Your browser doesn't support javascript.
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 20 de 24
Filtrar
Mais filtros










Tipo de estudo
Intervalo de ano de publicação
1.
Rev Rene (Online) ; 14(2): 301-310, 2013. tab
Artigo em Português | LILACS-Express | ID: biblio-990284

RESUMO

Objetivou-se identificar os fatores condicionantes para o autocuidado em pacientes estomizados, verificar saberes e práticas sobre os cuidados com a estomia. Estudo descritivo e qualitativo, tendo como referencial a Teoria do Autocuidado de Orem, realizado na Associação de Estomizados de Fortaleza-CE em junho e julho de 2007. Destacaram-se, como fatores condicionantes para o autocuidado: sexo masculino, idade superior a 51 anos, baixa escolaridade, procedência da capital/região metropolitana, estado civil casado e baixa renda familiar. Dos discursos emergiram três categorias: Aprendendo a cuidar do estoma: sistema de apoio-educação; Cuidar do estoma: saberes e práticas; e Dificuldades encontradas para a prática do autocuidado. Concluiu-se que pessoas estomizadas necessitam de uma assistência de enfermagem multidimensional, individualizada e que os capacite a realizar o autocuidado de forma eficaz.


El objetivo fue identificar los factores que influyen en el autocuidado a pacientes con ostomía, verificar el conocimiento y las prácticas en la atención a la ostomía. Estudio descriptivo y cualitativo, basado en la Teoría de autocuidado de Orem, desarrollada en la Asociación de Ostomía de Fortaleza-CE, Brasil, en junio y julio de 2007. Se destacaron como factores condicionantes de autocuidado: sexo masculino, mayores de 51 años, bajo nivel de educación, origen de las ciudades capitales o área metropolitana, estado matrimonial y baja renta familiar. De los discursos sugirieron tres categorías: Aprendiendo a cuidar del estoma: sistema apoyo-educación; Cuidado del estoma: conocimiento y prácticas; Dificultades encontradas en la práctica de autocuidado. Los estomizados precisan de atención de enfermería multidimensional, individualizada que les permita realizar el autocuidado eficaz.


This study aimed to identify the conditioning factors to self-care practice of ostomy patients, and verify knowledge and practices on stoma care. Descriptive and qualitative study, referencing the Orem's Self-Care Theory, carried out at the Ostomy Association of Fortaleza-CE, Brazil, in June and July 2007. We identified as the main conditioning factors for self-care: male, aged over 51 years, low education, from the capital city/metropolitan area, married, and with low family income. From the participants' statements, emerged three categories: Learning to take care of stoma: education-support system; Stoma Care: knowledge and practices; and Difficulties found in the practice of self-care. It was concluded that ostomy patients require a multidimensional and individualized nursing care, which enables them to perform self-care effectively.

2.
Rev. gaúch. enferm ; 33(1): 100-108, mar. 2012. graf, tab
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-643935

RESUMO

O estudo buscou analisar a prevalência e interferência da incontinência urinária sobre a vida diária de mulheres de um Centro de Saúde em Fortaleza, Ceará. Estudo transversal, analítico e quantitativo na população (168) que realizou consulta para Hipertensão e/ou Diabetes em setembro de 2009. A coleta de dados ocorreu através de entrevista e aplicação do "International Consultationon Incontinence Questionnaire". Para análise inferencial utilizou-se testes qui-quadrado e exato de Fisher. Da análise amostral (59), resultaram mulheres: com idade entre 42 e 59 anos (52,5%), baixa escolaridade (55,9%), sem companheiro (57,6%), aposentada (50,8%), não fumantes (81,4%) e peso aumentado (71,2%). Apenas escolaridade associou-se à incontinência. A prevalência foi 61,0%. Para 55,5% das incontinentes, perder urina interfere de forma grave ou muito grave em sua vida diária. A perda urinária ocorreu ao tossir ou espirrar (72,2%) e antes de chegar ao banheiro (61,1%). A incontinência urinária apresentou alta prevalência, interferindo negativamente na vida das mulheres.


El estudio buscó analizar la prevalencia e interferencia de la incontinencia urinaria en la vida diaria de las mujeres de un Centro de Salud en Fortaleza, Ceará, Brasil. Estudio transversal, analítico y cuantitativo en la población (168) que realizó consulta para Hipertensión y/o Diabetes en septiembre de 2009. La recolecta de datos se realizó mediante entrevista y aplicación del "International Consultationon Incontinence Questionnaire". Para análisis inferencial se utilizaron los test qui-cuadrado y exacto de Fisher. En el análisis de la muestra (59), fueron mujeres: con edad entre 42 y 59 años (52,5%), baja escolaridad (55,9%), sin compañero (57,6%), jubiladas (50,8%), no fumadoras (81,4%) y con sobrepeso (71,2%). Solamente escolaridad se asoció a incontinencia. La prevalencia fue 61,0%. Para 55,5% de las incontinentes, perder orina interfiere de forma grave o muy grave en su vida diaria. La pérdida urinaria ocurrió al toser o estornudar (72,2%) y antes de llegar al lavabo (61,1%). La incontinencia urinaria presentó alta prevalencia, interfiriendo negativamente en la vida de las mujeres.


This study investigates the prevalence of urinary incontinence and how it interferes in the daily life of women from a health center in the city of Fortaleza, state of Ceará, Brazil. This is a cross-sectional, analytical and quantitative study. The studied population was of 168 women who had appointments for hypertension and / or diabetes in September 2009. The data was collected through interviews and the application of the "International Consultation on Incontinence Questionnaire." For inferential analysis, we used chi-square and Fisher's exact test. Women from the analysis sample (59) were: aged between 42 and 59 years (52.5%), low educational level (55.9%), without a partner (57.6%), retired (50.8%), nonsmokers (81.4%) and overweight (71.2%). Only the low educational level was associated with incontinence. Prevalence was of 61.0%. For 55,5% of incontinents, losing urine intervenes in a grave or very grave way with their daily life. The urinary loss occurred while coughing or sneezing (72.2%) and before arriving at the bathroom (61.1%). The urinary incontinence presented a high prevalence, intervening negatively with these women's lifes.


Assuntos
Humanos , Estratégia Saúde da Família , Incontinência Urinária , Saúde Pública
3.
Rev. gaúch. enferm ; 33(1): 100-108, mar. 2012. graf, tab
Artigo em Português | BDENF - Enfermagem | ID: bde-25245

RESUMO

O estudo buscou analisar a prevalência e interferência da incontinência urinária sobre a vida diária de mulheres de um Centro de Saúde em Fortaleza, Ceará. Estudo transversal, analítico e quantitativo na população (168) que realizou consulta para Hipertensão e/ou Diabetes em setembro de 2009. A coleta de dados ocorreu através de entrevista e aplicação do "International Consultationon Incontinence Questionnaire". Para análise inferencial utilizou-se testes qui-quadrado e exato de Fisher. Da análise amostral (59), resultaram mulheres: com idade entre 42 e 59 anos (52,5%), baixa escolaridade (55,9%), sem companheiro (57,6%), aposentada (50,8%), não fumantes (81,4%) e peso aumentado (71,2%). Apenas escolaridade associou-se à incontinência. A prevalência foi 61,0%. Para 55,5% das incontinentes, perder urina interfere de forma grave ou muito grave em sua vida diária. A perda urinária ocorreu ao tossir ou espirrar (72,2%) e antes de chegar ao banheiro (61,1%). A incontinência urinária apresentou alta prevalência, interferindo negativamente na vida das mulheres.(AU)


El estudio buscó analizar la prevalencia e interferencia de la incontinencia urinaria en la vida diaria de las mujeres de un Centro de Salud en Fortaleza, Ceará, Brasil. Estudio transversal, analítico y cuantitativo en la población (168) que realizó consulta para Hipertensión y/o Diabetes en septiembre de 2009. La recolecta de datos se realizó mediante entrevista y aplicación del "International Consultationon Incontinence Questionnaire". Para análisis inferencial se utilizaron los test qui-cuadrado y exacto de Fisher. En el análisis de la muestra (59), fueron mujeres: con edad entre 42 y 59 años (52,5%), baja escolaridad (55,9%), sin compañero (57,6%), jubiladas (50,8%), no fumadoras (81,4%) y con sobrepeso (71,2%). Solamente escolaridad se asoció a incontinencia. La prevalencia fue 61,0%. Para 55,5% de las incontinentes, perder orina interfiere de forma grave o muy grave en su vida diaria. La pérdida urinaria ocurrió al toser o estornudar (72,2%) y antes de llegar al lavabo (61,1%). La incontinencia urinaria presentó alta prevalencia, interfiriendo negativamente en la vida de las mujeres.(AU)


This study investigates the prevalence of urinary incontinence and how it interferes in the daily life of women from a health center in the city of Fortaleza, state of Ceará, Brazil. This is a cross-sectional, analytical and quantitative study. The studied population was of 168 women who had appointments for hypertension and / or diabetes in September 2009. The data was collected through interviews and the application of the "International Consultation on Incontinence Questionnaire." For inferential analysis, we used chi-square and Fisher's exact test. Women from the analysis sample (59) were: aged between 42 and 59 years (52.5%), low educational level (55.9%), without a partner (57.6%), retired (50.8%), nonsmokers (81.4%) and overweight (71.2%). Only the low educational level was associated with incontinence. Prevalence was of 61.0%. For 55,5% of incontinents, losing urine intervenes in a grave or very grave way with their daily life. The urinary loss occurred while coughing or sneezing (72.2%) and before arriving at the bathroom (61.1%). The urinary incontinence presented a high prevalence, intervening negatively with these women's lifes.(AU)


Assuntos
Humanos , Incontinência Urinária , Estratégia Saúde da Família , Saúde Pública
4.
Cogitare enferm ; 16(4): 640-646, out.-dez. 2011. tab
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-686203

RESUMO

Trata-se de estudo epidemiológico transversal que teve por objetivo identificar o risco e os fatores associados ao desenvolvimento de úlceras por pressão em crianças internadas em uma Unidade de Terapia Intensiva Pediátrica. Foi realizado com 40 crianças, com idades entre vinte e nove dias e oito anos; os dados foram coletados por meio de um formulário e da Escala de Braden Q. Houve homogenia em relação ao sexo, a média de idade foi de 15,3 meses. Todas as crianças foram consideradas em risco pela escala de Braden Q, com escores altos nos itens exposição à umidade e perfusão tecidual e oxigenação. Observaram-se 26 úlceras por pressão em 17 crianças, localizadas principalmente na região occipital, e cerca de um terço foram classificadas em estágio um. Percebe-se a necessidade de mais estudos sobre a assistência às crianças criticamente doentes e que contribuam para o desenvolvimento de intervenções de prevenção desses agravos


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Criança , Criança Hospitalizada , Epidemiologia , Enfermagem , Lesão por Pressão
5.
Rev. RENE ; 12(4): 776-782, out.-dez. 2011.
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-682317

RESUMO

Estudo descritivo, quantitativo que teve como objetivo identificar as características clínicas de crianças em uso de derivações ventriculares para tratamento da hidrocefalia. Deu-se em uma unidade de internação em neurocirurgia pediátrica de um hospital público. Amostra constituída por 60 pacientes internados de junho a dezembro de 2006. Os resultados evidenciaram idade variando de 1 dia a 13 anos, sem diferença entre os sexos, 58,3% dos pacientes internados estavam na faixa etária menor que um ano de idade, com diagnóstico principal de hidrocefalia. A principal causa de internações subsequentes está relacionada à disfunção da derivação ventricular peritoneal. As crianças evoluíram para alta hospitalar com tempo de internação de 3 a 240 dias. As derivações ventriculares são métodos importantes para aumentar a sobrevida das crianças com hidrocefalia. Porém os cuidados dispensados quanto ao manuseio dos dispositivos devem ser bem orientados pela equipe multiprofissional às famílias, objetivando reduzir os longos períodos de reinternações.


Assuntos
Humanos , Criança , Criança , Hidrocefalia , Enfermagem
6.
Cogitare enferm ; 16(4): 640-646, out.-dez. 2011. tab
Artigo em Português | BDENF - Enfermagem | ID: bde-25861

RESUMO

Trata-se de estudo epidemiológico transversal que teve por objetivo identificar o risco e os fatores associados ao desenvolvimento de úlceras por pressão em crianças internadas em uma Unidade de Terapia Intensiva Pediátrica. Foi realizado com 40 crianças, com idades entre vinte e nove dias e oito anos; os dados foram coletados por meio de um formulário e da Escala de Braden Q. Houve homogenia em relação ao sexo, a média de idade foi de 15,3 meses. Todas as crianças foram consideradas em risco pela escala de Braden Q, com escores altos nos itens exposição à umidade e perfusão tecidual e oxigenação. Observaram-se 26 úlceras por pressão em 17 crianças, localizadas principalmente na região occipital, e cerca de um terço foram classificadas em estágio um. Percebe-se a necessidade de mais estudos sobre a assistência às crianças criticamente doentes e que contribuam para o desenvolvimento de intervenções de prevenção desses agravos(AU)


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Criança , Lesão por Pressão , Criança Hospitalizada , Epidemiologia , Enfermagem
7.
Rev. enferm. UFPE on line ; 5(6): 1483-1491, ago. 2011.
Artigo em Português | BDENF - Enfermagem | ID: bde-31591

RESUMO

Objetivo: identificar problemas de enfermagem de crianças com hidrocefalia e mielomeningocele em uso de derivações ventriculares. Método: estudo transversal, quantitativo, desenvolvido em uma unidade de internação em neurocirurgia pediátrica de um hospital público. A amostra constituiu-se de 60 pacientes internados de junho a dezembro de 2006. O estudo foi submetido ao comitê de ética em pesquisa com protocolo n°82/2006. Resultados: os achados evidenciaram que os principais diagnósticos e problemas de enfermagem relacionam-se à capacidade adaptativa intracraniana diminuída relacionada ao aumento da PIC; risco para integridade da pele prejudicada relacionado à imobilidade e/ou exposição frequente à secreção fecal/urinária e incontinência urinária relacionada à bexiga neurogênica. Conclusão: as derivações ventriculares são métodos importantes para aumentar a sobrevida das crianças com hidrocefalia. Porém os cuidados dispensados quanto ao manuseio dos dispositivos devem ser bem orientados pela equipe multiprofissional às famílias, objetivando reduzir os longos períodos de re-internações. (AU)


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Criança , Hidrocefalia , Meningomielocele , Enfermagem , Estudos Transversais , Epidemiologia
8.
Rev. enferm. UERJ ; 17(2): 176-181, abr.-jun. 2009.
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-528335

RESUMO

Estudo descritivo e qualitativo foi realizado com 10 adultos laringectomizados, em hospital filantrópico, em Fortaleza-CE. Teve como objetivos analisar a importância da comunicação verbal para o cliente estomizado, avaliar se ele foi informado sobre a alteração da fala e descrever seus sentimentos diante da dificuldade de comunicação verbal. A coleta de dados foi realizada no período de abril a maio de 2008, com o emprego da entrevista semi-estruturada e a observação livre. Os resultados evidenciaram que a comunicação verbal é um instrumento indispensável, e, sem ela, é impossível ter uma vida de qualidade. Os clientes foram esclarecidos sobre o prejuízo na comunicação verbal, embora tenha havido relatos de falta de orientação. Ante a dificuldade de comunicação, os sentimentos foram: tristeza, ansiedade e medo de nunca mais falar.  A maioria dos clientes foi orientada sobre a dificuldade de comunicação, mas nenhum citou a participação do enfermeiro.


This descriptive and qualitative study involved ten patients who underwent laryngectomy at a philanthropic hospital in Fortaleza, Ceará, Brazil. It aimed both at analyzing the importance of verbal communication for windpipe users, evaluating if those clients were informed about their speech impediment, and at describing the feelings aroused in view of verbal communication difficulties. Data were collected in April and May 2008, using semi-structured interview and observation. Results evidenced that verbal communication is an essential instrument, and that the lack of it definitely compromises life quality. Clients were informed about the loss of verbal communication, despite reports to the contrary. Sadness, anxiety, and fear of never speaking again stood out as the feelings aroused by their communication hindrance. The majority of clients received orientation on the communication difficulty, but none of them mentioned the nurse’s participation.


Estudio descriptivo y cualitativo fue realizado con diez pacientes sometidos a la retirada quirúrgica de la laringe en un hospital filantrópico de Fortaleza-CE-Brasil. Tuvo como objetivos analizar la importancia de la comunicación verbal para el cliente estomizado, evaluar si fueron informados sobre la alteración de la habla y describir los sentimientos surgidos ante la dificultad de comunicación verbal. La recolección de datos fue realizada en el período de abril a mayo de 2008, mediante entrevista semiestructurada y observación libre. Los resultados evidenciaron que la comunicación verbal es un instrumento indispensable y que, sin ella, es imposible tener una vida de calidad. Los clientes fueron informados sobre el perjuicio en la comunicación verbal, aunque fueron encontrados relatos de falta de orientación. Ante la dificultad de comunicación, los sentimientos fueron: tristeza, ansiedad y miedo de nunca más hablar.  La mayoría de los clientes fue orientada sobre la dificultad de comunicación, pero ninguno citó la participación del enfermero.


Assuntos
Humanos , Comunicação , Distúrbios da Fala/enfermagem , Laringectomia/enfermagem , Cuidados de Enfermagem , Brasil , Pesquisa Qualitativa
9.
Rev. enferm. UERJ ; 17(2): 176-181, abr.-jun. 2009.
Artigo em Português | BDENF - Enfermagem | ID: bde-16390

RESUMO

Estudo descritivo e qualitativo foi realizado com 10 adultos laringectomizados, em hospital filantrópico, em Fortaleza-CE. Teve como objetivos analisar a importância da comunicação verbal para o cliente estomizado, avaliar se ele foi informado sobre a alteração da fala e descrever seus sentimentos diante da dificuldade de comunicação verbal. A coleta de dados foi realizada no período de abril a maio de 2008, com o emprego da entrevista semi-estruturada e a observação livre. Os resultados evidenciaram que a comunicação verbal é um instrumento indispensável, e, sem ela, é impossível ter uma vida de qualidade. Os clientes foram esclarecidos sobre o prejuízo na comunicação verbal, embora tenha havido relatos de falta de orientação. Ante a dificuldade de comunicação, os sentimentos foram: tristeza, ansiedade e medo de nunca mais falar.  A maioria dos clientes foi orientada sobre a dificuldade de comunicação, mas nenhum citou a participação do enfermeiro.(AU)


This descriptive and qualitative study involved ten patients who underwent laryngectomy at a philanthropic hospital in Fortaleza, Ceará, Brazil. It aimed both at analyzing the importance of verbal communication for windpipe users, evaluating if those clients were informed about their speech impediment, and at describing the feelings aroused in view of verbal communication difficulties. Data were collected in April and May 2008, using semi-structured interview and observation. Results evidenced that verbal communication is an essential instrument, and that the lack of it definitely compromises life quality. Clients were informed about the loss of verbal communication, despite reports to the contrary. Sadness, anxiety, and fear of never speaking again stood out as the feelings aroused by their communication hindrance. The majority of clients received orientation on the communication difficulty, but none of them mentioned the nurse’s participation.(AU)


Estudio descriptivo y cualitativo fue realizado con diez pacientes sometidos a la retirada quirúrgica de la laringe en un hospital filantrópico de Fortaleza-CE-Brasil. Tuvo como objetivos analizar la importancia de la comunicación verbal para el cliente estomizado, evaluar si fueron informados sobre la alteración de la habla y describir los sentimientos surgidos ante la dificultad de comunicación verbal. La recolección de datos fue realizada en el período de abril a mayo de 2008, mediante entrevista semiestructurada y observación libre. Los resultados evidenciaron que la comunicación verbal es un instrumento indispensable y que, sin ella, es imposible tener una vida de calidad. Los clientes fueron informados sobre el perjuicio en la comunicación verbal, aunque fueron encontrados relatos de falta de orientación. Ante la dificultad de comunicación, los sentimientos fueron: tristeza, ansiedad y miedo de nunca más hablar.  La mayoría de los clientes fue orientada sobre la dificultad de comunicación, pero ninguno citó la participación del enfermero.(AU)


Assuntos
Humanos , Laringectomia/enfermagem , Distúrbios da Fala/enfermagem , Comunicação , Cuidados de Enfermagem , Pesquisa Qualitativa , Brasil
10.
Rev. RENE ; 9(2): 106-112, abr.-jun. 2008.
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-520977

RESUMO

O estudo da produção do conhecimento sobre ostomia representa uma importante contribuição à saúde. Objetivou-se averiguar o conhecimento produzido na enfermagem brasileira sobre a temática no período de 1979 a 2005. A pesquisa documental relacionou resumos das dissertações e teses do Centro de Estudos e Pesquisas em Enfermagem (CEPEN), entre 1979 e 2005. Os resultados mostraram 22 trabalhos no total, sendo 19 dissertações, duas teses de doutorado e uma de livre docente. A área geográfica dos trabalhos encontrados foi predominantemente nas regiões Sul e Sudeste do país. As temáticas centrais nos 22 estudos foram principalmente a abordagem profissional e a adaptação do paciente à ostomia. Considerou-se que há necessidade de estudos que favoreçam a visão integral do ser com ostomia, com abordagens que envolvam a família e as relações sociais. É necessária, também, a utilização de enfoque biopsicossocial.


Assuntos
Enfermagem , Estomia , Dissertação Acadêmica
11.
Rev. RENE ; 9(2): 106-112, abr.-jun. 2008.
Artigo em Português | BDENF - Enfermagem | ID: bde-17122

RESUMO

O estudo da produção do conhecimento sobre ostomia representa uma importante contribuição à saúde. Objetivou-se averiguar o conhecimento produzido na enfermagem brasileira sobre a temática no período de 1979 a 2005. A pesquisa documental relacionou resumos das dissertações e teses do Centro de Estudos e Pesquisas em Enfermagem (CEPEN), entre 1979 e 2005. Os resultados mostraram 22 trabalhos no total, sendo 19 dissertações, duas teses de doutorado e uma de livre docente. A área geográfica dos trabalhos encontrados foi predominantemente nas regiões Sul e Sudeste do país. As temáticas centrais nos 22 estudos foram principalmente a abordagem profissional e a adaptação do paciente à ostomia. Considerou-se que há necessidade de estudos que favoreçam a visão integral do ser com ostomia, com abordagens que envolvam a família e as relações sociais. É necessária, também, a utilização de enfoque biopsicossocial.(AU)


Assuntos
Enfermagem , Estomia , Dissertação Acadêmica
12.
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-457842

RESUMO

A hipertensão arterial é um problema de saúde pública, cujo controle é um desafio para os profissionais, em especial para os enfermeiros, cuja participação se dá nos três níveis de prevenção desta enfermidade. Contudo, muitas vezes, observa-se uma assistência ainda voltada ao modelo biomédico. Diante deste contexto, este estudo teve como objetivo geral: analisar a adesão às orientações fornecidas pela enfermeira do Programa de Controle da Hipertensão de um Centro de Saúde em Fortaleza, relacionado-a a Classificação dos Resultados de Enfermagem. Sessenta e quatro indivíduos constituíram os sujeitos do estudo, sendo os dados coletados por meio de entrevista, entre março e dezembro de 2004. Depreendeu-se que a clientela está informada acerca das mudanças necessárias de hábito de vida para o controle da doença, embora, por razões sociais, financeiras, estruturais ou orgânicas muitas vezes deixem de adotá-las. É fundamental uma assistência em que o indivíduo se sinta seguro e confortável para comparecer às consultas de acompanhamento, contudo, aderir às orientações muito depende de fatores sociais, os quais necessitam ser minimizados por meio de uma ação conjunta de todos os segmentos da sociedade..


Arterial hypertension is a public health issue, the control of which represents a challenge for professionals, especially nurses, whose participation takes place on three levels of prevention of this disease. However, it is common to observe care still geared towards the biomedical role. In view of this context, this main objective of this study was to analyze compliance with guidelines supplied by the Hypertension Control Program nurse from a Health Center in Fortaleza, relating these findings to the Classification of Nursing Results. Sixty-four individuals comprised the set of research subjects, data being collected by means of interviews held between March and December 2004. It was found that the clientele is informed of necessary changes to living habits for control of the disease. However, for social, financial, structural or organic reasons, they often fail to implement such changes. It is essential that care be given in which the individual feels secure and comfortable enough to come to monitoring appointments. Nevertheless, complying with guidelines depends on social factors, which must be minimized by means a joint action by all segments of society


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Pessoa de Meia-Idade , Educação em Saúde , Hipertensão/enfermagem , Cuidados de Enfermagem , Assistência Centrada no Paciente , Hipertensão
13.
Artigo em Português | BDENF - Enfermagem | ID: bde-13645

RESUMO

A hipertensão arterial é um problema de saúde pública, cujo controle é um desafio para os profissionais, em especial para os enfermeiros, cuja participação se dá nos três níveis de prevenção desta enfermidade. Contudo, muitas vezes, observa-se uma assistência ainda voltada ao modelo biomédico. Diante deste contexto, este estudo teve como objetivo geral: analisar a adesão às orientações fornecidas pela enfermeira do Programa de Controle da Hipertensão de um Centro de Saúde em Fortaleza, relacionado-a a Classificação dos Resultados de Enfermagem. Sessenta e quatro indivíduos constituíram os sujeitos do estudo, sendo os dados coletados por meio de entrevista, entre março e dezembro de 2004. Depreendeu-se que a clientela está informada acerca das mudanças necessárias de hábito de vida para o controle da doença, embora, por razões sociais, financeiras, estruturais ou orgânicas muitas vezes deixem de adotá-las. É fundamental uma assistência em que o indivíduo se sinta seguro e confortável para comparecer às consultas de acompanhamento, contudo, aderir às orientações muito depende de fatores sociais, os quais necessitam ser minimizados por meio de uma ação conjunta de todos os segmentos da sociedade..(AU)


Arterial hypertension is a public health issue, the control of which represents a challenge for professionals, especially nurses, whose participation takes place on three levels of prevention of this disease. However, it is common to observe care still geared towards the biomedical role. In view of this context, this main objective of this study was to analyze compliance with guidelines supplied by the Hypertension Control Program nurse from a Health Center in Fortaleza, relating these findings to the Classification of Nursing Results. Sixty-four individuals comprised the set of research subjects, data being collected by means of interviews held between March and December 2004. It was found that the clientele is informed of necessary changes to living habits for control of the disease. However, for social, financial, structural or organic reasons, they often fail to implement such changes. It is essential that care be given in which the individual feels secure and comfortable enough to come to monitoring appointments. Nevertheless, complying with guidelines depends on social factors, which must be minimized by means a joint action by all segments of society (AU)


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Pessoa de Meia-Idade , Hipertensão , Cuidados de Enfermagem , Educação em Saúde , Assistência Centrada no Paciente , Hipertensão
14.
Esc. Anna Nery Rev. Enferm ; 10(2): 235-240, ago. 2006.
Artigo em Português | LILACS, BDENF - Enfermagem | ID: lil-570765

RESUMO

A prevenção da hipertensão arterial torna-se difícil devido às dificuldades de acesso ao sistema de saúde. Foram objetivos deste estudo: averiguar o conhecimento dos trabalhadores acerca da pressão arterial, da hipertensão e, ainda, a prática da verificação da pressão arterial. Trata-se de um estudo descritivo, realizado em uma Universidade Pública Estadual em Fortaleza-Ceará, Brasil. O universo do estudo foi constituído por 35 trabalhadores a partir de uma amostra aleatória simples. Depreendeu-se que há déficit de conhecimento acerca da pressão arterial e da hipertensão e que as questões culturais entre profissionais e usuários do sistema de saúde estão em desacordo com o processo ensino-aprendizagem. Concluiu-se que urgem estratégias que permitam maior adesão aos programas e às campanhas de hipertensão. O início dessa mudança tem como fundamento a atenção primária, que leve a população, dentro de uma posição crítica, a tomar atitudes que possibilitem adequar-se a uma condição de vida saudável.


Assuntos
Humanos , Hipertensão/prevenção & controle , Enfermagem , Atenção Primária à Saúde , Ensino
15.
Rev. enferm. UERJ ; 14(2): 214-220, abr.-jun. 2006. ilus
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-433039

RESUMO

Objetivou-se identificar os fatores que interferem na realização do autocuidado após cauterização do colo uterino. Estudo exploratório-descritivo, realizado nos meses de fevereiro a abril de 2003, numa instituição pública, em Fortaleza-Ceará. Os sujeitos foram 30 mulheres que realizaram cauterização do colo uterino. A coleta de dados deu-se através de entrevista semi-estruturada, que foram analisados à luz de Bardin, permitindo selecionar categorias temáticas. Verificou-se que as mulheres apresentam déficit de autocuidado relacionado à compreensão do uso da medicação, haja vista o baixo nível educacional. Também evidenciaram a falta de colaboração do parceiro que não aceita a abstinência sexual durante o tratamento. Propôs-se um roteiro com informações básicas e um folder explicativo, a fim de nortear as mulheres para o autocuidado, visando à cicatrização da ferida do colo uterino. Ressalta-se a necessidade de conscientização dos profissionais da área, para valorização da cliente como um todo, preconizando o enfoque educativo.


Assuntos
Feminino , Humanos , Cauterização/enfermagem , Educação em Enfermagem , Neoplasias do Colo do Útero/enfermagem , Autocuidado , Saúde da Mulher , Brasil , Epidemiologia Descritiva , Modelos de Enfermagem , Teoria de Enfermagem
16.
Rev. Enferm. UERJ ; 14(2): 214-220, abr.-jun. 2006. ilus
Artigo em Português | BDENF - Enfermagem | ID: bde-14520

RESUMO

Objetivou-se identificar os fatores que interferem na realização do autocuidado após cauterização do colo uterino. Estudo exploratório-descritivo, realizado nos meses de fevereiro a abril de 2003, numa instituição pública, em Fortaleza-Ceará. Os sujeitos foram 30 mulheres que realizaram cauterização do colo uterino. A coleta de dados deu-se através de entrevista semi-estruturada, que foram analisados à luz de Bardin, permitindo selecionar categorias temáticas. Verificou-se que as mulheres apresentam déficit de autocuidado relacionado à compreensão do uso da medicação, haja vista o baixo nível educacional. Também evidenciaram a falta de colaboração do parceiro que não aceita a abstinência sexual durante o tratamento. Propôs-se um roteiro com informações básicas e um folder explicativo, a fim de nortear as mulheres para o autocuidado, visando à cicatrização da ferida do colo uterino. Ressalta-se a necessidade de conscientização dos profissionais da área, para valorização da cliente como um todo, preconizando o enfoque educativo.(AU)


Assuntos
Feminino , Humanos , Autocuidado , Cauterização , Educação em Enfermagem , Saúde da Mulher , Neoplasias do Colo do Útero , Epidemiologia Descritiva , Teoria de Enfermagem , Modelos de Enfermagem , Brasil
17.
Rev. RENE ; 7(1): 75-83, jan.-abr. 2006.
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-532601

RESUMO

Estudo descritivo, objetivando identificar o significado de ser paciente de Unidade de Terapia Intensiva, analisar suas percepções frente à internação. Os dados foram coletados nos meses de fevereiro e março de 2003. O universo do estudo constou de 08 pacientes internados em enfermarias, procedentes da UTI. Os resultados nos mostram que os pacientes percebem a UTI como o local destinado a receber pacientes graves, com risco de vida e com possibilidades de recuperação devido a competência dos profissionais. A tecnologia e a atuação da equipe multiprofissional no afã de reverter o quadro crítico do paciente tornam o ambiente da UTI desumano e exaustivo para os pacientes conforme destacaram entre outros, a luz, o barulho, privação do sono, insegurança, vergonha e saudade. Precisamos perceber o paciente como um ser que necessita de cuidados, frente aos conflitos, angústias e expectativas. Desta forma atenderemos e entenderemos a essência do cuidar.


Assuntos
Unidades de Terapia Intensiva , Cuidados de Enfermagem , Pacientes
18.
Rev. RENE ; 7(1): 75-83, jan.-abr. 2006.
Artigo em Português | BDENF - Enfermagem | ID: bde-17010

RESUMO

Estudo descritivo, objetivando identificar o significado de ser paciente de Unidade de Terapia Intensiva, analisar suas percepções frente à internação. Os dados foram coletados nos meses de fevereiro e março de 2003. O universo do estudo constou de 08 pacientes internados em enfermarias, procedentes da UTI. Os resultados nos mostram que os pacientes percebem a UTI como o local destinado a receber pacientes graves, com risco de vida e com possibilidades de recuperação devido a competência dos profissionais. A tecnologia e a atuação da equipe multiprofissional no afã de reverter o quadro crítico do paciente tornam o ambiente da UTI desumano e exaustivo para os pacientes conforme destacaram entre outros, a luz, o barulho, privação do sono, insegurança, vergonha e saudade. Precisamos perceber o paciente como um ser que necessita de cuidados, frente aos conflitos, angústias e expectativas. Desta forma atenderemos e entenderemos a essência do cuidar.(AU)


Assuntos
Unidades de Terapia Intensiva , Cuidados de Enfermagem , Pacientes
19.
Acta paul. enferm ; 18(2): 184-189, abr.-jun. 2005.
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-430862

RESUMO

A hipertensão arterial é uma doença de fácil diagnóstico e com uma diversidade terapêutica eficaz para seu controle. Entretanto, grande parte dos hipertensos continuam ignorando-a, não controlando seus níveis tensionais, mesmo após diagnosticados. Dessa maneira, objetivou-se averiguar o conhecimento dos trabalhadores de uma Universidade Pública acerca do controle e da manutensão da pressão arterial dentro dos parâmetros normais e analisar a prática das medidas preventivas com vista à adoção de um estilo de vida compatível com o nível funcional ótimo...


Assuntos
Humanos , Educação em Saúde , Hipertensão/prevenção & controle , Estilo de Vida , Categorias de Trabalhadores , Alcoolismo , Obesidade , Fumar , Estresse Psicológico , Universidades
20.
Rev. méd. HGF ; 3(2/3): 59-64, dez. 1987. tab
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-60011

RESUMO

As autoras pretendem, com o presente estudo, averiguar as necessidades e dificuldades do enfermeiro. Questionam a satisfaçao profissional e tambem a necessidade de uma assistencia metodologica. Buscam ainda delinear as impressoes do enfermeiro ao executarem suas atividades num hospital proprio do Instituto Nacional de Assistencia Medica e Previdencia Social - INAMPS, da cidade de Fortaleza-CE


Assuntos
Recursos Humanos de Enfermagem no Hospital , Condições de Trabalho , Brasil , Satisfação no Emprego , Enfermeiras e Enfermeiros
SELEÇÃO DE REFERÊNCIAS
DETALHE DA PESQUISA