Your browser doesn't support javascript.
loading
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 20 de 56
Filtrar
Mais filtros










Base de dados
Intervalo de ano de publicação
1.
Arq. bras. oftalmol ; 74(4): 286-288, jul.-ago. 2011. ilus
Artigo em Inglês | LILACS | ID: lil-604180

RESUMO

Familial amyloidosis of the Finnish type (FAF) is an autosomal dominant form of systemic amyloidosis showing marked geographic clustering in Finland. The disease is caused by a point mutation, 654G-A, in the gelsolin gene. The Danish-subtype of FAF has been previously described in three families, the patients present clinical findings similar to FAF, and the mutation 654G-T in the gelsolin gene. Three members from two generations of the same family, with familial amyloidosis, were screened for mutations in the GSN gene. Genomic DNA was extracted from peripheral blood lymphocytes and the polymerase chain reaction (PCR) was carried out under standard conditions, using appropriate primers. Sequence analysis showed the presence of a G to T transition at nucleotide 654 of the gelsolin gene. This is the first report of gelsolin-related familial amyloidosis in a Brazilian family, and the result is particularly significant as this pedigree presents an unusual mutation, described previously in three families, with no known Finnish ancestors (Danish type).


Amiloidose familiar do tipo finlandes (FAF) é uma forma de amiloidose sistêmica autossômica dominante com grande concentração geográfica na Finlândia. É causada por uma mutação, 654G-A, no gene gelsolin. O subtipo dinamarquês da FAF foi previamente descrito em três famílias, com achados clínicos similares mas com a mutação 654G-T no gene gelsolin. Três membros de duas gerações da mesma família, com diagnóstico de amiloidose familiar, foram submetidos a screening de mutações no gene gelsolin. O DNA genômico foi extraído de linfócitos do sangue periférico, sendo realizada reação em cadeia de polimerase (PCR) em condições padronizadas. A análise do sequenciamento revelou uma transição de G para T no nucleotidio 654 do gene gelsolin. Este é o primeiro relato de uma amiloidose familiar relacionada ao gene gelsolin em uma família brasileira, que apresenta uma forma rara de mutação, descrita previamente em três famílias, sem ancestrais finlandeses (tipo dinamarquês).


Assuntos
Adulto , Feminino , Humanos , Masculino , Pessoa de Meia-Idade , Amiloidose Familiar/genética , Distrofias Hereditárias da Córnea/genética , Gelsolina/genética , Mutação Puntual/genética , Amiloidose Familiar/diagnóstico , Distrofias Hereditárias da Córnea/diagnóstico , Análise Mutacional de DNA , Linhagem , Reação em Cadeia da Polimerase
2.
Arq. bras. oftalmol ; 74(2): 118-122, Mar.-Apr. 2011. ilus, tab
Artigo em Inglês | LILACS | ID: lil-593134

RESUMO

PURPOSE: To identify an immunohistochemical pattern of epithelial markers in granular, lattice and Avellino corneal dystrophies. METHODS: Twenty-two corneal buttons, diagnosed as lattice (17), Avellino (4) and granular (1) underwent immunohistochemical studies of cytokeratins (CKs) on pa- raffin-embedded sections (group I). Monoclonal antibodies for pan-CK (AE1/AE3) and CKs 3/12, 5/6, 8, 18 and 19 were used. Twenty-two normal corneas were used as the control (group II). RESULTS: Six lattice and 2 Avellino cases of group I stained positively with anti-CK 3/12 in corneal epithelium and areas of corneal stroma deposits. One of these cases of lattice was positive for anti-pan-CK (AE1/AE3) also in the epithelium and areas of corneal stroma deposits with a similar pattern. None of the controls (group II) revealed any staining in corneal stroma. All disease and control cases (groups I and II) revealed positive staining in corneal epithelium. CONCLUSION: AE1/AE3 and CK 3/12 anti-CK positive markers in the stromal deposits of lattice and Avellino dystrophies may suggest an epithelial genesis of the disease.


OBJETIVO: Investigar a expressão de citoqueratinas (CKs) em córneas com distrofias corneanas tipo granular, lattice e Avellino. MÉTODOS: Vinte e dois botões corneanos com diagnóstico anatomopatológico de distrofia estromal tipo lattice (17), Avellino (4) e granular (1) foram submetidos à avaliação imunohistoquímica nos tecidos inclusos em parafina (grupo I). Anticorpos monoclonais para pan-CK (AE1/AE3) e CKs de números 3/12, 5/6, 8, 18 e 19 foram utilizados. Vinte e dois botões corneanos normais foram usados como controle (grupo II). RESULTADOS: Oito casos do grupo I (seis lattice e dois Avellino) apresentaram reações imuno-histoquímicas positivas com anti-CK 3/12, tanto no epitélio como nos depósitos estromais e um destes casos (lattice) também se mostrou positivo para anti-pan-CK (AE1/AE3) com o mesmo padrão de reação. Nenhum caso do grupo II mostrou reação imuno-histoquímica positiva no estroma corneano. Na avaliação imuno-histoquímica dos grupos I e II, o epitélio apresentou uma reação positiva com o anticorpo anti-pan-CK (AE1/AE3) e com o anti-CK 3/12. CONCLUSÃO: O fato da pan-CK e CK 3/12 apresentarem uma reação positiva nos depósitos das distrofias tipo lattice e Avellino sugere uma origem epitelial desses depósitos corneanos.


Assuntos
Humanos , Córnea/metabolismo , Distrofias Hereditárias da Córnea/metabolismo , Queratinas/metabolismo , Anticorpos Monoclonais/metabolismo , Biomarcadores/metabolismo , Distrofias Hereditárias da Córnea/etiologia , Distrofias Hereditárias da Córnea/patologia , Epitélio Anterior/metabolismo , Epitélio Anterior/patologia , Imuno-Histoquímica
3.
Arq. bras. oftalmol ; 74(1): 21-23, Jan.-Feb. 2011. tab
Artigo em Inglês | LILACS | ID: lil-589933

RESUMO

PURPOSE: The purpose of this study was to assess the relative frequency of epithelial lesions of the conjunctiva in Canada. METHODS: A retrospective study of 12,102 consecutive cases received during 16 years (1993-2009) at the Henry C. Witelson Ocular Pathology Laboratory in Montreal, Canada, was performed. Demographic data was retrieved from histopathological request forms and specimens were categorized and analyzed by mean percentage. The relative frequency of epithelial lesions of the conjunctiva from a single center in Canada, representing the province of Quebec was reviewed. RESULTS: Of the 12,102 specimens reviewed, 273 were conjunctival lesions (2.25 percent), including 86 epithelial tumors (0.71 percent) of the conjunctiva that comprised the studied sample. The average age of these patients was 59.9 ± 17.6 years, and gender distribution was 66 (69 percent) males and 30 (31 percent) females. Fifteen lesions (17.4 percent) were classified as squamous cell papillomas (mean age, 57.3 ± 16.7 years). Within the ocular surface squamous neoplasia (OSSN) spectrum, there were 10 (11.6 percent) actinic keratosis (63.8 ± 17.6 years), 27 (31.3 percent) cases of conjunctival intraepithelial neoplasia (CIN) with variable degrees of atypia (mild to moderate) (63.9 ± 15.3 years), 15 (17.4 percent) carcinomas in situ (66.7 ± 18.0 years), and 17 (19.7 percent) squamous cell carcinomas (SCC) (56.2 ± 19.4 years). Two other rare cases of malignant tumors included one basal cell carcinoma and one mucoepidermoid carcinoma. CONCLUSIONS: The distribution of our sample is similar to the one reported by the American Forces Institute of Pathology (AFIP) in 1994. When we compare our sample to others coming from countries with high levels of sunlight exposure, we found a lower incidence of ocular surface squamous neoplasia, including squamous cell carcinomas in Canada.


OBJETIVO: O estudo realizado teve como objetivo fornecer a relativa frequência de cada lesão epitelial de conjuntiva no Canadá. MÉTODOS: Trata-se de estudo retrospectivo de todos os casos recebidos durante 16 anos (1993-2009) no Henry C. Witelson Ocular Pathology Laboratory, em Montreal. Dados epidemiológicos foram obtidos por meio de requerimento e laudos histopatológicos, sendo classificados e analisados pelo porcentual na amostra. A relativa frequência de lesões epiteliais da conjuntiva foram obtidas em um único centro de análises no Canadá. RESULTADOS: Entre 12.102 espécimes revisadas, 273 foram lesões conjuntivais (2,25 por cento), sendo 86 tumores epiteliais (0,71 por cento) entre a amostra estudada. A idade média das lesões neoplásicas da conjuntiva foi de 59,9 ± 17,6 anos, e a distribuição por sexo foi de 66 (69 por cento) homens e 30 (31 por cento) mulheres. Quinze lesões (17,4 por cento) foram classificadas como papilomas de células escamosas (idade média 57,3 ± 16,7 anos). No grupo das neoplasias escamosas da superfície ocular (NESO) foram encontrados 10 (11,6 por cento) casos de queratose actínica, (63,8 ± 17,6 anos), 27 (31,3 por cento) casos de neoplasia intraepitelial (NIC), com moderada atipia (63,9 ± 15,3 anos), 15 (17,4 por cento) carcinomas in situ (66,7 ± 18,0 anos), e 17 (19,7 por cento) carcinomas de células escamosas (CCE) (56,2 ± 19,4 anos). Dois outros casos menos frequentes de tumores malignos foram incluídos; um carcinoma de célula basal e outro carcinoma mucoepidermoide. CONCLUSÃO: A distribuição de nossa amostra é semelhante a encontrada no Armed Forces Institute of Pathology (AFIP) em 1994, porém quando comparamos nossa amostra com estudos realizados em países com altos níveis de exposição solar observamos menor incidência de neoplasias escamosas da superfície ocular, incluindo-se carcinomas de células escamosas.


Assuntos
Feminino , Humanos , Masculino , Pessoa de Meia-Idade , Neoplasias da Túnica Conjuntiva/epidemiologia , Distribuição por Idade , Incidência , Quebeque/epidemiologia , Estudos Retrospectivos , Distribuição por Sexo
4.
Arq. bras. oftalmol ; 73(5): 443-446, Sept.-Oct. 2010. ilus, graf, tab
Artigo em Inglês | LILACS | ID: lil-570507

RESUMO

PURPOSE: Toxoplasmosis is the most common cause of posterior infectious uveitis worldwide. It is often impossible to determine its congenital or acquired nature. Interleukin-2 (IL-2) in peripheral blood has been described as a possible marker for acquired toxoplasmosis. The purpose of this study is to evaluate the histopathological characteristics of ocular toxoplasmosis cases using CD25 as a marker for the expression of interleukin-2. METHODS: Ten formalin-fixed, paraffin-embedded enucleated globes from ten immunocompetent patients with clinical diagnosis of toxoplasmosis were evaluated. Four patients had the acquired form of ocular toxoplasmosis (positive IgM) while six were IgM negative and IgG positive for toxoplasmosis. Histopathological slides were reviewed for the extension of the retinal necrosis, number of toxo cysts, the granulomatous inflammatory reaction, the presence of T and B cells within the choroid and the IL-2 expression. Immunohistochemistry using monoclonal antibodies was performed to observe the expression of CD4, CD8, CD20, CD25, and CD68. RESULTS: The histopathological evaluation disclosed no differences between acquired and the other ocular toxoplasmosis cases regarding the characteristics studied. However, CD25 showed a higher expression of IL-2 on the 4 acquired cases of ocular toxoplasmosis compared to the remainders. CONCLUSIONS: To the best of our knowledge, this is the first report showing that the use of CD25 as a marker for interleukin-2 could differentiate acquired ocular toxoplasmosis.


OBJETIVO: Toxoplasmose é a causa mais comum de uveíte posterior no mundo. Em grande parte dos casos, não é possível determinar se a doença ocular é devida a um quadro congênito ou adquirido. Interleucina-2 (IL-2) no sangue periférico foi descrita como um possível marcador de toxoplasmose adquirida. O objetivo deste estudo foi avaliar as características de casos de toxoplasmose usando CD25 como um marcador da expressão de interleucina-2. MÉTODOS: Dez olhos enucleados fixados com formalina e embebidos em parafina de dez pacientes imunocompetentes com diagnóstico clínico de toxoplasmose ocular foram examinados. Quatro pacientes tinham a forma adquirida (IgM positivo) enquanto 6 eram IgM negativo e IgG positivo para toxoplasmose. Cortes histopatológicos foram avaliados quanto a extensão de necrose retiniana, número de cistos de T. gondii, reação granulomatosa e presença de células B e T na coróide, bem como a expressão de interleucina-2. Estudo imuno-histoquímico utilizando anticorpos monoclonais foi realizado para determinar a expressão de CD4, CD8, CD20, CD25 e CD68. RESULTADOS: A avaliação histopatológica não mostrou diferenças entre os casos de toxoplasmose ocular com relação às características avaliadas mencionadas anteriormente. Entretanto, CD25 revelou maior expressão de interleucina-2 nos 4 casos adquiridos comparado com os demais. CONCLUSÕES: Expressão elevada de CD25 foi encontrada em todos os casos de toxoplasmose ocular adquirida. Assim, o uso de CD25 como marcador da interleucina-2 pode ser uma ferramenta útil para diferenciar toxoplasmose ocular congênita de adquirida.


Assuntos
Humanos , /imunologia , /análise , Toxoplasmose Ocular/patologia , Biomarcadores/análise , Imunoglobulina G/análise , Imunoglobulina M/análise
5.
Arq. bras. oftalmol ; 72(4): 515-518, July-Aug. 2009.
Artigo em Inglês | LILACS | ID: lil-528018

RESUMO

PURPOSE: To access the reliability of fine-needle aspiration biopsy in harvesting a sufficient amount of viable melanoma cells to establish a cell culture and maintain a melanoma cell line from an animal model of uveal melanoma. METHODS: For this study, fifteen male New Zealand albino rabbits had their right eye surgically inoculated with uveal melanoma cell line 92.1. The animals were immunosupressed with cyclosporine A using a dose schedule previously published. The animals were followed for 12 weeks. Intraocular tumor growth was monitored weekly by indirect ophthalmoscopy. After the fourth week, one animal was sacrificed per week preceded by fine-needle aspiration biopsy using a sharp 25-gauge, 1-inch long needle. Two separate aspirates were made from different areas of the tumor. Each aspirate was flushed to a separate cell culture media and sent for cell culture. The cells were frozen after two weeks when there were at least 1 million cells, which is enough to maintain a cell line. Cells were defrosted for HMB-45 immuno-stains to confirm the melanoma origin. RESULTS: Cell growth was observed from the samples harvested from 11 out of the 15 animals inoculated with uveal melanoma. All cell cultures, after defrost, immunoassayed positive for HMB-45. CONCLUSION: Fine needle aspiration biopsy seems to be a reliable method to harvest cells from solid intraocular melanomas in an animal model, to establish cell culture and to maintain a melanoma cell line.


OBJETIVO: Acessar a confiança da colheita de amostra celular suficiente através da biópsia aspirativa com agulha fina para estabelescer uma cultura celular e manter uma linhagem de células de melanoma a partir de uma modelo animal de melanoma uveal. MÉTODOS: Para esse estudo, 15 coelhos albinos da Nova Zelândia foram inoculados cirurgicamente com a linhagem celular 92.1 de melanoma uveal. Os animais foram imunosuprimidos com ciclosporina A usando uma dose previamente publicada. Os animais foram acompanhados por 12 semanas. O crescimento de tumor intraocular foi monitorado semanalmente pela oftalmoscopia indireta. Após a quarta semana, um animal foi sacrificado por semana, precedido pela biópsia aspirativa com agulha fina usando uma agulha de gauge 25 e comprimento 2,5 cm. Dois aspirados separados foram realizados a partir de áreas diferentes do tumor. Cada aspirado foi descarregado em um meio de cultura individual e enviado para cultura celular. As células foram congeladas após 2 semanas de cultura ou quando haviam pelo menos 1 milhão de células, o que é suficiente para manter uma linhagem celular. As células foram descongeladas para realizar imunocitoquímica com HMB-45 e confirmar sua origem melanocítica maligna. RESULTADOS: Crescimento celular foi observado nas amostras colhidas em 11 dos 15 animais inoculados com melanoma uveal. Todas as culturas celulares, após serem descongeladas, apresentaram imunoexpressão positiva para o HMB-45. CONCLUSÃO: Biópsia aspirativa com agulha fina parece ser um método confiável para colher células de tumores oculares sólidos em um modelo animal visando estabelecer e manter essa linhagem celular de melanoma.


Assuntos
Animais , Feminino , Masculino , Coelhos , Biópsia por Agulha Fina/métodos , Linhagem Celular Tumoral , Melanoma/patologia , Neoplasias Uveais/patologia , Técnicas de Cultura de Células , Modelos Animais de Doenças
6.
Mem. Inst. Oswaldo Cruz ; 104(2): 345-350, Mar. 2009. ilus
Artigo em Inglês | LILACS | ID: lil-533526

RESUMO

Ocular toxoplasmosis is the most common cause of posterior uveitis worldwide. The infection can be acquired congenitally or postnatally and ocular lesions may present during or years after the acute infection occur. Current treatment controls ocular infection and inflammation, but does not prevent recurrences. We present a review and update on ocular toxoplasmosis and address misconceptions still found in the current medical literature.


Assuntos
Feminino , Humanos , Gravidez , Antiprotozoários/administração & dosagem , Toxoplasmose Ocular , Coriorretinite/parasitologia , Quimioterapia Combinada , Transmissão Vertical de Doença Infecciosa/prevenção & controle , Complicações Parasitárias na Gravidez/diagnóstico , Complicações Parasitárias na Gravidez/tratamento farmacológico , Recidiva , Toxoplasma/genética , Toxoplasmose Ocular/congênito , Toxoplasmose Ocular/diagnóstico , Toxoplasmose Ocular/tratamento farmacológico
7.
Arq. bras. oftalmol ; 71(2): 137-141, mar.-abr. 2008. tab
Artigo em Inglês | LILACS | ID: lil-483016

RESUMO

PURPOSE: To compare the effect of preserving sclera samples in either 95 percent ethanol or freeze-dried. METHODS: Ninety-six samples of human sclera were studied. Half of them were freeze-dried and half preserved in 95 percent ethanol. Preservation periods of 18, 45, 90 or 174 days were studied. Automated immunostaining was carried out in the Ventana BenchMarkR LT platform using collagen 1 and fibronectin antibodies. Histological staining was also performed with hematoxilin-eosin and Masson trichrome. Samples were classified according to the degree of collagen fiber parallelism (0-2), intensity of Masson staining (0-2), and the expression of both antibodies (0-3). Friedman and Wilcoxon tests were applied to compare preservation methods and p-values below 0.05 were considered to ensure statistical significance. RESULTS: Relevant results were found in three situations: (i) Friedman's test showed better collagen fiber integrity in the freeze-dried group rehydrated after 174-days as compared to the 90-day group; (ii) Wilcoxon's test showed better collagen fiber integrity in the freeze-dried group after 18 and 174 days as compared to the ethanol group; (iii) the freeze-dried group disclosed higher immunohistochemical expression for COL-1 antibody in the sclera samples rehydrated after 45, 90 and 174 days as compared to the ones rehydrated after 18 days. CONCLUSION: Histological and immunohistochemical analysis showed freeze-drying to be a superior method for sclera preservation as compared to 95 percent ethanol. This technique provides an easy method to manipulate tissue, with longer shelf life, and storage at room temperature.


OBJETIVO: Comparar dois métodos de preservação de esclera humana, liofilização e álcool 95 por cento, em diferentes períodos de tempo. MÉTODOS: Foram avaliados 96 fragmentos de seis escleras humanas. Metade das amostras foi submetida ao processo de liofilização e metade conservada em álcool 95 por cento. Dois fragmentos de cada grupo foram avaliados pelas colorações de hematoxilina-eosina e tricrômio de Masson e submetidos a técnica de imuno-histoquímica para os anticorpos fibronectina e colágeno 1, após 18, 45, 90 e 174 dias de preservação. Os espécimens foram classificados de acordo com o paralelismo (PF:0-2) e integridade (IF:0-1) das fibras de colágeno e expressão imuno-histoquímica para os anticorpos fibronectina (FIB:0-3) e colágeno 1 (COL-1:0-3). A análise estatística foi realizada por meio dos testes de Friedman e Wilcoxon e o valor de p menor que 0,05 foi considerado estatisticamente significante. RESULTADOS: Verificaram-se diferenças significantes em três situações: (i) maior integridade das fibras de colágeno das escleras liofilizadas após 174 dias quando comparado aos 90 dias; (ii) maior expressão imuno-histoquímica para o anticorpo COL-1 nas amostras de escleras liofilizadas após os 18 dias iniciais de preservação; (iii) maior integridade das fibras de colágeno das escleras liofilizadas após 18 e 174 dias quando comparado às escleras preservadas em álcool. CONCLUSÕES: A preservação de tecido escleral por liofilização mostrou-se técnica tão eficaz quanto a preservação em álcool, apresentado vantagem quando considerada a integridade das fibras de colágeno. A liofilização mostra-se benéfica por permitir a estocagem do tecido em temperatura ambiente e com prazo de validade estendido.


Assuntos
Humanos , Anti-Infecciosos Locais/química , Etanol/química , Liofilização , Esclera , Anticorpos/imunologia , Colágeno Tipo I/imunologia , Colágeno Tipo I/metabolismo , Fibronectinas/imunologia , Liofilização/métodos , Liofilização/normas , Imuno-Histoquímica , Estudos Prospectivos , Coloração e Rotulagem , Estatísticas não Paramétricas , Esclera/imunologia , Esclera/metabolismo , Fatores de Tempo
8.
Arq. bras. oftalmol ; 70(6): 1043-1045, nov.-dez. 2007. ilus
Artigo em Inglês | LILACS | ID: lil-474120

RESUMO

We report on a patient with a past medical history of successfully treated systemic large-cell non-Hodgkin's lymphoma (SNHL), who presented with multifocal yellowish retinal infiltrates (flecked retina) involving the post-equatorial retina of one eye. Fluorescein angiography revealed that the retinal infiltrates were hypofluorescent throughout the examination. The correct diagnosis of this ocular picture was important because the retinal lesions indicated central nervous system recurrence of systemic large-cell non-Hodgkin's lymphoma.


Relatamos um paciente com história patológica pregressa de linfoma não-Hodgkin sistêmico que oito meses após o tratamento apresentou quadro oftalmoscópico de múltiplos infiltrados retinianos amarelados (" flecked retina" ) envolvendo a retina pós-equatorial de um olho. A retinografia fluoresceínica revelou que os infiltrados retinianos eram hipofluorescentes durante todo o decorrer do exame. O diagnóstico correto desse quadro ocular foi importante, pois indicou recorrência do linfoma no sistema nervoso central.


Assuntos
Humanos , Masculino , Pessoa de Meia-Idade , Linfoma não Hodgkin/complicações , Melanose/etiologia , Doenças Retinianas/etiologia , Evolução Fatal , Angiofluoresceinografia , Linfoma não Hodgkin/diagnóstico , Melanose/patologia , Recidiva Local de Neoplasia , Doenças Retinianas/patologia
9.
Arq. bras. oftalmol ; 70(4): 593-598, jul.-ago. 2007. ilus, tab
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-461946

RESUMO

OBJETIVO: Avaliar a possibilidade de identificação de células malignas circulantes nas amostras de sangue periférico de pacientes brasileiros com melanoma maligno de coróide enviadas para análise no exterior. MÉTODOS: Os marcadores melan-A e tirosinase foram usados para detectar a presença de células malignas circulantes, pela transcrição reversa seguida de reação em cadeia da polimerase e análise seqüencial de DNA (RT-nested-PCR), em seis pacientes com melanoma maligno de coróide, diagnosticados no Brasil. RESULTADOS: Cinco pacientes deste grupo (83,33 por cento) foram considerados positivos. A reação de RT-nested-PCR foi positiva para melan-A em quatro (66,7 por cento) e positiva para tirosinase em quatro (66,7 por cento) dos seis pacientes testados. Três (50 por cento) pacientes foram positivos para os dois marcadores. Um (16,7 por cento) paciente foi negativo para ambos marcadores. CONCLUSÃO: A pesquisa de células malignas circulantes usando RT-nested-PCR, foi positiva na maioria dos pacientes estudados. A qualidade das amostras de sangue periférico dos pacientes brasileiros foi mantida no material preservado mesmo após ter sido enviado ao exterior.


PURPOSE: The purpose of our study was to detect circulating malignant cells (CMCs) in oversea-shipped blood samples of patients with uveal melanoma diagnosed in Brazil. METHODOS: Melan-A and tyrosinase were the two markers used for the detection of CMCs, using reverse transcriptase nested polymerase chain reaction (RT-nested-PCR) in 6 patients with uveal melanoma. The expression of beta-actin and GAPDH were used to assess the quality of the material. RESULTS: Five patients (83.33 percent) tested positive for the presence of CMCs. The RT-nested-PCR was positive for melan-A in 4 patients (66.7 percent) and positive for tyrosinase in 4 (66.7 percent) of the 6 patients. Three (50 percent) patients were positive for both markers. One (16.7 percent) patient was negative for both markers. All negative controls were negative. CONCLUSION: The quality of the blood samples shipped overseas, from patients with uveal melanoma, was preserved. The detection of CMCs using RT-nested-PCR was positive in the majority of the patients.


Assuntos
Adulto , Idoso , Feminino , Humanos , Masculino , Pessoa de Meia-Idade , Antígenos de Neoplasias/sangue , Melanoma/secundário , Monofenol Mono-Oxigenase/sangue , Células Neoplásicas Circulantes/química , Proteínas de Neoplasias/sangue , Biomarcadores Tumorais/sangue , Neoplasias Uveais/patologia , Seguimentos , Melanoma/sangue , Manejo de Espécimes , Fatores de Tempo , Neoplasias Uveais/sangue
10.
Arq. bras. oftalmol ; 70(4): 683-688, jul.-ago. 2007. tab
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-461959

RESUMO

OBJETIVO: Descrever os resultados da cirurgia de catarata pela técnica de facoemulsificação em pacientes com uveíte. MÉTODOS: Foi realizado estudo retrospectivo pela análise de prontuários de 189 pacientes (242 olhos) com uveíte que foram submetidos a cirurgia de catarata pela técnica de facoemulsificação no Setor de Uveítes e Imunologia Ocular do Royal Victoria Hospital, McGill University Health Centre, Montreal, Quebec, Canadá. Os dados foram coletados em fichas protocoladas com informações sobre sexo, idade, classificação da uveíte, descrição cirúrgica e exames pré e pós-operatórios. Os exames pré e pós-operatórios continham informações sobre a data do exame, a melhor acuidade visual corrigida, o exame biomicroscópico, a pressão intra-ocular, os procedimentos realizados e o tratamento em uso. RESULTADOS: A média de acompanhamento pós-operatório foi de 46,8 ± 31,2 meses. A média da acuidade visual pré-operatória encontrada foi de 20/100 e a média de acuidade visual pós-operatória encontrada foi de 20/40. Encontramos 145 olhos (59,5 por cento) com acuidade visual melhor ou igual a 20/40 e 26 olhos com piora da acuidade visual. A complicação per-operatória mais encontrada foi a ruptura de cápsula posterior com perda vítrea observada em 7 olhos (3 por cento do total de olhos). A recorrência da uveíte foi a complicação pós-operatória mais freqüente, sendo observada em 73 olhos (30,16 por cento). Outras complicações pós-operatórias observadas foram a atrofia iriana (28,51 por cento), hipertensão intra-ocular (28,09 por cento), membrana epirretiniana (26,44 por cento), opacidade de cápsula posterior (19 por cento), edema macular cistóide (13,63 por cento), hipotonia ocular (12,80 por cento), atrofia do disco óptico (8,67 por cento) e sinéquias posteriores (6,61 por cento). CONCLUSÕES: A cirurgia de catarata pela técnica de facoemulsificação é considerada segura e eficaz em pacientes com uveíte. Observamos um bom prognóstico visual no período...


PURPOSE: To report outcomes of cataract extraction by phacoemulsification in patients with uveitis. METHODS: We retrospectively reviewed the charts of 189 patients (242 eyes) with uveitis who underwent cataract extraction by phacoemulsification at the Uveitis and Ocular Immunology Unit of McGill University Health Centre, Montreal, Quebec, Canada. RESULTS: Average follow-up was 46 ± 31.2 months. Average preoperative visual acuity was 20/100 and average postoperative visual acuity was 20/40. Hundred and forty-six eyes (59.9 percent) attained visual acuity better than 20/40. Visual loss occurred in 26 eyes. The most common peroperative complication was posterior capsule rupture with vitreous loss seen in 7 eyes (3 percent). Recurrence of uveitis was the most common postoperative complication seen in 73 eyes (30.16 percent). Other postoperative complications included iris atrophy (28.51 percent), ocular hypertension (28.09 percent), epiretinal membrane (26.44 percent), posterior capsule opacification (19 percent), cystoid macular edema (13.63 percent), ocular hypotony (12.80 percent), optic disc atrophy (8.67 percent) and posterior synechiae (6.61 percent). CONCLUSIONS: Cataract extraction by phacoemulsification is safe in patients with uveitis. Successful visual results are observed in long-term follow-up despite the prevalence of recurrence of uveitis, posterior capsule opacification and macular abnormalities. To the best of our knowledge this is the largest series presented to date.


Assuntos
Adolescente , Adulto , Idoso , Idoso de 80 Anos ou mais , Feminino , Humanos , Masculino , Pessoa de Meia-Idade , Implante de Lente Intraocular , Facoemulsificação/efeitos adversos , Uveíte/complicações , Atrofia , Brasil , Seguimentos , Pressão Intraocular/fisiologia , Iris/patologia , Lentes Intraoculares , Cápsula do Cristalino/lesões , Hipertensão Ocular/etiologia , Recidiva , Estudos Retrospectivos , Resultado do Tratamento , Uveíte/patologia , Uveíte/cirurgia , Acuidade Visual/fisiologia
11.
Arq. bras. oftalmol ; 70(4): 698-700, jul.-ago. 2007. ilus
Artigo em Inglês | LILACS | ID: lil-461962

RESUMO

A 51-year-old black woman was referred to our Retina Clinic for evaluation of loss of vision in her left eye. She was previously diagnosed with a ruptured retinal arterial macroaneurism (RAM) in the same eye. The ophthalmoscopic examination of the affected eye disclosed a subretinal lesion with some hemorrhage and exudation in the same area previously diagnosed with ruptured RAM. Fluorescein angiography revealed a gradually hyperfluorescent net of vessels located in the subfoveal region, consistent with the diagnosis of subretinal neovascular membrane. In this paper we stress the possibility of subretinal neovascularization following a ruptured RAM, even as a rare event.


Paciente de 51 anos foi encaminhada ao Setor de Retina para avaliação de perda visual no olho esquerdo. A paciente apresentava o diagnóstico prévio de macroaneurisma arterial retiniano (MAR) rôto no referido olho. O exame oftalmológico revelou lesão sub-retiniana hemorrágica associada à exsudação na área previamente diagnosticada com MAR. A angiofluoresceinografia revelou hiperfluorescência gradual localizada na região subfoveal, consistente com o diagnóstico de membrana neovascular sub-retiniana (MNSR). Nosso artigo aponta para a possibilidade, embora rara, da formação de uma MNSR após MAR rôto.


Assuntos
Feminino , Humanos , Pessoa de Meia-Idade , Aneurisma Roto/complicações , Artéria Retiniana , Neovascularização Retiniana/etiologia , Angiofluoresceinografia , Hemorragia Retiniana/etiologia
12.
Arq. bras. oftalmol ; 70(3): 554-562, maio-jun. 2007. ilus
Artigo em Inglês | LILACS | ID: lil-459851

RESUMO

Several entities must be considered when a patient presents with a white dot syndrome. In most cases these can be distinguished from one another based on the appearance or distribution of the lesions, the clinical course, or patient variables such as age, sex, laterality, and functional and image examinations. In this paper we review the distinctive and shared features of the white dot syndromes, highlighting the clinical findings, diagnostic test results, proposed etiologies, treatment, and prognosis.


Várias doenças devem ser consideradas quando nos deparamos com paciente com uma entidade clínica incluída no grupo das "síndromes dos pontos brancos retinianos". O diagnóstico diferencial na maioria das vezes é baseado na aparência e/ou na distribuição das lesões, no curso clínico, ou por algumas variáveis relacionadas ao paciente, tais como idade, sexo, lateralidade, bem como por meio de exames funcionais e de imagem. O presente artigo revisa os achados clínicos das doenças que fazem parte do grupo das "síndromes dos pontos brancos retinianos", enfatizando as similaridades e as diferenças entre essas entidades. Os exames complementares, bem como a etiologia, o tratamento e o prognóstico de cada uma delas são descritos e comentados.


Assuntos
Humanos , Doenças da Coroide/diagnóstico , Epitélio Pigmentado Ocular/patologia , Doenças Retinianas/diagnóstico , Doença Aguda , Doenças da Coroide/terapia , Diagnóstico Diferencial , Angiofluoresceinografia , Fundo de Olho , Prognóstico , Doenças Retinianas/terapia , Síndrome
13.
Arq. bras. oftalmol ; 69(5): 741-743, set.-out. 2006. ilus
Artigo em Inglês, Português | LILACS | ID: lil-439324

RESUMO

A case of anterior internal ophthalmomyiasis is described. A 27-year-old female from Northern Brazil presenting with anterior uveitis and vitritis had a fly larva surgically removed from the anterior chamber of the left eye. The species was Cochliomyia hominivorax. The larva was covered by macrophages and foreign body giant cells characterizing a foreign body granulomatous reaction.


Um caso de oftalmomiíase interna anterior é descrito. Uma mulher de 27 anos proveniente da região Norte do Brasil com uveíte anterior e vitreíte teve uma larva de mosca cirurgicamente removida da câmara anterior do olho esquerdo. A espécie identificada foi Cochliomyia hominivorax. A larva estava coberta por macrófagos e células gigantes de corpo estranho, caracterizando uma reação granulomatosa de corpo estranho.


Assuntos
Humanos , Animais , Feminino , Adulto , Câmara Anterior/parasitologia , Infecções Oculares Parasitárias/parasitologia , Miíase/parasitologia , Dípteros , Infecções Oculares Parasitárias/patologia , Infecções Oculares Parasitárias/cirurgia , Larva , Miíase/patologia , Miíase/cirurgia
14.
Arq. bras. oftalmol ; 64(4): 351-354, jul.-ago. 2001. ilus
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-292588

RESUMO

Objetivo: Demonstrar a importância da anamnese e do exame físico geral nas afecçöes orbitárias, como orientadores do diagnóstico e do tratamento adequados. Métodos: Anamnese, exame físico geral e oftalmológico e exames complementares: radiografia de tórax, ultra-sonografia abdominal e pélvica, tomografia computadorizada de órbita; e procedimentos de biópsia punçäo aspirativa de massa orbitária, biópsia excisional de nódulo esternal e respectivos exames de citologia, histologia e imuno-histoquímico. Resultados: A ultra-sonografia pélvica demonstrou a presença de grande massa em anexo, provavelmente o foco primário. A radiografia de tórax revelou massas provavelmente metastáticas. O resultado do exame histopatológico das biópsias de massa retrobulbar e nódulo esternal foi compatível com neoplasia maligna indiferenciada. Conclusöes: Este relato ressalta a importância da anamnese e do exame físico geral nas afecçöes orbitarias, orientando o diagnóstico e o tratamento adequado, pois embora a paciente apresentasse múltiplas metástases, foram os sinais oftalmológicos que a conduziram ao médico.


Assuntos
Humanos , Feminino , Adulto , Carcinoma , Técnicas de Diagnóstico Oftalmológico , Neoplasias Orbitárias/diagnóstico , Neoplasias Primárias Desconhecidas , Biópsia por Agulha/métodos , Biomarcadores Tumorais , Tomografia Computadorizada por Raios X
15.
Rev. bras. oftalmol ; 55(12): 889-95, dez. 1996. tab
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-189638

RESUMO

Os autores fazem uma revisäo da Síndrome da Imunodeficiência Adquirida em seus aspectos gerais. Focalizam as infecçöes oportunistas, relacionando-as com a contagem dos linfócitos T circulantes, e as afecçöes malignas associadas à doença. Chamam a atençäo para a evoluçäo e os aspectos clínicos para a menor incidência de manifestaçöes oculares


Assuntos
Humanos , Adolescente , Criança , Adulto , Manifestações Oculares , Herpes Zoster Oftálmico/fisiopatologia , Infecções Oculares Fúngicas/fisiopatologia , Infecções Oculares Parasitárias/fisiopatologia , Infecções Oportunistas Relacionadas com a AIDS/fisiopatologia , Linfoma/fisiopatologia , Sarcoma de Kaposi/fisiopatologia , Síndrome de Imunodeficiência Adquirida/complicações
16.
Rev. bras. oftalmol ; 55(12): 897-903, dez. 1996. ilus
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-189639

RESUMO

Os autores relatam o caso de um paciente de 49 anos, sexo masculino, com baixa acuidade visual há 3 meses, em ambos os olhos. Apresentava ao exame ocular a rara associaçäo de drusas do nervo óptico com drusas moles e membrana neovascular coroideana macular. Säo analisados os resultados da campimetria manual e computadorizada, ecografia, angiografia fluoresceínica e videoangiografia com indocianina verde. Discute-se a associaçäo de drusas de nervo óptico com membrana neovascular sub-retiniana e as alternativas de tratamento


Assuntos
Humanos , Masculino , Adulto , Drusas do Disco Óptico , Acuidade Visual/fisiologia
17.
Arq. bras. oftalmol ; 57(6): 373-6, dez. 1994. ilus
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-148509

RESUMO

O sarcoma granulocítico de órbita é um tumor raro que ocorre com maior frequência na populaçäo pediátrica estando associado à leucemia mielóide. Neste trabalho os autores descrevem 2 casos de crianças brasileiras do sexo masculino (provavelmente os 2 primeiros casos descritos no Brasil), o tratamento e a evoluçäo dos mesmos, além de ampla revisäo bibliográfica e a terapêutica atual segundo diversos autores


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Criança , Neoplasias Orbitárias/fisiopatologia , Neoplasias Orbitárias/patologia , Sarcoma/fisiopatologia
18.
Arq. bras. oftalmol ; 57(2): 80-3, abr. 1994. ilus, tab
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-134122

RESUMO

Para avaliar a eficácia e a confiabilidade da citologia esfoliativa, para lesöes conjuntivais, foram estudadas 65 lesöes. A colheita do material foi realizada, utilizando-se a espátula de Kimura e raspando-se as lesöes, após instilaçäo de colírio anestésico. As mesmas lesöes foram, em seguida, submetidas à exerese. As lâminas do exame citológico foram coradas pela técnica de Papanicolaou, modificada por Masson. O exame histológico utilizou sempre o método da hematoxilina-eosina. Entre as 35 lesöes que apresentaram diagnóstico citológico de benignidade, 32 foram confirmadas pelo exame histológico, enquanto uma foi diagnosticada como lesäo maligna e as duas restantes, como lesöes pré-neoplásicas. Nos 10 casos de citologia indicativa de malignidade houve confirmaçäo histológica. Em 18 casos houve diagnóstico citológico de suspeita de malignidade; o exame histopatológico nesses pacientes revelou dois casos de diagnóstico benigno, nove de lesäo pré-neoplásica e sete de lesäo maligna. A sensibilidade do teste foi de 90 por cento, a especificidade de 94 por cento, o valor preditivo positivo de 93 por cento e o valor preditivo negativo de 95 por cento. O método citológico pode ser considerado um método simples, de baixo custo, eficaz e confiável como auxílio diagnóstico de lesöes tumorais da conjuntiva


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Neoplasias da Túnica Conjuntiva/diagnóstico , Técnicas Citológicas/classificação
19.
Arq. bras. oftalmol ; 55(5): 222-7, 1992. tab
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-124337

RESUMO

Foram analisados os prontuários e as córneas provenientes de 49 pacientes submetidos à ceratoplastia penetrante, com diagnóstico de distrofia, durante o período de 1982 a 1988. Destes casos, 16 pacientes (32,7%) eram do sexo masculino e 33 (67,3%) do sexo feminino. A idade média dos pacientes foi de 32 anos, variando de 7 a 76 anos. Entre as mulheres, a faixa etária compreendida entre 21 e 30 anos foi a que apresentou o maior número de casos. Em ordem decrescente as distrofias mais frequentes foram: Granular, Macular, Lattice, Fuchs, Reis-Buklers e Polimorfa Posterior


Assuntos
Humanos , Feminino , Masculino , Adulto , Distrofias Hereditárias da Córnea/epidemiologia , Brasil , Distrofias Hereditárias da Córnea/classificação
20.
Arq. bras. oftalmol ; 55(1): 13-4, 1992. ilus
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-128723

RESUMO

Paraccoccidioidomicose é um tipo de micose causada por um fungo (P. brasiliensis) de intensa ocorrência em muitos países. A infecçäo supostamente adquirida por inalaçäo, com localizaçäo inicial nos pulmöes seguida por propagaçäo hematogênica. É relatado aqui um caso de paciente com Aids com sintomas visuais, cujo exame histológico no olho descobriu uma área de inflamaçäo granulomatosa da coróide com histiócitos e linfócitos. Dentro do foco inflamatório verificou a presença de microrganismos com características de Paracoccidioides braziliensis


Assuntos
Humanos , Masculino , Adulto , Coriorretinite/diagnóstico , Paracoccidioidomicose/diagnóstico , Síndrome de Imunodeficiência Adquirida/fisiopatologia
SELEÇÃO DE REFERÊNCIAS
DETALHE DA PESQUISA