Your browser doesn't support javascript.
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 1 de 1
Filtrar
Mais filtros










Base de dados
Intervalo de ano de publicação
1.
Biosci. j. (Online) ; 31(2): 657-662, mar./abr. 2015.
Artigo em Inglês | LILACS | ID: biblio-964123

RESUMO

Congenital tooth agenesis and tooth loss due to dental traumatism are some of the most common causes leading to rehabilitation of young patients with dental implants. The success of treating congenitally missing teeth with implant-supported prosthesis is no more guided only by osseointegration criteria. Nowadays the successful rehabilitation of these cases involves the adequate installation of dental implants with suitable prosthetic contour, color, and emergence profile closer to that found in natural dentition. Several treatment options are available for restoring patients with congenitally missing teeth such as maxillary lateral incisors. Fixed prosthodontics and orthodontics managements are considered acceptable treatment protocols. However, the gold standard rehabilitation of congenitally missing maxillary incisors is performed with implant-based prosthesis since no tooth wear neither extensive tooth movements are necessary. The present paper reports the treatment of a young adult woman with congenitally missing maxillary lateral incisors who underwent orthodontic treatment for improvement of teeth alignment and occlusal balance previous to dental implant surgery. This treatment also allowed appropriate space for the future lateral incisors crowns. Then, Morse-type conical implants were positioned and prosthetic abutments installed. Ceramic laminates were planned on central incisors in order to improve anterior aesthetics. All-ceramic crowns and laminates were made using lithium dissilicate-based ceramic (e-Max Press). The multidisciplinary association of orthodontic, implant and prosthetic techniques resulted in successful functional and aesthetic rehabilitation of the case, which was maintained after 1 year follow up.


Agenesias e perdas dentárias devido a traumatismos estão entre as principais causas de reabilitações de pacientes jovens com implantes dentários. O sucesso do tratamento de agenesias com implantes osseointegrados não se limita mais à osseointegração exclusivamente. Atualmente, o sucesso da reabilitação destes casos envolve a correta instalação de implantes que favoreçam a confecção de uma prótese com cor, forma e perfil de emergência o mais semelhante possível aos dentes naturais. Os cirurgiões-dentistas têm várias opções para tratar casos de agenesias como as de incisivos laterais superiores. Próteses fixas convencionais e movimentação ortodôntica são considerados protocolos de tratamento aceitáveis. Entretanto, agenesias de incisivos laterais superiores são reabilitadas satisfatoriamente com próteses sobre implantes uma vez que extensas movimentações ou desgastes dentários são necessários. O presente caso relata o tratamento de uma paciente jovem com agenesia dos incisivos laterais que havia feito tratamento ortodôntico para correção do posicionamento dentário e equilíbrio dental antes de se submeter à cirurgia para instalação de implantes. O tratamento ortodôntico também favoreceu a obtenção de espaço apropriado para instalação das coroas dos incisivos laterais. Posteriormente, implantes cônicos com plataforma protética tipo cone morse foram instalados e pilares selecionados. Laminados cerâmicos foram planejados para os incisivos centrais com objetivo de se promover um resultado final mais harmônico e estético. As coroas em cerâmica pura e laminados foram confeccionados com cerâmica a base de dissilicato de lítio (e.Max Press). A associação multidisciplinar entre tratamento ortodôntico, implantes e próteses sobre implantes resultou no sucesso funcional e estético da reabilitação do presente caso com acompanhamento clínico de uma ano.


Assuntos
Implantes Dentários , Osseointegração , Perda de Dente , Facetas Dentárias , Estética Dentária , Anodontia
SELEÇÃO DE REFERÊNCIAS
DETALHE DA PESQUISA