Your browser doesn't support javascript.
loading
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 20 de 26
Filtrar
1.
Dev Psychobiol ; 63(7): e22201, 2021 11.
Artigo em Inglês | MEDLINE | ID: mdl-34674234

RESUMO

Fetuses are able to process olfactory stimuli present in the womb and continue to show a preference for these odors for months after birth. Despite the accumulated knowledge about their early ability to perceive odors, there is a lack of validated scales for odor response in newborns. The evaluation of reactions of the olfactory system to environmental stimuli in infants has been defined by methodological theoretical approaches of experimental and clinical assessment tools. These approaches are mainly based on psychophysical approaches and predominantly use behavioral and physiological measures. Examples can be found in studies describing early abilities of newborn babies for behaviors or heart rate variability showing memory of maternal food preferences or mother's breast milk. This systematic review aimed to determine whether validated odor assessment tools can be feasibly used in studies. Particularly in light of the current COVID-19 pandemic and evidence of associated olfactory impairment resulting from SARS-COV-2 infection, the study is also motivated by the need for tools to assess olfactory function in neonates.


Assuntos
Recém-Nascido/fisiologia , Olfato , Anosmia/diagnóstico , COVID-19/diagnóstico , COVID-19/fisiopatologia , Humanos , Doenças do Recém-Nascido/diagnóstico , Odorantes , Olfato/fisiologia
2.
Gerais (Esc. Saúde Pública Minas Gerais) ; 4(1): 51-58, jan.-jun 2016.
Artigo em Português | Coleciona SUS, SES-MG | ID: biblio-945085

RESUMO

Na Universidade, os efeitos adversos do uso das Tecnologias Informacionais e Computacionais (TICs) constituem temas de disciplinas, pesquisas, seminários e trabalhos de conclusão de cursos. Na sociedade, as TICs têm se tornado matéria da mídia, transparecendo um ambíguo imaginário social de endeusamento e demonização. Este artigo tem como objetivo problematizar a inserção das TICs nas relações entre professores, pais e alunos em uma escola da rede pública. Para tal, visa socializar o desenvolvimento do Projeto de Extensão Universitária “Efeitos Adversos das Tecnologias Informacionais e Computacionais”. Metodologicamente, foram realizadas oficinas com pais, professores e alunos entre 2013 e 2015, problematizando o abuso na utilização das TICs e construindo estratégias para o seu enfrentamento tendo como base as narrativas dos participantes. Constatamos que perda auditiva, insônia, isolamento social, dificuldade de memorização constituem alguns efeitos indesejáveis. Concluímos, assim, que as TICs são conquistas contemporâneas cuja adequada utilização exige discussões com participação popular sob a forma de projetos de extensão.


The adverse effects of Informational and Computer Technology (ICT) are often addressed as topics of disciplines, researches, seminars and course conclusion papers at the university. In society, ICTs have increasingly become subject of discussion in the media, which enabled the identification of a rather ambiguous social imagery of the matter, both appreciative and condemning. This article aims to discuss the insertion of ICTs as a tool of improvement of the relationships between teachers, parents and students of a public school by socializing the development of the University Extension Project “Adverse Effects of Informational and Computer Technologies”. The project’s methodology consisted on the implementation of workshops with parents, teachers and students between 2013 and 2015, with the purpose of questioning the abuse of ICTs to help building strategies to face the problem from the participants’ narratives and experiences. It was found that hearing loss, insomnia, social isolation and memorization difficulties are some undesirable effects. As a conclusion, ICTs can be considered contemporary achievements whose proper utilization requires further discussions involving popular participation in university extension projects.


Assuntos
Tecnologia da Informação/efeitos adversos , Tecnologia , Tecnologia/educação
3.
Physis (Rio J.) ; 25(4): 1271-1292, out.-dez. 2015.
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-773442

RESUMO

O artigo aborda as relações complexas e desafiadoras entre as manifestações de sofrimento dos trabalhadores e as práticas da vigilância em saúde. O objetivo deste ensaio é realizar uma análise crítica dos desafios e dilemas relativos à integração da saúde mental no escopo da vigilância em saúde do trabalhador no Sistema Único de Saúde. Percebemos processos de patologização dos trabalhadores em jogo nas práticas disponíveis na rede de saúde pública. Por isso, com base no pensamento de autores como Agamben, Guattari, Szasz e Rorty, discutem-se dilemas teóricos e práticos, técnicos e éticos do diagnóstico de transtornos mentais relacionados ao trabalho, destacam-se os riscos e perigos da tendência hegemônica centrada na abordagem epidemiológica e psicopatologizante, para lidar com as manifestações de sofrimento dos trabalhadores e, por fim, apontam-se alternativas para o desenvolvimento de estratégias institucionais que rompam com os dispositivos de patologização do sofrimento dos trabalhadores.


This paper addresses complex and challenging relations suffering´s manifestations of workers and health surveillance practices. It is a theoretical essay whose objective is to perform a critical analysis about challenges and dilemmas related to mental health integration in worker´s health surveillance in the Brazilian health system. We realize that some practices from public health services has pathologized workers and, therefore, based on theoretical premises from authors like Agamben, Guattari, Szasz e Rorty, we discuss conceptual and practice dilemmas, technical and ethical dilemmas of mental disorders related to word diagnosis. We also highlight risks and dangers from hegemonic tendency focused on epidemiological and biomedical approach to deal with worker's suffering manifestations. Finally, we point out alternatives to the development of strategies to break with pathologizing devices of worker´s sufferings.


Assuntos
Estresse Psicológico , Sistema Único de Saúde , Saúde Mental , Saúde Pública , Epidemiologia , Diagnóstico , Vigilância em Saúde Pública , Brasil
4.
Gerais (Esc. Saúde Pública Minas Gerais) ; 3(1): 54-63, jul.-dez. 2015.
Artigo em Português | Coleciona SUS, SES-MG | ID: biblio-945076

RESUMO

O Ministério da Previdência Social aponta que os transtornos mentais e comportamentais ocupam o terceiro lugar em número de concessões de auxílio-doença acidentários e não vêm acompanhando a tendência de queda no número de acidentes de trabalho no Brasil. O presente estudo busca identificar as estratégias de atenção psicossocial aos trabalhadores em situação de sofrimento empregadas pelos serviços de saúde no âmbito do SUS contemplados na produção intelectual brasileira, no período 2004-2014. Metodologicamente, recorrermos às seguintes fontes: Banco de Dissertações e Teses da Capes, produções do Ibict e da Bireme e o site SciELO. A seleção do material se fez pelos títulos, resumos e palavras chave e pela leitura na íntegra de artigos, teses, dissertações, capítulos e/ou livros. Para análise das informações obtidas, tomamos como base os estudos de Michel Foucault, Claudine Herzlich e Jurandir Freire Costa. Constatamos que as estratégias estão centradas na prevenção; na utilização do instrumento de sondagem SRQ-20; na escuta, nos cuidados clínicos e na inclusão social oferecidos pelos CAPS. Concluímos que a produção intelectual que aborda as estratégias de atenção psicossocial é precária, quando existente, e a fundamentação teórica é frágil e não contempla a especificidade do usuário na sua condição de trabalhador.


Assuntos
Adulto , Serviços de Saúde Mental , Estresse Psicológico , Serviços de Saúde
5.
Cien Saude Colet ; 19(2): 401-16, 2014 Feb.
Artigo em Português | MEDLINE | ID: mdl-24863817

RESUMO

Ongoing Health Education is a strategy for transformation of health practices, though the adherence of professionals is one of the challenges facing its implementation. Thus, the objective of this study was to investigate the factors associated with adherence of family doctors to the Ongoing Education Program in a southeastern Brazilian state from the perception of supervisors. It is a cross-sectional and quantitative study with the use of online questionnaires. Data were analyzed using the chi-square test with ongoing correction to determine the association between structure, topics, activities and difficulties of the supervisors working in Ongoing Health Education, difficulties of the physicians in Primary Health Care (PHC) and poor and good adherence to the program. Excellent medical participation was statistically related to the adequacy of physical space (p = 0.001), a multidisciplinary approach (p = 0.035) and epidemiological aspects (p = 0.043). Low adherence was associated with the inadequacy of the physical structure, difficulty understanding the methodology, less time in a supervisory position, multiple workdays, among others. A good adherence to Ongoing Health Education is a possibility for collective reconstruction of the everyday work of physicians in Primary Health Care.


Assuntos
Educação Médica Continuada/estatística & dados numéricos , Medicina de Família e Comunidade/educação , Adulto , Brasil , Estudos Transversais , Feminino , Humanos , Masculino , Pessoa de Meia-Idade , Inquéritos e Questionários , Adulto Jovem
6.
Ciênc. Saúde Colet. (Impr.) ; 19(2): 401-416, fev. 2014. tab, graf
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-705411

RESUMO

A Educação Permanente em Saúde é uma estratégia de transformação das práticas em saúde, sendo a adesão do profissional um dos desafios para sua efetivação. Nessa perspectiva, o objetivo deste trabalho foi investigar, a partir da percepção dos supervisores, os fatores relacionados à adesão dos médicos às atividades do Programa de Educação Permanente (PEP) para médicos de família de um Estado da região Sudeste. Trata-se de um estudo transversal, quantitativo, com utilização de questionários on-line. Os dados foram analisados por meio do teste qui-quadrado com correção de continuidade para se verificar a associação entre a estrutura, tópicos, atividades do PEP, dificuldades dos supervisores no trabalho no PEP e dos médicos na APS e a baixa e boa adesão ao Programa. A ótima participação dos médicos se relacionou à adequação do espaço físico (p = 0,001) e à abordagem multidisciplinar (p = 0,035) e dos aspectos epidemiológicos (p = 0,043). Já a baixa adesão se associou à inadequação da estrutura física, à dificuldade de compreensão da metodologia, ao menor tempo de atuação do supervisor, às múltiplas jornadas de trabalho dos médicos, entre outras. A boa adesão ao PEP é uma possibilidade de reconstrução coletiva da realidade laboral cotidiana e da prática médica na Atenção Primária em Saúde.


Ongoing Health Education is a strategy for transformation of health practices, though the adherence of professionals is one of the challenges facing its implementation. Thus, the objective of this study was to investigate the factors associated with adherence of family doctors to the Ongoing Education Program in a southeastern Brazilian state from the perception of supervisors. It is a cross-sectional and quantitative study with the use of online questionnaires. Data were analyzed using the chi-square test with ongoing correction to determine the association between structure, topics, activities and difficulties of the supervisors working in Ongoing Health Education, difficulties of the physicians in Primary Health Care (PHC) and poor and good adherence to the program. Excellent medical participation was statistically related to the adequacy of physical space (p = 0.001), a multidisciplinary approach (p = 0.035) and epidemiological aspects (p = 0.043). Low adherence was associated with the inadequacy of the physical structure, difficulty understanding the methodology, less time in a supervisory position, multiple workdays, among others. A good adherence to Ongoing Health Education is a possibility for collective reconstruction of the everyday work of physicians in Primary Health Care.


Assuntos
Adulto , Feminino , Humanos , Masculino , Pessoa de Meia-Idade , Adulto Jovem , Educação Médica Continuada/estatística & dados numéricos , Medicina de Família e Comunidade/educação , Brasil , Estudos Transversais , Inquéritos e Questionários
7.
Gerais (Esc. Saúde Pública Minas Gerais) ; 2(1): 95-104, jan.-jun. 2014.
Artigo em Português | Coleciona SUS, SES-MG | ID: biblio-945061

RESUMO

As Tecnologias Informacionais e Comunicacionais (TIC) têm trazido avanços para o conhecimento na área da saúde, permitindo prestação de serviços, teleconsultoria e educação permanente com elevada resolubilidade e baixo custo. O objetivo deste artigo foi discutir criticamente os riscos emos efeitos adversos dessa utilização e suas implicações. Trata-se de um ensaio teórico, utilizado para a construção de conclusões baseadas na literatura e nas experiências de trabalho dos autores. Descritores pesquisa dos: risco, efeitos adversos, Telessaúde, tecnologias informacionais e comunicacionais. As TIC levam à transformação cultural e política, contribuindo, assim, para a formulação de políticas públicas e para o controle social. A incorporação dessas tecnologias traz conforto ao homem, mas é capaz de proporcionar alienação, consumismo e dependência. Como efeitos adversos, encontramos: prejuízo cognitivo, abolição da contemplação, prejuízos do raciocínio e da memorização, redução da capacidade crítica e aumento dos plágios. Como conclusão, deve-se buscar a análise conceptual sobre o potencial impacto cultural e político na produção e na transmissão do saber.


Assuntos
Humanos , Comunicação em Saúde , Efeitos Adversos de Longa Duração , Telemedicina
8.
Saúde Soc ; 22(4): 1154-1166, out.-dez. 2013.
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-700143

RESUMO

Este artigo, resultado da pesquisa - ação "A experiência de implantação do Plano Diretor de Vigilância Sanitária (PDVISA) em um contexto municipal", propõe-se a analisar e discutir os desafios à sua implantação no município de Sete Lagoas, MG, observados durante quatorze meses. O estudo concluído em novembro de 2008 foi realizado pela Escola de Saúde Pública de Minas Gerais (ESP/MG) em parceria com a Vigilância Sanitária do município citado e apoio do Núcleo de Assessoramento da Descentralização de ações em Vigilância Sanitária (NADAV/ANVISA). Constataram-se como desafios as novas estratégias de gestão utilizadas e o conhecimento como valor. A triangulação pesquisa-ação/ Planejamento/PDVISA e a inclusão de todos os atores privilegiaram processos de decisões compartilhadas no âmbito do coletivo, ações articuladas e sustentadas em estratégias de comunicação, respeito às diferentes técnicas de abordagens e autonomia específica a cada um dos integrantes da equipe. E com um compromisso comum na efetivação de uma prática integrativa voltada para um projeto de Vigilância Sanitária mais apropriado às suas necessidades e às melhores condições de vida e saúde. Comprovou-se que a maneira de se trabalhar em Vigilância Sanitária depende do modelo de gestão e da concepção que se tenha de Saúde Coletiva.


This article is the result of the action research "The Sanitary Surveillance Forward Plan (PDVISA) implementation experience in a municipal scope". It analyzes and discusses the challenges to its implantation in the city of Sete Lagoas – MG, which were observed during fourteen months. The study, concluded in November 2008, was carried out by the Public Health School of Minas Gerais in partnership with the Sanitary Surveillance of the referred town and with the support of the Sanitary Surveillance Decentralization Advising Center – NADAV/ANVISA. The challenges observed were related to the new strategies of management used and the knowledge as a value. The triangulation of the action research, the planning and the PDVISA, as well as and the inclusion of all actors, have privileged processes of shared decisions in the collective scope, articulated actions supported by strategies of communication, respect to the different approach techniques and specific autonomy of each one of the team members. Besides, there was commitment to educational practices geared towards an integrative sanitary project more appropriate to their needs and to better living and health conditions. It was confirmed that the modus operandi in Health Surveillance depends on the management model and the conception of Public Health.


Assuntos
Planejamento em Saúde , Diretrizes para o Planejamento em Saúde , Vigilância Sanitária , Governo Local , Administração em Saúde Pública , Sistema Único de Saúde , Pesquisa Qualitativa , Qualidade de Vida
9.
Saúde Soc ; 22(4): 1154-1166, out.-dez. 2013.
Artigo em Português | LILACS-Express | CidSaúde - Cidades saudáveis | ID: cid-66424

RESUMO

Este artigo, resultado da pesquisa - ação "A experiência de implantação do Plano Diretor de Vigilância Sanitária (PDVISA) em um contexto municipal", propõe-se a analisar e discutir os desafios à sua implantação no município de Sete Lagoas, MG, observados durante quatorze meses. O estudo concluído em novembro de 2008 foi realizado pela Escola de Saúde Pública de Minas Gerais (ESP/MG) em parceria com a Vigilância Sanitária do município citado e apoio do Núcleo de Assessoramento da Descentralização de ações em Vigilância Sanitária (NADAV/ANVISA). Constataram-se como desafios as novas estratégias de gestão utilizadas e o conhecimento como valor. A triangulação pesquisa-ação/ Planejamento/PDVISA e a inclusão de todos os atores privilegiaram processos de decisões compartilhadas no âmbito do coletivo, ações articuladas e sustentadas em estratégias de comunicação, respeito às diferentes técnicas de abordagens e autonomia específica a cada um dos integrantes da equipe. E com um compromisso comum na efetivação de uma prática integrativa voltada para um projeto de Vigilância Sanitária mais apropriado às suas necessidades e às melhores condições de vida e saúde. Comprovou-se que a maneira de se trabalhar em Vigilância Sanitária depende do modelo de gestão e da concepção que se tenha de Saúde Coletiva.(AU)


Assuntos
Vigilância Sanitária , Planejamento em Saúde , Diretrizes para o Planejamento em Saúde , Sistema Único de Saúde , Administração em Saúde Pública , Governo Local , Pesquisa Qualitativa , Qualidade de Vida
10.
Interface comun. saúde educ ; 16(42): 623-636, jul.-set. 2012.
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-651751

RESUMO

O objetivo deste artigo consiste em apresentar os principais aspectos do uso não médico do metilfenidato. Em termos metodológicos, procedemos a uma pesquisa bibliográfica na busca por uma melhor compreensão interdisciplinar dessa utilização polêmica e multifacetada. Constatamos que o uso contemporâneo ultrapassa a tríade doença, saúde e cuidado. Compreende a busca incessante do homem em superar seus limites e viver bem em sociedade, o que torna esse medicamento um fetiche, aproximando o usuário de sua fragilidade. Percebe-se que, primeiramente, produziu-se o metilfenidato e, posteriormente, tentou-se configurar cientificamente o transtorno do déficit de atenção e hiperatividade (TDAH), ou seja, inventou-se, primeiro, o remédio e, depois, a doença. Concluímos ser o metilfenidato mais um gadget da contemporaneidade. Um objeto de consumo curto e rápido, parceiro conectável e desconectável ao alcance das mãos, tornando-se dispositivo de prazeres efêmeros, fabricado e comercializado como medicamento.


The aim of this paper was to present the main aspects of non-medical use of methylphenidate. In methodological terms, we carried out a literature search to achieve better interdisciplinary understanding of this controversial and multifaceted use. We found that contemporary use goes beyond the trio of disease, health and care, to include man's incessant striving to surmount his limits and live well in society. This turns this medicine into a fetish and brings users closer to their frailty. It can be seen that methylphenidate was first produced and that afterwards, there was an attempt to scientifically configure attention deficit hyperactivity disorder (ADHD), i.e. first the medicine was invented and then the disease. We conclude that methylphenidate is yet another gadget of contemporary life: a short-term quickly consumed object and a within-reach connectable and disconnectable partner. It becomes a device for ephemeral pleasures, while produced and marketed as a medicine.


Este artículo presenta los principales aspectos del uso no médico del metilfenidato. En términos metodológicos, se hizo una investigación bibliográfica en busca de una mejor comprensión interdisciplinaria de esta utilización polémica y multifacética. El uso contemporáneo ultrapasa la tríada enfermedad, salud y cuidado. Comprende la búsqueda incesante del hombre en superar sus límites y vivir bien en sociedad, lo que transforma este medicamento en un fetiche. acercando al usuario a su fragilidad. Se nota que, primeramente se produjo el metilfenidato y posteriormente hubo un intento de configurarse científicamente el trastorno de déficit de atención e hiperactividad, o sea, se inventó primero el remedio y después la enfermedad. El metilfenidato es un gadget más de la contemporaneidad. Un objeto de consumo corto y rápido, un compañero conectable y desconectable al alcance de las manos, volviéndose un dispositivo de placeres efímeros, fabricado y comercializado como medicamento.


Assuntos
Humanos , Anfetamina , Uso de Medicamentos , Metilfenidato , Preparações Farmacêuticas
11.
Rev. enferm. Cent.-Oeste Min ; 2(3): 394-409, 2012.
Artigo em Português | BDENF - Enfermagem | ID: biblio-1031088

RESUMO

A estratégia de Saúde da Família (SF), política prioritária para a expansão da Atenção Primária à Saúde (APS) ereorientação do modelo de atenção, depende da qualificação e da educação permanente de seus profissionais. O objetivoda implementação do Programa de Educação Permanente- PEP para médicos de SF de um Estado da Região Sudeste é oaumento da resolutividade da APS. Assim, justifica-se uma análise da implementação desse programa a partir da coletade informações por questionários semiestruturados,enviados via e-mail aos médicos participantes. Metodologicamente,trata-se de estudo quali-quantitativo. Utilizou-seo Pacote Estatístico SPSS 19,0, com uma análise descritiva dos dados edistribuição de frequências. Constatou-se que maisde 50% dos médicos estão na faixa etária de 21 a 40anos; cerca de 36%têm especialização na área da saúde pública; a maioria tem até 2 anos na equipe de inserção; mais de 90% referem comotema de discussão abordagem clínica individual; 45,4% (235) referem trabalhar com protocolos assistenciais e 45,9% (238)com diretrizes terapêuticas medicamentosas. Concluímos que o incremento de aporte teórico da Saúde Coletiva é tãoimportante quanto a análise do contexto de inserçãodos médicos, no que tange à gestão e organização da APS em rede.


The Family Health (SF) strategy, priority policy for the expansion of Primary Health Care (APS) and reorientation of caremodel, depends on the qualification and continuingeducation of its professionals. The objective of the implementation ofthe Permanent Education Program – PEP for doctors of SF of a Southeast State is the increase of the resolvability of theAPS. Thus, it is justified the analysis of the implementation of this program by information collection through semi-structured questionnaires, sent to participant doctors by e-mail. Methodologically, it is a qualitative and quantitativestudy. The SPSS 19.0 statistical package was used,with a descriptive analysis of data and frequency distribution. It wasfound that over 50% of doctors are aged from 21 to40 years and about 36% have specialization in Public Health area. Mostdoctors are up to two years in the health team andover 90% reported as discussion topic an individualclinical approach;45.4% (235) reported working with care protocols and 45.9% (238) with drug therapy guidelines. It appears that theincrease of theoretical contribution of Public Health is important, as well as analysis of the doctors’ context of insertion,regarding to the Primary Health Care management andorganization in a network frame.


La estrategia de Salud de la Familia (SF), políticaprioritaria para el desarrollo de la Atención Primaria de Salud (APS) y lareorientación del modelo de atención, depende de lacualificación y la formación continua de sus profesionales. Elobjetivo del Programa de Educación Continua-PEP, para los médicos que trabajan en SF en un estado de la región sudeste,es el aumento de la resolubilidade de APS. Por lo tanto, se justifica una análisis de la implementación de este programa apartir de la coleta de informaciones por cuestionarios semiestructurados, enviados por e-mail a los médicos participantes.Metodológicamente, es un estudio cuantitativo y cualitativo. Se utilizó el paquete estadístico SPSS 19.0, con un análisisdescriptivo de los datos y la distribución de frecuencias. Se encontró que más del 50% de los médicostienen entre 21 a 40años, siendo que cerca del 36% tiene especialización en el área de la salud pública, la mayoría estánhasta dos años en elequipo de inserción, 90% refieren como tema de discusión el enfoque clínico individual, el 45,4% (235)reportó trabajarcon protocolos de atención y el 45,9% (238) con directrices de la farmacoterapia. Se concluye que el aumento de lacontribución teórica de Salud Pública es tan importante cuanto el análisis del contexto de la inserción de los médicos conrespecto a la gestión y organización de la red de APS.


Assuntos
Masculino , Feminino , Humanos , Atenção à Saúde , Atenção Primária à Saúde , Educação Médica , Estratégias de Saúde Nacionais , Serviços de Saúde
12.
In. Minayo Gomes, Carlos; Machado, Jorge Mesquita Huet; Pena, Paulo Gilvane Lopes. Saúde do trabalhador na sociedade brasileira contemporânea. Rio de Janeiro, Editora Fiocruz, 2011. p.385-408.
Monografia em Português | LILACS | ID: lil-638210
13.
Trab. educ. saúde ; 7(3): 463-477, nov. 2009-fev. 2010.
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-533923

RESUMO

A prática do agente comunitário de saúde (ACS) se estabelece como profissão na esfera do Sistema Único de Saúde (SUS) em 2002. Suas atividades contribuem para o diagnóstico demográfico de comunidades; promoção de ações educativas; participação da população nas políticas públicas e visitas domiciliares. A formação é de responsabilidade das escolas técnicas e centros formadores de recursos humanos do SUS. Essa investigação busca identificar, analisar e compreender as transformações operadas na vida dos ACS a partir de sua inserção no Programa de Qualificação e Desenvolvimento Profissional e do seu exercício profissional. Metodologicamente, constitui-se como estudo qualitativo, utilizando grupo focal. Para análise dos dados, empregou-se a técnica de Análise de Conteúdo. Constatou-se que o programa favorece a consolidação de políticas de atenção à saúde e contribui para a construção coletiva do conhecimento. O Ministério da Saúde, ao profissionalizar as ações do ACS, legitima um saber favorecedor de sua inserção nos serviços de saúde e aumenta a governabilidade local. Para os ACS, a formação propicia a superação de limites impostos pelas práticas tradicionais e de marca a produção do saber. O ACS se reconhece como um sujeito de ação, e a formação constitui meio de acesso à profissionalização e de mobilidade social.


The work of community health agents (CHA) was established as a profession in the sphere of the National Health System (SUS) in 2002. Its activities contribute to the demographic diagnosis of communities, the promotion of educational activities, the participation of the population in public policy, and home visits. Training is the responsibility of technical schools and human resources education centers of the SUS. This research seeks to identify, analyze and understand the changes in the life of the CHA since the agent's insertion in the Qualification and Professional Development Program and of his/her professional practice. Methodologically, this is a qualitative study that uses focus groups. For data analysis, we used the technique of content analysis.It was found that the Program favors the consolidation of attention to health policies and contributes to the collective construction of knowledge. The Ministry of Health, by professionalizing the practice of the CHA, legitimizes the CHA's knowledge supporting their inclusion in health services and increasing the local governance. For the CHA, training contributes to the overcoming of limits imposed by traditional practices and marks the production of knowledge. The ACS recognizes itself as a subject of action, and that training is a means of access to professionalization and social mobility.


Assuntos
Humanos , Adulto , Credenciamento , Pesquisa Qualitativa , Pessoal de Saúde , Política Pública , Educação em Saúde , Mobilidade Social/tendências , Estratégias de Saúde Nacionais
14.
Saúde Soc ; 18(2): 237-247, abr.-jun. 2009.
Artigo em Português | LILACS-Express | LILACS | ID: lil-518897

RESUMO

O presente artigo visa a identificar e compreender as formas de resistências, a partir das manifestações do sofrimento, na gestão do trabalho. Empreendemos uma investigação numa empresa pública, do setor de serviços, numa metrópole da região Sudeste do Brasil. Recorremos a entrevistas abertas com trabalhadores, gestores e profissionais de saúde dessa empresa. Para a análise dos relatos obtidos, empregamos como metodologia a hermenêutica-dialética. Constatamos que algumas das concepções do sofrimento na literatura especializada relegam o trabalhador à posição de doente ou de vítima, negligenciando a sua capacidade de resistência e a positividade proporcionada pela manifestação do sofrimento. Os depoimentos evidenciaram a existência de resistência reativa, que se apresentava sob as formas catártica e ambivalente, e uma resistência ativa. Concluímos que as formas reativas criam condições mínimas para a permanência no emprego, são capazes de evitar o estigma de doente, entretanto, não conseguem evitar as situações favorecedoras do sofrimento. No âmbito da gestão não se reconhece a existência do processo de adoecimento no trabalho e seus dispositivos de atribuição da identidade de doente; os modelos teóricos que orientam as avaliações de serviços não contemplam os benefícios e avanços originários das diferentes formas de resistência.


The present article aims to identify and understand resistance forms based on suffering manifestations in work management. We undertook an investigation in a public company from the services sector, located in a metropolis of the Southeastern region of Brazil. We conducted open interviews with workers, managers, and health professionals from this company. For the analysis of the obtained accounts, we used dialectical hermeneutics as the methodological strategy. We found that some of the suffering conceptions in the specialized literature relegate the worker to the position of victim or sick person, neglecting his capacity for resistance and the positiveness deriving from the suffering manifestation. The accounts revealed the existence of reactive resistance, which emerged through cathartic and ambivalent forms, and of active resistance. We concluded that the reactive forms create minimum conditions for permanence in the job, and can prevent the sick person stigma, but they are not able to prevent situations which favor suffering. In fact, in the management sphere, the existence of the illness process in the workplace is not recognized, nor are its devices of attribution of the sick person's identity. The theoretical models that guide services evaluations do not take into account the benefits and advances coming from the different forms of resistance.

15.
Interface comun. saúde educ ; 12(26): 667-676, jul.-set. 2008.
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-494574

RESUMO

No trabalho pós-industrial, a tristeza tornou-se um tabu. Em contextos de competitividade, trabalhar e viver têm deixado as pessoas tristes. Buscamos reconstruir e compreender a trajetória que vai da expressão da tristeza ao diagnóstico de depressão em um estudo qualitativo, tendo como método de análise a hermenêutica-dialética. Entrevistamos 13 trabalhadores, 13 gestores e oito técnicos da saúde de uma empresa. Realizamos, também, análise documental de house organs. Constatamos que o adoecimento se iniciava quando gestores encaminhavam pessoas tristes para o setor médico, onde eram tratadas e medicalizadas como depressivas. Algumas informações entre gestores e técnicos da saúde revelavam deslizes éticos. O diagnóstico de depressão eximia a empresa da responsabilidade na configuração daquela vida triste. Concluímos que esse diagnóstico constitui uma forma de não ressignificar a tristeza e sua relação com o trabalho. É uma ferida ética que implica excluir aquele que não apresenta semblante de bem-estar.


In postindustrial work, sadness has become taboo. In contexts of competitiveness, working and living make people sad. We sought to reconstruct and understand this path, going from expression of sadness to diagnosis of depression, in a qualitative study using the hermeneutic-dialectic analysis method. We interviewed 13 workers, 13 managers and 8 health technicians from one company. We also conducted document analysis on house organs. We observed that the process of becoming ill began when managers sent sad people to the medical sector, where they were treated medically as cases of depression. Some information from managers and health technicians revealed ethical lapses. The diagnosis of depression exempts the company from responsibility for making that life sad. We concluded that this diagnosis constitutes a way of not giving other meaning to sadness and its relationship with work. This is an ethical injury that implies exclusion of individuals without an appearance of well-being.


En el trabajo post industrial, la tristeza se ha convertido en un tabú. En contextos competitivos, trabajar y vivir tristes a las personas. Procuramos reconstruir y comprender la trayectoria seguida desde la expresión de la tristeza al diagnóstico de depresión. En estudio cualitativo, teniendo como método la hermenéutica dialéctica, entrevistamos a 13 trabajadores, 13 gestores y 8 técnicos de la salud de una empresa. Fue realizada también análisis documental de House organs. Constatamos que la enfermización comienza cuando gestores encaminan trabajadores tristes al sector médico, donde son tratados y medicados como depresivos. Algunas informaciones entre gestores y técnicos de la salud revelan deslices éticos. El diagnóstico de depresión exime a la empresa de responsabilizarse por la configuración de la tristeza. Concluimos: la aceptación de este diagnóstico constituye una forma de no vincular la tristeza E con el trabajo. Es una herida ética que implica excluir quien no muestra semblante de bienestar.


Assuntos
Humanos , Depressão/diagnóstico , Saúde do Trabalhador , Estresse Psicológico , Local de Trabalho
16.
Psicol. estud ; 12(3): 465-473, set.-dez. 2007.
Artigo em Português | Index Psicologia - Periódicos | ID: psi-49905

RESUMO

O dispositivo como mecanismo institucional alcança nova ordem e disposição para atingir um fim. Identificamos instrumentos transformadores do sofrimento em adoecimento. Entrevistamos trabalhadores, gestores e profissionais da saúde do setor de serviços, em Belo Horizonte. O mascaramento do sofrimento, a sustentação e regulação da morbidade e a construção da identidade de doente constituíram alguns dispositivos. Esses mecanismos articulavam-se com o desenvolvimento das neurociências. O sentido clássico da cura é substituído pela psiquiatrização, através de uma interpretação individualizante e medicalização abusiva. Concluiu-se que esses instrumentos inseriam-se na transição das "sociedades disciplinares" para as "de controle". Os dispositivos utilizados na gestão do trabalho, embora permitissem avanços profissionais, agudizavam o controle sobre o corpo, o domínio dos espaços da vida privada e a culpabilização dos trabalhadores pelo processo saúde-doença-cuidado, favorecendo a transformação do sofrimento em adoecimento.(AU)


The conception of device as an institutional mechanism reaches a new landing and attitude so that a specific purpose may be attained. Mechanisms that transform suffering into illness are identified. Workers, health professionals and managers in the service sector in Brazil, have been interviewed. The disguise of suffering, the maintenance and regulation of morbidity, and the construction of an identity as a diseased person constitute a set of devices. These mechanisms were articulated within the development of Neuroscience. The classical meaning of cure has been substituted by the "psychiatrization" through an individualizing interpretation and over-medicalization. These mechanisms have been inserted with the transition movement from 'disciplinary societies' to 'control societies'. They even promoted firm control over the body, predominance in private life spaces and workers' culpability for the health-illness-care process. Consequently, the transformation of suffering into illness is enhanced.(AU)


A partir del entendimiento del dispositivo como mecanismo institucional para alcanzar un fin, identificamos varios instrumentos transformadores del sufrimiento en padecimiento. Entrevistamos trabajadores, gestores e profesionales de salud de una empresa del sector de servicios de Belo Horizonte. El enmascaramiento del sufrimiento, la sustentación y regulación de la morbilidad y la construcción de la identidad de enfermo constituyeron algunos de los dispositivos, que están en consonancia con el desarrollo de las neurociencias. El sentido clásico da curación es substituido por la psiquiatrización, a través de una interpretación individualizante y de medicalización abusiva. Concluyese que esos instrumentos hacen parte de la transición de las "sociedades disciplinares" para las "de control". A pesar de que permiten avances profesionales, agudizan el control sobre el cuerpo, la dominación de espacios de la vida privada y la culpabilización de los trabajadores por el proceso salud-enfermedad-cuidado, favoreciendo la transformación del sufrimiento en padecimiento.(AU)


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Psicologia , Saúde do Trabalhador , Estresse Psicológico
17.
Psicol. estud ; 12(3): 465-473, set.-dic. 2007.
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-477647

RESUMO

O dispositivo como mecanismo institucional alcança nova ordem e disposição para atingir um fim. Identificamos instrumentos transformadores do sofrimento em adoecimento. Entrevistamos trabalhadores, gestores e profissionais da saúde do setor de serviços, em Belo Horizonte. O mascaramento do sofrimento, a sustentação e regulação da morbidade e a construção da identidade de doente constituíram alguns dispositivos. Esses mecanismos articulavam-se com o desenvolvimento das neurociências. O sentido clássico da cura é substituído pela psiquiatrização, através de uma interpretação individualizante e medicalização abusiva. Concluiu-se que esses instrumentos inseriam-se na transição das "sociedades disciplinares" para as "de controle". Os dispositivos utilizados na gestão do trabalho, embora permitissem avanços profissionais, agudizavam o controle sobre o corpo, o domínio dos espaços da vida privada e a culpabilização dos trabalhadores pelo processo saúde-doença-cuidado, favorecendo a transformação do sofrimento em adoecimento.


The conception of device as an institutional mechanism reaches a new landing and attitude so that a specific purpose may be attained. Mechanisms that transform suffering into illness are identified. Workers, health professionals and managers in the service sector in Brazil, have been interviewed. The disguise of suffering, the maintenance and regulation of morbidity, and the construction of an identity as a diseased person constitute a set of devices. These mechanisms were articulated within the development of Neuroscience. The classical meaning of cure has been substituted by the "psychiatrization" through an individualizing interpretation and over-medicalization. These mechanisms have been inserted with the transition movement from 'disciplinary societies' to 'control societies'. They even promoted firm control over the body, predominance in private life spaces and workers' culpability for the health-illness-care process. Consequently, the transformation of suffering into illness is enhanced.


A partir del entendimiento del dispositivo como mecanismo institucional para alcanzar un fin, identificamos varios instrumentos transformadores del sufrimiento en padecimiento. Entrevistamos trabajadores, gestores e profesionales de salud de una empresa del sector de servicios de Belo Horizonte. El enmascaramiento del sufrimiento, la sustentación y regulación de la morbilidad y la construcción de la identidad de enfermo constituyeron algunos de los dispositivos, que están en consonancia con el desarrollo de las neurociencias. El sentido clásico da curación es substituido por la psiquiatrización, a través de una interpretación individualizante y de medicalización abusiva. Concluyese que esos instrumentos hacen parte de la transición de las "sociedades disciplinares" para las "de control". A pesar de que permiten avances profesionales, agudizan el control sobre el cuerpo, la dominación de espacios de la vida privada y la culpabilización de los trabajadores por el proceso salud-enfermedad-cuidado, favoreciendo la transformación del sufrimiento en padecimiento.


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Saúde do Trabalhador , Psicologia , Estresse Psicológico
18.
Ciênc. Saúde Colet. (Impr.) ; 10(4): 939-952, out.-dez. 2005.
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-418283

RESUMO

No presente estudo, buscamos definir o sofrimento a partir da perspectiva freudiana e circunscrever os seus destinos, quando manifestado no trabalho. Foram realizadas entrevistas abertas com trabalhadores, gestores e profissionais da saúde de uma empresa pública de grande porte, do setor de serviços, em processo de reestruturação, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, bem como com familiares dos trabalhadores. Para a análise dos relatos, recorremos ao método hermenêutico-dialético. Constatamos a existência, na gestão do trabalho, de um processo de transformação do sofrimento em adoecimento. A somatização, psiquiatrização, medicalização, licença médica, internação hospitalar e a aposentadoria por invalidez figuraram como alguns dos destinos do sofrimento nesse processo. Partindo do pressuposto de que o sofrimento é uma reação do sujeito diante da diversidade da vida, transformá-lo em adoecimento parece constituir, portanto, uma estratégia de quebra da resistência na gestão do trabalho.


Assuntos
Humanos , Estresse Psicológico , Notificação de Acidentes de Trabalho , Organização e Administração , Saúde do Trabalhador , Prescrição Homeopática , Transtornos Somatoformes/terapia
19.
Psicol. ciênc. prof ; 25(1): 14-29, 2005. ilus
Artigo em Português | Index Psicologia - Periódicos | ID: psi-32842

RESUMO

Diante do Projeto de Lei nº 25/02, que teve a sua gênese apartir da Resolução nº 1627/01, do Conselho Federal de Medicina, e o objetivo de condicionar o acesso aos serviços de saúde à autorização do médico, procurou-se conhecer as percepções sobre a atividade médica. Nesse sentido, os autores desenvolveram um estudo qualitativo no campo da saúde do trabalhador, entrevistando 8 médicosdo trabalho e 13 trabalhadores. A técnica análise de conteúdo demonstrou que a relação médico-paciente tem-se constituído pelas categorias: submissão, conflito e resistência. Esse tipo de relação reforça a concepção de indivíduo como um mero portador de um corpo biológico e o “ato médico” como uma conjunção de forças culturais,corporativistas e mercadológicas. Assim, esse Projeto de Lei parece constituir uma estratégia para enfrentar a crise atual da hegemonia médica, representando uma regressão aos modelos mecanicista e da mono-causalidade e um desconhecimento das importantes conquistas da Saúde Coletiva


Assuntos
Humanos , Medicina , Saúde Pública , Legislação Médica , Relações Médico-Paciente
20.
Psicol. ciênc. prof ; 25(1): 14-29, 2005. ilus
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-477589

RESUMO

Diante do Projeto de Lei nº 25/02, que teve a sua gênese apartir da Resolução nº 1627/01, do Conselho Federal de Medicina, e o objetivo de condicionar o acesso aos serviços de saúde à autorização do médico, procurou-se conhecer as percepções sobre a atividade médica. Nesse sentido, os autores desenvolveram um estudo qualitativo no campo da saúde do trabalhador, entrevistando 8 médicosdo trabalho e 13 trabalhadores. A técnica análise de conteúdo demonstrou que a relação médico-paciente tem-se constituído pelas categorias: submissão, conflito e resistência. Esse tipo de relação reforça a concepção de indivíduo como um mero portador de um corpo biológico e o “ato médico” como uma conjunção de forças culturais,corporativistas e mercadológicas. Assim, esse Projeto de Lei parece constituir uma estratégia para enfrentar a crise atual da hegemonia médica, representando uma regressão aos modelos mecanicista e da mono-causalidade e um desconhecimento das importantes conquistas da Saúde Coletiva.


Facing the Bill nº 25/02, from the Brazilian Senate, which had its genesis in the Federal Council of Medicine’s Resolution nº 1627/01 and the objective of conditioning the access to health services to a previous authorization of the doctor, the authors tried to know the perceptions about the medical activity. In this sense, the same authors have developed a qualitative study in the field of the worker’s health, having interviewed 8 doctors and 13 workers. The content analysis technique has demonstrated that the doctor-patient relation has been constituted by the following categories: submission, conflict and resistance. This type of relation reinforces the conception of the individual as a mere bearer of a biological body and the “medical act” as a conjunction of cultural, corporative and marketing forces. Thus, this Bill seems to constitute a strategy to confront the current crisis of the medical hegemony, representing a regression to mechanist and mono-causality models, and demonstrating unfamiliarity with the important conquests on Collective Health.


Assuntos
Humanos , Medicina , Legislação Médica , Relações Médico-Paciente , Saúde Pública
SELEÇÃO DE REFERÊNCIAS
DETALHE DA PESQUISA
...