Your browser doesn't support javascript.
loading
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 1 de 1
Filtrar
Mais filtros










Intervalo de ano de publicação
1.
Rev. eletrônica enferm ; 15(2): 422-429, abr.-jun. 2013.
Artigo em Português | LILACS, BDENF - Enfermagem | ID: lil-717927

RESUMO

Objetivou-se com este estudo analisar as ações de saúde desenvolvidas por equipes de saúde da família em um município do sudeste goiano à luz da integralidade. Trata-se de pesquisa exploratória descritiva de abordagem qualitativa. A coleta de dados foi realizada por meio de entrevistas e, após uma análise de conteúdo, elegeram-se três categorias temáticas: Ações dos trabalhadores e articulação entre elas; A ESF não funciona como Estratégia Saúde da Família; Atualização das equipes de saúde da família. Os resultados demonstram a fragmentação das ações e desarticulação entre os trabalhadores, o que dificulta a integralidade. Concluiu-se, assim, que existe uma necessidade de investimentos na educação permanente em saúde, no fortalecimento do controle social, na avaliação participativa no SUS e no aprimoramento de tecnologias de gestão e cuidado.


The objective of this study was to analyze the health activities developed by the family health team (FHT) in a municipality in Southeast Goiás under the light of comprehensiveness. This exploratory descriptive study was performed using a qualitative approach. Data collection was performed by means of interviews and then submitted to content analysis. Three thematic categories were elected: Workers' activities and the connection between them; the FHT does not work as a Family Health Strategy; and An update of family health teams. Results demonstrate a fragmentation of the activities and a lack of connection between workers, which makes comprehensiveness more difficult. In conclusion, there is a need to make permanent investments in health, strengthen social control, perform participative evaluations in the national health system (SUS) and improve management and health care technologies.


Se objetivó con este estudio analizar las acciones de salud desarrolladas por equipos de salud de la familia en un municipio del sudeste de Goiânia según la óptica de la integralidad. Se trata de una investigación exploratoria, descriptiva, de abordaje cualitativo. La recolección de datos se realizó mediante entrevistas y, luego de un análisis de contenido, se eligieron tres categorías temáticas: Acciones de los trabajadores y articulación entre ellas; La ESF no funciona como Estrategia Salud de la Familia; y Actualización de los equipos de salud de la familia. Los resultados demuestran la fragmentación de las acciones y la falta de articulación entre los trabajadores, lo cual dificulta la integralidad. Se concluye en que existe necesidad de inversiones en capacitación permanente en salud, además de fortalecimiento del control social, evaluación participativa en el SUS y mejoramiento de tecnologías de gestión y cuidado.


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Adulto , Assistência à Saúde , Estratégia Saúde da Família , Enfermagem em Saúde Pública , Pesquisa Qualitativa
SELEÇÃO DE REFERÊNCIAS
DETALHE DA PESQUISA