico-metodológico adotado foi a Teoria Bioecológica do Desenvolvimento. Resultados Revelou-se que a) as características individuais, resultantes do processo de desenvolvimento que envolve a família, são os fatores que melhor explicam o bullying; b) as experiências negativas no contexto familiar podem favorecer o envolvimento dos estudantes em situações de bullying; e c) aspectos positivos das famílias podem ser considerados pontos fortes a serem explorados por programas de intervenção. Conclusão Foram identificadas relações entre as percepções acerca do bullying escolar e as interações familiares. A investigação aumenta a compreensão sobre a complexidade do bullying e poderá subsidiar iniciativas de formação de profissionais que atuam na área da saúde e têm as famílias como matriz de ação na atenção primária.


Abstract Background School bullying represents an expressive phenomenon in Brazil and in the world, impacting in the health and development of children and adolescents. Objective To analyze the relationships between student perceptions of school bullying and family interactions. Method This is a qualitative study, in which 55 students participated. Semi-structured interviews were used in the data collection and analyzed according to the content analysis, in its thematic modality, in the software Atlas.Ti. The theoretical-methodological reference adopted was the Bioecological Theory of Development. Results It was revealed that a) individual characteristics resulting from the development process involving the family are the factors that best explain bullying; b) negative experiences in the family context can favor the involvement of students in situations of bullying; and c) positive aspects of families can be considered as strengths to be explored by intervention programs. Conclusion Relationships between perceptions about school bullying and family interactions were identified. The research increases understanding about the complexity of bullying and may subsidize initiatives for the training of professionals who work in the health area and have the families as a matrix of action in primary care.

3.
Rev Bras Enferm ; 71(suppl 3): 1220-1227, 2018.
Artigo em Inglês, Português | MEDLINE | ID: mdl-29972518

RESUMO

OBJECTIVE: To analyze the experiences of gay and lesbian adolescents and young people in the process of revealing sexual orientation to their families. METHOD: A qualitative study carried out in a city in the state of São Paulo. Twelve gay and lesbian adolescents and youngsters participated. For the data collection, the semi-structured interview was used and data analysis was performed using the method of interpretation of the senses. RESULTS: The family reactions in the process of "coming out of the closet" of the participants were violent, with persecution and even expulsion from home, in addition to the repression of expressions of homoerotic experiences, which impacted on their health and quality of life. FINAL CONSIDERATIONS: The family is an essential component of the support network, but also a space that can generate and reproduce forms of violence in the name of heteronormativity. Health services should develop care practices and care for the family and adolescent and homosexual youth victim of violence.


Assuntos
Violência Doméstica/psicologia , Poder Familiar/psicologia , Minorias Sexuais e de Gênero , Adolescente , Comportamento do Adolescente/psicologia , Brasil , Feminino , Humanos , Masculino , Pesquisa Qualitativa , Qualidade de Vida/psicologia , Adulto Jovem
4.
Cien Saude Colet ; 23(3): 751-761, 2018 Mar.
Artigo em Português, Inglês | MEDLINE | ID: mdl-29538556

RESUMO

This study unveils the meaning attributed by students to bullying and contributes to the approach of student health. The objective was to identify the dimensions of the conceptions of students regarding bullying. A total of 55 students from 11 public schools participated by answering semi-structured interviews. Dimensional analysis was used to treat data and a matrix was constructed with the dimensions identified. The Grounded Theory was adopted as the methodological and theoretical framework. The adolescents were aware of the main dimensions of bullying but explained it descriptively and from individual perspectives. The following dimensions were identified: type, nature, examples, motivation and consequences. The type of violence was a dimension with greater explanatory power in relation to the remaining dimensions. Verbal violence and its different manifestations stood out. Aspects of the literature that define bullying were identified, indicating how the topic is diffused, its occurrence and how it is understood by students. The innovative nature of this study is its focus on the identification of the dimensions of bullying present in the narrative of Brazilian students. It is an approach that contributes to the organization of healthcare programs and interventions in different fields.


Assuntos
Bullying/estatística & dados numéricos , Motivação , Estudantes/psicologia , Violência/estatística & dados numéricos , Adolescente , Brasil/epidemiologia , Feminino , Teoria Fundamentada , Humanos , Entrevistas como Assunto , Masculino , Instituições Acadêmicas , Inquéritos e Questionários , Violência/psicologia
5.
Ciênc. Saúde Colet ; 23(3): 751-761, Mar. 2018. tab, graf
Artigo em Português | LILACS-Express | ID: biblio-890555

RESUMO

Resumo Este estudo apreendeu o significado do bullying para estudantes e contribui com a abordagem da saúde do escolar. Objetivou-se conhecer as dimensões de concepções de estudantes sobre o bullying. Participaram 55 adolescentes de 11 escolas públicas, por meio de entrevistas semiestruturadas. A análise dimensional foi utilizada no tratamento dos dados e se construiu uma matriz com as dimensões identificadas. A Teoria Fundamentada nos Dados foi adotada como referencial metodológico e teórico. Os adolescentes conhecem as principais dimensões do bullying, mas o explicam de forma descritiva e numa perspectiva individual. As dimensões identificadas foram: tipo, natureza, exemplos, motivação e consequências. O tipo de violência foi a dimensão com maior poder explicativo em relação às demais, sobressaindo-se o tipo verbal e suas diferentes formas de manifestação. Aspectos da literatura que definem o bullying foram identificados no conjunto, indicando a difusão do tema, sua ocorrência e apreensão pelos estudantes. O caráter inovador do estudo se centra na identificação das dimensões presentes nas narrativas dos estudantes brasileiros sobre o bullying, abordagem que contribui com a organização dos programas de cuidado e intervenção em diferentes áreas.


Abstract This study unveils the meaning attributed by students to bullying and contributes to the approach of student health. The objective was to identify the dimensions of the conceptions of students regarding bullying. A total of 55 students from 11 public schools participated by answering semi-structured interviews. Dimensional analysis was used to treat data and a matrix was constructed with the dimensions identified. The Grounded Theory was adopted as the methodological and theoretical framework. The adolescents were aware of the main dimensions of bullying but explained it descriptively and from individual perspectives. The following dimensions were identified: type, nature, examples, motivation and consequences. The type of violence was a dimension with greater explanatory power in relation to the remaining dimensions. Verbal violence and its different manifestations stood out. Aspects of the literature that define bullying were identified, indicating how the topic is diffused, its occurrence and how it is understood by students. The innovative nature of this study is its focus on the identification of the dimensions of bullying present in the narrative of Brazilian students. It is an approach that contributes to the organization of healthcare programs and interventions in different fields.

6.
Rev. bras. enferm ; 71(supl.3): 1220-1227, 2018. tab
Artigo em Inglês | LILACS-Express | ID: biblio-958755

RESUMO

ABSTRACT Objective: To analyze the experiences of gay and lesbian adolescents and young people in the process of revealing sexual orientation to their families. Method: A qualitative study carried out in a city in the state of São Paulo. Twelve gay and lesbian adolescents and youngsters participated. For the data collection, the semi-structured interview was used and data analysis was performed using the method of interpretation of the senses. Results: The family reactions in the process of "coming out of the closet" of the participants were violent, with persecution and even expulsion from home, in addition to the repression of expressions of homoerotic experiences, which impacted on their health and quality of life. Final considerations: The family is an essential component of the support network, but also a space that can generate and reproduce forms of violence in the name of heteronormativity. Health services should develop care practices and care for the family and adolescent and homosexual youth victim of violence.


RESUMEN Objetivo: Analizar las experiencias de los adolescentes y jóvenes gays y lesbianas en el proceso de revelación de la orientación sexual a sus familias. Método: Estudio cualitativo realizado en una ciudad del interior de São Paulo. Participaron 12 adolescentes y jóvenes gays o lesbianas. Para la recolección de los datos se utilizó la entrevista semiestructura y el análisis de los datos ocurrió por medio del método de interpretación de los sentidos. Resultados: Las reacciones familiares en el proceso de "la salida del armario" de los participantes fueron violentas, con persecuciones e incluso la expulsión de casa, además de la represión de las expresiones de las vivencias homoeróticas, lo que impactó en la salud y calidad de vida de estas personas. Consideraciones finales: La familia es componente esencial de la red de apoyo, pero también espacio que puede generar y reproducir formas de violencia en el nombre de la heteronormatividad. Los servicios de salud deben desarrollar prácticas de cuidado y atención a la familia y al adolescente y joven homosexual víctima de violencia.


RESUMO Objetivo: Analisar as experiências de adolescentes e jovens gays e lésbicas no processo de revelação da orientação sexual às suas famílias. Método: Estudo qualitativo realizado em uma cidade do interior paulista. Participaram 12 adolescentes e jovens gays ou lésbicas. Para a coleta dos dados utilizou-se a entrevista semiestruturada e a análise dos dados ocorreu por meio do método de interpretação dos sentidos. Resultados: As reações familiares no processo de "saída do armário" dos participantes foram violentas, com perseguições e até a expulsão de casa, além da repressão das expressões das vivências homoeróticas, o que impactou na saúde e qualidade de vida dos mesmos. Considerações finais: A família é componente essencial da rede de apoio, mas também espaço que pode gerar e reproduzir formas de violência em nome da heteronormatividade. Serviços de saúde devem desenvolver práticas de cuidado e atenção à família e ao adolescente e jovem homossexual vítima de violência.

7.
Psicol. clín ; 29(2): 297-318, 2017.
Artigo em Português | LILACS-Express | ID: biblio-895737

RESUMO

Este estudo tem por objetivo apresentar uma revisão integrativa da literatura acerca da rede e do apoio social voltados para adolescentes e jovens homossexuais, no enfrentamento à violência. Foram consultadas as bases PubMed, LILACS, CINAHL e SciELO, considerando publicações do período de 2010 a 2015. Foram selecionados nove artigos. Os resultados evidenciam que a rede social, por meio de sua estrutura, composição e características funcionais, mediante a oferta de apoio social, está associada à diminuição do comportamento sexual de risco, do consumo de substâncias psicoativas e da exposição ao assédio sexual, entre outros benefícios potenciais. O estudo enfoca, também, as contribuições da rede e do apoio social para o aumento da resiliência no enfrentamento de situações de estigma e discriminação. Conclui-se que a rede e o apoio social contribuem para reduzir a vulnerabilidade a que adolescentes e jovens homossexuais estão expostos diariamente, no entanto a carência de estudos brasileiros, especialmente acerca da homossexualidade feminina, traz à tona a discussão da invisibilidade do tema na literatura científica. Deve-se provocar novas reflexões para compreender a complexidade do fenômeno, lançando luzes para a necessidade de políticas públicas voltadas para a promoção da saúde e proteção de adolescentes e jovens homossexuais.


The aim of this study is to provide an integrative review of the literature about the network and social support to young and adolescent homosexuals facing violence. PubMed, LILACS, CINAHL and SciELO databases were consulted, considering publications from 2010 to 2015. Nine articles were selected. The results show that the social network, through its structure, composition and functional characteristics, through social support, is associated with the reduction of sexual risk behavior, the consumption of psychoactive substances and exposure to sexual harassment, among other potential benefits. The study also focuses on the contributions of the network and social support to increasing resilience in coping with situations of stigma and discrimination. It is concluded that the network and social support contribute to reducing the vulnerability to which adolescents and young homosexuals are exposed daily, however, the lack of Brazilian studies, especially research on female homosexuality, highligths this theme's invisibility in the scientific literature. There is a need to provoke new reflections for understanding the complexity of the phenomenon, throwing light on the occurrence of public policies aimed at health promotion and protection of homosexual youth. It is necessary to provoke new reflections to understand the complexity of the phenomenon, throwing light on the need for public policies aimed at health promotion and protection of young and adolescent homosexuals.


Este estudio tiene como objetivo presentar una revisión integradora de la literatura acerca de la red y el apoyo social dirigido a los adolescentes y jóvenes homosexuales en la lucha contra la violencia. Se consultaron las bases PubMed, LILACS, CINAHL y SciELO teniendo en cuenta las publicaciones entre 2010 y 2015. Se seleccionaron nueve artículos. Los resultados muestran que la red social, por su estructura, composición y características funcionales, ofreciendo apoyo social se asocia con una disminución de conductas sexuales de riesgo, en el consumo de sustancias psicoactivas y en la exposición al acoso sexual, entre otros beneficios potenciales. El estudio también se centra en las contribuciones de la red y el apoyo social para aumentar la resistencia para hacer frente a situaciones de estigma y discriminación. Se concluye que la red y el apoyo social contribuyen a reducir la vulnerabilidad a la que están expuestos los adolescentes y jóvenes homosexuales todos los días, sin embargo, la falta de estudios brasileños, especialmente acerca de la homosexualidad femenina, nos lleva a la discusión de la invisibilidad del tema en la literatura científica. Se debe provocar reflexiones para comprender la complejidad del fenómeno, echando luces en la necesidad de políticas públicas para la promoción de la salud y la protección de los adolescentes y jóvenes homosexuales.

8.
Artigo em Inglês | MEDLINE | ID: mdl-27792206

RESUMO

This study's objective was to verify whether improved social and emotional skills would reduce victimization among Brazilian 6th grade student victims of bullying. The targets of this intervention were victimized students; a total of 78 victims participated. A cognitive-behavioral intervention based on social and emotional skills was held in eight weekly sessions. The sessions focused on civility, the ability to make friends, self-control, emotional expressiveness, empathy, assertiveness, and interpersonal problem-solving capacity. Data were analyzed through Poisson regression models with random effects. Pre- and post-analyses reveal that intervention and comparison groups presented significant reduced victimization by bullying. No significant improvement was found in regard to difficulties in practicing social skills. Victimization reduction cannot be attributed to the program. This study contributes to the incipient literature addressing anti-bullying interventions conducted in developing countries and highlights the need for approaches that do not exclusively focus on the students' individual aspects.


Assuntos
Bullying/prevenção & controle , Emoções , Habilidades Sociais , Estudantes/psicologia , Brasil , Criança , Feminino , Humanos , Masculino
9.
Esc. Anna Nery Rev. Enferm ; 19(4): 664-670, out.-dez. 2015.
Artigo em Inglês | LILACS | ID: lil-772008

RESUMO

Objetivo: Objetivou-se conhecer os tipos de violência sofrida por adolescentes homossexuais e compreender a influência da homofobia na saúde dessa população. Métodos: Foram realizadas entrevistas, em profundidade, com nove adolescentes residentes em um município do interior de São Paulo que se autodeclararam homossexuais. Resultados: Os tipos de violência sofridos e referidos pelos adolescentes foram: física, verbal, psicológica e sexual. A homofobia provoca percepções negativas sobre si mesmo e a não adoção de hábitos de vida saudáveis relacionados aos cuidados com alimentação, prática de atividades físicas, padrão de sono e ideações suicidas. Foram relatadas situações de homofobia nos serviços de saúde. Conclusão: Adolescentes homossexuais são vulneráveis a diferentes tipos de violência. A dificuldade de acesso aos serviços de saúde é um fator concorrente ao aumento da vulnerabilidade. A contribuição deste estudo reside na problematização de tópicos que podem auxiliar na construção do cuidado integral dos adolescentes homossexuais.


Objective: This study had the purpose of recognizing the types of violence suffered by homosexual adolescents and understandingthe effects of homophobia on the health of this group. Methods: In-depth interviews were conducted with nine adolescents thatlive in a country town on the state of São Paulo who declared themselves homosexuals. Results: The respondents reportedcases of physical, verbal, psychological and sexual violence. Homophobia causes negative perceptions about themselvesand the non-adoption of healthy lifestyle related to their nutrition, physical activity practice, sleep patterns and suicidal ideas.Homophobic situations were also described at health units. Conclusion: Homosexual adolescents are more vulnerable todifferent types of violence and the difficulty of access to health services increases the vulnerability. The relevance of this studyis on the problematization of topics that can promote the construction of comprehensive care of this group.


Objetivo: Conocer los tipos de violencia sufrida por adolescentes homosexuales y comprender la influencia de la homofobia enla salud de ese grupo. Métodos: Fueron realizadas entrevistas en profundidad con nueve jóvenes residentes en un municipiodel interior de São Paulo que se declararon homosexuales. Resultados: Los entrevistados relataron casos de violencia física,verbal, psicológica y sexual. La homofobia causa percepciones negativas acerca de si mismo y la no adopción de hábitos de vidasaludables relacionados a los cuidados con la alimentación, práctica de actividades físicas, patrones de sueño e ideas suicidas.También fueron relatadas situaciones de homofobia en los servicios de salud. Conclusión: Adolescentes homosexuales sonmás vulnerables a diferentes tipos de violencia. La dificultad de acceso a los servicios de salud aumenta la vulnerabilidad. Lacontribución de este estudio está en la problematización de tópicos que puedan auxiliar la construcción del cuidado integralde estos individuos.


Assuntos
Humanos , Adolescente , Saúde do Adolescente , Homofobia , Homossexualidade , Comportamento Sexual , Violência
10.
REME rev. min. enferm ; 19(3): 653-658, jul.-set. 2015.
Artigo em Português | LILACS, BDENF - Enfermagem | ID: lil-785670

RESUMO

Estudo de natureza qualitativa, fundamentado na Teoria Bioecológica do Desenvolvimento Humano, que objetivou conhecer os fatores de proteção para a redução da vulnerabilidade à saúde, a partir da percepção de adolescentes. Foram realizadas 14 entrevistas semiestruturadas com adolescentes, em uma escola de um município do interior do estado de São Paulo. A partir da análise temática dos dados, foi possível identificar quatro eixos temáticos: conhecer para se proteger; valores humanos como fatores de proteção; proteção familiar; e melhora nos atendimentos dos serviços públicos. Apreende-se que esses fatores refletem aspectos pessoais, processuais, contextuais e temporais vivenciados pelos adolescentes no seu cotidiano e nas suas relações sociais ou entre pares, na família ou na comunidade. Devem ser considerados os fatores de proteção vislumbrados pelos adolescentes e fortalecê-los para a busca de espaço que garanta uma participação efetivamente protagônica, para gerir grandes e promissores caminhos de promoção de processos de enfrentamento às situações de vulnerabilidade.


This is a qualitative study based on the Bioecological Theory of Human Development. It aimed at identifying protective factors to reduce adolescent vulnerability to health from the perception of adolescents. Fourteen semi-structured interviews were conducted with adolescents at a school in the state of São Paulo. Thematic analysis identified four main themes: knowledge as protective factor; human values as protective factor; family protection and improvement in public health services. Results demonstrated that these factors reflect personal, procedural, contextual and temporal experiences undergone by adolescents in their daily lives and in their social relations (amongst peers, family or community). Protective factors projected by adolescents should be identified and strengthened in order to define spaces that ensure their leading participation, to administer coping strategies in situations of vulnerability.


Estudio cualitativo, basado en la Teoría Bioecológica del Desarrollo Humano, que tiene por objeto identificar los factores de protección para reducir la vulnerabilidad de la salud, a partir de la percepción de los adolescentes. Se llevaron a cabo 14 entrevistas semi-estructuradas a adolescentes de una escuela del estado de São Paulo. A partir del análisis temático de los datos se identificaron cuatro temas: conocer para protegerse; valores humanos como factores de protección; protección de la familia y mejor atención en los servicios públicos. Se deduce que estos factores reflejan aspectos personales, procesales, contextuales y temporales vividos por los adolescentes en su vida cotidiana y en sus relaciones sociales o entre pares, en la familia o en la comunidad. Deben considerarse los factores de protección mencionados por los adolescentes y fortalecerlos para buscar el espacio que garantice una participación verdaderamente protagónica con miras a promover procesos para enfrentar las situaciones de vulnerabilidad.


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Adolescente , Política Pública , Defesa da Criança e do Adolescente , Saúde Pública , Assistência Integral à Saúde , Saúde do Adolescente , Desenvolvimento do Adolescente , Vulnerabilidade em Saúde
11.
REME rev. min. enferm ; 19(3): 653-663, jul.-set.2015.
Artigo em Português | BDENF - Enfermagem | ID: bde-28184

RESUMO

Estudo de natureza qualitativa, fundamentado na Teoria Bioecológica do Desenvolvimento Humano, que objetivou conhecer os fatores de proteção para a redução da vulnerabilidade à saúde, a partir da percepção de adolescentes. Foram realizadas 14 entrevistas semiestruturadas com adolescentes, em uma escola de um município do interior do estado de São Paulo. A partir da análise temática dos dados, foi possível identificar quatro eixos temáticos: conhecer para se proteger; valores humanos como fatores de proteção; proteção familiar; e melhora nos atendimentos dos serviços públicos. Apreende-se que esses fatores refletem aspectos pessoais, processuais, contextuais e temporais vivenciados pelos adolescentes no seu cotidiano e nas suas relações sociais ou entre pares, na família ou na comunidade. Devem ser considerados os fatores de proteção vislumbrados pelos adolescentes e fortalecê-los para a busca de espaço que garanta uma participação efetivamente protagônica, para gerir grandes e promissores caminhos de promoção de processos de enfrentamento às situações de vulnerabilidade.(AU)


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Adolescente , Vulnerabilidade em Saúde , Defesa da Criança e do Adolescente , Saúde do Adolescente , Desenvolvimento do Adolescente , Política Pública , Saúde Pública , Assistência Integral à Saúde
12.
Esc. Anna Nery Rev. Enferm ; 18(3): 448-455, Jul-Sep/2014. tab, graf
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-719341

RESUMO

Objetivo: Buscou-se analisar as percepções de adolescentes sobre apoio social na maternidade. Métodos: Para a coleta de dados, utilizaram-se entrevistas semiestruturadas e a elaboração de mapa de rede, e seguiu-se a análise de conteúdo temático. Participaram da pesquisa 20 adolescentes de 10 a 19 anos, que vivenciaram a maternidade. Resultados: Identificou-se percepções de apoio e de abandono. A primeira oriunda da família, do companheiro, dos amigos e pelo acesso aos serviços de saúde e a segunda denotada pela ausência de apoio social, principalmente do companheiro, amigos e profissionais da saúde. Conclusão: O apoio percebido pelas adolescentes se apresentou frágil e com lacunas. Neste sentido, a enfermagem exerce importante papel na medida em que pode se apropriar da concepção do apoio social como um fator proteção, contribuindo para a construção do cuidado integral em saúde e potencializando as condições de vida das adolescentes.


Assuntos
Humanos , Gravidez , Adolescente , Centros de Saúde , Gravidez na Adolescência , Cuidado Pré-Natal , Enfermagem em Saúde Pública
SELEÇÃO DE REFERÊNCIAS
DETALHE DA PESQUISA