Your browser doesn't support javascript.
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 20 de 122
Filtrar
1.
Cad. saúde pública ; 29(6): 1149-1160, 2013.
Artigo em Português | Sec. Est. Saúde SP, SESSP-ISPROD, Sec. Est. Saúde SP, SESSP-ISACERVO | ID: ses-30301

RESUMO

O objetivo do estudo foi comparar estimativas da prevalência de indicadores de saúde para adultos residentes em Campinas, São Paulo, Brasil, utilizando dados de inquéritos domiciliares realizados em diferentes períodos de tempo (ISA-SP 2001/2002 e ISA-Camp 2008/2009), com amostras de 941 e 2.637 indivíduos de 18 anos e mais, respectivamente...(AU)


Assuntos
Humanos , Inquéritos Epidemiológicos , Indicadores Básicos de Saúde , Demografia , Adulto , Planejamento em Saúde
2.
Cad. saúde pública ; 28(3): 583-595, 2012.
Artigo em Português | Sec. Est. Saúde SP, SESSP-ISPROD, Sec. Est. Saúde SP, SESSP-ISACERVO | ID: ses-30325

RESUMO

O objetivo deste trabalho foi determinar a prevalência do hábito de fumar e os fatores associados em idosos. Estudo transversal de base populacional, com amostragem em múltiplos estágios, que envolveu 1.954 idosos com 60 anos ou mais, residentes em quatro áreas do Estado de São Paulo, Brasil...(AU)


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Idoso , Tabagismo/mortalidade , Idoso , Inquéritos de Morbidade , Promoção da Saúde , Estudos Transversais
3.
Rev. saúde pública ; 45(6): 1099-1109, 2011.
Artigo em Português | Sec. Est. Saúde SP, SESSP-ISPROD, Sec. Est. Saúde SP, SESSP-ISACERVO | ID: ses-30326

RESUMO

Identificar vantagens e desvantagens do uso de segmentos em relação ao sorteio feito a partir da lista completa de endereços, para o sorteio de domicilios em amostragem por conglomerados em múltiplos setágios em favelas...(AU)


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Coleta de Dados/estatística & dados numéricos , Amostragem , Amostragem por Conglomerados , Estatística como Assunto , Áreas de Pobreza
5.
Cad. saúde pública ; 27(6): 1233-1243, 2011.
Artigo em Português | Sec. Est. Saúde SP, SESSP-ISPROD, Sec. Est. Saúde SP, SESSP-ISACERVO | ID: ses-30346

RESUMO

Este estudo analisa os fatores associados à prevalência de diabetes segundo as variáveis demográficas socioeconômicas, condição de saúde e estilo de vida, o uso dos serviços de saúde e medidas e práticas de controle entre 872 idosos residentes na cidade de São Paulo, Brasil...(AU)


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Idoso , Diabetes Mellitus , Saúde do Idoso , Serviços de Saúde , Estilo de Vida , Políticas Públicas de Saúde
6.
Cad. saúde pública ; 27(2): 347-356, 2011.
Artigo em Português | Sec. Est. Saúde SP, SESSP-ISPROD, Sec. Est. Saúde SP, SESSP-ISACERVO | ID: ses-30348

RESUMO

O objetivo deste estudo foi analisar a prevalência da realização dos exames de rastreamento para o câncer de próstata em homens com 50 anos ou mais de idade, segundo variáveis socioeconômicas, demográficas, de comportamentos relacionados à saúde e presença de morbidade...(AU)


Assuntos
Humanos , Masculino , Adulto , Saúde do Homem , Programas de Rastreamento , Neoplasias da Próstata , Morbidade
7.
Cad. saúde pública ; 27(7): 1292-1300, 2011.
Artigo em Português | Sec. Est. Saúde SP, SESSP-ISPROD, Sec. Est. Saúde SP, SESSP-ISACERVO | ID: ses-30349

RESUMO

O envelhecimento envolve alterações na saúde geral do individuo que podem resultar em comprometimento de funções fisiológicas imunológicas e sensoriais como é o caso da audição...(AU)


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Idoso , Dinâmica Populacional , Envelhecimento , Saúde do Idoso , Perda Auditiva
8.
Rev. bras. epidemiol ; 13(3): 387-399, 2010.
Artigo em Português | Sec. Est. Saúde SP, SESSP-ISPROD, Sec. Est. Saúde SP, SESSP-ISACERVO | ID: ses-30355

RESUMO

Objetivo: Analisar prevalências de inatividade física e fatores associados, e exercícios e esportes praticados segundo escolaridade em 2.050 adultos de 18 a 59 anos de idade - Estado de São Paulo, Brasil...(AU)


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Adulto , Atividade Motora , Fatores de Risco , Inquéritos Epidemiológicos , Estudos Transversais , Atividades de Lazer
9.
Cad. saúde pública ; 26(1): 175-184, 2010.
Artigo em Português | Sec. Est. Saúde SP, SESSP-ISPROD, Sec. Est. Saúde SP, SESSP-ISACERVO | ID: ses-30363

RESUMO

O objetivo do estudo foi avaliar a prevalência de diabetes auto-referido em idosos, identificando fatores associados, conhecimento e práticas quanto às opções de tratamento...(AU)


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Idoso , Diabetes Mellitus/prevenção & controle , Saúde do Idoso , Doença Crônica , Exercício Físico , Estudos Transversais
10.
Cad. saúde pública ; 25(5): 1123-1131, 2009.
Artigo em Português | Sec. Est. Saúde SP, SESSP-ISPROD, Sec. Est. Saúde SP, SESSP-ISACERVO | ID: ses-30375

RESUMO

Objetivou-se verificar a prevalência de deficiência auditiva referida pela população urbana de quatro localidades do Estado de São Paulo, Brasil, e estudar as causas atribuídas e variáveis sócio-demográficas...(AU)


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Perda Auditiva/congênito , Inquéritos de Morbidade , População Urbana , Políticas Públicas de Saúde
11.
Perspectives in Rehabilitation ; 32(19): 1612-1615, 2010.
Artigo em Inglês | Sec. Est. Saúde SP, SESSP-ISPROD, Sec. Est. Saúde SP, SESSP-ISACERVO | ID: ses-31742

RESUMO

Objectives: To investigate health self-assessment and to estimate the prevalence of chronic diseases and recent illnesses in people with and without physical disabilities (PD) in the state of São Paulo, southeastern Brazil...(AU)


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Pessoas com Deficiência , Doença Crônica , Inquéritos Epidemiológicos , Origem Étnica e Saúde
12.
Perspectives in Rehabilitation ; 32(19): 1612-1615, 2010.
Artigo em Inglês | Sec. Est. Saúde SP, SESSP-ISPROD, Sec. Est. Saúde SP, SESSP-ISACERVO | ID: biblio-1065283

RESUMO

Objectives: To investigate health self-assessment and to estimate the prevalence of chronic diseases and recent illnesses in people with and without physical disabilities (PD) in the state of São Paulo, southeastern Brazil...


Assuntos
Masculino , Feminino , Humanos , Doença Crônica , Inquéritos Epidemiológicos , Pessoas com Deficiência , Origem Étnica e Saúde
14.
Cad Saude Publica ; 29(11): 2275-86, 2013 Nov.
Artigo em Inglês | MEDLINE | ID: mdl-24233042

RESUMO

The aim of this study was to analyze the prevalence of hypertension and control practices among the elderly. The survey analyzed data from 872 elderly people in São Paulo, Brazil, through a cluster sampling, stratified according to education and income. A Poisson multiple regression model checked for the existence of factors associated with hypertension. The prevalence of self-reported hypertension among the elderly was 46.9%. Variables associated with hypertension were self-rated health, alcohol consumption, gender, and hospitalization in the last year, regardless of age. The three most common measures taken to control hypertension, but only rarely, are oral medication, routine salt-free diet and physical activity. Lifestyle and socioeconomic status did not affect the practice of control, but knowledge about the importance of physical activity was higher among those older people with higher education and greater income. The research suggests that health policies that focus on primary care to encourage lifestyle changes among the elderly are necessary.


Assuntos
Hipertensão/epidemiologia , Idoso , Idoso de 80 Anos ou mais , Brasil/epidemiologia , Estudos Transversais , Feminino , Humanos , Hipertensão/prevenção & controle , Estilo de Vida , Masculino , Pessoa de Meia-Idade , Prevalência , Fatores de Risco , Fatores Socioeconômicos
15.
Cad. saúde pública ; 29(11): 2275-2286, Nov. 2013. graf, tab
Artigo em Inglês | LILACS | ID: lil-690762

RESUMO

The aim of this study was to analyze the prevalence of hypertension and control practices among the elderly. The survey analyzed data from 872 elderly people in São Paulo, Brazil, through a cluster sampling, stratified according to education and income. A Poisson multiple regression model checked for the existence of factors associated with hypertension. The prevalence of self-reported hypertension among the elderly was 46.9%. Variables associated with hypertension were self-rated health, alcohol consumption, gender, and hospitalization in the last year, regardless of age. The three most common measures taken to control hypertension, but only rarely, are oral medication, routine salt-free diet and physical activity. Lifestyle and socioeconomic status did not affect the practice of control, but knowledge about the importance of physical activity was higher among those older people with higher education and greater income. The research suggests that health policies that focus on primary care to encourage lifestyle changes among the elderly are necessary.


O objetivo deste estudo foi analisar a prevalência de hipertensão e práticas de controle em idosos. Inquérito transversal analisou dados de 872 idosos de São Paulo, Brasil, por meio de uma amostra por conglomerados, estratificada segundo escolaridade e renda. O modelo de regressão múltiplo de Poisson verificou a existência de fatores associados à hipertensão. A prevalência de hipertensão referida entre os idosos foi de 46,9%. As variáveis associadas à hipertensão foram autopercepção de saúde, consumo de álcool, sexo e hospitalização no último ano, independentemente da idade. As três medidas mais adotadas para o controle da hipertensão, embora pouco praticadas, são tomar medicação oral de rotina, dieta sem sal e atividade física. O estilo de vida e a condição socioeconômica não influenciaram a prática de controle, mas o conhecimento sobre a importância da atividade física foi maior entre os idosos com mais escolaridade e renda. Fazem-se necessárias políticas de saúde com foco na atenção primária que incentivem mudanças no estilo de vida dos idosos.


El objetivo de este estudio fue analizar la prevalencia de hipertensión y prácticas de control en ancianos. Un estudio transversal analizó los datos de 872 ancianos de São Paulo, Brasil, mediante una muestra por conglomerados, estratificada según la escolaridad y renta. El modelo de regresión múltiple de Poisson verificó la existencia de factores asociados a la hipertensión. La prevalencia de hipertensión referida a los ancianos fue de un 46,9%. Las variables asociadas a la hipertensión fueron: autopercepción de salud, consumo de alcohol, sexo y hospitalización durante el último año, independientemente de la edad. Las tres medidas más adoptadas para el control de la hipertensión, aunque poco practicadas, son: tomar medicación oral de rutina, dieta sin sal, y actividad física. El estilo de vida y la condición socioeconómica no influenciaron la práctica de control, sin embargo, el conocimiento sobre la importancia de la actividad física fue mayor entre los ancianos con mayor escolaridad y renta. Se necesitan políticas de salud enfocadas a la atención primaria que incentiven cambios en el estilo de vida de los ancianos.


Assuntos
Idoso , Idoso de 80 Anos ou mais , Feminino , Humanos , Masculino , Pessoa de Meia-Idade , Hipertensão/epidemiologia , Brasil/epidemiologia , Estudos Transversais , Hipertensão/prevenção & controle , Estilo de Vida , Prevalência , Fatores de Risco , Fatores Socioeconômicos
16.
Cad Saude Publica ; 29(6): 1149-60, 2013 Jun.
Artigo em Português | MEDLINE | ID: mdl-23778547

RESUMO

The aim of the study was to compare prevalence estimates of health indicators for adults living in Campinas, São Paulo State, using data from two household surveys (ISA-SP 2001-2002 and ISA-Camp 2008-2009), analyzing data from 941 and 2,637 individuals 18 years and older, respectively. Socio-demographic variables were used to characterize the study population. Prevalence rates and 95% confidence intervals were estimated, and comparisons were performed by prevalence ratios adjusted for sex, age, and education, obtained by Poisson regression with robust variance. Statistically significant differences were observed for prevalence of morbidity, medication, smoking, and lifetime Pap smear and mammogram. Surveillance of health indicators by repeated surveys in the same population can facilitate monitoring goals and objectives by providing support to plan public health interventions.


Assuntos
Indicadores Básicos de Saúde , Morbidade , Adolescente , Adulto , Brasil/epidemiologia , Criança , Pré-Escolar , Escolaridade , Feminino , Humanos , Lactente , Recém-Nascido , Masculino , Mamografia/estatística & dados numéricos , Pessoa de Meia-Idade , Teste de Papanicolaou/estatística & dados numéricos , Prevalência , Fumar/epidemiologia , Fatores Socioeconômicos , Adulto Jovem
17.
Cad. saúde pública ; 29(6): 1149-1160, Jun. 2013. tab
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-677052

RESUMO

O objetivo do estudo foi comparar estimativas da prevalência de indicadores de saúde para adultos residentes em Campinas, São Paulo, Brasil, utilizando dados de inquéritos domiciliares realizados em diferentes períodos de tempo (ISA-SP 2001/2002 e ISA-Camp 2008/2009), com amostras de 941 e 2.637 indivíduos de 18 anos e mais, respectivamente. Variáveis sociodemográficas caracterizaram a população estudada. Foram estimadas prevalências e seus respectivos intervalos de 95% de confiança e as comparações foram realizadas pelas razões de prevalência ajustadas por sexo, idade e escolaridade, obtidas pela regressão de Poisson com variância robusta. Diferenças estatisticamente significantes foram observadas para as prevalências de: morbidade referida, uso de medicamentos, percentual dos que nunca fumaram, realização dos exames de Papanicolaou e de mamografia, alguma vez na vida. O acompanhamento de indicadores de saúde por inquéritos repetidos em uma mesma população pode facilitar o monitoramento de objetivos e metas fornecendo subsídios ao planejamento de ações em saúde.


The aim of the study was to compare prevalence estimates of health indicators for adults living in Campinas, São Paulo State, using data from two household surveys (ISA-SP 2001-2002 and ISA-Camp 2008-2009), analyzing data from 941 and 2,637 individuals 18 years and older, respectively. Socio-demographic variables were used to characterize the study population. Prevalence rates and 95% confidence intervals were estimated, and comparisons were performed by prevalence ratios adjusted for sex, age, and education, obtained by Poisson regression with robust variance. Statistically significant differences were observed for prevalence of morbidity, medication, smoking, and lifetime Pap smear and mammogram. Surveillance of health indicators by repeated surveys in the same population can facilitate monitoring goals and objectives by providing support to plan public health interventions.


El objetivo del estudio fue comparar las estimaciones de prevalencia en los indicadores de salud para los adultos que viven en Campinas, São Paulo, Brasil, con datos de encuestas de diferentes períodos de tiempo (ISA-SP 2001/2002 y ISA-Camp 2008/2009), con muestras de 941 y 2.637 personas de 18 años y más, respectivamente. Las variables sociodemográficas caracterizaron a la población de estudio. Se estimaron la prevalencia y sus respectivos intervalos de confianza del 95% y las comparaciones se realizaron por razones de prevalencia ajustadas por sexo, edad y educación, obtenidas mediante la regresión de Poisson. Se observaron diferencias estadísticas en la prevalencia de morbilidad, uso de medicamentos, el porcentaje de quienes nunca habían fumado, la realización de citologías vaginales y mamografías, en algún momento de sus vidas. El seguimiento de los indicadores de salud, a través de encuestas repetidas en la misma población, puede facilitar el seguimiento de las metas y objetivos y contribuir a la planificación de acciones de salud.


Assuntos
Adolescente , Adulto , Criança , Pré-Escolar , Feminino , Humanos , Lactente , Recém-Nascido , Masculino , Pessoa de Meia-Idade , Adulto Jovem , Indicadores Básicos de Saúde , Morbidade , Brasil/epidemiologia , Escolaridade , Mamografia/estatística & dados numéricos , Prevalência , Teste de Papanicolaou/estatística & dados numéricos , Fatores Socioeconômicos , Fumar/epidemiologia
18.
Cad Saude Publica ; 29(5): 992-8, 2013 May.
Artigo em Português | MEDLINE | ID: mdl-23703004

RESUMO

This study aimed to verify the association between physical disability and hospitalization in São Paulo, Brazil, based on a health survey conducted in 2008. The study used a probabilistic stratified sampling process (sex/age) with two-stage clustering (census tracts and households). Data were collected through structured interviews including thematic 21 sections, using mostly multiple-choice questions. The analysis used crude and adjusted prevalence ratios (PR) and 95% confidence intervals (95%CI) with Poisson regression. The survey module of Stata 9.2 was used, with significance set at 5%. A total of 2,690 persons were interviewed, with a mean age of 38.75 years (95%CI: 37.54-39.96). Hospitalization was associated with disability (hearing, PR = 1.59; physical, PR = 3.77; multiple PR = 3.26). People with disabilities (hearing, physical - paralysis/amputation, and multiple) reported more hospitalizations than those without disabilities.


Assuntos
Pessoas com Deficiência/estatística & dados numéricos , Hospitalização/estatística & dados numéricos , Adolescente , Adulto , Distribuição por Idade , Brasil/epidemiologia , Criança , Pré-Escolar , Pessoas com Deficiência/classificação , Feminino , Inquéritos Epidemiológicos , Humanos , Lactente , Masculino , Pessoa de Meia-Idade , Prevalência , Fatores Socioeconômicos , População Urbana , Adulto Jovem
19.
Cad. saúde pública ; 29(5): 992-998, Mai. 2013. tab
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-676033

RESUMO

This study aimed to verify the association between physical disability and hospitalization in São Paulo, Brazil, based on a health survey conducted in 2008. The study used a probabilistic stratified sampling process (sex/age) with two-stage clustering (census tracts and households). Data were collected through structured interviews including thematic 21 sections, using mostly multiple-choice questions. The analysis used crude and adjusted prevalence ratios (PR) and 95% confidence intervals (95%CI) with Poisson regression. The survey module of Stata 9.2 was used, with significance set at 5%. A total of 2,690 persons were interviewed, with a mean age of 38.75 years (95%CI: 37.54-39.96). Hospitalization was associated with disability (hearing, PR = 1.59; physical, PR = 3.77; multiple PR = 3.26). People with disabilities (hearing, physical - paralysis/amputation, and multiple) reported more hospitalizations than those without disabilities.


O objetivo foi verificar a associação entre presença de deficiências físicas e hospitalizações na cidade de São Paulo, Brasil. Foi realizado inquérito de saúde na cidade de São Paulo em 2008. Utilizou-se processo de amostragem probabilística, estratificada (sexo/idade) e por conglomerados em dois estágios (setores censitários e domicílios). Os dados foram coletados por entrevistas por meio de um questionário estruturado, com 21 blocos, com a maioria das questões fechadas. A análise inferencial foi realizada com o uso de razões de prevalência (RP) bruta e ajustada e intervalo de 95% de confiança (IC95%) pelo método de regressão de Poisson. O módulo survey do programa Stata 9.2 foi usado para as análises, com significância de 5%. Foram entrevistadas 2.690 pessoas, com idade média de 38,75 anos (IC95%: 37,54-39,96). A hospitalização foi associada à deficiência (auditiva, RP = 1,59; física, RP = 3,77; múltipla, RP = 3,26). As pessoas com deficiência (auditiva, física - paralisia/amputação e múltipla) relataram internações com mais frequência que aquelas sem deficiência.


El objetivo fue verificar la asociación entre la presencia de discapacidades físicas y hospitalizaciones en la ciudad de São Paulo, Brasil. Se realizó un cuestionario de salud en la ciudad de São Paulo en 2008. Se utilizó un proceso de muestreo probabilístico, estratificado (sexo/edad) y por conglomerados en dos etapas (sectores censitarios y domicilios). Los datos fueron recogidos por entrevistas, mediante un cuestionario estructurado, con 21 bloques y la mayoría de las preguntas cerradas. El análisis inferencial se realizó con el uso de razones de prevalencia (RP) bruta y ajustada e intervalo de un 95% de confianza (IC95%) por el método de regresión de Poisson. El módulo survey del programa Stata 9.2 se usó para los análisis, con una significancia de un 5%. Se entrevistaron a 2.690 personas, con una edad media de 38,75 años (IC95%: 37,54-39,96). La hospitalización se asoció a la discapacidad (auditiva, RP = 1,59; física, RP = 3,77; múltiple, RP = 3,26). Las personas con discapacidad (auditiva, física - parálisis/amputación y múltiple) relataron internamientos con más frecuencia que aquellas sin discapacidad.


Assuntos
Adolescente , Adulto , Criança , Pré-Escolar , Feminino , Humanos , Lactente , Masculino , Pessoa de Meia-Idade , Adulto Jovem , Pessoas com Deficiência/estatística & dados numéricos , Hospitalização/estatística & dados numéricos , Distribuição por Idade , Brasil/epidemiologia , Pessoas com Deficiência/classificação , Inquéritos Epidemiológicos , Prevalência , Fatores Socioeconômicos , População Urbana
20.
Cad Saude Publica ; 29(2): 270-82, 2013 Feb.
Artigo em Português | MEDLINE | ID: mdl-23459813

RESUMO

The purpose of this study was to ascertain the prevalence of self-reported leisure-time physical activity and related factors in the city of São Paulo, Brazil, 2008-2009. A population- based cross-sectional study interviewed 2,691 individuals of both sexes, 12 years or older. A two-stage cluster (census tract, household) random sample provided data using home interviews in 2008 and 2009. Leisure-time physical activity was measured with IPAQ, long version. Complex sample-adjusted descriptive statistics provided prevalence estimates, chi-square tests screened associations, and prevalence ratios (PR) expressed effects. Multiple Poisson regression was used to ascertain adjusted effects, and design effects were calculated. Of the interviewees, 16.4% (95%CI: 14.3-18.7) reported leisure-time physical activity. The findings indicate the importance of encouraging leisure-time physical activity, which was associated with male sex, higher income, younger age (12 to 29 years), not smoking, and not reporting frequent fatigue.


Assuntos
Exercício Físico , Atividades de Lazer , Atividade Motora , Adolescente , Adulto , Fatores Etários , Idoso , Brasil/epidemiologia , Criança , Estudos Transversais , Feminino , Humanos , Estilo de Vida , Masculino , Pessoa de Meia-Idade , Prevalência , Fatores de Risco , Comportamento Sedentário , Fatores Sexuais , Fatores Socioeconômicos , Adulto Jovem
SELEÇÃO DE REFERÊNCIAS
DETALHE DA PESQUISA