Your browser doesn't support javascript.
loading
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 12 de 12
Filtrar
Mais filtros










Intervalo de ano de publicação
1.
Mol Biol Rep ; 39(2): 1447-52, 2012 Feb.
Artigo em Inglês | MEDLINE | ID: mdl-21607619

RESUMO

Validation of parentage and horse breed registries through DNA typing relies on estimates of random match probabilities with DNA profiles generated from multiple polymorphic loci. Of the twenty-seven microsatellite loci recommended by the International Society for Animal Genetics for parentage testing in Thoroughbred horses, eleven are located on five chromosomes. An important aspect in determining combined exclusion probabilities is the ascertainment of the genetic linkage status of syntenic markers, which may affect reliable use of the product rule in estimating random match probabilities. In principle, linked markers can be in gametic phase disequilibrium (GD). We aimed at determining the extent, by frequency and strength, of GD between the HTG4 and HMS3 multiallelic loci, syntenic on chromosome 9. We typed the qualified offspring (n (1) = 27; n (2) = 14) of two Quarter Bred stallions (registered by the Brazilian Association of Quarter Horse Breeders) and 121 unrelated horses from the same breed. In the 41 informative meioses analyzed, the frequency of recombination between the HTG4 and HMS3 loci was 0.27. Consistent with genetic map distances, this recombination rate does not fit to the theoretical distribution for independently segregated markers. We estimated sign-based D' coefficients as a measure of GD, and showed that the HTG4 and HMS3 loci are in significant, yet partial and weak, disequilibrium, with two allele pairs involved (HTG4 M/HMS3 P, D'(+) = 0.6274; and HTG4 K/HMS3 P, D'(-) = -0.6096). These results warn against the inadequate inclusion of genetically linked markers in the calculation of combined power of discrimination for Thoroughbred parentage validation.


Assuntos
Alelos , Marcadores Genéticos/genética , Cavalos/genética , Linhagem , Animais , Brasil , Frequência do Gene/genética , Genótipo , Desequilíbrio de Ligação/genética , Repetições de Microssatélites/genética , Reação em Cadeia da Polimerase/veterinária , Sintenia/genética
2.
Cien Saude Colet ; 16(3): 1771-80, 2011 Mar.
Artigo em Português | MEDLINE | ID: mdl-21519667

RESUMO

General health conditions as well as quality of life must urgently be improved in developing countries. This improvement could be achieved, at least in part, by the practice of citizenship. Education exerts a special role in citizenship development. In this regard, teachers in school are of great importance, since they influence and inspire the students beyond the formal curricula. The purpose of this study was to evaluate the citizenship perception of teachers from basic and junior schools, and their opinion about their role and the school on the student citizenship development. Forty teachers from public schools in the city of Sao Paulo (SP, Brazil) were interviewed. Their opinions and speeches were analysed employing qualitative methods. It has been observed that the teachers consider the school as the place where citizenship should be developed. They know how important are their attitudes and disposition of mind on student formation. They understand "citizenship" as active participation in the society, beyond rights, duties and knowledge.


Assuntos
Atitude , Participação da Comunidade , Docentes , Promoção da Saúde , Brasil , Criança , Humanos
3.
Ciênc. Saúde Colet. (Impr.) ; 16(3): 1771-1780, mar. 2011.
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-582477

RESUMO

Vários movimentos internacionais, como o da Promoção da Saúde, têm colocado o exercício da cidadania como estratégia de melhoria das condições de vida e saúde da população de países em desenvolvimento. A educação tem papel importante no desenvolvimento deste exercício, merecendo atenção especial a escola e o professor, por estar mais próximo do aluno. Assim, o objetivo deste estudo foi conhecer as representações sociais do professor sobre cidadania, sobre o aluno ser cidadão, além de sua visão sobre o seu papel e o da escola no desenvolvimento dela. Foram entrevistados quarenta professores de escola pública da cidade de São Paulo, e seus discursos foram analisados pela metodologia do Discurso do Sujeito Coletivo (DSC). A maioria dos professores considera a escola como um espaço onde a cidadania deve ser desenvolvida e com o professor tendo grande responsabilidade nesse desenvolvimento; sabe da importância de suas atitudes e ensino na formação do aluno; reconhece o aluno como um futuro cidadão e percebe a cidadania como uma participação ativa na sociedade, além dos direitos e deveres. Os professores revelaram algumas atitudes favoráveis ao desenvolvimento do exercício da cidadania, apontando para o alcance de melhores condições de saúde e vida da população brasileira.


General health conditions as well as quality of life must urgently be improved in developing countries. This improvement could be achieved, at least in part, by the practice of citizenship. Education exerts a special role in citizenship development. In this regard, teachers in school are of great importance, since they influence and inspire the students beyond the formal curricula. The purpose of this study was to evaluate the citizenship perception of teachers from basic and junior schools, and their opinion about their role and the school on the student citizenship development. Forty teachers from public schools in the city of Sao Paulo (SP, Brazil) were interviewed. Their opinions and speeches were analysed employing qualitative methods. It has been observed that the teachers consider the school as the place where citizenship should be developed. They know how important are their attitudes and disposition of mind on student formation. They understand "citizenship" as active participation in the society, beyond rights, duties and knowledge.


Assuntos
Criança , Humanos , Atitude , Participação da Comunidade , Docentes , Promoção da Saúde , Brasil
4.
Mundo saúde (Impr.) ; 31(3): 419-425, jul.-set. 2007.
Artigo em Português | LILACS, Sec. Est. Saúde SP | ID: lil-495016

RESUMO

A saúde da população brasileira reflete os grandes problemas estruturais que o país enfrenta. Isto porque existe uma relação entre saúde e condições de vida como mostram vários autores. O presente trabalho discute esta relação e coloca o exercício da cidadania como estratégia para reverter esta situação perversa em que se encontra a população brasileira, como também é proposta pelo Processo da Promoção da Saúde. Como forma de alcançar um exercício efetivo da cidadania, considera-se essencial desenvolver um processo educativo consistente durante o período de educação formal que, além de estar voltado para profissionalização, deve atuar na formação de cidadãos. PALAVRAS-CHAVE: Saúde. Cidadania. Educação


Brazilian population health reflects the huge structural problems the country must deal with. There is a very close relationship between health and life conditions, as is pointed out by several authors. In the present work this relationship is discussed. The exercise of citizenship is described as the strategy to be used for solving this awful situation currently experienced by the Brazilian population. A Health Promotion process is also proposed. For the exercise of citizenship to be effective we consider essential to have a consistent educational process, targeted mainly to junior and high school students. This educational process should be focused not only on professional training but also at on education for citizenship. KEYWORDS: Health. Citizenship. Education


La salud de la población brasileña refleja problemas estructurales enormes que el país debe tratar. Hay una relación muy cercana entre la salud y las condiciones de vida, como es precisado por varios autores. En este trabajo se discute esta relación. El ejercicio de la ciudadanía se describe como la estrategia que se utilizará para solucionar esta situación tremenda experimentada actualmente por la población brasileña. También se propone un proceso de promoción de la salud. Para el ejercicio de la ciudadanía ser eficaz consideramos esencial haber un proceso educativo constante, apuntado principalmente a los estudiantes de la escuela primaria y secundaria. Ese proceso educativo debe enfocar no solamente el entrenamiento profesional pero también la educación para la ciudadanía. PALABRAS LLAVE: Salud. Ciudadanía. Educación


Assuntos
Saúde , Educação
5.
São Paulo; s.n; 2006. 136 p. graf.
Tese em Português | CidSaúde - Cidades saudáveis | ID: cid-52437

RESUMO

Vários movimentos internacionais, como o da promoção da Saúde , têm colocado o exercício da cidadania como estratégia de melhoria das condições da vida e saúde da população de países em desenvolvimento.A educação tem papel importante no desenvolvimento deste exercício e, entre os vários espaços onde ela ocorre, merece atenção especial a escola, pois é onde a criança passa a maior parte de seu tempo e está em contato com um grupo social organizado.Considerando que o professor tem papel de destaque por estar mais próximo do aluno e, principalmente, por influenciá-lo tanto através do ensino propriamente dito (currículo formal), como por comportamentos emitidos que não fazem parte dos planos ou programas de ensino (currículo oculto), o objetivo deste estudo foi conhecer as representações sociais do professor sobre cidadania e em relação ao aluno ser cidadão, além de sua visão sobre o seu papel e o da escola no desenvolvimento desta.Para isto, foram entrevistados 40 professores de escola pública da cidade de São Paulo e seus discursos foram analisados pela metodologia do Discurso do Sujeito Coletivo (DSC) (metodologia qualiquantitativa).Observou-se que a maioria dos professores considera a escola como um espaço onde a cidadania deve ser desenvolvida e o professor com grande responsabilidade nesse desenvolvimento; sabe da importância de suas atitudes e ensino na formação do aluno; reconhece o aluno como futuro cidadão e percebe a cidadania como uma participação ativa na sociedade, além dos direitos, deveres e conhecimentos.Os professores revelaram algumas atitudes favoráveis ao desenvolvimento do exercício da cidadania, o que, apoiando-se nas propostas da Promoção da Saúde, aponta na direção de se alcançar melhores condições de saúde e vida da população brasileira.(AU)


Assuntos
Humanos , Adulto , Promoção da Saúde , Direitos Humanos , Educação , Docentes , Socialização , Equidade , Justiça Social , Participação da Comunidade , Colaboração Intersetorial
7.
In. Brasil. Ministério da Saúde. Escolas promotoras de saúde: experiências no Brasil. Brasília, Ministério da Saúde, 2006. p.293-302. (Série promoção da saúde, n. 6).
Monografia em Português | CidSaúde - Cidades saudáveis | ID: cid-54477
8.
9.
São Paulo; s.n; 2006. 136 p. graf.
Tese em Português | LILACS | ID: lil-444770

RESUMO

Vários movimentos internacionais, como o da promoção da Saúde , têm colocado o exercício da cidadania como estratégia de melhoria das condições da vida e saúde da população de países em desenvolvimento.A educação tem papel importante no desenvolvimento deste exercício e, entre os vários espaços onde ela ocorre, merece atenção especial a escola, pois é onde a criança passa a maior parte de seu tempo e está em contato com um grupo social organizado.Considerando que o professor tem papel de destaque por estar mais próximo do aluno e, principalmente, por influenciá-lo tanto através do ensino propriamente dito (currículo formal), como por comportamentos emitidos que não fazem parte dos planos ou programas de ensino (currículo oculto), o objetivo deste estudo foi conhecer as representações sociais do professor sobre cidadania e em relação ao aluno ser cidadão, além de sua visão sobre o seu papel e o da escola no desenvolvimento desta.Para isto, foram entrevistados 40 professores de escola pública da cidade de São Paulo e seus discursos foram analisados pela metodologia do Discurso do Sujeito Coletivo (DSC) (metodologia qualiquantitativa).Observou-se que a maioria dos professores considera a escola como um espaço onde a cidadania deve ser desenvolvida e o professor com grande responsabilidade nesse desenvolvimento; sabe da importância de suas atitudes e ensino na formação do aluno; reconhece o aluno como futuro cidadão e percebe a cidadania como uma participação ativa na sociedade, além dos direitos, deveres e conhecimentos.Os professores revelaram algumas atitudes favoráveis ao desenvolvimento do exercício da cidadania, o que, apoiando-se nas propostas da Promoção da Saúde, aponta na direção de se alcançar melhores condições de saúde e vida da população brasileira.


Assuntos
Adulto , Humanos , Educação , Docentes , Promoção da Saúde , Direitos Humanos , Colaboração Intersetorial , Equidade , Participação da Comunidade , Justiça Social , Socialização
10.
Saúde Soc ; 13(1): 14-24, jan.-abr. 2004.
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-405876

RESUMO

A situação da saúde e da vida da população brasileira é preocupante. O SUS, embora tenha sido institucionalizado a partir de um conceito amplo de saúde, opera ainda com o conceito de saúde como a ausência de doença, não desenvolvendo ações que levem em conta fatores sociais, econômicos e ambientais que afetam os determinantes sociais, econômicos, culturais e políticos que interferem nas condições de vida e saúde da população. A promoção da saúde, como referencial que oferece uma forma mais ampla de pensar e agir em saúde, vem reforçar as propostas do SUS de melhoria nesse quadro, por meio da intervenção nesses fatores. Coloca, como necessária, a participação da população nos processos de decisão e na elaboração de políticas publicas, sendo que para isto é importante o empoderamento da população. Mas estas práticas ainda são pontuais e inexpressivas frente aos problemas existentes. O objetivo desse trabalho é apontar e comentar as forças que podem estar agindo no sentido contrário à inserção e ao desenvolvimento da Promoção de Saúde: o modelo biomédico, a estrutura dos relacionamentos, a estrutura dos governos, os meios de comunicação e a própria cultura medicalizada da população.


Assuntos
Colaboração Intersetorial , Promoção da Saúde , Pobreza , Participação da Comunidade , Qualidade de Vida , Comunicação , Fatores Socioeconômicos , Equidade , Política de Saúde , Sistema Único de Saúde
11.
Saúde Soc ; 13(1): 4, jan-abr, 2004.
Artigo em Português | CidSaúde - Cidades saudáveis | ID: cid-50125

RESUMO

A situação da saúde e da vida da população brasileira é preocupante. O SUS, embora tenha sido institucionalizado a partir de um conceito amplo de saúde, opera ainda com o conceito de saúde como a ausência de doença, não desenvolvendo ações que levem em conta fatores sociais, econômicos e ambientais que afetam os determinantes sociais, econômicos, culturais e políticos que interferem nas condições de vida e saúde da população. A promoção da saúde, como referencial que oferece uma forma mais ampla de pensar e agir em saúde, vem reforçar as propostas do SUS de melhoria nesse quadro, por meio da intervenção nesses fatores. Coloca, como necessária, a participação da população nos processos de decisão e na elaboração de políticas publicas, sendo que para isto é importante o empoderamento da população. Mas estas práticas ainda são pontuais e inexpressivas frente aos problemas existentes. O objetivo desse trabalho é apontar e comentar as forças que podem estar agindo no sentido contrário à inserção e ao desenvolvimento da Promoção de Saúde: o modelo biomédico, a estrutura dos relacionamentos, a estrutura dos governos, os meios de comunicação e a própria cultura medicalizada da população.(AU)


Assuntos
Colaboração Intersetorial , Promoção da Saúde , Participação da Comunidade , Qualidade de Vida , Fatores Socioeconômicos , Comunicação , Pobreza , Política de Saúde , Sistema Único de Saúde , Equidade
12.
In. Universidade de São Paulo. Faculdade de Saúde Pública. Centro de Estudos, Pesquisa e Documentação-Cidades/Municípios Saudáveis - CEPEDOC; União Internacional de Promoção e Educação em Saúde. Oficina Regional Latino Americana - UIPES/ORLA. III Conferência Regional Latino-Americana de Promoção da Saúde e Educação para a Saúde; [anais em CD-ROM]. São Paulo, USP/FSP; UIPES/ORLA, 2002. .
Monografia em Português | CidSaúde - Cidades saudáveis | ID: cid-43417
SELEÇÃO DE REFERÊNCIAS
DETALHE DA PESQUISA
...