Your browser doesn't support javascript.
loading
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 20 de 77
Filtrar
1.
Artigo em Inglês | LILACS-Express | LILACS | ID: biblio-1416011

RESUMO

Contrary to expectations that the first decades of the 21st century would experience an increase in lived time, the 2020s cast doubts on the future of old age. The Brazilian population is expected to increase until 2030, when it will reach its maximum, with a total of approximately 215 million inhabitants. A trend of population decline was already in progress and had already been documented, but the pandemic accelerated this process. This study describes a set of projections for the older Brazilian population. The projections were elaborated using the main components method, whose advantages are the possibility of separately projecting the behavior of the three demographic variables (fertility, mortality, and migrations) and obtaining results disaggregated by sex and age groups. Birth data for 2018, 2019, and 2020 suggest a 3.51 and 5.28% decrease in total births between 2018 and 2019 and 2019 and 2020, respectively. Preliminary data for 2021, which indicate the continuation of this trend between 2020­2021, show a 2.32% reduction in the number of births. The hypotheses raised for the mortality patterns, if proven to be accurate, suggest a life expectancy of 72.8 years for men and 76.2 years for women at the final period of the projection, resulting in gains of 4.6 and 2.0 years, respectively. Despite these gains, the levels obtained in 2019, pre-pandemic, would be reached by the male population only between 2035 and 2040.


Contrariando expectativas de que as primeiras décadas do século XXI seriam um tempo de expansão do tempo vivido, os anos 2020 apontam dúvidas com relação ao futuro da velhice. A população brasileira deverá crescer até 2030, quando se projeta que atingirá o seu máximo, com um total de aproximadamente 215 milhões de habitantes. Uma tendência de redução populacional já era documentada e estava em curso, mas a pandemia acelerou o seu movimento. Este artigo apresenta um conjunto de projeções para a população brasileira e idosa. Para a sua elaboração, utilizamos o método das componentes, cujas vantagens são: (a) projetar, isoladamente, o comportamento de cada uma das três variáveis demográficas ­ fecundidade, mortalidade e migrações ­ e (b) obter resultados desagregados por sexo e grupos de idade. Os dados de nascimentos para 2018, 2019 e 2020 apontam para uma diminuição deste total de 3,51% entre 2018 e 2019 e de 5,28% entre 2019 e 2020. Os dados preliminares de 2021, que apontam para uma continuação dessa tendência entre 2020 e 2021 demonstram redução de 2,32% no número de nascimentos. As hipóteses feitas para os padrões de mortalidade, se verificadas, apontam para uma expectativa de vida de 72,8 e 76,2 anos no final do período da projeção, o que resultaria em ganhos de 4,6 e 2,0 anos, para homens e mulheres, respectivamente. Apesar desses ganhos, os níveis obtidos em 2019, pré-pandemia, seriam alcançados pelos homens entre 2035 e 2040.

2.
Arq. bras. cardiol ; 117(2): 423-423, ago. 2021.
Artigo em Português | LILACS | ID: biblio-1339165
3.
Artigo em Inglês | LILACS-Express | LILACS | ID: biblio-1349328

RESUMO

OBJECTIVES: To map the number and geospatial distribution of Brazilian long-term care facilities (LTCFs) for older adults. Additionally, we sought to highlight the relationship between these findings and the number of older people in the country's 27 Federation Units, demonstrating the growth of these facilities in the last decade. METHODS: This is a descriptive observational study, using secondary data, which was performed in 3 stages: 1) searching and consolidating national and subnational data from different sources and mapping LTCFs; 2) preparing a geospatial map using Brazilian postal codes; and 3) triangulating the number of facilities and of older people in each state and all 5 Brazilian regions. RESULTS: We found 7029 LTCFs in the country, mostly in the Southeast and South regions: São Paulo, Minas Gerais and Rio Grande do Sul had the highest numbers of facilities while states in the North region represented only 1.12% of Brazilian LTCFs. Geospatial mapping highlighted that 64% of the 5 570 Brazilian municipalities did not have any LTCFs for older adults. CONCLUSIONS: We observed a large difference between Brazilian regions regarding the provision of long-term care.


OBJETIVOS: Mapeamento do número e distribuição geoespacial das Instituições de Longa Permanência para idosos (ILPI) brasileiras. Além disso, procuramos destacar a relação entre estes resultados e o número de pessoas idosas nas 27 unidades de da federação, exibindo o crescimento dessas instalações na última década. METODOLOGIA: Estudo observacional descritivo, a partir de dados secundários, realizado em 3 etapas: 1) pesquisa e consolidação de dados nacionais e subnacionais de diferentes fontes e mapeamento de ILPI; 2) elaboração de mapa geoespacial utilizando o código de endereço postal do Brasil, e 3) triangulação do número de instituições com dados sobre o número dos idosos em cada estado e nas cinco regiões brasileiras. RESULTADOS: Encontramos 7.029 ILPI no país, principalmente nas regiões Sudeste e Sul: São Paulo, Minas Gerais e Rio Grande do Sul tiveram o maior número de instalações, enquanto os estados da região Norte representavam apenas 1,12% das ILPI brasileiras. O mapeamento geoespacial destacou que 64% dos 5 570 municípios brasileiros não possuem ILPI para os idosos. CONCLUSÕES: Observamos uma grande diferença no Brasil em relação à prestação de cuidados de longa duração.

4.
Cien Saude Colet ; 25(suppl 2): 4169-4176, 2020 Oct.
Artigo em Português, Inglês | MEDLINE | ID: mdl-33027353

RESUMO

The objective of this study is to show the impact of the early death of the elderly, especially those who are financially responsible for families, on the income of other family members. It is considered to be premature, because death occurs at an age where life expectancy is positive and different from zero. The concern arises from the finding that 74.7% of the deaths recorded by Covid-19 until 8/13/2020 occurred in individuals aged 60 years or older, of which 56.4% were men. For example, at age 60 a male individual could still expect to live another 18.1 years, given the health conditions prevailing in 2018.


O objetivo deste trabalho é mostrar o impacto da morte precoce de idosos, em especial dos que são responsáveis financeiros da família, na renda desta. Considera-se como precoce, porque o óbito ocorre a uma idade onde a expectativa de vida é positiva e diferente de zero. A preocupação surge da constatação de que 74,7% das mortes registradas por Covid-19 até 13/08/2020 ocorreram em Indivíduos com 60 anos ou mais, dos quais 56,4% eram homens. Por exemplo, aos 60 anos um Indivíduo do sexo masculino ainda poderia esperar viver mais 18,1 anos, dadas as condições de saúde vigentes em 2018.


Assuntos
Infecções por Coronavirus/mortalidade , Características da Família , Renda , Mortalidade Prematura , Pneumonia Viral/mortalidade , Adulto , Betacoronavirus , Brasil/epidemiologia , COVID-19 , Feminino , Humanos , Masculino , Pessoa de Meia-Idade , Pandemias , SARS-CoV-2 , Desemprego/estatística & dados numéricos , Adulto Jovem
5.
Cad Saude Publica ; 36(3): e00162819, 2020.
Artigo em Inglês | MEDLINE | ID: mdl-32267376

RESUMO

The increasing numbers of people at very old ages pose specific policy challenges for health and social care and highlight the need to rethink established models of service provision. The main objective of this paper is to introduce the concept of "avoidable displacement from home" (ADH). The study argues that ADH builds on and adds value to existing concepts, offering a holistic, person-centered framework for integrated health and social care provision for older people. It also demonstrates that this framework can be applied across different levels, ranging from macro policymaking to organizational and individual decision-making. The paper pays attention to the Brazilian context but argues that ADH is a universally applicable concept.


Assuntos
Política de Saúde , Formulação de Políticas , Brasil , Envelhecimento Saudável
6.
Brasília; IPEA; abr. 2020. 12 p. (Nota Técnica / IPEA. Disoc, 64).
Monografia em Português | LILACS, ECOS | ID: biblio-1102385

RESUMO

O objetivo desta nota é o de sugerir algumas medidas que possam ajudar os idosos e seus cuidadores a superarem este momento de pandemia. Reconhece-se que a idade avançada traz perdas cognitivas, físicas e mentais que podem afetar o desempenho das atividades do cotidiano, requerendo cuidados de longa duração (CLDs). Essas perdas são muitas vezes resultantes de doenças crônicas não transmissíveis (DCNTs), às vezes múltiplas, o que torna esse grupo mais susceptível a infecções virais e bacterianas, especialmente em tempos de pandemias. Camarano (2017) estimou que, em média, os homens idosos com 80 anos ou mais poderiam viver 3,4 anos dependentes de cuidados mais intensivos no final de suas vidas e as mulheres idosas, 4,7 anos. A maior demanda por cuidados acontece em meio à menor oferta de cuidadores familiares, dada a fecundidade de sub-reposição, à maior participação das mulheres no mercado de trabalho, bem como às mudanças na nupcialidade e nos arranjos familiares. Além disso, as desigualdades sociais que caracterizam a sociedade brasileira afetam tanto as condições de saúde de toda a população quanto o acesso a serviços básicos. Além disso, pretende-se estimar o número de cuidadores familiares não remunerados. Para isso, esta nota foi dividida em quatro seções, além desta introdução. A segunda traça cinco cenários sobre o volume de pessoas demandantes de cuidado. A terceira seção projeta cenários para a população cuidada e "descuidada" e analisa, também, o cuidado familiar recebido por esses idosos. Finalmente, a quarta seção lista algumas sugestões do que poderia ser feito para ajudar tanto os idosos quanto seus cuidadores.


Assuntos
Idoso , Idoso de 80 Anos ou mais , Idoso , Cuidadores , Infecções por Coronavirus , Coronavirus , Pandemias
7.
Ciênc. Saúde Colet. (Impr.) ; 25(supl.2): 4169-4176, Mar. 2020. tab
Artigo em Português | LILACS, Coleciona SUS, Sec. Est. Saúde SP | ID: biblio-1133173

RESUMO

Resumo O objetivo deste trabalho é mostrar o impacto da morte precoce de idosos, em especial dos que são responsáveis financeiros da família, na renda desta. Considera-se como precoce, porque o óbito ocorre a uma idade onde a expectativa de vida é positiva e diferente de zero. A preocupação surge da constatação de que 74,7% das mortes registradas por Covid-19 até 13/08/2020 ocorreram em Indivíduos com 60 anos ou mais, dos quais 56,4% eram homens. Por exemplo, aos 60 anos um Indivíduo do sexo masculino ainda poderia esperar viver mais 18,1 anos, dadas as condições de saúde vigentes em 2018.


Abstract The objective of this study is to show the impact of the early death of the elderly, especially those who are financially responsible for families, on the income of other family members. It is considered to be premature, because death occurs at an age where life expectancy is positive and different from zero. The concern arises from the finding that 74.7% of the deaths recorded by Covid-19 until 8/13/2020 occurred in individuals aged 60 years or older, of which 56.4% were men. For example, at age 60 a male individual could still expect to live another 18.1 years, given the health conditions prevailing in 2018.


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Adulto , Adulto Jovem , Pneumonia Viral/mortalidade , Características da Família , Infecções por Coronavirus/mortalidade , Mortalidade Prematura , Renda , Desemprego/estatística & dados numéricos , Brasil/epidemiologia , Infecções por Coronavirus , Pandemias , Betacoronavirus , Pessoa de Meia-Idade
8.
Brasília; IPEA; 2020. 13 p. (Nota Técnica / IPEA. Disoc, 81).
Monografia em Português | LILACS, ECOS | ID: biblio-1139886

RESUMO

O objetivo deste trabalho é mostrar o impacto da morte precoce de idosos, em especial dos que são responsáveis financeiros por famílias, na renda dos demais familiares. Considera-se como precoce, porque o óbito ocorre em uma idade onde a expectativa de vida é positiva e diferente de zero. A preocupação surge da constatação de que 73,8% das mortes registradas por Covid-19 até 1° de julho de 2020 ocorreram em indivíduos com 60 anos ou mais, dos quais 58,0% eram homens. Por exemplo, aos 60 anos um indivíduo do sexo masculino ainda poderia esperar viver mais 18,1 anos, dadas as condições de saúde vigentes em 2018.


Assuntos
Coronavirus , Desemprego , Idoso , Infecções por Coronavirus , Morte , Pandemias , Pobreza , Renda
9.
Cad. Saúde Pública (Online) ; 36(3): e00162819, 2020. tab, graf
Artigo em Inglês | LILACS | ID: biblio-1089438

RESUMO

Abstract: The increasing numbers of people at very old ages pose specific policy challenges for health and social care and highlight the need to rethink established models of service provision. The main objective of this paper is to introduce the concept of "avoidable displacement from home" (ADH). The study argues that ADH builds on and adds value to existing concepts, offering a holistic, person-centered framework for integrated health and social care provision for older people. It also demonstrates that this framework can be applied across different levels, ranging from macro policymaking to organizational and individual decision-making. The paper pays attention to the Brazilian context but argues that ADH is a universally applicable concept.


Resumo: O número crescente de indivíduos muito idosos cria desafios específicos para as políticas de assistência social e de saúde. Os desafios incluem a necessidade de repensar os modelos assistenciais atuais. O artigo tem como objetivo principal introduzir o conceito de "deslocamento residencial evitável" (DRE). Argumentamos que o conceito de DRE elabora e contribui para os conceitos existentes, oferecendo um arcabouço holístico e centrado na pessoa para a assistência de saúde e social para os idosos. Demonstramos que esse arcabouço pode ser aplicado em diversos níveis, desde a formulação de políticas macro até as decisões organizacionais e individuais. O artigo aborda particularmente o contexto, mas sustenta que o DRE é um conceito universalmente aplicável.


Resumen: Un número creciente de personas con edad muy avanzada plantea desafíos específicos para las políticas de salud y atención social. Esto implica la necesidad de repensar los modelos establecidos de provisión de servicios. El objetivo principal de este artículo es introducir el concepto de "desplazamiento evitable del hogar" (DEH). Nosotros planteamos que el DEH se basa y añade valor a conceptos existentes, ofreciendo un marco de trabajo holístico, centrado en la persona para la provisión integrada de salud y atención social a personas mayores. Demostramos que este marco de trabajo se puede aplicar a través de diferentes niveles, que van desde la elaboración de políticas macro a la adopción de decisiones por parte de organizaciones e individuos. Este trabajo fija su atención en particular sobre el contexto brasileño, pero plantea que el DEH es un concepto aplicable universalmente.


Assuntos
Formulação de Políticas , Política de Saúde , Brasil , Envelhecimento Saudável
10.
Cien Saude Colet ; 24(9): 3183-3192, 2019 Jun 07.
Artigo em Português, Inglês | MEDLINE | ID: mdl-31508740

RESUMO

Several studies show that despite a decline in mortality and improvements to health conditions, workers have left the economic activities early. The literature associates precocious exit from the labour market to the widespread coverage of Social Security. One alternative to contain the fiscal imbalance in most countries has been to postpone the minimal age to be entitled to a pension benefit. Nevertheless, many studies suggest the existence of barriers that make it difficult for older workers to remain in economic activity. Among them are prejudices among employers.This paper aims to understand the non-participation of Brazilian men aged 50-64 in economic activities. The focus on this age group is because they would be the first group to be affected by the pension reform proposed by the Government. These are those who are neither in the labour market nor retired (neither-nor). The proportion of these men of the total number of men in this age group increased from 3.5% to 10.2% between 1984 and 2015. Very low schooling and worse health conditions compared to other men can contribute to difficulties for insertion. This suggests discrimination in relation to the older worker and the lack of public policies aimed at reinforcing the ability of these individuals to obtain a job.


Estudos mostram que, a despeito da queda das taxas de mortalidade e das melhorias nas condições de saúde, os trabalhadores têm saído mais cedo da atividade econômica. Esperar-se-ia que uma vida mais longa aumentasse os retornos aos investimentos em capital humano. A literatura associa a saída precoce do mercado de trabalho à cobertura da seguridade social. O adiamento da idade à aposentadoria é considerado uma alternativa para conter o desequilíbrio fiscal em muitos países. No entanto, estudos sugerem a existência de barreiras que inibem a permanência do trabalhador mais velho na atividade econômica. Entre elas, cita-se o preconceito por parte dos empregadores. O objetivo deste trabalho é buscar entender a não participação de homens brasileiros de 50-64 anos nas atividades econômicas, aí incluídos os que não estão aposentados (nem-nem). São o primeiro grupo a ser afetado pela reforma previdenciária proposta pelo governo. A proporção desses no total desta faixa etária aumentou de 3,5% para 10,2%, entre 1984 e 2017. Baixa escolaridade e piores condições de saúde em relação aos demais homens podem dificultar essa inserção. Isso sugere uma discriminação com relação aos trabalhadores mais velhos e a falta de políticas públicas que visem reforçar a capacidade destes indivíduos para conseguir um emprego.


Assuntos
Emprego/estatística & dados numéricos , Política Pública , Aposentadoria/estatística & dados numéricos , Etarismo/estatística & dados numéricos , Brasil , Emprego/economia , Humanos , Masculino , Pessoa de Meia-Idade , Aposentadoria/economia , Previdência Social/economia
11.
Ciênc. Saúde Colet. (Impr.) ; 24(9): 3183-3192, set. 2019. tab, graf
Artigo em Português | LILACS | ID: biblio-1019661

RESUMO

Resumo Estudos mostram que, a despeito da queda das taxas de mortalidade e das melhorias nas condições de saúde, os trabalhadores têm saído mais cedo da atividade econômica. Esperar-se-ia que uma vida mais longa aumentasse os retornos aos investimentos em capital humano. A literatura associa a saída precoce do mercado de trabalho à cobertura da seguridade social. O adiamento da idade à aposentadoria é considerado uma alternativa para conter o desequilíbrio fiscal em muitos países. No entanto, estudos sugerem a existência de barreiras que inibem a permanência do trabalhador mais velho na atividade econômica. Entre elas, cita-se o preconceito por parte dos empregadores. O objetivo deste trabalho é buscar entender a não participação de homens brasileiros de 50-64 anos nas atividades econômicas, aí incluídos os que não estão aposentados (nem-nem). São o primeiro grupo a ser afetado pela reforma previdenciária proposta pelo governo. A proporção desses no total desta faixa etária aumentou de 3,5% para 10,2%, entre 1984 e 2017. Baixa escolaridade e piores condições de saúde em relação aos demais homens podem dificultar essa inserção. Isso sugere uma discriminação com relação aos trabalhadores mais velhos e a falta de políticas públicas que visem reforçar a capacidade destes indivíduos para conseguir um emprego.


Abstract Several studies show that despite a decline in mortality and improvements to health conditions, workers have left the economic activities early. The literature associates precocious exit from the labour market to the widespread coverage of Social Security. One alternative to contain the fiscal imbalance in most countries has been to postpone the minimal age to be entitled to a pension benefit. Nevertheless, many studies suggest the existence of barriers that make it difficult for older workers to remain in economic activity. Among them are prejudices among employers.This paper aims to understand the non-participation of Brazilian men aged 50-64 in economic activities. The focus on this age group is because they would be the first group to be affected by the pension reform proposed by the Government. These are those who are neither in the labour market nor retired (neither-nor). The proportion of these men of the total number of men in this age group increased from 3.5% to 10.2% between 1984 and 2015. Very low schooling and worse health conditions compared to other men can contribute to difficulties for insertion. This suggests discrimination in relation to the older worker and the lack of public policies aimed at reinforcing the ability of these individuals to obtain a job.


Assuntos
Humanos , Masculino , Política Pública , Aposentadoria/estatística & dados numéricos , Emprego/estatística & dados numéricos , Aposentadoria/economia , Previdência Social/economia , Brasil , Emprego/economia , Etarismo/estatística & dados numéricos , Pessoa de Meia-Idade
12.
Arq Bras Cardiol ; 112(5): 649-705, 2019 06 06.
Artigo em Inglês, Português | MEDLINE | ID: mdl-31188969
13.
Arq. bras. cardiol ; 112(5): 649-705, May 2019. graf, tab
Artigo em Inglês, Português | Sec. Est. Saúde SP, SESSP-IDPCPROD, Sec. Est. Saúde SP | ID: biblio-1022925

RESUMO

Development: The Department of Geriatric Cardiology of the Brazilian Society of Cardiology (Departamento de Cardiogeriatria da Sociedade Brasileira da Cardiologia) and the Brazilian Geriatrics and Gerontology Society (Sociedade Brasileira de Geriatria e Gerontologia). (AU)


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Idoso , Idoso de 80 Anos ou mais , Sociedades Médicas , Doenças Cardiovasculares/diagnóstico , Doenças Cardiovasculares/etiologia , Doenças Cardiovasculares/terapia , Geriatria , Serviços de Saúde para Idosos , Brasil , Fatores de Risco , Causas de Morte , Guias como Assunto , Pessoa de Meia-Idade
14.
Merc. trab. (Rio J. 1996) ; 25(66): 1-14, 2019.
Artigo em Português | Coleciona SUS, ECOS | ID: biblio-1101992

RESUMO

O objetivo deste trabalho é buscar entender a não participação de homens de 50-64 anos, aqui chamados de maduros, nas atividades econômicas. O foco nesse grupo etário deve-se ao fato de este grupo ser o que primeiramente será afetado pela reforma previdenciária proposta pelo governo. Esses podem ser aposentados que não voltaram ao mercado de trabalho ou nem-nem, que não participam do mercado de trabalho e não estão aposentados. Neste trabalho, o foco será nos nem-nem. Os dados utilizados são provenientes das Pesquisas Nacionais por Amostra de Domicílios (PNADs) de 1992 a 2017. Em 2012, a metodologia desta pesquisa mudou radicalmente e dificultou a comparação temporal. A pesquisa antiga continuou até 2015 conjuntamente com a nova (PNAD Contínua). Como as condições de saúde são importantes na determinação desta participação, consideram-se, também, os dados dos suplementos sobre saúde realizados pelas PNADs de 1998, 2003 e 2008, bem como os da Pesquisa Nacional de Saúde (PNS) de 2013, também realizada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Buscando atingir os objetivos propostos, o trabalho está dividido em cinco seções, sendo a primeira esta introdução. A segunda traça um panorama da participação da população brasileira masculina de 50 a 64 anos nas atividades econômicas e a terceira detalha algumas características dos nem-nem. Utilizando-se de um modelo logístico, busca-se entender, na quarta seção, o que torna os homens nem-nem. Apresentam-se, na quinta seção, as considerações finais.


Assuntos
Aposentadoria , Mercado de Trabalho , Nível de Saúde
15.
Rev Saude Publica ; 52Suppl 2(Suppl 2): 9s, 2018 Oct 25.
Artigo em Inglês, Português | MEDLINE | ID: mdl-30379293

RESUMO

OBJECTIVE: To investigate the prevalence of demand and provision of care for the Brazilian population with functional disabilities in activities of daily living. METHODS: This is a quantitative and descriptive study using baseline data from ELSI-Brazil (Brazilian Longitudinal Study of Aging), a cohort study with a representative sample of the Brazilian population aged 50 years or older (n = 9,412). We considered the demand for care from the self-report of having some difficulty to perform at least one activity of daily life (eating, bathing, going to the toilet, dressing, moving in a room [ambulation], and transferring from chair [transfer]). Care supply was measured by having some help to perform the activity of daily living. RESULTS: Approximately a quarter of the individuals evaluated (23.2%) reported difficulty in at least one activity of daily living, especially regarding transfer and dressing. Age, schooling, and number of chronic diseases were significantly associated with the difficulty in activities of daily living. Among those who reported difficulty, 35.1% received help of others and 11.8% did not receive (lack of care). The activities with greater lack of care were bathing (13.3%) and transfer (11.7%), which reveals an undignified survival condition. Care remains a family (94.1%) and female (72.1%) issue; despite the important changes that have taken place in society, there is still a lack of care policies. Of the total caregivers, 25.8% reported stopping working or studying to perform this role and only 9.2% were paid (hired ones or family members). CONCLUSIONS: The ELSI-Brazil results reveal the expressive care demand of the Brazilian population aged 50 years or older with functional disabilities on activities of daily living and the lack of care policies aimed at this public.


Assuntos
Atividades Cotidianas , Cuidadores/estatística & dados numéricos , Idoso , Idoso de 80 Anos ou mais , Brasil , Pessoas com Deficiência , Feminino , Humanos , Estudos Longitudinais , Masculino , Pessoa de Meia-Idade , Prevalência , Fatores Socioeconômicos
16.
Merc. trab. (Rio J. 1996) ; 24(64): 53-61, 2018.
Artigo em Português | Coleciona SUS, ECOS | ID: biblio-1014833

RESUMO

Esta nota traz uma análise exploratória sobre a situação dos homens brasileiros de 50 a 59 anos que não trabalhavam nem procuravam trabalho e que nem eram aposentados nem pensionistas em 2016, com base nos dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (Pnad Contínua/IBGE). Como esta fonte não traz informações sobre condições de saúde, uma breve avaliação destas é feita com base na Pesquisa Nacional de Saúde (PNS) de 2013, muito embora se reconheça que estas fontes não são comparáveis. Para medir não trabalhar e não procurar trabalho, utilizou-se o conceito de população economicamente ativa (PEA). Entre os não aposentados, incluiu-se, também, pessoas que não recebiam pensão por morte.


Assuntos
Diagnóstico da Situação de Saúde , Distribuição por Sexo , Homens , Inquéritos Epidemiológicos , Mercado de Trabalho , Nível de Saúde , Relações Interpessoais , Saúde do Homem
17.
Rev. saúde pública (Online) ; 52(supl.2): 9s, 2018. tab, graf
Artigo em Inglês | LILACS | ID: biblio-979041

RESUMO

ABSTRACT OBJECTIVE To investigate the prevalence of demand and provision of care for the Brazilian population with functional disabilities in activities of daily living. METHODS This is a quantitative and descriptive study using baseline data from ELSI-Brazil (Brazilian Longitudinal Study of Aging), a cohort study with a representative sample of the Brazilian population aged 50 years or older (n = 9,412). We considered the demand for care from the self-report of having some difficulty to perform at least one activity of daily life (eating, bathing, going to the toilet, dressing, moving in a room [ambulation], and transferring from chair [transfer]). Care supply was measured by having some help to perform the activity of daily living. RESULTS Approximately a quarter of the individuals evaluated (23.2%) reported difficulty in at least one activity of daily living, especially regarding transfer and dressing. Age, schooling, and number of chronic diseases were significantly associated with the difficulty in activities of daily living. Among those who reported difficulty, 35.1% received help of others and 11.8% did not receive (lack of care). The activities with greater lack of care were bathing (13.3%) and transfer (11.7%), which reveals an undignified survival condition. Care remains a family (94.1%) and female (72.1%) issue; despite the important changes that have taken place in society, there is still a lack of care policies. Of the total caregivers, 25.8% reported stopping working or studying to perform this role and only 9.2% were paid (hired ones or family members). CONCLUSIONS The ELSI-Brazil results reveal the expressive care demand of the Brazilian population aged 50 years or older with functional disabilities on activities of daily living and the lack of care policies aimed at this public.


RESUMO OBJETIVO Investigar as prevalências da demanda e da oferta de cuidados à população brasileira com limitações funcionais em atividades básicas da vida diária. MÉTODOS Estudo quantitativo e descritivo, que utiliza dados da linha de base do ELSI-Brasil (Estudo Longitudinal de Saúde do Idoso), estudo de coorte com amostra representativa da população brasileira de pessoas a partir de 50 anos (n = 9.412). Considera-se a demanda de cuidados a partir do autorrelato de ter alguma dificuldade para o desempenho de pelo menos uma atividade básica da vida diária (comer, tomar banho, ir ao banheiro, vestir-se, locomover-se em um cômodo e transferir-se da cadeira). A oferta de cuidado foi medida por ter alguma ajuda para realizar a atividade básica da vida diária. RESULTADOS Cerca de um quarto dos indivíduos avaliados (23,2%) relatou dificuldade em pelo menos uma atividade básica da vida diária, sobretudo quanto à transferência e vestimenta. A idade, a escolaridade e o número de doenças crônicas associaram-se de forma significativa com a dificuldade nas atividades básicas da vida diária. Entre os que referiam dificuldade, 35,1% contavam com a ajuda de outrem e 11,8% não recebiam nenhuma ajuda (insuficiência de cuidado). As atividades com maior insuficiência de cuidado foram: tomar banho (13,3%) e transferir-se (11,7%), o que revela uma condição indigna de sobrevivência. O cuidado continua sendo uma questão familiar (94,1%) e feminina (72,1%); apesar das importantes mudanças ocorridas na sociedade, ainda há insuficiência de políticas de cuidado voltadas para essa área. Dos cuidadores, 25,8% referiram parar de trabalhar ou estudar para exercer essa função; e apenas 9,2% eram remunerados (contratados ou familiares). CONCLUSÕES Os resultados do ELSI-Brasil revelam a expressiva demanda de cuidados pela população brasileira a partir de 50 anos com limitações funcionais em atividades básicas de vida diária e a insuficiência de políticas de cuidados voltadas a esse público.


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Pessoa de Meia-Idade , Idoso , Idoso de 80 Anos ou mais , Atividades Cotidianas , Cuidadores/estatística & dados numéricos , Fatores Socioeconômicos , Brasil , Prevalência , Estudos Longitudinais , Pessoas com Deficiência
18.
Cien Saude Colet ; 20(9): 2757-64, 2015 Sep.
Artigo em Inglês, Português | MEDLINE | ID: mdl-26331507

RESUMO

Reduced participation of the male population in economic activities is the result of their later entry and earlier leave from the labor market. This earlier exit is not only associated to "early" retirement. Between 1993 and 2013, there was an increase in the number of men aged 50-59 who were not working, not looking for a job, and were not retired (NER) . The literature stresses that work is the most important social event of a man's life, and the traditional gender contract establishes the breadwinner role for men and the caregiver one for women. This growth suggests changes in gender relations since a decrease was observed in the proportion of male household heads, and an increase in that of male spouses, and of those living with their parents. This may be a consequence of their difficulties in participating in the labor market, also given their low education level; therefore, requiring greater participation from women. This trend is contradictory with the new demographic regime. A later leave from economic activities is an important requirement to minimize the challenges brought about by the reducing workforce and aging population.


Assuntos
Envelhecimento , Identidade de Gênero , Aposentadoria , Atividades Cotidianas , Demografia , Emprego , Características da Família , Feminino , Humanos , Masculino , Pessoa de Meia-Idade , Pais , Fatores Socioeconômicos
19.
Ciênc. Saúde Colet. (Impr.) ; 20(9): 2757-2764, Set. 2015. tab, ilus
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-757531

RESUMO

ResumoA redução da participação da população masculina nas atividades econômicas é resultado de sua entrada mais tarde e saída mais cedo do mercado de trabalho. Esta saída não está associada apenas à aposentadoria “precoce”. Entre 1993 e 2013, observou-se um crescimento no número de homens de 50 a 59 anos que não trabalhavam, não procuravam trabalho e não eram aposentados e nem pensionistas (nem nem). A literatura aponta que o trabalho é o evento social mais importante da vida dos homens e os contratos tradicionais de gênero estabelecem os papéis de provedor para eles e o de cuidadora para as mulheres. Esse crescimento sugere mudanças nas relações de gênero, pois se observou uma diminuição na proporção de homens chefes de família e um aumento na de cônjuges bem como de homens morando com os pais. Isto pode ser reflexo das dificuldades experimentadas por eles na inserção no mercado de trabalho, dada, também, a sua baixa escolaridade. Isto requer uma maior participação das mulheres. Essa tendência é contraditória com o novo regime demográfico. A saída tardia das atividades econômicas é um requisito importante para minimizar os desafios trazidos pela redução da força de trabalho e pelo envelhecimento populacional.


AbstractReduced participation of the male population in economic activities is the result of their later entry and earlier leave from the labor market. This earlier exit is not only associated to “early” retirement. Between 1993 and 2013, there was an increase in the number of men aged 50-59 who were not working, not looking for a job, and were not retired (NER) . The literature stresses that work is the most important social event of a man's life, and the traditional gender contract establishes the breadwinner role for men and the caregiver one for women. This growth suggests changes in gender relations since a decrease was observed in the proportion of male household heads, and an increase in that of male spouses, and of those living with their parents. This may be a consequence of their difficulties in participating in the labor market, also given their low education level; therefore, requiring greater participation from women. This trend is contradictory with the new demographic regime. A later leave from economic activities is an important requirement to minimize the challenges brought about by the reducing workforce and aging population.


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Pessoa de Meia-Idade , Aposentadoria , Envelhecimento , Identidade de Gênero , Pais , Fatores Socioeconômicos , Atividades Cotidianas , Demografia , Características da Família , Emprego
20.
Rev. bras. estud. popul ; 32(1): 101-120, Jan-Apr/2015. tab, graf
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-754008

RESUMO

No Brasil, estudantes, crianças de até quatro anos de idade e idosos com 65 anos ou mais têm direito a descontos parciais ou totais em viagens urbanas nos sistemas de transporte público. Esses descontos não são cobertos por fundos públicos, mas sim por subsídio cruzado cobrado dos demais usuários que pagam a tarifa cheia. Neste estudo, são estimados os efeitos do envelhecimento populacional sobre o preço das passagens do transporte público nas próximas quatro décadas na Região Metropolitana de São de Paulo (RMSP), a maior região metropolitana do país. As análises são baseadas nos dados da Pesquisa Origem-Destino, realizada em 2007 na RMSP, e nas projeções demográficas elaboradas pelo IBGE e pela Fundação Seade para 2020, 2030 e 2050. Considerando os diferentes períodos de projeção populacional, adaptou-se a técnica de padronização direta para simular as mudanças esperadas na composição das viagens do sistema de transporte, em termos de passageiros pagantes e não pagantes. Os resultados indicam que, no curto prazo (2020), o envelhecimento populacional estimado para ocorrer na RMSP teria efeito modesto sobre o número total e a composição etária das viagens realizadas no transporte público da região. No médio e longo prazos, contudo, o crescimento previsto na proporção de passageiros com gratuidades poderia ocasionar aumento no sobrepreço da tarifa, com elevação de seu valor em cerca de 10% e de 20%, caso seja mantido o mecanismo de subsídios cruzados...


In Brazil, students, children under four years of age and people aged 65 and over are entitled to partial or full concessions on urban travel in public transport systems. These discounts are not covered by public funding, but rather via cross-subsidization charged to the other service users who pay the full fare. In this study, the effects of population aging on public transport fares for the next four decades in the metropolitan region of São Paulo (MRSP), the largest metropolitan area in Brazil, are estimated. The analyses in this paper are based on data from the Pesquisa Origem-Destino (Origin-Destination Survey), carried out in 2007 in the MRSP, and on official population projections developed by IBGE (the Brazilian Institute of Geography and Statistics) and Fundação Seade (the Seade Foundation) for the years 2020, 2030 and 2050. Considering the different periods of population projection, the technique of direct standardization to simulate expected changes in the composition of public transport trips was utilized, in terms of paying and non-paying passengers. The results indicate that, in the short term (2020), population aging expected to occur in the MRSP should have a modest effect on the total number and age composition of public transport trips in the region. However, if the current cross-subsidization mechanism is maintained, the expected growth in the percentage of non-paying passengers could result in an increase in fares by about 10% and 20% in the medium and long terms...


En Brasil, los estudiantes, los niños menores de 4 años y las personas de 65 años o más tienen derecho a descuentos parciales o totales en los viajes urbanos en los sistemas de transporte público. Estos descuentos no son cubiertos por fondos públicos, sino por un subsidio cruzado cobrado a los demás usuarios de los servicios que pagan la tarifa completa. En este estudio, se estiman los efectos del envejecimiento de la población sobre el precio de los pasajes del transporte público en las próximas cuatro décadas en la Región Metropolitana de São Paulo (RMSP), la mayor región metropolitana del país. Los análisis se basan en los datos de la Encuesta de Origen-Destino realizada en 2007 en la RMSP y en las proyecciones demográficas elaboradas por el IBGE y por la Fundación SEADE para 2020, 2030 y 2050. Teniendo en cuenta los diferentes escenarios de proyección de la población, se utiliza la técnica de estandarización directa para simular los cambios esperados en la composición de los viajes del sistema de transporte en términos de pasajeros que pagan y que no lo hacen. Los resultados indican que, en el corto plazo (2020), el envejecimiento de la población estimado en la RMSP tendría un efecto modesto sobre el número total y la composición por edades de los viajes realizados en el transporte público de la región. En el mediano y el largo plazo, sin embargo, el aumento previsto de la proporción de pasajeros con el beneficio de la gratuidad podría causar un incremento del sobreprecio de la tarifa, con una elevación de su valor de entre el 10% y el 20%, en caso de mantenerse el mecanismo de subsidio cruzado...


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Criança , Adolescente , Adulto , Pessoa de Meia-Idade , Idoso de 80 Anos ou mais , Dinâmica Populacional , Demografia , Previsões Demográficas , Meios de Transporte/economia , Distribuição por Idade , Brasil , Regulamentação Governamental
SELEÇÃO DE REFERÊNCIAS
DETALHE DA PESQUISA
...