Your browser doesn't support javascript.
loading
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 9 de 9
Filtrar
Mais filtros










Intervalo de ano de publicação
1.
Cad. Bras. Ter. Ocup ; 29: e2880, 2021.
Artigo em Português | LILACS-Express | LILACS, Index Psicologia - Periódicos | ID: biblio-1339509

RESUMO

Resumo Apresenta-se uma síntese propositiva sobre os usos e compreensões do termo "atividades humanas" que, a partir da década de 1990, passou a ser privilegiado na produção de conhecimentos da terapia ocupacional brasileira. É feita uma descrição sobre a construção epistemológica e social em torno das atividades, apontando suas dimensões como instrumento e/ou elemento centralizador e orientador do processo terapêutico ocupacional e, por fim, propomos um debate crítico contemporâneo. Tem-se como referência quatro movimentos históricos e marcadores teórico-metodológicos da produção da terapia ocupacional para abordar o deslocamento das compreensões até um conceito humano, cultural, plural e polissêmico, sobretudo voltado para a dinâmica viva das pessoas e coletivos. As perspectivas das Terapias Ocupacionais do Sul e da Terapia Ocupacional como Produção de Vida são apresentadas para contribuir com o debate propositivo, sustentado pelo compromisso ético-político-cultural deste campo de saberes e práticas, contextualizado na realidade brasileira. Ao indicar desafios e urgências das atividades humanas, vê-se que as mudanças não cessarão e, portanto, novas compreensões e ressignificações são importantes. Valoriza-se as contribuições epistemológicas e sociais que mobilizam construções culturalmente coerentes com a transformação social, que enfrenta os domínios e poderes hegemônicos, com abertura para a inventividade e solidariedade profissional.


Abstract We presented in the study, a propositional synthesis about the uses and understandings of the term human activities, which from the 1990s, became privileged in the production of knowledge of Brazilian occupational therapy. There is a description of the epistemological and social construction around the activities, pointing out its dimensions as a tool and/or centralizing and guiding element of the occupational therapy process and, finally, we propose a contemporary critical discussion. Using as reference four historical movements and theoretical-methodological markers of the production of occupational therapy to address the displacement of understandings to a human, cultural, plural, and polysemic concept, above all, focused on the living dynamics of people and collectives. The perspectives of Occupational Therapies in the South and Occupational Therapy as Production of Life are presented to contribute to the propositional debate, supported by the ethical-political-cultural commitment of this field of knowledge and practices, contextualized in the Brazilian reality. By indicating challenges and urgencies of human activities, we have that changes will not stop and, therefore, new understandings and reframes are important. The epistemological and social contributions that mobilize constructions that are culturally consistent with social transformation are valued, facing the hegemonic domains and powers, with openness to inventiveness and professional solidarity.

2.
Interface (Botucatu, Online) ; 25: e210262, 2021. ilus
Artigo em Português | LILACS | ID: biblio-1346368

RESUMO

Dado o contexto pandêmico, terapeutas ocupacionais refletem sobre atividades humanas, cotidianos e relações sociais em uma construção contra-hegemônica em diálogo com Ailton Krenak e sua cosmovisão. Problematizando perspectivas que dissociam seres/natureza/cultura/vida e não consideram os impactos dos modos de vida; inspiram-se nessa perspectiva para potencializar experiências e renovar o compromisso ético-político-cultural com a coletividade. Identificamos afinidades propositivas: pessoas-coletivas; a ressignificação da humanidade e da vida em sua interdependência em constelações de seres; o acolhimento dos encontros intensificando alianças afetivas; a presença na experiência pois o que existe é o agora; e o deslocamento urgente dos modos de vida modernos pela criatividade e poesia da resistência com reinvenção e criação de mundos possíveis mobilizados pelo cantar, dançar, suspender o céu e construir paraquedas coloridos. (AU)


In the context of a pandemic, occupational therapists reflect on human activities, the everyday, and social relations, in a contra>-hegemonic construction that intersects with Ailton Krenak's cosmovision. Problematizing perspectives that dissociate beings/nature/culture/life and disregard the impacts of modes of living, this study draws on this perspective to potentiate experiences and renew the ethical-political-cultural commitment to the collective. We identified propositive affinities: people-collectives; the resignification of humanity and life in its interdependence in constellations of beings; the receptiveness of encounters intensifying affective alliances; the presence in experience because all that exists is now; the urgent shift in modern modes of living and poetry of resistance, with the reinvention and creation of possible worlds mobilized by singing, dancing, suspending the sky, and building colorful parachutes. (AU)


Considerando el contexto pandémico, terapeutas ocupacionales reflexionan sobre actividades humanas, cotidianos y relaciones sociales en una construcción contra-hegemónica en diálogo con Ailton Krenak y su cosmovisión. Problematizando perspectivas que disocian seres/naturaleza/cultura/vida y no consideran los impactos de los modos de vida, se inspira en esa perspectiva para potencializar experiencias y renovar el compromiso ético- político-cultural con la colectividad. Identificamos afinidades propositivas: personas-colectivas; la resignificación de la humanidad y de la vida en su interdependencia en constelaciones de seres; la acogida de los encuentros intensificando alianzas afectivas; la presencia en la experiencia, puesto que lo que existe es el ahora; y el desplazamiento urgente de los modos de vida modernos por la creatividad y poesía de resistencia con reinvención y creación de mundos posibles movilizados por el cantar, bailar, suspender el cielo y construir paracaídas de colores. (AU)


Assuntos
Terapia Ocupacional/tendências , Cosmovisão , Relações Interpessoais , Ecologia Humana
3.
Cad. Bras. Ter. Ocup ; 29: e2040, 2021.
Artigo em Português | LILACS-Express | LILACS, Index Psicologia - Periódicos | ID: biblio-1249394

RESUMO

Resumo Apresenta-se um resgate histórico da terapia ocupacional, composto por memórias individuais e coletivas do contexto brasileiro, indicando elementos constituintes de sua identidade e de seu campo de conhecimento. A pesquisa histórica e epistemológica analisou, com base no método cartográfico, as relações entre características singulares e plurais de cinco terapeutas ocupacionais e suas trajetórias profissionais dedicadas para a construção de conhecimento na área. Com base nas narrativas dessas interlocutoras, foi perceptível a construção coletiva de histórias da profissão em seus contextos, destacando aspectos comuns de suas experiências e a pluralidade da produção no campo. Destacaram-se 14 categorias que se relacionam com: o desconhecido e a graduação incipiente; a necessidade da formação continuada; a repressão e resistência do/ao Regime Militar; a organização política da categoria; investimento na pesquisa em terapia ocupacional; compreensões sobre especificidades; adoção/enunciação de perspectivas, métodos ou campos; redes de suporte; crítica a padrões acadêmico-científicos; encantamento pela profissão; prazer em produzir; protagonismo feminino e o conhecimento atrelado à prática. A pluralidade desse campo de saberes é evidenciada pelas profissionais, assim como pela tessitura de uma rede de conhecimentos. São identificados os desafios, redes de suporte, críticas, encantamentos, protagonismo, produções e perspectivas diversas pela valorização à solidariedade entre as singularidades que constroem a pluralidade dessa identidade profissional. Nessa compreensão, o conhecimento é uma construção teórico-metodológica processual efetivado em redes de relações afetivas e éticas, ainda que conviva com a hierarquização hegemônica dos campos, temas e grupos.


Abstract This paper presents a historical rescue of occupational therapy, composed of individual and collective memories of the Brazilian context, indicating elements that constitute its identity and its field of knowledge The historical and epistemological research analyzed, from the cartographic method, the relations between singular and plural characteristics of five occupational therapists and their professional trajectories dedicated to the construction of knowledge in the area. From the narratives of these interlocutors, it was noticeable the collective construction of stories of the profession in their contexts, highlighting common aspects of their experiences and the plurality of production in the field. We highlight 14 categories that relate to: the unknown and the incipient graduation; the need for continuing education; the repression and resistance of the Military Regime; the political organization of the category; investment in occupational therapy research; understanding of specificities; adoption/enunciation of perspectives, methods or fields; support networks; criticism of academic-scientific standards; enchantment by profession; satisfaction in producing; female protagonism and knowledge linked to practice. The plurality of this field of knowledge is evidenced by professionals, as well as by the weaving of a knowledge network. We identified the challenges, support networks, criticisms, enchantments, protagonism, productions, and diverse perspectives by valuing the solidarity between the singularities that build the plurality of this professional identity. In this understanding, the knowledge is a procedural theoretical-methodological construct effected in networks of affective and ethical relationships, although it coexists with the hegemonic hierarchy of fields, themes, and groups.

4.
Cad. Bras. Ter. Ocup ; 29: e2133, 2021. graf
Artigo em Português | LILACS-Express | LILACS, Index Psicologia - Periódicos | ID: biblio-1249405

RESUMO

Resumo A produção de conhecimentos nacionais da terapia ocupacional se deu de maneira contextualizada em congruência com o desenvolvimento da profissão, em seus diversos campos de atuação. Nas últimas décadas, viu-se a proposição de perspectivas e conceitos ampliados que apontam possíveis interlocuções nessa pluralidade. Nesse sentido, este estudo buscou compreender como a expressão "produção de vida" tem sido utilizada pela literatura nacional da terapia ocupacional, com base em uma revisão bibliográfica de estratégia multidimensional. Consultou-se a base de dados LILACS e periódicos nacionais da área, identificando 29 produções com a expressão "produção de vida" ou semelhante para análise do perfil das publicações, autores, referências e sentidos envolvidos na compreensão da expressão. Os achados se tornaram numericamente mais significativos nos últimos dez anos; estes se relacionavam com temáticas da saúde mental, campo social, artes e cultura, saúde coletiva, fundamentos da terapia ocupacional e campo do trabalho; e os referenciais citaram autores da terapia ocupacional, psiquiatria, filosofia, psicanálise, psicologia, saúde coletiva e antropologia. A análise de sua compreensão indicou quatro categorias: trabalho como emancipação social; ampliação de ações em saúde; experiência criativa e transformação cultural; e manutenção da própria existência. Ressaltando a produção consistente sobre "produção de vida", concluiu-se que a expressão envolve sentidos na construção de saberes-fazeres mais conectados com o mundo, com as diferentes formas de existir e de protagonizar a vida.


Abstract The production of national knowledge of occupational therapy took place in a contextualized way in line with the development of the profession, in its various fields of activity. In the last decades, there were propositions of expanded perspectives and concepts that point to possible interlocutions in this plurality. In this sense, this study sought to understand how the expression "life production" has been used by the national literature of occupational therapy, based on a bibliographic review of multidimensional strategy. The LILACS database and national journals in the area were consulted, identifying 29 productions with the expression "production of life" or similar, to analyze the profile of publications, authors, and references and the meanings involved in understanding the expression. The findings have become numerically more significant over the past ten years; they were related to themes of mental health, social field, arts and culture, collective health, occupational therapy foundations, and work field; and the references cited occupational therapy, psychiatry, philosophy, psychoanalysis, psychology, collective health, and anthropology authors. The analysis of their understanding indicated four categories: work as social emancipation; expanding health actions; creative experience and cultural transformation; and maintenance of existence. Emphasizing the consistent production on the expression 'life production', we concluded that the expression involves meanings in the construction of know-how more connected to the world, the different ways of existing and being the protagonist of life.

5.
Rev. Ocup. Hum. (En línea) ; 20(2): 47-64, 2020.
Artigo em Espanhol | LILACS, COLNAL | ID: biblio-1179132

RESUMO

Se presenta el proyecto de extensión universitaria Tienda Cultural: una ventana abierta para el arte, la ciencia y la ciudadanía, y las reflexiones derivadas de su implementación. Su objetivo fue promover, a partir del compromiso ético y político de la Terapia Ocupacional, la accesibilidad, la ciudadanía y la participación sociocultural a través de acciones artísticas, culturales y educativas. Fue una práctica de Terapia Ocupacional en el ámbito de la cultura desde una perspectiva comunitaria crítica y comprometida con la transformación social. La gestión cultural fue coordinada entre equipos transdisciplinarios y comunidades, y la programación se realizó en territorios periféricos de una ciudad mediana brasileña. Se incluyeron talleres artístico-culturales y educativos, exposiciones, cine, espectáculos con artistas y producciones culturales centradas en las demandas, los intereses y la producción artística de cada comunidad. Se generaron reflexiones sobre la cultura como derecho, el rol de la Terapia Ocupacional comunitaria y cultural, y la función social de la universidad pública. La Terapia Ocupacional y la cultura pueden contribuir a promover la diversidad, el reconocimiento y el acceso a la cultura; asimismo, a ampliar la participación social y la ciudadanía en estrecha colaboración con, para y desde las comunidades que enfrentan procesos de desigualdad y exclusión.


This article presents the university extension project "Cultural Store: an open window for art, science, and citizenship" and the reflections derived from its implementation. Based on Occupational Therapy's ethical and political commitment, the objectives were to promote accessibility, citizenship, and socio-cultural participation through artistic, cultural and educational activities. The project was an occupational therapy practice within a cultural environment from a critical community perspective, committed to social transformation. Cultural management was coordinated between transdisciplinary teams and communities, and the cultural programming was carried out in peripheral areas from a mid-sized Brazilian city. The programming included socio-cultural and educational workshops, exhibitions, cinema, shows with artists, and cultural productions focused on each community's demands, interests, and artistic production. The results generated reflections on culture as a right, the role of community and cultural Occupational Therapy, and the social function of the public university. Occupational Therapy and cultural activity can contribute to promote cultural diversity, recognition, and access. They also expand social participation and citizenship for communities experiencing exclusion and unequal processes, by intimately collaborating with, for, and within them.


Apresenta-se o projeto de extensão universitária "Tenda Cultural: janela aberta para arte, ciência e cidadania", assim como as reflexões derivadas de sua implementação. A partir do compromisso ético político da Terapia Ocupacional, seu objetivo foi promover acessibilidade, cidadania e participação sociocultural por meio de ações artísticas, culturais e educativas. Foi uma prática da Terapia Ocupacional no campo da cultura a partir de uma perspectiva critica comunitária e comprometida com a transformação social. A gestão cultural foi realizada entre equipes transdisciplinares e comunidades e a programação cultural em territórios periféricos de uma cidade de médio porte brasileira. A programação incluiu oficinas artístico-culturais e educativas, exposições, cine, espetáculos com artistas e produções culturais baseadas nas demandas, interesses e produção artística de cada comunidade. Os resultados demonstraram reflexões da cultura como direitos, o papel da Terapia Ocupacional comunitária e cultural e a função social da universidade pública. A Terapia Ocupacional e a cultura podem contribuir significativamente para a promoção da diversidade e o reconhecimento e acesso à cultura, assim como ampliar a participação social e a cidadania em consonância com, para e a partir das comunidades que enfrentam cotidianamente processos de desigualdades e exclusões.


Assuntos
Universidades , Terapia Ocupacional , Direitos Culturais , Participação da Comunidade , Diversidade Cultural
6.
Rev. Ocup. Hum. (En línea) ; 20(1): 7-26, 2020.
Artigo em Espanhol | LILACS, COLNAL | ID: biblio-1179143

RESUMO

La extensión universitaria constituye una actividad académica indisociable de la enseñanza y de la investigación. Considerando su importancia, este artículo presenta una investigación cuyo objetivo fue analizar y describir las actividades de extensión realizadas en la carrera de Terapia Ocupacional de la Universidad Federal de San Carlos (São Paulo, Brasil) entre los años 2000 y 2017. Se realizó un estudio descriptivo de tipo exploratorio con enfoque cuantitativo. Los datos se recolectaron en el acervo digital ProExWeb, sistema de gestión de las actividades de extensión, utilizando el término terapia ocupacional y los nombres de docentes en el periodo estudiado. Se encontraron 425 actividades vinculadas a 39 coordinadores y con la participación de 1.380 estudiantes. 354 actividades fueron realizadas en o con comunidades, que alcanzaron a 73.264 personas de diferentes cursos de vida, en distintas áreas y campos. Las actividades abarcan diversas propuestas, objetivos, públicos, con integración con otros departamentos, servicios y sectores públicos. Así, se cumple con la principal meta de la extensión universitaria, que es la relación con la comunidad y responder a sus demandas, articulándose con la enseñanza y con la investigación para favorecer la formación discente implicada, ética y responsable.


University extension is an academic activity that cannot be separated from teaching and research. Considering its importance, this article presents an investigation aiming to analyze and describe the extension activities carried out by the Occupational Therapy course at the Federal University of São Carlos (São Paulo, Brazil) from 2000 to 2017. A descriptive exploratory study was carried out, with a quantitative approach. Data were collected in the ProExWeb digital archive, a management system for the university's extension activities, using the term "occupational therapy" and the names of lecturers in the period studied. Among the findings, 425 activities were linked to 39 coordinators, and with the participation of 1,380 students. 354 activities were carried out in or with the communities, reaching 73,264 people from different walks of life, in different areas and fields. The activities cover several proposals, objectives, audiences and integrate different departments, services, and the public sector. Thus, university extension´s primary objective -its relationship with the community and the response to their demands- is fulfilled by assembling it with teaching and research to promote an engaged, ethical and responsible student formation.


A extensão universitária constitui uma atividade acadêmica inseparável do ensino e da pesquisa. Por considerar sua importância, este artigo apresenta uma investigação com o objetivo de analisar e descrever as atividades de extensão realizadas pelo curso de Terapia Ocupacional da Universidade Federal de São Carlos (São Paulo, Brasil), entre 2000 e 2017. Foi realizado um estudo do tipo exploratório descritivo, com abordagem quantitativa. Os dados foram coletados no acervo digital ProExWeb, um sistema de gerenciamento de atividades de extensão da universidade. Utilizou-se o termo "terapia ocupacional" e os nomes dos professores no período estudado. Foram encontradas 425 atividades relacionadas a 39 coordenadores e com a participação de 1.380 alunos. Realizaram-se 354 atividades nas ou com as comunidades, atingindo 73.264 pessoas de diferentes estilos de vida, em diferentes áreas e campos. As atividades abrangem várias propostas, objetivos, públicos, bem como integração com outros departamentos, serviços e setores públicos. Assim, foi cumprido o principal objetivo da extensão universitária, que é o relacionamento com a comunidade e a resposta às demandas ­ articuladas com o ensino e a pesquisa, o que promove uma formação discente engajada, ética e responsável.


Assuntos
Universidades , Terapia Ocupacional , Participação da Comunidade , Setor Público , Ética
7.
Rev. chil. ter. ocup ; 17(1): 109-117, jun. 2017.
Artigo em Espanhol | LILACS | ID: biblio-908272

RESUMO

Introducción. este trabajo descorre sobre la correlación entre la ocupación y la cultura de forma contextualizada y consciente, sobre las dimensiones de la cultura simbólica, económica y ciudadana y el potencial de la Terapia Ocupacional en producir prácticas, investigaciones y conocimiento en este campo. Objetivo. Busca ampliar las reflexiones teóricas y prácticas de la Terapia Ocupacional directamente relacionadas a la cultura en conexión con demandas y problemáticas socioeconómicas, desde los paradigmas crítico y social. Método. Para eso, se presentan cuatro proyectos y programas desarrollados por un grupo de enseñanza, investigación y extensión universitaria, en las áreas de fruición, promoción, producción y gestión cultural con grupos distintos (niños, jóvenes, artistas, población de la calle, comunidades periféricas y usuarios de servicios de salud mental). Las experiencias fueron desarrolladas por un equipo transdisciplinar, coordinadas por un terapeuta ocupacional en São Carlos (SPBrasil). Conclusión. El terapeuta ocupacional se revela como un profesional articulado para promover de forma amplia e integrada las diferentes dimensiones de la cultura, implicadas en las ocupaciones de las personas y colectivos, en la promoción de sus propias culturas y en defensa de la ciudadanía, pertenencia, pluralidad y derechos sociales y humanos. Las prácticas contribuyen para promoverla diversidad cultural y la consciencia de un desarrollo más humano, sustentable y responsable.


Introduction. this paper discusses the correlations between occupation and culture in a contextualized and conscious way, the dimensions of the symbolic, economic and citizen culture and the potential of the Occupational Therapy to produce practices, research and knowledge in this field. Objective. This paper aims to expand the theoretical and practical reflections of Occupational Therapy directly related to culture in connection with socioeconomic demands and problems, from the critical and social paradigms. Method. Four projects and programs are presented. They were developed by a teaching, researching and extension university group, in the areas of enjoyment, promotion, production and cultural management, with different groups (children, young people, artists, homeless, vulnerable communities and people with mental disorders). The experiences were developed by an transdisciplinary team, coordinated by an occupational therapist in São Carlos (SP Brazil). Conclusion. The occupational therapist was considered an articulated professional to promote the different dimensions of culture, in a comprehensive and integrated manner, involved in the occupations of people and groups, in the promotion of their own cultures and in defense of citizenship, belonging, plurality and social and human rights. The practices may contribute to the promotion of cultural diversity and the sense of a human, sustainable and responsible development.


Assuntos
Humanos , Cultura , Desenvolvimento Humano , Terapia Ocupacional
8.
Cad. Ter. Ocup. UFSCar (Impr.) ; 24(1): [13-24], jan.-mar. 2016.
Artigo em Português | LILACS-Express | LILACS | ID: biblio-2383

RESUMO

Este artigo integra reflexões sobre a juventude, o trabalho e a cultura a partir do conceito de profissionalização da criatividade. Afinal, a educação e o trabalho são temas centrais para a juventude que possui dificuldades reais de inserção, e a cultura tem sido apontada como essencial para o desenvolvimento das sociedades. Para tanto, apresenta-se uma pesquisa que teve o intuito de contribuir para a compreensão acerca de jovens gestores e produtores culturais por meio de um mapeamento na cidade de São Carlos (SP ­ Brasil). A metodologia consistiu em: i) mapeamento de programas, serviços e ações artístico- culturais dos diferentes setores, destinadas ou protagonizadas por jovens, com aplicação de um questionário específico; e ii) entrevistas com os artistas (15 a 29 anos), residentes na cidade e com interesse na profissionalização. Foram indicados 210 jovens artistas, realizadas 96 entrevistas e encontrados 46 jovens no perfil. As análises consideraram os artistas a partir de suas produções artísticas e das categorias: identificação, estrutura, profissionalização e financiamento. As demandas estiveram marcadas pela dificuldade de financiamento e gestão, o que acarreta numa precarização do trabalho em diferentes âmbitos. Ao mesmo tempo, sonhos, satisfação, cunho ideológico de transformação social e sublimação da vida fortalecem esses jovens na luta pela profissionalização de sua arte. Corrobora-se, portanto, com o investimento público para a cultura na direção do potencial transformador de processos culturais que produzem deslocamentos sensíveis. Além de estratégias visando ao desenvolvimento e ao impacto social, somando, portanto, importantes saberes e práticas para a terapia ocupacional.


This article links reflections on youth work and culture from the concept of the creativity professionalization. After all, education and work are central themes for youth with real insertion problems; and culture has been pointed as essential for societies' developments. Therefore, we present a search that aimed to contribute to the understanding of young managers and cultural producers through a mapping in the city of São Carlos (SP - Brazil). The methodology consisted of: i) mapping of programs, services and cultural artistic actions, from the different sectors, designed for or protagonized by young people, by applying a specific questionnaire; and ii) artists' interviews (15 to 29 years), living in the city and with professionalization interests. From the mapping of these sectors, 210 young artists were indicated, with 96 conducted interviews and 46 young matching the profile. The analysis considered the artists from their artistic productions and the categories: identification, structure, professionalization and financing. The demands were marked by the financing and management difficulty which results in work precariousness in different areas, at the same time, dreams, satisfaction, ideological social transformation and sublimation of life, strengthen these young people in the struggle for professionalization of their art. It contributes, therefore, with public investment for the culture toward the transformative potential of cultural processes that produce sensitive displacement. In addition to strategies for development and social impact, adding, therefore, important knowledge and practices for occupational therapy.

9.
Cad. Ter. Ocup. UFSCar (Impr.) ; 23(1): [131-142], 20150330.
Artigo em Português | LILACS-Express | LILACS | ID: biblio-849433

RESUMO

Trata-se da análise da utilização de recursos midiáticos e interativos para a potencialização de sujeitos em situação de vulnerabilidade com a ampliação das possibilidades de comunicação e de participação social, partindo-se do relato da experiência de um projeto de extensão universitária que propôs a elaboração e a utilização de um blog, entre outros recursos midiáticos, em Oficinas de Atividades, Dinâmicas e Projetos que integram uma intervenção da Terapia Ocupacional Social com jovens pobres. Tal experiência permitiu a ampliação do repertório de atividades dos jovens, promovendo o conhecimento sobre conceitos, equipamentos e técnicas, antes pouco disponíveis, acessíveis e utilizados. Os registros dos conteúdos do blog puderam ser feitos de forma participativa, gerando reflexão acerca de papéis e identidades. Estar e fazer no espaço virtual permitiu que ações e produções reais dos adolescentes e jovens fossem potencializadas ao se "virtualizarem", proporcionando uma dimensão que nem sempre é possível conquistar no "real". As publicações no blog resultaram numa autovalorização da população, criando lugares de pertencimento para sujeitos sociais singulares, com direito à cultura, à comunicação e à tecnologia. Consequentemente, houve a potencialização dos sujeitos, a partir da ampliação da participação social e da conquista de novos meios de comunicação, que expandiram suas fronteiras socioculturais. Ademais, trouxe uma ampliação do escopo de recursos para a ação em Terapia Ocupacional Social, abrindo espaços, reais e virtuais, para vivências coletivas, para a sociabilidade e para a compreensão e transformação dos significados sobre a vida e sobre a realidade em que se vive.

SELEÇÃO DE REFERÊNCIAS
DETALHE DA PESQUISA
...